A Umbra Rasa (Penumbra)

Novo Tópico   Este Tópico está bloqueado. Você não pode editar as mensagens ou responder.

Página 32 de 40 Anterior  1 ... 17 ... 31, 32, 33 ... 36 ... 40  Seguinte

Ir em baixo

Toque-de-Beladona (Crinos) - Guardiões da Canção Ancestral

Mensagem por Toque-de-Beladona em 28.06.18 8:53

Toque-de-Beladona atravessa a película e observa ao redor enquanto aguarda os outros irmãos de matilha.
avatar
Toque-de-Beladona

Mensagens : 63
Pontos : 64
Reputação : 1
Data de inscrição : 12/06/2018
Localização : O objetivo é vc nunca ter certeza...

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Umbra Rasa (Penumbra)

Mensagem por Igor Petrunov em 28.06.18 17:39

Filho-da-Alvorada atravessou a Película aberta por Espírito-Tranquilo, e chegou à Umbra. Instintivamente olhou para o alto, já esperando que seus espíritos juramentados viessem recebê-lo, como era costumeiro acontecer a cada visita do lua crescente ao mundo espiritual.

A aparência do Presas na Umbra certamente parecia um tanto peculiar para aqueles que nunca haviam visto sua manifestação espiritual. Em algumas partes do corpo, seus pêlos brancos pareciam mesclar-se com penas, seus olhos tinham um brilho dourado, como ouro líquido, e sobre sua cabeça havia um halo dourado sutil. Igor, definitivamente, não parecia um lobisomem normal naquela manifestação espiritual. 

Então, ele finalmente olhou para baixo e encarou a matilha, mirando em seguida em Espírito-Tranquilo.


- Agora só faltar Calmaria-de-Gaia atravessar para começar ritual. Não se espantar se os merlins e os raptores aparecer, eles ser meus espíritos juramentados. Eles chegar logo.
avatar
Igor Petrunov

Mensagens : 119
Pontos : 115
Reputação : -4
Data de inscrição : 04/04/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Toque-de-Beladona | Cordas-Trêmulas | Filho-da-Alvorada | Espírito-Tranquilo | Calmaria-de-Gaia

Mensagem por NarraDiva em 28.06.18 20:04

Quando Igor surge na Penumbra, alguns espíritos-ave se aproximam e pousam nas árvores em torno de onde os Garous se posicionavam. A quantidade era suficiente para chamar atenção de todos.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3628
Pontos : 3719
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Umbra Rasa (Penumbra)

Mensagem por Miguel Calmaria em 29.06.18 6:25

Calmaria atravessa a pelicula a tempo de escutar a fala do Presãs de Prata e se surpreende:

"  Carai , A porra do Reizinho parece um querubim Garou"

Pássaros pareciam vir recebe-los. Calmaria olha ao redor do grupo. Queria garantir que era o último a entrar na Umbrà pela brecha de Espírito-Tranquilo. Não gostaria de saber que qualquer Garou, ou outra coisa, aproveitasse a brecha. Fosse no Caern ou fora dele, era bom manter a atencão e não ser surpreendido.
avatar
Miguel Calmaria

Mensagens : 52
Pontos : 52
Reputação : 0
Data de inscrição : 21/05/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sereno-trovão (Glabro) - Flor-de-lótus

Mensagem por Antonio Xavier em 01.07.18 9:31

Antonio Xavier chega à Umbra rasa e começa a observar atentamente tudo que estava ao seu redor, esperava encontrar um urso que o ajudasse.

O Portador permanecia parado a espera de sua companheira de matilha, Flor-de-lótus.
avatar
Antonio Xavier

Mensagens : 245
Pontos : 247
Reputação : 0
Data de inscrição : 24/03/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Flor-de-Lótus (G) - Sereno-Trovão

Mensagem por NarraDiva em 02.07.18 8:10

A Portadora da Luz Interior chega na Penumbra e encontra Antônio. Com sua mão, convida o Portador a andar enquanto procuravam pelo Urso e puxava assunto ao longo da caminhada:

'- E então, Antônio, quais suas impressões?'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3628
Pontos : 3719
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

ESPÍRITO TRANQUILO (Crinos) - GUARDIÕES DA CANÇÃO ANCESTRAL | NARRAÇÃO

Mensagem por Espírito Tranquilo em 02.07.18 22:04

O albino espera todos adentrarem a umbra, para então dar sequência ao plano, mas acaba parando por alguns segundos olhando para Igor de forma curiosa, quase como uma criança vendo algo pela primeira vez. Apesar dele ja ter visto aquele olhar dourado antes. 
 Acaba ali se perdendo por uns instante ficando até surpreso ao ver os espíritos pássaros chegando e se acumulando no entorno, mesmo com o Presa de Prata avisando sobre.
 Voltando então a se concentrar, desviando os olhos de Igor que chamava atenção, ele nota que todos se faziam presentes agora.
 
 "- Começar ritual..."

 Respira se concentrando, se lembrava do que havia acontecido com Solaris e ao mesmo tempo da confiança que matilha e alfa havia depositado nele para tal ação junto da responsabilidade e momento de mostrar seu valor. Não poderia falhar e nem ter medo disso. Respira ali limpando a mente, se concentrando e passa o olhar por Igor por um instante e começa.


 "- Fetiche, fala ou símbolo... Ajudar canalizar energia e intenção... Facilitar... Clareza na mente..."

 Não dava muito para saber se o que ele falava baixo ali, tinha intuito de instruir Filho-da-Alvorada e matilha sobre o que fazia, ou se era quase uma forma de recordar as bases e ajudar a se concentrar ali.  
 Allen se apoia sobre um joelho, e com a garra na sua frente desenha o símbolo do unicórnio e de sua tribo. Agora falando na linguagem dos espíritos ele faz seu pedido e oração.
 
"- Senhor da pureza, que cavalgar pelos campos. Senhor da magia, trazer brilho e acalentar corações com tua sabedoria e amor. Ouvir chamado de teu filho. Filho proteger seu legado, filho ser parte de teu ideal de paz. Filho precisar de ajuda e força de Unicórnio. Ouvir chamado de teu filho. Ajudar com tua poderosa pureza, sempre nobre, Unicórnio."

 Ele sentia dentro de si que o Unicórnio, patrono de sua tribo, o ouvia e se aproximava. Ainda apoiado sobre o joelho ele curva o corpo numa respeitosa reverência e assim surge instantaneamente o Unicórnio.
 Espírito tranquilo continua a falar na língua dos espíritos já se comunicando com o totem tribal. 

"- Nobre unicórnio, garous irmãos, lutar a oeste, onde humanos enterrar seus entes perdidos, lugar que chamar de Cemitério de Campo Grande... Garous lutar contra forças que corrompem o lugar e espalhar morte. Garous tentar impedir isso, mas garous precisar de auxílio e pureza de Unicórnio, que poder chegar em socorro com poderosas patas velozes. Por favor, ouvir e atender pedido de teu filho e ajudar e manter irmãos garous vivos, purificar o local maculado. Teu filho oferecer de bom grado gnose a Unicórnio por atender chamado. Espírito-Tranquilo se comprometer durante uma lua, sempre curar em teu nome e honra os servos de Gaia que precisar e encontrar..."

 Sente a gnose sair de seu corpo e então seguir ao totem. Apesar da solenidade que tinha ali em postura e ação, havia uma expressão de alegria, um sorriso teimava se formar em no rosto do theurge. Era o de saber que fazia certo, e que teria mais próximo ali uma representação de seu patrono. Era a certeza do não abandono e de saber seguia o caminho certo.
 Com calma ele eleva o tronco desfazendo a reverência e observa o espírito, esperando sua resposta. 
 
-----------------------------------------------
OFF: gasto de 1 forças de vontade
Conjuração: 8 sucessos rolagem +1 fdv = 9 sucessos
Harmonização = 6 sucessos
         Espírito vem de maneira imediata e amigável!
Oferece um de gnose temporária ao Unicórnio.
avatar
Espírito Tranquilo

Mensagens : 167
Pontos : 167
Reputação : 0
Data de inscrição : 24/04/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sereno-trovão - Flor-de-lótus

Mensagem por Antonio Xavier em 02.07.18 22:36

Antonio aceita cordialmente o convite de Padmatavi e começa a caminhar ao lado da juíza olhando com grande atenção todo o caminho em busca de um urso.

Frente à pergunta de Flor-de-lótus, Antonio pensa um pouco antes de falar: "Impressões? Matilha, Caern?"

"-Padmatavi, são apenas algumas horas aqui no Caern, mas já aconteceu tanta coisa que parece que já estou aqui há muito tempo. Um momento de crise e mudanças, como esse que chegamos, pede paciência. Penso que estamos todos nos adaptando como grupo e percebo uma evolução desde o princípio da Assembleia. Essas missões darão o tom de quem é a Fortaleza de Gaia, espero que tenhamos sucesso. Se formos 50% do reflexo de nossa Beta, já estaremos bem".


Antonio sorri para a Portadora da luz.
avatar
Antonio Xavier

Mensagens : 245
Pontos : 247
Reputação : 0
Data de inscrição : 24/03/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Unicórnio - Cordas-Trêmulas | Filho-da-Alvorada | Espírito-Tranquilo | Toque-de-Beladona | Calmaria-de-Gaia

Mensagem por NarraDiva em 02.07.18 23:24

Um arco-íris surge diante dos olhos dos Garous e galopando pelo Arco-Íris soltando glitter pelo caminho chega o espírito Unicórnio. Ele não demora, chega de forma instantânea. Parecia amistoso e roça sua cabeça nos Garous ali presentes, primeiro em Espírito-Tranquilo, depois no Peregrino, em seguida na Fúria Negra, logo após no Presas de Prata, encerrando na Fianna, com quem toca a ponta do chifre na altura do ventre, dando uma sensação enorme de paz interior para Grace.


O espírito ouve as palavras do Filho de Gaia que o conjurou e fala na língua dos espíritos, o que faz com que só quem tenha o dom comunicação com espíritos entenda a fala:


'- Unicórnio ajudar, mas precisar saber onde precisar de ajuda. Unicórnio não conhecer mundo humano. Espírito-Tranquilo precisar ajudar Unicórnio a ajudar Espírito-Tranquilo.'


Like a Star @ heaven Espírito-Tranquilo, espere a Narração fazer a chegada do espírito... sem pressa! rs

Like a Star @ heaven Até o fim da noite, Cordas-Trêmulas tem dificuldade +2 em todos os testes de Frenesi.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3628
Pontos : 3719
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Flor-de-Lótus (G) - Sereno-Trovão

Mensagem por NarraDiva em 02.07.18 23:27

A Portadora da Luz Interior sorri com o comentário de Antônio e responde:

'- Eu estou preocupada... Pantaneiro parece buscar acertar mas tem um histórico de erros que só irei compreender melhor após conversar com Sentinela-das-Sombras e Sangue-dos-Quatro-Ventos. Sinto que não veremos mais Kiba, e talvez isso seja bom para nós e para ele. Sinto que Hagen tem boa vontade, mas é muito afoito. Assim como o outro Fenris. Nós precisaremos ser o bastião da sabedoria e da paciência nessa matilha para poder guiar todos para a iluminação que a Quimera tanto prega.'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3628
Pontos : 3719
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

FILHO-DA-ALVORADA - GUARDIÕES DA CANÇÃO ANCESTRAL | Narração - Unicórnio

Mensagem por Igor Petrunov em 03.07.18 17:04

Espírito-Tranquilo finalmente começara a conjuração do Unicórnio e Filho-da-Alvorada se colocou ao lado do Filho de Gaia para auxiliá-lo em qualquer coisa que pudesse. Apenas retribuiu os vários olhares que recebera de Allen com confiança, fazendo-se entender, mesmo sem palavras, que estaria ali por ele. Era esse o papel que um verdadeiro líder deveria desempenhar.


Não demorou até que o Unicórnio aparecesse, em meio à luz de um arco-íris. O Presas lançou um olhar de aprovação para Espírito-Tranquilo e sorriu, satisfeito, ao ver que o jovem albino não frustrara suas expectativas. No fim das contas, ele dera conta do trabalho por si só.


"Nada como algumas palavras ditas no momento certo." - pensou Filho-da-Alvorada.


Ao ser saudado pelo espírito, Igor acariciou sua crina sem pressa. Ouviu, em seguida, o pedido de Allen atentamente e, diante da resposta do Unicórnio, avaliou se devia intervir e não tardou em fazê-lo.


- Filho-da-Alvorada pedir licença para falar com Unicórnio. - disse, fazendo uma reverência ao espírito.


Fez uma pequena pausa, e continuou.


- Nossos irmãos precisar ajuda onde humanos enterrar seus mortos e chamar cemitério. Não saber exatamente o local, mas ser direção de onde Hélios terminar ronda todo dia. Unicórnio ser espírito poderoso e poder para sentir muitos espíritos da morte mesmo lugar. Wyrm estar profanando descanso dos mortos, matilha estar lutando agora e precisar de Unicórnio para curar e purificar local.


Após uma rápida intervenção, Igor se calou e aguardou que o Filho de Gaia retornasse à  negociação do chinimage. O Presas não desejava se estender e acabar se interpondo no ritual que Espírito-Tranquilo havia conduzido com maestria, no entanto, julgou que podia ajudar a orientar o espírito. Esperava que o Unicórnio entendesse a direção e usasse seus Encantos para encontrar o local com precisão.
avatar
Igor Petrunov

Mensagens : 119
Pontos : 115
Reputação : -4
Data de inscrição : 04/04/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Umbra Rasa (Penumbra)

Mensagem por Hagen Bernhardt em 03.07.18 17:34

As viagens para a umbra sempre eram vistas de uma forma diferente pelo garou. sempre lembrava de suas irmãs e a primeira vez que entrou, a forma fantástica que era ter a sensação de estar no mundo espiritual. Hagen gostava de certa forma, mesmo que essa visão lúdica tenha ficado no passado.

Hagen olha para Pórunn e começa a focar aonde procurar ambos os garous e quem sabe a morte.
avatar
Hagen Bernhardt

Mensagens : 320
Pontos : 319
Reputação : -1
Data de inscrição : 23/04/2018
Idade : 33
Localização : Noruega, Høvringen

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Umbra Rasa (Penumbra)

Mensagem por Ira-Desoladora-de-Fenris em 03.07.18 17:42

'- E agora? Alguma ideia de onde ele pode estar?'

Pórunn fala em seu idioma nativo.
avatar
Ira-Desoladora-de-Fenris

Mensagens : 92
Pontos : 92
Reputação : 0
Data de inscrição : 20/05/2018
Localização : Skarsvåg, Noruega

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Umbra Rasa (Penumbra)

Mensagem por Hagen Bernhardt em 03.07.18 18:12

Era bom poder falar em norueguês, Hagen observava a sua volta.

' - Não devem estar muito distante daqui, vamos procurar pelos limites da zona do caern.'
avatar
Hagen Bernhardt

Mensagens : 320
Pontos : 319
Reputação : -1
Data de inscrição : 23/04/2018
Idade : 33
Localização : Noruega, Høvringen

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Umbra Rasa (Penumbra)

Mensagem por Miguel Calmaria em 03.07.18 18:18

Calmaria de Gaia fica espantado com a chegada do Unicórnio. Ele observa o arco-íris e "espreme" os olhos forçando para enxergar melhor:

"Pe..ra.. Isso... é... Que.. isso é mesmo.... aquilo voando é Glitter?"

A expressão de surpresa e admiração era evidente.

Além do fato do Theurge Espírito-Tranquilo ter invocado um espírito Patrono instantaneamente,  ao qual o Peregrino sorriu satisfeito, o mesmo veio radiante, imponente e amigável.
Ele não sabia nem como reagir quando o espírito chegou. Normalmente, os espíritos eram um pé no saco com o jovem Ahroun, mas esse se aproximou e, logo após "cumprimentar" Espírito-Tranquilo, ele fez o mesmo com Calmaria.

O jovem Peregrino sentiu-se especial. Foi cumprimentado logo após o conjurador,ee não foi só isso. Ele pôde sentir o mesmo tipo de energia que sentiu quando foi curado pelos Filhos de Gaia. O Jovem apreciou a honra do contato com o Unicórnio e em sincera e muda reverência, agradeceu pela existência do Unicórnio e dos Filhos de Gaia, e de todas as Tribos. 

Na sequência, ouve sem entender o que era dito. E aguarda atento ao redor, afinal, ele ainda era o Ahroun presente alí.
avatar
Miguel Calmaria

Mensagens : 52
Pontos : 52
Reputação : 0
Data de inscrição : 21/05/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Unicórnio - Cordas-Trêmulas | Filho-da-Alvorada | Espírito-Tranquilo | Toque-de-Beladona | Calmaria-de-Gaia

Mensagem por NarraDiva em 04.07.18 9:23

Igor começa a falar e Arak comenta na mente do jovem Theurge:

'- Pra que isso? Espíritos e lobos podem não saber conjugar verbos, mas nós sabemos!'

Era apenas um comentário rabugento de Arak, mas que refletia uma verdade... o fato de espíritos não conjugarem verbos não queria dizer que eles não entendiam um verbo conjugado. O Unicórnio, no entanto, não ligava para isso. Ouvia Igor e acena com sua cabeça em positivo e diz:

'- Unicórnio sentir grande força de morte. Dever ser lá. Unicórnio partir.'

E, assim, o espírito se desmaterializa na frente do grupo.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3628
Pontos : 3719
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Pavor-de-Jörmungandr | Ira-Desoladora-de-Fenris

Mensagem por NarraDiva em 04.07.18 9:24

Pela Penumbra, os Fenris se dirigem aos limites do Caern e começam a circundar pelas fronteiras que permeavam as diversas zonas da cidade, sem sucesso até então.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3628
Pontos : 3719
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sereno-trovão - Flor-de-lótus

Mensagem por Antonio Xavier em 04.07.18 10:10

Antonio Xavier ouve as ponderações de Padmatavi com bastante atenção e a Portadora faz uma análise sobre cada membro da matilha e tal análise corresponde com os pensamentos do theurge. Há uma preocupação que liga ambos e Antonio vê que a responsabilidade no equilíbrio está realmente sobre os filhos da Quimera.

"Padmatavi, concordo com você. Acho sua análise bastante precisa, mesmo tendo tido pouco tempo para tal. Não vou esconder que me preocupa a fúria dos fenris e de Pantaneiro: eles querem acertar, mas se mostraram garous de "reação", pois sempre reagem antes de refletir e isso acaba gerando equívocos. Sou positivo, não vou negar, e acho que a punição de Porunn e o puxão de orelha em Pantaneiro devem surtir efeitos."

Antonio Xavier faz uma pequena pausa para também pensar em suas próprias falhas e conclui:

"- Espero poder contribuir mais, já que até agora tudo ficou sobre os seus ombros. Aprender a utilizar o fetiche será um bom avanço".
avatar
Antonio Xavier

Mensagens : 245
Pontos : 247
Reputação : 0
Data de inscrição : 24/03/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Umbra Rasa (Penumbra)

Mensagem por Ira-Desoladora-de-Fenris em 04.07.18 11:33

Pórunn já estava de saco cheio de tanto procurar e nada encontrar.


- Já chega! Seguiremos até o cemitério. Se nada for encontrado lá a última parada será a coroa. Não seguirei brincando de caça ao rato. Amanhã pelo inicio da noite retomamos as buscas por estes dois. A alvorada já se aproxima. Se o destino realmente quisesse, já teríamos os encontrado.
avatar
Ira-Desoladora-de-Fenris

Mensagens : 92
Pontos : 92
Reputação : 0
Data de inscrição : 20/05/2018
Localização : Skarsvåg, Noruega

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Umbra Rasa (Penumbra)

Mensagem por Hagen Bernhardt em 04.07.18 14:52

Hagen concorda com o irmão de tribo.

' - Então vamos caminhar para o cemitério. '

Se dirigindo pela umbra, Hagen vai pelo caminho, já que era o local que os dois garous entraram na umbra, seria sensato ir por lá.
avatar
Hagen Bernhardt

Mensagens : 320
Pontos : 319
Reputação : -1
Data de inscrição : 23/04/2018
Idade : 33
Localização : Noruega, Høvringen

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Grace(Crinos) - Guardiões da Canção Ancestral

Mensagem por Grace Tavares Conney em 04.07.18 18:43

O aviso de Igor ajuda Grace a ficar um pouco menos perplexa ao ver tantos espíritos rodearem o theurge, mas ainda não explica a aparência, praticamente angélica, do Presas de Prata. Era uma manifestação bonita. Incompreensível para ela, mas bonita.

Fica em silêncio enquanto Espírito Tranquilo realizava o Ritual de Conjuração, torcendo mentalmente para o Filho de Gaia, e sorri muito satisfeita ao ver que o espírito chegara tão prontamente e bem disposto. Inesperadamente, o Unicórnio avança e a toca, e Grace têm uma sensação de bem estar tão profunda, como nunca sentira antes. Suas tensões se dissipam e ela se sente relaxada e tranquila, em pleno domínio de si mesma.
“Obrigada, Unicórnio”
Prefere não falar nada, para não atrapalhar a negociação, mas faz uma reverência ao espírito, dirigindo-lhe um olhar de agradecimento.

Filho da Alvorada ajuda a dar as direções que o Unicórnio precisava e o espírito parte. Tinha fé que encontraria o lugar certo.

- Vocês dois foram excelentes. Honraram a Lua Crescente com a invocação e o diálogo com o Unicórnio. Me orgulho em tê-los na Matilha - elogia contente os theurges.

Retomando a seriedade, vai falando.
- Vamos partir. Laurel nos disse que o carro dela está na Entrada Norte. Ficaremos na forma Glabro. Igor irá dirigir e eu farei o Ritual da Pedra Caçadora para localizar Legado do Trovão. Calmaria de Gaia, peço que dissipe dois pulsos* de sua Fúria para que ela seja mais fácil de controlar. Não sabemos o que podemos encontrar na cidade, e não podemos correr o risco do nosso Ahroun entrar em Frenesi. Se humanos nos abordarem em nosso trajeto, eu assumirei o diálogo. Sigamos.

Terminados os avisos, Grace deixa a Penumbra e volta para a Clareira Central

OFF:
Segue na Clareira Central
*2 Pontos de Fúria
avatar
Grace Tavares Conney

Mensagens : 492
Pontos : 492
Reputação : 0
Data de inscrição : 26/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Flor-de-Lótus (G) - Sereno-Trovão

Mensagem por NarraDiva em 04.07.18 21:43

A Portadora segue caminhando e logo ela e seu irmão de tribo enxerga um Urso no horizonte. Caminhando ainda na direção dele, Padmatavi diz:

'- Você será fundamental para o equilíbrio dessa matilha, Antonio. Precisamos estar sempre a postos para aconselhar com sabedoria e buscar iluminar aquelas mentes cheias de fúria.'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3628
Pontos : 3719
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Pavor-de-Jörmungandr | Ira-Desoladora-de-Fenris

Mensagem por NarraDiva em 04.07.18 21:44

Os dois Crias de Fenris, após terem a iluminação de procurar no último local onde a dupla que buscavam havia sido vista, percebem que Legado-de-Anúbis e Fênix-de-Prata ainda estavam na penumbra do cemitério dialogando com o maior dos espíritos da morte.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3628
Pontos : 3719
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ira-Desoladora-de-Fenris - Narração | Pavor-de-Jörmungandr

Mensagem por Ira-Desoladora-de-Fenris em 04.07.18 22:17

Sabendo da limitação de Hagen com o idioma, adiantou a apresentação do mesmo sem tempo a perder. Em respeito, baixou sua cabeça, levou uma mão ao peito e falou:


‘- Legado-de-Anúbis, Fênix-de-Prata e honorável Espirito da Morte… Desculpem-nos a interrupção. Sou Ira-Desoladora-de-Fenris. Cliath, Hominídeo, Lua-Cheia dos Crias de Fenris. Este ser Pavor-de-Jörmungandr. Um Cliath, Hominídeo, Lua-Cheia dos também Crias de Fenris.'


Estendeu a palma da mão na direção a seu irmão de tribo, e matilha, quando assim lhe anunciou. Após isso ergueu sua cabeça. Ao fitar o Ministro da Morte que estava próximo aqueles dois garous foi impossível Pórunn não memorar os eventos que e havia protagonizado anteriormente. Mas o Fenris não deixou aquele pensamento de quase morte lhe distrair. Rapidamente, tornou o sentido e citou o motivo de sua ida até ali:


'- Vinhemos em nome da Fortaleza de Gaia respeitosamente busca com vocês novas informações relativas ao paradeiro do corpo de Oráculo Digital.’
avatar
Ira-Desoladora-de-Fenris

Mensagens : 92
Pontos : 92
Reputação : 0
Data de inscrição : 20/05/2018
Localização : Skarsvåg, Noruega

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Umbra Rasa (Penumbra)

Mensagem por Hagen Bernhardt em 04.07.18 22:32

Hagen se mantém calado, deixaria Pórunn falar com eles para resolver isso já que se sentia limitado pelo idioma. Quieto apenas se mantém ao lado de Pórunn.

avatar
Hagen Bernhardt

Mensagens : 320
Pontos : 319
Reputação : -1
Data de inscrição : 23/04/2018
Idade : 33
Localização : Noruega, Høvringen

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Umbra Rasa (Penumbra)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 32 de 40 Anterior  1 ... 17 ... 31, 32, 33 ... 36 ... 40  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum