As Ruas da Zona Norte

Novo Tópico   Responder ao tópico

Página 8 de 12 Anterior  1, 2, 3 ... 7, 8, 9, 10, 11, 12  Seguinte

Ir em baixo

Re: As Ruas da Zona Norte

Mensagem por Convidado em 07.05.18 22:45

Rob certifica espera os dois entrar no elevador e entra apertando o andar 3. Ele assovia uma musica de bar irlandesa até o andar. Ele estava doido pra comentar com seus parceiros o que descobriu.Ao chegar entra no quarto e tranca, procura algum microfone ou camera escondida no quarto por precaução. Assim que termina vai para a lista telefonica pega o cartão contendo o numero que o taxista deu e procura o endereço na lista telofonica e o nome completo. enquanto vai explicando para os dois em garou.

-Pavor agora podemos falar, e acho que devo explicações a vocês meus camaradas. Primeiro, tenho que fazer uma pergunta. Estamos atrasados para a assembleia não é verdade? Se faltarmos ou chegarmos atrasados estamos quebrando que litania? Agora se deixarmos de combater a wyrm onde ela se proliferar é uma quebra da litania? Segundo, não sei se perceberam mas o taxista não era um ser humano normal, posso estar errado mas ele n se incomodou com nossa furia acumulada ali. E seu filho me pareceu bem suspeito. Então se ele for um lacaio do seu filho que suspeito ser um sangue-suga, ele leva todo tipo de informações para ele e um bando de estrangeiros descendo ali era algo muito suspeito e poderia revelar a entrada do único Caern da cidade. Dai vocês podem dizer: Á, mas você ja tinha despistado ele. Sim é verdade mas qualquer investigação meauetrefe iria revelar que não nos hospedamos e voltaria a entregar a entrada do Caern. - Rob cadenciava as palavras enquanto procurava na lista telefonica do quarto -Então temos um terceiro ponto que possa ter passado despercebido. Lembram que o ancião falou de uma seita de sangue-sugas que ficam nas sombras? Pois é vocês sabem como os garous foram derrotados aqui há algum tempo atrás? Sim foram jogados contra a seita mais violenta e rival desses sangue-sugas , assim eles enfraqueceram seus inimigos e não se expuseram. Agora pergunto a vocês dois acham que realmente foi coincidência extraviarem nossa bagagem ou essa outra seita pode estar por trás disso? e se sim e por algum motivo esse filho do taxista pode nos dar pistas dessa nova seita. Agora compreenderam esse show Edd e Shaw? - Ele termina ao mesmo tempo que acha o numero e o endereço referente em um tom que parecesse que Uivo Flamejante fosse genial. Sendo ou não ele sabia que esse era o certo a se fazer


Última edição por Rob, Uivo Flamejante em 08.05.18 11:39, editado 1 vez(es)

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Ruas da Zona Norte

Mensagem por Hagen Bernhardt em 07.05.18 23:41

Hagen escuta tudo de forma atenta, poderia apresentar a frieza que fosse, mas estava to curioso com o que o fianna estava fazendo e falando.

"É bom esse filho da mãe ter uma resposta boa..."

Assim Hagen vai escutando os pontos apresentados pelo Fianna e entendendo a morosidade de suas ações.

' - O que é a assembléia perante a nossa missão de cortar o pescoço de Jörmungandr?

O fenrir mudara o seu semblante de uma tez sisuda para feições sérias, mas brandas, visivelmente menos irritado.

' - Estranhei o fato dele não se importunar conosco, exalamos a fúria e ele não se incomodar era estranho mesmo. Fez o certo Uivo-flamejante.

Hagen não era propenso a florear as coisas, um simples elogio já demonstrava que o fenrir aprovava a atitude do galliard.

' - Lidei com draugrs na minha terra, o caern Martelo de Gelo organizou uma ofensiva com Muitas matilhas empenhadas em matar um vampiro e sua rede. Não devemos buscar mais que informação, a ofensiva deve ser orquestrada de forma cirúrgica e não devemos atropelar os anciões, indepedente da matilha que nos adote, que tenhamos o compromisso de terminar o que Uivo-flamejante começou, eles vão pagar por terem levado meu casaco preto.

Hagen olhava para os dois e se dirige para Rob.

' - faça o que for necessário, aguardarei.

Hagen tinha motivos para esperar e só pensa um pouco..

"Quem diabos é Edd e Shawn?
avatar
Hagen Bernhardt

Mensagens : 319
Pontos : 318
Reputação : -1
Data de inscrição : 23/04/2018
Idade : 33
Localização : Noruega, Høvringen

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

ESPÍRITO TRANQUILO (homenídeo) - NARRAÇÃO | PAVOR-DE-JÖRMUNGANDR | UIVO-FLAMEJANTE

Mensagem por Espírito Tranquilo em 08.05.18 8:52

A primeira manifestação do Fenrir já dentro do elevador, fez o albino dar um passo se afastando dele e baixar a cabeça a expressão e tom de voz não pareciam boas.
 Assim que chegaram no quarto, observou o Fianna revirar tudo certo um bom paranóico em busca de algo que não encontrou. 
 Então os três ali, com a porta fechada, iniciaram uma conversa na linguagem garou para que Hagen pudesse entender.
 Conforme Rob falava ele apenas balançava a cabeça em positivo. Como entendia português boa parte da situação e plano daquele homem lhe fazia sentido desde o começo.
 Só quando os dois finalizaram, ele falou.

 "- Acho algumas informações precisam ser dadas ao Hagen... Primeiro não estranhem se nesse hotel o chamarem de Shawn, Rob deu nomes falsos para nos encobrir, ele é o Paul, e eu o Edd..."

 Na mente dele aquilo ainda era um pouco cômico. Mas logo a expressão se fecha ali.


 "- Segundo o radio, enquanto estavamos no táxi, o ataque de ontem, resultou em 3500 mortos... O taxista contou que filho trabalhava de segurança e voltou intacto, mas pálido e sem fome... Então o taxista ali parece não se importar com toda a fúria... É me questiono se aquela quantidade enorme de cigarro não deveria para atrapalhar nossos sentidos... Então Rob pegou um cartão de contato do taxista, falando interessado no serviço de segurança... Mas pretende usar para investigação com certeza... É sim temos que levar informações ao Caern para decidir ações de eliminação desses vampiros. Deve-se considerar isso que Rob disse de garous usados como ferramenta contra na luta das duas facções de mortos que andam... Foram 3500 mortos ontem com intervenção de garous como os que vimos no aeroporto. Não é um caso de poucos vampiros que nós, um bando de cliath poderíamos resolver solo."

 Imaginava que aquilo o Fenrir pudesse ter as informações que precisava para entender o cenário e o que se ouviu em português e que ele não compreendia. Olha então para o Fianna um pouco preocupado.


 *E eu preocupado com aprenderem a falar com espíritos. Esse aí nem o idioma local fala... Muito trabalho a ser feito...*


 "- Imagino que queira a lista telefônica para conferir o telefone de contato e achar um endereço, um início para investigar... E, você tem como pagar esse hotel?"
avatar
Espírito Tranquilo

Mensagens : 167
Pontos : 167
Reputação : 0
Data de inscrição : 24/04/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Ruas da Zona Norte

Mensagem por Hagen Bernhardt em 08.05.18 11:11

Hagen escutava o que Allen ponderava e acrescentava ao discurso e assim fala de forma direta e seca.

' - Ótimo trabalho Rob.'

Hagen ficou satisfeito por ter visto o desenrolar daquilo e o fianna realmente merecia congratulações, por mais que as de Hagen fossem econômicas.


"Esse fianna fez um bom trabalho, pelo menos usou sua enorme língua em um bom proveito..."
avatar
Hagen Bernhardt

Mensagens : 319
Pontos : 318
Reputação : -1
Data de inscrição : 23/04/2018
Idade : 33
Localização : Noruega, Høvringen

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Pavor-de-Jörmungandr | Uivo-Flamejante | Espírito-Tranquilo

Mensagem por NarraDiva em 08.05.18 19:39

Por sorte o cartão tinha o nome e o sobrenome do taxista, senão Rob ficaria por dias para encontrar o nome e o endereço pelo número do telefone. O Fianna consegue o endereço, era um apartamento localizado no bairro de Vila Isabel. O Fianna também nota que a entrada, o hall e todos os corredores do hotel tem câmeras. Não existem câmeras nos quartos.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3623
Pontos : 3714
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Ruas da Zona Norte

Mensagem por Convidado em 08.05.18 21:19

Rob ouve o complemento de espirito tranquilo e percebe que em sua euforia havia omitido alguns detalhes a Hagen. *Esse Theurge têm potencial, basta ele perder o medo de não agradar e deixar de ter a sindrome de vira -lata, afinal ele sempre acha que a culpa é dele.*

-Todos nós estamos fazendo o que é possivel Hagen. E bom trabalho Allen pelo que pude perc3ber você está bem atento a tudo que está aco tecendo - Rob procurando na lista telefonica para o cartão em cima do nome e do telefone correspondente --BINGO! Temos agora um canto para investigar. E Edd tenho um dia pra conseguir o dinheiro dessas duas diárias.

Rob fica pensativo e logo emenda.

-Agora temos duas opções ir investigar ou irmos avisar a assembleia o que descobrimos. O que acham? Espirito Tranquilo você acha que a umbra aqui é menos perigosa tendo em vista que estamos perto do Caern?

Rob fica feliz pelos dois estarem ali com ele, afinal dos seis que começaram a noite ali, só metade da força Garou estaria chegando ao Rio para integrar o reforço a seita. Dos outros três a única coisa que poderia fazer era resar lor Gaia para que estivessem são e salvos.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Ruas da Zona Norte

Mensagem por Hagen Bernhardt em 08.05.18 22:59

Hagen escuta atentamente o que Rob estava falando e diz:

' - Creio que devemos reportar tudo, draugrs são perigosos e nem somos uma matilha, precisamos de planos e dizer tudo o que vimos, já honramos e combatemos a wyrm, obitivemos Glórias ao cortarmos seus tentáculos e exaltou sua sabedoria Uivo-Flamejante, foi muito sábio. Melhor reportar tudo e voltarmos com garous furiosos, assim poderá uivar como fez e estaremos mais preparados.

Hagen pensava de maneira lógica, era cauteloso paea se arriscar, um fenrir e não um suicida, poderiam achar um draugr fraco vomo se meter em uma arrascada. Era melhor se preparar e ser fatal, com comando e alfas liderando.
avatar
Hagen Bernhardt

Mensagens : 319
Pontos : 318
Reputação : -1
Data de inscrição : 23/04/2018
Idade : 33
Localização : Noruega, Høvringen

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Swift-Claws-Of-Sif

Mensagem por NarraDiva em 08.05.18 23:40

A Fenris entra numa transversal mais escura e os caras entram logo atrás. Era uma subida, não muito íngrime, com prédios residenciais dos dois lados, mas com a iluminação de rua um pouco mais precária que a rua principal onde Siggy estava antes. 

'- A boneca quer brincar no escuro' - diz um dos homens.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3623
Pontos : 3714
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

ESPÍRITO TRANQUILO (homenídeo) - NARRAÇÃO | PAVOR-DE-JÖRMUNGANDR | UIVO-FLAMEJANTE

Mensagem por Espírito Tranquilo em 08.05.18 23:56

Ouvia ali o desenrolar da conversa, sorrindo e abaixado a cabeça sem graça, ao receber o elogio do Fianna


 "- E-eu... Ouvi tudo só isso... E, ouço também os espíritos... Às vezes... Mais importante ouvir que falar..."
 
 Continua ouvindo Rob, e acaba arregalando o olho meio preocupado quando ele fala que teria que arranjar dinheiro até o dia seguinte para pagar o hotel.


 "- Talvez... De para pedir no Caern o dinheiro... Não é bom não pagar, ainda mais com aquela moça gentil..."

 Entao o ruivo questiona sobre a umbra do local, e o theurge resolve ali observar como estava a situação.

 "- U-um instante, vou verificar..."
 
 Observa a situação não muito feliz e com cara não muito animadora responde.


 "- Não muito boa... Muitas teias... Espíritos da noite, medo, morte e eletricidade por todo lado... Tem alguns malditos também... O que se esperaria encontrar na zona urbana de uma cidade que sofreu um ataque como o de ontem... Estar perto do Caern não parece deixar a coisa mais suave... Infelizmente..." 

 Suspira ali. Aquilo não era algo muito bom. Mas nada naquela cidade parecia bom.
 Ouve então Hagen ponderar sobre as opções do Fianna.


 "- Po-pode ser melhor reportamos tudo... E cr-cruzarmo as informações que tivemos, as que o rato irá me fornecer, esse endereço com as que a Seita tiver... Irmos investigar pode configurar invasão de território e na pior das hipóteses não termos como passar informações a seita... E-e- falando em informações, precisamos ver como falar a seita dos Presa de Prata, sem arranjarmos problemas maiores a eles e a nós, com o que nos informaram e vimos..."
avatar
Espírito Tranquilo

Mensagens : 167
Pontos : 167
Reputação : 0
Data de inscrição : 24/04/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Ruas da Zona Norte

Mensagem por Convidado em 09.05.18 0:11

Rob concorda com Hagen e Allan que devem reportar a seita do ocorrido.

-Agora é a hora de pensarmos o que iremos falar. A não ser que Swift ja tenha chego e falado algo que não sabemos. Mas na melhor das hipóteses não podemos dizer que matamos sozinho 30 vampiros e de quebra destruímos um carregamento de armas químicas e toxicas. Agora podemos dizer que eles nos salvaram e saíram de lá. E provável que na seita existam rituais ou até mesmo Garous que detectam mentiras então não podemos mentir, devemos apenas dizer verdades e o que não for dito ou falado não tem motivos pra se falar. Alem do dinheiro temos que voltar depois para o hotel. Então temos que ir para o Caern e como o Theurge disse que não é viável pela umbra devemos então irmos logo. O prédio está cheio de câmeras então seremos vistos de qualquer forma. A não ser se usarmos a umbra só para sair do hotel, mas quem decide é você Espirito Tranquilo. E ai o que acham?


Última edição por Rob, Uivo Flamejante em 09.05.18 12:13, editado 1 vez(es)

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Ruas da Zona Norte

Mensagem por Convidado em 09.05.18 0:44

"A boneca quer, a boneca vai."

Siggy tira a mochila e deixa no chão, enquanto para e se vira para trás. Com um sorriso no rosto que só poderia ser descrito como travesso a skald chama a ambos com o dedo e espera se aproximarem.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Ruas da Zona Norte

Mensagem por Hagen Bernhardt em 09.05.18 1:21

Hagen pondera as palavras de Uivo-Flamejante, as palavras e detalhes eram importantes e o fenrir com suas palavras econômicas diz:

' - Mentir não é uma alternativa, até por ser justo dar os méritos ao Presas de prata por impedir os draugrs de partirem em seus veículos e teren seus planos frustrados. Uivo-Flamejante relate tudo o que coletou e o que viu, como é o Skald presente desde o início, és o detentor de todas as informações e apto a falar com toda honradez. '

Hagen Então olha para Allen e complementa:


' - Espírito-Tranquilo se manifeste sobre o que o espírito rato lhe disse e por ser fluente no idioma português, auxilie o fianna como fez ao me relatar, complemente o que Rob terá a dizer, será de grande valia.'


Hagen olha para Rob.


' - Não sou bom nas palavras e muito menos tenho as informações claras na minha mente para exercer um papel que não pertence ao meu augúrio, eu firmo compromisso com vocês para derrotar Jörmungandr, Draugrs tombarão diante de nós!'


Hagen tinha a tendência a direcionar as ações, era do seu feitio pensar de maneira direta e simples, não podia se esperar de sua personalidade maquinações, mas sua peculiaridade era analisar o seu exército e tirar dos seua soldados o melhor, Hagen Então dera liberdade ao Rob para falar, afinal, o galliard fora crucial até ali e Espírito-Tranquilo era um theurge que poderia auxiliar em tudo.

Provável que começasse uma ofensiva intensa em resposta aos ataques, os lobisomens iniciariam algum planejamento, Hagen pensava no ataque e provável que os vampiros teriam respostas dos guerreiros filhos de Gaia de uma maneira bem dolorosa, queria participar e só esperava haver alguma Godi como suas irmãs, aprendera o pouco de ocultismo que sabia com elas, mas precisava de mais conhecimento.
avatar
Hagen Bernhardt

Mensagens : 319
Pontos : 318
Reputação : -1
Data de inscrição : 23/04/2018
Idade : 33
Localização : Noruega, Høvringen

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Swift-Claws-Of-Sif

Mensagem por NarraDiva em 09.05.18 14:41

Os dois homens sorriem e caminham na direção de Siggy, chegado um por cada lado. Um deles parecia bem forte, o outro não tinha um físico que impressionasse, mas parecia segurar algo em sua mão. Talvez algum tipo de faca. É o mais baixo quem fala em tom ameaçador:

'- Passa a grana pra não perder a calcinha, cachorra. Sem gracinhas...'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3623
Pontos : 3714
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

ESPÍRITO TRANQUILO (homenídeo) - NARRAÇÃO | PAVOR-DE-JÖRMUNGANDR | UIVO-FLAMEJANTE

Mensagem por Espírito Tranquilo em 09.05.18 17:27

Ouvia os dois ali, as considerações sobre o local e o que comentar dos corridos, responde sem olhar diretamente nenhum deles.

 "- É.. Hm... Sobre o que falar, pode ser falado apenas verdade, sem entrar em detalhes. Tivemos ajuda de Presa de Prata que estavam no aeroporto durante um ataque de vampiros. Que depois nos deixaram com um dinheiro para o táxi e nos desejaram boa sorte... Eles já tomaram alguns cuidados quanto a nos dar ou não nomes e deixar nada que poderia ser usado para rastreio.."

 Bota os olhos por um instante sobre o Fenrir, movendo a cabeça para cima.


 "- S-sim... Ajudarei como puder... E como pede... Imagino que como sou o único a falar com espíritos, já seria questionado sobre algumas coisas e fatos... Além que precisaria informar sobre o rato..."

 *E também tem sobre Hélios e a constrição e julgamento...*

 Move os olhos para nenhum foco em especifico pensando um pouco.


 "- Se-se deseja sair sem ser visto, e sem ser gravado, podemos usar a umbra apenas para sair do prédio, se tivermos cuidado, acho que pode não ser muito problemático. N-não queria decidir, se for escolha do grupo, consentimento de vocês eu farei meu melhor para mantê-los... Mas creio que para manter o álibi precisaremos voltar aos quartos amanhã cedo na mesma descrição e fazer o check out e pagar a conta... M-mas isso creio que podemos ver quando chegar no Caern, sabe..."

Olha um pouco na direção da janela.

 "- S-se formos sair de fininho do hotel, ou pela umbra, bom irmos logo... Não seria bom perder o frescor da memória sobre o caminho até o caern e também... T-talvez consigamos encontrar a siggy... Não é bom um lobo andando sozinho por essas ruas... E-espero que ela esteja bem.." 
avatar
Espírito Tranquilo

Mensagens : 167
Pontos : 167
Reputação : 0
Data de inscrição : 24/04/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Ruas da Zona Norte

Mensagem por Convidado em 09.05.18 18:15

Rob olha para Espirito Tranquilo, sempre melindroso. E percebe o quanto o esse Garou deva ter sofrido preconceitos. Ora ele não têm culpa pelo que seus pais fizeram.

-Ei garoto! - disse olhando para Allen - Nunca se esqueça que Gaia e a nação não recriminam o fruto do amor, seja lá o que ele é. Os crimes dos pais nunca deveriam recair em seus filhos. E lá de onde venho, e por causa do que somos como tribo, temos uma história que sempre contamos a todos os nossos filhotes, pois para nós não há o meio termo sempre somos apaixonados por tudo que fazemos. Um garou chamado Ivar tinha uma família com seus parentes e sua casa era próspera. A história diz que ele transava igual a um coelho e Gaia o deu vários filhos, gerando assim novos garous e aumentando os parentes. Seus parentes cuidavam de tudo e ele tinha tempo para seus afazeres dentro de sua matilha. E todo o perigo que enfrentava ele só pensava em sua casa, seus filhos, sua esposa e como não podia deixar que a Wyrm os tocasse isso sempre o motivava ficar vivo. Mas sabe qual é a verdadeira sabedoria nisso? É que Gaia nos deixa gerar mulos para que não esquecemos de nossos parentes, e isso é belo. O que seria de nós sem eles? - Rob tenta inspirar com sua história Allan para que ele se enxergasse de forma diferente, Uivo já estava se coçando com um garou sem auto-confiança e sabia que agora mais do que nunca somente ele poderia os guiar para fora do hotel sem serem vistos - Só que para infelicidade de Ivar ele não havia percebido ainda esta sabedoria, e é obvio que é comum nos apaixonarmos por alguém que sempre está ao nosso lado, que morreria por nós, e que admiramos não é verdade? É difícil que essa atração não se torne física, e para a desonra da família de Ivar ele acaba se apaixonando por Macbé, e seus retornos e sua vontade de ficar com seus parentes vai diminuindo conforme seu amor ia crescendo. Por inúmeras vezes ele ia foder com sua mulher para tentar tirar Macbé de sua cabeça, mas não é tão simples assim garoto. Quando você realmente ama alguém, e os Fiannas nunca fazem menos que isso, é difícil contemplar estar com qualquer outro, entende? Não, não é um erro dos pais do impuro. É um erro do resto de nós que não vigiamos o bastante e separamos os dois Garous. O resultado disso é que sua matilha fracassou pois o amor gera conflitos internos e nos faz burros, mas não antes desse amor deixar o fruto e a lembrança do que aconteceu. E infelizmente seus parentes sem sua proteção foram mortos e escravizados pelos romanos um final triste. Se não fosse pela semente desse fruto proibido ter entendido sobre o amor de seus pais e que ele é fruto da sabedoria de Gaia, ele se tornou um grande herói Philodox, um dos nossos grandes e nunca olhou para baixo ou mesmo entendeu que ele era um erro, pelo contrário ele sempre se esforçou para ser o melhor até que em seus noventa e cinco anos percebeu que tudo que ele fez valeu sua vida, e sim ele resgatou seus parentes das mãos dos Romanos. Entende? Você não é um fardo a não ser que você queira o ser, suas atitudes sempre mostra quem somos e você é fruto do amor Espirito não almeje nada menos que a grandesa e glória e Gaia te recompensará - Rob dá um suspiro, pois percebera que se empolgou em sua história sobre o amor de Gaia com os Impuros.

-Eu sei que não podemos falar muito sobre os presas de prata mas sim sempre pensei em falar a verdade - isso era o obvio para uivo.

-Agora Allan é com você, cumpra seu papel e decida.- Rob faz uma pausa mostrando que Allen estava no controle agora - Por onde devemos ir para o Caern?

Rob fica esperando a resposta do Theurge

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Ruas da Zona Norte

Mensagem por Hagen Bernhardt em 09.05.18 19:16

Hagen escuta o que Rob tinha a falar em seu discurso. Agora viera uma história, Skalds sempre tinham uma para contar, o fenrir era habituado as histórias de Ária-de-Freiya, sua irmã Skald, mas eram histórias que normalmente envolviam sangue ou atitude, glórias e guerra, ela era uma Skald de batalha, exemplo para o ahroun, afinal a mesma o ensinou muito.

"Diferente esse Fianna, conheço uns que são bem ruins com os métis... Enfim, sou um fenrir, como as outras tribos tratam os métis são problemas deles... Mas é curioso saber que existem fiannas que tratam bem impuros..."

Hagen espera Rob falar e complementa olhando para Rob com o seu jeito fenrir de ser:


' -Faça jörmungandr sangrar que ninguém lembrará que é um impuro, lute com bravura e honre o que tem no meio das pernas!'



Hagen era firme em suas palavras, não era polido como o Fianna, era direto e incisivo e sempre suas palavras demonstrariam atitudes. Olhando para Rob, Hagen tenta contar uma história, mas não possuia o dom das palavras como o fianna tagarela.


' - Bom você falar no nome Ivar, na minha terra existe um herói impuro chamado Ivar o Sem ossos, não sei direito o que ele fez, mas matou muitas espirais negras e até hoje deve matar no além! Seja um impuro herói Allen, Uivo-Flamejante deve estar ávido para contar feitos com essa grande língua tagarela!!'


Hagen ri ao falar alto e imponente e dá um tapa forte nas costas de Allen e Rob, em um momento de descontração e sorriso do fenrir ao ressaltar um grande herói fenrir o qual Hagen não tinha o menor tino para contar a história...
avatar
Hagen Bernhardt

Mensagens : 319
Pontos : 318
Reputação : -1
Data de inscrição : 23/04/2018
Idade : 33
Localização : Noruega, Høvringen

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

ESPÍRITO TRANQUILO (homenídeo) - NARRAÇÃO | PAVOR-DE-JÖRMUNGANDR | UIVO-FLAMEJANTE

Mensagem por Espírito Tranquilo em 09.05.18 22:55

Tinha dado opções, esperava ver o que iriam preferir, mas o que vem e algo completamente diferente. 
 O Fianna começa falando sobre impuros e culpa. E Allen só consegue pensar que ele fala aquilo pois não sabe das coisas reais. No fundo, no fundo, ele queria que o garou ali calasse a boca, mas não consegue nem pedir aquilo e nem não prestar atenção. 

 * Fruto de amor... Eu nem sei quem... *

 Respirou fundo ali, sem encarar o garou, ouvindo a história. Por mais que ele não quisesse tinha que admitir que o Fianna sabia contar histórias e falar de forma empolgante. Era de novo como ocorrerá ali na lanchonete.


 * Nos apaixonamos por quem está ao lado... Esse cara está dando em cima de mim?*

 Enrubescer, dando cor avermelhada as bochechas pálidas por um instante. E continua a ouvir, se sentindo um pouco incomodado com o Rob mandando ele decidir e fazer seu trabalho. Logo emenda o Fenrir o discurso, de forma brusca e desafiante, mas ao mesmo tempo cômica pela falta de traquejo com palavras. Só não ri, pois precisa se concentrar para não cair ao tomar um tapa nas costas vindo do fenrir grandalhão.

 *Por Gaia... Tudo bem, eles só estão do jeito deles tenta do me animar... *

Levanta a cabeça encarando os dois nos olhos, mas não tinha nada de ameaçador apesar de certo peso na voz.


 "- Q-que fique claro, minha mãe é Gaia e só. Sou filho de Gaia." - faz uma pausa e a voz volta a se suavizar - "Muito bem... Sobre sair daqui, vamos pela umbra, mas apenas até estar fora da área do hotel, o resto do caminho vamos andando, somos três  homens, com sorte encontraremos Siggy e quem sabe Henry... Não é seguro andarem sozinhos e querendo ou não são nossos irmãos e responsabilidade... Na seita, conseguiremos dinheiro, voltaremos e entraremos novamente pela umbra para manter o álibi que passamos aqui a noite para depois seguirmos. Então será essa nossa missão, finalizar isso direito e manter véu, mesmo que nos coloquemos em matilhas diferentes depois... De acordo?"
avatar
Espírito Tranquilo

Mensagens : 167
Pontos : 167
Reputação : 0
Data de inscrição : 24/04/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Ruas da Zona Norte

Mensagem por Convidado em 09.05.18 23:11

Rob conhecia a historia de Ivar sem Ossos e realmente ele foi um grande heroi para os Crias. Ao ver que Espirito tranquilo ficou icomodado com a menção de sua mãe ele percebe que esse deva ser o motivo dele ser assim. Mas no final acha que entendeu a mensagem, até o grandão do Cria havia entendido. Mas pera ai acho que ele não deve ter entendido do motivo das existências dos impuros. Ha, entendido ou não surtiu efeito.

-Pronto era isso que queria sem desculpas. Agora antes de irmos para a umbra veja como está la dentro. Rob começa a tirar suas roupas e joga pela janela - tenho que resolver esse problema ou serei noticia taradão ruivo ataca no rio, pensava de forma brincalhona -Vamos logo tenho que pergar elas e me vestir antes que alguem veja essa marmota.


Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Ruas da Zona Norte

Mensagem por Hagen Bernhardt em 10.05.18 12:23

Hagen escuta os planos e meneia com a cabeça concordando. Parecia que o impuro era todo problemático com a sua vida.

"Se continuar assim morrerá logo..."

Então aguarda seus companheiros para enfim partir.
avatar
Hagen Bernhardt

Mensagens : 319
Pontos : 318
Reputação : -1
Data de inscrição : 23/04/2018
Idade : 33
Localização : Noruega, Høvringen

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

ESPÍRITO TRANQUILO (homenídeo) - NARRAÇÃO | PAVOR-DE-JÖRMUNGANDR | UIVO-FLAMEJANTE

Mensagem por Espírito Tranquilo em 10.05.18 13:35

Suspira ali olhando para seus sapatos ao terminar de falar, fazendo uma expressão não muito animadora com a fala do Fianna sequente.


 "- E-eu já olhei... E-e já falei... Muitas teias, espíritos do medo, noite, morte, eletricidade, alguns malditos na redondeza... A situação da cidade, nada boa, com os ataques dos vampiros influencia muito a umbra, não estamos seguros... Por isso falei de só aausarmos para sair do hotel e fugir das câmeras... E o resto ir no mundo físico, inclusive para tentarmos encontrar os garous perdidos..."

 *Faz todo o discurso de se preocupar com o impuro, que quer que eu fale e decida coisas, e aí mostra que nem me ouviu antes ... Gaia... Mas nem é culpa pessoal dele, sempre foi e será assim... Seguimos nossos destinos traçados...*

 Olha Rob remover a roupa e jogar pela janela. Olha por um instante ali onde elas caíram no chão para saber onde voltar ao mundo físico para não ter um homem nú andando por aí. Passa os olhos por um instante no Fianna pelado.


 *Mas é um exibido mesmo... Se bem que até entendo, estou morrendo de calor nessa cidade com esse casaco...*


 "- M-muito bem... D-dêem as mão, vamos com cuidado.. Vou abrir passagem..."

 Rasga a película num gesto no ar com uma mão, e oferece a outra a um garou, esperando que este pegue e segure a mão do outro e assim possam seguir para umbra e sair do hotel. E com sorte sem problemas.


 *Mãe Gaia seja gentil guia a teus filhos junto a luz de Luna*

--------
OFF:  atravessar película e seguir a umbra - 2 sucessos

Continua em: Umbra Rasa
avatar
Espírito Tranquilo

Mensagens : 167
Pontos : 167
Reputação : 0
Data de inscrição : 24/04/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Ruas da Zona Norte

Mensagem por Hagen Bernhardt em 10.05.18 13:42

Hagen pega a mão de Espírito-tranquilo e estica para que Rob segurasse a sua e assim calado segue atravessando a umbra junto com seus companheiros.

"E lá vamos nós..."
avatar
Hagen Bernhardt

Mensagens : 319
Pontos : 318
Reputação : -1
Data de inscrição : 23/04/2018
Idade : 33
Localização : Noruega, Høvringen

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Ruas da Zona Norte

Mensagem por Convidado em 12.05.18 16:57

"Ah, pena, sem preliminares..."

O sorriso de Siggy some enquanto responde: -"Como adivinhou?" - Sem emitir nenhum som deixa sua boca se mover claramente num "au au" enquanto sua expressão se torna feral e aterrorizante, o que estranhamente faz ambos partirem para atacá-la.

"Esses humanos... Não tem apego pela vida?"

Isso era um problema deles, não de Siggy, que desfere dois socos rapidamente no que se aproxima na dianteira. O primeiro, apesar do acerto, não parecera surtir muito efeito, já o segundo levara o homem ao chão, desmaiado sem dificuldade.

-"Como foi mesmo que você falou? Ah! 'Passa' a grana, e a cueca também." - O sotaque português era pesado e bem evidente na voz de Siggy, que encara o outro assaltante em meio a risadas.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Swift-Claws-Of-Sif

Mensagem por NarraDiva em 12.05.18 21:23

O assaltante larga o "amigo" para trás e sai correndo pela rua, desesperado.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3623
Pontos : 3714
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Ruas da Zona Norte

Mensagem por Convidado em 12.05.18 22:03

Siggy o alcança sem dificuldade e o derruba no chão com um encontrão, a faca voando longe.

-"Posso farejar seu medo. O mesmo que as mulheres devem sentir quando você se aproxima. Parece que o jogo virou, não é mesmo?"

E novamente o homem tenta escapar, mas a Skald o pega por trás e o imobiliza com um golpe, levando a luta para o chão e sem muita dificuldade, o deixa desacordado. Feito isso, se levanta e arrasta o segundo homem para perto do primeiro, procurando nos bolsos de ambos algum dinheiro.

Depois, sem brutalidade para não acordá-los, retira completamente a roupa de ambos e as coloca em sua mochila. Por fim, se levanta e procura por ali algum paralelipípedo solto ou objeto pesado o suficiente para fazer um 'belo' estrago.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Swift-Claws-Of-Sif

Mensagem por NarraDiva em 12.05.18 22:14

A Fenris encontra um paralelepípedo disponível perto de alguns carros estacionados. Ela também consegue R$ 60 com os ladrões.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3623
Pontos : 3714
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Ruas da Zona Norte

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 8 de 12 Anterior  1, 2, 3 ... 7, 8, 9, 10, 11, 12  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum