As Ruas da Zona Norte

Novo Tópico   Responder ao tópico

Página 12 de 12 Anterior  1, 2, 3 ... 10, 11, 12

Ir em baixo

Grace - Todos

Mensagem por Grace Tavares Conney em Ter Ago 14, 2018 2:28 am

Grace fica aliviada que Espírito Tranquilo não insistisse com ela, mas não entendeu porque o theurge havia ficado contrariado.

Achava que encontraria Miguel ainda desacordado, mas o Ahroun havia conseguido reunir forças para se erguer, apesar de estar com uma perna ferida. Conforme se aproxima de Grace, ele pode sentir a energia da Wyld cada vez mais forte. A Garou não lhe diz nada, expressa-se apenas com a tristeza em seus olhos, mas Calmaria de Gaia consegue entender o que havia acontecido só de observar ao redor. 

Confore ele se ajoelha, Grace coloca suas mãos sobre o ombro e a cabeça dele, abraçando-o de leve, compartilhando seu luto.
- Não é sua culpa, não é sua culpa... - ela diz aos soluços- eu a matei. Não era pra ter sido assim, mas eu a matei...

Olha-o de volta nos olhos, as suas pupilas vermelhas e cheias de lágrimas. Entendia a determinação do Peregrino em querer matar o vampiro, mas agora, não era o momento. 
- Vamos conversar no carro... peixe rio.

Oferece o ombro para ajudar o Calmaria a andar e o conduz até o banco de trás do carro.
avatar
Grace Tavares Conney

Mensagens : 484
Data de inscrição : 26/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Ruas da Zona Norte

Mensagem por Miguel Calmaria em Ter Ago 14, 2018 11:17 am

Olhando Grace nos olhos, Calmaria de Gaia, pôde sentir algo além da preocupação dos olhos vermelhos. Não sabia o que aquilo poderia ser, mas dentre todas as opções, pensou que seria melhor considerar um efeito do aborto ou da batalha. 
Hesitante, ele apoiou-se em Cordas Trêmulas e fazer isso mostrava que não apenas as bases físicas do Peregrino estavam abaladas, mas também,  a estrutura formadora de seu caráter.  Se isso seria bom, apenas apenas a convivência em matilha poderia dizer.

Uma vez apoiado na Galliard, Calmaria caminhou mantendo o olhar firme de quem enfrentaria a vergonha com a mesma determinação de quem enfrenta um inimigo. Entrou calado no carro . logo perguntaria o que ocorreu.
avatar
Miguel Calmaria

Mensagens : 43
Data de inscrição : 21/05/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

ESPÍRITO TRANQUILO (homenídeo) | GUARDIÕES-DA-CANÇÃO-ANCESTRAL | NARRAÇÃO

Mensagem por Espírito Tranquilo em Ter Ago 14, 2018 11:40 am

Após ter certeza que Igor estava bem no carro, parado de pé em frente a ele observa algo que o outro theurge também notará, o Ahroun estava acordado e andava com dificuldade. Uma das pernas parecia falhar. O vê cair de joelhos em frente de Grace e depois se aproximar devagar do carro com a ajuda dela.
 Numa gentileza que não via aquele tehurge quando tinha olhos dourados, Filho-da-Alvorada afirma estar bem e pede para que Allen cuide do Peregrino. Ao mesmo tempo que o carro anuncia que estava programado a retornar ao ponto de partida. A entrada do Caern.

 "- O-obrigado pela compreensão e gentileza..."

 Dá um breve sorriso ao irmão de augúrio e assim que os dois se aproximam, e Calmaria se senta, o albino sente de novo a Wyld pela presenca próxima da Fianna. 

 "- C-com licença..."

 Fala baixo e sem demoras se aproveita da proximidade do Ahroun calado, para se abaixar e colocar a mão sobre a sua perna que apresentava problema e uma cicatriz terrível, então concentra sua energia sobre ela numa sussurrada oração.

 "- Eu o curo em nome do unicórnio... Mãe Gaia, criou os filhos vindos do deserto para as corridas, isso será mantido a tua natureza... Como deseja a mãe e intercede o unicórnio ao toque desse filho garou... Que a Wyrm não defina seu destino e não demarque o ritmo de suas passadas..."

 A gnose flui de seu corpo, até a perna do Ahroun recuperando e  fazendo a cicatriz desaparecer, como se nada tivesse ocorrido.
 Terminado ali, o garou se levanta, e apesar de intacto fisicamente esgotado espiritualmente, e num suspiro toma acento no banco de trás. Passando os olhos sobre a Fianna, ainda preocupado com ela e a perda. E ao notar que ela também entra no carro.

 "- P-pronto...V-vamos agora para o Caern... P-por favor... Toque-de-Beladona e carro..." 


------------------
OFF: toque de mãe com gasto de 2 pontos de gnose para recuperar a perna do Calmaria... Sem Caderudo na matilha! Kkkkkk
avatar
Espírito Tranquilo

Mensagens : 118
Data de inscrição : 24/04/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Calmaria-de-Gaia

Mensagem por NarraDiva em Ter Ago 14, 2018 12:22 pm

A cicatriz é removida e todos os danos são curados por Espírito-Tranquilo.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3220
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Grace - Todos

Mensagem por Grace Tavares Conney em Ter Ago 14, 2018 1:03 pm

Depois de ajudar Calmaria de Gaia a entrar no carro, Grace fecha a porta e segue pra dentro do veículo, no banco da frente. Fica feliz e aliviada que o Espírito Tranquilo conseguisse curar os danos do Ahroun, e acena para Toque de Beladona.
- Podemos partir.
avatar
Grace Tavares Conney

Mensagens : 484
Data de inscrição : 26/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Calmaria - Guardiões da Canção Ancestral

Mensagem por Miguel Calmaria em Ter Ago 14, 2018 9:21 pm

Calmaria de Gaia estava com o espírito inquieto. Sua perna machucada parecia ainda pior quando ele, sentado, teve a oportunidade de observá-lá. Não aguentava mais ver seu corpo agredido sem sequer lembrar a razão. 

"Que merda. Fui um palhaço a noite toda."

Ele  precisava de sua perna para mudar isso. Mas pedir para ser curado de novo era um fardo que ele que não queria. Vêr que Espírito Tranquilo tomou essa iniciativa o vez ficar ainda mais afeiçoado pelo Impuro.

Observar suas feridas fecharem e sentir Gaia percorrer teu corpo, era como beber água gelada no deserto, e mais as palavras do Filho de Gaia soaram como cura para a alma do Peregrino. Observou o.cansaço de Espírito Tranquilo após sua cura.

-Obrigado Espírito Tranquilo. 

Ele olha para o Filho de Gaia.
Escutar sobre sua origem no deserto lhe rendeu forças e coragem para romper o silêncio. 

-Não sei como ainda chamam Garous como você de Impuros.

Ele se vira para a Grace:

-Cordas Trêmulas,  como tudo aconteceu?
avatar
Miguel Calmaria

Mensagens : 43
Data de inscrição : 21/05/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Cordas-Trêmulas | Filho-da-Alvorada | Espírito-Tranquilo | Toque-de-Beladona | Calmaria-de-Gaia

Mensagem por NarraDiva em Ter Ago 14, 2018 9:39 pm

Assim que todos estão no carro, ele parte sem que ninguém tenha comando sob seu trajeto. Parte em altíssima velocidade.

Like a Star @ heaven Cena segue em Entrada Norte do Caern.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3220
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

FIM DE NOITE

Mensagem por NarraDiva em Qua Ago 15, 2018 9:54 pm

avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3220
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Ruas da Zona Norte

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 12 de 12 Anterior  1, 2, 3 ... 10, 11, 12

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum