As Montanhas do Caern

Novo Tópico   Responder ao tópico

Página 1 de 15 1, 2, 3 ... 8 ... 15  Seguinte

Ir em baixo

As Montanhas do Caern

Mensagem por NarraDiva em Qua Ago 09, 2017 9:34 am

avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3219
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fúria-da-Tempestade - Sangue-dos-Quatro-Ventos

Mensagem por NarraDiva em Qua Ago 09, 2017 1:06 pm

O ancião Impuro mais velho do mundo caminhava ao lado de Sangue-dos-Quatro-Ventos falando:

'- Eu odeio todos eles. Todos os estrangeiros. Até as estrangeiras, que pelo menos cultuam a Wyld com sabedoria, eu odeio. Mas nós não temos forças para vencer o Apocalipse sem eles e temos que lutar todos os dias para colocá-los no caminho certo.'

Caminhava e deixava também o cliath livre para falar.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3219
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Deganawida (hominídeo) - Fúria-das-Tempesta

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em Qua Ago 09, 2017 5:39 pm

O Cliath escuta as palavras de seu ancião em silêncio à medida que caminham...

Sim... É isso! Tsc... Eu sei que o Aro Sagrado me cobra, mais do que qualquer outro dos Filhos do Grande Wendigo o diálogo... Mas a fúria... A memória, sempre mancharão a história de nosso povo. Por 500 anos nós sobrevivemos em condições miseráveis desde a chegada dos Estrangeiros da Wyrm. Eles tomaram nossos Solos Sagrados, estupraram nossas mulheres e perverteram os espíritos de nossos aliados. Hoje, lutamos com os netos daqueles que nos trouxeram desgraça. Mas nós não nos esqueceremos...


" - Eu pertenço ao Aro Sagrado, Okwanada. Nós somos obrigados ao diálogo porque esse foi o dever que recebemos do Wendigo. Mas a raiva... Nosso ódio, o meu ódio... Ainda persiste. Eu tenho lutado contra a fúria desde que cheguei. Eu vejo Garous indisciplinados e tolos correndo em minha matilha, Garou que se recusam a aprender, mesmo que eu faça o caminho que o Aro me destinou... Sua rebeldia para com nossos caminhos me causa asco. A vergonha de ter um ancião presenciado dois de meus irmãos de matilha se acariciando foi apenas um dos meus duros momentos essa noite... Até mesmo os malditos Fenris, por Gaia, têm se mostrado mais honrados que a maior parte daqueles que estão em minha matilha... Esse lugar me causa estranheza e eu sinto que meu uivo não é ouvido pelo Grande Espírito da Mãe..."


Ele faz uma pausa. Degan dedicou aquele breve momento a destilar um pouco de toda a ira que não pôde revelar durante a noite. O Philodox respira fundo enquanto se prepara para dizer a mensagem derradeira:


" - Mesmo com tudo o que nos ocorreu, e eu acredito que você já tenha tomado ciência da horrível violação da Litania neste solo, há ainda uma notícia pior para lhe dizer, Okwanada. Meu espírito está entre a fúria e o desespero neste momento: O profetizado Impuro Perfeito nascerá da violação dos membros de minha Matilha."


Ele rosna para si, e é possível ver que todo sentimento de pureza e honradez dá lugar à dúvida e indecisão do Apocalipse iminente.

" - As Fúrias Negras deste Caern possuem um ritual que lhes permite ver a mácula de Impuro de qualquer gravidez, sabendo até o sexo da criança. Os transgressores de minha matilha as consultaram e elas viram a perfeição do bebê... Eles informaram a liderança dessa Seita, mas os tolos Fianna preferiram deixar esse assunto para uma reunião amanhã."


Agora, a raiva era nítida no Wendigo...

" - Eu e minha Matilha, quando soubemos, tivemos de brigar para que os dois transgressores entendessem a urgência de informarmos nossos anciões, e apenas eles, desse fato. Porque não existe nenhum motivo decente para que você, um Ancião dos Wendigo, nascido metis, ou o meia-lua lendário dos Peregrinos não soubessem de imediato..."


Degan, mais uma vez, falara demais. Ele balança a cabeça enquanto o pesar lhe consome aos poucos...

" - Okwanada, eu não sei o que fazer. Meu destino está enevoado e eu preciso de sua orientação... Perdoe as palavras deste filhote meia-lua, mas eu temo que o fardo que a Mãe deposita sobre meus ombros seja demasiado para que eu carregue sozinho. E naquela matilha, é assim que eu me sinto."

Ódio e pesar tragavam-lhe as energias diante de tudo o que havia passado em tão pouco tempo. Ele observa por um momento a visão de todo o Caern das montanhas. Aquele lugar iria lhe servir quando precisasse de privacidade para meditar algum dia... Se ele conseguisse se concentrar de novo.
avatar
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 389
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 42

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fúria-da-Tempestade - Sangue-dos-Quatro-Ventos

Mensagem por NarraDiva em Qua Ago 09, 2017 10:17 pm

O Impuro ouvia todos os lamentos do seu irmão de tribo e fala com ele:

'- O problema Deganawida, é que os estrangeiros se degeneram cada vez mais. Cada geração nasce mais impura e degenerada do que a outra.'

Mas então vem a notícia do Impuro Perfeito e, por mais grave que tudo parecesse, o Wendigo resume tudo numa frase carregada de mágoa desde os ancestrais:

'- O estrangeiro trouxe a Wyrm, agora traz o Apocalipse...'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3219
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sangue-dos-Quatro-Ventos (hominídeo) - Asas da Esperança

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em Qua Ago 09, 2017 11:20 pm

O Philodox havia falado demais e se dá alguns instantes de silêncio enquanto mira o horizonte. Ele sente o vento no cabelo e a temperatura ali era mais baixa do que no resto do solo sagrado, o que lhe traz um pouco da sensação familiar de seu lar. As palavras de seu ancião resumem bem o que ele pensava de todos aqueles estrangeiros que ocupavam aquela parcela das terras do Irmão Mais Velho. 

Se o Impuro for trazido à vida aqui, por quê nossos irmãos irão para a guerra? Eles não descerão para nos buscar?

" - E quanto ao nosso povo, Okwanada? Acredita que os Espirais poderão mudar seu curso depois dessa noite?"

Muitos dos nossos Angalkuq têm sonhos proféticos... Imagino que isso também seja verdade para os caídos. A Serpente não apenas devora: Ela perverte, e a Corruptora sempre foi alvo do Irmão Mais Velho... Até os estrangeiros chegarem.

Era um fio daquela esperança que Degan buscava. 

" - Os espíritos do Wendigo, nós ainda vamos pedir que avisem nossos irmãos de tribo no norte. Acredita que eles possam nos dar alguma visão, mesmo nessas terras? Eu sinto meu julgamento se desvanecer às vezes... Você se lembra de quando veio para cá? Foi a vontade do Grande Wendigo que o mandou, não é?"

O Mediwiwin* se lembra da última conversa que teve com o ancião. Ele havia sido enviado para as terras ao sul para cumprir com a vontade do grande patrono da tribo... Mas também havia sido expulso. No entanto, Degan ainda imagina o propósito que aquele ancião teria: O Impuro mais velho do mundo da mais Pura de todas as tribos...

OFF: Mediwiwin = philodox para os Wendigo e Uktena.
avatar
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 389
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 42

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fúria-da-Tempestade - Sangue-dos-Quatro-Ventos

Mensagem por NarraDiva em Qui Ago 10, 2017 12:10 am

O Wendigo caminha até o topo da mais alta montanha. Apesar de não haver uma lua no céu, era noite do Ragabash, os olhos treinados pela escuridão das trilhas (e os limites do horizonte das luzes da cidade) permitiam ver claramente o que era o Rio de Janeiro: uma das cidades urbanas com maior concentração de área verde do mundo em seu miolo, cercado de Weaver por todos os lados:

'- Olhe essa cidade Deganawida. Olhe como a Weaver tenta apertar e sufocar a Wyld mas ela, guerreira, resiste. É mais ou menos uma síntese dos tempos em que vivemos. Gaia agoniza enquanto as forças da Weaver e da Wyrm seguem asfixiando sua filha mais pródiga. Quando destruírem quem cria, nada mais será criado e o fim será questão de tempo...'

Fica olhando o horizonte e comenta:

'- Eu briguei com seu pai quando decidi vir. O próprio Wendigo me falou para marchar ao sul, para a cidade grande do litoral. Ele guiou meus passos até esse Caern. Seu pai considerou grande traição, mas vim sabendo que aqui estaria meu destino. Wendigo me falou que seria nessa cidade que eu morreria lutando contra a Wyrm. Que seria nessa cidade que o impuro mais antigo cairia para salvar aquela que carrega o Impuro Perfeito em seu ventre.'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3219
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sangue-dos-Quatro-Ventos (hominídeo) - Fúria-das-Tempestades

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em Qui Ago 10, 2017 1:16 am

Degan apenas assiste enquanto seu ancião sobe ao topo da montanha e mostra para ele toda a imensidão da cidade. Ainda é possível para o cliath dos Wendigo enxergar a área verde, os últimos respingos da Criadora, no inferno cinzento. A Tecelã apertava seu pulso, mas a Criadora sempre lutava, se debatendo e forçando uma saída. 

Ouvindo as palavras sobre como a Wyld nunca parava de lutar, o jovem juiz se ergue e caminha até o topo. Ele cruza os braços e permanece olhando para o mesmo horizonte azul-verde-cinza do Okwanada de sua tribo. 

Ele então ouve a história de como seu pai havia brigado com Fúria-das-Tempestades e como o Grande Wendigo não o abandonou. A Profecia fazia parte da vida daquele impuro há um bom tempo, por isso ele não se deixava abater facilmente. 

Até que Sangue-dos-Quatro-Ventos toma ciência dos últimos momentos de vida de seu Ancião.

Por quê, Gaia, tu levas teus filhos mais Puros? Por quê nós?

Deganawida apenas mantém o silêncio por alguns momentos. 

" - Tio... Eu queria que tivéssemos mais tempo."

Sangue-dos-Quatro-Ventos apenas observa o horizonte, enquanto a brisa serpenteava o longo cabelo do Oneida, até que uma gota e desajeitada é capturada pelo vento... Lentamente, ela se condensa e se torna um único floco de neve a cair solitário aos pés do pináculo da montanha...
avatar
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 389
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 42

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fúria-da-Tempestade - Sangue-dos-Quatro-Ventos

Mensagem por NarraDiva em Qui Ago 10, 2017 10:38 am

O Wendigo seguia fitando o horizonte e fala:

'- Eu também...'

Logo em seguida comenta:

'- Toda vez que eu tenho dúvidas do porque eu aguento os estrangeiros eu venho pra cá. Vejo como, mesmo com tanto esforço, a Wyld sofre o estrangulamento. E quando vejo isso lembro que preciso me dedicar mais, que precisamos fazer mais... é por isso que lutamos, é por isso que existimos...'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3219
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Deganawida (hominídeo) - Fúria-das-Tempestades

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em Qui Ago 10, 2017 11:52 am

As palavras do Ancião faziam sentido. O jovem Wendigo respira fundo e sente um pouco da Wyld do ambiente lhe preencher os pulmões. Ele consegue se recobrar e o frio do desespero quando havia chegado parecem dar lugar a um pouco de paz.

" - Tio, acredita que nossos inimigos sairão do norte depois dessa noite e descerão para esse Caern?"

Ele estava com esse pensamento na cabeça há algum tempo e queria saber a verdade ou o que o Ancião pensava daquilo...

" - Se a profecia se concretizar..."

Havia um pouco de tristeza em suas palavras:

" - Eu gostaria de estar tão pronto para servir ao Wendigo como você."

Eu ouvi tantas profecias essa noite que mal posso acreditar que há até mesmo uma delas destinada a mim... 

Deganawida se sente um pouco inseguro diante da possibilidade de estar sozinho com Rugido como os únicos Wendigo da Seita, mas aquele era um momento de reflexão e de fortalecimento. Pesado é o fardo dos Puros de Gaia...
avatar
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 389
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 42

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fúria-da-Tempestade - Sangue-dos-Quatro-Ventos

Mensagem por NarraDiva em Qui Ago 10, 2017 3:52 pm

O Ancião não sabia a resposta:

'- Impossível dizer. A partir de hoje, todos os dias serão mais imprevisíveis.'

Olha na direção de Deganawida:

'- Treinamento, foco e combate implacável à Wyrm e aos desvios dos estrangeiros. Esse é o caminho. O único caminho.'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3219
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Deganawida (hominídeo) - Fúria-das-Tempestades

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em Qui Ago 10, 2017 5:02 pm

O Cliath continua a olhar o horizonte enquanto escuta as respostas de seu tio. Ele apenas demonstra concordância com a cabeça, e se ajoelha um pouco enquanto observa a distância daquele ponto até o chão...

Refletindo um pouco, o Philodox volta ao ancião:

" - Eu entendo... Vamos continuar com a ideia de lhes enviar mensagens então, Okwanada... E espero ainda ter a chance de treinar com você e Rugido-das-Almas-Guerreiras. Gostaria que celebrasse conosco a Dança do Sol, se não estiver ocupado..."


A Dança do Sol é sagrada a todos os povos dos Puros. Ela foi nos dada pelo próprio Katanka-Sonnak e a celebramos desde o começo dos tempos nas Terras Puras... Desde que nosso protetor era Sasquatch... Nós, Oneida, temos costumes para esse rito... Eu me lembro de como meu pai o fazia. Eu nunca fui um dos guerreiros pendurados, mas ajudei a erguer a touceira... 


O Wendigo suspira enquanto observa o horizonte de baixo para cima.

" - Eu vou precisar conversar com os Irmãos Mais Velhos. Um dos tolos estrangeiros de minha tribo perturbou o sossego de nosso manitou, o Uirapuru. Agora, ele nos exige um chiminage: invadir um buraco do inferno e dar cabo do maldito que lá habita. Os Uktena entendem de espíritos, mesmo que sigam caminhos estranhos."


Ele se lembra de que o Ancião iria falar com os Uktena e pedir por seu auxílio ao passar mensagens ao norte. Talvez fosse uma oportunidade para que os dois irmãos se entendessem melhor...
avatar
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 389
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 42

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fúria-da-Tempestade - Sangue-dos-Quatro-Ventos

Mensagem por NarraDiva em Qui Ago 10, 2017 5:07 pm

O ancião comenta:

'- Não sei se poderei participar, haverá reunião de líderes e não sei ao certo o horário ainda. No entanto, cuidado com os Uktenas. Eles trilham o mais sombrio dos caminhos nessas terras.'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3219
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Deganawida (hominídeo) - Fúria-das-Tempestades

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em Qui Ago 10, 2017 5:38 pm

O Wendigo escuta a resposta de seu ancião e respeita seus dizeres. Ele sente um pouco de pesar quando sabe dos Uktena. Gostaria que eles voltassem seus olhos para a Mãe, mas não conseguiria persuadi-los assim.

" - Eu entendo... Veremos como será o dia de amanhã."

Ele suspira. Seu tio havia sido bom em conversar e lhe ensinar, e seu coração estava mais calmo, apesar das profecias. 

" - Eu lhe tomei muito tempo, Okwanada. Acho que já é a hora de descer e deixar que se encontre com a liderança deste Caern. Vou buscar o Irmão Mais Velho com o cuidado que me recomenda..."

O Philodox desce algumas pedras do topo da montanha e termina de se despedir de seu tio:

" - Até logo, Okwanada. Nos vemos novamente amanhã... Que os bons ventos do norte limpem seu caminho até lá..."

O juiz segue pela trilha. Sua cabeça ainda tem a profecia da morte de seu povo...

Até, meu tio... Obrigado.
avatar
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 389
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 42

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

NARRAÇÃO - TODOS E TODAS NO CAERN

Mensagem por NarraDiva em Qui Ago 10, 2017 7:09 pm

Um primeiro uivo entoa por todo Caern:

'- AMASSA-CARNE-DOS-INIMIGOS LUPINO FORSTEN GALLIARD DOS GARRAS VERMELHAS ANUNCIA À SEITA E À NAÇÃO QUE GUARDIÃO-ANCESTRAL GALLIARD DOS PRESAS DE PRATA NASCIDOS SOB AS DUAS PATAS ALCANÇOU O POSTO DE FORSTEN NESSE CAERN.'

Em menos de um minuto um outro uivo chega ao ouvido de todos e todas. Era o uivo poderoso da líder da Seita:

'- IRMÃOS E IRMÃS EM GAIA! TODOS SE CONCENTREM NAS PROXIMIDADES DA FOGUEIRA PARA QUE POSSAM SER ABERTOS OS FESTEJOS EM RECEPÇÃO ÀS MATILHAS ASAS DA ESPERANÇA, ABENÇOADA PELO UIRAPURU, E OLHOS DA TEMPESTADE, OS FILHOS DO ELEFANTE E PARA QUE SEJA REALIZADO O DESAFIO PELA LIDERANÇA DA SEITA FEITO PELO ANCIÃO CRIA DE FENRIS TEMIDO-COMO-VULCÕES.'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3219
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fúria-da-Tempestade - Sangue-dos-Quatro-Ventos

Mensagem por NarraDiva em Qui Ago 10, 2017 7:29 pm

O Impuro se despede e deixa Degan seguir na frente. Observaria um pouco mais a vista e depois desceria.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3219
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Deganawida (crinos) - Árvores

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em Sex Ago 18, 2017 1:03 am

Fora da Clareira, o Wendigo caminha pela trilha que leva às montanhas procurando pelas árvores ideais para erguer a cruz que seu irmão lhe pediu...

Off: Rola eu jogar sobrevivência?
avatar
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 389
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 42

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Sangue-dos-Quatro-Ventos

Mensagem por NarraDiva em Sex Ago 18, 2017 7:05 am

Degan encontra as árvores sem dificuldade.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3219
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Deganawida (crinos) - Árvores

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em Sex Ago 18, 2017 4:16 pm

Portando suas machadinhas, Degan observa uma árvore quase sem frutos diante de si. Ele sente a casca com a palma das mãos e prepara sua ferramenta, erguendo seu machado acima da cabeça e avança, mas não toca o tronco da árvore.

O Philodox avança por três vezes sem acertar a árvore, como manda a cerimônia. Na quarta vez, sussurrando uma prece à Gaia, Degan a toca com a parte de seu machado sem a lâmina:

Grande Avó, perdoe a queda de uma de suas filhas, mas abençoe este guerreiro para que lute o bom combate segundo Seu desejo...

E então o juiz começa seu trabalho, cortando a árvore. Em seguida, ele faz o mesmo com um segundo tronco, entalhando glifos sagrados de sua tribo em honra ao Wendigo. A Dança do Sol era o rito mais sagrado dos Irmãos Mais Novos e qualquer um que testemunhasse o trabalho de Deganawida podia ver que ele estava se esforçando ao máximo para entalhar a cruz pedida por Rugido.

Por fim, Sangue-dos-Quatro-Ventos encaixa os troncos e amarra fibras das cascas da árvore, deixando a cruz firme e decorada com pequenos nós nas pontas. No tronco central, uma prece clamando à Mãe por esperança. No topo, um ode à força de Katanka-Sonnak.

Àquele que Cavalga-o-Vento, Katanka-Sonnak, o iluminado, os Wendigo pedem por suas bênçãos. Que o fogo de sua estação aqueça nossos corações e sua coroa seja terrível a nossos inimigos.

Degan respira fundo e ao fim do trabalho apoia a cruz sobre seus ombros e parte para o calvário trilha acima...
avatar
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 389
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 42

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Sangue-dos-Quatro-Ventos

Mensagem por NarraDiva em Sex Ago 18, 2017 7:17 pm

Um uivo anunciando a chegada da Matilha Crepúsculo-da-Wyld, liderada por Presas-do-Inverno, Ahroun Adren dos Wendigos e abençoada pelo Pavão Selvagem é ouvido nas montanhas.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3219
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Deganawida (crinos) - Crepúsculo da Wyld

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em Sex Ago 18, 2017 10:23 pm

Sangue-dos-Quatro-Ventos não podia acreditar em seus ouvidos...

Uma matilha liderada por um de meu povo?! Aqui?... Por... Por Gaia! Eu preciso uivar em honra a eles antes de partir para nosso ritual!

" - SAUDAÇÕES IRMÃOS! SANGUE-DOS-QUATRO-VENTOS, MEDIWIWIN* NASCIDO DUAS PATAS DO GRANDE WENDIGO OS DÁ AS BOAS-VINDAS!"...

Ele uiva a plenos pulmões. A felicidade estava presente em cada tom de seu uivo. Mesmo não conhecendo-os, estar sozinho naquele lugar e com tão pouco contato com as antigas tradições dos Puros, além de suportar todas aquelas falhas e profecias haviam endurecido o espírito de Degan. Aquela notícia tornava a pedra de gelo em carne novamente...

Deganawida sobe a montanha em ritmo acelerado depois da injeção de ânimo trazida pela nova matilha.

OFF: Mediwiwin = Philodox. O termo só é conhecido pelas tribos dos Puros.
avatar
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 389
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 42

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rugido-das-Almas-Guerreiras - Sangue-dos-Quatro-Ventos

Mensagem por NarraDiva em Sex Ago 18, 2017 11:43 pm

No topo da montanha, Degan ouve um uivo de resposta e saudação emitido pela líder da matilha que acabara de chegar. Rugido-das-Almas-Guerreiras estava lá, esperando pelo juiz para preparar o ritual. Não tardaria para o sol começar a nascer.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3219
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Deganawida (crinos) - Rugido-das-Almas-Guerreiras

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em Sab Ago 19, 2017 12:14 am

Finalmente, após um caminho tortuoso segurando os enormes troncos unidos, Deganawida chega ao topo da montanha do Caern. Olhando o horizonte, logo à sua frente, o Galliard de sua tribo o esperava.

O uivo em sua resposta lhe alegra o coração por um instante, deixando-o mais calmo antes da Dança...

O Philodox apoia a pesada cruz no chão, em pé, ao seu lado. Ele respira fundo...

O sucesso nesse ritual trará grande honra e glória ao Wendigo, além de ajudar bastante a minha matilha e aos companheiros de Rugido... Grande Avó, dai-me forças. Grande Wendigo, que este filho seja digno de você... Morte-no-fim, meu amigo, mãe, meus ancestrais... Estejam comigo. Katanka-Sonnak... Olhe para este filho dos Puros!

" - Irmão, eu terminei. Trouxe a pesada cruz que me pediu. Entalhei com meu Tomahawk e minhas garras preces honrando Gaia e exaltando Hélios. Estou pronto."

Seu tom era respeitoso. Estava ansioso, não tinha como não estar, mas sua determinação cobria seu espírito naquele momento.
avatar
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 389
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 42

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fúria-da-Tempestade | Rugido-das-Almas-Guerreiras | Tempestade-Glacial | Flecha-da-Neve | Herança-Ancestral | Rugido-do-Tupilaq | Presas-do-Inverno - Sangue-dos-Quatro-Ventos

Mensagem por NarraDiva em Sab Ago 19, 2017 7:23 am

O Lupino começava a observar a cruz enquanto Degan falava. Suas expressões pareciam de satisfação, mas um barulho na mata chama atenção dos dois Wendigos. De uma outra trilha, Fúria-da-Tempestade surgia com mais 5 Garous:

'- Deganawida, Rugido-das-Almas-Guerreiras, esses hominídeos são Arati Guaíra, Tempestade-Glacial, Forsten Theurge do Aro Sagrado; Yerê Yacamin, Flecha-da-Neve, Forsten Ragabash dos Dançarinos Fantasmas; Eranê Upiara, Herança-Ancestral, Forsten Philodx dos Dançarinos Fantasmas, Rugido-do-Tupilaq, Adren Galliard da Trilha da Batalha e Presas do Inverno, Adren Ahroun da Trilha da Batalha.'

O Lupino, assume uma forma em duas patas e cumprimenta-os:

'- Rugido-das-Almas-Guerreiras, Lupino, Cliath, Galliard da Trilha da Batalha.'

Todos cumprimentam, um a um, conforme eram nomeados, o Lupino e o Juiz que era surpreendido com mais dançarinos naquele amanhecer.




Aparência 2, Fúria 2



Aparência 4, Fúria 1, Raça Pura 1



Aparência 4, Fúria 4



Aparência 2, Fúria 7



Aparência 4, Raça Pura 5, Fúria 8
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3219
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Deganawida (crinos) - Rugido-das-Almas-Guerreiras, Fúria-das-Tempestades, Crepúsculo da Wyld

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em Sab Ago 19, 2017 2:57 pm

Ao perceber a movimentação no caminho atrás, Degan se vira para ver os recém chegados de sua tribo. Ele não consegue esconder o contentamento em finalmente dividir mais espaço com os seus. Finalmente aquela cidade hostil de estrangeiros da Wyrm tomava ares que lembravam as terras puras com a presença de seus irmãos de tribo. 

Por Gaia... Eles são muito mais fortes do que imaginei. Grande Wendigo deve ter muito orgulho dessa matilha e de sua Alfa. São raras as matilhas de Puros nessas noites, ainda mais correndo tão longe do Norte. Eles são um reflexo daquilo que, um dia, eu gostaria de ser...

" - Eu os saúdo novamente irmãos! Sou Deganawida Oneida, Sangue-dos-Quatro-Ventos, Mediwiwin, nascido em duas patas, de primeiro posto. Pertenço ao Aro Sagrado."

Ele observa um a um os demais Wendigo e faz uma reverência a todos, ainda com a cruz apoiada no chão. Sua forma crinos passava uma sensação de orgulho em estar diante dos seus.
avatar
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 389
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 42

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fúria-da-Tempestade | Rugido-das-Almas-Guerreiras | Tempestade-Glacial | Flecha-da-Neve | Herança-Ancestral | Rugido-do-Tupilaq | Presas-do-Inverno - Sangue-dos-Quatro-Ventos

Mensagem por NarraDiva em Sab Ago 19, 2017 10:22 pm

Todos se apresentam pessoalmente e cumprimentam Degan. Os cumprimentos são interrompidos por Rugido-das-Almas-Guerreiras que arrancava uma parte do crucifixo se dando conta do que havia pedido errado para Degan e resmungando:

'- Grrr... Lobo sempre confundir Cruz com Poste.'

O Galliard, em Crinos, ergue o poste no alto do morro depois de decorá-lo com tiras de couro cru que havia pego no Caern. No alto do poste, o crânio de um Cabiru completava a ornamentação. O crânio olhava pra o norte. As tiras eram numerosas para toda tribo e tinham  um gancho afiado de prata na sua ponta.

O Galliard Pergunta:

'- Quem nunca dançar pra Hélios?'

Os recém-chegados não se manifestam, pareciam conhecer o rito. Restava a resposta de Degan.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3219
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Montanhas do Caern

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 15 1, 2, 3 ... 8 ... 15  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum