As Montanhas do Caern

Novo Tópico   Responder ao tópico

Página 16 de 19 Anterior  1 ... 9 ... 15, 16, 17, 18, 19  Seguinte

Ir em baixo

Narração - Flagelo-da-Wyrm

Mensagem por NarraDiva em 01.10.18 6:49

O Fenris não tem dificuldade em encontrar uma caça e abatê-la.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3628
Pontos : 3719
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Flagelo-da-Wyrm

Mensagem por Flagelo-da-Wyrm em 01.10.18 14:23

Lupino


Flagelo-da-Wyrm consegue então pegar sua caça para ter sua refeição nortuna, algo que seria estranho a tempos atrás mas sua necessidade de alimentação estava totalmente mudada. O Fenrir deita com a presa entre suas patas frontais e olha para a Lua Gibosa no céu, ainda era difícil entender todas as mudanças mas estava tentando encarar ela ao invés de se por em dúvida sobre tudo.


Ele então, entre uma mastigada e outra, perde alguns segundos a mais apenas sentindo os cheiros ao seu redor, alguns sentidos como o olfato tinham uma percepção totalmente diferente da sua humana, ele já sabia disso mas resolverá finalmente aproveitar um pouco disso, quando finalmente acaba sua refeição ele se põe sobre suas quatro patas novamente e ruma para os alojamentos novamente. Iria tomar um banho e se arrumar já estava decidido quem seria a primeira pessoa que ele procuraria.


"Vou falar com Réquiem."

Continua no Alojamentos
avatar
Flagelo-da-Wyrm

Mensagens : 154
Pontos : 154
Reputação : 0
Data de inscrição : 12/03/2018
Idade : 38
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Montanhas do Caern

Mensagem por Igor Petrunov em 01.10.18 21:58

Igor chegou a um local mais afastado, e olhou para o céu vendo a lua gibosa que já brilhava prateada e imponente. Sentia a fúria arder e lembrou-se dos efeitos catastróficos que uma perda de controle poderia causar. Decidiu, então, que seria sábio aliviar seu peito de tanta fúria depois que terminasse seus estudos.

O Presas escolheu uma árvore para se sentar debaixo e voltou a praticar o rito que aprendera com Fênix-de-Prata. Estava muito próximo de sentir-se seguro o suficiente para realizar o ritual sem falhas, e buscava aprimorar sua execução.

Mudou para sua forma hominídea novamente, e voltou a estudar.


- É isso. - concluiu, depois de mais alguns minutos estudando o ritual.

Estava pronto. Finalmente podia dizer que dominara a execução do rito.

O lua crescente, então, se levantou e esticou as pernas. Olhou ao redor e mudou novamente para a forma lupina, preparando-se para caçar.


--
Igor gastou 1 ponto de fúria para voltar à forma hominídea, e mais 1 ponto para voltar à foma lupina para se preparar para a caçada.
Igor teve 4 sucessos no teste de Inteligência + Rituais (dificuldade 6) e finalizou o aprendizado do Ritual de Contrição.
avatar
Igor Petrunov

Mensagens : 119
Pontos : 115
Reputação : -4
Data de inscrição : 04/04/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Filho-da-Alvorada

Mensagem por NarraDiva em 01.10.18 23:56

Igor não tem dificuldades em encontrar uma caça. O Caern estava hiper-povoado de animais.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3628
Pontos : 3719
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Réquiem - Narração

Mensagem por Angelique T. Albrecht em 02.10.18 11:21

Um uivo é ouvido em todo o Caern.

-GARRAS DO TROVÃO, RÉQUIEM SOLICITA URGENTEMENTE SUA PRESENÇA NAS GRUTAS E CAVERNAS.
avatar
Angelique T. Albrecht

Mensagens : 404
Pontos : 406
Reputação : 2
Data de inscrição : 25/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Montanhas do Caern

Mensagem por Igor Petrunov em 02.10.18 14:12

Igor farejava o ar e procurava os rastros de uma possível presa e, mesmo com a dificuldade imposta pela chuva forte, encontrar o que comer não era uma tarefa realmente difícil na área do caern. O hábito de caçar era ainda bastante estranho para ele, que havia nascido em duas patas, mas como um lua crescente, o Presas sabia que manter em contato com sua natureza selvagem era necessário para manter o equilíbrio do lobo e do homem.

Alimentado, o theurge voltou à forma hominídea e decidiu voltar ao alojamento. Tinha que pegar suas roupas e se preparar para a noite difícil que teria.



Mas, antes mesmo que desse o primeiro passo, Filho-da-Alvorada ouviu o uivo da sobrinha do Rei, pedindo a presença do líder do caern nas grutas.


"Problemas? Já?"


---
OFF: Igor gastou 1 de fúria durante a caça e 1 de fúria para voltar à forma hominídea.

Próximo post: Alojamentos
avatar
Igor Petrunov

Mensagens : 119
Pontos : 115
Reputação : -4
Data de inscrição : 04/04/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Flagelo-da-Wyrm / Sombra-da-Noite / Lingua-Afiada / Legado-do-Trovao

Mensagem por Anda-Com-Espiritos em 10.10.18 23:52

Forma> Hominideo.


"- Agra que estamos sós vamos dar continuidade aos nossos deveres. Lembro que você disse que sabia de um totem da ninhada do Avo trovao que queria nos abençoar Legado. Fale-me mais desse espirito"
avatar
Anda-Com-Espiritos

Mensagens : 128
Pontos : 129
Reputação : 1
Data de inscrição : 21/03/2018
Idade : 35
Localização : Fortaleza

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Montanhas do Caern

Mensagem por Victor Montenegro em 10.10.18 23:58

Victor chega às montanhas com seus irmãos de tribo, escuta o questionamento de Nate e, levemente intrigado, encara Luke esperando a resposta sobre o misterioso espírito da ninhada do Trovão.
avatar
Victor Montenegro

Mensagens : 717
Pontos : 720
Reputação : 3
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 33
Localização : Rio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sombra-da-Noite | Língua-Afiada - Anda-Com-Espíritos | Legado-do-Trovão | Sentinela-das-Sombras

Mensagem por NarraDiva em 11.10.18 9:52

Língua-Afiada e Sombra-da-Noite seguem com o trio em silêncio e diante do pontapé inicial de Nate na conversa, aguardam pela resposta de Luke.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3628
Pontos : 3719
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Legado do Trovão (Hominideo) - Senhores das Sombras

Mensagem por Luke Constantine em 11.10.18 12:29

* Após a caminharem até as montanhas, Nate quebra o silencio e já aborda o assunto que efetivamente deveria ser resolvido.
 
“Direto ao assunto então..”
 
* Isso capta a evidente atenção de todos e Luke não perde tempo ao dizer em um tom resoluto: *
 
- Minha sugestão e recomendação pessoal é de um espírito ancestral. No passado poderoso nessas terras mas esquecido após a chegada do cristianismo e a perseguição aos espíritos locais ou de matrizes africanas. Há profecias que indicam sua importância para a vitória na batalha do apocalipse, de modo que eu estou pessoalmente engajado em fortalece-lo nesses últimos dias. Ainda assim, mesmo com o esquecimento, não se enganem.. ele de alguma forma manteve poder e é implacável. Esse espírito esta familiarizado com a natureza de nosso propósito, é desconhecido pela maioria dos Garous, e vejo nele exatamente o que precisamos. Falo de Exú, um espírito que um dia serviu a ninhada do Avô-Trovão e que agora, mesmo livre dos pactos com os Garous, me disse estar disposto a abençoar uma Matilha das Sombras.
 
* Deixa que as informações sejam absorvidas e sente a chuva torrencial cair sobre seu corpo. Olha para os céus tempestuosos por um instante reflexivo e então novamente encara os demais para complementar: *
 
- Devemos decidir, mas seja qual for a decisão parece que Avô-Trovão nos observa essa noite.
 
* E sem mais, aguarda pelo posicionamento dos demais. Sentia que estava muito próximo de matar dois coelhos com uma cajadada só. *
avatar
Luke Constantine

Mensagens : 465
Pontos : 465
Reputação : 0
Data de inscrição : 28/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Montanhas do Caern

Mensagem por Victor Montenegro em 11.10.18 13:05

A tempestade caía sobre os Garous e aquilo era incrivelmente reconfortante para Sentinela-das-Sombras que sentia sua conexão com Gaia e seu Totem aumentarem com o poder da tempestade.

Tranquilo e mais revigorado, Victor escuta o relato sobre o espírito com curiosidade.

* Onde diabos esse cara encontrou Exú?.*

Bom, aquilo nao era relevante para o momento, o fato é que a sugestão era bastante oportuna para Sentinela-das-Sombras e ele assim se manifesta:

'- Exú, orixá maior? Essa é uma sugestão interessante, não sabia que ele já havia feito parte da ninhada do Trovão e não imaginava que você tivesse qualquer relação com esse tipo de espírito, em especial um desse porte.' - Comenta com seriedade e continua:

'- Não me oponho à sugestão. Eu mesmo tenho o dever de firmar um pacto com os espíritos orixás. A bênção de Exú sem dúvida me deixa mais próximo a compreender a essência desses espíritos e de como ajudá-los. A sugestão de Legado do Trovão tem o meu endosso.'
avatar
Victor Montenegro

Mensagens : 717
Pontos : 720
Reputação : 3
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 33
Localização : Rio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Flagelo-da-Wyrm / Sombra-da-Noite / Lingua-Afiada / Legado-do-Trovao

Mensagem por Anda-Com-Espiritos em 11.10.18 16:02

Forma> Hominideo

A chuva molhava a todos como uma mae dando banho em um filhote. Lembrava a Nate dos dias da floresta onde ela era sua companheira quase que diariamente. Lembrava-se dela como uma velha amiga que a dias nao via. 

Luke fala de um espirito a muito esquecido, muito poderoso no passado e que hoje estava nos bastidores apenas observando, e esperando o momento certo para fazer sua jogada, um tipico senhor das sombras. E o espirito era da ninhada do Avô Trovão e estava disposto a ajudar de antemao. Nao poderia ter sido mais oportuno. 
Aquela história toda de espirito antigo nativo da terra esquecido era muito familiar para Nate que ja era abençoado por um espirito nos mesmos padroes e se sentia muito confortável com aquilo. 
Victor tambem se mostrava favorável e sem esperar pelo parecer dos outros Nate entao determina:

"- Esse espirito me é desconhecido, tudo o que sei dele é de histórias dos homens. Mas gostei dele e do que voce disse sobre ele. Precisamos de um espirito assim como nós que sabe o momento certo de agir e o momento de aguardar. Invocarei o espirito para pedir sua bençao à matilha."

Pega sua adaga cerimonial faz um pequeno corte em sua mao e passa aos companheiros para que eles todos depositassem um pouco de sangue na adaga. Após receber de volta escreve o nome 'EXU' em forma de runas no chao no meio do circulo de garous. Da adaga vai sorvendo o sangue sobre o sulco formado pelas letras no chao de forma q ele vai preenchendo o nome até ele se tornar um nome vermelho scarlate da cor do sangue. Entao ele joga um pó que segurava na mao que ao contato com o nome faz o sangue pegar fogo e subir uma fumaça colorida. Ao final ele faz um corte no ar sobre o nome com sua adaga. 
Tudo isso ele fazia enquanto falava as palavras:

"- Do fundo da noite
no meio da tempestade.
Do alem mundo
pra nossa realidade.
Espirito antigo de volta ao mundo
pra atender nossa necessidade.
Exu é teu nome e eu te invoco!"
avatar
Anda-Com-Espiritos

Mensagens : 128
Pontos : 129
Reputação : 1
Data de inscrição : 21/03/2018
Idade : 35
Localização : Fortaleza

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Exú | Sombra-da-Noite | Língua-Afiada - Anda-Com-Espíritos | Legado-do-Trovão | Sentinela-das-Sombras

Mensagem por NarraDiva em 11.10.18 21:12

Rebecca e Edrick trocam um olhar cúmplice quando sequer são escutados sobre a proposta de totem. A Galliard parecia mais ofendida que o Ragabash, mas ambos não estavam totalmente felizes. Exu surge diante do grupo e no momento em que os olhares se voltam para o espírito que surgia diante dos olhos do grupo, a Lua Gibosa vira as costas e começa a descer da montanha:

'- Eu tô fora, sou uma Adren e ninguém via me obrigar a aceitar essa humilhação.'

Exú, por sua vez, notando que a Galliard que ainda não conhecia, olha irritado para Nate e indaga:

'- O que acontecer aqui? Porque chamar Exu?'

O olhar do Espírito busca Luke e diz:

'- Você? O que querer?'

Tudo era falado na língua dos espíritos. Edrick, sem alarde, se acomoda encostado em uma árvore. Tinha incômodo como Língua-Afiada, mas tinha outra abordagem para a situação. 


avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3628
Pontos : 3719
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Flagelo-da-Wyrm / Sombra-da-Noite / Lingua-Afiada / Legado-do-Trovao

Mensagem por Anda-Com-Espiritos em 12.10.18 15:47

Forma > Hominideo

Exu aparece, e claramente deixara irritado os outros membros da matilha. A sua cabeça girando em torno da noticia de seu passado o faz apressar as coisas e atropelar o momento bom q se iniciara. 
Mas suas ações nao haviam sido para tanto a reação da lua gibosa havia sido de mais, afinal era o alfa daquela matilha e adecisao era sua. E neste momento nao havia nada que pudesse fazer no momento nao iria desrespeitar o espirito abandonando-o para correr atras da garou. Em uma tentativa de impedir que aquilo virasse uma cena antes da garou sair nate fala.

"- Não é bem assim Lingua-Afiada! Não se vá, podemos resolver isso depois. Peço desculpas, mas se nao ficar por mim faça pelo espirito. Se ainda assim quiser partir entendo sua atitude. Mas lembre-se os mais experientes deveriam ensinar aos menos experientes" 

Esperava que a galliard por ser uma Andren entendesse que os mais novos erram. Olha para o Ragabash que estava encostado na arvore como se dirigisse para ele tambem aquela mensagem e o pedido de desculpas.
Vira-se entao para o espirito e fala na lingua dos espiritos.

"- Exu invocamos a ti para pedir tua benção para essa matilha que esta se formando, assim nos fortaleceriamos juntos. Uma matilha inusitada pois todos ja fazemos parte de outra matilha. E essa tem uma particularidade de trabalhar para o Avô Trovao."
avatar
Anda-Com-Espiritos

Mensagens : 128
Pontos : 129
Reputação : 1
Data de inscrição : 21/03/2018
Idade : 35
Localização : Fortaleza

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Montanhas do Caern

Mensagem por Victor Montenegro em 12.10.18 21:29

* O que esse idiota pensa que tá fazendo?!*

Victor olha incrédulo para o Theurge que começava a conjurar um totem, até então esquecido, sem sequer antes consultar a GALLIARD ADREN da matilha ou o novo Ragabash.

O Philodox ainda faz menção de interromper, mas antes que conseguisse interceptar Nate para parar a conjuração, o Exú se manifesta.

* Vai dar merda...*

E como esperado, Rebecca taca o "Foda-se", diz que não participaria daquilo e começa a descer a montanha. Vendo aquele conflito e desrespeito o espírito se irrita e indaga Anda com Espíritos e Luke, enquanto o primeiro tenta uma patética desculpa ao melhor estilo Pantaneiro.

* O que ele está pensando? Não conhece a própria tribo? Nós não ensinamos incompetentes caga pau. Nós os matamos... apesar da existência de Luke desafiar essa norma.*

Vendo a situação que se desenrolava em um fracasso antes mesmo de começar, Victor resolve intervir. Com expressão seria, mas não grave, e tom tutelar ele fala tentando levar Língua Afiada a reavaliar aquela situação:

'- Língua-Afiada, pare. Nós estamos diante de um totem e temos uma missão a cumprir diante da tribo. Não é hora de agir como um fianna é deixar emoções se sobreporem ao bom senso, ao dever e à etiqueta. Você é maior e melhor do que isso. Não é hora para egos feridos e nem de deixar as falhas de um Cliath ficarem no caminho da Vitória de nossa tribo, desta seita e da nação. Nate arcará com as consequências de seus atos, mas agora não é hora para essa discussão. Volte, assuma o seu lugar e cumpra o seu dever para com a tribo. Dê o exemplo de seu posto, que deve ensinar pela conduta e não abandonar o dever na primeira contrariedade.' - O tom do meia lua era firme, mas não ríspido. Ele então se volta para o Exú e, se ajoelhado em reverência diz na linguagem dos espíritos:

'- Nobre Exú, me chamo Victor, Sentinela-das-Sombras, hominídeo, fostern, philodox dos Senhores das Sombras. Mil perdões pela falta de etiqueta e por já te trazer em meio a conflito. O que acontece aqui não é grande problema, apenas um pequeno atrito entre irmãos por falta de etiqueta. Peço, humildemente, que nos perdoe. Buscamos a ti, que já caminhaste ao lado do Trovão, para que, com tuas bênçãos, possamos formar uma Matilha das Sombras e fazer o que precisa ser feito nestes tempos sombrios que se aproximam. Peço que esta primeira impressão não se torne um impeditivo e que permita que nos provemos dignos de te fortalecer e, fortalecidos por ti, juntos possamos caminhar.'

Finalizando sua fala, o Philodox desvia brevemente o olhar para Nate para que ele retomasse o protagonismo da questão e revertesse a merda que havia feito.
avatar
Victor Montenegro

Mensagens : 717
Pontos : 720
Reputação : 3
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 33
Localização : Rio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Exú | Sombra-da-Noite | Língua-Afiada - Anda-Com-Espíritos | Legado-do-Trovão | Sentinela-das-Sombras

Mensagem por NarraDiva em 13.10.18 9:37

Enquanto caminhava, Língua-Afiada escutava primeiro as palavras de Nate, clamando por uma autopiedade que ela jamais cederia por ser uma Senhor das Sombras. Sua resposta, com sua língua sempre afiada, apenas diz:

'- Senhores das Sombras não são babás de creches para ensinar os que não aprendem o básico em seus treinamentos.'

Mas quando Victor fala, a Galliard para. Ela olha para o Philodox e o sorriso filho da puta exposto no rosto da Galliard já indicava para Victor que coisa boa não viria. Ela olha para o Juiz e diz:

'- Eu aprendi contigo, mon cher.'

E, sensualmente, vira as costas para o grupo, ergue o dedo do meio e some no meio da escuridão. O Ragabash, por sua vez, toma a palavra falando com todos ali na língua dos espíritos, para que Exú escutasse o mini-esporro que ele daria no grupo:

'- Então, depois nós resolvemos com ela, estamos na frente de uma entidade e não é hora de ficar clamando por quem vira as costas.'

O Lua Nova olha para o Espírito em uma posição de respeito e fala:

'- Nobre Exú, não o conheço, mas sua presença já impõe o respeito com o qual me dirijo a ti. Nossa tribo nos confiou uma missão rara, e pedimos que você seja nosso patrono, nosso totem, nosso pai, nessa jornada em nome de Avô Trovão. Reforço aqui as palavras de Anda-com-Espíritos e lhe garanto que Língua-Afiada irá fazer a devida constrição em teu nome. Essa desonra não ficará impune.'

O espírito olha para os quatro Garous ali presentes e diz:

'- Exú estar adormecido a tempo, não poder abençoar quatro Garous. Estar fraco para dividir bênção entre tantos.'

Novamente o Lua Nova se manifesta:

'- Eu já possuo totem pessoal e nasci sob a Lua Nova, nobre Exú, me comprometo a seguir na Matilha das Sombras mesmo sem sua bênção, assim como me comprometo a trazer Língua-Afiada de volta na mesma forma que eu.'

Exú olha então para Luke, Victor e Nate e diz:

'- Se os três aceitar e jurar cumprir Dogma de Exú. Vocês não poder resistir a desafios que não ser suicidas. Se houver chance de vencer, filhos de Exú dever aceitar desafio. Filhos de Exú também não poder ser totalmente verdadeiros com ninguém, revelar natureza em sua totalidade ser fraqueza inaceitável. Vocês aceitar?'

O Lua Nova, satisfeito com sua ação, olha para o trio que agora deveria aceitar ou não a bênção de Exú.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3628
Pontos : 3719
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Flagelo-da-Wyrm / Sombra-da-Noite / Lingua-Afiada / Legado-do-Trovao

Mensagem por Anda-Com-Espiritos em 13.10.18 13:39

Forma> Hominideo

Victor adiciona suas palavras às de Nate no esforço de fazer Lingua-Afiada ter bom senso e dar ouvido à razao, porém o resultado é o mesmo. O ego da galiard parecia estar bem inflamado e ofendido. 

*Nao sabia que para ser Adren a pessoa tambem tinha que ser uma criança chorona.* Pensa consigo ao ver a galiard seguir seu caminho. Não havia raiva no pensamento apenas pena.

"- Nosso momento agora é com o Totem! Deixem ela ir."

Entao assumindo uma posição de um cavaleiro que está para receber a unção de seu rei fala:


"- Aceitamos servir a ti e a seguir teu dogma. Prometemos ser dignos de carregar teu nome e te fortalecer."

Nate aceita a bençao e em retribuição tambem fortalece o totem com sua força!

OFF: Doa 3 de XP para o totem
avatar
Anda-Com-Espiritos

Mensagens : 128
Pontos : 129
Reputação : 1
Data de inscrição : 21/03/2018
Idade : 35
Localização : Fortaleza

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Montanhas do Caern

Mensagem por Victor Montenegro em 14.10.18 12:36

* É... eu levantei essa bola pra ela cortar.* - Pensa o Philodox que não retruca mais à Galliard e se põe a escutar as palavras de mediação do Ragabash e o Dogma de Exú.

* Precisamos fortalecê-lo... É importante que todos tenham a bênção e que corramos como uma matilha de fato para enfrentar o que temos pela frente... de toda sorte, é um dogma complicado, mas não é hora de dar para trás.*

Mantendo-se ajoelhado o meia lua diz:

'- Prometo cumprir e fazer cumprir o teu dogma assim como te fortalecer. Que sob tuas bênçãos nenhum desafio seja intransponível à esta matilha que em sombras nasce.'
avatar
Victor Montenegro

Mensagens : 717
Pontos : 720
Reputação : 3
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 33
Localização : Rio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Montanhas do Caern

Mensagem por Luke Constantine em 14.10.18 15:44

* Luke vê sua sugestão sendo aceita por Victor que, não por acaso, imaginava ser o mais propenso a contesta-lo e por Nate. Antevia que a maioria dos votos já lhes concederia uma votação tranquila e não via porque Língua-Afiada ou Sombra-da-Noite pudessem não desejar Exú. Tudo ia conforme o desejado até que o novato julga adequado iniciar a conjuração do espirito antes de aguardar um posicionamento dos últimos dois. O Ahroun imediatamente pensa: *

"Caralho, porque nada pode ser simples nessa maldita cidade!?"

* Sabia que ia dar merda e a partida de Língua-Afiada só confirma o ponto. Poderiam ter tido um inicio tranquilo, muito tranquilo, mas o novato havia dado um jeito de impedi-lo. Observa toda a movimentação que se segue, a materialização de Exú, as súplicas de Nate e Victor, a partida definitiva da Galliard, e a postura do Ragabash. Absorve tudo aquilo em silencio e se limita a curvar-se educadamente ao espirito ancestral, demonstrando respeito. A negociação corre, os problemas são resolvidos aos poucos, e por fim toma a palavra para dizer enquanto se apoia em um de seus joelhos: * 

- Eu trouxe seu nome para essa Matilha das Sombras e tenho por meta fortalece-lo até que se restabeleça a grandeza de teu poder originário e além. Me comprometo a honrar seu dogma e desejo correr sob suas bençãos, nobre Exú.

* Mantém-se apoiado em um dos joelhos em sinal de respeito enquanto aguarda uma posição do espírito ancestral. *
avatar
Luke Constantine

Mensagens : 465
Pontos : 465
Reputação : 0
Data de inscrição : 28/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Exú | Sombra-da-Noite - Anda-Com-Espíritos | Legado-do-Trovão | Sentinela-das-Sombras

Mensagem por NarraDiva em 14.10.18 20:59

'- Se os três concordar, será sobre os três que bênção de Exú recair, mas Exú esperar respeito de restante de Matilha das Sombras.' - diz o Espírito olhando para os três Senhores das Sombras. O Lua Nova da Matilha imediatamente se pronuncia:


'- Não tenha dúvidas de que terá todo nosso respeito e nosso empenho, nobre Exú.'


O espírito olha para o Lua Nova e acena em positivo, voltando-se novamente para o trio e indagando:


'- Existir mais algo que vocês precisar de Exú?'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3628
Pontos : 3719
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Montanhas do Caern

Mensagem por Victor Montenegro em 14.10.18 21:23

Não havia mais nada para aquele momento e Victor apenas acena em afirmativo completando:

'- Terá todo nosso respeito, nobre totem.'

O Philodox faz uma reverência ao espírito e se levanta aguardando a manifestação dos demais. 

Enquanto Luke não se manifesta o meia lua se lembra de um dos dons que gostaria de aprender. Não sabia se o espírito conhecia, mas dada a natureza e os dogmas daquele totem talvez fosse um dom que ele soubesse ensinar... talvez não... mas não custava perguntar.

'- Nobre Exú, existe um dom que se for de sua alçada eu gostaria de aprender. O dom Determinação dos fosterns de meu augúrio. Se puderes me ensinar, serei grato e pagarei o devido preço, Se não, agradeço a sua presença e as grandes bênçãos que ja deste a nós.'
avatar
Victor Montenegro

Mensagens : 717
Pontos : 720
Reputação : 3
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 33
Localização : Rio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Réquiem - Narração

Mensagem por Angelique T. Albrecht em 15.10.18 10:45

Um uivo é ouvido pelo Caern.

-SERENO TROVÃO, RÉQUIEM SOLICITA SUA PRESENÇA NOS ALOJAMENTOS.
avatar
Angelique T. Albrecht

Mensagens : 404
Pontos : 406
Reputação : 2
Data de inscrição : 25/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Flagelo-da-Wyrm / Sombra-da-Noite / Lingua-Afiada / Legado-do-Trovao

Mensagem por Anda-Com-Espiritos em 15.10.18 11:30

Forma>Hominideo

Ja havia se pronunciado e aguardava os outros integrantes aceitarem a bençao. Tudo transcorre bem, mas o totem mostra que ficou incomodado com a atitude de Lingua-Afiada.

Os outros aceitam e o totem. Não havendo nada mais que Nate precisasse naquele momento do totem aguardava o desfeixo!
avatar
Anda-Com-Espiritos

Mensagens : 128
Pontos : 129
Reputação : 1
Data de inscrição : 21/03/2018
Idade : 35
Localização : Fortaleza

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Exú | Sombra-da-Noite (H) - Anda-Com-Espíritos | Legado-do-Trovão | Sentinela-das-Sombras

Mensagem por NarraDiva em 15.10.18 12:22

'- Exú ensinar qualquer dom ensinado por Espíritos Ancestrais ou dons ensinados por qualquer espírito da Ninhada de Avô Trovão oue da Ninhada de Uktena, mas estar muito fraco para ensinar. Exú já falar que estar fraco.' - diz o espírito.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3628
Pontos : 3719
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Montanhas do Caern

Mensagem por Victor Montenegro em 15.10.18 12:44

Escutando as palavras do espírito, Victor assente de forma apologética e doa 1 doa um pouco de energia ao espírito. Não era muito e nem era suborno, apenas algo para fortalecer o totem e diz:

'- Agradeço e peço desculpas.'

Sem mais, apenas espera a manifestação de Legado do Trovão para que pudessem liberar o totem.

Off: Victor doa 2 de xp ao totem.
avatar
Victor Montenegro

Mensagens : 717
Pontos : 720
Reputação : 3
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 33
Localização : Rio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Montanhas do Caern

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 16 de 19 Anterior  1 ... 9 ... 15, 16, 17, 18, 19  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum