Clareira Central

Novo Tópico   Este Tópico está bloqueado. Você não pode editar as mensagens ou responder.

Página 1 de 40 1, 2, 3 ... 20 ... 40  Seguinte

Ir em baixo

Clareira Central

Mensagem por NarraDiva em Dom Jun 25, 2017 9:20 am

Local onde são realizadas as principais ações do Caern.

Espaço amplo que comporta vários grupos sem que um grupo necessariamente ouça o que o outro fala.

Área de grande emanação de poder Gaiano e influência do Totem do Caern, só perdendo para o Templo da Coroa de Fogo.

avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3319
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Kiba Valentine em Qui Jun 29, 2017 12:36 am

Kiba segue o restante do percurso sem dizer nada, por mais que algumas vezes se questionasse o quanto mais teriam que andar até chegar a clareira.

Finalmente, depois de quase 20 minutos andando o Ahroun vislumbra uma abertura logo a frente entre as árvores.

Kiba segue Ira de Thor até terminarem de atravessar a floresta e assim que ele aponta a líder da Seita o Presa o encara e diz:

- Muito obrigado Ira de Thor. Vou lá me apresentar a ela.

Logo depois de um aceno de cabeça para se despedir do Adren, Kiba olha para o lupino e com um gesto de cabeça em direção a líder da Seita diz:

- Bora?

Kiba começa a caminhar em sua direção, esperando que a mesma pudesse recebe-lo. Kiba tinha aparecia de ter pouco mais de 19 anos, usava uma camisa branca, jaqueta e calças jeans bem surradas e carregava consigo uma mochila com os poucos pertences que tinha.

avatar
Kiba Valentine

Mensagens : 529
Data de inscrição : 26/06/2017
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Victor Montenegro em Qui Jun 29, 2017 1:10 am

Victor escuta as palavras de Tomás e esboça um rápido sorriso de canto de boca. É sempre uma agradável novidade conhecer um Ragabash que prefere se manter calado.

Vira-se para Bit-Coins.

"- Ótimo. Parece-me prático. Nada como formar uma nova matilha com completos desconhecidos."

É impossível dizer se há sarcasmo ou quase-entusiasmo na voz do Filho do Trovão. Acho que nem mesmo ele seria capaz de dizer... ou seria?.

Ao se aproximar da clareira Victor observa atentamente a movimentação e tenta identificar a líder do Caern, bem como os outros senhores das sombras ali presentes.

[OFF] A partir desse post, se não for problema para a narração, passarei a escrever os pensamentos e ações do personagem em primeira pessoa.
avatar
Victor Montenegro

Mensagens : 668
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 32
Localização : Rio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Jessica - Bit-Coins - Pantaneiro - Cordas Trêmulas - Justiça do Predador - Brilho dos Sonhos

Mensagem por Angelique T. Albrecht em Qui Jun 29, 2017 3:10 am

Jessica, mantendo a mesma linha do outro Ragabash, permanece quieta. O Senhor das Sombras parecia bem carismático o que deixava a Roedor mais desconfiada ainda. O bom é que como ela estava de boca fechada, conseguia as informações sem fazer o mínimo esforço. Já tinha informações sobre a assembleia do Caern, uma festa, nome do líder dos Fiannas e responsável pela tal festa, que ela esperava que tivesse muita comida e bebida, e, para sua preocupação, a formação das novas matilhas com os membros que chegavam.

Do grupo do qual ela se encontrava, haviam apenas dois membros que ela queria que fizesse parte de sua matilha. Mas como o futuro ara Roedor de Ossos era pior do que ele imaginava, ela com certeza cairia com aqueles que ela não tinha ido com a cara.

Logo chegam na Clareira Central. Alguns garous perambulavam por ali e o Senhor das Sombras logo joga a realidade na cara da galera e isso faz com que Jessica se vire para ele com um sorriso de aprovação. Era mesmo um Philodox? Adorava garous que sabiam usar da palavra para dar tons ambíguos às suas frases.

”-Bit-Cois, por favor, poderia nos indicar qual seria o líder do Caern?”

Jessica já queria se apresentar e buscar os membros de sua tribo.
avatar
Angelique T. Albrecht

Mensagens : 387
Data de inscrição : 25/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Tarek - Kiba - Narração

Mensagem por Convidado em Qui Jun 29, 2017 3:51 am

Lupino seguiu feliz mostrando ter se agradado com ganhar o afago na cabeça, abanando até um pouco o rabo para o cara vindo de New York, mostrando o agrado. Tarek até gostava de brincar ali de ser um grande cachorro, com tanto que ganhasse atenção e comida de quem tivesse a volta.
 Seguiu então pelos vinte minutos de caminhada acompanhando Ira-de-Thor, o que pra ele que estava acostumado a andar por todos os cantos, não era nada. Inclusive achava que eles ali andavam um pouco devagar.
Ao chegarem até a clareira. O loirão aponta a líder do Caern contando também que seu nome era Estrela-da-manhã. E era bela ruiva, como seu nome de certa forma insinuava.
Kiba agradece ao guia e guardião e então se torna ao lupino num convite para se apresentar.
O lupino ao ouvir o rapaz, para um instante, olha para si, olha para Kiba, da um latido e sai correndo em alta velocidade para as árvores em torno da clareira.
Voltando em seguida o mais rápido que pode em sua forma hominídea, com um jeans surrado, uma camiseta básica preta de gola V profunda, e uma mochila pendurada num ombro, enquanto arrumava o cabelo, jogando um topete pra cima, enquanto ia se aproximando de volta do americano que já dava seus passos em direção da líder.
“- Pronto, bora lá. Acho melhor me apresentar assim... Já que agora não precisa mais de uivos...” – abre um sorriso para o Américo – “-E obrigado pelo afago, sempre que quiser fazer eu aceito, e se precisar posso ser recíproco.”
A fala é toda em tom baixo apenas para Kiba ouvir, havia nele uma expressão num misto de gentil e sapeca na fala, que fora finalizada com uma rápida piscadela.

Seguia então o americano, acabando por se posicionar um pouco atrás dele, como se estivesse se ordenando numa fila para a apresentação. Mas na verdade estava era mais indo de vagar distraído em observar e apreender bem as imagens a volta e tentar identificar quem poderiam ser as pessoas ali presentes e as que chegavam e começavam a seguir também na direção da líder.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Yorick MacAlister em Qui Jun 29, 2017 9:30 am

Pantaneiro ia somente observando a situação enquanto caminhava com os demais até a clareira central. Nota o comentário positivo da Fianna sobre beber. Como era lindo aquilo. Se tem uma coisa que unia as pessoas e os Garous era se embreagar. Quase sempre todo mundo topava. Nota também o que parece ser um xilique de Tomás para Victor diante do comentário Philodox até que Bit-Coins volta a atenção para si dizendo que ia cobrar a proposta de tomar todas.

Assentiu positivamente com a cabeça para o Ragabash do Caern concordando e sorrindo. Ia andando enquanto também notava o aparente descontentamento de Victor em formar uma matilha com todos desconhecido, assim como o de Jéssica em saber quem era o líder do Caern.

Para Pantaneiro nada daquilo importava no momento. Seu foco era fazer sua parte, sua função e executar bem. Mostrar serviço para ser recompensado depois. Havia muitos ali de maior patente e só seria reconhecido se destacasse entre os demais.

Notou a presença de outros Garous ali na clareira central e parecia estar chegando mais para reforçar o Caern.

*Por Gaia... que energia gostosa tem esse lugar...*

Sentia-se em casa, literalmente, porque agora aquela seria sua casa. Sem necessidade de ficar disperdiçando palavras, fica atento a todos os acontecimento e decidiu absorver sua foice no braço esquerdo e seu facão em seu braço direito, formando no lugar pelo qual absorvera uma pequena tatuagem dos mesmos.

Aguardava os que faltavam para prosseguir com as formalidades.
avatar
Yorick MacAlister

Mensagens : 653
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 28

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Grace Tavares Conney em Qui Jun 29, 2017 10:13 am

Forjador? Seria Bardo Forjador um forjador de fato? Grace faria bom uso de umas flechas especiais. E uma líder mulher no Caern era algo bem vindo para a Galliard.

A festa ia ser uma boa maneira de aproximar as pessoas, mas as Matilhas em missão, que Bit-Coins menciona, dão uma ideia de que, na caótica situação do lugar, nem sempre havia muito o que comemorar.

Vendo que estavam todos caladas, ela decide integrá-los.
- Já que ainda somos desconhecidos, podemos nos conhecer - dá um riso espirituoso - falem mais de vocês. De onde vocês vieram, o que sabem fazer. Eu venho da Irlanda, mas meu pai era brasileiro. Um músico muito talentoso, Thiago Tavares. Eu segui os passos dele e hoje sou uma instrumentista clássica. É a primeira vez que saio do meu país. Espero que os que são brasileiros possam me ajudar!



avatar
Grace Tavares Conney

Mensagens : 491
Data de inscrição : 26/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Victor Montenegro em Qui Jun 29, 2017 10:30 am

Olho com um sorriso sereno para a Galliard que se pronuncia e falo de forma amigável.

"- Não acho que você vá ter qualquer dificuldade em conseguir ajuda, mas, me diga, eu consigo entender um músico sair do Brasil e ir fazer carreira fora, mas uma instrumentalista clássica vir fazer carreira no Brasil?. Ahhh, isso sim é uma novidade digna de nota." Wink
avatar
Victor Montenegro

Mensagens : 668
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 32
Localização : Rio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Yorick MacAlister em Qui Jun 29, 2017 11:09 am

Pantaneiro já imenda a conversa visto que Grace queria uma maior interação, conhecer mais sobre os Garous, falar sobre sua história e fazer o que um Galliard sabe fazer de melhor: falar. E porque não? Victor faz uma observação sobre a Fianna vir para o Brasil ser meio decadente em termos musicais, o que para Pantaneiro era um engano. No Mato-Grosso soh tem mato e é la que precisa de música.

Virando para Victor e dizendo de forma educada, simples e simpática que é o estilo de Pantaneiro, disse:

- Mais porque não? Tenho certeza que aqui no Brasil e por essas banda tem muita gente que gosta de música de qualidade. Cê concorda comigo?

Sorriu para Victor puxando conversa. E logo em seguida virou para Grace tentando ser o mais galante possível dizendo:

- Tenho certeza que cê é tão talentosa quanto seu pai! Nem vai precisar de ajuda não. Lá no Mato-Grosso, lá de onde venho, música igual essa de vocês deixa nóis de boca aberta, assim como uma beleza encantadora igual a sua.

Não era uma cantada. Era um elogio simples e educado. Sorriu e depois completou.

- Eu tamém nasci pra essas banda das Europa, mas vim parar nesse mundão véio do Pantanal. Era costumado a pegar onça, boi, bufalo tudo na unha e agora to aqui pra ajudar nosso Caern.

Volto-se para Victor e disse finalizando:

- E o cê, xômano? De onde desceu rodando?

Sorria com aquela proza boa.
avatar
Yorick MacAlister

Mensagens : 653
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 28

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Victor Montenegro em Qui Jun 29, 2017 11:28 am

"- Eu, definitivamente, nunca peguei onça, boi ou búfalo na unha. E desci, na terceira parada antes da entrada do parque, embora não tenha certeza que o fiz enquanto rodopiava."

Esboça um sorriso amigável para o Ahroun.
avatar
Victor Montenegro

Mensagens : 668
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 32
Localização : Rio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Derek Spencer em Qui Jun 29, 2017 11:48 am

Spybot - Vingança de Arawn / Estrela da Manhã

O Ragabash acompanha o Ahroun com dificuldade, não era o tipo esportivo e o ritmo estava bem acelerado, quando chegam na Clareira Central, Derek apenas diz, recuperando o fôlego:

-"Graças a Gaia, chegamos! Obrigado... Por me trazer até aqui... Foi divertido!"

Respira fundo, sorri para o Fianna e caminha com calma na direção de Estrela da Manhã. No caminho, tenta observar os outros Garous por ali, enxergar a variedade que tinha ali, analisar alguns aspectos, força física, aparências, o que faziam no tempo livre quando dentro do Caern, detalhes simples pra tentar criar uma primeira impressão da Seita.

Ao chegar perto da Líder da Seita, o jovem Garou olha para a bela Garou, nota que a mesma é detentora de certo nível de Raça Pura e com cordialidade apenas diz:

-"Com licença, Estrela da Manhã? Sou Spybot, Ragabash, Cliath dos Andarilhos do Asfalto. Me apresentando pronto para desempenhar as funções que me forem designadas."

O Garou se vestia de maneira simples (como a foto ao fim do post), sua aparência chamava muito a atenção por ser algo totalmente fora do comum e além disso, o jovem ainda tinha algo que chamava muito atenção sua simples presença já fazia querer olhar para ele.

avatar
Derek Spencer

Mensagens : 298
Data de inscrição : 27/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Victor - Grace e os demais

Mensagem por Yorick MacAlister em Qui Jun 29, 2017 12:03 pm

Pantaneiro ficou meio sem entender a resposta de Victor, mas levou na esportiva quando o mesmo disse que nunca tinha pego onça, boi ou bufalo na unha. Na verdade até entendia, porque nem todos eram capazes de fazer essas proezas.

Respondeu então para o Philodox:

- Ééé, fião... num é fácil não, viu! Tem que ter coragem igual o Serjão Berranteiro que é matador de onça. Cê conhece? Ele é bruto tamém..

Havia se empolgado um pouco, mas aquele era um assunto que não levaria a lugar algum, então completou:

- Mais o que eu quis dizer é de onde é que o cê veio?

Philodox parecia meio perdido nas respostas ou não entendeu o que se referiu com 'descer rodando', mas compreendia a situação, por isso manteve a postura tranquilo e sorridente.
avatar
Yorick MacAlister

Mensagens : 653
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 28

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Grace Tavares Conney em Qui Jun 29, 2017 12:05 pm

Grace olha para Pantaneiro com um leve franzir de estranhamento, embora continue com seu sorriso suave.
- Bandas?! Há bandas no Rio de Janeiro procurando instrumentistas clássicos? Eu fazia parte de uma banda lá na Irlanda, mas adoraria tocar aqui… - e vira-se para Victor - na verdade, eu não vim aqui para fazer carreira. Estou procurando a família do meu pai, que ficou no Brasil quando ele foi pra Europa, justamente pra fazer carreira.

Seu sorriso se estende lisonjeado com os elogios dele, mas ao mesmo tempo, com uma segurança de quem já está acostumada com isso.
- Obrigada. Espero ter a chance de me apresentar para vocês em breve.

Novamente, as palavras do irmão de Tribo deixam a Galliard confusa, com um ar de quem ainda estava tentando entender o que ele falava.
- Exômano…? Acho que essa palavra eu não aprendi. O que significa.

E olha para Victor, também esperando ele falar mais sobre si.
avatar
Grace Tavares Conney

Mensagens : 491
Data de inscrição : 26/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Victor Montenegro em Qui Jun 29, 2017 12:21 pm

Victor percebe a leve confusão do Pantanteiro e contem o riso. Aparentemente ele não entendeu a piada. Olha sereno para o Fianna e diz:

"- Eu sou daqui mesmo, mas era afiliado a outro Caern. Ai, sabe como é, neh? Quando o dever chama, o dever chama."Smile

Vira-se para a Galliard.

- Entendi. Sempre muito nobre tentar se reaproximar da família. Já sabe onde eles estão ou por onde começar a procurar? O Rio pode ser bem caótico."

Sorri para a Fianna enquanto começa a acender mais um cigarro.

"-Bem, acho que devemos nos apresentar logo à lider. Não podemos deixa-la esperando, não é mesmo?"

Sorri displicentemente o Philodox.
avatar
Victor Montenegro

Mensagens : 668
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 32
Localização : Rio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Convidado em Qui Jun 29, 2017 1:21 pm

Diante do comentário de "Justiça do Predador", Tomás acaba concordando em silêncio com o que, a certo modo, parecia uma ironia. Viver entre conhecidos pode ser desconfortável, lidar com desconhecidos pode ser pior ainda, mas Tomás já estava acostumado em ter que lidar com primeiras impressões negativas atribuídas a ele... e ele acredita que isto é bom, se as outras pessoas quiserem conhece-lo e se aproximar dele mesmo depois disso significa que vale a pena socializar, caso não, que seja... vamos nos tolerar.
 
*Quanta gente...*
É o que passa pela cabeça do rapaz ao adentrar na clareira e vendo outros garous chegarem, mas se tinha que ser feito, o faria. Ciente de que as matilhas seriam formadas o "Ragabash quieto" permanece perto do grupo, mesmo que seja só para absorver o conteudo das conversas.

A líder do Caern ser uma mulher meio que... agradou o rapaz, ele acredita que as mulheres tem mais facilidade em serem compreensíveis em certos assuntos. *Imagina se fosse o "Pantaneiro" o líder, acho que eu não teria muitas chances.*

Ouvindo a conversa (sem olhar no rosto de ninguém) Tomás esboça um sorriso, Pantaneiro era engraçado, provavelmente um paquerador nato porque o interesse dela na bela Irlandesa era palpável e "Brilho-dos-Sonhos" já havia notado isso. O pior é que perto dele se sentia um tanto quanto desconfortável para se manifestar, já ouviu muita coisa negativa na vida para correr o risco de ouvir mais um.

Então Ludwig se aproxima da "99 Centavos", talvez a aparente simplicidade dela o deixava um tanto confortável, Tomás não é de origem rica e já tinha sido amigo de uma menina fisicamente similar a ela na adolescência, só o fato dela não ser linda e "majestosa" já o confortava. - "Oi..." - O rapaz fala com os braços cruzados parecendo meio tímido, enquanto olha para frente e não para a moça. - "Então... me tira uma dúvida, só eu estou meio... nervoso?" -  



Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Yorick MacAlister em Qui Jun 29, 2017 2:45 pm

"Por Gaia... de onde ela tirou banda de música!..."

Pantaneiro ia se dar o trabalho de explicar para Grace que não era aquilo que tinha dito, mas o assunto andou e deixou por estar. Ficou feliz pela Galliard ter agradecido seu elogio, afinal era merecedora, mas daí algo levantou a curiosidade sobre a palavra 'Xômano'. Completou então para a Fianna:

- É igual cêis chama aqui de mano, irmão. Lá nóis chama de xômano, mais é a mema coisa.

Foi o tempo de responder e Victor lhe deu a resposta de onde tinha vindo. Era de lá mesmo e não havia nenhuma novidade naquilo. Parecia conhecer bem os lugares do Rio de Janeiro. Eis que então o mesmo sugere ir procurar a Líder do Caern e Pantaneiro dá sua opinião.

- Eles deve tá esperando mais de nóis chega aqui no Caern pra junta todo mundo e vê como vai ser. Já já eles deve colar aqui. Melhor esperar um pouco, eu acho...


Era o que Pantaneiro acreditava enquanto olhava ao redor pra ver o que poderia ser diferente para o momento quando foi surpreendido com o comentário de Tomas para Jéssica sobre estar nervoso. Apesar dele ter tentado ser discreto, olhando pra frente e dizendo meio receoso, todos estavam bem perto, então não teriam como não ouvir.

Preocupado com o Ragabash em principalmente tentar se sentir em casa, talvez pela primeira vez da responsabilidade ou até pelo medo, Pantaneiro tentou acalma-lo sendo prestativo amigável, afinal, não custava nada ser gentil naquele momento de desconhecimento de todos à respeito do que estava por vir.

Se aproximou de Tomas bem tranquilo colocando a mão em seu ombro em sinal de apoio e disse em um tom de voz mais baixo somente para ele:

- Relaxa, parceiro. Aqui nóis ta em casa e junto nóis é mais forte. Precisa ficar nervoso não. Qualquer coisa nóis tá por aqui pro que der e vier.

Sorriu para o Ragabash  o tranquilizando e depois voltou para sua posição anterior. Lhe restava aguardar enquanto a conversa entre os demais iam se desenrolando.
avatar
Yorick MacAlister

Mensagens : 653
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 28

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Jessica - Bit-Coins - Brilho dos Sonhos - Pantaneiro - Cordas Trêmulas - Justiça do Predador

Mensagem por Angelique T. Albrecht em Qui Jun 29, 2017 3:27 pm

A Galliard Fianna resolve quebrar o gelo do silêncio iniciando uma conversa aleatória. Mais informações coletadas. O Senhor das Sombras dá continuidade na conversa ao passo que Pantaneiro se envolve também. Só que Pantaneiro tinha um objetivo claro na concepção de Jessica, cantar Grace. Homens. Mas a conversa do trio estava ficando interessante e engraçada.

Enquanto esperava a resposta de Bit-Coins, a conversa entre os dois Fiannas e o Senhor das Sombras a distraía um pouco, não ao ponto de ficar sem prestar atenção na movimentação da Clareira Central. O Ragabash Andarilho se aproxima dela e ela acha isso meio estranho. O Cara estava quieto todo tempo e ter escolhido a garou para conversar era, no mínimo, intrigante.

”-Oi Brilho dos Sonhos. Tá tudo bem?”

E ela percebeu que ele estava um pouco nervoso. A fala dele corrobora essa informação. Ele não olhava para ela, olhava para frente. Evitar olhares diretos pode ser sinal de algum distúrbio psicológico, de aprendizagem ou os dois. Seria ele meio autista? Era melhor traquilizá-lo antes que alguma coisa acontecesse.

”-Todos estamos. Chegar em um Caern novo, não conhecer ninguém, talvez não conhecer a cidade de fato. Alguns lidam com isso sendo mais carismáticos, outros...”

Deu um sorriso olhando na direção de Tomás:

”-...lidam ficando mais quietos. Como eu e você estamos fazendo.”

Ergueu os olhos para o céu e viu a estrela rubra pairando, como se fosse um farol anunciando o fim dos tempos. Olhou para o trio que conversava, mas continuou conversando com Tomás:

”-De que cidade e Caern você vem, Brilho dos Sonhos?

Tentava fazer com que a conversa fluísse com o Andarilho para ele se sentir mais confortável com aquela situação. O problema era Pantaneiro que já chegava metendo a mão no ragabash. Jess acreditava que era com boas intenções, mas ela sabendo de alguns distúrbios, tocar pessoas desconhecidas poderia desencadear ações nada agradáveis. Pelo menos o toque foi rápido e Pantaneiro voltou para seu lugar. Mas a Roedor olha de canto de olho para Tomás e comenta:

”Tudo bem? Brilho dos Sonhos?

avatar
Angelique T. Albrecht

Mensagens : 387
Data de inscrição : 25/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração | Estrela-da-Manhã - Asa-Solitária | Sussurro-da-Noite

Mensagem por NarraDiva em Qui Jun 29, 2017 4:10 pm

Enquanto andava em direção à líder da Seita, Kiba podia notar a presença de alguns conhecidos de longa data: Isaack e Wolfhere (que pareciam não ter visto o jovem pois estavam de costas) conversavam com alguém que lembrava Wolfhere e talvez fosse seu filho. Kiba tinha ouvido falar que o Ahroun e seu filho tinham sido expulsos e que Isaack os acompanhou em solidariedade, só não sabia que ele tinha ido para o Rio de Janeiro. Thiago, por sua vez, não encontra rostos conhecidos e a caminhada da dupla pela clareira central não é muito demorada. A Fianna acena para que se aproximem e assim que chegam, ela diz:

'- Vocês devem ser os jovens que uivaram pela entrada guardada hoje por Ira-de-Thor, estou correta? Eu sou Lana McBride, Estrela-da-Manhã, Hominídeo Anciã Galliard Fianna e líder desse Caern. Sejam bem-vindos ao Rio de Janeiro. Estávamos a espera dos reforços marcados para chegar essa noite. Vocês são?'

Tinha uma voz extremamente encantadora e parecia simpática.


avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3319
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Bit-Coins - Justiça-do-Predador | 99-Centavos | Pantaneiro | Cordas-Trêmulas | Brilho-dos-Sonhos

Mensagem por NarraDiva em Qui Jun 29, 2017 4:19 pm

O Andarilho olha de forma analítica para o Senhor das Sombras sem que dissesse nada. Apenas olha ante suas últimas palavras. As palavras da Roedora de Ossos, no entanto, dão a oportunidade do Ragabash de indicar onde estava a líder e apontando para uma mulher ruiva que conversava com outros dois garous (foto no post acima), diz:

'- Estrela-da-Manhã é aquela ruiva ali. Podem se aproximar, ela está falando com recém-chegados como vocês e adianta bastante as coisas atender todo mundo de uma vez.'

Era possível notar que além da grande energia de gaia no Local, também havia muitos garous com Raça Pura elevada por ali. A líder que era apontada pelo Andarilho também emanava Raça Pura, mas em nível baixo (2). 

Uma pequena conversa começa entre o grupo e o Ragabash observa, aproveitando a deixa do Senhor das Sombras e falando:

'- Exatamente, sigam o conselho do juiz e cumpram as devidas formalidades. Qualquer coisa, podem me procurar.'

Entrega um cartão com o endereço de seu escritório no centro da cidade e com um telefone para contato a cada um que compunha o grupo recém-chegado. Não se prende à pergunta do Ragabash introvertido e deixa o grupo interagindo entre si enquanto caminha para falar com alguns outros Garous. O mundo não era para iniciantes e os jovens Cliaths já estavam à própria sorte na nova seita.


Última edição por Narrador em Qui Jun 29, 2017 4:23 pm, editado 2 vez(es)
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3319
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Estrela-da-Manhã - Spybot

Mensagem por NarraDiva em Qui Jun 29, 2017 4:22 pm

Estrela-da-Manhã recebia 2 jovens recém-chegados quando outro recém-chegado se aproxima a tempo de ouvir a apresentação dela feita aos outros dois, sendo o primeiro a responder a pergunta que ela faz sobre quem seriam. A Fianna, dirigindo-se a ele, comenta:


'- Bem-vindo Spybot... que bom que veio se unir à nossa seita. És muito bem-vindo aqui... vou esperar os seus futuros irmãos de matilha se aproximarem e se apresentarem para lhes dar as primeiras informações sobre nossa seita.'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3319
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Victor Montenegro em Qui Jun 29, 2017 4:41 pm

Victor apaga o cigarro, sorri, olha para os companheiro e diz:

"-Vamos então?.".

Sem esperar a resposta de qualquer um deles, segue calmamente em direção à líder do Caern.

"-Boa noite." - Fala se dirigindo aos dois Garou que conversavam com Estrela-da-Manhã -

Vira-se para a líder do Caern, sorri, e em tom pacato e sem muita cerimônia diz:

"Boa noite, senhora. Eu sou Justiça do Predador, o Senhor das Sombras, Philodox enviado do Caern da Cruz Lusa. Acabei de chegar e achei que deveria ser uma boa hora para me apresentar."
avatar
Victor Montenegro

Mensagens : 668
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 32
Localização : Rio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Convidado em Qui Jun 29, 2017 5:08 pm

O "Ragabash introvertido" demora alguns segundos para responder "99 Centavos" sobre "estar bem", como se ele tivesse que pensar para obter a resposta, mas então acena a cabeça afirmando que "sim" e solta um sorriso lateral meio torto (como esta no avatar).

Ouvindo a moça ele relaxa um pouco, os ombros parecem ficar menos "tensos" e ele olha para ela rapidamente confirmando o comentário de Jessica. - "Sim, quietos. Observar e aprender."

A moça então pergunta sobre o local de origem do rapaz que se coloca a pensar, mas antes de responder sente o peso da mão de alguém realmente forte encostando em seu ombro, o Ragabash solta um grunhido de susto e encara a mão do "Pantaneiro" enquanto o ouve, no inicio houve um susto, mas depois conseguiu entender que o homem só estava tentando ajudar ao seu modo. Tomás então levanta o "dedão" da mão direita como um gesto positivo a Yorick e o vê se afastar.

Ao voltar a olhar para frente observando os outros garous que ali estavam e a imponente líder do Caern o rapaz permanece meio "distante", demora alguns segundos então responde Jessica. - "Eu... estou bem, ele não fez por mal, o contato físico serve de consolo para a maioria das pessoas e é um habito social típico na qual a maioria dos brasileiros parecem viciados, sinceramente, existem coisas bem piores que ja fizeram comigo..." - Ele se interrompe por alguns segundos e encara as próprias botas, mas não parece triste ou assustado, parece até melhor do que estava ao chegar e quando volta a olhar para o movimento das pessoas volta a falar. - "Então, nasci em São Paulo, vivi lá até uns quinze anos e então vim morar aqui, minha transformação foi um tanto quanto recente então na verdade este é o primeiro Caern em que participo." - responde de maneira direta e sem demora.

Observando o afastamento de Bit-Coins e a Galliard "Estrela-da-Manhã" se apresentando a um grupo de lobos, Brilho-dos-Sonhos estala os dedos da mão, arruma a bolsa ao lado do corpo e então comenta. - "Eu iria perguntar o mesmo sobre você, acho que é daqui do Rio de Janeiro e pela maneira que fala é inteligente e bem estudada, suponho que permanece entre os Roedores por afeiçoamento ao estilo de vida ou por crer ser útil a eles... ou quem sabe seja por algum motivo afetivo que eu desconhe..." -  Novamente Tomás se interrompe e então olha para Jessica.  - "Acho que quanto antes nos apresentarmos a Alfa, melhor será... o que é estranho porque suponho que ela saiba sobre nós mais do que finge saber e nós saberemos sobre ela o que ela permitir que saibamos. E mesmo que não nos apresentamos, ela poderia descobrir qualquer coisa de nossas vidas." - As emoções não ficam claras na expressão de Ludwig, ele apenas parece continuar estudando a garou enquanto espera que 99 Centavos dê o primeiro passo.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Jessica - Bit-Coins - Estrela da Manhã - Brilho dos Sonhos - Pantaneiro - Cordas Trêmulas - Justiça do Predador - Spybot - Asa Solitária - Sussurro da Noite

Mensagem por Angelique T. Albrecht em Qui Jun 29, 2017 5:38 pm

Tomás responde Jessica, dizendo que ele tinha passado por coisas piores do que um toque. A Roedor também não gostava que a tocasse. Mas ficou curiosa em saber o que aquele Andarilho poderia ter passado.
 
”-Seu primeiro Caern é? Legal...é sempre uma experiência muito boa para um garou conhecer seu primeiro Caern. Sente essa energia emanando? Como é seu primeiro Caern, você não vai sentir que teve de abandonar sua casa ou coisa precida.”
 
Tomás gostava de conversar e de analisar as pessoas. Não acertara tudo sobre Jessica, mas acertara uma parte.
 
”-Na verdade eu sou de São Paulo. Eu era do Caern de lá. Nasci e cresci em Sampa. Primeira vez que estou no Rio.”
 
Desta vez se virou para o ragabash Andarilho e sorriu, respondendo:
 
”-O resto eu acho que você acertou. Mas não vou deixar você saber tudo assim de mão beijada né?”
 
Piscou para Tomás enquanto Bit-Coins lhe mostra quem era a líder do Caern e recebe o cartão dele de bom grado. Jess agradece o garou e concorda com Tomás. Sussurrando somente para ele ouvir em um tom humilde, sem arrogância, como uma professora de verdade tem de ser:
 
”-Como você é um garou jovem e acredito que tenha concluído o rito de passagem há pouco, eu posso te ajudar em algumas coisas se quiser. Estrela da Manhã pode ser a Alpha de alguma matilha, mas no Caern devemos tratá-la como líder do Caern.”
 
Voltando ao seu tom de voz normal, ela continua:
 
”-Com certeza ela sabe mais do que pode aparentar. Ainda mais no caso de garous de outros Caerns. E aqueles que não tinham Caerns antes, ela tem como conseguir informações. Me acompanha até ela para nos apresentarmos?”
 
E faz menção de ir na direção de Estrela da Manhã, aguarda que Tomás a acompanhe. Mas reforça o que o Senhor das Sombras já tinha dito antes:
 
”-Pessoal...vamos cumprir o protocolo de apresentações? Acredito que Estrela da Manhã nos aguarda.”
 
Jessica segue na direção de Estrela da Manhã, torcendo para que o Andarilho a seguisse e a trupe toda dos novatos. Estavam sozinhos, já que Bit-Coins tinha seguido em outra direção. Ao chegar próximo da líder, aguarda o Senhor das Sombras falar e então ela fala em seguida:
 
”-Boa noite Estrela da Manhã. Sou Jessica dos Anjos, 99 centavos. Hominídea, Cliath, Ragabash dos Roedores de Ossos. É um prazer conhecê-la.” 

Fez uma pequena mesura e sorriu. Estrela da Manhã era muito bonita e o cabelo ruivo dela era como o fogo. Talvez por isso o nome garou. Sentiu Raça Pura nela e em diversos garous que estavam por ali.
avatar
Angelique T. Albrecht

Mensagens : 387
Data de inscrição : 25/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pantaneiro - Estrela-da-Manhã e demais.

Mensagem por Yorick MacAlister em Qui Jun 29, 2017 7:52 pm

Bit-Coins havia dado a deixa e a chegada da líder no Caern só reforçava que era melhor se juntar todos para fazer as devidas apresentações de uma vez só e só depois saberia qual seria o destino de cada um ali. Acena positivamente para o Ragabash e também para o chamado de Victor, como também para a aceitação de Tomás diante do seu apoio depois de um breve susto.

Acompanhou os outros, aguardou Victor, depois Jéssica, e logo fez as suas honras para Estrela-da-manhã. Acenou com a cabeça levando a mão ligeiramente no chapéu e disse:

- Boa noite, Estrela-do-manhã. Sou Yorick McAlister, "Pantaneiro", Ahroun Cliath Fianna da Irmandade de Herne e tô aqui pra ajuda no que for preciso esse Caern que tem uma energia boa demais. É uma honra estar aqui.

Ficou em postura séria, apesar de ter sido simpático, e prestava bastante atenção no que viria por adiante, afinal, estava com o alto escalão e a primeira impressão sempre era a mais importante. Sentia a raça pura emanando de todos ali. Cumprimentou os outros que ali estava no mesmo ambiente com um aceno de cabeça e aguardava o desenrolar da situação para dar o próximo passo.

Tinha consciência que a partir daquele momento, as coisas iriam ficar cada vez mais sérias e não haveria muito espaço para conversar extrovertidas como tivera a pouco. Infelizmente.
avatar
Yorick MacAlister

Mensagens : 653
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 28

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Kiba Valentine em Qui Jun 29, 2017 8:58 pm

Kiba estranha a reação do lobo, mas até acha engraçado sua forma animada de agir. Lembrava muito Mija no Vento, sua amiga de NY, porem a fala do Peregrino faz o Ahroun travar.

"Hã?"

O Presa de Prata fica nitidamente sem graça. Queria acreditar que aquele era um lupino muito sincero, mas duvidava muito disso. Ainda sem saber o que fazer e nitidamente desorientado o Ahroun diz:

- É... Beleza...

Kiba volta a caminhar a frente do Peregrino e, graças a Gaia, reconhece Wolfhere e Isack conversando com alguém muito parecido com o primeiro. A lembrança dos boatos da expulsão do Ahroun lembram a Kiba a razão do porque estava ali e porque não fazia mais parte dos Anjos Guardiões.

O Presa de Prata chega a recear um pouco nos passos, mas tentando desviar aqueles pensamentos o Ahroun se aproxima da líder da Seita, que já lhes recepciona de imediato. Quando Kiba pensa em responder, outro Garou toma sua frente e já se apresenta, logo em seguida outro e depois outro. Rapidamente o Ahroun nota que varios Garous haviam chegado junto com ele, visivelmente para ajudar aquele Caern. Aqueles que o cumprimentam, Kiba acena com a cabeça em sinal de retribuição. Quando todos terminam de falar o Presa de Prata diz:

- Saudações, me chamo Kiba Valentine, Asa Solitária, Ahroun, Cliath dos Presas de Prata e da casa dos Inimigos da Wyrm. Vim a pedido da líder de Nova Iorque para me ajudar esse Caern.

avatar
Kiba Valentine

Mensagens : 529
Data de inscrição : 26/06/2017
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 40 1, 2, 3 ... 20 ... 40  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum