As Ruas da Zona Oeste

Novo Tópico   Responder ao tópico

Página 6 de 12 Anterior  1, 2, 3 ... 5, 6, 7 ... 10, 11, 12  Seguinte

Ir em baixo

Re: As Ruas da Zona Oeste

Mensagem por William McLeod em Ter Nov 28, 2017 11:52 am

William estava cercado e sendo mordido, mas o alfa queria que ele fosse ajudar o outro Galliard....ok. Ele daria um jeito. Ele tinha que dar um jeito....Ele arfa de dor, não sabia que aqueles carniceiros podiam machucar tanto. Sente o sangue escorrer e as feridas profundas se abrirem em seu corpo e por um segundo fica imaginando o que poderia fazer para livrar-se do diabo sem rasgar o véu e decide que teria que ser o mais rápido que pudesse se quisesse sobreviver aquela noite.

Usando suas habilidades ninja, William usa sua Fùria  para agir, passando sua forma para a de Crinos durante as ações mais rápidas que os olhos humanos e abocanhando a cabeça do desgraçado ("assim é que se morde, otário!") que o mordera e arrancado-a, cospe na direção do outro vampiro que estava ao seu lado, voltando para a forma de Glabro antes que sua velocidade voltasse para uma que os outros pudessem acompanhar e já procurando Alef com o olhar para poder se posicionar assim que se livrasse daquele outro estorvo.
_____________

William tomou 3 de dano agravado, ficando com 4
William deu 9 de dano agravado no cidadão vampiro.
avatar
William McLeod

Mensagens : 85
Data de inscrição : 17/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Deganawida (glabro) - Asas da Esperança

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em Ter Nov 28, 2017 1:43 pm

Deganawida vê o sinal de Grace e o fato de que Kiba não dividiu o grupo como ele solicitou. Respirando fundo ele se aproxima dos dois

Tsc, se o Uirapuru pegar...

O Wendigo se aproxima sem muita cerimônia, interrompendo o pequeno momento.

" - Me ajudem com os dois... E como eu disse, é melhor nos dividirmos. Se nosso Lua Crescente puder curar o pé de Cordas-Trêmulas agora, melhor. Eu posso ir com elas e ele segue com vocês."

Deganawida, ajudado pelos dois, acomoda os corpos no porta-malas da melhor forma que pode. Ele então se volta para o Filho de Gaia:

" - Irmão, ainda pode curá-la?"

Degan fala de modo calmo. Queria voltar logo ao Caern e levar adiante seu julgamento e o de sua matilha...
avatar
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 389
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 42

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Ruas da Zona Oeste

Mensagem por olhosdegaia em Ter Nov 28, 2017 2:08 pm

Forma - Glabro

O Lupino via a cidade cair ao seu redor, precisava ver como estava o reflexo daquilo na Umbra, ele fecha seus olhos e vê o caos, vê a morte, e vê a guerra, estava tudo destruído, parecia que as bombas tinham caído do outro lado também. Ele balança a cabeça chacoalhando a imagem de sua mente, no entanto, a pontada de dor no seu braço quebrado o traz a realidade, não sabia mais se tinham realmente vencido.

Ele se aproxima do carro onde estava Grace e Degan e os corpos, o Garou entra no carro no banco de trás. Seguindo as orientações do seu Alfa, ele toca no tornozelo de Grace a curando (2 sucessos).

Então o Filho de Gaia só joga sua cabeça para trás e fixa seus olhos no teto, não conseguia tirar a destruição da Umbra de sua cabeça.
OFF -
1 ponto de Gnose gasto.
avatar
olhosdegaia

Mensagens : 245
Data de inscrição : 11/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Grace (Glabro) - Todos

Mensagem por Grace Tavares Conney em Ter Nov 28, 2017 2:30 pm

- Gaia há de garantir que esteja - encoraja a Galliard, tentando fortalecer os ânimos, apesar do luto que todos sentiam.

Tem os mesmos receios do Presas de Prata, e lança um olhar seu redor, no instante em que Deganawida vem interrompe-los. Apesar disso, ajuda de bom grado o Wendigo, acomodando com cuidado os quatro mortos no porta-malas, e quando terminam, antes de deixar alguém fechar, ela olha para os corpos, suspirando profundamente.

-Irmãos. Peço que suportem e entendam essa solução infeliz, mas que melhor garante que estejam mais rápido junto a Mãe Gaia no nosso solo sagrado.

Toca a testa de cada um deles, em carinho breve, enquanto o semblante da Fianna estremece, como se estivesse prestes a chorar, mas não chora, apenas dá mais um longo suspiro.

Não interfere na decisão de como dividir a Matilha, achando a sugestão de Degan bastante adequada.
Olhos de Gaia se aproxima dela, e Grace consegue ver melhor o braço dele ferido e quebrado, mas apesar das próprias dores, o theurge reúne sua energia para cura-la e é com indescritível alívio que ela sente o pé dolorido ganhando firmeza novamente.
-Obrigada, Olhos de Gaia.

Segue então para dentro do carro em que estava Helenna, sentando-se no banco da frente, ao lado dela. Esperava não serem parados, mas se fossem, podia usar sua persuasão.
avatar
Grace Tavares Conney

Mensagens : 484
Data de inscrição : 26/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Kiba Valentine (Glabro) - Asas da Esperança

Mensagem por Kiba Valentine em Ter Nov 28, 2017 8:56 pm

Kiba nota a aproximação de Degan e quanto ao questionamento de dividirem-se mais "irmãmente" ele apenas concorda com um aceno de cabeça. Não queria envolver mais membros da matilha caso fossem parados com um porta-malas cheio de corpos, mas talvez o Juiz poderia fazer o que ele e Henker não conseguiriam. Resolver a situação sem arrebentar algumas caras.

Ele espera pacientemente Grace terminar sua despedida aos irmãos caídos e nota que Olhos de Gaia seguia em sua forma humana até a Fianna para cura-la. Sem duvidas se não fosse pelos poderes curativos do lupino eles teriam tido muitos mais problemas aquela noite.

Agora que todos já se encaminhavam para seus respectivos carros o Ahroun olha para seu Philodox e comenta com ele:

- Vamos nessa.... Mas deixe seus amigos preparados para caso o pior aconteça.

Imaginava que Degan entenderia a referencia e logo fecha o porta-malas, seguindo para assumir o volante do carro. Aguardava agora apenas que os dois entrassem no veículo para partirem para o Caern.
avatar
Kiba Valentine

Mensagens : 529
Data de inscrição : 26/06/2017
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fúria-Justa-de-Esteno (Glabro) - Matilha Asas da Esperança

Mensagem por NarraDiva em Ter Nov 28, 2017 10:12 pm

Helenna apenas lança um olhar de reprovação pelo ato da cura de Grace. Nada diz, apenas aguarda que todos entrem no carro e parte com cara amarrada. Parecia muito irritada com algo enquanto dirigia por ruas que eram um verdadeiro rastro de sangue, morte e caos.

Enquanto dirigia, mantinha-se atenta para o carro que vinha atrás de modo a não perdê-lo de vista. Chama atenção uma rua específica por onde passam onde havia um verdadeiro rio de sangue correndo e corpos de crianças mortas penduradas pelas próprias tripas nos postes de luz.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3219
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Grace (Glabro) - Todos

Mensagem por Grace Tavares Conney em Ter Nov 28, 2017 11:46 pm

Grace não entende o motivo da contrariedade de Helenna, mas pela cara dela, era melhor não perguntar. Depois das tensões passarem e de todos estarem mais calmos, talvez a própria Fúria Negra externasse suas razões para ter se incomodado.

Fica em silêncio, o que parecia ser o mais sensato para não provocar uma explosão de raiva da Ahroun, olhando pela janela as ruas que pareciam ter se transformado no filme mais sangrento de terror. 
"Como a Wyrm conseguiu se espalhar de tal maneira pela cidade?!"

A cena que segue faz a Galliard engasgar de choque. 
- Gaia...! 
Arregala os olhos horrorizada, colocado a mao à boca, sem conseguir aceitar que algo tão hediondo havia sido feito com crianças inocentes. 

Sua voz falha duas vezes antes de conseguir falar.
- Precisamos... continuar voltando ao Caern. Essa região ainda corre o risco de ser bombardeada, mas depois... - sua voz se torce de tristeza e indignação - não podemos deixa-las assim...

Precisavam pelo menos tirar os pobres corpos delas expostos ali, e darem-lhes um enterro digno.
avatar
Grace Tavares Conney

Mensagens : 484
Data de inscrição : 26/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Alma-da-Bruxa (Glabro) | Guardião-Ancestral (Glabro) - Legado-do-Trovão | Coração-da-Tempestade | Sussurros-Solitários x Bando de 12 Vampiros [3º Turno]

Mensagem por NarraDiva em Qua Nov 29, 2017 12:22 am

O machado de sombras atravessa o Presas de Prata que uiva de dor. Logo em seguida, usando da sua força ele consegue soltar uma de suas mãos e decapita o inimigo à sua frente com sua pata transformada parcialmente. O outro vampiro, que controlava as sombras, no entanto torna a prender o braço de Alef com seus tentáculos arrancando um rosnado raivoso do Presas de Prata.

No chão, os vampiros deixados à beira da morte por Alef e Luke começavam a recuperar-se do dano tomado com o uso do seu sangue. Mesmo sem matar seu vampiro, Alma-da-Bruxa larga seu inimigo e corre até o Lupino. Com a Gnose do espírito que lhe possuía, a Theurge cura todos os danos sofridos pelo Uktena. O preço, no entanto, é caro. Com uma pistola, o vampiro dá dois tiros que atingem a Fúria Negra que cai no chão sangrando, mas ainda viva.

Luke havia se colocado entre o vampiro que sugava o sangue do Uktena e sua presa. O Vampiro começa a rir e faz surgirem três tentáculos em volta de Luke. Dois tentáculos prendem os 2 braços do Ahroun e o terceiro envolve o pescoço de Luke, tentando sufocá-lo. O outro vampiro que Luke havia deixado para trás avança contra Luke com suas garras, rasgando o Senhor das Sombras na barriga.

Após ver William decapitar um dos seus, o outro vampiro inicia uma estranha transformação. Sua estatura  aumenta em dois metros de altura, sua cor muda para um verde gosmento, seus  ossos crescem em suas costas e suas unhas ficam negras e grandes.

O último vampiro que ia atrás de Luke transforma sua pele em uma forma escamosa. Sua boca se amplia e suas presas ficam à mostra...

Like a Star @ heaven 4 vampiros mortos (Legado-do-Trovão, Alma-da-Bruxa, Guardião-Ancestral, Coração-da-Tempestade), 6 aptos a combater (3 com Luke, 1 com Will, 1 com Alef, 1 com Alma-da-Bruxa) e , 2 se recuperando.
Like a Star @ heaven Legado-do-Trovão precisa absorver 5 níveis de dano agravado.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3219
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Ruas da Zona Oeste

Mensagem por Sussurros Solitários em Qua Nov 29, 2017 10:58 am

Forma atual: Hispo

O Lupino agradece aos céus pela ajuda do Alfa que interrompe o ataque do vampiro. Ainda muito ferido e sem conseguir se mexer, o Lobo avista Alma-da-Bruxa correndo em sua direção e lhe tocando, curando assim todas as suas feridas.

Infelizmente o esforço da Fúria Negra lhe coloca em uma posição aberta e ela toma dois tiros do vampiro que largou para curar o Uktena.

*Nãaaaaoooooo!!!!* Pensa o lupino quando vê a cena.

Urrando em fúria Sussurros-Solitários avança até o vampiro arrancando-lhe a cabeça com uma mordida.

O Enorme lobo ancestral volta então a sua atenção para o vampiro que lhe mordeu e que está predendo o Alpha com tentáculos de trevas e avança sobre ele lhe conferindo uma boa mordida no ombro. Porém nessa hora o vampiro olha em seus olhos e ordena que o lupino sente, sua voz carregada de uma autoridade sobrenatural e o lupino não consegue resistir ao comando.

Contudo o lobo aproveita a oportunidade e avança sentando em cima do pé do vampiro lhe retirando a mobilidade.

OFF Game: Matei o vampiro que atirou em Alma-da-Bruxa. Causei 4 de dano no vampiro que estava sugando meu sangue e prendendo Luke com os tentáculos, ele usou dominação para me obrigar a sentar e eu sentei no pé dele prendendo-o no lugar.
avatar
Sussurros Solitários

Mensagens : 584
Data de inscrição : 04/07/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Henker (GLABRO) - Matilha

Mensagem por Convidado em Qua Nov 29, 2017 12:07 pm

Henker mantinha uma expressão séria durante todo o momento e falava pouco, a adrenalina ainda estava alta e a fúria ainda gritava como sempre em seu sangue e ele usaria tudo aquilo até chegarem no caern para garantir a segurança dos seus.

Houve sucesso na missão mas o preço fora alto demais, e aquilo ainda consumia o ahroun, e não ter um inimigo imediatamente a frente só fazia o mesmo lembrar mais rapidamente da sua falha pessoal.

Mas o garou empurrava aquilo para baixo das preocupações mais prementes e mantinha uma postura atenta e alerta.

Assim que o carro é designado e entra atento ao cenário apocalíptico registrando com a mente mas não permitindo que o horror ou ou afetasse demais sua atenção.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Kiba Valentine (Glabro) - Asas da Esperança

Mensagem por Kiba Valentine em Qua Nov 29, 2017 3:11 pm

Assim que Henker entra no carro o Presa de Prata da partida no veículo e então começa a seguir o carro de Helenna de perto.

O cenário por onde passavam era caótico e fazem o Ahroun apertar o volante com força a medida que ele ficava mais e mais perturbador.

A visão de crianças presas nos postes por suas próprias tripas faz o Ahroun freiar o carro por um instante, visivelmente demorando a acreditar no que estava vendo.

Uma sensação de culpa tomava conta de seu corpo, mas ele tentava desviar aqueles pensamentos. Enquanto acabavam com seu líder, os vampiros aproveitaram para acabar com sua cidade.

“Foi nossa culpa....”

Kiba leva ainda alguns instantes para tomar coragem e acelerar o carro novamente, seguindo sua trajetória em direção ao Caern.

Off: Segue no tópico do Caern.
avatar
Kiba Valentine

Mensagens : 529
Data de inscrição : 26/06/2017
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Ruas da Zona Oeste

Mensagem por olhosdegaia em Qua Nov 29, 2017 11:37 pm

Forma - Glabro

O Lupino olhava pelas janelas e sofria com a destruição causada na cidade, não sentia culpa, sentia pena pelas almas perdidas e pelo mal gerado, mas se o adversário se dera a algo tão baixo quanto a Terra Arrasada, eles já estavam ganhando.

Segue no carro para o Caern.
avatar
olhosdegaia

Mensagens : 245
Data de inscrição : 11/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Legado do Trovão (Glabro) - Grupo A

Mensagem por Luke Constantine em Qui Nov 30, 2017 2:22 am

* Luke permanecia como uma barreira entre o lobo e os inimigos enquanto os desgraçados vinham em três para tentar para-lo, não conseguiriam. Vê o maldito que derrubara instantes atrás rindo e não deixa de pensar que o gesto era fruto do mais profundo desespero. Então entende o motivo do riso quando tentáculos de sombras o surpreendem e limitam seus movimentos numa tentativa vã de asfixia-lo mas, ainda assim, o Senhor das Sombras aguentava o tranco da batalha. Estava nítido que precisavam encerrar logo com aquilo, estavam expostos demais e não podiam correr o risco de perderem mais ninguém. Vê Alma da Bruxa ser baleada para curar o lupino e a retribuição dele era arrancar a cabeça do vampiro que ousara deflagrar o projetil contra a Fúria Negra. O lobo segue atacando e rasga aquele que tentara suga-lo mas algo estranho acontece e ele interrompe seu impeto para sentar nos pés do sujeito. *

"Mas que diabos?!"

* Sem entender o que havia acontecido, Luke apenas sabia que era a hora de acabar com a brincadeira. Deixa sua fúria queimar e puxa seu braço direito com força, arrebentando o tentáculo de sombra que o prendia. Ato continuo, investe com as garras do membro livre para decepar a cabeça do vampiro que controlava as sombras. O maldito tomba sangrando e sem vida ao lado do Lupino, que estava sentado como um bom animal domestico, e os tentáculos que o prendiam perdem toda a força e desvanecem de pronto. O Ahroun não perde um segundo sequer e logo já investe contra o oponente que o vinha perseguindo, penetrando seu ventre com as garras e rasgando com tamanha brutalidade que o inimigo também tomba ao chão totalmente incapacitado. Brada para Sussurros-Solitários: *

- Levanta Lobo! Não vamo deixar eles chegarem na Alma-da-Bruxa!

* Luke não entendia porque o Uktena havia se sentado bem ali no meio da carnificina mas a atitude totalmente inusitada o levava a acreditar que aquilo não era uma decisão natural de seu irmão. Fosse como fosse, tinha outro inimigo em seu encalço e, sem tempo para averiguar nada disso a fundo, Legado-do-Trovão já se adiantava para confronta-lo. *  

OFF:
- Legado-do-Trovão matou mais um vampiro e deixou outro incapacitado sem poder se mover.
avatar
Luke Constantine

Mensagens : 420
Data de inscrição : 28/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Ruas da Zona Oeste

Mensagem por Derek Spencer em Qui Nov 30, 2017 11:31 am

Após sair da base, Derek vai até onde havia deixado o carro que tinha feito a ligação direta e pega esse mesmo carro para tentar voltar ao Caern.
avatar
Derek Spencer

Mensagens : 296
Data de inscrição : 27/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Spybot

Mensagem por NarraDiva em Qui Nov 30, 2017 8:18 pm

O Andarilho segue por ruas que pareciam o cenário de um filme de zumbis. Eram corpos mutilados por todos os lados, rios de sangue, casas pegando fogo, tudo no mais perfeito Caos.


Like a Star @ heaven Spybot deve fazer seu próximo post nas Entrada Oeste do Caern.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3219
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Ruas da Zona Oeste

Mensagem por William McLeod em Qui Nov 30, 2017 10:12 pm

A verdade real daquela história era que aquela era a terceira vez que William encontrava um vampiro ao vivo na sua vida e ele jamais, nunca, imaginara que eles mudavam de forma como um Garou...bem, não exatamente como um Garou, porque aquele troço estava ficando asqueroso como um homem-galinha-gato meio sapo, meio Sonic o ouriço. Aquilo é o suficiente para deixar o Fianna em pânico e sem ter ideia do que fazer, ele já nem sabia se aquilo era um vampiro ou um cramunhão de duas pernas.

- MAS QUE PORRA É ESSAAAAAAAAAAAAAHHHHH?

Pergunta em vão para a noite quente do Rio de Janeiro.

Sem saber o que fazer e agindo pelo instinto, William muda a forma de sua mão - e apenas sua mão - ficando parecendo que estava com uma luva anormalmente grande e enfia peito adentro do monstro, fazendo-o urrar de dor enquanto William grita de pânico. Os olhos muito verdes arregalados do Galliard presos no do Tzimisce, cúmplices naquele momento único e final, ambos surpresos... Will puxa a mão novamente, rasgando o corpo morto com suas garras e encerrando o estado de não vida daquela criatura e sentindo um alívio fora do comum que devolve o movimento das próprias pernas novamente. Usaria-o para chutar o corpo no chão, para certificar que estava bem morto, se este não começasse a se desfazer em pó.

- QUECARALHOÉESSE????


A voz de William, normalmente grave e linda, estava muito alta e muito fina.
avatar
William McLeod

Mensagens : 85
Data de inscrição : 17/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Alma-da-Bruxa (Glabro) | Guardião-Ancestral (Glabro) - Legado-do-Trovão | Coração-da-Tempestade | Sussurros-Solitários x Bando de 12 Vampiros [3º Turno]

Mensagem por NarraDiva em Sex Dez 01, 2017 9:22 am

Will derrota o que parecia ser o maior inimigo da noite "no susto". Alef se livra dos tentáculos e termina de matar o vampiro com o qual lutava e para ao lado de Will, comentando com o Fianna:

'- Mandou bem, Fianna.'

Mas o tempo de dar os parabéns se encerra tão cedo quanto começou. A dupla se depara com uma cena grotesca. Derrubado por Luke, o vampiro usa o sangue para curar o dano sofrido e corre para junto dos outros dois desmaiados que, diante da dupla de Galliards, dá as mãos e começa a se fundir tornando-se uma enorme coisa de carne, cheia de olhos e bocas em seu corpo, com seis braços e seis pernas. Três vampiros se fundiam e viravam um só pra derrotar os Garous.

Alma-da-Bruxa começa a levantar e, mesmo ferida, avança contra o último vampiro que estava na frente dela, de Luke e do Lupino. O golpe da Theurge com sua garra transformada parcialmente é fatal e dá um fim ao vampiro. Restava apenas um inimigo. Um que valia por três.

Like a Star @ heaven Coração-da-Tempestade e Guardião-Ancestral estão em nível de ataque corpo a corpo com a criatura gigante.

Like a Star @ heaven Sussurros-Solitários, Alma-da-Bruxa e Legado-do-Trovão estão a 1 turno (ou 3 sucessos) da cena de combate.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3219
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Ruas da Zona Oeste

Mensagem por Sussurros Solitários em Sex Dez 01, 2017 10:51 am

Forma atual: Hispo -> Glabro.

O Lupino ainda não tinha em sua curta existência se encontrado com vampiros antes. Havia aprendido o básico sobre a criatura no seu treinamentos nas artes ocultas. Não cresceu com os livros, filmes e histórias de vampiros que os garou hominídeos haviam crescido. Não estava esperando aquelas transformações e outras formas, não esperava também que eles controlassem a própria energia do abismo.

Quando só sobram 3 vampiros e eles de repente se fundem em uma criatura gigantesca e grotesca o lupino sente medo. Como na maioria das criaturas, o medo se dá em duas formas: Correr ou lutar. É um instinto básico animal e no lobo ele era muito mais presente. Ele não entendia aquilo que estava acontecendo, portanto precisava matá-lo.

*O que em diabos são essas aberrações? Malditos macacos chupadores de sangue!*


Urrando em fúria o lobo corre em sua grande forma hispo e salta sobre a criatura que é pega de surpresa e lançada ao chão com o impacto. O hispo então passa a morder todas as partes da criatura arrancando e cuspindo grandes nacos de carne até ter certeza de que ela esteja morta.

Após o fim da criatura o lupino olha em volta procurando por humanos e quando se certifica de que ninguém os vê, muda para forma glabro e se dirigindo de forma a apoiar Alma-da-Bruxa pergunta ao seus companheiros:

"- Vampiros sempre fazem isso?"


OFF Game: Com duas mordidas destruo a aberração do Sabá. Depois mudo de forma para glabro.
avatar
Sussurros Solitários

Mensagens : 584
Data de inscrição : 04/07/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Alma-da-Bruxa | Guardião-Ancestral - Coração-da-Tempestade | Sussurros-Solitários | Legado-do-Trovão

Mensagem por NarraDiva em Sex Dez 01, 2017 1:06 pm

Alef respira fundo ao fim da batalha, vertendo sua forma para a hominídea, e comenta em resposta ao lobo:

'- Nunca vi algo do gênero, mas por essa noite já podemos admitir que sabemos pouco e precisamos conhecer melhor as capacidades do nosso inimigo.'

O Galliard estava cansado e, com as mãos na cintura, olha para aquilo e comenta:

'- Por mais que o véu esteja completamente arreganhado, é nosso dever limpar nossa sujeira.'

Alma-da-Bruxa volta à forma humana e o espírito da Górgona que a acompanhava se materializa novamente na frente dela. A Górgona apenas toca a testa de Alma-da-Bruxa que, por sua vez, responde:

'- Sim.'

O espírito se desmaterializa e vai embora. Nessa hora, o Lupino (e somente ele!) vê tudo ficar completamente escuro ao passo que em sua mente uma voz ecoava dizendo "o errado de hoje pode trazer o certo de amanhã". O contato acontece em uma fração de segundo enquanto William, ao mesmíssimo tempo, vê no horizonte, apenas por uma fração de segundo, um enorme lobo devorando um cervo.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3219
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Ruas da Zona Oeste

Mensagem por William McLeod em Sex Dez 01, 2017 6:08 pm

No meio de seu ataque de pânico, William não entende o que começa a acontecer quando os vampiros se aproximam e se juntam, até começarem a se unir...

- O QUE ELES...?ELES...?NÃO! NÃO! NÃO-NÃO-NÃONÃONÃO!

A forma amorfa dos vampiros se ergue diante do Fianna como alguma coisa que ele pudesse ter visto em uma aula de biologia celular. Se antes ele estava histérico, agora estava atônito e ele só consegue falar para Alef, com a voz baixa em tom de lamúria quando o vulto do lupino em Hispo salta sobre a amoeba vampírica e começa a morder e arrancar pedaço para tudo quanto é lado:

- Ah velho, eu tô passando mal, acho que eu vou vomitar...

 William flexiona os joelhos, coloca as mãos - ele retorna a mão de Crinos ao estado hominídeo - no joelho, a cabeça pra baixo e respira fundo várias vezes enquanto eles conversam sobre o que caralhos eram aquilo e o que podiam fazer... quando ele decide que estava tudo bem, que ele não ia vomitar, que seu estomago aquietara no lugar, ele se ajeita e olha seus companheiros de matilha bem a tempo de ter a visão do lobo matando o cervo e suspira:

- Pronto...agora eu to vendo coisa.
avatar
William McLeod

Mensagens : 85
Data de inscrição : 17/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Legado do Trovão (Glabro) - Grupo A

Mensagem por Luke Constantine em Sex Dez 01, 2017 10:00 pm

* Luke derrubara seus inimigos e se preparava para finaliza-los e seguir para ajudar seus irmãos quando algo grotesco acontece diante de seus olhos. Nunca antes tinha ouvido falar sobre vampiros que se fundiam e aquilo atordoava sua mente muito mais do que os tentáculos de sombras ou os olhos vermelhos. Estarrecido ao ver algo que imaginara ser impossível, apenas rosna para a criatura horrenda que se formara para demonstrar seu ódio mas o Lupino estava virado no cão e avança intrepidamente para selar o destino daquela mutação ambulante. A criatura se desfaz ante ao poder do índio e agora finalmente estavam livres dos bastardos. Se aproxima de seus irmãos e, mesmo que ainda estivesse puto com o motim que eles começaram, sabia que haviam mostrado valor no campo de batalha. Aquela matilha tinha muito potencial, tinha garous fortes e aptos.. e é com algum pesar que pensa em como as brigas internas  a insubordinação haviam arruinado tudo. Livra sua mente desses pensamentos ao ver que Will não estava bem e então se aproxima do Galliard para dizer enquanto segura seu ombro: *
 
- Respira, cara. Você foi bem.
 
* Seu tom não era brando, Luke era um cara taciturno e os eventos recentes o deixaram ainda mais. No entanto, suas palavras eram sinceras. Como Ahroun, era esperado de seu augurio que não fraquejasse na guerra e, ainda assim, sentira-se afetado pelos acontecimentos tórridos da noite. Os humanos estripados pelas ruas, as crianças penduradas, o sadismo e os jogos grotescos dos vampiros.. todas aquelas eram cenas que continuariam o perseguindo e assombrando, não tinha como deixar de entender o que acontecia com o Fianna. Olha de um a um para os demais, inclusive para Alma-da-Bruxa, que que vinha sendo uma megera do caralho desde que saíram da Casa dos Espelhos, e complementa: *

- Todos vocês foram.

* Havia verdade naquelas palavras. Não estava com humor de ficar debatendo a experiencia que tiveram com os vampiros após a vivencia do motim, mas meneia a cabeça concordando com Alef. Espera que Will se recupere o suficiente e então o deixa para começar o trabalho que lhes cabia. Caminha entre os corpos abatidos até encontrar a arma que um dos vampiros usara para atirar em Alma-da-Bruxa e a guarda em sua cintura antes de começar a limpar a bagunça, juntando os restos mortais num amontoado que pretendia incinerar. Não daria ordens, quem quer que estivesse disposto a sujar as mãos que o seguissem pelo exemplo. *
avatar
Luke Constantine

Mensagens : 420
Data de inscrição : 28/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Ruas da Zona Oeste

Mensagem por Sussurros Solitários em Sab Dez 02, 2017 12:10 pm

Forma atual: Glabro

O Lupino agora em forma de homem pré-histórico limpa a boca com a mão e cospe um último pedaço do vampiro monstro que derrotou. Estava se dirigindo aos seus colegas quando escutas palavras em sua mente:

*O errado de hoje pode trazer o certo de amanhã...* Repete o lobo em sua mente essas enigmáticas palavras tentando achar algum significado. Fecha os olhos por um minuto tentando usar seus sentidos sobrenaturais e pode sentir a presença do Abismo.

Voltando a sua atenção para o presente, ele pergunta a Alma-da-Bruxa:

"- Está bem?"

O Lobo observa o Alfa juntando todos os pedaços dos vampiros mas não entende o por que e olha intrigado. Em seguida tem uma idéia:

"- Vamos queimar esses inimigos em Honra do Boi-tatá, totem de nossa seita! Ele ficará feliz com nosso sacrifício!"

Em seguida começa a desenhar os Glifos da seita, do totem e da Olhos da tempestade enquanto espera que os outros organizem a pira.
avatar
Sussurros Solitários

Mensagens : 584
Data de inscrição : 04/07/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Alma-da-Bruxa | Guardião-Ancestral - Coração-da-Tempestade | Sussurros-Solitários | Legado-do-Trovão

Mensagem por NarraDiva em Sab Dez 02, 2017 2:16 pm

Alma-da-Bruxa responde para o Uktena:

'- Sim... vou ficar... só um pouco fraca... preciso voltar logo ao Caern.'

O ferimento ainda não havia cicatrizado e parecia dolorido. Alef vai até um dos carros batidos que havia na região e ao vasculhar pega um isqueiro, um galão e uma mangueira e retira o combustível que sobrava no mesmo. O Galliard já chega jogando o combustível em cima dos corpos que eram pilhados pela matilha e diz para o Theurge:

'- Jogo fogo ao seu sinal, não sei se há algum tipo de rito a ser feito antes para oferecer a matança ao Boitatá.'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3219
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Ruas da Zona Oeste

Mensagem por Sussurros Solitários em Sab Dez 02, 2017 3:16 pm

Forma atual: Glabro

O Lupino fica feliz com a resposta da Fúria Negra e logo tudo está pronto para uma fogueira em honra do Totem da Seita. O Galliard a acenderá no momento certo e o lupino logo começa a trabalhar.

Finalizando os glifos de Chiminage, do Boitatá e da Olhos da Tempestado o lupino começa a entoar cânticos na língua dos espíritos oferecendo o sacrifício dos inimigos para o totem, ao final ele conclui no idioma garou:

"- A matilha Olhos da Tempestade oferece o corpo e alma dos inimigos derrotados aqui ao Boitatá, totem da Seita da Coroa de Fogo, pedimos que aceito o nosso sacrifício!" Tendo dito isto o lupino faz um sinal positivo com a cabeça para o Presa de Prata acenda a chama.

Tão logo a chama é acesa o fogo se alastra rapidamente pelos corpos dos 12 vampiros ali derrotados e por uma fração de segundo é possível ver uma serpente flamejante dando bote em cima da pilha de corpos e o Theurge sorri satisfeito com aceitação da oferenda por parte do totem.
avatar
Sussurros Solitários

Mensagens : 584
Data de inscrição : 04/07/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Legado do Trovão (Glabro) - Grupo A

Mensagem por Luke Constantine em Sab Dez 02, 2017 5:21 pm

* Luke fazia seu trabalho juntando os corpos destroçados dos vampiros mortos quando ouve a ideia do Uktena e concorda de pronto. Dois coelhos numa única queimada. O ritual é montado e logo o Lobo já estava entoando sua oferenda ao boitata. Com a pira acesa, o totem do Caern permite a todos um vislumbre de sua presença.  *

"Ele aceitou a oferenda. Ao menos essa noite maldita trouxe alguma simpatia do totem da seita"

* Com aqueles pormenores finalizados, o Senhor das Sombras chama os demais: *

- Vamos pro Caern. Se encontrarmos mais malditos pelo caminho, matamos também.

* E então entra no carro que ja vinha usando, ocupando o Banco do passageiro e deixando a direção para Guardiao-Ancestral. *
avatar
Luke Constantine

Mensagens : 420
Data de inscrição : 28/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Ruas da Zona Oeste

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 6 de 12 Anterior  1, 2, 3 ... 5, 6, 7 ... 10, 11, 12  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum