Clareira Central

Novo Tópico   Este Tópico está bloqueado. Você não pode editar as mensagens ou responder.

Página 39 de 40 Anterior  1 ... 21 ... 38, 39, 40  Seguinte

Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Arauto-da-Morte em 08.04.18 22:47

Forma Atual - Crinos

O Olhar do Peregrino é naturalmente atraído para Bit-Coins, que começa a distribuir pequenos envelopes para os Alphas de várias matilhas, incluindo a sua própria, a fúria ainda não havia se acalmado dentro do Peregrino e ele rapidamente desvia o foco de sua atenção para o próximo combate.

O Peregrino vê aquela garou que tanto se dispusera a ajudá-lo durante o tempo que estivera no Caern entrar para a luta, ela fora arrogante para com a Roedora, mas, puta merda, quem não seria após o que já tinham visto até ali, trapaça e desrespeito deveria ser o mote daquela tribo.

Logo no inicio da Luta, Hadrian vê que existe uma diferença evidente da capacidade de luta, mas, ao escutar "Leavanta que eu quero te bater mais", toda sombra de honra havia sumido da mente do Peregrino, seus punhos se fecham quase ferindo suas próprias palmas, sua mente urrava por vingança, de sua boca, estranhamente não vinha um rosnado alto, mas apenas uma leve respiração controlada, naquele momento ele fazer qualquer roedor ginchar como a maldita presa que eles são.

Ao ver o combate terminar, aplica sua força de vontade para retirar de si os pensamentos vingativos, porém, sua tentativa é falha, tudo que ele consegue é postergar sua vingança, e, por gaia, ele a teria.

Assiste ao combate seguinte mais uma vez voltando a sua postura analítica, com a consciência de que queria lutar logo, precisava extravasar àquela fúria.
avatar
Arauto-da-Morte

Mensagens : 370
Pontos : 370
Reputação : 0
Data de inscrição : 18/12/2017
Localização : Belem

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Grace(Crinos) - Helenna, Todos

Mensagem por Grace Tavares Conney em 08.04.18 22:58

“- Eu o conheço. É um irmão carismático, muito bom com as palavras, embora eu não conheça suas habilidades em combate. Tem um frescor de juventude, que ás vezes aparenta uma certa imaturidade, mas não deve ser subestimado. Gosto dele, mas vou dar tudo de mim nesse combate, como imagino que ele também fará. Nossa Tribo precisa disso… - diz, abaixando o olhar.

Helenna parece confiante em si mesma, o que faz Grace sorrir, mas alerta.
“- Claro que não, você é uma excelente guerreira, mas tome cuidado com os truques deles. Já vimos como os Garous dessas Tribos podem ser ardilosos.

Olha com curiosidade para o envelope que Luke recebe, mas não dá tanta atenção, acompanhando a luta seguinte entre uma Roedora e uma Peregrina que, ao contrário da anterior, é marcada por grosseria. A Roedor ganha, demonstrando uma capacidade de luta surpreendente para uma theurge.

Finalmente uma Fianna entra para o combate, e Grace uiva animadamente para Rosa dos Ventos. Como não gostava de ofensas misóginas, lembra-se de um xingamento que Pantaneiro havia lhe ensinado e que parecia ideal para o momento.
"Amasse a cara dessa cuzão."

A luta começa feroz, e Grace se une aos Fianna nos gritos de incentivo para sua irmã de Tribo. O ataque de gelo a preocupa, mas Olívia se mostra resistente e avança novamente, até a Fenris torcer o braço dela.
Grace dá um suspiro desolado, que em seguida se transforma em raiva com a humilhação feita pela Fenris. Rosna revoltada, contendo o impropério que lhe vem a mente.
“Go mbrise an diabhal do dhá chois*”

Sua raiva só não se estende muito, pois logo em seguida entra no combate um de seus melhores amigos. Uiva com vontade para Visões de Arcádia, que, pelo menos lutaria com um membro de uma tribo amiga, como o cumprimento cordial dos dois demonstra.

A luta é longa e equilibrada, mas para a alegria de Grace, termina com a vitória de seu amigo. Ela uiva cheia de alegria por ele, mas também em reconhecimento a seu digno adversário, e ao espírito de solidariedade que um theurge demonstrara pelo outro. Ouvir os Fianna e Filhos de Gaia uivando juntos é uma satisfação imensa.
“- Isso sim é uma luta bonita - comenta com seus companheiros.


*OFF: “O diabo quebre suas pernas”. Praga irlandesa
avatar
Grace Tavares Conney

Mensagens : 492
Pontos : 492
Reputação : 0
Data de inscrição : 26/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Kiba Valentine (Crinos) - Fortaleza de Gaia

Mensagem por Kiba Valentine em 08.04.18 23:10

Kiba olha na direção de Ronaldo e o agradece com um sorriso de lobo. Esperava que Pantaneiro considerasse conversar com Luke, pois já imaginava que Degan e os demais também iriam preferir ficar com o sítio.

Ele então volta a olhar para as lutas. Aparentemente haviam brigas intensas entre Peregrinos e Roedores de Ossos e naquele momento inevitavelmente Kiba lembra de seu falecido amigo.

“Que bom que você não tá vivo pra ver isso cara...”

Kiba podia ter sido criado por Roedores e até agora ser um, mas não guardava a antipatia que seus irmãos tinham dos Peregrinos Silenciosos.

Enquanto aguardava uma manifestação de Pantaneiro, Kiba observa a Guardiões da Canção Ancestral. Aparentemente a Ragabash que havia sido derrotada foi bem recebido, algo que ele já esperava da matilha. Felizmente, por mais que tivessem tido uma liderança inesperada, a matilha parecia bem e recebiam também uma carta de Bit-Coins sobre algum problema para resolver.
avatar
Kiba Valentine

Mensagens : 529
Pontos : 529
Reputação : 0
Data de inscrição : 26/06/2017
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Flor-de-Lótus | Oráculo-Digital - Matilha Fortaleza de Gaia

Mensagem por NarraDiva em 09.04.18 0:35

A Portadora da Luz Interior observava todas as lutas e juramentos que aconteciam. Seu olhar atento fazia uma análise das subjetividades e ela comenta em tom baixo com a matilha:

'- O alfa parece sábio e buscar união, mas existe muito desequilíbrio nas vibrações desse Caern. Há muito a ser trabalhado para desatar os nós e criar os laços.'

Kiba comenta sobre se deslocar no meio da assembleia e a Portadora da Luz Interior observa para ver o que Pantaneiro iria responder. O assunto do território da matilha é comentado e Tyler também emite sua opinião:

'- Eu não tenho dúvidas que qualquer território é melhor do que um Sítio, mas pelo que me lembro das minhas leituras, essa Barra cresce em importância. Devemos ir para lá se queremos ser alguém nessa Seita.'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3628
Pontos : 3719
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Cólera-de-Balder - Matilha Olhos da Tempestade

Mensagem por NarraDiva em 09.04.18 0:37

Cólera-de-Balder mantinha-se sério mas tem sua curiosidade aguçada com o envelope entregue. Sem tirar os olhos das batalhas, fica com as orelhas atentos para o que o Senhor das Sombras ia dizer.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3628
Pontos : 3719
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Espólio-Cyberpunk | Sangue-Sobre-a-Neve - Matilha Sangue Forte de Luna

Mensagem por NarraDiva em 09.04.18 0:41

A Garra Vermelha é a primeira a reagir ao que a líder da matilha lê como missão. Sangue-Sobre-a-Neve não era do tipo que mentia e vendo que se falava de desaparecimento de humanos, diz:

'- Não ser Sangue-Sobre-a-Neve. Humanos pequenos ter carne mole. Sangue-Sobre-a-Neve preferir carne mais dura.'

O Juiz troca olhares com a líder da matilha e comenta:

'- Sangue-Sobre-a-Neve não deve comer carne humana, lembre-se da Litania.'

A Theurge Impura diz:

'- Não comer. Mastigar e cuspir.'

O Juiz olha para Réquiem e comenta:

'- Temos que resolver isso depois da Assembleia.'

A Impura retruca:

'- Mas não ser Sangue-Sobre-a-Neve. Já falar.'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3628
Pontos : 3719
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Black-Hat | Fúria-Justa-de-Esteno - Guardiões da Canção Ancestral

Mensagem por NarraDiva em 09.04.18 0:43

'- Justamente porque não abaixarei a guarda que sei que vencerei.' - comenta confiante a Fúria Negra que segue observando as batalhas. Black-Hat também mantinha seus olhos nos combates. A Ahroun, depois do comentário de Grace apenas acena em positivo com a cabeça.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3628
Pontos : 3719
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

ASSEMBLEIA PARTE XI - Torneio Philodox Athro

Mensagem por NarraDiva em 09.04.18 1:01

A Mestre de Cerimônias novamente estava no centro para começar mais uma série do torneio. Era hora dos Juízes de Posto 4. Júbilo-das-Górgonas toma o centro e fala:

'- Combatendo em honra ao Boitatá, na Semi-Final do Torneio Philodox Athros, dois Filhos de Avô Trovão. Pela matilha Bênção do Trovão, Trovão-Inquisidor enfrenta Sombra-da-Justiça, Alfa da matilha Legado de Gaia.'

Os Senhores das Sombras uivam em honra os dois que seguem para o meio. Ambos se cumprimenta. Adam era dos mais antigos naquele Caern. Sombra-da-Justiça liderava os Senhores das Sombras com mão de ferro e parecia ser bem sucedido nas suas relações. À boca pequena é considerado o grande articulador da rebelião que impediu a morte de Isaack e levou à queda de Estrela-da-Manhã. Trovão-Inquisidor já era de uma linha mais dura dos juízes dos Crias de Fenris. Chegara ao Caern ao longo do dia. Assistente pessoal de Margrave, tem grande fama na tribo dos Senhores das Sombras.

Com cada um em seu lugar, o Juiz explica as regras e a batalha começa. Trovão-Inquisidor assume uma postura defensiva sendo atacado por Sombra-da-Justiça que avança com suas garras. As garras rasgam a pele do Juiz mas, imediatamente o corpo do recém-chegado parece crescer com aquele impacto e ele devolve um golpe que faz com que Sombra-da-Justiça beije o chão sangrando. Era uma cena estranha, por um instante, o Philodox recém-chegado parecia maior e mais forte.

Sombra-da-Justiça rapidamente se levanta e fechando as mãos faz com que um relâmpago caia dos céus e quase acerte Trovão-Inquisidor que esquiva por um instante. Adam avança sem piedade e repete o movimento, fazendo um segundo raio cair e obrigando Lucca a esquivar recuando. Acuado, Lucca assume uma forma maior, mais forte, soturna e selvagem. Era um predador. Adam paralisa por um instante e vê Lucca, com aquela forma assustadora tentar lhe acertar. O Juiz apara o golpe e tenta morder Lucca, porém não causa dano. O recém-chegado, em contra-ataque devolve a mordida com uma mordida, em um outro movimento que faz seu corpo crescer e parecer ainda mais forte e faz com que Adam caia sangrando no chão. 

O próprio Lucca encerra a batalha e ajuda Adam a se retirar da Clareira Central. Os Senhores das Sombras uivam em honra e respeito à dupla.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3628
Pontos : 3719
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por olhosdegaia em 09.04.18 1:07

Forma - Crinos

Olhos de Gaia acompanha o duelo da Fianna e da Fenris com atenção, e nota que Cordas-Trêmulas também torcia pela sua tribo. No entanto, a luta seguinte, entre um Filho de Gaia e um Fianna levanta o público, e assim como a Galliard ele uiva em honra a luta e comenta com ela.

"- Ambos lutaram com honra e orgulharam suas tribos."

Ele ainda aguardava curioso o que estava naquele envelope que foi entregue a Legado-do-Trovão.

Então o grande embate entre Senhores das Sombras ocorre e o Theurge observa calado a vitória do recém-chegado.
avatar
olhosdegaia

Mensagens : 256
Pontos : 256
Reputação : 0
Data de inscrição : 11/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Ronaldo em 09.04.18 1:33

Aquele pensamento ecoava na cabeça do galliard: A supremacia tanto de senhores das sombras quanto de crias de fenris. Ambas as tribos tinham  membros em destaque fazendo outras tribos como meros coadjuvantes na opinião do jovem fianna.


Ronaldo não estava torcendo para nenhum oponente, não escolhera partido mesmo quando sua tribo estava em destaque nas lutas, preferia se abster de torcer e esperar apenas o que importava para ele, sua própria luta. O galliard não estava com um sentimento muito orgulhoso de ser fianna, afinal, lembrara que tinha prazo para se provar digno de ser filho do cervo, isso ecoava em sua mente mais uma vez, o que fazia o fianna não torcer pelos seus irmãos de tribo. Sentimentos confusos dentro do peito do jovem garou faziam ele em momentos se sentir ansioso alternando com uma frieza distinta. Naquele momento estava se sentindo frio, esperando os minutos e contando o tempo para a sua luta. 


Grito-da-Guerra escuta Padmatavi falar sobre laços e desata nós, se lembra de uma conhecida da favela que mexia com macumba e falava dessas paradas, óbvio que não era o mesmo, mas Ronaldo tem uma vaga lembrança da época que era despretensiosamente humano.


Ouvindo novamente seu grupo falar sobre o território,  Ronaldo faz um breve comentário a respeito.


- Acredito que a Barra da tijuca tenha a oferecer em vários aspectos, primeiro porque temos lagos, a praia, reservas entre outros pontos que a wyld é forte. Segundo pois temos dois andarilhos entre nós, o que creio eu que a barra ofereça recantos da weaver para ambos e por fim, é um centro aonde temos acesso a tijuca, zona sul, zona oeste bem como campo grande e ainda ao recreio que é uma zona interessante. Por nada não, mas esse sítio fica no nada. Alfa a decisão é sua, essa é a minha opinião.



Ronaldo volta sua atenção a assembléia em si, não estava surpreso pelos vitoriosos ou solenidades, apenas pensa o quanto todos estão sendo observados, senhores das sombras eram sempre maniqueístas, existiria algo por trás desse torneio? Ronaldo apenas divagava, ainda achava que pensava demais, pelo menos dessa vez seria mais pensamentos e menos palavras...
avatar
Ronaldo

Mensagens : 154
Pontos : 154
Reputação : 0
Data de inscrição : 18/12/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Grace(Crinos) - Helena, Olhos de Gaia, Todos

Mensagem por Grace Tavares Conney em 09.04.18 1:46

“- Você é tão sábia quanto é forte, Helenna - elogia com convicção a irmã de Matilha.

Olhos de Gaia também uiva após a luta entre seus irmãos de Tribo, e depois do comentário dele, ela olha para o theurge com um longo sorriso de cumplicidade.
“- Orgulharan mesmo!
O lupino, além de ser membro de uma tribo por quem tinha apreço, também era um bom amigo.

Assiste então a luta entre os dois Senhores das Sombras. Não gostava de Adam, desde que ele quase tirara sua Tribo da Cerimônia pelos Falecidos que ela estava conduzindo. Torcia pra ele perder, mas não tinha nenhum motivo para gostar do outro que lutava contra ele, e que acaba ganhando.
avatar
Grace Tavares Conney

Mensagens : 492
Pontos : 492
Reputação : 0
Data de inscrição : 26/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Skullhead (Crinos) - Matilha Olhos da Tempestade | Todos

Mensagem por Zé 'Papo-Reto' Roberto Jr em 09.04.18 7:13

Skullhead ainda esperava o relato do Senhor das Sombras enquanto observava a luta dos irmãos tribais e de augúrio dele. Trovão-Inquisidor e Sombra-da-Justiça pareciam equilibrados, mas era impossível não notar que o novato parecia fermentar a cada novo golpe do adversário. Que merda era aquela?

O assistente de Margrave ganha a luta e Victor ainda não tinha lido o conteúdo da carta. Teria o Philodox algum problema com dislexia?

Skullhead ainda mantinha o ouvido atento na conversa da matilha e os olhos abertos para o que ocorria na assembleia.
avatar
Zé 'Papo-Reto' Roberto Jr

Mensagens : 543
Pontos : 549
Reputação : 6
Data de inscrição : 02/07/2017
Idade : 24
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fortaleza de Gaia - Flor-de-lótus

Mensagem por Antonio Xavier em 09.04.18 8:41

Antonio Xavier ouve as sábias palavras de Flor-de-lótus e concorda com um aceno positivo com a cabeça:

"- Que mais exemplos como o dos nossos irmãos theurges surjam e influenciem a formação dos laços fraternos"


O Portador da luz olha para Pantaneiro esperando a resposta sobre a missão e o local que ficariam.


Enquanto isso, vê mais uma boa batalha entre Senhores das sombras. O poder do.novato impressiona.


"As batalhas não cessam em trazer novidades. Estou aprendendo muito aqui."
avatar
Antonio Xavier

Mensagens : 243
Pontos : 245
Reputação : 0
Data de inscrição : 24/03/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Derek Spencer em 09.04.18 9:11

Spybot (Crinos) - Todos / Fortaleza de Gaia

O Andarilho seguia acompanhando os combates, cada vez mais curioso com as habilidades que os Garous da Seita demonstravam, ser combatente era legal e tal, mas não era a praia do Ragabash, preferia ficar no conforto de sua mesa com seu computador navegando na internet, lendo e montando seus diversos programas, surfando nos códigos.

A outra entre os Filhos do Avô Trovão é interessante, dois Garous famosos nas suas esferas, um ali na seita o outro por ser Assistente pessoal do Lenda dos Senhores das Sombras. O combate era intenso e equilibrado, uma bela luta mas que tem seu fim quando Lucca contra-ataca com uma rápida e certeira mordida, fazendo seu oponente ir ao chão.

Em meio aos desafios, seus irmãos começam a falar sobre o envelope e o que fora dito aos Garous, Spybot não se deixa levar pelo calor do momento e pra não começar um papo sobre aquele assunto no meio da assembléia, diz:

-"Apesar de concordar com vocês sobre pegarmos a Barra da Tijuca, acho que não é o momento oportuno pra isso, vamos esperar a assembléia terminar e discutir isso."

Fala tranquilamente, num tom de conselho, caberia a seus irmãos e ao Alpha seguir ou não a sugestão do jovem Ragabash.
avatar
Derek Spencer

Mensagens : 313
Pontos : 317
Reputação : 4
Data de inscrição : 27/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Flor-de-Lótus | Oráculo-Digital - Matilha Fortaleza de Gaia

Mensagem por NarraDiva em 09.04.18 9:52

Tyler estranha o comentário de Derek, especialmente porque havia um coro massivo pela mesma fatia do território e acreditava que o coro fosse suficiente para fazer Pantaneiro aderir à ideia e sair já com uma decisão seria ganhar tempo, mas confiando no senso do seu irmão de matilha, fica em silêncio e espera que Pantaneiro decida.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3628
Pontos : 3719
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

ASSEMBLEIA PARTE XII - Juramentos das Matilhas

Mensagem por NarraDiva em 09.04.18 10:15

A Mestre de Cerimônias toma seu lugar após o incrível duelo dos Filhos de Avô Trovão. Com sua imponente presença, faz um chamamento àqueles que iriam protagonizar o próximo momento da assembleia:

'- A lealdade é a peça fundamental para fazer essa Seita progredir. Convoco para jurar sua lealdade à nova liderança, Sagittarius, Alfa da Matilha Arautos da Justiça, abençoada pelo Guaxinim.'

O Andarilho do Asfalto de porte físico considerável e muitas cicatrizes no tórax e nas costas segue ao centro onde encontra o líder da Seita. Sagittarius cumprimenta o líder com um aperto de mão, se ajoelha e, estendendo com as duas mãos espalmadas uma flecha verde toda tecnológica, fala:

'- Nobre líder da Seita da Coroa de Fogo, a Arautos da Justiça manifesta toda sua lealdade à ti e oferece-lhe este humilde presente como prova de nosso compromisso contigo e com nossa Seita.'

O Senhor das Sombras pega a flecha e ajuda Sagittarius a se levantar, dizendo:

'- É um orgulho para toda Seita o trabalho incrível da Arautos da Justiça. Reconheço vossa lealdade e de vossa matilha, Sagittarius.'

Os dois se abraçam e Sagittarius volta para seu posto. A Mestre de Cerimônias, então, chama a segunda matilha:

'- Convoco agora, o líder da matilha Aurora de Gaia, abençoada por Falcão, responsável pelo território Norte 2, Fênix-de-Prata.'

O Theurge sai de onde estava junto ao Alto Conselho, carregava consigo uma Klaive, e, se postando de joelhos e estendendo a Klaive diz ao líder do Caern:

'- A Aurora de Gaia jura, em nome de Falcão, lealdade à esta Seita e à esta liderança e oferece essa Klaive do Alfa como forma de simbolizar a lealdade declarada.'

O Senhor das Sombras responde:

'- Reconheço e agradeço a lealdade da Aurora de Gaia, Fênix-de-Prata.'

O Theurge se levanta, cumprimenta o líder com um aperto de mão e volta ao seu lugar. Júbilo-das-Górgonas prossegue:

'- Chamo, para jurar lealdade ao líder da Seita, o Andarilho do Asfalto Bit-Coins, Alfa da Bênção do Trovão, matilha abençoada pelo Avô Trovão que cuida do território do Centro da Cidade.'

Bênção do Trovão era a matilha liderada por Garras-do-Trovão, agora Bit-Coins assumia pois o Senhor das Sombras liderava todo o Caern. Bit-Coins se ajoelha e estende uma pistola toda dourada para o Filho de Avô Trovão, dizendo:

'- Em nome da matilha Bênção do Trovão, pela Honra de Avô Trovão, juro lealdade à ti, meu líder.'

David responde:

'- Esta Seita reconhece tua lealdade e a de tua matilha, Bit-Coins.'

O Senhor das Sombras se levanta, abraça o líder e volta para junto dos outros Alto Conselheiros. A Fúria Negra chama o quarto Garou:

'- Convoco o Uivo-Voraz, alfa da matilha Bonde do Lixão, abençoada pelo Rato e responsável pelo território Norte 6.'

Uivo-Voraz, tal qual os demais, segue até o centro, se ajoelha e estende um pedaço de pizza dormida para o líder dizendo:

'- A Bonde do Lixão jura lealdade à Seita e ao Líder, ofertando essa Pizza velha como símbolo de lealdade.'

O Senhor das Sombras pega o pedaço de pizza, ajuda o Roedora e se levantar e diz:

'- A Seita se orgulha em reconhecer a lealdade da Bonde do Lixão.'

Os dois se cumprimentam e o Roedor volta ao seu lugar. Por fim, nessa primeira sequência, Júbilo-das-Górgonas fala:

'- Convoco à jurar sua lealdade, Orgulho-Renascido, alfa da matilha Caçadores de Malditos, abençoada pelo Terremoto e responsável pelo território Norte 8.'

O Filho de Gaia se diriege ao centro, se ajoelha e olhando para o Alfa com um colar de prata com o glifo da Glória estendido fala:

'- Oferecemos à ti, nobre líder, esse colar de glória como símbolo de nossa total lealdade à este Caern, à vossa liderança e à esta Seita.'

O Senhor das Sombras recebe o colar, e diz:

'- Reconheço e muito me honra a lealdade da Caçadores de Malditos, irmão.'

O Ahroun ajuda o Filho de Gaia a se levantar, abraça o Garou mal falado e deixa que ele retorne ao seu lugar, com ele mesmo também retornando para onde estavam. Os combates iriam prosseguir...
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3628
Pontos : 3719
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

ASSEMBLEIA PARTE XIII-A - Torneio Ahroun Cliath

Mensagem por NarraDiva em 09.04.18 10:17

Ao final da primeira fase dos juramentos de matilha, a Mestre de Cerimônias toma seu lugar e diz:

'- Dando prosseguimento aos desafios, começaremos com o Torneio Ahroun Cliath em sua fase preeliminar e para tal, convoco para lutar, o Ahroun Cria de Fenris da matilha Sangue Forte de Luna, Flagelo-da-Wyrm e o Senhor das Sombras da Arautos da Justiça, Algoz-Soturno.'

O Senhor das Sombras tinha um porte físico mediano, nada muito distante do Fenris, e assume seu lugar enquanto espera que o Fenris se apresente.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3628
Pontos : 3719
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Ronaldo em 09.04.18 10:50

Ronaldo escuta Derek falar que era inoportuno conversar sobre decisão de território. O galliard estranha mas não se manifesta, volta a sua atenção a solenidade e as batalhas, até um fato lhe tirar a atenção.

"Caralho, uma pizza dormida?"


Ronaldo acha graça daquele fato, e espera o próximo embate cliath ahroun.
avatar
Ronaldo

Mensagens : 154
Pontos : 154
Reputação : 0
Data de inscrição : 18/12/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Flagelo-da-Wyrm - Assembléia | Sangue-Forte-de-Luna

Mensagem por Flagelo-da-Wyrm em 09.04.18 10:52

Flagelo uiva a Glória de seu irmão Sussurros-da-Weaver, quando ele retorna para junto a matilha o cumprimenta.


- Você trouxe Glória a nossa Matilha irmão e lembre-se nós confiamos em você, sempre esperamos que tome as decisões e posturas corretas.


Ele lembra que sempre gostou de assistir e praticar lutas mas aquilo estava totalmente fora dos parâmetros do que ele achava normal, estava achando impressionante como não houve uma tragédia até agora.


*Espero que a tragédia não venha brindar justamente em minha vez*


Acompanha mais um embate entre o Roedor de Ossos e o Filho de Gaia, surpreendente como um Garou pode ser tão covarde e isso lhe traz um nojo. Fora o fato da Litania ser quebrada descaradamente.


*Um caso escancarado de quebra da Litania, impressionante como algumas regras são fortemente respeitadas e outras ignoradas. Nisso os Garous e Humanos são idênticos*


Mas a próxima luta é que trás o final mais espetacular e que lhe impressiona, após o apagão e a vitória o Modi só teve uma reação, comentando boquiaberto e olhando em direção de sua Matilha.


- O que acabou de acontecer?


Em seguida e iniciado os juramentos dos líderes tribais, cada um faz o seu juramento da maneira de sua Tribo.


*Não basta ter me tornado uma fera, me tornei uma fera de uma Tribo sanguinária.*


Os combates continuam a cada nova batalha mais próximo seria de sua hora, o estranho pensamento de sangrar naquela clareira lhe trazia um misto de orgulho e insanidade.


Mais batalhas seguem e dessa vez a animosidade cresce muito um membro da sua tribo iria lutar contra um Fianna, na verdade iria apanhar solenemente, afinal antes da luta começar cospe na cara da Cria.


- Tenho certeza que a Fianna não tem amor nenhum pela sua alma, se não fosse uma Garou com certeza já estaria morta.


E foi o que aconteceu de maneira bem dolorosa o combate e encerrado.


*Será que eu acabarei me tornando isso?*


Com mais embates desenrolando vê sua Alfa falando e seus irmãos de tribo.


- Sangue-Sobre-a-Neve você também não pode mastigar e cuspir humanos com carne mole ou dura e nós confiamos em você.


Fala para sua irmã de matilha e em seguida para os outros.


- Depois temos que decidir a melhor maneira de agir sobre o caso.


Assiste os últimos lutadores se apresentarem e após alguns juramentos de matilhas.


*Seremos os próximo.*


Última edição por Flagelo-da-Wyrm em 09.04.18 11:01, editado 1 vez(es)
avatar
Flagelo-da-Wyrm

Mensagens : 154
Pontos : 154
Reputação : 0
Data de inscrição : 12/03/2018
Idade : 38
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Flagelo-da-Wyrm - Algoz-Soturno

Mensagem por Flagelo-da-Wyrm em 09.04.18 11:00

Flagelo é chamado para o centro da Clareira, olha em direção a lua e movimenta sua cabeça para soltar a musculatura, já havia feito lutas para exibição em sua vida mas nada sangrento.


Ao adentrar o círculo de combate ele toca a terra com sua garra direita pegando um punhado de terra e esfregando contra sua outra garra, segue a passos firmes até o seu adversário, nesse momento estava em total silêncio e não prestava atenção nos outros acontecimentos aquele era o seu momento de se provar.


*Se eu quero continuar com isso essa é minha hora.*


Ele estava pronto.


Última edição por Flagelo-da-Wyrm em 09.04.18 11:08, editado 1 vez(es)
avatar
Flagelo-da-Wyrm

Mensagens : 154
Pontos : 154
Reputação : 0
Data de inscrição : 12/03/2018
Idade : 38
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Réquiem - Sangue Forte de Luna - Todos na Assembleia

Mensagem por Angelique T. Albrecht em 09.04.18 11:02

Forma Atual: Crinos

A resposta da Impura Garra Vermelha faz com que Angelique abra um sorriso, revelando seus enormes dentes em Crinos.

-Sua sinceridade me surpreende Sangue Sobre a Neve. Sempre devemos evitar matar inocentes. Como nosso juiz comentou, devemos seguir a litania.

Não querendo se prolongar nesse assunto no momento, ela comenta:

-Deixemos a missão para depois da assembleia.

E fica observando a Impura. Já tinha conseguido tirar algumas informações sobre a mentalidade da Garra Vermelha. Infelizmente o Philodox ainda era uma incógnita para a Galliard. Volta sua atenção para a próxima luta. Uma luta entre dois Senhores das Sombras era algo que não poderia ser ignorado. Os golpes dos dois são impressionantes. A invocação do raio era algo que ela já considerava que iria acontecer. O nível de habilidade dos dois era enorme. Ao fim da luta, a Presa de Prata uiva em honra à batalha.

E os juramentos se seguem com presentes ao líder, Garras do Trovão. Cada presente era único, mas o presente dos Roedores chama a atenção da Presa de Prata. Era alimento. Algo que para os Filhos do Rato tinha uma importância enorme para a tribo. Se Uivo Voraz tivesse lhe oferecido aquela pizza, ela a comeria na hora, mesmo que fosse uma quebra nos protocolos de juramentos.

Agora era a vez de seu Beta lutar. Ela se vira para ele e diz:

-Lute com honra e traga glória para a Sangue Forte de Luna.

Estava ansiosa pela luta do Cria de Fenris.
avatar
Angelique T. Albrecht

Mensagens : 404
Pontos : 406
Reputação : 2
Data de inscrição : 25/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Emilie Malley em 09.04.18 11:59


A chegada do envelope tomou a atenção de Emilie, estava ansiosa para saber o que tinha ali dentro, mas sua curiosidade não pode ser saciada, não de cara. Continuou em silêncio observando a próxima luta, e mais blablablas.
Enfim, era a hora de saber a missão. Emilie sentiu um frio subir em sua espinha com a informação dada por sua alfa, mas logo foi quebrada por uma vontade de rir ao ouvir o que a garra vermelha dissera. Apenas balançou a cabeça negativamente e coçou a nuca. Seu irmão de matilha iria lutar e parecia muito concentrado em ganhar, pela postura do mesmo, provavelmente ganharia.

-Boa luta irmão! Pega ele de jeito...

A atenção de todos se voltou para aquele momento, era importante para toda a matilha, Emilie se aproximou de sangue sobre a neve e sussurrou para ela.

- Vou te levar pra comer pizza e hambúrguer, nunca mais você vai querer saber de mastigar carne de humanos...eles são nojentos...

Fez uma careta de nojo e piscou para a garra vermelha, voltando os olhos para Flagelo da wyrm que agora lutaria.

-Eu aposto que ele ganha rapidinho, olha a marra do sujeito.
avatar
avatar
Emilie Malley

Mensagens : 27
Pontos : 27
Reputação : 0
Data de inscrição : 23/03/2018
Idade : 23

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Sussurros Solitários em 09.04.18 12:07

Forma atual: Crinos

O Lobo observa a luta dos Senhores das Sombras sem muito interesse. Não conhecia nenhum dos dois e sua cota de Senhores das Sombras estava excedida com a presença de Victor na matilha. 

Após a luta começam os juramentos de lealdade dos Alfas das matilhas e cada um leva um chiminage. O Uktena nunca havia participado desse tipo de cerimônia e fica pensando no que poderiam dar de chiminage e tem uma idéia, mas antes consulta a sua matilha: 

"- Eu já tenho um presente para o líder da Seita, alguém tem algo que gostaria de acrescentar ao presente?"

Fala em voz baixa para que apenas eles ouçam.
avatar
Sussurros Solitários

Mensagens : 659
Pontos : 663
Reputação : 4
Data de inscrição : 04/07/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Antonio Xavier em 09.04.18 12:33

Antonio Xavier ouve as palavras de Derek e enxerga uma razão nelas. 

"Ele está certo, mas, simultaneamente, não há equivoco em adiantar algo tão importante", pensou.

O Portador da Luz observa os juramentos de lealdade das matilhas e acha bastante interessante. Ficou muito surpreso com a flecha verde, achando-a fantástica. E riu, por dentro, da pizza dormida.

"Tudo bem, isso é uma representação perfeita daquilo que eles são."

"O que será que Pantaneiro irá oferecer? Tem que ser algo que marque quem somos ou que queremos ser."
avatar
Antonio Xavier

Mensagens : 243
Pontos : 245
Reputação : 0
Data de inscrição : 24/03/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Victor Montenegro em 09.04.18 12:44

Victor acompanhava os combates uivando sempre de forma respeitosa em honra aos vitoriosos. Ele presta atenção no presentes dados e nas juras de lealdade de cada tribo, sempre ponderando sobre a representatividade de cada um daqueles chiminages.

Quando Bit Coins passa entregando envelopes e o lobo pede para que ele leia, o philodox abre a carta, analiza e diz:

'- É uma denúncia da Secretaria de Meio Ambiente de que a fábrica de brinquedos Pólis estaria poluindo um lençol freático subterrâneo que pode atingir os rios da região. Aqui também diz que essa empresa tem recebido altos investimentos de empresários norte-americanos. Acredito que nossa missão seja descobrir e parar o que quer que esteja acontecendo antes que a contaminação atinja ainda mais as aguas dessa cidade.' - Responde ao lobo e volta a sua atenção para os ritos da assembéia.

Os combates que se seguem são intensos e o Philodox consegue perceber a sagacidade e poder de varios combatentes. Na luta dos Athros de sua tribo uiva com mais entusiasmo, mas de resto mantem-se protocolar.

As matilhas começam as suas juras e Sussurros diz ja ter um presente. Ao ser questionado se gostaria de dar algo a mais o Philodox balança levemente a cabeça de forma negativa.
avatar
Victor Montenegro

Mensagens : 717
Pontos : 720
Reputação : 3
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 33
Localização : Rio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 39 de 40 Anterior  1 ... 21 ... 38, 39, 40  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum