Clareira Central

Novo Tópico   Responder ao tópico

Página 2 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ir em baixo

Skullhead (Glabro) - Matilha Olhos da Tempestade | Sombra-da-Coruja

Mensagem por Skullhead em Seg Jun 18, 2018 11:04 am

Vendo que o Peregrino se aproximou e queria saber das novidades, Skullhead, que era um dos últimos da fila indiana que seguia para saída, apenas o informa:

'- Seguinte, cara: vamos todos juntos até o cemitério de Campo Grande, onde o corpo tá enterrado. Provavelmente o espectro vai ser atraído pra lá assim que sentir que estão metendo o bedelho no seu corpinho e aí acabamos com ele e purificamos a porra do corpo... como vamos? A ideia do Fianna era roubar uns carros e partir pra lá... Spybot também deu a ideia de pegarmos taxis, mas nosso Alfa falou das dificuldades dos irmãos de fúria mais alta se aproximarem de humanos. Então eu acho que o furto vai ser nossa opção de hoje...'

Ele termina, ainda andando atrás da matilha.
avatar
Skullhead

Mensagens : 496
Data de inscrição : 02/07/2017
Idade : 23
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Sombra-da-Coruja em Seg Jun 18, 2018 11:18 am

Forma atual - Glabro

*Poutz...*


Hadrian não era a flor mais cheirosa nos campos da moral e dos bons costumes, mas, para seu desprazer, também não era a mais habilidosa.

O Ragabash sabia que precisava melhorar suas habilidades nos campos mais obscuros das atividades humanas e garous, mas, era possível, não seria nem de longe o primeiro carro que arrombara na vida, e, não seria o último.

"-Seguinte, se não tiver ninguém mais acostumado a fazer, eu faço, não é algo tão simples como nos filmes hein, e, devo alertar também para fazermos rápido, antes que o dono acorde e dê queixa pra polícia, assim, diminuímos nossos problemas, e, pelo amor de gaia, vamos pegar o carro mais antigo possível, o alarme e o sistema de ignição são mais fáceis.."

*Acho que eles não precisam saber que das 04 vezes que arrombei um carro, 03 o alarme disparou e a outra a policia chegou tão rápido que deu nem pra curtir o aquecedor..*


Hadrian torcia pro crime ser algo tão comum no Brasil que a policia não se daria o trabalho de procurar um calhambeque qualquer..

"-Se tiver alguém mais acostumado a mexer nos circuitos eletrônicos pra ligação direta seria melhor ainda.."
avatar
Sombra-da-Coruja

Mensagens : 275
Data de inscrição : 18/12/2017
Localização : Belem

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

ESPÍRITO TRANQUILO (homenídeo) - GUARDIOES DA CANÇÃO ANCESTRAL | NARRAÇÃO - ORGULHO-RENASCIDO

Mensagem por Espírito Tranquilo em Seg Jun 18, 2018 11:59 am

O impuro albino, de magro de altura mediana, que em nada chama atenção, a não ser a falta de cor, a pele pálida, os cabelos e pelos brancos semente amarelados, diferente do tom prata que tem os Presas de Prata, é olhos claros avermelhados, veste um jeans e sapatos escuros, camiseta cinza, e carrega um sobretudo pesado preto e mãos. 
 Ele se aproxima da matilha seguindo o Wendigo e de cabeça meio baixa observa o grupo, focando mais os recre chegados, principalmente o que parecia em condições mais complicadas.
 Apenas faz um meneio de cabeça quando o philodox o apresenta, num discreto cumprimento. E assim que eles pede para que um dos dois Filhos de Gaia cure o novo irmão, o albino logo se projeta até o garou.
 
 "- C-com licença... "

 Fala baixo, antes de por a mão sobre o Peregrino e canalizar gnose no toque de mãe, e recuperando as condições do garou.

 "- E-espero que esteja melhor agora..."

 Sem o encarar nos olhos, da um breve sorriso e retorna para junto do juiz é irmãos de tribo, ouvindo o pedido deste pelo auxílio de Filho-da-Alvorada e Cordas-Trêmulas. Espera ali os seguimentos sem maiores reações.

------------
OFF: gasto 1 de gnose para toque de mãe.
   3 sucessos - Calmaria cura 3 pontos de dano.
avatar
Espírito Tranquilo

Mensagens : 102
Data de inscrição : 24/04/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fortaleza de Gaia ( Crinos - Glabro)

Mensagem por Antonio Xavier em Seg Jun 18, 2018 12:16 pm

Sereno-trovão participa do Ritual e vê o Boitata cada vez mais forte e feliz. O chiminage de Fortaleza de Gaia é pago e agora a matilha iria ao cemitério prestar as homenagens a Oráculo-digital.

O Portador esperava as ordens de Pantaneiro para que seguissem com as obrigações da noite, enquanto pensava sobre as suas obrigações diurnas e a necessidade de seus aprendizados.

Off: Sereno-trovão muda de forma para Glabro
avatar
Antonio Xavier

Mensagens : 168
Data de inscrição : 24/03/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pantaneiro (hominideo) - Fortaleza de Gaia / Todos /Rosa-dos-Ventos / Siggy

Mensagem por Yorick MacAlister em Seg Jun 18, 2018 12:42 pm

Todos chegam. Fortaleza de Gaia estava pronta para cumprir seu chiminage e com isso Rosa-dos-Ventos perguntava quantos corpos eram e se alguém tinha contado. Por sorte Flor-de-Lótus era esperta e já tinha tudo na ponta da língua. Era 72 corpos no total. O que ia além dos 46 que precisavam. Ao invocar, o Boitatá aparece de bom humor, o que deixa Pantaneiro aliviado. Todos são consumidos até virarem cinzas e pode sentir o Totem da Seita mais forte. Por fim o chiminage é cumprido e tudo da certo. Quanto Rosa-dos-Ventos anuncia que a dívida está paga, Pantaneiro comenta.

- Só tenho a lhe agradecer por sua ajuda, Rosa-dos-Ventos. Tenho uma dívida de favor com o cê pro que precisar. Obrigado mais uma vez.


Sorri para Rosa-dos-Ventos que provavelmente partiria para suas obrigações. Antes de voltar para sua forma hominídea, diz na língua Garou para todos.

- Cuidaremos agora do enterro de Oráculo-Digital. Vamos para o cemitério.


Olha para Siggy e diz:

- Siggy, convoque todos que quiserem participar do enterro de Oráculo-Digital, inclusive os Andarilhos do Asfalto. Lá vemos se algum deles podem conduzir a cerimônia, já que você não possui habilidade pra isso.


E então volta para sua forma hominídea. Aguardava a confirmação de Galliard e também Rosa-dos-Ventos partir para depois prosseguir até o cemitério.
avatar
Yorick MacAlister

Mensagens : 606
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 28

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Convidado em Seg Jun 18, 2018 1:30 pm

Siggy obedece imediatamente Pantaneiro, e seu uivo potente pode ser ouvido pelo Caern, passando a informação de maneira prática e direta: -"A FdG os convoca para o enterro de Oráculo-Digital, Theurge dos Andarilhos do Asfalto. O rito para nosso irmão acontecerá agora no cemitério do Caern. "

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Res: Guardiões da Canção Ancestral

Mensagem por Toque-de-Beladona em Seg Jun 18, 2018 1:59 pm

A Fúria Negra ouve atentamente todos os membros da sua nova matilha se pronunciarem buscando fixar seus nomes, tribos, augúrios e obviamente suas características. Em primeiro lugar pq aprendeu com aquela mulher q salvou sua vida e havia ensinado tudo o que Toque-de-Beladona sabia que temos 2 ouvidos e 1 boca, e informações (que vale mais q dinheiro em sua atividade) só se consegue ouvindo. E em segundo lugar pq obviamente a informação de q a Galliard da matilha gestava a tão profetizada impura perfeita gerava nela sentimentos ambíguos. Denunciava uma óbvia transgressão as leis, oq merecia punição, mas saber carregar dentro de si um sinal do apocalipse já deveria ser bastante torturante pra q ela precisasse de sua reprovação. Ela dirigiu a Grace  olhar de surpresa, porém acolhedor. Não cabia a ela o julgamento do fato, q já deveria estar sendo tratado. Encarou a situação como mais uma de suas responsabilidades afinal, por sua interpretação da profecia, essa mulher precisaria seguir viva, pelo menos até o nascimento da "criança".

A história do aurhon q chegara com ela era preocupante, talvez pq os nascidos em sua lua façam barulho demais  por.omde passem, é quase impossível pra eles q não se perceba sua furia e todos acham q sozinhos e sem planos adequados podem derrubar qualquer inimigo. Torpe pensamento. Ainda assim era grave q um garou treinado nas artes da Batalha tenha saído tão gravemente ferido,  com certeza o inimigo era forte. Porem constava na lista de problemas q não eram sua prioridade.

Após uma breve digestão de tudo q ouviu a Ragabash estende a mão e retribui o cumprimento do alfa da matilha.

- Será para mim um grande prazer correr ao lado de todos vcs! E acalenta o coração saber q outra irma de tribo e tantas mulheres integram essa matilha - direcionando seu olhar para Helena segue - irmã, gostaria ao fim das obrigações com essa matilha de ser atualizada sobre as questões de nossa tribo.

E prossegue olhando pra todos:

- Sobre a minha chegada, não houveram contratempos. No caminho que fiz do Aeroporto Internacional até aqui, pela entrada de Santa Teresa, só pude perceber uma intensa vida noturna e bairros residenciais. Garanto que não vi nada digno de nota e nem fui seguida pois estava muito atenta pop motivos muito pessoais. Eu vim do Velho Continente, por lá fiz cair muitos inimigos, principalmente exploradores de mulheres, esses homens tem extensas redes pelo mundo. Portanto, segurança e uma preocupação frequente. - e segue - o q me trás a essas terras, além do chamado q meu antigo Caern recebeu a enviar reforços, é seguir minha batalha constante batalha contra essas redes de exploração e tráfico de mulheres, que são fortes nesse pais. Acho q nada mais oportuno do q uma matilha como essa, pois todas nós mulheres, em algum momento da vida, sentimos a dor do abuso. Espero estar a altura das missões dessa matilha e também poder incluir essa importante questão em nossos desafios, afinal estamos falando de homens sem nenhum apreço pela criação de Gaia e completamente corrompidos!

Era impossível não alterar-se um pouco quando falava daquele homem, ainda que não fosse o caso de ser detalhista sobre seus objetivos. Afinal ela sabia pouco, somente q ele havia covardemente fugido para o Rio de Janeiro, seu paradeiro exato, atividades atuais ou seu poder de fogo por Aki ainda eram um mistemis pra ela, não por muito tempo.

Para ela, essa caçada era uma questão de honra mas também um prazer, afinal a caça finalmente havia se tornado a caçadora, e estava na vantagem. Com certeza ela ainda não contava q ela estava por ali.
avatar
Toque-de-Beladona

Mensagens : 12
Data de inscrição : 12/06/2018
Localização : O objetivo é vc nunca ter certeza...

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ira-Desoladora-do-Grande-Fenris - Fortaleza de Gaia

Mensagem por Þórunn Asbjorn em Seg Jun 18, 2018 2:42 pm

O Fenris volta a sua forma de homem após o ritual do chiminage estar concluído. Feito isso, ele segue seu Alfa até o cemitério onde o velório do membro tombado aconteceria.

_________________

Like a Star @ heaven Próxima postagem Cemitério - Lar dos Ancestrais
avatar
Þórunn Asbjorn

Mensagens : 74
Data de inscrição : 20/05/2018
Localização : Skarsvåg, Noruega

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Calmaria - Matilha Guardiões da Canção Ancestral

Mensagem por Miguel Calmaria em Seg Jun 18, 2018 3:26 pm

Forma Humana -

“Vixi, essa gravidez deve ter fodido o instinto materno dela. Já cheguei aqui inteiro fudido mas cheguei”

O Jovem peregrino olhou para Grace amigavelmente, no entanto, recuou ao toque. Se ele demonstrou fraqueza, certamente não foi a intenção, pelo contrário, o Peregrino esticou a mão para o Alpha por razões lógicas: Perceber como ele lida com membros mais fracos/abatidos do que ele, sentir o aperto de mão do líder e, claro, mostrar a força do próprio aperto. Isso diria muito sobre os dois Guerreiros.
Ele olhou para Grace com olhar de agradecimento, apertou a mão do Alpha com força e levantou-se. Olhou para o Alpha e consentiu com a cabeça. Se preparava para assumir a forma Crinos quando Filho da Alvorada lhe dirigiu palavras amigas. O peregrino, com meio sorriso, respodeu:

-Descansarei mano. De verdade.Mas a urgência não sou eu agora...O que me ocorreu é osso. Quando for a hora aceitarei até massagem nos pés.


Ele suspira dolorido em meio a uma risada forcada.Cada entrada de oxigênio parecia acender uma brasa no seu pulmão.

Ele engasga e tosse com mais violência,  trazendo o.gosto de sangue.

-sai de perto que pode ser tuberculose hehehe.

ele resmunga de dor e mal nota a chegada de um "Indio" e um maluco branquelo, impuro, que o alarmou a principio. o Garou parecia um vampiro loiro. até lembrava os caras que o atacaram. Mas impuro ou não.  O pecado não era dele. E ele era um par de garras a mais (Embora jovem não pudesse dizer o.mesmo de alguns garous desmembrados e avistados no Caern).

O índio sugere que curem ele. O Garou mal podia disfarçar o sorriso. Ele olhou para o "Corretivo líquido de caneta ambulante" enquanto o mesmo se aproximava.  Nunca fora curado dessa forma.

Quando espírito tranquilo o toca, sentiu como se ele e Gaia se unissem. E por meio do Garou Timido, Gaia recriasse seu corpo de novo.
Ele respirou aliviado. Pelas dores e por estar quase novo para enfrentar os putos novamente.

-Cara... isso foi....- ele olhava seus ferimentos cicatrizando.  suas queimaduras fechando - Porra. ..  foi tipo....

Ele coloca uma mão no ombro do irmão de.matilha antes que ele saísse. Lembrou da matilha de seu tio e ficou contente.

-....Cara. Obrigado. Tamo junto.A Wyrm tá fodida com vc por perto.

Ele ficou feliz e pensou:

"Amo, viajar sozinho. Mas ser um.X-man é muito pica!!!!"

As vezes ele tinha uns lampejos filosóficos quando estava emocionado.

Agora poderia respirar melhor e até  esbanjar. Girou os braços e tronco estalando enquanto assumia a forma Crinos conforme seu Alpha indicou.

Tempo suficiente para Black Hat sugerir descanso. Ele apenas olhou agradecido para a Andarilho:

-Obrigado. Mas já me sinto melhor. Em breve comerei. Apenas.... deixemos todos se apresentarem e depois, darei amostras da merda a caminho.  

Sua forma de batalha lembrava o primo pobre de Anúbis. Patas traseiras de “canelas” mais finas, dorso robusto e altura considerável davam um ar de agilidade. Ele tinha a pelagem negra lembrando algo entre Doberman e chacal.  Esperou a apresentacai da Ragabash e, ao final e com a respiração mais compassada, ele retornou ao seu relato. Olhou para os membros e disse:

-Para mim, foi tudo uma putaria do começo ao fim...

Era notável sua luta para manter a calma durante o relato.

-Eu estava no busao. Viagem longa... até aí... tranquilo. A vida de um Peregrino é uma viagem. Ai...No meio dessa madrugada, dois loiros entram no ônibus no meio da estrada. Fiquei ligeiro. Eram parecidos... um mais velho...

Ele faz uma pausa pensativo.

-Cara... eles deviam de alguma forma saber que eu estaria lá. Não é possível.

O Jovem toma folego. Embora ferido, era evidente a contração de seus músculos e o ranger dos dentes. Se sentia pronto de novo.

- Meu instinto pulou mano... eu parecia o homem aranha ta ligado? Fiquei esperto... na hora de descer do busao, como eles estavam atrás de mim, eu garanti uns passageiros entre nós... pra não ser atacado... e sai vazado na rodoviária.

Ele para e olha pro Alpha.

-Mas os PUTOS me seguiram. Eu parei numa lanchonete para ver se não era preocupação da minha cabeça, manja? Porra, podia ser pilha.... mas os cusão pararam também...e  quando andei, também andaram.


O Peregrino respira.

-Ai pensei em dar a fuga da rodoviária... mas um guarda, tinha falado comigo já... pedido meu documento... meti o louco pra sair fora... ai fora da rodoviária um dos loiros tava falando com a polícia..... Ai pensei... Deu ruim. Os caras é cheio dos contatos....

O Jovem Garou olha para o chão. Em evidente reprovação de si.

-Foi ai que começou a parte de ser Burro para um caralho. Fui no banheiro... lá daria pra dar uma surra nesses dois putos. Eu pensei em chegar e crinar la mesmo... mas mano...e se entrasse um pai com um moleque mijao.... eu mataria os dois? Rasgaria o Véu? Bom... entrei assim mesmo.... e quando um deles chegou, inundaram o banheiro abrindo torneiras e estourando canos... eu queria saber quem eram.. ter mais informação....

Seu punho se fecha.

-Segunda cagada... deveria ter explodido a cabeça desses bostas lá mesmo.... mas novamente... fiquei com cagaço de foder o véu... Caras... eu estava na rodoviária, cercado de câmeras...os caras cheios de contato com a policia....eu queria sair na boa... as vezes cometeram um engano... mano... não sabe o esforço que fiz pra não sentar a porrada e mandar aquele banheiro inteiro pra merda. Naquela altura eu só imaginava a torneira atravessada no peito de um deles.

Ele respira. E procura calma.

-Nessa altura, a água já estava na canela.... quando não falaram nada...tentei Crinar.... vixi.... um deles enfiou um dedo na agua e Kabum!!!! Mano, levei um choque que senti meu fígado fritar por dentro... e apaguei.

Seu olhar se torna vago. Ele olha para o chão novamente e suspira.

-Acordei num galpão, pelado e com o pulso cortado.


Ele levanta o pulso.

-Esses cusao tomarm meu sangue ou fizeram uma macumbaria ai... sei lá. Só sei que se me deixaram vivo é porque pretendem voltar...

Ele faz uma pausa para respirar.

-...ou para me seguir até onde eu fosse. Eu assumi a forma Lupina para vir depressa e despistar quem desse. Também tentei sair de lá pelo Umbra pra evitar armadilhas e tal... péssima ideia,   Umbra parecia um carnaval da Wyrm. Não sou Theurge..

Ele se vira para Espírito Tranquilo:

- Tu deve manjar mais que eu.... mas pela quantidade de espirito zoado certeza que eles usam lá com frequência. Espíritos do lixo, da dor, corrompidos... um prato cheio....


Ele retoma o fôlego novamente...mas agora, seu olhar se torna mais sombrio. Era evidente a sombra da fúria crescendo nele.

-Agora, sobre se sei o local exato do possível covil...- Ele solta um rosnado de raiva – não só sei... como pretendo voltar lá.

Sua raiva era tanta que, momentaneamente, ele esqueceu das dores no corpo e esmurrou uma mão na palma da outra:


-Eles acham que choque causa dor.... ahhh não... esses putos vão gritar até as cordas vocais estourarem e não escutarmos mais nada além da calmaria do ar escapando em seco.


Última edição por Miguel Calmaria em Seg Jun 18, 2018 6:24 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Miguel Calmaria

Mensagens : 33
Data de inscrição : 21/05/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Kiba Valentine em Seg Jun 18, 2018 4:28 pm

Kiba sorri para o irmão de Tribo e olha na direção de sua matilha. Parecia que eles tinham terminado o serviço e logo uma enorme pilha de cadáveres estava bem ali no meio da clareira central.
 
- Irmão, vou indo nessa... Temos que terminar de pagar essa dívida.
 
Após se despedir, Kiba assume novamente a forma crinos e joga o ultimo corpo que faltava no meio da pilha, se juntando aos seus irmãos logo em seguida.
 
Kiba assiste ao invocar do Boitatá e fica aliviado quando o mesmo se desmaterializa levando consigo os corpos dos malditos que rapidamente são transformados em cinzas.
 
Com uma senhora dívida a menos nas costas, Kiba retorna a forma humana e segue junto de sua matilha em direção ao cemitério para se despedir do Andarilho do Asfalto.
avatar
Kiba Valentine

Mensagens : 529
Data de inscrição : 26/06/2017
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Sussurros Solitários em Seg Jun 18, 2018 6:19 pm

Forma atual: Glabro
O Uktena fica feliz com a chegada do Peregrino Silencioso e finalmente poderem sair dali para cumprir a missão. Os macacos começam a falar sobre coisas que o lupino não entende, só entende que algo seria roubado e só responde assim:

"- Não me importa como vocês façam. Contato que preservem o véu e não chamem atenção desnecessária. Agora vamos, não temos mais tempo a perder."

Falando isso o lobo segue com sua matilha em direção a saída do Caern. 

OFF GAME: Continua em Entrada da Zona Oeste


Última edição por Sussurros Solitários em Seg Jun 18, 2018 7:20 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Sussurros Solitários

Mensagens : 567
Data de inscrição : 04/07/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Victor Montenegro em Seg Jun 18, 2018 6:52 pm

FORMA ATUAL: GLABRO

Com as palavras do Uktena, Victor apaga o cigarro, assume a forma glabro e segue com a matilha rumo à Entrada da Zona Oeste.

OFF: Segue na Entrada da Zona Oeste
avatar
Victor Montenegro

Mensagens : 641
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 32
Localização : Rio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Skullhead (Glabro) - Matilha Olhos da Tempestade | Sombra-da-Coruja

Mensagem por Skullhead em Seg Jun 18, 2018 7:26 pm

O Andarilho ouve o que o Peregrino fala sobre a não-facilidade de arrombar um carro e pensa:

*Isso eu e o Victor já sabemos... se bem que o Pantaneiro não é parâmetro nem pra subir a porra de uma escada, quanto mais pra arrombar carro, né, mané?*

Ele segue ao lado do Peregrino, ouvindo o Alfa praguejar na frente que pouco se importava como fariam aquilo se o fizessem direito.

Ele apenas responde o Peregrino:

'- Talvez eu possa te ajudar com a ligação direta... não que eu tenha habilidade nisso, mas talvez eu seja a "menos pior" opção entre todos da matilha... agora, "simbora".'

Ele segue a matilha.

OFFGAME: Segue em Entrada da Zona Oeste
avatar
Skullhead

Mensagens : 496
Data de inscrição : 02/07/2017
Idade : 23
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Sombra-da-Coruja em Seg Jun 18, 2018 7:30 pm

Forma atual - Glabro

O Peregrino se limita a dar de ombros aos comentários do alfa.

*Aí é mais grosso que papel de enrolar prego meu amigo!*

Já a fala do Andarilho ele apenas responde.

“-Vamos ver quando chegar lá..”

Sem demora segue com os demais.

OFF: Continua na entrada Zona Oeste.
avatar
Sombra-da-Coruja

Mensagens : 275
Data de inscrição : 18/12/2017
Localização : Belem

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Gabriel Villas Boas em Seg Jun 18, 2018 8:41 pm

FORMA ATUAL: GLABRO

Gabriel vê que todos da sua matilha estavam reunidos novamente. Já havia mudado sua forma para glabro enquanto aguardava o retorno de Hadrian e a matilha discutia sobre o transporte. Quando Alfa começa a se movimentar, o segue para a Entrada Oeste.

OFF: Continua na entrada Zona Oeste.
avatar
Gabriel Villas Boas

Mensagens : 43
Data de inscrição : 25/05/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Skullhead (Glabro) - Legado-do-Trovão (celular)

Mensagem por Skullhead em Seg Jun 18, 2018 10:12 pm

O Umbrafone de Luke começa a tocar. No visor, o nome do Caveira brilhava.
avatar
Skullhead

Mensagens : 496
Data de inscrição : 02/07/2017
Idade : 23
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Hagen Bernhardt em Seg Jun 18, 2018 10:37 pm

Hagen se dirige ao cemitério logo atrás de Kiba para a cerimônia do falecido Godi Andarilho.

OFF: Continua no cemitério...


Última edição por Hagen Bernhardt em Seg Jun 18, 2018 10:41 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Hagen Bernhardt

Mensagens : 211
Data de inscrição : 23/04/2018
Idade : 33
Localização : Noruega, Høvringen

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pantaneiro ( hominideo ) - Fortaleza de Gaia /

Mensagem por Yorick MacAlister em Seg Jun 18, 2018 10:40 pm

Pantaneiro escuta o uivo de Siggy e então vai até o cemitério. Faz um sinal para que a matilha o acompanhasse e segue.

_______________________
OFF GAME:
Segue no Cemitério, onde vive os morto.
avatar
Yorick MacAlister

Mensagens : 606
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 28

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mija-na-Wyrm (Glabro) | Flor-de-Lótus (Glabro) - Matilha Fortaleza de Gaia

Mensagem por NarraDiva em Seg Jun 18, 2018 10:59 pm

A Fianna apenas acena positivamente para Pantaneiro. Mija-na-Wyrm e Flor-de-Lótus seguem para o cemitério.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3010
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Legado do Trovão (Crinos) - Guardiões da Canção Ancestral / Orgulho-Renascido

Mensagem por Luke Constantine em Seg Jun 18, 2018 11:09 pm

* Igor é o primeiro a sugerir que o Peregrino Silencio precisava de algum descanso antes de tratar os assuntos mais pesados, e Black-Hat lhe faz coro quanto ao tema. Não sabia se apenas desejavam evitar maiores constrangimentos ao jovem de feições árabes ou se realmente julgavam que ele estava fraco a ponto de ter que guardar suas forças, mas sorri de leve quando a Andarilho do Asfalto chama o Presas de Prata de “reizinho”. Antes que pudesse se posicionar Degan chega com toda uma trupe de Filhos de Gaia e, sem perder tempo, já começa a se a apresentar aos recém chegados. O que lhe preocupa, no entanto, era a menção de que precisava interromper as discussões para promover o julgamento de Espirito Tranquilo e que para isso precisaria da presença da liderança que tocava o território em que o problema ocorreu. *

“Se precisam do Alfa do território é porque o negócio é grave. Que merda..”

*Pensa Legado do Trovão enquanto troca um olhar intenso com Sangue-dos-Quatro-Ventos, seu semblante carregava sua preocupação pelo que estava por vir. Prefere não verbalizar suas indagações pois agora não estavam apenas em matilha. Orgulho-Renascido, Athro dos Filhos de Gaia, estava entre eles para acompanhar o julgamento. Luke imediatamente diz de maneira educada enquanto estende a mão num cumprimento ao Garou de posto mais elevado, sem esconder a etiqueta treinada dos Senhores das Sombras: *

 - É um prazer, Orgulho-Renascido. Sou Luke Constantine, Legado-do-Trovão, Ahroun Cliath dos Senhores das Sombras e alfa da Guardiões da Canção Ancestral.

* Conhecia a má fama do Athro de se relacionar com um outro irmão de matilha mas não deixa que isso abale de forma alguma as formalidades. Busca então com os olhos Lamina-de-Badb e a localiza num canto da clareira central, motivo pelo qual veta o uivo que fora solicitado a Grace por Degan e orienta: *

- Não há necessidade de um uivo, a discrição é preferível. Ela tá logo ali, falo com ela em seguida.

* Não queria chamar atenção desnecessária com um uivo em plena Clareira Central. Pretendia agora dar cabo do julgamento mas Toque-de-Beladona aproveita o momento para agradecer a recepção da matilha e relatar um pouco dos motivos que a haviam trazido até ali. Não deixa de notar que ela muito mais interessada nas mulheres da matilha e que parecia estar envolvida em uma espécie de cruzada contra homens que exploravam mulheres, até ai nada de novo. Fica no ar, no entanto, a sugestão de que parecia haver algum ponto de interesse especial bem ali no Rio de Janeiro. Diz em resposta com seu tom grave e resoluto habitual: *

- Os inimigos da grande mãe são nossos inimigos. Correremos juntos contra quem quer que profane a sua obra.

* Então o Peregrino Silencioso esboça a reação esperada e, ao invés de se manter em posição de resguardo, aceita seu aperto e se levanta. Luke sente a força do aperto de mãos de Calmaria e retribui com igual intensidade, olhando-o nos olhos como quem aprova a decisão. Então começa a ouvir todo o relato da epopeia que levou o cara àquele estado deploravel e não consegue deixar de concluir: *

“Definitivamente perigosos. Pegaram o cara despreparado e num lugar público.. eles sabiam onde e como fazer a emboscada.”

* Fala diretamente para o Peregrino Silencioso, colocando a mão em seu ombro: *

- Você vai ter sua vingança, esses desgraçados vão pagar.

* Olha firme para o recém-chegado demonstrando com o olhar a força de sua afirmação. Então conclui: *

- Mas antes eu vou ter mais perguntas sobre isso, discutimos em matilha depois.

* Dava a deixa para que os assuntos paralelos cessassem naquele instante. Em seguida, volta-se para todos os que ali se reuniam e então avisa: *

- Vou falar com Lamina-de-Baadb sobre o julgamento e volto em instantes.

* Dito isso, se afasta em direção à alfa da Guardiões-da-Fúria-Sagrada e se faz ser visto por ela antes de interrompe-la, dizendo com educação: *

- Lamina-de-Badb, se o momento for oportuno, me permite um instante?

* Então aguarda por um posicionamento da filha de Bardo-Forjador. *


Última edição por Luke Constantine em Seg Jun 18, 2018 11:25 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Luke Constantine

Mensagens : 406
Data de inscrição : 28/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por olhosdegaia em Seg Jun 18, 2018 11:21 pm

Forma – Lupina
 
Acompanhando o índio e o albino, vinha um lobo, e apesar do começo que parece ser o de uma piada muito estranha, o lupino tinha uma expressão séria, ele lança um olhar para os dois recém-chegados, então dá uma volta em torno da matilha reunida, farejando o ar, então se senta ao lado de onde estava Cordas-Trêmulas e lança seu olhar encarando a mulher que contava uma história.
 
Ela fala de correr com eles, novos membros da matilha? Só podia ser, o Lupino lança um olhar para os membros mais antigos que ele conhecia, aqueles que ele chamava de irmãos a mais noites e não saíram de seu lado, Cordas-Trêmulas e Sangue-dos-Quatro-Ventos, naquele momento ele pensava nos novos que chegavam e se ainda estariam aqui na proxima noite, se ele ainda estaria aqui, ou teria partido para encontrar a mãe.
 
O lobo escuta a história de Toque-de-Beladona, nada havia ocorrido, mas ela tinha um objetivo, tinha um inimigo, e confiava que ela lutaria.
 
O Peregrino começa a sua estória e o lobo afia seus ouvidos para compreendê-la, no entanto mantém-se encarando diretamente o jovem, Olhos de Gaia era um lobo com pelagem avermelhada, apenas de leve, porém notava-se claramente que metade de seu rosto e a lateral de seu corpo estavam todas queimadas.
 
No entanto, o que o faz levantar as orelhas é quando o Peregrino Silencioso fala sobre ter tido o sangue drenado mas ter sido solto depois. Ele imediatamente lança um olhar para Degan e Grace, ambos que lembravam sabiam mais sobre os sanguessugas e como eles afetavam Garou.
 
“- Lembrar de Sussurros-da-Noite, sanguessugas também fazer algo com ele.”
 
O lobo comenta, deixando a informação no ar sem mais explicações, e começa a lamber sua pata, pois o olho queimado coçava, e ele ainda tinha bile de verme fedendo ao seu redor e atrapalhando seus sentidos.
avatar
olhosdegaia

Mensagens : 234
Data de inscrição : 11/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Orgulho-Renascido | Black-Hat | Fúria-Justa-de-Esteno - Guardiões da Canção Ancestral

Mensagem por NarraDiva em Seg Jun 18, 2018 11:22 pm

O Filho de Gaia acompanhava seus irmãos de tribo e Degan. Assim que o Wendigo o cita, o Filho de Gaia faz questão de se apresentar e cumprimentar um a um todos ali:

'- Yanni Bottas, Orgulho-Renascido. Athro Hominídeo Ahroun dos Filhos de Gaia.'

Seu aperto de mão e seu olhar eram firmes, apesar de não haver intenção de intimidar. Quanto toca em Calmaria-de-Gaia, para cumprimentá-lo, termina de curar seus ferimentos. Não deixa de ouvir os comentário de Toque-de-Beladona e esboça um olhar curioso, mas nada diz. Não ia se intrometer nos pormenores da matilha, mesmo se fosse um elogio que tivesse vindo em sua mente.

Ouve os relatos impressionado com a situação que levara o Peregrino àquela situação. Black-Hat e Fúria-Justa-de-Esteno estavam sérias e nada diziam. Esperariam até que a situação dos Filhos de Gaia terminasse para conversar apenas entre a matilha. Muito já havia sido exposto na opinião delas. O Filho de Gaia por sua vez apenas refletia que o maior conhecedor daquela corja vampíria na Nação, hoje, era caçado pela seita... 

Aparência 4, Fúria 7, Raça Pura 4
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3010
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Antonio Xavier em Seg Jun 18, 2018 11:26 pm

Antonio Xavier vê que seus amigos de matilha seguem em direção ao cemitério e apenas os acompanha.

Off: segue no cemitério
avatar
Antonio Xavier

Mensagens : 168
Data de inscrição : 24/03/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Lâmina-de-Badb - Legado-do-Trovão

Mensagem por NarraDiva em Seg Jun 18, 2018 11:30 pm

A Ahroun caminhava pela clareira quando é abordada por Luke. Sem nenhum tipo de emoção especial com relação a isso, apenas comenta:

'- Pode falar, Legado-do-Trovão. Algum problema?'


Aparência 4, Fúria 6, Raça Pura 5


Última edição por NarraDiva em Ter Jun 19, 2018 9:18 pm, editado 1 vez(es)
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3010
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Voz-dos-Espíritos em Seg Jun 18, 2018 11:31 pm

Voz-dos-Espíritos segue seus companheiros de matilha em direção ao cemitério para o funeral de Oráculo-Digital


OFF: Segue no cemitério
avatar
Voz-dos-Espíritos

Mensagens : 39
Data de inscrição : 11/06/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum