Clareira Central

Novo Tópico   Responder ao tópico

Página 38 de 39 Anterior  1 ... 20 ... 37, 38, 39  Seguinte

Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Elaijah Maickoson em 14.11.18 16:15

Equilíbrio-da-Força / Se Eu Fosse Você
Hominídeo


-Eu sou Equilíbrio-da-Força e não Equilíbrio-da-Vida. No corpo de não sei quem. E seu eu fosse o inimigo eu já teria fugido, não se esqueça que eu fui o primeiro a acordar e comecei a acordar os outros. Parece que a única pessoa que não está entre nós subiu o barranco. Olhe os rastros. Ele aponta o suposto rastro encontrado.

-E outra temos que subir de qualquer forma para poder nos reunir com os outros. E se Black-Hat falou que seu corpo sumiu possivelmente é o inimigo no corpo dela.

Elaijah para um momento para pensar e tem uma ideia.

- Alguém consegue lançar um uivo ou um sinal pedindo para impedir a saída do corpo de Black-Hat? E vamos levar o corpo dos desacordados lá para cima conosco.
avatar
Elaijah Maickoson

Mensagens : 131
Pontos : 132
Reputação : 1
Data de inscrição : 21/03/2018
Idade : 30

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Gabriel Villas Boas em 14.11.18 16:49

Gabriel sente o peso da reprovação e da raiva de Siegfried e não o culpa. De cabeça baixa, ele deixa claro entender o recado...

* Vou treinar esse salto nem que tenha de criar molas nos pés...*

Ainda tinha o líder da GCA e o Senhor das Sombras a quem cruzara a pouco. Gabriel ia se pondo em pé, até mesmo para bloquear qualquer provável ataque da Portadora, quando o alerta de invasor ecoa, seguido de uma onda negra que novamente o leva ao chão e o engalfinha na escuridão. A pressão que a nuvem negra causava imobilizava Gabriel e o afligia se aquilo seria o fim. Porém, assim como veio, a escuridão subitamente vai embora, com Gabriel mais uma vez ao chão.

* Caralho... É a sexta vez em menos de 24h...*

Com a sensação de dor pelo corpo passando, Gabriel vai se pondo em pé. Assumiria posição defensiva, porém percebe que a Portadora não mais estava na ofensiva. Siegfried já estava pé. Os Senhores da Sombra, assim como ele, ainda se poriam de pé. Gostaria de falar com a Portadora, gostaria de se desculpar pelo seu ato mal-feito e os faria, depois. Naquele momento, se poria a batalha com os invasores e seguiria o Beta onde fosse.
avatar
Gabriel Villas Boas

Mensagens : 108
Pontos : 110
Reputação : 2
Data de inscrição : 25/05/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Aviso a todos

Mensagem por NarraDiva em 15.11.18 14:39

Like a Star @ heaven Todas mudanças de forma são impossíveis até que a Narração diga que voltaram a ser possíveis. Quando voltarem a ser, só poderão ser feitas com gasto de Fúria até segunda ordem. Os dois fatos incluem retornar à forma racial para quem não voltou automaticamente.
Nenhum dom ou ritual está funcionando temporariamente. Nenhum fetiche pode ser ativado e todos foram desativados. A exceção são os dons que não necessitam de ativação para funcionarem (Espírito da Batalha, Falar com Espíritos...)
Todos os dons (menos os da galera que ficou debaixo do manto da noite) estão desativados.
A película, em toda cidade, agora é 10.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3628
Pontos : 3719
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Cólera-de-Balder (C) | Sombra-da-Noite (C) - Olhos da Tempestade | Guardiões da Canção Ancestral | Sangue Forte de Luna

Mensagem por NarraDiva em 15.11.18 14:49

Siegfried chama sua lança até si. O Fenris estava ferido e olha para Helenna com olhar sério e diz para a Ahroun das Fúrias Negras:

'- O Caern está sendo atacado. Junte sua matilha para lutar. Não podemos perder tempo aqui.'

O Ahroun tinha forte senso do dever e sem ver Sussurros-Solitários sequer perde tempo praguejando sobre onde estaria o maldito lobo Uktena e já ordena:

'- Olhos da Tempestade, comigo... vamos defender esse Caern com nossas vidas e fazer quem quer que seja que nos atava se arrepender de ter cruzado nosso caminho.'

O Fenris olha para Ian e diz:

'- Ossos-de-Carvalho, na linha de frente comigo. Se você não sabe liderar em combate, eu farei o papel de líder como Ahroun mais forte. Nós atacamos primeiro e avançamos, ferindo o máximo de inimigos possível para que Verdade-Ancestral e Sentinela-das-Sombras, que seguirão atrás de nós darem o golpe final. Se eles não derem o golpe final, Skullhead e Spybot estarão logo atrás para finalizar o serviço. Me sigam!'

E parte, sem pensar duas vezes. Seguia para a batalha. Helenna por sua vez olha para Luke, ela não ia passar por cima do Alfa. Sombra-da-Noite se aproxima de Réquiem e apenas diz, sério:

'- Nossa matilha acaba de ser ignorada nos esforços para defender o Caern porque nossa líder está chorando porque perdeu um braço enquanto era controlada e atacava a própria matilha. Levante-se e lidere, você não tem tempo e nem direito de se perder em suas tolas dores...'

Like a Star @ heaven A cena, para quem seguir Siegfried, continua na Entrada Norte do Caern.
Like a Star @ heaven Todas mudanças de forma são impossíveis até que a Narração diga que voltaram a ser possíveis. Quando voltarem a ser, só poderão ser feitas com gasto de Fúria até segunda ordem. Os dois fatos incluem retornar à forma racial para quem não voltou automaticamente.
Nenhum dom ou ritual está funcionando temporariamente. Nenhum fetiche pode ser ativado e todos foram desativados. A exceção são os dons que não necessitam de ativação para funcionarem (Espírito da Batalha, Falar com Espíritos...)
Todos os dons (menos os da galera que ficou debaixo do manto da noite) estão desativados.
A película, em toda cidade, agora é 10.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3628
Pontos : 3719
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Black-Hat (Arauto-da-Morte | H) - Equilíbrio-da-Força | Toque-de-Beladona | Arauto-da-Morte | Asas-de-Cailleach

Mensagem por NarraDiva em 15.11.18 14:58

O Garou no corpo de Antonella segue em direção ao barranco (não à trilha), com seu rastreamento equivocado. Laurel, no corpo de Royce, logo diz:

'- É  melhor arrumar algo para fazer de absorvente se não quiser ser facilmente detectada...'

Nessa hora, Elaijah percebe que seu novo corpo estava menstruando. A sensação era estranha e nada confortável para o ex-macho. A Ragabash fala com todos:

'- Vamos demorar um bom tempo para subir esse barranco e achar os outros. Se o traidor fugir com meu corpo, será ainda mais difícil desfazer seja lá o que foi feito conosco. Temos que acordar quem ainda insiste em não acordar ou largar para trás e seguirmos adiante. Não temos tempo a perder... eu seguirei agora, quem quiser que me siga.'

E sai andando em direção oposta ao grupo e entrando na mata fechada com o corpo de Royce.

Todas mudanças de forma são impossíveis até que a Narração diga que voltaram a ser possíveis. Quando voltarem a ser, só poderão ser feitas com gasto de Fúria até segunda ordem. Os dois fatos incluem retornar à forma racial para quem não voltou automaticamente.
Nenhum dom ou ritual está funcionando temporariamente. Nenhum fetiche pode ser ativado e todos foram desativados. A exceção são os dons que não necessitam de ativação para funcionarem (Espírito da Batalha, Falar com Espíritos...)
Todos os dons (menos os da galera que ficou debaixo do manto da noite) estão desativados.
A película, em toda cidade, agora é 10.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3628
Pontos : 3719
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

VICTOR - CRINOS

Mensagem por Victor Montenegro em 15.11.18 15:29

'- Vocês ouviram Siegfreid! Gabriel, cure nosso Beta.' - E parte junto ao Ahroun para a morte certa.

Aquilo era o que Victor queria fazer? Não. Achava suicídio, principalmente por parte do Ahroun espancado? Sim. Preferia ter um melhor planejamento? Sem dúvidas. Entretanto sua matilha já havia sido acusada de abandonar o território há poucas noites, de modo que tardar em atender ao chamado de "LOBO" complicaria bastante a vida para eles. Para piorar, o Alfa não se fazia presente e Victor não desmoralizaria a liderança de seu beta na frente das outras matilhas. Uma coisa, no entanto, era certa. Ele estava puto e, se saísse vivo daquela maldita noite, cabeças iriam rolar literal e metaforicamente.

Off: Segue na entrada norte.
avatar
Victor Montenegro

Mensagens : 717
Pontos : 720
Reputação : 3
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 33
Localização : Rio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Derek Spencer em 15.11.18 15:50

Spybot (Crinos) - Todos / Olhos da Tempestade

O Ragabash já estava preparado para tentar se defender do possível ataque que se seguiria mas, para sua surpresa, Victor vinha para combater também e o Philodox é tão efetivo quanto o Ragabash, seus ataques nem chegam a arranhar a pele do inimigo e os dois apesar de maior número estavam com um problema bem sério para lidar.

Quando já pensava no que fazer, sente um manto cobrindo seu corpo e a última coisa que ouve antes disso era o grito que vinha de alguma das entradas do caern. Após ser coberto, o Andarilho não imagina o que havia acontecido apenas tem a sensação de estar sendo pisoteado por uma manada, rinocenrontes, elefantes, sente as toneladas prontas para esmagar seu corpo e abrutamente cessam.

Quando o manto da noite se vai o Ragabash estava jogado no chão e a única coisa que ele consegue fazer é tossir, sua golden gun estava em sua mão e ainda tonto, ele começava a se levantar. Ainda tentando entender o que estava acontecendo o Garou ouve as palavras de Sieg e sem pensar muito, corre para junto de sua matilha, cambaleando mas corre até a Entrada Norte.
avatar
Derek Spencer

Mensagens : 313
Pontos : 317
Reputação : 4
Data de inscrição : 27/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Verdade-Ancestral (C) - Olhos da Tempestade

Mensagem por Gabriel Villas Boas em 15.11.18 16:36

Gabriel já estava ao lado do Beta quando ele dá os comandos, prontamente seguindo as ordens. A batalha pelo Caern se aproximava e todos deveriam estar em sua melhor forma. Razão pela qual Gabriel não titubeia em realizar o toque da mãe sobre o Fenris, aos pedidos do Juiz. Para sua surpresa, algo o impede. Ao tocar o Fenris, havia um bloqueio que o impedia de gastar sua força espiritual.

"- Eu não entendo, Sentinela-das-Sombras. Algo está me impedindo usar o dom."

Segue andando, seguindo sua matilha.



OFF: Continua na entrada norte.
avatar
Gabriel Villas Boas

Mensagens : 108
Pontos : 110
Reputação : 2
Data de inscrição : 25/05/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Arauto-da-Morte em 15.11.18 19:05

Forma Atual - Amélia Hominídea

Apenas a ignorância total daquele ser o convence de que jamais poderia se tratar do mesmo garou que ludibriara a seita por tanto tempo..

Já ante a fala de Blackhat, ele ignora a primeira parte, pois não poderia ser mais obtuso naquela área do que um bebê montando um computador..

O Humor rapidamente abandona Hadrian, uma vez que se tornam audíveis os incontestáveis sons de uma batalha..

*Não.. não pode acabar ainda...*

Já se adiantando atrás de sí próprio, comenta baixinho..

"-Tô contigo.. seguinte.. se você vir o Peregrino de sua matilha,  ele não gosta de mim, então fique ligada... nosso último encontro ele quase me aleijou de surpresa... e... porque diabos não conseguimos mudar de forma?"

Ele iria dizer outra coisa, diria que ia cobrir, dar apoio, mas, Royce tinha a plena certeza naquele momento que seu apoio apenas significava uma coisa..

*Morte..*

avatar
Arauto-da-Morte

Mensagens : 370
Pontos : 370
Reputação : 0
Data de inscrição : 18/12/2017
Localização : Belem

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Skullhead (Crinos) - Lutinha filha da puta

Mensagem por Zé 'Papo-Reto' Roberto Jr em 15.11.18 19:06

Skullhead se embrenhava mata adentro, ouvindo apenas os sons da batalha ao longe... ele caçava seu braço incansavelmente. Já metido numa meia luz, o Garou quase não percebe quando Noct abocanha a todos para dentro da escuridão. Ele só nota de fato o que ocorria quando seu corpo é pressionado para mais perto do chão e uma forte energia parecia lhe pisotear. O que estava ocorrendo? Ele não sabia por certo. Ele se ergue por um momento, se situando do que ocorria. Aparentemente, o Caern estava sendo atacado e Sieg liderava um pequeno grupo para ajudar a protegê-lo. Aparentemente, a Wyrm havia chego.
.
Num momento de hesitação, antes de seguir com eles, Skullhead se joga mais uma vez mata a dentro, dando de cara com o seu cyber-fetiche.
.
'- ISSO, PORRA!'
.
Ele se levanta, com seu braço segurado na mão esquerda e observar a matilha se afastar. Ele via Sieg, Ian, Victor e Gabriel. Onde estaria Hadrian? Ele teria morrido? E o lobo? Skull não havia visto a cena, pois estava procurando por seu braço, então mal imaginava que Sussurros havia sido vomitado pela Penumbra e havia retornado para lá. Para ele, o Alfa nem sequer havia colocado os pés no campo de batalha. Dessa forma, seguindo as ordens do Beta, ele segue com todos, enquanto tentava encaixar o cyber-fetiche no devido lugar.
__________
OFFGAME: Segue na Entrada Norte
avatar
Zé 'Papo-Reto' Roberto Jr

Mensagens : 543
Pontos : 549
Reputação : 6
Data de inscrição : 02/07/2017
Idade : 24
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Toque-de-Beladona / Kapheus (hominídeo)

Mensagem por Toque-de-Beladona em 15.11.18 22:28

Após se jogar do barranco atrás das cópias fugitivas, que levavam o corpo desmaiado de um garou, Beladona não tinha controle nenhum de sua trajetória, só a gravidade sabia quando e onde, ela e os outros parariam. Quando parecia que o barranco iria acabar algum tipo de energia ofusca a visão da ragabash e quase imediatamente se choca com uma outra energia, projetando todos. Antonela perde os sentidos assim que toca o chão.

Sem saber quando tempo se passou, a garou começa a despertar sentindo um peso em cima de seu corpo e logo em seguida um chute em sua cabeça. Ela ouve vozes, mas talvez pelo desmaio anterior ou pelo chute, não consegue entender ou reagir e passa algum tempo nesse estado de semi consciência.

Ela usa toda a sua concentração pra abrir os olhos e ainda zonza tenta se sentar e observar o entorno. Onde estariam os outros e o fugitivo? Ela consegue se sentar e assim que o faz identifica 3 pessoas próximas e conversando, entre elas o Peregrino estranho da noite anterior, uma desconhecida e... o que? Ela se reconhece e não entende como aquilo é possível. Imediatamente ela olha pra suas mãos e percebe se tratar de uma mão masculina. Instintivamente ela toca o rosto, braços e percebe que claramente não estava em seu corpo.

*Que merda é essa? Como eu vim parar aqui? Que tipo de ofensa eu cometi a Gaia pra parar no corpo de um maldito macho?* e rapidamente surge uma preocupação *Se eu estou aqui, quem está no meu corpo? Minha adaga. Quem está com a minha adaga?*

Aquela situação faz todo o mal estar com que despertara suma e ela se levante num salto só caminhando em direção ao grupo. Ela observa e não vê as cópias que perseguiam mas percebe que o garou desmaiado que era carregado por elas segue assim. Todo o ódio de estar presa num corpo masculino, o que soava a ela como algum tipo de castigo desmotivado, somado ao fato de não saber onde estava sua adaga, que era bem mais que um fetiche, faz com que ela não tenha nenhuma preocupação em como vai soar. Ela se aproxima do grupo com passos rápidos e gritando sem prestar atenção ao que falavam antes de sua chegada:

"- Ei vocês ai, eu não faço a menor ideia do que está acontecendo aqui, como eu acordei nesse corpo ou pq isso aconteceu mas você ai que está no meu corpo, muito cuidado com o que faz! - ela se dirige a si mesma apontando, o que causa a sensação mais estranha já sentida e continua de mão esticada - Pra começar, seja lá quem você for, devolva a minha adaga agora! - Beladona aponta para a moça desconhecida e após para o Peregrino - Você eu não sei quem é, você eu já tive o desprazer de ver surtando ontem a noite, Sombra-da-Coruja, né? Faz porte dos descontrolados da Olhos da Tempestade. - ela olha novamente pra si mesma e pensa que aquilo só podia ser um pesadelo mas por via das dúvidas adverte - Você, por mais louco que isso seja, não sou eu pq estou nesse corpo de merda, então qual o seu nome? Aviso logo, cuidado ao me tocar, nem pense em avariar meu corpo, não morra pq eu quero ele de volta e logo! - ela estica novamente a mão e conclui - A adaga, agora!"

Nada daquilo fazia sentido, nem a situação, e por consequência seus pensamentos e sua fala. Ela estava visualmente incomodada e ainda não tinha aceitado completamente que aquilo era real. Se fosse um pesadelo ela só gostaria de acordar, se fosse real o seu único objetivo era desfazer essa confusão.
avatar
Toque-de-Beladona

Mensagens : 61
Pontos : 62
Reputação : 1
Data de inscrição : 12/06/2018
Localização : O objetivo é vc nunca ter certeza...

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Arauto-da-Morte em 15.11.18 23:44

Forma atual - Amélia Hominideo

Royce para um momento antes de continuar seu caminho parabéns responder àquela louca, que não tinha dúvidas de quem seria.

“-Primeiro, controle-se, seu show está fora de hora. O Caern está sobre forte ataque e não sabemos se resistirá até o fim da noite. Aquele que fez isso está fugindo e estamos indo em seu encalço. E por fim, a próxima vez que você abrir esse poço de bravata que você chama de boca para falar de minha matilha, EU vou arrancar um membro seu como maneira de lhe ensinar algum nível de educação... vai se controlar e fazer algo ou vai ficar de piti enquanto o apocalipse destrói tudo?”

Aquela fúria negra parecia não aprender a controlar a própria boca, não bastasse seu surto em meio a clareira, não bastasse o surto de sua matilha na noite anterior, nada, absolutamente nada conseguia por juízo naquela lua nova, caso ela decidiase ignorar o mundo para comprar uma briga, ele daria a briga que ela queria, não seria um desafio honrado, no meio de uma assembleia, seria como sempre fora, sujo, a noite, é recheado de uma justiça que nenhum philodox do mundo entenderia.

Sem esperar resposta, ele volta ao que estava a fazer, seguia uma sem lua pela noite atrás do que realmente importava.
avatar
Arauto-da-Morte

Mensagens : 370
Pontos : 370
Reputação : 0
Data de inscrição : 18/12/2017
Localização : Belem

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

ESPÍRITO TRANQUILO (Crinos) | GdCA | NARRAÇÃO

Mensagem por Espírito Tranquilo em 16.11.18 4:55

A sensação que tinha era uma mistura de confusão e abandono. Suas preces não eram atendidas, pior, não pareciam ser ouvidas. Tinha a impressão de estar isolado.

 *O que acontece aqui? Gaia...*

 Não sabia se devia esperar um pouco mais, ou seguir atrás da matilha. Ouve vozes de garous que lutavam ao lado do matagal, não parecia mais haver luta, pareciam se organizar. Ele não ouve o alfa.
 Decide então esperar ali mais um pouco, até o alfa se manifestar ou surgir ali. Não queria cometer o mesmo erro novamente. Precisava esperar um pouco mais para a chegada da água. Ele sabia que não tinha errado na execução do ritual. 

 *Confia nos outros em estarem bem e confie em si... Gaia nos guie nesse momento...*
avatar
Espírito Tranquilo

Mensagens : 167
Pontos : 167
Reputação : 0
Data de inscrição : 24/04/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Ossos-de-Carvalho em 16.11.18 6:32

Ossos-de-Carvalho escutava as rápidas ordens de Sieg, realmente o cara era rápido em liderar já o Fianna de fato tinha muito o que aprender. Por outro lado, se fosse em uma situação normal, não aceitaria aquilo, queria aprender a liderar, mas para isso da experiência em batalha.

* Mas essa não é uma situação normal.. nosso lar tá sendo invadido.. paciência Ian, paciência... *


Ian controla o seu ímpeto de não aceitar a liderança de Sieg, e o segue, vai até o seu lado e fala:

" - por hora, concordo! Vamos proteger nossa casa! "


Ainda sentindo as forças de seus aliados das fadas, Ian segue Sieg em direção à morte.


OFF: Segue na entrada norte.
avatar
Ossos-de-Carvalho

Mensagens : 183
Pontos : 188
Reputação : 5
Data de inscrição : 08/03/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Black-Hat (Arauto-da-Morte | H) - Equilíbrio-da-Forca | Toque-de-Beladona | Asas-de-Cailleach | Arauto-da-Morte

Mensagem por NarraDiva em 16.11.18 9:39

A Andarilho do Asfalto que caminhava no corpo do Peregrino tem tempo de ouvir os comentários de Toque-de-Beladona no corpo de Equilíbrio-da-Vida e de Royce no corpo de Amélia, que sabe-se-lá-porquê ainda não havia acordado no corpo de Elaijah. Ela para de caminhar, ouve tudo que o Lua Nova havia lhe dito bem como a troca de farpas totalmente fora de hora naquele lugar.

Sem hesitar, ela olha para Hadrian e diz:

'- Se ele tentar me fazer mau eu arranco seus bagos e dou para ele como punição pra ele parar de encher meu saco... agora...'

Ela olha para o corpo de Kapheus e de Amélia e diz:

'- Vocês parem com as farpas imediatamente! O Caern está sob ataque. Todos ouvimos o "Lobo! Lobo! Lobo!" antes do incidente. Tem um traidor fugindo com o meu corpo e que é o único que talvez tenha algum recurso para desfazer isso. Então, antes de fazer qualquer barraco por fetiche, por preconceitos de gênero, pelo diabo a quatro, foquem no que é importante... defender o Caern e caçar o traidor. Eu tô indo atrás do traidor. Quem não quiser seguir comigo, vá pra entrada Norte defender o Caern. Só parem de brigas tolas entre si porque a hora é nada apropriada... enquanto discutem o inimigo foge e o ataque ao Caern avança... esqueçam suas tolas desavenças e tentem ser úteis a algo mais do que vocês mesmos!'

Diz e entra na trilha, agora realmente quem quisesse falar com ela teria que sair da mini-clareira onde se encontravam. Laurel estava bem irritada. E aquele corpo estranho não ajudava em nada a melhorar seu humor.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3628
Pontos : 3719
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Arauto-da-Morte em 16.11.18 11:49

Forma atual - Amélia Hominídeo

*Quando não se tem nada de bom pra dizer...*


O Ragabash havia aprendido a duras penas que de FATO, era melhor ficar calado quando não se tinha nada de bom para dizer, e, naquela situação, não existia nada de bom PONTO, a velocidade era sua única aliada.

Se precipitando em seguir a sí próprio, Hadrian se da conta de quão estranho era correr com um par de peitos, eles subiam e desciam com uma força capaz de desequilibra-lo.

*Por Gaia, como elas conseguem..*


Enquanto continuava seu trajeto, ele desajeitadamente segurava com as mãos livres os próprios peitos para que pudesse correr melhor.
avatar
Arauto-da-Morte

Mensagens : 370
Pontos : 370
Reputação : 0
Data de inscrição : 18/12/2017
Localização : Belem

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira - Manto das sombras

Mensagem por Anda-Com-Espiritos em 16.11.18 12:53

Forma: crinos
 
A chuva que caia deixava o pelo de Nate grudado ao corpo e fazia seus olhos piscarem incessantemente para limpar a agua acumulad a nas palpebras.
 
Após sua infrutifera tentativa de dar cabo de uma das copias uma serie de eventos acontece bem diante de seus olhos e em uma magnitude que ele jamais pudesse imaginar.
 
Pequenos eventos que vão dando alas a grandes transformações.
Nate pode ver Luke se juntar à sua luta e depois Gabriel complementar o quarteto de uma forma muito desastrada levando ao chao tanto ele quanto Luke e Sieg em uma unica lapada. 
 
*Que merda esse cara fez?* 
 
E isso justamente para receber de Sieg o mesmo olhar sinistro que ja havia mandado para nate e luke pouco antes. Só que dessa vez mais forte. Sua furia logo eh captada por outra coisa que acaba chamando sua atenção. Nate ainda não havia visto o que era mas olhando para o garou só pode imaginar que seria algo imenso.
 
*O que pode ser tao assustador para prender tanto assim a atenção desse monstro???*
Nate ainda lembrava-se do episodio minutos antes onde sieg havia colocado helena e outra garou pra dormir com extrema facilidade.
 
Ao som de “lobo lobo lobo”: foi a ultima coisa que Nate pensou antes de ver uma enorme sombra cobrir como um manto aquela região da clareira onde etava! Noct passava por todos trazendo seu manto de sombras mais denso que a noite mais escura e sem estrelas nem luar cobrindo a todos. E por cima dela, trazendo uma sensação de que estavam sendo atropelado por uma manada inteira de rinocerontes atrozes sobre aquela cúpula, algo passava imponentemente.
 
*Pelo coração de Gaia!!!*
 
Seu pensamento era de completo espanto e assombro. O que quer que fosse aquilo Nate só podia agradecer a Noct pela sua vida, pois sabia que seria subjulgado sem pena não fosse ele.
 
Ao final Noct estava no chão ferido e fraco. Havia tomado todo o impacto para proteger uma gama de garous.
A dor no coração de Nate era grande pois sua ligação com os espíritos era forte. Principalmente com os da noite mas havia apenas começado. Uma pontada em seu coração que o faz levar a mao direita a ele em puro reflexo lhe falava algo: Nauru não estava mais com ele.
 
*Gaia, dai-me força para passar em tua provação! *
 
*Algo deve ter acontecido na Umbra também! *
 
Victor é o primeiro a se levantar e conversar algo com Noct sobre o que acontecia ali.  Logo em seguida vê Ian se levantar e já assumir uma posição de batalha. Seria sábio supor que a luta não havia terminado. As copioas de Equilibrio-da-Vida não se encontravam mais ali. E Nate procura com os olhos seus companheiros de matilha que estavam ali perto. Para encontrar não com os olhos primeiramente mas sim com os ouvidos sua alfa em um grito de desespero agudo e choroso.
Sieg assumindo o papel de Beta que era já começa a bradar ordens para sua matilha. E chamando para o dever de defender o Caern.
 
A sensação de que tudo havia mudado no mundo físico era tao palpável como o ar, você podia sentir ela, ela se adensava ao seu redor, você sabia que ela estava ali, podia sentir com o tato, mas mesmo assim você não podia vê-la. Mas só um tolo iria negar sua existência. O mundo espirtual parecia uma lembrança distante agora.
Com a situação ‘mais controlada’ Nate levanta-se e vai até onde Noct e Victor estava.
Estendendo sua mão para o amigo Nate deixa a energia de seu corpo fluir para o espirito ainda fraco.

“-Talvez isso lhe ajude a recuperar suas forças mais rapidamente” – Fala em linguagem dos espíritos para Noct. “descanse pois logo gaia precisará de você. Eu precisarei de você!”


Nate se dirige agora para sua alfa.


“O que diabos aconteceu com nossa matilha¿ Voces estavam lutando entre si!” – Estava com raiva, mas não de sua alfa. E sim do que havia acontecido. Afinal o Caern estava em colapso, sua matilha ridicularizada, um irmão de matilha sequestrado, mais um ou mais garous traidores. 
A Wyrm estava mais forte que nunca.

Nate fortalece mais ainda suas ideias de desenvolver um ritual de ligação entre garous de mesma matilha para impedir esse tipo de ação. O que antes era apenas uma ideia agora era sua determinação. Descobriria esse ritual ou dom e caso não existisse descobriria um meio de fazer aquilo acontecer.

“-Quais as suas ordens”


OFF: Nate doa 1 de gnose para Noct
avatar
Anda-Com-Espiritos

Mensagens : 128
Pontos : 129
Reputação : 1
Data de inscrição : 21/03/2018
Idade : 35
Localização : Fortaleza

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Legado do Trovão (Crinos) - Guardiões da Canção Ancestral / Todos na anterior cena de combate (menos os que desceram o barranco)

Mensagem por Luke Constantine em 16.11.18 16:02

* Luke havia eviscerado um inimigo e estava pronto para o próximo quando o Philodox da Olhos da Tempestade chega como um desgraçado trator derrubando todos ao redor pelo mero peso de sua idiotice. Mal tivera tempo de perceber o que o acertara mas agora olhava para o juiz com olhos amargos e antes que pudesse sequer rosnar seu descontentamento a noite se torna ainda mais escura e a luz deixa de existir. Sentia-se envolvido pela escuridão, as trevas tão profundas quanto nunca antes. Logo em seguida sente-se esmagado por um peso avassalador, como se uma locomotiva estivesse fazendo de seu corpo um trilho. Na escuridão absoluta não tinha como ver ou sequer entender o que o pisoteava, protege seu corpo como pode mas a força do choque era intensa demais, não achava que pudesse resistir por muito mais tempo. E tão súbito quanto tudo começou, a escuridão e dor cessam. Os uivos que ouviu antes da escuridão voltam imediatamente à sua mente. *
 
“O Caern!”
 
* Estava atordoado, havia perdido o senso de referência, mas ainda assim se levanta. Outros se levantavam também, todos pareciam igualmente perdidos. A primeira coisa que percebe era que a escuridão que os assolara era o espirito da Noite que antes vira com Anda-Com-Espiritos. Ao ver o estado do espirito e ouvir a resposta que ele direciona para Victor a conclusão lhe chega rapidamente. *
 
“Não era um ataque, ele estava nos protegendo da.. Weaver?! Mas como?”
 
* Legado-do-Trovão ainda tinha dificuldade de absorver a cena como um todo mas estava se recompondo rapidamente e agora via que Siegfried deixa o local com a Olhos-da-Tempestade, eles iriam atender ao chamado de guerra. Também tinha que fazer algo, tinha isso por convicção, e estava prestes a faze-lo quando, bem ao seu lado, Calmaria-de-Gaia tropeça em alguma coisa e cai ao chão batendo a cabeça em uma pedra. O som oco de osso se partindo faz com que o Senhor das Sombras acorde definitivamente para realidade e, saindo da letargia confusa, nota que o Peregrino Silencioso estava morto. *
 
“Que história de merda pra contar.. as garras do apocalipse foram paradas por uma pedra. Maldito idiota.”
 
* Não havia grande pesar em Legado-do-Trovão, o peregrino havia se mostrado de muito pouca valia desde sua chegada e não tinha tempo a perder com isso. Corre os olhos ao redor contando os Garous que restavam ali e percebe um número decente de combatentes que pretendia usar. Sua matilha o seguiria, disso tinha certeza, mas a Sangue-Forte-de-Luna também estava no local e sua alfa.. bem, sua alfa estava gritando em histeria e se mostrando inútil. Sol-da-Esperança também estava presa dentro da própria mente, atordoada com a realidade, e não podiam desperdiçar um guerreiro sequer. Ao ver que toda sua matilha, menos Calmaria-de-Gaia, estavam vivos, brada para aqueles que não conseguia enxergar: *
 
- Guardiões da Canção Ancestral, à mim!
 
* Então se dirige-se à Sol-da-Esperança, de quem se aproxima e diz em tom baixo após usar uma de suas grandes patas para obriga-la a focaliza-lo: *
 
- Eu não sei exatamente o que aconteceu aqui mas te vi lutando ao lado de um traidor e, se sobrevivermos, você obviamente será questionada.. só que não temos tempo para isso agora e eu preciso de cada garra que puder reunir. Venha, aproveite essa oportunidade e mostre sua lealdade. Vamos defender esse Caern.
 
* Olha para ela no fundo dos olhos, esperando que ela compreendesse o que estavam passando. Por fim se dirige a todos os outros que restavam no local e deixa sua voz grave ecoar: *
 
- Vocês ouviram o chamado, a Seita que servimos precisa de nós e não vamos deixa-la! Eu, Legado-do-Trovão, vou liderar minha matilha numa investida contra qualquer desgraçado que tenha se levantado contra esse Caern e preciso de cada Garou que esteja disposto a se sacrificar e lutar pela Grande Mãe. Juntos nós resistiremos e, sob meu comando, triunfaremos. Lutem ao meu lado, venham comigo e lutem por esse Caern!!!
 
* Legado-do-Trovão tinha uma postura imponente e sua raça pura pulsava de forma latente conforme discursava, a convicção nítida tanto em seu olhar quanto em suas palavras. O discurso não era extenso mas, apesar de não apelar para este recurso com habitualidade, a liderança do Ahroun dos Senhores das Sombras era tamanha que podia fazer a maioria dos Garous sentirem o peso daquela convocação. O alfa da Guardiões da Canção Ancestral espera apenas um instante, absorvendo a reação dos que o cercavam, e então avança por entre a mata. *
 

OFF: para resistir à liderança de Legado-do-Trovão e não seguir seu comando serão necessários 9 sucessos num teste de Força de Vontade. 
(segue na entrada norte.)
avatar
Luke Constantine

Mensagens : 465
Pontos : 465
Reputação : 0
Data de inscrição : 28/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

ESPÍRITO TRANQUILO (Crinos) | GdCA | NARRAÇÃO

Mensagem por Espírito Tranquilo em 16.11.18 22:05

O albino esperava incomodado com a sensação de distanciamento com o lado espiritual. Ouve o chamado do alfa. Então tenta uma última medida para se encontrar com o espírito da água.
 Usando das forças que tinha, gastando gnose, tenta romper em vão a película.
 Frustrado e sem entender direito o que levava àquilo, segue até o outro lado para perto do alfa, que conversava com uma garou que ele não conhecia. Não deu atenção a conversa pois seu olhar se pautava sobre o corpo de Calmaria e Réquiem que chorava caída sem um braço.

 "-Gaia..."

 O rosto do albino era um misto de culpa, tristeza e frustração. Queria fazer algo por eles. Sentia o coração se apertar com o choro de Réquiem.
 Mas Legado-do-Trovão fazia discurso para todos seguirem para a ajudar na entrada do Caern de forma fria. Allen sentia como se não tivesse como não seguir o alfa. Mas ainda tenta argumentar sem sucesso.

 "- Luke... A a g-gente não devia ajudar ele antes..."

 O alfa já tinha saído em corrida. O theurge suspira pesado. Lança um olhar a Réquiem. 


 "- D-desculpa..."

 Sai então correndo atrás do alfa, o Caern precisava de proteção e outras mortes e ferimentos precisavam ser previnidos.

-------------
OFF: gasto de 1 gnose tentando romper película em vão

Continua entrada norte
avatar
Espírito Tranquilo

Mensagens : 167
Pontos : 167
Reputação : 0
Data de inscrição : 24/04/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Amélia Carder (Hominídea) - GALERA DO BARRANCO // SE EU FOSSE VOCÊ

Mensagem por Amélia Carder em 16.11.18 22:21

Amélia acorda tonta e com dor, pelos primeiros segundos enquanto está tentando organizar a cabeça sobre suas últimas memórias, ela toma um choque ao ver o seu corpo de pé gritando e discutindo com outros garous. A Fianna perde o ar, e tenta se levantar para ir em direção a ela mesma, nesse momento ela percebe que está mais alta que o normal e não sente seus cabelos cobrindo o seu rosto.
- O QUE ESTÁ ACONTECENDO?
Amélia grita num tom de quase choro e se dá conta que já não está em seu corpo, caindo sobre os joelhos por causa da dor que se torna insuportável.
avatar
Amélia Carder

Mensagens : 59
Pontos : 59
Reputação : 0
Data de inscrição : 24/07/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Flagelo-da-Wyrm em 17.11.18 12:50

Hominídeo


Lineu começa a abrir seus olhos, as imagens ainda eram turvas e ele tentava se localizar, sua cabeça doia fortemente.


Caralho... O Filho de Gaia...


O Fenrir aos poucos vai lembrando de todo o acontecido, enquanto as gotas de chuva chocam e escorrem pelo seu corpo nu, não sabia se sentia envergonhado ou aliviado por ter sido parado por um Filho de Gaia. A confusão ainda ocorria no local e quando o Lua Cheia começa a erguer seu corpo ele é capaz de ouvir os gritos de "Lobo..." vindo da entrada norte, então tudo vira um breu e ele sente sua ligação com seu totem desaparecer.


Naurú...


As perdas nas últimas horas apenas se agravavam, se não bastasse ter sua pequena irmã roubada pelos Sanguessugas, agora sentia seu vínculo espiritual rompido enquanto a Wyrm vinha de encontro a eles. Ainda deitado no chão sente seu corpo sendo pisoteado, quase esmagado de contra o solo para em seguida o manto sombrio ser reconhido e o espírito responsável por ele fica gravemente ferido.


Lineu volta a reeguer sua cabeça, agora além de sua cabeça seu corpo todo doia, conforme vai ficando de pé aos poucos vai limpando a sujeira presa em seu corpo, lama, folhas e pequenos que a própria chuva não estava retirando, nesse meio tempo é capaz de ouvir a indagação do Juiz Senhor das Sombras ao espírito.


Então temos a Wyld, a Weaver e a Wyrm estão hoje neste Caern, o Apocalipse finalmente chegou.


Flagelo-da-Wyrm ouve os comandos de Siegfried para Olhos da Tempestade pra em seguida os observar partir em direção a entrada norte, então tenta, em vão, mudar de forma permanecendo ainda em hominídeo. O Modi vai em direção a Réquiem que se resumia a permanecer no chão de remoendo de dor, o comentário de Sombra-da-Noite só serve pra inflamar ainda mais o Fenrir, ele não iria tolerar covardia naquele momento, ao fundo era capaz de ouvir o discurso inflamado de outro Lua Cheia, o Alfa da Guardiões da Canção Ancestral.




- Eu e Réquiem sucumbimos ao controle do traidor e iremos ser punidos por isso num futuro julgamento de nosso juiz. - sua primeira fala vai em direção a Sombra-da-Noite - Anda-Com-Espiritos, nós vamos nos juntar aos nossos irmãos no fronte de batalha e defenderemos Gaia com todas nossas forças. - seu olhar se volta para sua Alfa - Na incapacidade da nossa Alfa e na ausência do nosso Beta, eu como antigo Beta e Ahroun vou liderar nossa Matilha e Réquiem, levante... Se não for por respeito próprio, que seja por essa matilha e pelos seus ancestrais Presas de Prata. Alguma coisa está impedindo que eu mude de forma então alguém uive convocando toda a Sangue-Forte-de-Luna até a entrada norte, vamos salvar o Caern e restabelecer nosso laço com Nauru.
avatar
Flagelo-da-Wyrm

Mensagens : 154
Pontos : 154
Reputação : 0
Data de inscrição : 12/03/2018
Idade : 38
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Igor (C) > GCA

Mensagem por Igor Petrunov em 17.11.18 20:36

Igor realizou o ritual de conjuração do elemental da terra com maestria tal que deixaria Fênix-de-Prata orgulhoso. No entanto, antes que o espírito pudesse ao menos cruzar a Película para se materializar diante do Presas, uma onda de trevas cobriu o lua crescente, fazendo-o ir ao chão, completamente desnorteado debaixo do pisoteamento.

"O que..."

Após o estouro da boiada espiritual que acabara de lhe atropelar, o manto sobrenatural de Noct se dissipou e Igor pôde, novamente, enxergar o espírito que conversava com Nate anteriormente, agora tremendamente enfraquecido.

"Parece que ele nos protegeu dessa energia da Weaver, mas o que exatamente era isso?" - pensou o theurge, enquanto se punha novamente de pé e olhava ao redor. - "E onde está o elemental? Eu tenho a mais absoluta certeza que o conjurei com perfeição, assim como Adock me ensinou!"

A noite não ofereceria trégua à Seita e Filho-da-Alvorada tinha plena certeza disso quando o grito de "LOBO!" fora ouvido vindo da Entrada Norte. Ainda sem entender realmente o que havia acontecido, o filho do Falcão aguardou o comando do alfa.

No entanto, não podia deixar de encarar com uma certa perplexidade a cena que acontecera diante dos seus olhos. Calmaria-de-Gaia, parecia ter tropeçado em algo e caído de cabeça numa pedra, aparentemente dando cabo de sua própria vida. Igor não sabia nem o que pensar, além de um rápido retrospecto da sequência de merdas que o Peregrino fizera desde que se juntara a matilha em menos de um dia. A vida de Miguel se esvaiu, assim como o sangue que vertia do seu crânio rachado e era lavado pela chuva.

O quase transe no qual o lua crescente mergulhara foi interrompido pelo chamado de Legado-do-Trovão. O Senhor das Sombras falava de forma impostada, eloquente e, mais do que nunca, encorajadora. E aquela era primeira vez que o filho do Falcão reconhecera em Luke um líder.

Sem hesitar, o Presas seguiu os passos do alfa rumo à Entrada Norte.
avatar
Igor Petrunov

Mensagens : 119
Pontos : 115
Reputação : -4
Data de inscrição : 04/04/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Black-Hat (Arauto-da-Morte | H) - Quem estiver a seguindo

Mensagem por NarraDiva em 17.11.18 21:35

Laurel seguia o rastro sem se importar com quem lhe seguia. Ela percebe que o rastro do inimigo não levava para a saída norte, de onde se vinham os sons de combate. Ia para a saída Leste, a mais próxima dali. A Andarilho do Asfalto no corpo do Peregrino Silencioso comenta com quem vinha atrás:

'- O alvo segue para a saída leste...'


Like a Star @ heaven Quem seguir Black-Hat deve postar na Entrada Leste.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3628
Pontos : 3719
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Todos que ainda estão no cenário principal do combate

Mensagem por NarraDiva em 17.11.18 21:42

Edrick ia responder à Nate quando ele faz as perguntas que também ecoavam na mente do Ragabash, mas um discurso inspirador de Luke ganha a atenção do Lua Nova.

'- Opa opa, pera lá rapaz que nem te conheço e já não gosto do seu tom. Olha para si mesmo, você não tem condições de liderar nem a si mesmo. Você e Réquiem falharam com essa matilha sucumbindo ao poder do inimigo. Sigamos com a Guardiões da Canção Ancestral. Não é hora de vaidades e busca por nome ou Glória. É hora de defender o Caern e a única atitude inteligente para isso é seguir a liderança de Legado-do-Trovão.'

O Lua Nova olha para Nate e fala com seu irmão de tribo:

'- Todas as vidas aqui foram salvas por ti, irmão. É o único antigo dessa matilha que não falhou. Cumpra seu dever de Filho do Trovão e nos guie para nos unirmos à Legado-do-Trovão. Você sabe que é o certo a se fazer.'

Enquanto isso, Helenna já se unia à Luke conforme guiado pelo Ahroun. Seguia para a batalha sabendo que poderia ser a última.


Like a Star @ heaven A narração relembra que todos que quiserem não seguir a liderança de Legado-do-Trovão precisam superar, com suas Forças de Vontade, os sucessos da liderança do Senhor das Sombras.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3628
Pontos : 3719
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Deganawida (crinos) - Guardiões da Canção Ancestral

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em 18.11.18 2:30

O Wendigo escuta às primeiras ordens de Luke, dirige um olhar para Antonella e, assim que a Ragabash dispara para tentar apanhar o traidor, ele empunha suas Tomahawk, mas algo lhe arrebata antes que possa arremessar suas armas ou reagir: um turbilhão de trevas lhe envolve...

Mmff!


Degan cobre os olhos e nariz com o braço como quem protege o rosto de uma tempestade de areia. Depois daquele momento ele só tem como olhar ao seu redor e vislumbrar um Noturno que, aparentemente, havia coberto seu grupo e protegido de algo. 

Por Gaia... O que será que foi agora?


Ele sente a região se afinar com a Weaver e seus machados não mais estavam funcionando como deveriam.

Tsc... Mais essa..


Os uivos e gritos de "LOBO!" vindos do Caern atraem a atenção do Wendigo, que conhecia bem os riscos de chamar o Guardião sem razão, mas com todo o caos, provavelmente emcontraria Okwanada na origem dos sons...

E então um impacto surdo. Degan olha para o lado e vê que o Peregrino que corria com sua matilha estava caído no chão, com o crânio rachado em uma pedra.

Ele não tinha o melhor dos sentimentos para com o guerreiro que havia matado a Impura Perfeita, e os ritos a fúnebres teriam que esperar. Legado-do-Trovão faz seu papel de líder em uma performance que realmente desperta a atenção de todos ali, inclusive do Beta para a fonte do problema.

Assentindo com a cabeça, o Wendigo segue de perto o alfa até a fonte dos chamados.
avatar
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 409
Pontos : 410
Reputação : 1
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Clareira Central

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 38 de 39 Anterior  1 ... 20 ... 37, 38, 39  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum