Templo da Coroa de Fogo

Novo Tópico   Responder ao tópico

Página 4 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ir em baixo

Grace - Guardiões da Canção Ancestral

Mensagem por Grace Tavares Conney em Qua Abr 04, 2018 12:39 pm

Grace dá um sorriso carinhoso e compreensivo para Helenna.
- Eu sei, eu estou bem, e feliz em estar com você novamente
Para além do dever da Ahroun, sentia que uma profunda amizade unia as duas, e que se fortalecia naquele momento.
Imaginava que a reação de Helenna não ia ser das melhores quando soubesse quem era o Alpha da Matilha, e por isso mesmo havia adiantado aquela informação. Sabia que precisaria dela, bem como a Matilha, e embora contrariada, a Fúria Negra manteria sua decisão.

Um Garou de enorme Raça Pura chega ao Templo, como se conduzido pelo próprio Uirapuru, a quem o recém-chegado não apenas reverencia como doa sua Gnose, recebendo de imediato a benção do Totem e se tornando assim um novo irmão de Matilha. Grace fica em silêncio para não interromper a solenidade desse momento, e apenas quando o Totem se despede, ela faz o mesmo.
- Siga em paz, Uirapuru. Pode confiar em sua Matilha.

Quando o Presas de Prata se apresenta, ela estende-lhe um sorriso acolhedor.
- Seja bem vindo, Filho da Alvorada. Cordas Trêmulas sou eu. É um prazer conhecê-lo. Nosso nobre Uirapuru nos avisou de sua chegada, e como dele já recebeu a benção, devo te informar sobre o dogma, como ele já me pediu para fazer. Uirapuru deseja que seus filhos coloquem frutas no Caern para o pássaros todas as manhãs, proíbe-nos de comer carne de aves e solicita que, uma vez por mês, libertarmos pássaros de suas gaiolas.

Priorizara o pedido do Totem, que considerou mais urgente, mas logo Luke se adianta para cumprimentar o novo membro pedir para que ela apresente a Matilha, o que ela assente e aproveita para lembrá-lo.
- Certamente, farei também o uivo de Apresentação da Matilha, assim que me permitir.

No meio dos arranjos, a nova Philodox da outra Matilha se apresenta. Grace não interfere em sua conversa com o Wendigo, mas ao final, cumprimenta-a com um aceno.
- Prazer em conhecê-la, Flor de Lótus. Espero que nossas Matilhas em breve possam correr juntas.

Uma mulher forte e decidida se apresenta em seguida. Havia no primeiro momento pensado que era uma Fúria Negra também, mas a chegada de alguém dos Andarilhos do Asfalto, ainda mais uma Ragabash, que eles ainda não tinham, era ótima adição à Matilha.
- Uirapuru nos falou da chegada de uma filha da Barata também, Black Hat. Bem vinda à Matilha é um prazer conhecê-la.

Terminadas as conversas paralelas, Grace cerimoniosamente começa a apresentação, apontando graciosamente com as mãos cada um que nomeava.
- Sejam ambos muito bem-vindos à Guardiões da Canção Ancestral, Matilha abençoada pelo Uirapuru, que honrou seus membros com histórias do passado e do futuro. Nosso alpha é Legado do Trovão, Luke Constantine, Ahroun dos Senhores das Sombras, vencedor do desafio realizado pelo nosso próprio Totem. As fileiras do combate são engrossadas pela nossa Forsten Ahroun das Fúrias Negras, Fúria Justa de Esteno, Helenna Arkham. Orientando a Matilha no caminho da justiça e do respeito às leis de Gaia, nosso Forsten Philodox dos Wendigo Sangue dos Quatro Ventos, Deganawida Oneida. Nascido entre os lupinos, na lua do theurge, o Filho de Gaia Olhos de Gaia conduz as interações espirituais da Matilha. Por fim, com a alegria de cantar as glórias da Matilha, eu, Cordas Trêmulas, Grace Tavares Conney, Galliard dos Fianna, grávida da filhote impura das profecias.

Normalmente, Grace não se referia à sua cria como a Impura Perfeita, mas como novos membros de Matilha, eles precisavam saber o tamanho da responsabilidade que estavam envolvidos.

Encerrada as formalidades, Grace fala aos companheiros com um tom de urgência na voz.
- Eu sei que temos muitos assuntos de ordem a resolver, mas a Assembleia começará em instantes e eu pre-ci-so saber como foi a jornada de vocês no desafio, para que eu possa cantá-la devidamente.

Explica, virando-se para Igor e Laruel.
- Para os que chegam agora, eu, Sangue dos Quatro Ventos, Olhos de Gaia e Legado do Trovão fomos enviados ao passado pelo Uirapuru para participarmos de uma desafio pela liderança de nossa Matilha recém formada. O totem utilizou a energia da própria Coroa de Fogo para isso! Lá vivenciamos algo extraordinário...
avatar
Grace Tavares Conney

Mensagens : 484
Data de inscrição : 26/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Igor > Grace / Luke > Guardiões

Mensagem por Igor Petrunov em Qua Abr 04, 2018 2:42 pm

Igor ficou satisfeito em saber que não precisaria mais procurar por sua nova matilha, já que estava bem diante dela. Seus novos companheiros pareciam bastante capazes, especialmente aquele que seria seu alfa, Luke.

O Presas cumprimentou um por um, à medida que Cordas Trêmulas os apresentava, assentindo com a cabeça e lançando um sorriso amigável.


- Agradeço as boas vindas e espero que possamos trilhar juntos um caminho de força e honra.

Respondendo diretamente ao alfa, Igor retribuiu sua saudação.

- É uma honra me juntar à Guardiões da Canção Ancestral e servir ao lado de alguém de ascendência notável como a sua, Legado-do-Trovão.

Então, voltou-se para Grace. À princípio, a lua minguante parecia encantadora como um raio de sol, mas era impossível não atentar para o fato de que ela estava grávida de uma criança impura, e isso fez com que a admiração inicial pela jovem arrefecesse. Cordas Trêmulas violara a primeira lei da Litania Sagrada dos garou, e anunciava isso com a mesma naturalidade como se falasse de uma multa de trânsito. No entanto, não havia ele nascido sob a meia lua para ter o condão de julgar sua irmã de matilha. Logo tratou de afastar os pensamentos e deixou que os demais prosseguissem com o relato sobre a experiência com o Uirapuru.
avatar
Igor Petrunov

Mensagens : 77
Data de inscrição : 04/04/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Templo da Coroa de Fogo

Mensagem por olhosdegaia em Qua Abr 04, 2018 2:45 pm

Forma - Lupino

O calor que emanava da Coroa de Fogo embaça a visão do Theurge como se ele ainda estivesse na Umbra, ele nota, quase como se enxergasse a si mesmo em terceira pessoa, que todos ali tinham o sangue de heróis ou atraiam os outros só com o olhar, enquanto ele era apenas um Garou perdido, com a pelagem coberta de cicatrizes de queimadura. Internamente ele não entendia como estava vivendo algo tão épico, e o embrulho no estômago de ver o ritual das peles volta.

O Theurge escuta a apresentação do Presa de Prata que chegava enviado pelo líder da seita, e de Black Hat também, ela era muito linda e ele mantém seu olhar fixo nela enquanto ela fala, ele conhecia a Litania e lembrava que nascera um lobo, mas isso não o fazia desviar o olhar.

Cordas Trêmulas, outra Garou que sempre lhe prendia atenção, então, apresenta a Matilha aos recém-chegados, ele meneia a cabeça quando seu nome é citado, e então o lobo a responde.

"- Olhos de Gaia ver dois espíritos enquanto estava sozinho, Nhanderú e Sumé. Nhanderú vigiar eternamente a honra da pedra mais alta... Sumé é filha da Sabedoria e ajuda o povo a evoluir e se disciplinar... Os espíritos adormecidos estão, Olhos de Gaia querer despertá-los... Uirapuru também falar que novo espírito despertar, Naurú, Olhos de Gaia querer falar com esse espírito também."

Seu relato era breve, não tivera grandes provações até o desafio da Glória, e lá ele falhara, então assim que termina seu conto abaixa a cabeça envergonhado com o que seguiu.
avatar
olhosdegaia

Mensagens : 245
Data de inscrição : 11/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Flor-de-Lótus | Fúria-Justa-de-Esteno | Black-Hat - Matilha Guardiões da Canção Ancestral

Mensagem por NarraDiva em Qua Abr 04, 2018 6:16 pm

A Portadora da Luz Interior mantém-se destacada aguardando a reação do Wendigo. Helenna e Laurel cumprimentam novamente o Presas de Prata quando apresentadas, a Ragabash sendo infinitamente mais simpática que a Lua Cheia. Os relatos de Grace chamam atenção, mas com o pouco tempo que tinham até a assembleia, as Garous ficam ouvindo mais do que falando.

Helenna fica intrigada com os nomes dos espíritos citados por Olhos-de-Gaia. A Fúria Negra tinha mais curiosidade estampada em sua face do que a Andarilho. Ali perto a Juíza mantinha sua expressão de tranquilidade, embora também parecesse interessada no que ouvia.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3220
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sangue-dos-Quatro-Ventos (hominídeo) - Guardiões, demais presentes

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em Qua Abr 04, 2018 7:13 pm

Degan cumprimenta o Presa de Prata com a cabeça, após as apresentações de Cordas-Trêmulas.

Espero que esse não me de trabalho...


Percebendo os cumprimentos da Portadora, Degan resolve seguir a ideia dela:

" - Sim, eu puni Grito de Guerra e tinha outras punições para levar adiante... Vamos nos encontrar depois da Assembleia. Mas por enquanto, eu preciso pedir que observe Grito-de-Guerra, porque ele está sujeito à Coroa de Ferro e foi avisado de que se falhar com ela 4 vezes essa noite, sofrerá o Ritual Satírico. E ele ja falhou uma vez... Eu agradeço que tenha me procurado Flor-de-Lótus, conversaremos com calma mais tarde."


Ele então se vira para os demais membros de sua Matilha:

" - Cordas-Trêmulas está certa, temos muito o que decidir e pouco tempo. Mas de minha parte para todos, será uma honra correr ao lado de vocês, Black-Hat e Filho da Alvorada."


Ele faz uma pausa, respira fundo e segue a narrativa do Filho de Gaia:


" - Eu imaginei que vocês também veriam alguns espíritos... Peço que em suas narrativas para Cordas-Trêmulas, não deixem passar nenhum. Alguns deles são de meu povo, outros, do Uktena, os meus Irmãos Mais Velhos, e gostaria de poder levar essas notícias a minha tribo e aos meus irmãos posteriormente..."


E então, o Wendigo começa sua narrativa:


" - Eu me encontrei com Pe de Garrafa, um espírito da honra dos Wendigo... Ele me levou a uma balanca e lá mediu minha honra e pediu-me que não o deixasse ser esquecido... Além dele, encontrei também o Curupira, um espírito das matas servo do Uktena, também esquecido... Me comprometi a falar com meus irmãos sobre ambos... Por fim, meu adversário foi Guaraci, um antigo espírito da Serpente Emplumada que caiu para Wyrm... Acredito que todo esse caminho nos passa a mensagem do que pode acontecer se não buscamos despertar esses manitou..."


O tom de Degan é sereno. Ele não queria pensar na raiva dos brancos que haviam perpetrado aquelas violações.
avatar
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 389
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Flor-de-Lótus | Fúria-Justa-de-Esteno | Black-Hat - Matilha Guardiões da Canção Ancestral

Mensagem por NarraDiva em Qua Abr 04, 2018 7:24 pm

Com a fala do Wendigo a Portadora da Luz acena com a cabeça e, antes do relato do Philodox à sua matilha, já se retira para se unir à sua e à assembleia, assumindo a forma Crinos no caminho. Helenna e Laurel ouvem com atenção e curiosidade o relato do Wendigo, pareciam que envolviam mais espíritos que as duas nunca tinham sequer ouvido falar.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3220
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Legado do Trovão (Hominideo)

Mensagem por Luke Constantine em Qua Abr 04, 2018 8:19 pm

* Luke seguia ouvindo as interações que se seguem e se permite utilizar alguma parcela de tempo para observar aqueles que o cercavam, em especial aquelas que ainda não conhecia. Uma delas possuía uma beleza exótica e emanava uma raça pura gigantesca, ao passo que a outra, além de linda, possuía algo que atraia seu olhar de forma quase hipnótica. Aquela fixação o fazia se lembrar da nudez de uma outra Garou que estivera em sua presença mais cedo naquele mesmo dia, ambas pareciam compartilhar a capacidade de prender sua atenção. É tirado de seus pensamentos quando Helenna, outra magnifica beldade detentora de uma raça pura que rivalizava com a sua, lhe parabeniza friamente pela vitória no desafio. Sabia muito bem que a Fúria Negra nutria severas reservas, para dizer pouco, quanto à sua pessoa mas, assim como com Grace, tencionava poder mostra-la com o tempo o seu real valor. Responde em tom educado mas direto, sem retrucando com etiqueta a frieza com que fora cumprimentado: *
 
- Obrigado, Helenna, não irei desaponta-los e honrarei o cargo que me foi incumbido.
 
* Então o Uirapuru parte, as desconhecidas se apresentam e Grace emenda faz uma ótima apresentação dos membros da matilha. Luke ouve os pedidos da Galliard e acena com a cabeça para a mesma, esperando que todos terminassem de falar o que tinham para dizer antes de finalmente se pronunciar. A Portadora-da-Luz-Interior se retira nesse momento e agora teriam maior privacidade para tratar os assuntos de matilha. Os relatos sobre a incursão pessoal do lupino e do Wendigo atiçam a curiosidade do Senhor das Sombras, que guarda essas informações em sua mente para uso futuro. *
 
“Tempos sombrios se aproximam e agora todo o conhecimento é poder..”
 
* Legado-do-Trovão reflete brevemente sobre a importância dos totens esquecidos e toma a palavra logo em seguida, interagindo primeiramente com a filha da barata que se uniria à matilha: *
 
- Bem vinda, Black-Hat, tenho certeza de que seus talentos serão uma grande adição aos Guardiões da Canção Ancestral.
 
* Então se volta para o filho de falcão recém chegado e retribui, ainda que com seu tom habitualmente grave, a cortesia que este lhe direcionara: *
 
- Não posso deixar de dizer o mesmo, Filho-da-Alvorada. Tempos difíceis virão e os nascidos na lua crescente serão de grande valia na compreensão do que está por vir.
 
* Após o cumprimento, inicia seu relato para o conhecimento de todos: *
 
- Em minha jornada eu me encontrei primeiramente com Exu, um espirito poderoso que de alguma forma foi capaz de manter sua força ao longo do tempo. Ele me encaminhou até uma balança de fogo e ali testou minha honra, me permitindo continuar com o desafio e reconstruir meu caminho nessa matilha que se formou quando julgou-me merecedor. Em seguida me encontrei com Anhangá, um espirito guardião da wyld que foi esquecido após a chegada do homem branco à essas terras. Anhangá protegia as florestas e os animais indefesos até que passou a ser tachado como ‘Diabo’ pelos conquistadores..  isso fez aqueles que lhe honravam se afastarem e sua força se dissolveu. Por fim, fui atacado pelo espirito corrompido que vocês presenciaram já destruído. Ele não me disse seu nome e o combate foi intenso demais para que houvesse tempo para investigações. O espirito era negro, possuía uma só perna, e nutria ódio profundo por aqueles que lhe permitiram cair para a corruptora. E assim foi minha caminhada, o resto vocês acompanharam.
 
* Olha com intensidade para cada um daqueles que constituíam sua nova família e permite um momento de silencio. Tudo o que era relatado possui extrema importância para o futuro e apenas adiciona, concordando com Degan: *
 
- O philodox está certo, é nossa responsabilidade impedir que a história se repita.
 
* Feito seu relato, foca em assuntos de ordem pratica: *
 
- Temos pouco tempo antes da assembleia e por isso aproveito para adiantar as nomeações. Feito isso, autorizo que Cordas-Tremulas se encarregue do uivo de apresentação da matilha.
 
* Fixa seus olhos primeiramente em Grace: *
 
- Cordas-Tremulas, você mostrou grande talento com as palavras e eu gostaria de lhe oferecer formalmente o cargo de Mestre de Cerimonias.
 
* Em seguida se volta para o Lupino: *
 
- Olhos-de-Gaia, reconheço sua lealdade e competência, a você eu ofereço o cargo de Mestre de Rituais.
 
* Por fim, encara o Wendigo para dizer: *
 
- Sangue-dos-Quatro-Ventos, vejo que nossos irmãos o veem como uma referência e ouvi da boca do próprio líder do Caern, Garras-do-Trovão, que você é tido como uma grande promessa. Seu compromisso com a honra é conhecido nessa seita e, por esse motivo, eu ficaria honrado de tê-lo como Juíz e Beta dessa matilha.
 
* E dito isso apenas olha para seus novos irmãos aguardando suas respectivas reações. *
avatar
Luke Constantine

Mensagens : 420
Data de inscrição : 28/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Templo da Coroa de Fogo

Mensagem por olhosdegaia em Qua Abr 04, 2018 8:32 pm

Forma - Lupina

Com a fala de Sangue dos Quatro Ventos o Lupino imagina que os espíritos que encontrara fossem das ninhadas das tribos Puras, então completa.


"- Olhos de Gaia não saber de qual ninhada Nhanderú e Sumé são, mas talvez os sábios de sua tribo ou de seus Irmãos saibam, Sangue dos Quatro Ventos."

Então Luke assume sua primeira medida como Alfa nomeando os cargos, quando seu nome é citado ele acena com a cabeça e agradece.

"- Olhos de Gaia agradecer a confiança, e mais do que um Mestre de Rituais quero ser, se algum irmão quiser conversar sobre os espíritos e nossas relações com eles, podem me procurar Olhos de Gaia, sempre busco entender os espíritos e meu próprio espírito, e quero ajudar Matilha a vencer inimigos externos e internos."

Com isso o Theurge se cala, com um tom sério, porém compreensivo, e aberto a todos, sem exceção.
avatar
olhosdegaia

Mensagens : 245
Data de inscrição : 11/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fúria-Justa-de-Esteno | Black-Hat - Matilha Guardiões da Canção Ancestral

Mensagem por NarraDiva em Qua Abr 04, 2018 11:03 pm

Os relatos sobre a jornada da matilha prosseguem. Luke fala sobre os espíritos que enfrentou, cujos nomes eram incógnitas para a dupla de Garous e comenta sobre ter passado por um teste de Honra. Helenna tem dificuldades em levar aquela parte do relato a sério, mas não polemiza, sabia que havia pouco tempo e pelas palavras de Grace, havia muito a ser falado. 

Os cargos são distribuídos e Helenna mais uma vez não se surpreende. Sabia que Luke colocaria um macho como Beta e achava até meios óbvios os cargos que eram listados. A fala do Filho de Gaia não passa despercebida. Ele demonstrava ser solícito e a Fúria Negra aprovava a postura.

Laurel não conhecia ninguém e nem tinha nada mais a acrescentar, mas como Ragabash pondera:

'- Eu imagino que tudo que está sendo dito é importante mas, falta muito? A Assembleia vai começar e seria uma péssima impressão chegar atrasada na mesma.'

Fala com tom calmo, não sabia ainda do risco que corria com Luke e sua fama de atrasos e faltas a compromissos...
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3220
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Igor > Guardiões

Mensagem por Igor Petrunov em Qui Abr 05, 2018 12:07 am

Igor ouviu com atenção os relatos de seus companheiros de matilha, na intenção de entender a lição que o Uirapuru desejava ensinar aos seus filhos recém adotados. A cada fala,  ele via um padrão se desenhando e tinha a impressão de estar começando a entender a vontade do totem.

Não conhecia nenhum deles por mais que cinco minutos, então não lhe cabia julgar as nomeações do alfa. Cada um ali se provaria com o tempo. Ou não.

Vendo a inquietude de Laurel, tomou, então, a palavra.


- Pelo que pude entender do vocês falaram até agora, acredito que, para o Uirapuru, é prioridade que a gente resgate a memória e o poder desses espíritos nativos e restaure a ordem no plano espiritual. E, assim como vocês relataram, nossos maiores empecilhos vão ser aqueles que caíram - ou se jogaram - nas garras da Wyrm. Foi isso que pude entender. - disse, num tom calmo e agradável. Embora parecesse bastante jovem, o Presas rescendia propriedade ao falar dos espíritos gaianos.

Passou os olhos por cada membro da matilha, sem se deter por muito tempo, medindo a recepção de suas palavras. O Presas considerava aquela conversa muito importante, estavam tratando da possível orientação que o Uirapuru lhes dera, mas como Laurel bem havia lembrado, uma Assembléia estava prestes a começar e, momentaneamente, o assunto podia esperar.


- Esse assunto precisa de calma pra ser discutido e pensado. Mesmo com a nossa Mestre de Cerimônias - disse, fazendo menção com a cabeça para Grace - ansiosa pra saber todos os detalhes da experiência de cada um com o Uirapuru, acho que seria sensato seguir o conselho da Laurel. Pra uma matilha recém-formada, seria bom começar com o pé direito e ganhar uns pontos com os mais antigos.

Encerrou seu raciocínio olhando para o alfa, na expectativa de receber permissão para que partissem.
avatar
Igor Petrunov

Mensagens : 77
Data de inscrição : 04/04/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Grace - Guardioes da Cançõo Ancestral

Mensagem por Grace Tavares Conney em Qui Abr 05, 2018 12:44 am

Grace escuta com o olhar atento os relatos de seus três irmãos que também haviam participado do desafio. Há uma sagacidade astuta no mover de sobrancelhas da Galliard, conforme vai identificando pontos em comum entre as experiências de todos e guardando na memória os nomes dos espíritos que eles encontraram. 
- Um teste de honra com uma balança, um teste de sabedoria envolvendo elementos da natureza: água, fogo, ar, terra... um teste de Glória com um inimigo corrompido. Foi isso? Eu passei por dois testes de sabedoria, um envolvendo água e canções e outro envolvendo um tabuleiro onde montei o Glifo da Glória. Passei também por dois testes de Glória, enfrentando um inimigo enganador e um inimigo corrompido pela Wyrm. O resto foi semelhante ao de vocês. Gostaria que me contassem mais detalhes, principalmente sobre o segundo encontro espiritual. Quais elementos da natureza fizeram parte disso que eu imagino ser o teste de sabedoria? Vocês estiveram sob o risco de serem afogados, queimados ou enterrados caso falhassem? Os espíritos da honra exigiram algo de vocês, como exigiram de mim?

Precisava ter paciência com seus irmãos. Eles não eram Galliards e haviam passado por uma experiência intensa demais para ser descrita em palavras. Estavam pouco acostumados a guardar detalhes e expressarem o que haviam sentido ou observado. 

Recebeu de coração aberto os pedidos do Filho de Gaia e do Wendigo. 
- Eu também quero despertar os espíritos, Olhos de Gaia, e pretendo, assim que possível, reproduzir a roda de Oxóssi que testemunhamos no começo do desafio. Sangue dos Quatro Ventos, fique seguro, com certeza falarei sobre todos os espíritos que vocês mencionaram, não esquecerei nenhum. Eu acredito que os que eu encontrei sejam da ninhada Uktena, mas apenas uma me confirmou isso. Não entrarei muito nesse detalhe durante o meu relato em Assembleia, porém todos serão devidamente nomeados e exaltados. Menos os inimigos, é claro. Nomes têm poder, e não queremos reativar a memória de quem pode nos fazer mal. Eu também não soube o nome do meu inimigo, Legado do Trovão. Era uma criatura de gritos horrendos que literalmente, feriu meus ouvidos, e me falou o que havia acontecido com o Oxóssi... 

A lembrança faz ela estremecer, e devia ser perturbadora para os irmãos também, de forma que encerra o assunto. Reparara no silêncio do lupino sobre ter enfrentado um combate, e já imaginava o motivo. Ajudaria se tivesse uma confirmação, mas não queria constrangê-lo com uma pergunta. Apenas então acena em concordância quando Luke faz coro às palavras de Degan. 

O Alpha decide então começar a distribuir os cargos da Matilha. Como única Galliard, sua nomeação como Mestre de Cerimônias não era inesperada, mas agrada-lhe a formalidade cortês do Ahroun em fazer isso, e a retribui. 
- Obrigada Legado do Trovão. Espero que minhas palavras contribuam para engrandecer ainda  mais nossa Matilha

Olhos de Gaia era também uma escolha natural para Mestre de Rituais. Além de muito competente em seu Augúrio, o Filho de Gaia era o primeiro theurge da Matilha. O primeiro a se unir ao Uirapuru, e totalmente merecedor dessa honra. Sangue dos Quatro Ventos, assim como ela, único de seu Augúrio, também era  opção para juiz, mas se surpreende positivamente com sua nomeação também para Beta da Matilha. Deganawida fizera um excelente trabalho nessa função na Asas da Esperança e tinha certeza que poderia repetí-lo na Guardiões da Canção Sagrada. 

A Andarilha faz um alerta em relação ao horário, com o qual o Presas de Prata faz coro. Grace acena afirmativamente para eles
- Vocês têm razão, vamos seguir andando. Apenas falta uma coisa...

Inspirando fundo, Grace ergue o queixo, modificando suas cordas vocais, e dando ar à sua caixa toráxica para fazer soar um longo e alto uivo que reverbera pelas paredes do Templo.
- UIRAPURU IMPORTANTE HISTÓRIA NOS REVELA E ABENÇOA A NÓS PARA MANTÊ-LA VIVA! GUARDIÕES DA CANÇÃO ANCESTRAL É A NOSSA MATILHA, E É O LEGADO DO TROVÃO QUE A DIRECIONA PARA SEU DESTINO!


Última edição por Grace Tavares Conney em Qui Abr 05, 2018 1:00 am, editado 2 vez(es)
avatar
Grace Tavares Conney

Mensagens : 484
Data de inscrição : 26/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Templo da Coroa de Fogo

Mensagem por olhosdegaia em Qui Abr 05, 2018 12:56 am

Forma - Lupino

Mal tiveram tempo de descansar do desafio e já estavam apressados novamente, aquele parecia ser o tema do dia, e possíveis conversas com Lunos, caçadas, e o sítio eram coisas que já tinham ficado no passado da mente do Theurge mas ainda o assombravam.

No entanto, deviam prosseguir, Grace no entanto, parecia ser tão curiosa e com a mente tão afiada quanto a sua, e faz inúmeras perguntas que o Theurge adoraria responder, mas ele rapidamente diz.

"- Desafio de sabedoria de Olhos de Gaia eram pedras com glifos que levavam para cima da montanha, as pedras certas me levavam para cima em segurança, as erradas... não imagino o que fariam."


Então a Galliard prossegue com o uivo anunciando a matilha, que o lobo acompanha, e então aguarda a saída de seus companheiros, não sem antes dar um longo e curioso olhar para a Coroa de Fogo.
avatar
olhosdegaia

Mensagens : 245
Data de inscrição : 11/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sangue-dos-Quatro-Ventos (hominídeo) - Guardiões da Canção Ancestral

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em Qui Abr 05, 2018 1:41 am

Degan escuta as considerações dos demais depois de sua descrição. Ele ainda se preocupava com o que seria daqueles espíritos daquele dia em diante, e lamenta que não possa transmitir mais informações aos seus irmãos naquele momento. 

Tsc, esses espíritos devem ser o sinal do Caern Verdadeiro que tanto ouvi... O fato de eles terem caído talvez ainda indique algo pior... 

O Philodox não ia falar da Wyrm Triática naquele momento. Ele escuta as considerações de Legado-do-Trovão nomeando os demais membros de sua matilha e o pedido para que fosse o beta. Tendo tantas coisas de seu povo em jogo, ele não pode deixar de aceitar esse pedido:

" - Eu agradeço o elogio, Legado-do-Trovão... Aceito o cargo de beta enquanto trilharmos o caminho da honra e enquanto minhas forças puderem servir ao Uirapuru e à Matilha."

Não podia ser muito diferente, Degan tinha que prestar seu compromisso, mas tinha sempre que se lembrar da Litania. Ele torna a ouvir os demais e põe-se a decorar os nomes: Muitos eram familiares de alguma forma. 

Exu, Anhangá, Nhanderu, Sumé, Pé-de-Garrafa, Curupira... Tsc. Eu não consigo evitar de pensar que Iowa vai poder me falar sobre isso. Talvez ela até goste...

Degan continua ouvindo a história dos demais. Era uma pena que tivessem que interromper naquele exato momento, como havia dito Black-Hat, mas eram muitos negócios com os anciões naquela noite. Aliás, falando neles, uma anciã seria julgada e seriam momentos bem tensos para um Philodox jovem e estranho àquelas terras. Sobre o desafio, Degan completa o que Olhos-de-Gaia havia iniciado:

" - Eu também passei por esse teste quando precisei rastrear o Curupira, um espírito das florestas com os pés voltados para trás. E, falando em fogo, bem, meu último adversário era um espírito do fogo, Guaraci, caído da Serpente Emplumada..."

Espero que eu tenha ainda possa purificá-lo aliás...

Degan escuta o anúncio de Cordas-Trêmulas para a Matilha, era um belo anúncio, a Galliard tinha talento como ele mesmo já sabia desde a antiga matilha, mas ele permanece pensativo. Decide apenas lembrar os demais de algumas obrigações que teriam de listar depois da Assembleia. 

" - Muito bem, é melhor irmos andando... Foi bom Legado-do-Trovão ter adiantado as nomeações e Cordas-Trêmulas ter ciência dos feitos do desafio. Mesmo assim, nós ainda temos muito o que fazer. Vamos precisar delimitar nosso território com a outra matilha, conversarmos com a Coalizão da Zona Oeste, relembrar nossas obrigações com os Manitou, e ver o que precisa ser acrescentado e ajustado... E depois disso, eu pretendo conversar com os Puros para saber mais sobre os espíritos daqui e até onde poderão nos ajudar."


Tsc, isso porque ainda não falei do julgamento da anciã, dos três lobos, e não contei para os novatos que dois totens não conseguiram derrotar uma ameaça Umbral na noite de ontem... Mas, pelo andar da carruagem, isso só depois da Assembleia. 

Dizendo isso, Degan respira fundo. Ele nota que o Angalkuq de sua matilha estava curioso com a Coroa de Fogo e também olha para ela. 

Não podemos deixar você se desfazer. O que você guarda é tão precioso quanto a Impura Perfeita... Os Puros não vão deixar... Não dessa vez. 
avatar
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 389
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Templo da Coroa de Fogo

Mensagem por olhosdegaia em Qui Abr 05, 2018 2:11 am

Forma - Lupino

Sangue dos Quatro Ventos faz a lista de coisas que a matilha precisaria fazer, era longa e extensa, e trás o Theurge de volta a realidade, e assim que ele fala sobre os Puros, completa.

"- Se seus irmãos e primos não se importarem, gostaria de conhecer os espíritos antigos daqui também."


Ele sabia que cada Tribo tinha suas diferenças, e os conhecidos como Puros acusavam os estrangeiros de trazerem a Wyrm, então sabia que alguns eram reclusivos com seus segredos, ou pelo menos foi o que disseram.
avatar
olhosdegaia

Mensagens : 245
Data de inscrição : 11/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sangue-dos-Quatro-Ventos (hominídeo) - Guardiões

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em Qui Abr 05, 2018 4:09 am

Deganawida assente com a cabeça:


" - Eu vou falar com eles e vou avisá-lo. Imagino que eles vão querer ouvir a sua história. Comigo todo o ritual foi diferente: Eu dei parte do meu sangue ao Pé-de-Garrafa, tive de achar meu caminho em uma floresta e resolver um enigma, parecido com o que Cordas-Trêmulas falou, com glifos diante do Curupira, para que eu subisse uma elevação, encaixando pedras na ordem certa... E depois disso, o combate."


Conta Deganawida, em tom mais descontraído.
avatar
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 389
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Legado do Trovão (Hominídeo)

Mensagem por Luke Constantine em Qui Abr 05, 2018 6:03 am

* Um a um os Garous nomeados aceitam os cargos ofertados e Luke fica satisfeito que o tenham feito, esboçando um curto aceno de cabeça para indicar sua aprovação. A estrutura dos Guardiões da Canção Ancestral começa a ser desenhada por intermédio desse primeiro ato, mas ainda tinham um longo caminho a seguir. Discursa com brevidade, esboçando sempre seu ar grave habitual: *

- Muito bem, os cargos foram definidos e os irmãos nomeados passam a ser vistos como pilares de nossa matilha, o que não diminui a importância de cada um dos demais, sem exceção. O Uirapuru, ao fim da jornada espiritual, nos pediu união, lealdade e honra, e gostaria de pedir a cada Garou presente que abraçasse esses preceitos para que possamos elevar o nome desta matilha e encontrar o destino que o nobre totem nos confia. Eu certamente o farei.

* Troca olhares com cada um dos membros da matilha, permitindo-os que testassem a verdade em seus olhos. Grace então infla seus pulmões e emite um potente uivo que ecoa pelo Caern anunciando o surgimento da nova matilha. Ouvir aquele anunciou dava orgulho ao Senhor das Sombras, que não deixa de pensar sobre a mestre de cerimonias: *

"Boa apresentação.. ela faz jus à lua em que nasceu"

* Seu semblante agora parecia um pouco mais brando, os mais perceptivos poderiam captar aprovação. A Ragabash relembra sabiamente a necessidade de se apressarem para a assembléia, o que o filho do falcão também o faz após expor com muita propriedade sua conclusão a respeito da jornada espiritual e sobre os espíritos esquecidos. A pedido de Grace os irmãos que participaram do desafio, agora todos eles empossados, o que parecia justo, complementam as informações sobre a jornada espiritual e o Alfa se manifesta olhando para Grace: *

- Em complemento ao que já foi dito, digo que o Exu exigiu um preço em seu julgamento, e o preço foi pago. A partir daí a primeira etapa do teste de sabedoria se iniciou e eu tive que escalar meu caminho parede abaixo escolhendo o caminho correto por uma série de glifos. Não havia fogo ou afogamento que me ameaçassem diretamente, mas só o trovão sabe o que ocorreria se eu despencasse do paredão. Em seguida, encontrei-me com Anhangá e deu-se inicio o seguindo teste de sabedoria, onde tive que desvendar um enigma para que pudesse montar as peças em um mosaico que formavam o glifo da sabedoria. Segui em frente, o teste de Glória começou e me deparei com uma imagem enganosa de meu genitor, esse espirito era resistente e buscava manipular minha mente mas caiu diante de minhas presas. O segundo oponente me emboscou em uma densa floresta, atacando-me à distancia com sua corrente prateada até que eu pude encurtar a distancia e lhe dar um fim.

* Ouve Degan falando sobre as pendencias que a matilha possuía e tudo o que precisavam definir. A lista de afazeres era extensa e, sabendo que não haveria tempo de trata-las antes da assembleia, delibera: *

- Nos reuniremos após a assembléia para discutir cada um desses pontos mas agora, como bem colocado por Black-Hat, devemos atender aos compromissos da seita. Desejo sorte a vocês no torneio em honra ao Boitata e faço votos de que aqui se inicie uma história de vitórias para os Guardiões da Canção Ancestral. Vamos.

* E sem mais, guia sua matilha para fora do Templo da Coroa de Fogo. *

OFF: Continua na Clareia Central.
avatar
Luke Constantine

Mensagens : 420
Data de inscrição : 28/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Templo da Coroa de Fogo

Mensagem por olhosdegaia em Qui Abr 05, 2018 9:13 am

Forma - Lupina->Hominídea

"- Eu lembro também de montar um glifo com peças antes do desafio da Glória, além do mais, meu sacrifício de honra para Nhanderú foi minha promessa de despertá-lo."


Então ele vê que que o Alfa tomava seu rumo para a Clareira, com sua Fúria ele assume a forma hominídea e o segue.


OFF: 1 de Fúria para Hominídeo.
avatar
olhosdegaia

Mensagens : 245
Data de inscrição : 11/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Grace (Hominídea - Crinos) - Guardiões

Mensagem por Grace Tavares Conney em Qui Abr 05, 2018 9:32 am

A seu pedido os irmãos começam a revelar mais detalhes sobre o desafio deles. Não tantos quanto ela gostaria, mas um avanço em relação ao que tinha antes. As omissões também não passam despercebidas. Repara que Luke nao e claro sobre o que lhe foi exigido no teste de honra. Deduziu que teria sido algo tão íntimo como havia sido para ela e sobre o qual não queria revelar.

O enigma parecia ter sido algo comum entre eles, mas aparentemente, apenas ela e Luke haviam encontrado um inimigo enganador, e fica bastante intrigada que o Ahroun também tivesse enfrentado a figura de seu pai. Se perguntou se havia acontecido ao pai dele o mesmo que acontececera com o dela.

- Certo, um sacrifício pela honra, um teste de encontrar um caminho correto, um enigma de montar um Glifo para abrir um portal. Todos passaram por isso? E no teste de Glória, apenas eu e Legado do Trovão enfrentamos dois inimigos, um que se passou por um familiar e um corrompido pela Wyrn enquanto Sangue dos Quarto Ventos enfrentou apenas o inimigo corrompido pela Wyrm, um espírito do fogo? - espera seus irmãos confirmarem isso - se lembrarem de mais algum detalhe me digam assim que puderem.

Deganwida lembra-os dos muitos assuntos que ainda precisavam resolver, mas tudo ia precisar ficar para depois da Assembleia. Assim, após seu uivo de Apresentação da Matilha, Grace transforma-se em uma Crinos de pelos avermelhados. Lança um intenso olhar a Coroa de Fogo antes de sair.

“Obrigada Uirapuru. Gaia nos ajude a ser os guardiões que você precisa.

OFF: Segue na Clareira Central
avatar
Grace Tavares Conney

Mensagens : 484
Data de inscrição : 26/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Templo da Coroa de Fogo

Mensagem por Igor Petrunov em Qui Abr 05, 2018 10:05 am

Acompanhando o alfa, Igor deixou o local e fez seu caminho para a Assembléia.

OFF: Segue para Clareira Central
avatar
Igor Petrunov

Mensagens : 77
Data de inscrição : 04/04/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Templo da Coroa de Fogo

Mensagem por Sussurros Solitários em Seg Jun 04, 2018 8:50 am

Forma atual: Hispo

Chegando a toda velocidade na forma Hispo o Uktena se posiciona nas escadas que dão ao acesso ao templo enquanto se certifica pelo faro que nenhum inimigo havia entrado ali e espera pela sua matilha.
avatar
Sussurros Solitários

Mensagens : 584
Data de inscrição : 04/07/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Skullhead (Hispo) - Sussurros-Solitários

Mensagem por Skullhead em Seg Jun 04, 2018 8:57 am

Skullhead chega logo em seguida, sinalizando com a cabeça que estava pronto e as ordens de seu Alpha. Ele apenas pergunta:

'- O que acontecer?! Ouvir rugido ao Norte.'
avatar
Skullhead

Mensagens : 510
Data de inscrição : 02/07/2017
Idade : 23
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Kiba Valentine (Hispo) - Fortaleza de Gaia / Olhos da Tempestade

Mensagem por Kiba Valentine em Seg Jun 04, 2018 10:16 am

Kiba avançava rápido pela trilha que dava acesso ao tempo e logo nota que a Olhos da Tempestade estava se reunindo a frente do local. Asa Renegada para ao lado de Sussurros Solitários e o olha de canto de olho, comentando com o mesmo.
 
- Viemos ajudar.
 
Não sabia se eles já haviam visto algo, mas fica atento e se prepara para um possível combate.
avatar
Kiba Valentine

Mensagens : 529
Data de inscrição : 26/06/2017
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ira-Desoladora-Do-Grande-Fenris (CRINOS) - Matilha Fortaleza de Gaia

Mensagem por Ira-Desoladora-de-Fenris em Seg Jun 04, 2018 10:26 am

Pórunn chega logo depois do seu beta. Ele assume a forma Crinos, um gigantesco lobo cinzento (raça pura 5) e passa a cobrir as costas de Asa-Renegada.

'- Ao seu comando, Beta!'
avatar
Ira-Desoladora-de-Fenris

Mensagens : 92
Data de inscrição : 20/05/2018
Localização : Skarsvåg, Noruega

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Templo da Coroa de Fogo

Mensagem por Sombra-da-Coruja em Seg Jun 04, 2018 10:39 am

Forma Atual - Crinos

Correndo, chega as escadarias do templo, verificando que ali se encontrava seu alfa, e mais dois garous que chegavam também correndo.

Coloca-se à esquerda de seu alfa nas escadas, puxa da pelagem de seu braço esquerdo sua Jambya ornada e se põe a esquadrinhar o ambiente.

*Os malditos vão ver que não sou tão indefeso com uma lâmina na mão*

"-O que aconteceu Sussurros?" - Fala enquanto continuava a analisar em todas as direções - "Independente do que for, o pedágio aqui vai ser caro"
avatar
Sombra-da-Coruja

Mensagens : 308
Data de inscrição : 18/12/2017
Localização : Belem

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Templo da Coroa de Fogo

Mensagem por Ossos-de-Carvalho em Seg Jun 04, 2018 11:35 am

Ian chega correndo ao templo e vai até seu Alfa, estava com ódio no coração mas pronto para a ação.

"- Que merda é essa? Estamos sendo atacados? Esses filhos da puta não dão espaço nem pra gente fumar um. Vai se fuder esses caras..."

Fica em formação e buscando em volta por qualquer indício de ataque.


Última edição por Ossos-de-Carvalho em Seg Jun 04, 2018 12:04 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Ossos-de-Carvalho

Mensagens : 151
Data de inscrição : 08/03/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Templo da Coroa de Fogo

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum