Entrada Oeste - Guaratiba

Novo Tópico   Responder ao tópico

Página 2 de 13 Anterior  1, 2, 3, ... 11, 12, 13  Seguinte

Ir em baixo

Pacificador | Guardião-Ancestral - Spybot | Sussurros-Solitários | Justiça-do-Predador

Mensagem por NarraDiva em Dom Ago 06, 2017 8:20 am

Pacificador concorda com a cabeça diante do "agora é esperar" de Victor. Ele coloca a mão no ombro de Spybot e comenta com o Andarilho do Asfalto tentando incentivá-lo:

'- O pior já passou, Derek. Tente relaxar e aproveitar um pouco da festa que sei que Victor será justo com você.'

De costas para os dois, olhando o horizonte, Alef suspira e revira os olhos com o bom mocismo de Pacificador. Por sorte tinha um bom sistema digestivo, o que evitava que vomitasse. Dirigindo-se à Victor enquanto esperava o restante da matilha, comenta de forma aleatória:

'- Que noite estranha... flertei com a morte duas vezes por causa do Fianna acéfalo, enfrentamos um carro da Wyrm e estamos caçando um espírito colecionador de paus...'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3010
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entrada Oeste - Guaratiba

Mensagem por Sussurros Solitários em Dom Ago 06, 2017 9:53 am

O lobo sai do carro tão logo é possível e estica as pernas e braços. Finalmente sentia o cheiro da natureza e aquilo lhe deixava mais tranquilo. Observa a conversa a conversa do Filho de Gaia e do Andarilho. *O pior já passou? Acho que ele ainda não entende que hoje foi apenas um dia tranquilo na vida de um Garou.* pensa o lobo observando os detalhes do local ao seu redor. Escuta a conversa do Presa de Prata e pensa: *Típico dos reis da nação os pensamentos desse macaco. É isso que acontece quando uma tribo acha que tem o direito de ser líder apenas por existir. O Alpha sempre tem que se provar, tem que ser o mais forte da matilha essa é a lei de Gaia.*

Olhando para o Senhor das Sombras o lupino fala:
"- Posso mudar aqui?" Estava cansado de usar aquela forma de duas patas. Não gostava de ficar tanto tempo assim na pele de macaco.
avatar
Sussurros Solitários

Mensagens : 567
Data de inscrição : 04/07/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entrada Oeste - Guaratiba

Mensagem por Victor Montenegro em Dom Ago 06, 2017 9:56 am

Após Victor falar com Derek, Pacificador se manifesta para acalentar o irmão dizendo que o pior já havia passado. *Você que pensa...* É então que Alef faz um comentário sobre a noite. A raiva que o Presas estava do Fianna era quase palpável, não que pantaneiro não tivesse dado motivo, mas Guardião-Ancestral parecia se apegar à contenda com um "pouco" mais de afinco do que o normal. *É...aparentemente seu nome garou se refere à sua capacidade de guardar rancor por bastante tempo*. Mas o Philodox não tinha como discordar do que falava o irmão de matilha. Sendo assim, Victor se permite um breve risada e fala:

"-Olha, realmente, o Fianna foi o desafio mais perigoso da noite." Ainda com um sorriso mais largo no rosto, continua: "-Velho, TUDO hoje tentou matar a gente. A donzela indefesa era uma vampira, a casa da Viúva era um foco de malditos e fogo químico, a escada de incêndio era intransponível, os "moradores inocentes" da região eram, aparentemente, atiradores de elite, o mendigo era um fomor e até o caralho do carro criou vida própria pra vir nos matar." Ri mais um pouco. "E não vamos esquecer, é claro, dos nossos queridos Ahrouns Grande-Berseker-Inimigo-das-Escadas e o Capota-Carro-Por-Tres-Vezes."

Victor, ao escutar a indagação do lupino, assente com a cabeça, dá mais um trago do cigarro e finaliza:

"-Quando disseram que a situação aqui era braba, eles realmente não tavam brincando."

avatar
Victor Montenegro

Mensagens : 641
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 32
Localização : Rio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Guardião-Ancestral | Pacificador - Sussurros-Solitários | Spybot | Justiça-do-Predador

Mensagem por NarraDiva em Dom Ago 06, 2017 12:08 pm

O Presas de Prata ouvia todo comentário do Senhor das Sombras concordando com ele. Se não tivesse vivido tudo aquilo, não teria acreditado. E, nas partes que não havia visto, acreditava graças ao relato vir de um juiz. Diante dos comentários, apenas fala:

'- A escada não foi um desafio, nosso Ahroun que tem sérios problemas cognitivos, mas de resto você está certo.'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3010
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entrada Oeste - Guaratiba

Mensagem por Derek Spencer em Dom Ago 06, 2017 6:00 pm

Spybot - Guardião Ancestral / Pacificador / Sussurros Solitários / Justiça do Predador

Assente com a cabeça as palavras do Juiz e de Pacificador, a noite não tinha sido das melhores tanto para o Ragabash quanto para seus irmãos de matilha mas particularmente para o Ragabash o gosto amargo na boca era imenso, amargo não, o gosto de estragado, havia sido maculado e rasgado o véu em apenas uma noite, e como se não fosse suficiente ser em uma noite, aquela era só a primeira.

Seus irmãos de matilha conversavam sobre a noite que eles tiveram, era realmente difícil de acreditar se não tivesse visto metade daquilo acontecer. Só queria curtir um pouco a festa que dariam no Caern antes de levar o esporro que levaria do Philodox, era merecido, o Ragabash havia dado um mole do cacete naquele lance do carro. Seguia com a matilha caminhando na direção do Caern.
avatar
Derek Spencer

Mensagens : 288
Data de inscrição : 27/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entrada Oeste - Guaratiba

Mensagem por Yorick MacAlister em Seg Ago 07, 2017 12:38 pm

- Tem sim. Vô pegar.

Responde sobre a comida que o Alpha havia pedido pro restante da matilha. Vai até a geladeira, pega várias coisas, e coloca em uma sacola e completa:

- Bora.

Vai até o Carro junto com seus irmãos, abre o mesmo e quando entra sente um cheiro muito ruim. Era um cheiro de cachorro molhado, misturado com sujeira. Não sabia exatamente tinha causado aquilo, mas sabia que era culpa de Luke.

"PUTA QUE PARIU.... Regaçaram, meu carro... Cagaram nele! Vai toma no cu, viu! A Alpha desgraçado, ainda pedi pra cuidar e ele disse que ia... Fiduma rapariga do caraio..."

Olha pra Luke que senta no banco do passageiro, certificando que Camilo já estava atrás. Diz então para o Senhor das Sombras enquanto liga o carro:

- E esse cheiro de cachorro molhado, Alpha? Que que o cê aprontou?

Falava em um tom tranquilo, não estava cobrando nada, mas estava curioso em saber que que tinha acontecido.

- Vô ter que manda ele num lava-jato depois, tá podre, rapaiz... Tava igual eu agorinha pouco! hahaha...

Ri da própria situação. Só poderia ser coisa do destino mesmo. Havia passado a noite inteira fedendo e quando entra no seu carro de luxo, tava fedendo também. Abre o console do carro, pega um vidro de desodorante que tinha lá e espirra por todo carro amenizando aquele cheiro. Abre os vidros, liga o ar condicionado e diz:

- Agora tá melhor! Partiu...

Dá a partida, sente o ronco do motor e vai até o Caern. Demora um pouquinho, mas chega, estaciona, desce do carro, pega a sacola com comida, desce do carro, vai até o porta-malas de seu carro e pega uma garrafa de pinga velho barreiro, duas catuabas, coloca embaixo do braço, tranca o carro e aguarda seus irmãos descerem.

- Hoje vô beber até cair e depois vô bebe deitado! Bora?
Aguarda seus irmãos.
avatar
Yorick MacAlister

Mensagens : 606
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 28

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entrada Oeste - Guaratiba

Mensagem por Victor Montenegro em Seg Ago 07, 2017 1:52 pm

Ao ver o restante da matilha chegar no carro do Pantaneiro, Victor faz um aceno e depois  fala para os que estavam consigo:

"-Aee, chegaram. Acho que já pode anunciar a gente, Alef."
avatar
Victor Montenegro

Mensagens : 641
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 32
Localização : Rio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Legado do Trovão - Olhos da Tempestade

Mensagem por Luke Constantine em Seg Ago 07, 2017 2:02 pm

* Ja dentro do carro, Luke deixa um leve sorriso brotar em sua face ao perceber a indignação do Fianna com o cheiro do carro. Responde enquanto olhava a cidade pela janela: *

- O cheiro do lobo não sai nem que a porra, e olha que o Caveira deu um banho no bicho..

* Tinha de convir que era foda ficar enclausurado no carro com aquele cheiro e, portanto, nao reclama do desodorante espirrado. A viagem fora tranquila e logo estavam na entrada do Caern. Seus irmaos estavam ali aguardando. Desce do carro e, ao ver que Pantaneiro estava pegando os suprimentos, o alivia de ter que carregar a sacola com as comidas e responde sobre as bebidas: *

- Vamo ver se você aguenta..

* Com a sacola de comida em mãos,  se aproxima do resto da matilha ja dizendo: *

- Achamo umas besteiras la no Ponto de encontro, deve dar uma tapeada por enquanto..

* Passa a sacola de comidas para o irmão que estivesse mais próximo e deixa o pessoal pegar o que quisesse. Então olha para a trilha que levava ao Caern e a aponta com a cabeça, dizendo a todos: *

- Vamo la.. ainda deve ter algum tempo até a festa.  A gente tem que pensar em algo sobre o véu.

* Esperaria o Galliard fazer o anúncio para seguirem ao Caern. *
avatar
Luke Constantine

Mensagens : 406
Data de inscrição : 28/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entrada Oeste - Guaratiba

Mensagem por Sussurros Solitários em Seg Ago 07, 2017 2:03 pm

O Lupino após a permissão do Senhor das Sombras olha para ver se não tem ninguém olhando e volta, finalmente, para sua forma racial. Se estica nas quatro patas e agradece Gaia por não precisar mais usar a pele do macaco aquela noite.

Finalmente escuta o suave rosnado da besta-carro do Pantaneiro e fica feliz ao ver quando os outros membros da matilha finalmente chegam. Era bom ser parte de uma matilha grande, haviam conseguido fazer muita coisa naquela noite e ela quase sentia um pouco de afeição por aquele grupo de macacos. *Até que eles não são tão burros assim...*

Quando os membros da matilha se aproximam o lobo os saúda:
"- Finalmente..." Estava feliz e ansioso por finalmente voltar ao caern, poder estar sua forma natural e pelo resultado positivo da corrida desta noite. O que podia ser percebido pelo leve abanar de sua cauda.
avatar
Sussurros Solitários

Mensagens : 567
Data de inscrição : 04/07/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entrada Oeste - Guaratiba

Mensagem por Yorick MacAlister em Seg Ago 07, 2017 2:31 pm

O Alpha diz que o causador do cheiro era o lobo e tudo fazia mais sentido. O que não fazia era Skull-Head ter dado um banho nele. Aquilo fez a cabeça do Fianna ficar com sérias dúvidas.

"Será, rapaiz?! Será que o caveira cheio das tatuagens hardcore com toda essa marra de vida loka joga água fora da bacia?.. Eu, hein..."

A ideia dos dois tomarem banho juntos ou simplesmentr imaginar Skull-Head lavando o saco do lobo, deixava Pantaneiro com ânsia de vômito. Por sorte Luke ajuda com as sacolas e isso faz o Fianna mudar o rumo de seus pensamentos. Quando Luke diz se ia ver se aguentaria, diz pro Alpha em tom de brincadeira:

- Oxi!! Se eu não aguentar, eu peido!


Nunca havia sido derrubado pela bebida e não seria hoje que cairia. Já tinha bebido até gasolina misturado com detergente e não tinha caído, porque diabos hoje aconteceria? Não iria peidar.

Completou sobre o véu ao estacionarem:

- Se o cê falar com os Andarilhos, será que eles num consegue dar uma força, Luke? Vai que eles tem alguma artimanhã que pode ajudar nóis, mais acho melhor nóis não ir espalhando pra todo mundo por enquanto.
avatar
Yorick MacAlister

Mensagens : 606
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 28

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Legado do Trovão - Olhos da Tempestade

Mensagem por Luke Constantine em Seg Ago 07, 2017 3:23 pm

* Luke observa seus irmãos e os vê relativamente intactos. Havia sido uma noite bastante movimentada e, não fosse pelo problema do Véu, sairiam dela extremamente bem sucedidos. Observa o Lobo abanar o rabo com a aproximação do time total da matilha e pensa que aquilo era um sinal de que estavam no caminho certo, talvez aquela matilha realmente vingasse. Ouve as sugestões do Pantaneiro e responde, já olhando para Derek: *
 
- Não pretendo falar pessoalmente com os Filhos da Barata, o Spybot faria um melhor trabalho conversando com sua tribo por si só. Tenho certeza de que ele consegue dar o tom de urgência que o assunto merece.
 
* Aguarda uma resposta do Andarilho do Asfalto dando a entender que aquele seria um começo para compensar suas falhas enquanto pensa sobre o que deixara de dizer: *
 
“Os Andarilhos vão querer enterrar esse problema tanto quanto nós queremos..” 
avatar
Luke Constantine

Mensagens : 406
Data de inscrição : 28/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Guardião-Ancestral | Pacificador - Matilha Olhos da Tempestade

Mensagem por NarraDiva em Seg Ago 07, 2017 3:26 pm

Alef acena em positivo para Victor e diz para a matilha:

'- Vamos...'

O Presas de Prata toma a dianteira e assim que bota o pé nos limites do Caern, de dificílimo acesso a olhos curiosos, usa da transformação parcial para anunciar a chegada da matilha.

'- MATILHA OLHOS DA TEMPESTADE, ABENÇOADA PELO ELEFANTE, ENTRANDO PELAS FRONTEIRAS À OESTE DO CAERN.'

Feita as apresentações, o Galliard guia a matilha pelas trilhas até a Clareira Central. Pacificador seguia com a matilha.


OFF GAME: Cena continua na Clareira Central.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3010
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Âmago-de-Gunnr - Justiça-do-Predador

Mensagem por NarraDiva em Qua Ago 09, 2017 12:21 am

Sarah seguia com Victor e enquanto andava pelas trilhas do lado Oeste do Caern, dizia:

'- Primeiro lhe devo uma apresentação descente. Sou Sarah Brumhilde, Âmago-de-Gunnr, Fosten, nascida sob duas patas, em dia de Meia-Lua e membro da honrada Tribo dos Crias de Fenris. E é um honra poder passar o desafio de posto para alguém que trilhou o caminho da Glória, da Honra e da Sabedoria.'

A Fenris seguia com seus passos curtos, porém firmes, e falava:

'- Como juízes nós frequentemente temos que tomar a difícil decisão de qual é a lei mais importante. É uma encruzilhada fatal que nossas matilhas nos colocam. Às vezes não escolhemos pois a escolha é impossível. Então, antes de começar a passar seu desafio, me diga, quais são, em ordem de prioridade, os três versos da Litania mais importantes para você e porque?'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3010
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entrada Oeste - Guaratiba

Mensagem por Victor Montenegro em Qua Ago 09, 2017 1:03 am

Quando da observação de Sarah, ainda na clareira central, o Philodox responde com um meio sorriso e em tom estranhamente amigável, dado o fato que a Philodox iria lhe julgar:

"-É bom pra inaugurar o Posto. Fora que, vai, deve dar alguma alegria a uma Fenrir fazer um Senhor das Sombras penar por esporte"

Seguem andando até a saída oeste. Victor estava calmo. Na tentativa de enterrar as "emoções" sobre a Asas da Esperança parece ter empurrado junto o restante de suas tenções.

A Fenrir se apresenta formalmente, ao que ele assente com um manear de sua cabeça e lhe indaga sobre quais ele considerava os três versos da Litania mais importantes e o porquê. Ele pondera por alguns estantes e responde:

Primeiramente o verso que diz que Não Tomarás Qualquer Atitude que Provoque a Violação de um Caern. Os Caerns são manifestação viva da Mãe. Permitir que um caia é permitir que uma parte pura de gaia morra. Com a situação do mundo como está e a proximidade do Apocalipse , perder, macular ou mesmo por em risco um de nossos poucos Caerns, seja de forma voluntária ou não, é um atentado imperdoável contra Gaia e contra a Nação Garou.

Em segundo lugar: Combaterás a Wyrm Onde Quer Que Ela Esteja e Sempre Que Proliferar. Porque, além do motivo óbvio sendo essa a nossa razão de existir, esta lei nos lembra sempre da nossa função e do porque vivemos e faz com que nós não coloquemos nossos ganhos ou interesses pessoais acima das necessidades de nossas tribos, da Nação ou de Gaia.

E em terceiro: Não Erguerás o Véu. Nós somos fortes, mas eles são muitos e os traumas passados imprimidos em suas mentes podem rapidamente se transformar em ódio. E, ao contrário das eras antigas, os homens de hoje em dia, guiados por medos e ignorância, tem meios reais de nos destruir. Uma grave violação desse verso pode ter consequências catastróficas podendo levar à caça dos nossos e até mesmo à destruição de nossos caerns.

Finaliza sua exposição e aguarda as Próximas instruções da Fenris. O semblante do Senhor das Sombras era solene.

avatar
Victor Montenegro

Mensagens : 641
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 32
Localização : Rio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Âmago-de-Gunnr - Justiça-do-Predador

Mensagem por NarraDiva em Qua Ago 09, 2017 9:12 am

Sarah ouvia as palavras do Senhor das Sombras lembrando que daqueles três versos, dois haviam sido dilacerados por sua matilha. A Fenris começa a caminhar para fora do Caern e diz:

'- Muito sábia a escolha. Eu faria exatamente igual. Talvez colocasse o véu em segundo lugar depois da experiência que tive hoje e que vi que existem jovens que acham que só podemos combater a Wyrm em Crinos, fodendo com o véu, mas são realmente as três mais importantes e meu comentário pode ser mais fruto da experiência recente do que convicções. Mas, enfim, seu desafio será dividido em três etapas, uma ligada a cada uma das leis.'

A Fenris chega no limite do Caern se concentra e diz:

'- Um dom meu, de campo, está me guiando até uma grande transgressão. Como parte da missão de não erguerás o véu, eu te levarei até próximo da situação de tensão e você terá que resolvê-la sem erguer o véu. Me siga.'

OFF GAME: A cena continua nas Ruas da Zona Oeste.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3010
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Skull-Head (Hominídeo) - Matilha Olhos da Tempestade | Legado-do-Trovão

Mensagem por Skullhead em Seg Ago 14, 2017 11:26 am

Skull-Head consegue alcançar o grupo com o Ragabash da matilha, antes deles chegarem no carro. Seguindo os passos apressados, ele apenas diz:

"- Alguém consegue explicar que merda foi essa que aconteceu no meio da Seita inteira? É um que vira de costas no meio de uma parada, outro que faz um poema escroto pra caralho... Cara, tu teve sorte que a mulher não partiu tua cara em duas! Se fosse eu, eu tinha estourado teus ovos! E que porra é essa de recitar poema toda hora?"

O Garou olhava para o Fianna ainda incrédulo. Ele se volta para Luke e fala:

"- Chefia, eu não sei o que deu com todo mundo, mas a gente não pode simplesmente virar as costas para uma festa organizada pra gente! Tá todo mundo sem entender a porra do que aconteceu!"
avatar
Skullhead

Mensagens : 496
Data de inscrição : 02/07/2017
Idade : 23
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Legado do Trovão - Olhos da Tempestade

Mensagem por Luke Constantine em Seg Ago 14, 2017 11:39 am

* Luke caminhava pelas trilhas com o semblante fechado e sua aura predatória gritava. Faz o percurso em silencio e, antes de chegar ao estacionamento, para em algum trecho da trilha que e aguarda que seus irmãos se reúnam ao seu redor. Pergunta para Pacificador enquanto aguardava que os demais se agrupassem: *
 
- Ela vai causar problemas se trombar com o Fianna?
 
* Seu tom era carregado mas não tinha como ser de outra forma, as coisas haviam fugido ao controle de forma inadmissível. Ouve as indagações de Skull Head, elas eram válidas, mas antes queria lhes falar. Faz um sinal com uma das mãos abertas para o filho da barata indicando que ele esperasse. Quando julga que tinha a atenção dos demais, inicia suas palavras com dureza maior que o habitual: *
 
- Tivemos uma noite do caralho e terminamos nos expondo de maneira ridícula na hora de colher nossos louros. Quero deixar claro que, enquanto eu for o Alfa dessa matilha, nenhuma exposição sem o meu consentimento que foda com o nome da Olhos da Tempestade vai ser tolerada. Não mais.
 
* Legado do Trovão falava muito sério mas não se preocupa em esconder que estava puto: *
 
- Agora não somos mais lobos desgarrados. Somos uma matilha, temos um Totem que nos abençoa, e todas as ações, TODAS, refletem no nosso nome. Esqueçam a porra do cada um por si, quem insistir em foder com o que estamos construindo vai ter a cara arrastada no chão desse Caern até aprender a responsabilidade que é correr numa matilha.
 
* Olha para todos eles, um por um, e finaliza em Justiça do Predador, dizendo num tom mais sério do que raivoso: *

- Se alguém tiver algo pra explicar ou se alguém quiser questionar essa liderança, a hora é agora. 
avatar
Luke Constantine

Mensagens : 406
Data de inscrição : 28/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pacificador - Legado-do-Trovão

Mensagem por NarraDiva em Seg Ago 14, 2017 11:47 am

Ainda na trilha, o Juiz diz para Luke:

'- Meu dom vai durar provavelmente até meio-dia. Se ele não fizer nada ofensivo, acho que mesmo após o dom passar ela não fará nada. Se fizer, será desafiá-lo na assembleia, mas não levo fé que ela vai chegar a esse ponto.'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3010
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pacificador | Guardião-Ancestral - Matilha Olhos da Tempestade

Mensagem por NarraDiva em Seg Ago 14, 2017 11:52 am

Alef não tinha o que dizer e apenas fica observando para ver o que seria dito. Pacificador, por sua vez, volta seu olhar para Victor. Era dele que o juiz queria respostas.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3010
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entrada Oeste - Guaratiba

Mensagem por Victor Montenegro em Seg Ago 14, 2017 12:47 pm

Victor segue andando até o início da trilha. Ao ver que o restante se aproximava, deixa que o Alfa e os outros passem e entao segue. Luke para no meio da trilha e começa um discurso. Victor escuta a tudo calado e quando o Alfa termina o Philodox fala em um tom calmo, mas obviamente ja cansado:

"-Vamos lá, por partes para que todos entendam. Inclusive você, Luke. Eu me virei de costas quando da apresentação do Galliard por que, para os que ainda não sabem o que aconteceu essa noite no Caern, a Matilha Asas da Esperanca rasgou o véu esta noite, seu alfa desrespeitou um julgamento do philodox ancião Fenrir, o Alfa e a Beta da matilha copularam dentro do rio do caern e com essa transgressão geraram o Impuro perfeito que agora cresce na barriga da cadela Fianna e coloca esta seita e todos dentro dela em perigo mais que eminente. Nao fosse isso o suficiente, EU ainda tive que purificar o espirito do rio que eles macularam enquanto a Fenris tentava me matar. Alem disso, ouvidos treinado podiam perceber facilmente que o proprio bardo nao tinha convicção em metada das palavras que falava. Eram palavras bonitas, mas completamente vazias. E eu me recusei a dar qualquer atenção e leniencia a mais do que a lideranca deste caern ja havia oferecido àquela desculpa de matilha."

Olha para todos e segue:

"-Virei de costas e viraria de novo." Vira-se encarando diretamente Luke e fala;

"-Matilha ou nao, os meus atos são meus. Se lhe desagradam, resolva e o faça da forma correta. Se alguém envergonhou essa matilha hoje foi você. A sua performance foi ridícula. Se nao sabe atuar, nao o faça. Todos que prestaram atenção no que voce fez compreenderam que foi uma cena. Cena essa que você fez na frente da liderança de todo o caern na tentativa de ludibria-los. Sua atitude colocou a honra de toda a matilha em cheque e nao importa se você eh alfa, beta ou deus. Eu sou um philodox, e nao vou ter minha honra comprometida pelas ações de ninguém. Da próxima vez, quebre os meus dentes, eu lhe respeitarei mais. Mas nao repita a merda que fez hoje. Abaixa teu faixo e lidera. Porque eu nao to aqui pra ser enfeite e muito menos pra ficar massageando seu ego e a sua pompa. Alguém ainda tem alguma dúvida que eu nao tenha deixado bastante clara?"
avatar
Victor Montenegro

Mensagens : 641
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 32
Localização : Rio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Guardião-Ancestral | Pacificador - Matilha Olhos da Tempestade

Mensagem por NarraDiva em Seg Ago 14, 2017 1:23 pm

Guardião-Ancestral arregala o olho com a história da Impura Perfeita, mas nem tem tempo de pensar pois quem vai pra cima de Victor, com uma postura que fugiu ao seu temperamento em toda a noite é o juiz dos Filhos de Gaia que fala em tom rude com o Senhor das Sombras:

'- Eu nunca ouvi tanta merda na minha vida. Até parece que essa matilha foi o exemplo da perfeição e não tivemos quase o assassinato de um dos nossos e uma dilaceração do véu nas costas. Por tudo que é mais sagrado nas leis e Gaia, Victor, que diabos você comeu? Foi merda?! Acha mesmo que mostrar o rabo pra toda seita em seu protesto isolado e silencioso serve pra algo além de expor a porra dessa matilha? O Impuro Perfeito está vindo? Jura? Então soubemos da profecia milhões de anos antes para nos comportar como crianças de 5 anos? É desse jeito que vamos poder ajudar a tentar evitar que o pior aconteça? É óbvio que estou chocado e preocupado com essa história, mas temos anciãos pra isso, não tem que ser um bostinha que acabou de virar Fosten que precisa descer das tamancas para chamar a atenção de todo mundo com seu protestinho de merda!'

Ele olha fixamente para o Juiz e fala:

'- Você precisa aprender que essa matilha em um líder e o nome dele não é Justiça-do-Predador. O nome dele é Legado-do-Trovão. Pouco importa se a Fenris te espancou em seu desafio. Sinceramente, acho que foi pouco! Não nos importa se o Alfa foi bom ou mau ator e os erros dele não servem de justificativa para os seus. A própria situação onde ele realmente atuou de forma ruim foi causada por você, pela sua falta de respeito, pela sua falta de honra e de sabedoria num momento onde toda a Seita estava reunida.'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3010
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Skull-Head (Hominídeo) - Matilha Olhos da Tempestade

Mensagem por Skullhead em Seg Ago 14, 2017 2:45 pm

Eles param no meio de uma das trilhas e o Alpha pede que o Theurge esperasse. Skull-Head os braços e encara o Senhor das Sombras, esperando que um daqueles explicasse o que porra estava acontecendo! Primeiro, o Alpha se certifica que a Fúria não iria fuder com o Fianna, ao passo que o Filho de Gaia diz que havia utilizado um dom e que Pantaneiro estava a salvo por enquanto.

*Não que esse panaca mereça!*

Luke então continua e deixa bem claro que ações individuais não iriam prejudicar a matilha. Achava aquilo óbvio demais para não ter entrado na cabeça de alguns. A porra do Elefante havia feito uma aliança com eles todos, e não apenas com alguns. Ou eles começavam a entender isso ou Skull-Head amaria ajudar quem quer que fosse a arrastar uns rostos pelo asfalto quente daquela cidade infernal.

O Ahroun finaliza pedindo que críticas fossem dadas e, assim como alguns, o Theurge olha direto para o Philodox e irmão tribal do Alpha. Victor tinha muito a explicar. E assim o fez. O Senhor das Sombras começa a se justificar, anunciando as falhas da outra matilha que ele havia descoberto. Ele começa pelo Véu e o Andarilho apenas consegue pensar:

*Ok, mano, a gente também fudeu com o Véu...*

Mas aí ele comenta sobre a insubordinação com o Ancião Fenrir, o mesmo que havia acabado de ser derrotado por Estrela-da-Manhã:

*... É, eles pelo visto não tem muito traquejo com os outros, mas esse Senhor das Sombras parece tão mimado quanto, né...*

Aí eles conta sobre a transgressão ao Rio, a cópula dentro do próprio Caern...

*...Certo, a gente não chegou a esse nível de intimidade pra literalmente foder com a Litania né...*

... E finalmente revela que a "brincadeirinha" havia gestado o Impuro Perfeito. Skull-Head ia ficando indignado a cada frase do Philodox, mas esse último comentário havia deixado o mesmo sem acreditar no que Victor falava. Pouco se importava se o Philodox havia sido colocado para purificar o Rio e acalmar o espírito do mesmo, ele podia ir pra Acárdia fuder com Sátiros se ele quisesse. Isso não dizia respeito a nenhum deles ali. Aparentemente, o Senhor das Sombras era mais dramático que o Fianna, e isso se mostrava rapidamente ali.

"- Pu-ta-que-me-pa-riu."

A voz do Theurge sai baixa, quase sem forças. Ele não acreditava no que estava acontecendo. O Apocalipse estava mais próximo do que eles imaginavam e tinha sido trazido numa cesta florida pela outra matilha. O Victor continua com um blá-blá-blá de Senhores da Sombra, que o Theurge pouco se importa. Aquele Philodox estava enchendo o saco dele já. As atenções só voltam quando Lukas resolve finalmente falar e o Filho de Gaia consegue arrancar sorrisos de Camilo. A cada palavrão direcionado para o Senhor das Sombras, as feições de Skull-Head se amenizavam mais ainda. O Andarilho sabia que os filhos do Avô Trovão eram treinados com severidades e não seriam as palavras de um filho de Gaia que iriam abalar as estruturas de Victor. Mas era ótimo saber que alguém falava o que ele merecia escutar.

Skull-Head permanecia em silêncio. Não sabia o que falar, então ficaria quieto. Eles já haviam descoberto que quem falava demais acabava por pagar com a própria língua.
avatar
Skullhead

Mensagens : 496
Data de inscrição : 02/07/2017
Idade : 23
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Legado do Trovão - Olhos da Tempestade

Mensagem por Luke Constantine em Seg Ago 14, 2017 3:01 pm

* Luke assente com a cabeça quando ouve as orientações de Pacificador sobre os dons que usara com a Fúria Negra e aguardava pela reação de seus irmãos. Não fica surpreso quando nota que Victor era o primeiro a se manifestar, ele parecia determinado a cruzar seu caminho em todas as oportunidades possíveis. Ouve as explicações de seu irmão tribal com os dentes cerrados e o observa com olhos frios quando ele se propõe a afronta-lo abertamente. O jogo estava na mesa, nada sobre a história do Impuro Perfeito era novidade para o Alfa mas nada do que era dito justificava a forma ridícula como Victor havia se portado até então. Estava prestes a se posicionar de maneira definitiva mas Pacificador não perde tempo e parte para cima de seu colega de Augurio com um vigor tamanho que pega o líder de surpresa. O Juíz dos Filhos de Gaia não poupa palavras para botar Justiça-do-Predador atolado até o pescoço num poço de merda e aquelas palavras ganhavam peso maior por virem de alguém que mantivera sua honra intacta durante toda a noite. Luke começa a se aproximar a passos lentos e, encarando Victor de frente, emenda de maneira cortante: *

- Metade dessa Seita sabia das violações e da chegado do Impuro Perfeito, eu sabia, e mesmo assim ninguém além de você fez esse showzinho desgraçado. Você fala que seus atos são seus, depois diz que não vai ter sua honra afetada por nós, mas quem fodeu com toda a porra de trabalho dessa matilha foi o caralho da sua atitude egoista. Tudo o que eu ouço você dizer é que tá pouco se fodendo pras repercussões da merda que você criou, como um bom filho da puta que só pensa na própria barriga. Tudo o que você fez aqui foi vir aqui e deixar claro que tá cagando pra todo mundo enquanto quiser satisfazer seus desejos em detrimento dessa matilha.


* Se posiciona ao lado de Pacificador e prossegue dizendo suas palavras com fúria evidente: *

- Eu errei ao não arrebentar essa sua cara presunçosa imediatamente, mas errei porque achava que você merecia a chance de consertar a merda que criou. Achava que, como todo mundo aqui, você merecia a benefício da dúvida mesmo ao tomar a decisão errada. Mas você cuspiu na oportunidade e tentou voltar pra mim as consequências da sua imbecilidade, então assuma os resultados dos seus jogos assim como você acabou de assumir que vai continuar fodendo essa matilha quando achar conveniente. E não se preocupe com conselhos vazios, com você ou sem você do meu lado eu vou levar a Olhos da Tempestade adiante pra gloria que ela merece.

* Finaliza, mostrando uma carranca assassina e deixando seu físico impressionante fazer sombra sobre seu irmão tribal: *

- Ao contrário de você, eu aprendo com meus erros. Agora cala a porra dessa boca e enfia o rabo entre as pernas ou desonra essa matilha de novo, e eu juro que vou te dar bem mais do que os dentes quebrados que você pediu!

Off: Victor tem que acumular 4 sucessos num teste de força de vontade para resistir à intimidação.
avatar
Luke Constantine

Mensagens : 406
Data de inscrição : 28/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entrada Oeste - Guaratiba

Mensagem por Sussurros Solitários em Seg Ago 14, 2017 3:16 pm

*O que em nome do grande Uktena está acontecendo com esses macacos loucos?* Por que raios eles precisam de todas as aquelas demonstrações ridículas?

"- A outra matilha quebrou a litania e já foi punida por isso. O impuro perfeito é uma profecia antiga, que aconteceria mais ou cedo ou mais tarde. Eles vão morrer todos eventualmente. O que nós precisamos nos preocupar é como vamos fazer nossa parte para impedir que a criança seja tomada pela Wyrm e como vamos defender este Caern. Todo o resto é perda de tempo." Fala o Uktena com seriedade.

"- Estou indo aos confins da Umbra com o meu irmão de tribo Invocador-do-Abismo para obter mais informações para nós. O que consegui descobrir sobre a mulher de branco foi que ha muito tempo uma bruxa fez um ritual usando os restos mortais de uma mulher que sofreu na mão dos homens. Esse espírito corrompia a tudo que chegava perto fazendo assim que os espíritos se alimentassem uns dos outros criando malditos e fomores mais fortes. Para derrotar esse espírito, que não pode ser aprisionado, precisamos destruí-lo na Umbra enquanto purificamos e queimamos o resto do seu corpo ao mesmo tempo. A theurge tem que ter um pedaço do corpo para poder controlar o espírito e com ele conseguimos achar o resto do corpo." fala o lobo com determinação sobre o que descobriu.
avatar
Sussurros Solitários

Mensagens : 567
Data de inscrição : 04/07/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entrada Oeste - Guaratiba

Mensagem por Victor Montenegro em Seg Ago 14, 2017 7:49 pm

O senhor das sombras apenas levanta uma sobrancelha quando da explosão de Pacificador. As palavras do Filho de Gaia não incomodam o Filho do Trovão. Ele sabia que o outro philodox não gostava muito dele e parecia ter uma mentalidade de matilha meio descompensada. Victor apenas olha para Lukas com uma cara de quasi-preocupação e fala:

“-Você está bem?”

É então que o Alfa volta a se pronunciar. Luke se aproxima de maneira ameaçadora e com tom de voz cortante. O desejo de partir o philodox ao meio era praticamente palpável em seus olhar e palavras. Parecia querer intimidar Justiça do Predador, mas não tem sucesso. As palavras do Alfa são duras e cheias de fúria, mas o Philodox sequer titubeia. O intuito de intimidar vira-se contra o Ahroun, e o semblante dantes cansado e tom monotônico de Victor dão lugar a uma expressão fria e tom seco.

Vira os olhos na direção de Pacificador e fala:

“-Veja se há qualquer mentira em minhas palavras. Não vou mais perder meu tempo gastando saliva atoa.”

Vira-se então para Luke, encarando-o e começa:

“-Eu sei que agi errado ao dar as costas. Soube pouco depois que o fiz e percebi o olhar do líder de nossa tribo. Mas eu esperei que você agisse como alfa. Que virasse minha cabeça para o palco ou me fizesse comer areia. Diante da minha falha, eu havia aceitado receber uma humilhação pública apenas para lhe dar a oportunidade de mostrar força. Mas você falhou.” Vai caminhando com passos firmes em direção a Luke enquanto continua a falar:

“-Sim; os meus atos são meus e sempre serão meus. Erros e acertos. E eu pagarei ou receberei por eles. Mas, se algum dia, meus atos prejudicarem a tribo, a seita ou a matilha eu não espero a sua bondade e as suas segundas chances. Espero que seja forte e tenha bolas pra fazer o que tem que ser feito. Se o que tiver que ser feito for quebrar os meus dentes, faça! Pois eu não exitarei em fazer com você.” Neste ponto Victor já está a poucos centímetros do rosto de Luke e seus olhares em fúria estão vidrados um no outro.

“-E bata na sua boca antes de dizer que eu agi de forma egoísta e que só olhei pelos meus interesses. Tudo o que eu fiz essa noite fiz para o bem dessa matilha e, mais especificamente o seu. Até quando eu caguei o pau estava pronto pra engolir mais merda apenas para que você e a matilha se fortalecessem aos olhos da seita. Eu impedi que o véu fosse rasgado por duas vezes, levei os seus membros feridos até você, me joguei com tudo em cima de um esguio, sem qualquer preocupação pela minha segurança, para que você pudesse segurar Pantaneiro e, mesmo aqui, depois de toda a merda, eu fui tirar o seu Ahroun da cagada que ele fez. No caralho dessa noite, NINGUÉM foi mais paciente ou fez mais para o seu sucesso e o dessa matilha do que eu. Caguei aqui, caguei. Paciência. Até o meu saco tem limite.”

Os olhos permanecem fixos e a postura dura:

“-E me escute bem, eu to pouco me fodendo pras suas segundas chances, pro teu ego ou pra tua glória. Se vai ser meu líder, faça por onde e faça mais do que estufar o peito e falar grosso. Te enxerga. Tu quer falar como rei sendo vassalo. Pacificador ta certo em uma coisa, dentro do grande esquema eu sou um bosta, você é um bosta e todos dessa matilha são uns bostas. Tudo um bando de moleque cheirando a mijo. Quão mais rápido voce enfiar esse caralho na cabeça, melhor.”

Victor dá um passo pra trás e respira fundo. Esses segundos parecem lhe acalmar um pouco e ele continua com um tom um pouco mais brando, mas ainda duro:

“-Presta atenção. Eu não quero foder com essa matilha, não quero foder você e não quero o seu cargo de alfa. Eu assumo os meus erros, e admito que me excedi, mas voce precisa assumir os seus e aprender a controlar o seu ego. Essa é a segunda vez na noite que você se propõe a fazer algo que não sabe e acaba fazendo merda. Um bom líder conhece seus limites. Você não é bom em tudo, ninguém nessa merda aqui é.”

Respira fundo mais uma vez e segue ja retornando a um tom mais brando, mas ainda sério:  

“-E você não precisa escutar os meus conselhos, você tem outro Philodox na matilha, um que parece mais alinhado com voce, tenho certeza que será um bom conselheiro. Apenas não ache que vai ser porque não me escuta que eu vou deixar as suas falhas passarem barato. Agora quebra logo a minha cara e vamos voltar pra festa que nós ja atraímos atenção demais.”



OFF: Victor tem 4 sucessos no teste de FDV e não fica intimidado com Luke. Victor tem 1 sucesso de intimidação que Luke deverá resistir.
avatar
Victor Montenegro

Mensagens : 641
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 32
Localização : Rio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entrada Oeste - Guaratiba

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 13 Anterior  1, 2, 3, ... 11, 12, 13  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum