Templo da Justiça de Gaia

Página 19 de 19 Anterior  1 ... 11 ... 17, 18, 19

Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 19 Empty Majestade-Soturna (H) | Guardião-Ancestral (H) - Matilha Olhos da Tempestade

Mensagem por NarraDiva em 20.08.19 11:27

A juíza apenas diz:

'- Estão dispensados. Espero que não precisem voltar aqui nessa mesma condição.'

Os dois Presas de Prata que ali estavam, se retiram pouco antes da matilha. Alef toma a iniciativa de puxar a matilha para a área externa:

'- Vamos... a noite foi muito longa e nada indica que os próximos dias serão menos difíceis.'

Seu tom era realista, e todos ali sabiam que não faltavam coisas para a Olhos da Tempestade fazer.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 36
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 19 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Victor Montenegro em 20.08.19 12:34

Victor apenas cumprimenta Miranda com uma breve reverência e se retira junto a Alef e o restante da matilha.

Já na área externa, o Senhor das Sombras responde ao Presas de Prata:

'- Tempos de Guerra são sempre desagradáveis.'

Victor respira fundo enquanto retira o isqueiro de seu bolso e começa a brincar um pouco com ele entre seus dedos.

'- Se antes falávamos em perfeição e não cometimento de erros por bravata ou inspiração, acho que ficou claro para todos depois deste julgamento que perfeição virou questão de sobrevivência. Não podemos mais falhar, mesmo que minimamente. Precisamos definir diretrizes para a matilha.' - Finaliza desviando o olhar para Sussurros-Solitarios.

O tom do Philodox era ameno, bem diferente do austero e despido de emoções que adotava durante julgamentos e ele agora se dirigia ao Alfa.

'- Sussurros-Solitarios, ainda nos reuniremos antes do completo amanhecer ou estamos liberados por hora e nos reunimos amanhã após o retorno de Hadrian e Diogo? Eu queria resolver algumas coisas relativas ao meu desafio para Adren.'
Victor Montenegro
Victor Montenegro

Mensagens : 906
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 34
Localização : Rio

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 19 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Arauto-da-Morte em 20.08.19 15:09

Forma Atual – Glabro

Tão logo Hadrian se cala, o filho do trovão começa a falar..

*FILHO..*



... e tão rápido sua boca se abre, o veneno inexorável que vazava de lá começa a fluir..

*DUMA...*


.. fazendo com que a pequena desinformação plantada fosse rapidamente revelada.

*DIARREIA*


O ragabash não havia mentido pelo bem da palavra, apenas afirmado que a motivação que os levou a apoiar o fianna, fora a mesma que levou os presas de prata a fazê-lo em momento posterior.

Porém, ao fim de sua fala, Victor deixava claro uma coisa..

*Ele era bom, quer fazer questão de demonstrar isso..*


.. ele fechava o cerco à acusação da caçadora da verdade, deixando evidente que, no momento do referido apoio, nenhuma acusação formal havia sido feita contra Ossos-de-Carvalho.

Depois dos outros seguirem a liderança de mão-do-rei, Majestade-soturna começa a cuspir na matilha, em específico melindrando o próprio Arauto-da-Morte, mas, como para que rir do fatalismo do Ragabash, os presas de prata não demonstravam descontentamento, mas sim, contínuo apoio à eles..

*Você não sabe de nada Royce Hadrian...*


.. sua pena havia sido proferida, e, considerando os rigores dos filhos do avô trovão, ele considerava que havia passado com danos mínimos.

As acusações finais eram feitas, e, meu deus, se todos os senhores das sombras fossem tão ferrenhos na busca de seus objetivos, Isaack devia ser uma criatura realmente lendária ao se opor à Konietzko.

E, se Victor falava quando o dos outros estava na reta, meu amigo, ele CANTAVA quando era sua prega que encarava a chapuleta.

Ele, sem um pingo de humildade, tampouco de orgulho, vomitava os feitos da matilha durante aquela noite em específico, elencando também, durante o relato, que sua falha, caso não cometida, em nada alteraria o curso da guerra, haja vista que o véu seria indiscutivelmente, rasgado por garous aquela noite, mas, o que ele faz a seguir, traz um sorriso, ainda que contido, aos lábios do Sem Lua.

*Filho de uma cagada, mas, que bela cagada...*

 
Com esse meio sorriso, o Peregrino começava  escutar o veredicto, seriam TODOS considerados indignos, não merecedores de quaisquer feitos que viessem a praticar..

*Será interessante..*


Ian, não poderia liderar nenhum combate, e, Victor de liderar NADA, até se tornarem Adrens, enquanto o lupino, apenas pagava com o mesmo renome do Ragabash, ainda que em quantidade superior.

*Essa vadia ainda vai se arrepender dessa decisão..*

O meio sorriso ainda estava lá, novamente, contido, e, ainda sustentando a mesma feição, acompanha os demais para a área externa do templo, dando uma risada ante a fala de Alef..

“-Nem me fale...”


Enquanto Victor questiona o Alfa, Hadrian também aproveita para emendar uma outra pergunta..

“-Também seria interessante que conversássemos acerca de um novo ponto de encontro, pelo que me lembro, não temos um!”
Arauto-da-Morte
Arauto-da-Morte

Mensagens : 547
Data de inscrição : 18/12/2017
Localização : Belem

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 19 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Diogo'Papo-Reto' Moncorvo em 20.08.19 16:45

Forma atual: Hominídeo
Interações: Papo-Reto - Matilha Olhos da Tempestade | Majestade-Soturna

As últimas palavras de Victor vêem e ele joga alto.

*O maluco tá realmente falando desse jeito com essa maluca? Tá doido, mano!*

Victor voa em sua ousadia, mas seu vôo é interceptado pela grande rocha que era a convicção da Senhor das Sombras. No fim, nada havia sido tão duro quanto a primeira paulada. Depois de uma surra, o couro também já ia se acostumando a moléstia. Com isso o julgamento finalmente termina.

*Aleluia, irmãos!*

Alef guia a matilha para a parte de fora do templo e Diogo aproveita para dar uma boa lufada de ar para dentro dos pulmões. Era tão bom sentir um ar menos pesado entrando em suas narinas!

*Eu não aguentaria mais um julgamento ali, velho!*

Já do lado de fora, ele escuta as palavras dos irmãos e fica reflexivo. Havia chego num momento crítico da Seita... muitas coisas mudariam. Apesar disso, não tinham tempo para esperar a adaptação. Havia muita coisa a ser feita e o Philodox Senhor das Sombras é direto. O Roedor aguarda uma resposta do Alfa, já escutando o questionamento quanto a um refúgio feito pelo Ragabash.

*Isso me interessa, não tenho uma cama dura pra me encostar por aqui ainda...*
Diogo'Papo-Reto' Moncorvo
Diogo'Papo-Reto' Moncorvo

Mensagens : 687
Data de inscrição : 02/07/2017
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 19 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Sussurros Solitários em 21.08.19 7:08

Forma atual: Lupino

O Lobo mantêm-se em silêncio após a o fim do julgamento. A Caçadora da Verdade os libera e Alef guia a matilha para fora do tempo. Eis que então o Senhor das Sombras questiona sobre os próximos passos e informa que tem coisas a resolver do seu desafio para Adren.

*Quanto mais rápido ele passe nesse desafio, mais rápido nós podemos nos acertar quanto a liderança.*

O Lobo então responde:

"- Teremos mais informações após as reuniões de tribo. Vamos nos reunir então na primeira hora da noite no novo Caern, lá é mais tranquilo. Assim podemos resolver o que precisamos e ter mais informações antes de termos os nossos próximos passos. Lembrando que precisamos descobrir mais sobre Yushu Kurã, espírito antigo que talvez seja o totem do novo Caern. E tomem mais cuidado ainda, não podemos ter mais nenhum julgamento. Alguém precisa de alguma coisa?"
Sussurros Solitários
Sussurros Solitários

Mensagens : 847
Data de inscrição : 04/07/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 19 Empty Guardião-Ancestral (H) - Matilha Olhos da Tempestade

Mensagem por NarraDiva em 21.08.19 9:56

Alef escuta tudo que é dito e, aproximando-se de Hadrian comenta:

'- Podemos resolver isso nós dois. Você com seu olhar de Lua Nova, eu com os recursos necessários para comprar o que precisarmos comprar. Como nosso território mudou, conheço um pouco melhor a Zona Sul, tenho uns locais para sugerir perto da minha casa.'

Olha para os membros da matilha e comenta:

'- Os que não tiverem onde dormir e não quiserem dormir nos alojamentos ou na mata, podem ir lá pra casa. Não falta espaço para acomodar a todos e o Alto Leblon está dentro do nosso território. Podemos usar ela enquanto precisarmos, até que achemos um lugar mais adequado.'

Não era preciso conhecer o Rio de Janeiro para saber que no Alto Leblon ficavam as mansões mais caras do Rio de Janeiro. Alef devia ter muito dinheiro para ter uma casa ali.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 36
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 19 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Gabriel Villas Boas em 21.08.19 12:21

O movimento ousado do Senhor das Sombras talvez tenha pesado a mão da Caçadora da Verdade, que já havia se mostrado irredutível em suas convicções. Por fim, mais um julgamento finalizado. Miranda dispensa a todos e desfaz a corte. Gabriel mantinha o silêncio, seguindo a matilha até a área externa após a fala de Alef.

Enquanto todos falavam entre si, Gabriel apenas mira o céu. Tempestuoso, ainda entre as nuvens era possível ver o brilho das duas estrelas. O Filho de Gaia apenas respira fundo e reflete:

* Acho que minhas bolas desceram agora...*

Hadrian e Alef discorrem sobre um novo ponto de encontro. Gabriel apenas assente a ideia formulada pelos dois. O Filho de Gaia ainda pouco conhecia sobre o Rio de Janeiro, estrategicamente falando. Não saberia indicar um novo local para QG na zona sul. Contudo, entendia que ue qualquer local demais elitizado os afastaria das comunidades.

"- Seria interessante se o novo ponto de encontro fosse algo meio termo. Um local próximo das comunidades e da mata, mas que ainda nos permita manter olho nas classes altas. Afastado o suficiente para manter o véu, seguro dos inimigos e capaz para cumprir com a sentença passada pela Caçadora da Verdade..."

Gabriel não dava nomes, mas era óbvio tratar da punição do Fianna. Ainda pensando alto, coça o próprio queixo e diz...

"- Uma forma de gerar renda à matilha não seria de todo mal, também..."

Enfim, ele agradece a oferta do Presa de Prata. Não saberia ao certo se faria uso naquele dia, mas não dispensa. Por fim, com um aceno com a cabeça, o Filho de Gaia demonstra entender as palavras do Uktena.
Gabriel Villas Boas
Gabriel Villas Boas

Mensagens : 264
Data de inscrição : 25/05/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 19 Empty Guardião-Ancestral (H) - Matilha Olhos da Tempestade

Mensagem por NarraDiva em 21.08.19 14:53

O Galliard ouve as palavras de Gabriel e, apenas diz:


'- Se você quer véu e privacidade, você quer as áreas mais ricas e privadas da cidade, Filho de Gaia. Quanto mais popular a localidade, nessa cidade, mais calor humano e mais olhares indesejados sobre o que fazemos ou deixamos de fazer...'


Alef faz uma pausa e conclui:


'- Sobre renda. Eu sou a renda. Não há com o que se preocupar com relação à dinheiro.'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 36
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 19 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Gabriel Villas Boas em 21.08.19 16:14

* Ora ora ora, temos um playboy entre nós...*

O Filho de Gaia, que veio de um lar abastado, agora já não tinha onde cair morto uma vez perdido o contato com a sua família em São Paulo. Teve de aprender a ser humilde na marra, o que faz a confiança do Presa de Prata causar um leve desconforto. Ainda, cavalo dado não se olha os dentes, não é mesmo? Depois da resposta de Alef, o juíz não havia muito a falar a não ser agradecer. Assim, ele abaixa a cabeça respeitosamente e diz:

"- Generosidade sua, Guardião-Ancestral. Obrigado por se dispor assim."
Gabriel Villas Boas
Gabriel Villas Boas

Mensagens : 264
Data de inscrição : 25/05/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 19 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Sussurros Solitários em 21.08.19 18:47

Forma atual: Lupino

O Lobo escuta as palavras da matilha sobre o ponto de encontro como hadrian havia levantado anteriormente. O lobo não dava tanto interesse para isso preferindo ficar no Caern mas já que era uma necessidade de tantos membros ele apenas fala:


"- Então Guardião-Ancestral, Arauto-da-Morte e Valkyria-Negra devem cuidar da nossa toca. É importante entender a situação espiritual do lugar escolhido. Eu só peço que também seja perto de alguma área da Wyld, assim conseguirei defender melhor espiritualmente o nosso local. Estão todos dispensados. Nos vemos na Clareira do Caern de Cura quando luna aparecer no céus."

O Lobo então esperaria que o último fosse embora para sair.
Sussurros Solitários
Sussurros Solitários

Mensagens : 847
Data de inscrição : 04/07/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 19 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Arauto-da-Morte em 21.08.19 18:59

Forma Atual - Glabro

Hadrian estranha um pouco o costume do Alfa em ignorá-lo, mas, talvez, ele ainda estivesse mordido pelas palavras do sem lua um pouco mais cedo..

Quando Alef fala e Gabriel consegue não se apresentar..

*Dinheiro.... bem.. isso é algo que não vemos todo dia..*


O Peregrino assente a todos as posições ali colocadas, e, sorrindo de maneira sincera à Guardião-Ancestral responde..

"-Bem.. se eu estiver vivo após minha empreitada, eu apareço no seu Apartamento e combinamos direito essa busca, prometo que se chegar, terei uma boa história para lhe contar.."


Após esperar que Alef lhe passasse o endereço, com um aceno, se despede dos demais..

"-Bem, vou seguindo meu rumo para a Reunião de minha tribo.."


OFF: Hadrian encerra suas ações desta noite.
Arauto-da-Morte
Arauto-da-Morte

Mensagens : 547
Data de inscrição : 18/12/2017
Localização : Belem

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 19 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Ossos-de-Carvalho em 21.08.19 19:00

O Fianna saía da Cabana após o julgamento e o veredito de que não poderia tomar a liderança.

* Foda-se *


Ele sai da cabana em silêncio.. Não queria contatos, só queria quebrar tudo, abandonar aquilo tudo e voltar para o colo de sua mãe.

Fala para Gabriel ainda como se tivesse falando ao vento:

" - Temos alguns chiminages à cumprir... Você consegue trazer um gato pra mim? Alguém sabe se tem algum Garou que saiba tatuar?"


Provavelmente alguns.. mas perguntava mesmo assim.. Todos são liberados e Ian não tinha a menor ideia pra onde iria agora.. Pensava em talvez procurar provas de que havia algo de errado com Gaia nessa história toda...
Ossos-de-Carvalho
Ossos-de-Carvalho

Mensagens : 306
Data de inscrição : 08/03/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 19 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Gabriel Villas Boas em 21.08.19 22:26

Forma: Hominídeo

Virando-se em direção ao Fianna, Gabriel podia perceber o espírito quebrado do Ahroun. E como não perceber? A noite havia sido longa e intragável. Não há muito tempo, o Filho de Gaia havia lutado e resistido ao lado do Fianna quando do massacre da seita. Ainda na mesma noite, foi ele próprio que quase ceifou a vida do Ahroun para derrotar o inimigo. O julgamento severo mas compreensível coroava a noite. 

Dissolvida a reunião pelo Uktena, o Peregrino inquieto toma seu rumo, mas eles ainda permaneciam nos arredores do Templo. Apesar da empatia, Gabriel não perderia a austeridade logo ali. Assim, ainda mesmo nos arredores do Templo, Gabriel manteria o decoro e responde polido. :

"- Certamente, Ossos de Carvalho. Assim evitamos maiores dissabores. Quanto à tatuagem... Agora a pouco conheci sua irmã de tribo, Sussurros-de-Bran. Ela ostenta algumas pinturas. Talvez ela saiba indicar alguém entre nós que realize um trabalho mais artesanal."

Ele olha para o final da escadaria em direção à Clareira e, sonhando acordado, ele consegue se ver com um hidromel à mão. Coçando a garganta, ele retorna a falar.

"- Minha boca está seca... e eu estou devendo beber com você. Vamos descer até a Clareira, lá conversamos melhor antes das reuniões tribais. A bem dizer da verdade, acho que todos merecemos ter um momento..."

* Mais calmo? Pff, calmo...*

Conclui Gabriel, sem achar a palavra certa, mas estendendo o convite aos demais, enquanto inicia a descida até a Clareira Central.


OFF: Continua na Clareira.
Gabriel Villas Boas
Gabriel Villas Boas

Mensagens : 264
Data de inscrição : 25/05/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 19 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Diogo'Papo-Reto' Moncorvo em 21.08.19 23:28

Forma atual: Hominídeo
Interações: Papo-Reto - Matilha Olhos da Tempestade 

As palavras do Theurge sequer são escutadas pelo Roedor após as primeiras palavras de Alef. Um teto, um chuveiro quente...

*... uma banheira de hidromassagem não seria ruim!*

Obviamente, luxo não era algo que acompanhava o Roedor de Ossos. Diogo havia entrado numa hidromassagem apenas uma vez, quando conseguiu um dinheiro bom numa batalha de rima e decidiu torrar ele no melhor quarto do motel na baixa da Mata Escura com a sua preta do momento.

*Aquele dia foi top, ahahahha!*

O Galliard tem uma rápida visão de si mesmo dentro de uma banheira cheia de moedas douradas, tipo tio Patinhas... sonhar era realmente algo sem preço que fazia um bem danado para a cabeça de um miserável.

Ele volta dos devaneios quando o Filho de Gaia tenta cortar o barato de todo mundo.

* Cala essa boca, japa! Deixa o nego aqui dormir ao menos uma vez numa cama que não feda, véi!*

Além de falar difícil, Gabriel parecia ser um estraga prazeres. Felizmente Alef entendia as necessidades de Diog... digo, da matilha... como ninguém. No fim, eles ficariam ali provisoriamente, enquanto o Presas, o Peregrino e a Cria de Fenrir arrumariam um lugar mais apropriado.

Hadrian é o primeiro a se dispor para a missão, relembrando que ainda havia um percalço maior para si antes dessa nova empreitada. Para eles. Diante do comentário dele para Alef. Diogo apenas o corrige:

‘- Teremos, Peregrino...’

Com aquilo as pessoas começam a dispersar. O filho da Coruja é o primeiro, seguindo por Ian e Gabriel logo em seguida, que iam em direção a clareira central. Como sua reunião de Tribo e daria lá, Diogo aproveita o embalo:

‘- Valeu aí, galera! Vou aproveitar a dupla de beberrões e seguir pra minha reunião de Tribo... nos vemos mais tarde!’ 

Ele faz um aceno, seguindo logo atrás da dupla. Aconteceram tantas coisas naquela noite que ele sequer teve tempo de perceber o que estava diante de fazer:

*Eu to prestes a descer pro andar de baixo, mano... Caralho... que coisa doida*

Ele sente um frio na espinha só de pensar no caminho tortuoso que atravessariam. Seria difícil. E mortal.
Diogo'Papo-Reto' Moncorvo
Diogo'Papo-Reto' Moncorvo

Mensagens : 687
Data de inscrição : 02/07/2017
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 19 Empty Guardião-Ancestral (H) - Matilha Olhos da Tempestade

Mensagem por NarraDiva em 22.08.19 8:27

Alef apenas concorda com a cabeça depois das palavras do Uktena e espera que a matilha disperse totalmente para seguir para o Ninho da Águia.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 36
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 19 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Victor Montenegro em 22.08.19 8:38

A conversa vai se desenrolando com o Lobo marcando um horário para a reunião de matilha e Alef oferecendo um teto para todos, mas é quando Gabriel questiona sobre um meio de gerar renda para matilha e recebe uma resposta bem presas de prata do Presas de Prata que Victor se permite uma risada e comenta em tom de piada dando dois tapinhas nos ombros de Guardião Ancestral:

'- Hahaha Bonito, rico e bem novin!'

O lobo então ordena que Hadrian, Alef e Magdalena buscassem o novo ponto e libera os demais. Victor apenas assente em concordância.

'- Bom, eu vou dar uma última volta antes da minha reunião de tribo e devo ficar os próximos dias pelo Caern. Pelo menos até me organizar na função de Mestre de Desafios, mas agradeço a hospitalidade, Alef.'

Vira-se então para a dupla que desceria ao mundo dos mortos dizendo:

'- Boa sorte aos dois e não falhem.'

Por fim, apenas se despede dos demais com um aceno de cabeça e segue para a Clareira Central.
Victor Montenegro
Victor Montenegro

Mensagens : 906
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 34
Localização : Rio

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 19 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Ossos-de-Carvalho em 22.08.19 18:04

Ian apenas dá de ombros para a resposta de Gabriel. Ele diz:

" - Conheço Sussurros-de-Bran sim... mas queria algo um pouco mais.. digamos.. humano.."


Não queria pinturas tribais, queria uma porra de um tatuador, simples assim, que fizesse uma tatuagem simples. Queria interação com coisas simples humanas, porque sabia que seu caminho ia ser tortuoso.


" - Vamos lá que preciso mesmo beber..."


OFF: Segue na Clareira.
Ossos-de-Carvalho
Ossos-de-Carvalho

Mensagens : 306
Data de inscrição : 08/03/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 19 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Magdalena em 22.08.19 20:56

Forma Atual - Hominidea

Gabriel começa a falar... e fala pra caralho. Não obstante falar muito, explicava quase que como para uma criança entender, levantando dedinhos para citar a Litania, contar os tópicos e tudo.

*Se ela sem estar puta ainda já saiu empalando a geral com o olhar, avalie agora com o Filho de Gaia querendo ensinar ritual pra Satanás.*

Mas apesar de esticar tanto e dos floreios, ele fala bem. Mas até agora, a Caçadora da Verdade atera-se a fatos. As consequências só são levadas em consideração se estas foderem o réu. Ossos de Carvalho compreenderia isso na pele, literalmente. Pela nova lei, ele voltaria a ser um Cliath, o que foi forte, mas não tanto quanto o que veio a seguir, aparentemente. O fechar de punhoss, seu rosto vermelho e olhos marejados indicavam isso. Faz um sinal para Arauto da Morte que Magdalena não compreende, mas o Lua Cheia parecia arrasado pela pena imposta.

*Nossa... Esse Fiana é emotivo assim? Achei que a perda de posto fosse afetar mais que tudo.*

Os Presa de Prata e Hadrian se declaram culpados por manter apoio a Ian, seguidos de pontos a serem relembrados por Sentinela das Sombras e apoiados por Verdade Ancestral.

Todos, exceto Arauto da Morte foram inocentados do segundo julgamento. E apesar deste ser defendido por Guardião Ancestral. Os danos são mínimos, considerando o desenrolar até ali.

Porém, no último julgamento, após a sucinta e objetiva manifestação do Alfa, o pivete de fala macia começa a defesa.

*Quando o teu tá na reta, não é que tu fala ainda mais macio, pivete?*

Até que o discurso começa a tomar um rumo inusitado. Ele olha para a Matilha e...

*Sacramento de honra? Ele quer o reconhecimento da Matilha como heróis?*

Obviamente, o argumento era demais apesar de toda a pompa e a Olhos da Tempestade não apenas seria considerada responsável pela quebra do pacto com a Weaver, mas de desdizer prontamente aqueles que os citar como heróis nesse ponto.

Punições de renome dadas, todos estão dispensados. Sairia daquele lugar opressor. Esperava voltar lá novamente quando os feitos e heroísmo fossem reconhecidos com clareza, de forma a não poderem ser contestados.

A Theurge observa enquanto os dois Presas de Prata se vão, e então Alef conduz a Matilha para fora dali. Ele e Victor quebram o gelo de uma conversa. Erros não serão tolerados. A negra apenas os acompanha em silêncio.

*Para mim, sempre teve de ser assim. Falhar nunca foi uma opção.*

O Meia Lua questiona se já estariam liberados e indagando a respeito da reunião. Suas perguntas são seguidas pela do Sem Lua a respeito de um ponto de encontro.

*Um ponto de encontro...*

Magdalena se dá conta que após chegar a Seita, ainda não tinha onde ficar. Seus pensamentos são interrompidos pelo Alfa que marca de se encontrarem na primeira hora da noite no novo Caern. As reuniões de tribo trariam mais informações, inclusive a investida dos Fenris ao Abismo que Essência de Hela havia comentado ainda mais cedo naquela mesma longa noite.

Alef então se oferece para escolher um bom lugar junto com Hadrian.

*Alto Leblon? Porra... O cara deve ser montado na grana.*

Se um bom Ragabash já teria capacidade de escolher um lugar que atendesse totalmente às necessidades, avalie então um Sem Lua com recursos. Certamente o Presas de Prata queria garantir um lugar que comportasse sua realeza. Ao oferecer abrigo, Magdalena acena com a cabeça em compreensão, mas ainda acreditando pouco.

*Das favelas ao Alto Leblon... Quem diria...*

"Agradeço a oferta, Guardião Ancestral. E como designado, irei com vocês para analisar a situação espiritual do lugar escolhido. Agradeço pela oferta e se me passar o endereço, mas de início, terei de me certificar se ainda devo ficar pelo Caern. Devo ter uma resposta concreta após chutar o rabo de um impuro falador na minha reunião de tribo".

Magdalena ao pegar o endereço com Alef vê a Matilha se dispersando, começando pelo Peregrino que parecia sempre apressado para resolver algo. Se despede com um manear de cabeça aos que ficam e segue em direção a Clareira Central. Se encontrariam posteriormente para a reunião de Matilha e esperava voltar com notícias mais concretas sobre a ida ao Abismo.

Segue então, sem correr tanto quanto Diogo, atrás dos irmãos. Depois de tanta gente falando tanto e tão difícil naquele julgamento cansativo, uma caminhada em silêncio, mesmo que curta, viria bem a calhar. Vai em direção à Clareira Central do Caern de Guerra para sua reunião de Tribo.
Magdalena
Magdalena

Mensagens : 86
Data de inscrição : 24/02/2019
Idade : 36
Localização : Fortaleza

http://blendafurtado.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 19 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Sussurros Solitários em 22.08.19 22:11

Forma atual: Lupino

Agora que todos se encaminhavam para suas atividades o lupino segue para o Caern de Cura para esperar sua reunião de tribo.

OFF Game: Continua em Caern de Cura - Clareira Central
Sussurros Solitários
Sussurros Solitários

Mensagens : 847
Data de inscrição : 04/07/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 19 Empty FIM DA NOITE 3

Mensagem por NarraDiva em 23.08.19 9:02

Templo da Justiça de Gaia - Página 19 BouncyLightheartedEthiopianwolf-size_restricted
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 36
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 19 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 19 de 19 Anterior  1 ... 11 ... 17, 18, 19

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum