Grutas e Cavernas

Página 11 de 31 Anterior  1 ... 7 ... 10, 11, 12 ... 21 ... 31  Seguinte

Ir em baixo

Grutas e Cavernas - Página 11 Empty Re: Grutas e Cavernas

Mensagem por Victor Montenegro em 04.04.18 0:14

Victor escuta as ultimas conversas, mas escolhe não dizer mais nada. 

*Pelo Trovão...*

Com o uivo convocando todos para a clareira, ele apenas da um ultimo trago, apaga o cigarro e segue calmamente com o Alfa e os demais.

OFF: Segue na Clareira Central
Victor Montenegro
Victor Montenegro

Mensagens : 906
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 33
Localização : Rio

Voltar ao Topo Ir em baixo

Grutas e Cavernas - Página 11 Empty Flagelo-da-Wyrm - Réquiem

Mensagem por Convidado em 11.06.18 13:33

Crinos > Hominídeo

Flagelo-da-Wyrm chega as Grutas e Cavernas reassumindo sua forma racial e então aguarda o restante da Matilha, assim que sua Alfa chega ele vai em sua direção e diz de forma que somente ela possa ouvir.

- Réquiem, com a chegada de mais um Galliard acho que você pode deixar a responsabilidade de Mestre de Cerimônia com ele, você já está com obrigações demais sendo a nossa Alfa.


Última edição por Flagelo-da-Wyrm em 11.06.18 15:36, editado 1 vez(es)

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Grutas e Cavernas - Página 11 Empty Re: Grutas e Cavernas

Mensagem por Convidado em 11.06.18 13:51

Forma: Hominídea

Ao chegar no local, Reflexo-da-Lua, pára de braços cruzados esperando até que todos chegassem, se mantinha séria, pois pelo que havia reparado em relação ao seu juiz sabia que não seria difícil ele querer arrancar uma perna da Ragabash, ou até mesmo as tripas. Chegando ao ponto de imaginar o lobo mastigando suas entranhas enquanto Réquiem o repreendia dizendo para cospir e não engolir.


Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Grutas e Cavernas - Página 11 Empty Re: Grutas e Cavernas

Mensagem por Convidado em 11.06.18 14:37

FORMA - HOMINÍDIA

Rob segue seu beta, e ao chegar aguarda ios outros.

Rob pensa qual seria a constrição que eles deveriam pagar.

*Espero não ser nada grave*

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Grutas e Cavernas - Página 11 Empty Re: Grutas e Cavernas

Mensagem por Convidado em 11.06.18 20:40

LUPINO | FLAGELO DA WYRM, UIVO FLAMEJANTE, SANGUE SOBRE A NEVE, REFLEXO DA LUA

*AINDA NA CLAREIRA CENTRAL (apenas pra não desviar a atenção pra lá)*

O lupino não sabia se comunicar c espíritos... então, ele não podia supor que o Elefante estava falando de destino. Havia entendido que o Elefante não queria Uivo Flamejante... Quando Sangue-sobre-a-neve explica o que o Elefante disse, ele apenas meneia a cabeça.

- Espírito sábio... Garou não sábio... Destino Fianna com Nauru... Matilha ajudar destino... família cuidar.

Quando Flagelo da Wyrm solta o comentário sobre os Fianna, Rob começa a falar e a falar... e como o macaco fala. Aquilo era até irritante, mas o pouco que o lupino entendeu, ele tinha um ponto.

- Tribos não indivíduo. Indivíduo ter valor... indivíduo não ter valor... Ser Fianna... não ser Fianna... não significar nada... grande mãe... quer filhos coragem... força... defendem mãe. Grande mãe não ligar... se família... Fianna ou Fenris.

-----------------------------------

Então chegaram até as grutas. O Philodox sabia que o julgamento seria ali e ele estava aguardando o início do mestre de rituais para começarem. A única que ele sabia que teria de ser julgada era Reflexo da Lua.

Ela estava com a cor do medo em si. O cheio também... os Sentidos Aguçados do Lupino mostravam aquilo para ele. Ele se aproxima da ruiva e a olha com seus profundos olhos amarelos.

- Reflexo da Lua... tensa... medo não bom. Medo não... julgamento... justiça... ter o que merece... viver com isso... honrar mãe e família... família proteger.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Grutas e Cavernas - Página 11 Empty Re: Grutas e Cavernas

Mensagem por Elaijah Maickoson em 12.06.18 2:20

Sangue-Forte-de-Luna
Crinos:


Chegando nas grutas Elaijah para ao lado de Emilie e coloca a mão em seu ombro em sentido de lhe dando força.

Dava para notar que toda aquela selvageria da batalha anterior que existia no semblante de Equilíbrio-da-Força contra os servo da Wyrm, tinha desaparecido completamente, dando de volta aquele aspecto sereno e tranquilo de sempre, passando o paz para os que estão perto.
Elaijah Maickoson
Elaijah Maickoson

Mensagens : 205
Data de inscrição : 21/03/2018
Idade : 31

Voltar ao Topo Ir em baixo

Grutas e Cavernas - Página 11 Empty Re: Grutas e Cavernas

Mensagem por sussuros-da-weaver em 12.06.18 3:32

SANGUE FORTE DE LUNA
Crinos>hominídeo
Chegando nas cavernas o ragabash retorna a sua forma racial aguardando a chegada da sua lider e o julgamento de reflexos-da-lua e aproveitando a oportunidade se apresenta aos garous recem-chegados:

"-Ja que estamos sós em matilha,irei me apresentar novamente sem mais reservas.Eu sou João Guilherme Passaro Abravanel, Sussurros-da-weaver,cliath,Lua-nova ,dos Andarilhos do Asfalto. Réquiem ainda não me deu uma função dentro da matilha, mas pelo que me parece óbvio, nenhum de nós esta aqui por acaso. Nós tivemos ,por sorte ou destino, a chance de ver o que acontece com uma matilha que não trabalha como matilha , e de ver as consequencias catastróficas dessas ações...Rob ,olhos-da-tempestade vocês não testemunharam os julgamentos que se antecederam a chegada de vocês e as ações que amaldiçoaram a matilha Fortaleza de Gaia, mas eu e todos os outros membros da nossa matilha vimos: A fúria e o individualismo literalmente aleijaram aquela matilha."

Então o Lua Nova, se vira para o Fianna:
"- Rob , Não vou julgar você pelas ações de seu antepassados ou de sua tribo aqui nesse caern, Vi em você desde que chegou um guerreiro capaz...mas também uma lingua incontrolável. Não falo isso pra ofende-lo, mas para lhe dar uma perspectiva diferente: você esta ha algumas palavras a menos de ser somente elogios." fala o ragabash em tom amigável e com um sorriso cansado da batalha no rosto.João não era muito de discursos ou sermões, mas esperava que falando mais dessa vez ,escutasse cada vez menos do Fianna falastrão.
sussuros-da-weaver
sussuros-da-weaver

Mensagens : 47
Data de inscrição : 23/03/2018
Localização : Rio de janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Grutas e Cavernas - Página 11 Empty Espólio-Cyberpunk | Sangue-Sobre-a-Neve (L) - Matilha Sangue Forte de Luna

Mensagem por NarraDiva em 12.06.18 7:47

Espólio-Cyberpunk e Sangue-Sobre-a-Neve estavam em silêncio desde a clareira mas após a fala de Sussurro-da-Weaver, o Andarilho deixa escapar um breve sorriso de satisfação. Simpatizava mais a cada momento com o lua nova, o que era até estranho dado os augúrios conflitantes dos dois:

'- Aproveitando a deixa sábia de Sussurro-da-Weaver que trouxe palavras extremamente pertinentes a todos, eu queria, antes de nossa alfa autorizar o começo dos julgamentos de Sangue-Sobre-a-Neve e Reflexo-da-Lua, me dirigir especialmente ao nosso Beta, Flagelo-da-Wyrm e ao recém-chegado, Uivo-Flamejante.'

O Philodox olha para o Fenris e diz:

'- Falar mal ou manchar o nome de uma tribo, que não seja a tribo dos Roedores de Ossos, Flagelo-da-Wyrm, é algo desonrado, sem sabedoria e que arranca seu renome de uma maneira que eu tenho certeza que você não queria perder, mas já perdeu. Como Beta da matilha é mais grave ainda a maneira como recepcionou nosso Galliard.'

E, se dirige ao Fianna e diz:

'- Quanto a ti, teus feitos falarão por você, não sua ancestralidade. Réquiem é sobrinha do Rei da Nação e em momento algum pediu para ser julgada como tal. Espelhe-se na sua líder, vista as sandálias da humildade e faça sua história. Eu tenho certeza que será um grande Fianna e um grande membro da Sangue Forte de Luna, mas entenda, por mais que sua Raça Pura, como a de muitos aqui, emane com força, o que realmente nos interessa é o que você vai construir junto conosco daqui pra frente.'

Seu tom era firme tanto com o Fianna quanto com o Fenris e encerra falando com todos:

'- Ouçamos a sabedoria do nosso Lua Nova e sigamos esse caminho que começamos na assembleia. Nossa matilha acabou de ser fundada e já foi a maior vencedora da noite. Vencemos o torneio da Assembleia, nosso Ahroun deu o golpe final no Wyrm-Trovão, despertamos um totem adormecido. Tudo em poucas horas. Temos tudo para criar uma história de Glória, Honra e Sabedoria para fortalecer o Naurú e o Boitatá.'

Sangue-Sobre-a-Neve comenta em seguida:

'- Porque Sangue-Sobre-a-Neve ser julgada?'

O Juiz responde:

'- Você mesma disse que comeu carne humana, Theurge.'

A Impura balança a cabeça lupina em negação e fala:

'- Não comer. Mastigar e cuspir. Não engolir. E já ser julgada por isso há muitas noites.'

Espólio-Cyberpunk troca olhares com Réquiem e diz:

'- Ela diz a verdade, já tendo sido julgada não é necessário que se refaça seu julgamento. Posso conversar em particular com ela depois para saber dos detalhes e acompanhar o caso dela, se me permitir, alfa. Mesmo sendo de posto mais elevado, eu gostaria de sugerir que nosso novo juiz conduzisse o julgamento de Reflexo-da-Lua. Ajudaria para que o conhecêssemos mais e me ajudaria a pensar numa forma que eu e Olho-da-Tormenda possamos trabalhar juntos para manter a ordem e a decência nessa matilha.'


Última edição por NarraDiva em 12.06.18 11:54, editado 1 vez(es)
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Grutas e Cavernas - Página 11 Empty Re: Grutas e Cavernas

Mensagem por Convidado em 12.06.18 9:11

A Fúria Negra permaneceu quieta em seu canto enquanto observava seus irmãos chegando um por um. Sim, ela estava tensa, disfarçar o que sentia era algo que Emilie nunca soube dominar muito bem, geralmente disfarçava com sarcasmo aquilo que pretendia esconder, porém a palavra julgamento lhe arrepiava a espinha, pois a fazia lembrar da rigidez desmedida de sua mãe e dos traumas de sua infância. Não era fácil crescer ouvindo que nunca seria boa, que sempre seria fraca e uma vergonha. Na verdade o que a incomodava não era o julgamento que viria, mas as lembranças que a faziam confundir muitas vezes a palavra justiça com a palavra tortura.

Olho-da-tormenta se aproximou e a encarou com firmeza, nesse momento, Emilie olhou dentro de seus olhos e pode ver algo especial em seu irmão de matilha, ele era verdadeiro, transmitia isso com seus enormes olhos amarelos. Ao ouvir suas palavras que se encaixavam como um jogo de letras, a Ragabash respirou fundo sem desviar os olhos dos dele.

_Reflexo-da-Lua cometer erro….ser fraca….reflexo da lua aprender a ser forte….Reflexo da lua ser sangue-forte-de-luna….Reflexo da lua ter que crescer…

Enquanto falava, gesticulava muito toda estabanada, queria que o lupino entendesse o que dizia e com seu jeito desajeitado fez o melhor que conseguia.

Sentiu uma mão em seu ombro e ao olhar para ver quem era, sorriu levemente para ele Elaijah, colocando a mão sobre a dele sem uma única palavra, não era necessário,algumas vezes, pequenos gestos falam mais que mil palavras.

E por falar em palavras, Sussurros da Weaver começou a falar, um discurso digno de aplausos, provavelmente se o seu ânimo não estivesse tão para baixo, Emilie faria exatamente isso, o aplaudiria e acabaria com a magia do momento, que bom que ela não estava de bom humor. Que bom mesmo, porque Espólio-Cyberpunk completou as palavras de Sussurros-da-weaver, dando uma leve comida de rabo em Flagelo-da-wyrm. A Ragabash escutou tudo dividindo o olhar entre os presentes e embora concordasse com as palavras do juíz, tinha muito carisma por Flagelo, estranhamente, de todos da matilha ele era quem Emilie mais admirava, isso fez que a Fúria Negra não olhasse com maus olhos o comentário inoportuno do irmão de tribo, afinal, os Fianna não eram mesmo portadores de boa fama, horas antes um deles cometeu uma atrocidade em plena assembleia.

“Fianna filho sem mãe, matou o carinha por nada. Se não fosse aquilo eu não teria surtado. Ahhh fianna dos infernos"

Rob não parecia má pessoa, só um tanto tagarela, não dava para julgá-lo só por ser um Fianna, geralmente pessoas tagarelas tem bom coração e são prestativas, ao pensar assim Emilie até abriu um sorriso na direção do ruivo.


“tadinho, não deve ser fácil ser um incompreendido”

Sangue-sobre-a-neve com sua fala sempre tão sincera, corrige Espólio-Cyberpunk. Era Emilie a única no paredão de fogo naquele julgamento. Voltou a olhar para Olho-da-tormenta.

_ O que será que ele vai fazer comigo?

Agora era só esperar o ok de Réquiem para ver o ferro entrando.

_Tinha que chamar a atenção de forma negativa, né Emilie? Garota idiota! Virou o fruto podre do cesto...



Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Grutas e Cavernas - Página 11 Empty Re: Grutas e Cavernas

Mensagem por Convidado em 12.06.18 13:00

LUPINO | ELAIJAH | REFLEXO DA LUA | ESPÓLIO | TODOS

A primeira coisa que o lupino notou foi a mão no ombro da garota. Aquilo fez com que Olho da Tormenta desse um leve rosnado, que lembrava o trovão que ameaçava cair dos céus e fazer uma tempestade. Ele usou seus sentidos aguçados para entender o que aquele gesto significava. Seria excitação pela Fúria Negra? Por Gaia, que não fosse aquilo... não... era algo ruim também, mas não tão ruim... Era o mesmo cheiro de almíscar que ele sentiu no passado... e por mais que não se lembrasse de tudo, ele sabia onde sentiu aquele cheiro que vinha de Elaijah... Era o mesmo cheiro que as mães lupinas soltavam quando estavam lambendo uma cria que se feriu... Os humanos chamavam aquilo de "piedade"... Os lupinos chamavam de "lamber o filhote".

"Mas não tem filhote aqui, tem?"

Ele indagou Elaijah então...

- Pata sobre pata de Reflexo... porquê? Não entender... Gostar de fraqueza? Reflexo cometer crime... sozinha... Reflexo receber punição... sozinha! Macacos chamar... pi-e-"tat" (piedade)... Grande mãe não.... pie-tateee... Macacos gostar de pietat... Deixar garous fracos! Loba lamber.... filhote... Filhote jovem... inocente! Garou ter prova de... passagem... Deixar de ser... filhote. Missão com mãe... se falha em missão... mãe sangra! Se faz missão... Wyrm sangra!

Rosnou um pouco. Qualquer um com instinto primitivo entenderia que aquilo significava "tire suas mãos dela e deixe ela com sua culpa".

- Reflexo da Lua... família guerreira! Matilha guerreira! Fêmeas que não... precisar macho! Elaijah fazer... Reflexo da Lua envergonhar.... mulheres fortes... Filhas do Pégaso não precisar... Pietat!

Olhou então para Reflexo da Lua quando ela disse aquilo e... "sorriu"? Não... lobos não possuem músculos faciais que orriem...

- Aguentar... punição... e voltar a ser.... garou! Orgulhar... filhas do Pégaso.

Falando aquilo, voltou-se para o outro juiz que falou contra o julgamento da Theurge e compactuou.

- Juiz falar... sábio. Julgamento ser... um e um só. Se julgamento ser fraco... juiz ser fraco. Punir juiz... não julgado. Sangue ser livre de crime.... já pagou... Gaia satisfeita.

Olhou para o juiz que falou sobre ele conduzir o julgamento e ficou feliz.... de uma forma que, se não fosse um lupino, beiraria ao "maquiavélica". Se tantos crimes eram cometidos, era porque o pulso do Juiz não estava sendo firme. Era para isso que os Juizes do Destino serviam... Os juízes mais rigorosos do mundo... e muitas vezes os mais injustos.

Felizmente... Olho da Tormenta não era um desses casos.

- Aceitar... Gaia fazer de Olho da Tormenta... juiz... meia-lua... Juiz... julgar. É a natureza...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Grutas e Cavernas - Página 11 Empty Re: Grutas e Cavernas

Mensagem por Convidado em 12.06.18 13:11

FORMA-CRINOS

Ele ouviu atentamente Sussuros da Weaver, sabia que o Ragabash estaria exercendo seu papel. E após o Espolio falar que que Uivo Flamejante era orgulhoso.

*Será que todos aqui me entenderam errado? Então estou falhando com meu Augurio?*

Rob teria que falar pelo menos pra tentar consertar o que aparentemente era um mau entendido.

-Me desculpem por querer ter a responsabilidade que é carregar o nome de Ancestrais importantes. - Faz uma pequena pausa para organizar melhor as palavras

-Talvez eu tenha falhado em tentar me expressar de forma correta, mas a verdade é que nossos antepassados são as raízes de nossa vida. Muitas pessoas perdem sua força, porque perdem a conexão com sua própria origem através da rejeição ou do não reconhecimento de seus ancestrais. Assim, perdem a conexão com a Vida. E isso também não é motivo de crédito algum, pois nossa gloria, nós a construímos com nossas ações. Mas acredito que nós damos importância a herança como uma forma de nos lembrar de nossos antepassados, nós como criaturas espirituais sabemos que o espirito vive e reencarna nas famílias, e é o reconhecimento disso que nós damos o crédito, a honra de viver ao lado de Garous queridos e que construíram um legado, tanto seja pra mostrar o valor de uma família como recuperar nomes difamados. Eu não sou melhor que nenhum Garou, mas meus antepassados construíram algo de bom para a nação como os antepassados de Réquiem o fizeram e o fazem e isso não significam que eles podem fazer o que bem quiser, isso só significa que temos responsabilidades a mais em manter nossos nomes e nosso legado para que possamos inspirar outros Garous, parentes e até nossos filhos. E quando nós falamos quem somos não é orgulho, e sim reconhecendo que temos responsabilidades a mais que outros, não por orgulho. - conclui em um tom educativo e humilde  

-Não é Réquiem, talvez você mais do que todos aqui sinta o peso que seja o nome de uma família que por muitas gerações foram pilares da Nação, eu te entendo não querer ser julgada por isso. - ao falar se ajoelha aos pés de sua Aplha

-Eu aqui reconheço e agradeço pessoalmente a você e a todos seus ancestrais o que eles fizeram defendendo, morrendo, lutando e liderando a Nação. - faz uma pausa rápida

-Será uma honra servir mais uma vez a sua casa, derramarei meu sangue e darei minha vida se assim for preciso ao seu lado minha Alpha. E assim como fez meus antepassados juro servi-la na morte ou na Gloria, na desonra ou na Honra e na ignorância ou na Sabedoria estarei com você até que Gaia ou Naurú assim permita.


Depois do juramento levanta-se

-E se for o desejo de minha Alpha que me cale mais assim o farei, mas nunca quis ofender ninguém com minhas palavras. As palavras de um Galliard sempre são frutos de Sabedoria. Se meus irmãos não veem ou não enxergam sabedorias em minhas palavras, acho que chegou a hora de ouvir mais e aprender com os mais experientes. - diz de forma triste como se tivesse fracassado em sua missão de Augurio, afinal um Galliard que teria que medir as palavras era como tirar as garras e presas de um Ahuron    

Logo após e ouvir sua Alpha levanta-se e presta atenção aos julgamentos. Agora Uivo estava sério e pela primeira vez sente que ali naquele momento estava cumprindo seu destino, e servir mais uma vez a casa do Rei da nação mesmo que fosse através de uma Impura era um bom Augurio, afinal ele teria que forjar a Ultima grande arma reforçando a aliança dos Martell com os Reais Presas de Pratas.

*Agora parece que se inicia o principio do meu destino, não posso falhar*

Então Olho da Tormenta se pronuncia, ROb assistia como aquele lobo era bom no que fazia. Ele falava pouco mas era certeiro.

*Talvez devesse aprender uim pouco com os lobos, falam pouco mais são diretos? *

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Grutas e Cavernas - Página 11 Empty Re: Grutas e Cavernas

Mensagem por Elaijah Maickoson em 12.06.18 14:43

Sangue-Forte-de-Luna
Crinos


Elaijah vendo que Emilie entendeu o seus apoio quando ela coloca a mão em cima da mão dele. O Ahroun se prepara para tirar sua mão quando ouve o rosnado de Olho-da-Tormenta.

Equilíbrio-da-Força se vira para o Philodox Lupino e ergue uma das sobrancelhas e retoma o semblante sério. *Ele rosnou para mim mesmo?.

Olho-da-Tormenta então o endaga. Elaijah respira fundo e o responde:

-Não estou tendo piedade de ninguém e muito menos gosto de fraquezas. Apenas estou dando força para uma irmã de matilha a enfrentar seu julgamento e sua punição de cabeça erguida e com força. Não estou lambendo ninguém. Eu acredito que Reflexo-da-Lua será uma Garou que dará muito orgulho, por isso estou encorajando a enfrentar seus problemas de frente... Isso é um pouco diferente de piedade, mas eu acredito que com o tempo você verá a diferença.

Elaijah ouve o assunto sobre Uivo-Flamejante e inspirando. *Por Gaia, não vamos nos tornar a outra matilha.*

Finalmente tira a mão do ombro de Emilie e espera os juízes tomarem seus devidos lugares para começar logo o julgamento, pois o dia seria longo demais.
Elaijah Maickoson
Elaijah Maickoson

Mensagens : 205
Data de inscrição : 21/03/2018
Idade : 31

Voltar ao Topo Ir em baixo

Grutas e Cavernas - Página 11 Empty Espólio-Cyberpunk | Sangue-Sobre-a-Neve (L) - Matilha Sangue Forte de Luna

Mensagem por NarraDiva em 12.06.18 19:22

*Me desculpem por querer ter a responsabilidade que é carregar o nome de Ancestrais importantes.* - Aquela frase, pura e simplesmente, que podia ser dita por tantos tipos sociais distintos por tantos modos igualmente vexatórios faz com que Espólio-Cyberpunk revire seus olhos e que Sangue-Sobre-a-Neve perca todo seu interesse.

O Andarilho ouve incrédulo cada palavra do discurso do Fianna. Não estava acreditand no que ouvia, como ouvia e porque ouvia. Seu semblante vai ficando mais rude a cada palavra dita pelo Fianna e ele apenas diz:

'- Autopiedade nunca me comoveu, muito menos o conto do grande fardo do pequeno príncipe. Faça seu nome, ao invés de se apoiar como em muletas das glórias dos seus antepassados. Esse é o melhor caminho para que seu fardo pessoal não seja um fardo coletivo.'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Grutas e Cavernas - Página 11 Empty Re: Grutas e Cavernas

Mensagem por Convidado em 12.06.18 21:01

FORMA - HOMINÍDEO

Rob realmente acha que não é muito bem compreendido.

-Juiz com todo respeito se acha que fardo é  o mesmo que responsabilidade então novamente me entedeste errado. Você mais do que todos deveria saber do peso que as pálavras têm, e não é autopiedade . Isso é para os fracos e em nenhum momento dei motivos para acreditar isso. E se não respeita minha convicções e respeito às nossas tradições peço que não tente fazer algo parecer o que não é. Lembre que não sou eu que estabeleço nossas tradições e se quiser me julgar por isso não é minha função. Mas pelo meu ponto de vista não vi motivmotivo algum para essa hostilização gratuita de sua parte. Estou sendo julgado por você por qual motivo ? Você fala de sandálias da humidade mas expliquei que não é orgulho e ai vira auto Piedade. Por Gaia então só devo achar que o problema sou eu. E isso espólio de cyberpunk. Aproveito e pergunto a todos aqui se tem algum problema comigo, com alguma coisa que disse ou que fiz. Vamos deixar tudo em panos limpos se vamos morrer um pelos outros não acham? - diz de forma séria.

Rob iria definitivamente ficar calado e concordar com tudo. Ele precisava beber, mas não iria sair até ser liberado por sua Alpha.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Grutas e Cavernas - Página 11 Empty Espólio-Cyberpunk | Sangue-Sobre-a-Neve (L) - Matilha Sangue Forte de Luna

Mensagem por NarraDiva em 12.06.18 21:14

'- Por ser um imbecil que fala demais e não sabe a hora de calar a porra da boca. Do orgulho, à autopiedade e agora ao coitadismo com síndrome de perseguição. O primeiro passo da humildade, Galliard, é quando suas palavras não funcionam, entender a hora de não esticar ainda mais a corda. Justificar eu orgulho com a autopiedade do peso do nome que carrega e depois se fazer de vítima por algum motivo pessoal porque estou lhe alertando para agir de forma mais decente não é um caminho sábio, Lua Gibosa.'- diz sério o Juiz que emenda:

'- Eu não te julguei, ainda. Apenas mandei você descer do pedestal e parar de se apoiar nos feitos que você não construiu. Tudo começou com um alerta, mas sua incapacidade de fechar a boca estão piorando cada vez mais essa conversa. O que por si só já é, em si, uma violação do seu papel de augúrio.'

O Juiz estava cada vez mais incomodado com a petulância do recém-chegado, falando:


'- Por Gaia, pelo menos uma vez na sua vida, presta atenção no que você tá falando desde que botou o pé nessa matilha...'

O Juiz olha para a Alfa e, por fim, diz:

'- Réquiem, eu recomendo muito que você mantenha sob si o cargo de Mestre de Cerimônias e ignore a ideia de nosso Beta. Quem não sabe como usar as palavras e só consegue piorar sua situação a cada vez que abre a boca não pode ter tamanha responsabilidade. Já tivemos uma demonstração pública na chegada folclórica e vemos novamente aqui, logo ao chegar na matilha...'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Grutas e Cavernas - Página 11 Empty Re: Grutas e Cavernas

Mensagem por Convidado em 12.06.18 21:31

FORMA-HOMINÍDEO

Rob ouve calado. E o juiz perde a paciência.

*Agora esse cara fica puto por que não consegue ouvir opinião dos outros? Entendi a parcialidade que ele têm, o Lobo ali parece ser muito melhor juiz. Preciso beber que cara chato.*

Rob só concorda com a cabeça ele sabia que nãoimportasse o que falasse O juiz jamais entenderia. Não cabia a ele nem ninguém da matilha a informação que estava protegendo.

*Espero que os outros entendam e faça o mesmo não revelando nada a não ser para Victor ou Bardo Forjador.*

Então Rob percebe que a explicação dele havia causado uma tempestade em um copo d'água. E não era definitivamente isso que ele pretendia.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Grutas e Cavernas - Página 11 Empty Re: Grutas e Cavernas

Mensagem por Elaijah Maickoson em 12.06.18 21:59

Sangue-Forte-de-Luna
Crinos:


Elaijah observa que os ânimos estavam meio alterados.*O que aconteceu com aquela matilha tão unida e coesa?
Equilíbrio-da-Força vai até uma posição onde todos possam enxergá-lo melhor e pigarreia alto para chamar a atenção de todos.

-Não nasci nos Meia Luas para julgar nem tão pouco nos Lua Nova para questionar, mas nasci na Lua Cheia e de conflitos eu entendo bastante.

Dá uma pausa esperando todos olharem para ele e prossegue.

A nossa matilha foi fundada e abençoada em um aspecto onde todos respeitavam as suas diferenças e suas peculiaridades onde tentávamos assimilar o que era melhor de cada um sem julga-los por suas diferenças ao qual achávamos não ser de utilidade. Só que parece que após o campeonato e a vitória contra a Wyrm esquecemos nossa humildade e nosso respeito pelas diferenças dos nossos irmãos

Olho para cada um nos olhos.
-Também não sou Galliard, mas vocês já esqueceram a história do Totem que nos abençoa? A tribo e os Lobos-guará se uniram aproveitando o melhor dos dois mundo. Eles não ficaram apontando um para os outros onde eram melhores, eles por si só após a fusão perceberam os pontos negativos e os excluíram pelo que eu pude entender nesse quesito através da narrativa da nossa Alfa.

O Ahroun fica com um semblante muito sério.
-Eu espero que essas desavenças acabem logo antes que nossa harmonia se dissolva. E se caso alguém tenha algo problema pessoal com o outro resolvam de uma vez por todas através de desafios.

Inspira fundo novamente.
-Espero que estejamos todos entendidos inclusive eu.
Elaijah Maickoson
Elaijah Maickoson

Mensagens : 205
Data de inscrição : 21/03/2018
Idade : 31

Voltar ao Topo Ir em baixo

Grutas e Cavernas - Página 11 Empty Espólio-Cyberpunk | Sangue-Sobre-a-Neve (L) - Matilha Sangue Forte de Luna

Mensagem por NarraDiva em 12.06.18 22:12

*Ele quer me ensinar a fazer o meu trabalho ou quer por um freio em quem já foi freado?* - pensa o juiz que olhava para os membros da matilha confuso. Era um juiz Forsten, o posto mais alto da matilha. Imaginava que o Fianna orgulhoso iria se calar e o ofender em sua mente como faria qualquer criança mimada quando contrariada, mas a intervenção do Portador lhe faz ficar pensativo.

Espólio-Cyberpunk era um Forsten, caminhava para ser um Adren e se espantava como jovens Cliaths pareciam dispostos a ignorar uma chamada de um juiz de posto mais elevado para se perder em seu orgulho e em suas vaidades.

*Ao menos foi melhor com as palavras do que o Galliard, o que é surreal por si só.*

'- Eu sei exercer minha função de Augúrio, Portador. E sei que parte do meu trabalho é corrigir rumos antes que eles se tornem incorrigíveis.'

Seu tom era sério e esperava não precisar ser mais duro ainda. Sangue-Sobre-a-Neve muito irritada, resmunga:

'- Macacos falar demais.'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Grutas e Cavernas - Página 11 Empty Flagelo-da-Wyrm | Sangue-Forte-de-Luna

Mensagem por Convidado em 13.06.18 10:10

Hominídeo

O Fenrir se arrepende de ter dito aquilo sobre o Fianna, não por pensar diferente mas porque gerou toda aquela discussão imbecil sobre quem esta certo, até porque no final das contas Uivo-Flamejante fala demais como todo membro da Matilha dele.

*Eu falei pra ele ser o menos Fianna possível e ele não cala a porra da boca mas também o Andarilho foi querer passar a mão na cabeça dele.*

Infelizmente nem todos os Garous são criados por Fenrir e não conseguem aprender o quanto uma discussão sem sentido pode aflorar a intolerância e terminar em um frenesi.

*Depois disso tudo não tem como tirar a razão de Reflexo-da-Lua, se já não basta ter que aturar ser arrancado de sua sociedade você ainda tem que aturar esses loucos egocêntricos que se dizem os privilegiados da natureza.*

O assunto chega ao ponto de fazer Sangue-Sobre-a-Neve se manifestar e ela tinha razão...

- Chega... Sangue-Sobre-a-Neve tem razão, todos já falaram demais, se os juízes acham que minha frase foi errada eu pagarei com meu renome ou com uma punição, sou filho do Grande Fenris e não me acovardarei diante dos meus erros mas essa discussão boba sobre quem esta certo ou errado já passou dos limites, temos uma Alfa e ela decidirá o rumo que iremos tomar e o que cada membro dessa matilha deve ou não fazer.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Grutas e Cavernas - Página 11 Empty Re: Grutas e Cavernas

Mensagem por Elaijah Maickoson em 13.06.18 13:57

Sangue-Forte-de-Luna
Crinos:


Elaijah ouve o que o Juíz de sua matilha fala e logo responde meio que desnorteado:
-Não quis dizer que você Espólio-Cyberpunk não saber exercer o seu papel. O que eu quis dizer é que eu não estava tentando exercer um papel fora do meu Augúrio. Eu não estava julgando o papel de vocês, pois quem sou eu para julgar, minha lua não é responsável pelo papel. Então foi isso, apenas não queria que achassem que eu estava tentando fazer um papel de augúrio que não fosse o meu.

Seu Beta da o veredido final mandando todos se calarem. Elaijah olha para ele e abaixa a cabeça consentindo a sua ordem.
Elaijah Maickoson
Elaijah Maickoson

Mensagens : 205
Data de inscrição : 21/03/2018
Idade : 31

Voltar ao Topo Ir em baixo

Grutas e Cavernas - Página 11 Empty Réquiem - Uivo Flamejante - Espólio Cyberpunk - Sangue Forte de Luna

Mensagem por Eve Ballmer em 13.06.18 20:11

Forma: Crinos

Assim que chega nas Grutas, Flagelo da Wyrm dá uma sugestão a respeito do Fianna. Apesar das farpas carismáticas entre os dois, o Cria parecia levar em consideração o potencial da matilha e o acúmulo de funções. Meneou a cabeça positivamente para o Beta. Mas iria pensar sobre o assunto.

Sussurros da Weaver surpreende mais uma vez. Era de poucas palavras, mas quando abria a boca era um ragabash formidável. Espólio Cyberpunk dá uma sermão no beta e no recém chegado, e o parentesco com o Rei da Nação surge mais uma vez. Como Alfa ela via que a matilha inteira estava unida, apesar de alguns deslizes pontuais. Nunca imaginou que faria parte e ainda liderasse uma matilha com um potencial tão grande.

-Eu tinha algumas coisas a dizer sobre a situação em que nos deparamos com a chegada de Uivo Flamejante, mas não quero me fazer repetitiva. Sussurros da Weaver e Espólio Cyberpunk já disseram tudo que eu pretendia falar.

Sangue Sobre a Neve então comenta sobre sua punição e Réquiem autoriza uma conversa com a Theurge.

-Não vejo problema quanto a essa conversa e acompanhamento, Espólio Cyberpunk.

Réquiem se acomoda no chão e pensa por alguns segundos sobre o julgamento de Reflexo da Lua. Olha para Olho da Tormenta e depois para Espólio Cyberpunk, sabia que o Andarilho seria mais brando com a Fúria Negra fujona, mas queria também conhecer os métodos do Senhor das Sombras e se o lupino seria leve, mediano ou pesaria a mão contra a Ragabash. Mas antes que pudesse responder a pergunta, mais uma conversa ocorre. Primeiro do lupino Philodox com o Portador e a Fúria e depois Uivo Flamejante retrucando o juiz Andarilho.

*Será que terei problemas a partir de agora?*

Calada, ela observa cada detalhe, cada nuance das ações dos garous envolvidos. Era óbvio que Espólio Cyberpunk estava ficando irritado com as ações de Uivo Flamejante. O Fianna falava demais e ele se ajoelhando e a agradecendo pelo que o Rei da Nação tinha feito a pegou de surpresa e ela não entendeu muito bem. 

Ao fim das discussões, Réquiem olha para cada um, mas para seu olhar em Uivo Flamejante e diz:

-Primeiro eu quero corroborar aqui os conselhos de Espólio Cyberpunk para Uivo Flamejante e Flagelo da Wyrm. Uivo Flamejante, você chegou nesse Caern esta noite, no meio de uma assembleia e recebeu uma repreensão a respeito de sua fala sem controle. Então, assim que chegou na Sangue Forte de Luna recebeu conselhos a respeito de sua descendência vindos de de um garou de posto superior e um juiz que visa mostrar o melhor caminho para essa matilha. Gaia nos deu dois ouvidos e uma boca por uma razão.

Sua fala era bem tranquila e não tinha qualquer tipo de agressividade.

-Somos Galliards sim, nossa função de augúrio é observar e contar o que vemos. Mas tudo na hora certa. Sua descendência é notável como você mesmo diz e eu adoraria ouvir cada detalhe dela, mas não podemos nos escorar nisso. Todos os garous dessa matilha possuem suas qualidades e defeitos, que ainda não conheço, mas tenho certeza que podemos aprender muito uns com os outros. Glória quando é o momento de glória, honra e sabedoria sempre.

Ainda sentada no chão das grutas ela encerra aquela discussão:

-Todos somos passíveis de erros e com eles devemos aprender a superar essas fraquezas. Somente assim poderemos nos fortalecer, fortalecer nossa matilha, totem e nossa Nação. Tomem esses acontecimentos, todos nós, como um aprendizado para nossas vidas. Com essa discussão encerrada, vamos continuar nossa reunião.

Olhando para Reflexo da Lua, ela diz, acatando o conselho do Philodox Andarilho do Asfalto:

-Olho da Tormenta...julgar Reflexo da Lua.

Mas o lupino não sabia muito sobre o que a Ragabash tinha feito. Réquiem se coloca a tentar explicar da melhor forma e mais simples possível.

-Reflexo da Lua abandonar matilha meio da assembleia. Dever ser julgada. Envergonhar Sangue Forte de Luna para todo Caern.

Não sabia se suas palavras seriam suficiente, esperava que sim. Fala para todos os irmãos de matilha:

-Caso alguém queira acrescentar alguma coisa, fiquem a vontade.

E aguarda.
Eve Ballmer
Eve Ballmer

Mensagens : 515
Data de inscrição : 25/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Grutas e Cavernas - Página 11 Empty Re: Grutas e Cavernas

Mensagem por Convidado em 13.06.18 21:38

Olho da Tormenta observa tudo o que os macacos falavam. A discussão entre o Fianna e o resto dos membros era sacal e quase irritante para o lobo, que sentou-se ao lado da Alfa e esperou que aquilo acabasse... deitando-se e colocando as patas sobre o focinho, como se estivesse tentando espanar a dor de cabeça que aquele falatório causava.

Então... finalmente a Alfa falava. Dava o seu aval de que o julgamento da Ragabash começaria. Ele meneou a cabeça e se empertigou. Caminhou a passos leves... como uma criatura noturna que iria atacar. Mesmo para um lobo, Olho da Tormenta era muito grande para um lobo comum, devido ao seu porte físico. Porém, as pedras mal faziam barulho quando suas patas tocavam o cascalho.

Ele caminhava por entre os seus irmãos, que esperava já terem se posicionado. Olho da Tormenta sabia que a posição de um juiz era muito importante, especialmente para corrigir os erros da matilha. Sendo assim, ele fez uma coisa que poucas vezes fez na vida...

Grutas e Cavernas - Página 11 John-wick-chapter-2

Ele tomou a forma humana. Estava nu, com o cabelo negro meio bagunçado, a barba por fazer e uma cicatriz de tiro no lado direito da cabeça, onde não crescia cabelo.

- Olho da Tormenta odiar essa forma. Dois pés não tão natural... mas Olho da Tormenta saber que precisar se fazer entendido. Lobo não falar bem como macaco... Por isso, Olho da Tormenta tomar forma de homem. Julgamento ser muito importante... se família não puder entender julgamento, então julgamento perdido pra sempre. Lição não aprendida... família fraca...

Ele falava bem menos pausadamente do que como lobo, mas ainda sim, sua voz humana era sinistra. Baixa, mas poderosa, como um trovão em uma tempestade à léguas, no mar.

Ele caminhou por entre os seus irmãos de matilha e parou na frente de Reflexo da Lua.

- Cometer crime... Envergonhar matilha, envergonhar família, envergonhar gaia. O poder do Garou é garous todos juntos! Reflexo da Lua ser lua-nova... até lua nova ter papel na natureza. Quando Luna precisa descansar... ela recolhe sua luz... e o mundo fica em trevas... mas não desprotegido. Se Lua Nova não assume seu posto, Luna não descansa... atrapalhar ciclo natureza.

Ele para todos os companheiros.

- Agora, Reflexo da Lua falar... Dizer o seu crime. Dizer razão de crime. Dizer o que aprender com crime... Depois... irmãos falam em favor ou contra Reflexo! Olho da Tormenta alertar... se nada tiver para ser dito, então nada dizer! Falsa verdade pra ajudar ou machucar Reflexo da Lua ser crime também. Quem mentir... Olho da Tormenta saberá!

Ele olha nos olhos da companheira.

- Ter medo? Agora não ser hora pra ter medo... não ser hora pra gritar.... não ser hora pra chorar. Agora ser hora de verdade...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Grutas e Cavernas - Página 11 Empty Espólio-Cyberpunk | Sangue-Sobre-a-Neve (L) - Matilha Sangue Forte de Luna

Mensagem por NarraDiva em 13.06.18 21:57

Sangue-Sobre-a-Neve mantinha uma expressão séria quando o julgamento começa, ao passo que Espólio-Cyberpunk observava sem maiores emoções. O Philodox havia ficado muito satisfeito com a postura de Réquiem e esperava que ao fim do julgamento da Fúria Negra tudo se ajustasse.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Grutas e Cavernas - Página 11 Empty Re: Grutas e Cavernas

Mensagem por sussuros-da-weaver em 13.06.18 22:46

João respira profundamente com o novo discurso do Fianna e o bate-boca desnecessário entre o Juiz e o Galiard e surpreendentemente o Ahroun: era exatamente sobre aquilo que ele havia falado! Um simples "foi mal" resolveria tudo, mas eles preferiam enxergar o proprio umbigo do que o plano maior das coisas...mas ninguém disse que seria fácil, João pensava. Mas logo a sua Alfa intervira, dando um basta na situação e dando inicio ao julgamento de Reflexo-da-lua.

O juiz lupino era rapido e direto, "Esse ai não vai perder tempo com amenidades, mas é capaz de cortar um braço por que uma unha lhe causou problemas" pensava João. A matilha poderia ser prejudicada se ninguém amortecer o golpe sobre a ragabash, e aparentemente seria essa a função do Lua nova. O Andarilho logo respirava fundo novamente e agora tentaria amenizar o golpe.


"-Se me permitem falar nesse julgamento, eu tenho um ponto de vista sobre a situação toda com Reflexos-da-lua que eu gostaria de expor...a primeira coisa que eu pensei quando me dei conta da fuga da furia negra foi: que bom! As coisas só vão ficar mais difíceis daqui pra frente, e eu tenho que confiar minha vida a alguem que aguente o tranco,e ela parecia não aguentar....mas não se enganem, eu entendi todos os motivos que levaram ela a correr!mas Ela tambem mostrou o material de ela era feita quando voltou! E voltou para encarar seu julgamento de frente! E isso tambem deve ser levado em consideração! Espero que esse julgamento tambem ensine a Lua Nova: a cautela favorece ao forte, o planejamento serve ao sábio, A covardia não serve a ninguem."

sussuros-da-weaver
sussuros-da-weaver

Mensagens : 47
Data de inscrição : 23/03/2018
Localização : Rio de janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Grutas e Cavernas - Página 11 Empty Matilha Sangue-Forte-de-Luna

Mensagem por Anda-Com-Espiritos em 14.06.18 0:49

Forma: Crinos


Nate era sobrevivente por instinto e mantem-se na forma crinos e tambem porque ele estava acostumado a andar em todas as formas mais bestiais pelos anos que vivera no meio da floresta. Ele agaicha sobre suas patas trazeiras colocando as duas dianteiras à frente logo apos largar sua mochila e o tambor de lado.


Ao chegar o assunto girava em torno dos julgamentos e do novo componente da matilha.
O clima entre o novato e alguns da matilha estava um pouco acalorado. E Nate ouvia sem dar maior importancia às discussoes.


A conversa começava a tomar tons mais serios e estava começando a se transformar em algo mais doloso e Nat percebia a necessidade de uma mudança drastica no foco, mas o momento havia passado e ele percebe que ficou uma magoa no ar.
*Isso não é bom!*
Mesmo assim por sorte Rob resolve ficar calado e nao rebater cortando assim a discussão.
Mas como sempre tem alguem pra colocar mais lenha na fogueira Elaijah faz um ótimo discurso no momento errado, que o juiz rebate tambem.


Até que Requiem se pronuncia pondo um basta na discussao e da seguimento aos assuntos pertinentes a matilha.


Olhos da tormenta assume o comando iniciando o julgamento de Reflexos da lua.
Sussurros da weaver fala em favor de Emilie. Mas Nate discordava completamente dele.


“-Desculpe sussurros mas nós estamos em guerra e a dúvida na guerra pode ser o fim. Se ela estivesse de guarda em uma batida e resolvesse ir embora no momento em que os inimigos chegassem seria o fim.” Nate fora duro no comentario sem ser agressivo, apenas enfático. “-O julgamento dela deve ser pela falha dela e nao pelo remedio.”

Nao desejava mal maior à companheira mas tinha que ter certeza de que se precisasse dela ela seria forte o bastante para aguentar o tranco.
Anda-Com-Espiritos
Anda-Com-Espiritos

Mensagens : 222
Data de inscrição : 21/03/2018
Idade : 35
Localização : Fortaleza

Voltar ao Topo Ir em baixo

Grutas e Cavernas - Página 11 Empty Re: Grutas e Cavernas

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 11 de 31 Anterior  1 ... 7 ... 10, 11, 12 ... 21 ... 31  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum