Templo da Justiça de Gaia

Página 14 de 19 Anterior  1 ... 8 ... 13, 14, 15 ... 19  Seguinte

Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 14 Empty Majestade-Soturna (H) - Todos no Templo da Justiça

Mensagem por NarraDiva em 12.07.19 12:47

A Juíza percebe que ninguém tem a insana ousadia de lhe contrariar e isso era bom, evitava que seu mau humor piorasse. Miranda tinha perdido um filho e orientado o desafio da nova matilha, o que lhe terminou de acabar com seu humor. A Philodox começa a falar:

'- Pois bem, vamos ao que interessa, o projeto da Seita.'


A Juíza faz uma pausa, olha para todos e diz:

'- Quando me falaram que essa Seita tinha um problema na formação das novas gerações eu pensei que poderia ser exagero. A diferença de treinamento entre tribos geralmente nos trazem alguns augúrios melhores e piores de acordo com a linhagem. É público que Uktenas formam grandes Theurges, enquanto Fenris formam grandes guerreiros. Uma das funções que eu e Sentinela-das-Sombras teremos daqui para frente é garantir a correção das distorções na formação dos Juízes dessa Seita e a tentativa de forjar grandes nomes...'

Miranda faz uma nova pausa e prossegue:

'- Sendo assim, os mais jovens serão divididos em dois grupos. O primeiro grupo será orientado por Sabedoria-do-Velho-Lobo, Lupino Athro Philodox dos Garras Vermelhas. Esse grupo será composto por Sangue-dos-Quatro-Ventos; Hi-Tech-V8 e por Verdade-Ancestral. O outro grupo será formado por Espólio-Cyberpunk, Uiva-Pela-Paz e Voz-do-Gueto, sendo orientado por Trovão-Inquisidor. Os dois grupos receberão tarefas que lhes ajudarão a crescer enquanto juízes. O pior colocado em cada tarefa sairá do projeto. Sentinela-das-Sombras auxiliará na orientação dos dois grupos como Mestre do Desafio.'

A Juíza novamente pergunta:

'- Alguma dúvida até aqui? Algum assunto que desejam colocar em pauta?'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 36
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 14 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Victor Montenegro em 12.07.19 17:14

Com a naturalidade de quem parecia não se cagar de medo da nova Caçadora da Verdade; sendo "parecia" a palavra chave da presente frase, Sentinela das Sombras pede a palavra e pontua em tom de deferência:

'- Sei que a senhora falou que ficaremos responsáveis por corrigir as distorções na formação dos juízes desta seita, mas acredito que precisamos adotar uma medida imediata no que diz respeito à nova geração de Garous, de todos os augúrios, recém chegados à esta seita. Tenho observado uma absurda relativização de nossas leis. Garous que tratam a litania como se fosse uma reles sugestão de comportamento e que não compreendem sequer o porquê dela ser a nossa lei máxima. - Fala Victor enquanto passa o olhar por todos os juízes presentes.

'- Por este motivo, proponho que todas as tribos, e em especial os Fianna, encaminhem seus Cliaths e Fosterns para uma aula sobre a litania e as consequências que recairão sobre si em caso de violação, principalmente considerando o estado de lei marcial que nos encontrarmos.'
Victor Montenegro
Victor Montenegro

Mensagens : 906
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 34
Localização : Rio

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 14 Empty Majestade-Soturna (H) | Sussurros-de-Bran (H) - Todos no Templo da Justiça

Mensagem por NarraDiva em 13.07.19 11:19

Sussurros-de-Bran não ia deixar aquela bravata passar batida. A Fianna olha séria para Miranda e diz para a Caçadora-da-Verdade:


'- É para ouvir provocações baratas do Garou que já faltou com decoro diante de toda Seita que estamos aqui e que segue recebendo privilégios pelo flerte com a desonra, Majestade-Soturna?'


A Senhor das Sombras imediatamente rebate:


'- Isso é uma acusação, Sussurros-de-Bran? Há alguma mentira no que Sentinela-das-Sombras falou sobre as sucessivas vergonhas protagonizadas pelos Fiannas nessa Seita?'


A Meia-Lua mantém a postura firme e diz:


'- Não é uma acusação, é uma indagação. Como líder dos Fiannas eu repudio o ataque de Sentinela-das-Sombras e se nossas tradições exigem o respeito entre os membros das tribos, eu quero uma retratação imediata ou irei considerar que os Senhores das Sombras estão abertamente declarando hostilidade aos Filhos do Cervo.'


Yara não abaixaria a cabeça nem para Victor e nem para Miranda. A Caçadora da Verdade não parecia preocupada com a situação e apenas diz:


'- Considere o que quiser.'


A Juíza olha para Victor:

'- E já que você levantou o ponto, você deverá acompanhar as matilhas de perto como Mestre do Desafio e fazer o trabalho que sugeriu, sem se limitar apenas à Fiannas, evidentemente. Inclua nas suas instruções também os juízes de cada matilha, procure cada um e converse sobre a Litania e o rigor da mesma.'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 36
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 14 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Arssoul em 13.07.19 16:50

Hi-Tech-V8 continuava quieto enquanto escutava a apresentação do projeto da Seita feito por Majestade-Soturna, todavia a sua atenção é aguçada quando escuta que tal treinamento tem por objetivo de garantir a correção das distorções na formação dos Juízes dessa Seita, soando estranho a seus ouvidos pois imaginava, até aquele momento, que ressalvadas prováveis particularidades de cada tribo, mas no discurso apresentado pela Senho das Sombras essas "distorções" soavam como "escolhas", sendo a segunda passíveis de julgamento e aplicação de penalizações, enquanto o primeiro seriam interpretações "possíveis".

*Esse discurso parece a abertura de uma linha de produção de Juízes... funciona com máquinas, mas não sei se isso é o mais acertado com seres vivos.* - Pensava rapidamente.

Aberto o momento para perguntas ou sugestões de pauta, Hi-Tech-V8 mantinha-se como estava. Não possuía nenhum interesse de tirar dúvidas ou mesmo de apresentar qualquer tipo de pauta para debate, mesmo porque se conhecimento é poder, nesse momento o seu era limitado e exercitar a cautela era o mais adequado.

Restringia-se a manter a postura impassível e observar o andamento da reunião quando Sentinela-das Sombras tomou a palavras e apresenta algumas ponderações que acrescentavam um tom de urgência a demanda apresentada por Majestade-Soturna, contudo, o Andarilho do Asfalto não compreendia porque de assinalar a tribo Fianna em particular, guardando sua curiosidade para si.

*O novo professor do telecurso 2000 não perdeu tempo para mostrar a sua presença nessa reunião.*

Não demora muito para que algum tipo de ferida aberta seja exposta com o início de uma discussão entre Sussurros-de-Bran e Majestade-Soturna, demonstrando um atrito que parecia  envolver as suas respectivas tribos, fazendo Hi-Tech-V8 observar mais atentamente a reação de Estpólio-Cyberpunk e Sagittarius enquanto aguardava o desenrolar da situação.
Arssoul
Arssoul

Mensagens : 91
Data de inscrição : 22/04/2019

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 14 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Victor Montenegro em 15.07.19 13:25

Victor assistia impassível ao showzinho de revolta da líder dos Fianna assim como a frieza na resposta de Magestade Soturna.

* Lição aprendida. Nunca se desculpar quando não se está errado. Essa daí parece que se faz de louca a não perceber que sua tribo, apenas hoje, colocou todos os Garous desse lado do Atlântico em risco de extinção, rasgou o véu e com isso o pacto com a Weaver nos colocando em tempos de guerra e por fim protagonizou uma cena de carícias em frente de toda a seita... Essa tribo realmente está perdida.'

A Caçadora da Verdade então finaliza incubindo ao jovem Philodox o dever de conversar com os outros juízes assim como a instruir os mais jovens não se limitando aos Fiannas, ao que este responde com respeito:

'- Adotarei as devidas providências, Majestade Soturna.' - Finalizando sem qualquer retratação à Fianna.
Victor Montenegro
Victor Montenegro

Mensagens : 906
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 34
Localização : Rio

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 14 Empty Majestade-Soturna (H) | Sussurros-de-Bran (H) | Sagittarius (H) | Justiça-Cega (H) - Todos no Templo da Justiça

Mensagem por NarraDiva em 16.07.19 9:22

Era visível que Sagittarius não parecia gostar do rumo que as coisas tomavam com o bate-boca entre a Fianna e os Senhores das Sombras. Espólio-Cyberpunk igualmente, porém com uma visão mais analítica. Essas percepções são captadas apenas por Hi-Tech-V8. Majestade-Soturna parecia pronta a prosseguir com a reunião quando Sussurros-de-Bran se manifesta mais uma vez:

'- Queria sugerir que as instruções do Mestre do Desafio começassem pela matilha que rompeu o pacto com a Weaver.'

A Senhor das Sombras olha para a Fianna, mas imediatamente Sagittarius se manifesta:

'- Essa é a mesma matilha que protegeu o Caern de Guerra e foi protagonista na recuperação do Caern de Cura, Sussurros-de-Bran, por favor, vamos parar com essa disputa tola.'

Miranda parecia aprovar e Justiça-Cega emenda:

'- As críticas à Olhos da Tempestade não se justificam, e nem se sustentam, pelos feitos recentes da matilha, feitos que levaram dois de seus membros, pelo que me consta, ao Baixo Conselho. Estamos aqui para discutir questões maiores, por favor, avancemos.'

O Philodox cego parecia olhar nos olhos da Fianna quando fala e aquilo era meio perturbador. Hi-Tech-V8 havia escutado falar sobre um Andarilho do Asfalto cego dos CyberDogs que vivia no Rio de Janeiro. Miranda prossegue:

'- Terminado o show, podemos prosseguir... temos um assunto muito mais importante: a guerra com a Weaver e a necessidade de fortalecimento do véu. Fui orientada pela liderança da Seita a passar a todos vocês que qualquer violação do véu deve ser punida com rigor e em dose dupla. Dupla porque violará também a norma prioritária da Seita que é fortalecer o véu do Rio de Janeiro.'

Faz uma pausa e prossegue:

'- Além disso, temos que atuar em duas frentes: precisamos reduzir o poder e a influência dos vampiros na cidade e buscar um acordo de paz com a Weaver. Nosso augúrio tem as características precisas para avançar nesse terreno e quero que pautem a atuação de vocês rumo a esse objetivo. Alguma dúvida até aqui?'

Olha para Victor e fala:

'- Você está aqui há mais tempo que eu, Sentinela-das-Sombras, se tiver algo a acrescentar, faça agora.'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 36
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 14 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Gabriel Villas Boas em 16.07.19 11:21

Gabriel ouve as palavras da Majestade Soturna sobre o projeto da seita. Apesar da recente mudança de posto, o Filho de Gaia sentia que talvez ele também deixava a desejar. Havia importância no treinamento. Não apenas para realmente seguir o seu propósito, mas para se destacar como juiz e sair da sombra de Victor. A medida que Miranda fala os nomes, Gabriel cruza olhares com o nomes indicados.
 
* Mas até Degan fará o treinamento? *
 
Reflete Gabriel, estranhando a presença do outro Forsten para logo depois dar de ombros. Observa aquele que chamam de Hi-Tech-V8 e o orientador do grupo, o Garra Vermelha Sabedoria-do-Velho-Lobo – a quem Gabriel o cumprimenta inclinando a cabeça mesmo que distante. A ameaça real do pior colocado ser afastado do projeto põe um frio na barriga do Filho de Gaia, mas também uma dúvida em sua mente:
 
* Mas o que ela entende como projeto da seita? *
 
Obviamente, não seria ele tolo o suficiente a perguntar. Sentinela das Sombras, porém – talvez pela nova posição ou talvez por falta de autopreservação – parecia não ter o mesmo dilema e cutuca os Fianna, representados apenas por Sussurros de Bran. A Fianna certamente não aprova e age na ofensiva. O impasse faz com que Sagittarius e Justiça-Cega intervenham não só em relação à Victor como a ODT como todo. Nesse momento, Gabriel apenas olha rapidamente com canto de olho para a Fianna e prontamente retorna à atenção para a Caçadora da Verdade.
 
A Senhora da Sombras fala sobre a Guerra da Weaver e sobre atenção especial ao véu. Quando Miranda fala sobre vampiros, Gabriel imediatamente lembra da necessidade de sedimentar a relação com as comunidades, essas sim que devem estar infestadas com sanguessugas. A palavra é dada a Victor e Gabriel, ainda em silêncio, presta-se a ouvir o que o Mestre de Desafios tem a dizer.
Gabriel Villas Boas
Gabriel Villas Boas

Mensagens : 264
Data de inscrição : 25/05/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 14 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Victor Montenegro em 16.07.19 13:14

A Fianna parecia realmente não querer largar do osso e aquilo divertia Sentinela-das-Sombras mais do que deveria, no entanto, antes que ele pudesse se manifestar, os andarilhos saem em defesa da Olhos da Tempestade.

* Pena, eu estava justamente esperando a oportunidade perfeita para humilhá-la.*

Majestade Soturna também fala colocando fim à discussão e, sabendo que era importante não melindrar alguém cujo apoio era importante, o filho do Trovão apenas faz um breve cumprimento de cabeça agradecendo as palavras dos Andarilhos, sem alongar a discórdia... por mais que assim o quisesse fazer.

*Haverá outro momento, Sussurros de Bram... você não perde por esperar.*

A Caçadora da Verdade então expõe a situação e qual seria o papel dos meia lua questionando, ao final, se Victor possuía algo a acrescentar.

Tendo recebido a palavra Sentinela-das-Sombras pondera por alguns segundos e comenta:

'- O problema da influência dos Vampiros é grave. Duas facções atuam nesta cidade. Uma possui maior poder econômico e político e, como nós, parecem ter alguma espécie de código que os compelem a proteger o véu. A outra facçao possui menos influência, o que não significa que possua pouca, mas é formada por um maior número de membros e têm zero apreço pelo véu. Estes foram os responsáveis pelo grande ataque que aconteceu há 3 noites.' - Fala iniciando a sua explicação.

'- Segundo informações que tenho, essas duas facções parecem também estar em guerra entre si, acredito que isto possa ser algo que possamos nos aproveitar. Além disso, sei por fontes confiáveis que o Empresário Hector Pisanob possui laços estreitos com vampiros Mercadores de Almas, aliança com pelo menos um Espiral Negra e que ambos agora mantém relação estreita com o atual prefeito do Rio de Janeiro, o que é preocupante. Por fim, no que diz respeito aos vampiros, sei ainda de um sanguessuga que tem como base a região da Lapa e que hoje controla todos os terreiros do Rio de Janeiro, possuindo forte influência sobre os espíritos orixás. Tive contato com alguns desses espíritos e foi através deles que consegui mitigar o dano ao véu na noite do ataque. - Faz uma pequena pausa para se certificar da atenção de todos e então prossegue.

'- Sem Nome e eu tínhamos um plano para matar esse vampiro e, com a ajuda dos Theurges e Galliards desse Caern firmarmos um pacto com os Orixás para a preservação do véu. Acredito que venha a ser de grande ajuda a resolução dessa questão tanto no fortalecimento do véu, quanto no enfraquecimento dos sanguessugas.'

Victor para por um momento, ele sabia que ainda faltava algo, mas não sabia o que até que, com um estalar de dedos, se recorda.

O Philodox abre a mochila surrada que carregava consigo e de dentro dela retira papéis extremamente antigos e amarelados.

'- Quando o ragabash de minha matilha invadiu um covil de vampiros em uma Favela ele encontrou isso.' - Fala oferecendo os papéis à Majestade Soturna.

'- Pelo que consegui identificar são escrituras extremamente antigas. De antes dos bairros e ruas terem o nome que tem hoje. Acreditamos que possa ser um local onde esteja localizado um antigo covil de vampiros, mas não temos certeza.'

Tendo dito quase tudo o que sabia e quase toda a verdade o Philodox então prossegue:

'- Essas são as informações que tenho sobre os vampiros, já em relação ao véu, para além do que já falei sobre os Orixás, sei ser fato que Sussurros-Solitarios possui um pacto a ser finalizado com as Aranhas Padrão da Villa Kenedy. O Uktena deverá sacrificar um terreno da Wild em troca de passagem segura pelo morro. Entretanto, o Morro não faz mais parte do território de minha matilha e nós não temos mais nada para resolver lá. Talvez seja possível nos utilizarmos desta abertura para uma alteração nos termos pactuados e um início nas tratativas com a Weaver.'

Tendo dito o que lhe cabia, apenas fica em silêncio e aguarda as ponderações.
Victor Montenegro
Victor Montenegro

Mensagens : 906
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 34
Localização : Rio

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 14 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Arssoul em 17.07.19 0:23

Forma: Hominídeo

A Philodox Fiana continuava tentando manter a discussão, mas a sua linha argumentativa parecia não atrair apoiadores o que gera uma espécie de estranheza ao jovem Andarilho. Entretanto, o contrário ocorre e membros dos Andarilhos do Asfalto posicionavam-se no debate e pela a insatisfação que manifestavam, Hi-Tech-V8 reservaria algum momento no futuro para compreender o que se passava.

*Os jogos de poder parecem estar a todo vapor nesta seita e em diferentes níveis.*

Quando vê como Justiça-Cega trata a situação vem a lembrança de conversas de corredor que mencionavam um irmão de tribo que era cego, pertencente ao campo dos CyberDogs e que residia no Rio de Janeiro, talvez por não imaginar que as histórias remeteriam justamente a um meia lua a lembrança não surgiu quando se viram pela primeira vez na entrada do Caern.

*Para alguém que não consegue enxergar, parece que sua noção espacial é muito boa.*
- Cristiano pensava intrigado.

Enquanto Majestade-Sortuna explicava o momento delicado com a Weaver, surpresa era o sentimento que passa no interior do Andarilho do Asfalto, restando mais claro o grau de tensão que a seita atravessava e que explicaria a conduta reservada adotada por Espólio-Cyberpunk enquanto conversavam, pensamentos brotavam quando o assunto era direcionado aos vampiros que habitavam o Rio de Janeiro.

*Tenho certeza que dois membros da matilha irão divertir-se bastante arrancando algumas cabeças dessas criaturas… hmmm… o aeroporto, preciso conversar com o Theurge*

Enquanto Sentinela-das-Sombras apresentava seus relatos isso só acrescentava as preocupações preliminares de Hi-Tech-V8, não por que era um grande entendedor dos assuntos em questão, mas pelos relatos conterem a ideia de que uma infestação se alastrava por aquela cidade, somando-se ainda a presença da Espiral Negra junto aos sanguessugas.

*Será que nenhuma medida foi tomada ao longo dos anos ou será tinham problemas maiores anteriormente? Preciso contextualizar essa informação.*

O Andarilho do Asfalto, pela quantidade de informações apresentadas, questionava-se o quanto podia confiar nas informações, não por ter reservas além das costumeiras quando lidava com outras tribos, mas por saber que informações fornecidas por terceiros poderiam ser plantadas, modificadas ou mesmo selecionadas e isso o incomodava.

*São muitos temas preocupantes e com muito trabalho pela frente.*

Permanecendo quieto o jovem Andarilho descruzava os braços levando a mão direita ao queixo enquanto coçava como se ali existisse uma barba. Mantinha o rosto sério e pensativo enquanto acompanhava o continuar da reunião.


Arssoul
Arssoul

Mensagens : 91
Data de inscrição : 22/04/2019

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 14 Empty Deganawida (crinos) - Reunião Philodox

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em 17.07.19 4:07

Degan assiste à reunião em silêncio, prestando atenção aos detalhes e, por incrível que pareça, parece concordar com as sugestões de Victor.

Ele treinaria com um Garra Vermelha, o que era bom. Degan apreciava a companhia deles, desde Sangue-sobre-a-Neve. Ele faz uma breve reverência ao Philodox que seria seu mentor. Não aprovava nem um pouco o método dos Senhores das Sombras de "fazer gincanas" em que se punia ao invés de ensinar àqueles com dificuldades, mas fazer o quê...

 Quando farpas começam a ser trocadas, o Wendigo nada diz. Tinha apreço por Sussurros-de-Bran como Garou, mas não possuía a mesma consideração pelos Fiannas, aliás, nem pelos Senhores das Sombras. Diante do "joguinho" que se desenrolava ali, o Wendigo apenas se ajeita em seu lugar em silêncio, desejando que os malditos estrangeiros parassem de se bicar como corvos em um festim.

Tsc. Brancos...


Em seguida, um longo relato sobre vampiros é repassado por Victor. De fato, a Olhos-da-Tempestade havia feito um bom trabalho de inteligência, e a informação sobre o controle dos terreiros interessa a Degan, tendo em vista principalmente a natureza dos espíritos que Uirapuru havia lhes mostrado. Degan se lembrava de algumas informações que lhe haviam sido repassadas ainda quando Tarek era vivo, a ação conjunta das matilhas havia derrubado um vampiro da tal facção que não se importava com o véu, no fim das contas. 

O Wendigo continua em silêncio. Não havia nada a acrescentar até então.
Deganawida
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 496
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 44

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 14 Empty Majestade-Soturna (H) | Justiça-Cega (H) | Espólio-Cyberpunk (H) | Ímpeto-do-Peru-Selvagem (H) | Sabedoria-do-Velho-Lobo (L) | Trovão-Inquisidor (H) - Todos no Templo da Justiça

Mensagem por NarraDiva em 17.07.19 10:20

Próximo a Cristiano, Usher comenta consigo mesmo em tom baixo mas audível para o juiz da nova matilha:

'- Patética disputa pela bajulação dos Senhores das Sombras pra tentar virar líder da tribo...'

O Juiz não via com bons olhos a maneira como Justiça-Cega e Sagittarius agiam em defesa da Olhos da Tempestade e, por suas palavras, creditava o movimento da dupla a uma disputa entre ambos pela liderança dos Filhos da Barata. Liderança essa que estava vaga com a morte de Bit-Coins. 

Próximo à Degan, Ímpeto-do-Peru-Selvagem mantinha uma expressão de contrariedade com os rumos da reunião. Expressão que parece melhorar um pouco quando Victor toca num tema que parecia ser de interesse e preocupação geral: o poder dos vampiros na cidade. Imediatamente após a fala do Senhor das Sombras, o Uktena fala:

'- Ser nosso dever caçar as duas Seitas, ambas são recheadas de criaturas da Wyrm que maculam ainda mais essas terras. Sussurros-Solitários dever esquecer chiminage, não fazer sentido em guerra com a Weaver, enfraquecer ainda mais a Wyld.' - diz o Filho de Uktena com firmeza em suas convicções. Justiça-Cega é quem se contrapõe ao mesmo:

'- Não faz sentido tentar um acordo de paz com chiminages pendentes, eu faço uma orientação oposta ao Uktena, Majestade-Soturna. Eu recomendo que não apenas Sussurros-Solitários, mas todos que tem dívidas com a Weaver, priorizem o pagamento do que é devido para que as negociações pela paz possam avançar.'

Sabedoria-do-Velho-Lobo emenda, em apoio ao Uktena:

'- Nunca haverá paz com a Weaver.'

Trovão-Inquisidor se contrapõe:

'- O que não quer dizer que precise haver uma guerra.'

O Juiz do Destino olha para Majestade-Soturna que sentencia:

'- O Andarilho do Asfalto tem razão. Sentinela-das-Sombras deve pessoalmente se certificar que o Chiminage de Sussurros-Solitários deva ser cumprido o mais rápido possível e de forma inquestionável. Todos os juízes, no entanto, devem inquirir sua matilha sobre os Chiminages com espíritos da Weaver e garantir que o mesmo seja feito. Não queremos nenhuma dívida aberta com a Weaver.'

A Senhor das Sombras prossegue falando:

'- Sobre os sanguessugas, esse tema irá ao Alto Conselho, mas até lá, a ordem é combater a Wyrm onde ela estiver e sempre que proliferar. Porém, combater com inteligência. Ações desastradas não serão perdoadas nem pelo meu julgamento, nem pelo de Sentinela-das-Sombras.'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 36
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 14 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Victor Montenegro em 17.07.19 13:30

Com parcimônia, Victor escutava o debate que se seguia após os seus relatos. Ficara incumbido de se certificar do cumprimento do Chiminage de Sussurros-Solitarios, e sabia que o lobo não ficaria nada feliz com aquilo... Em especial por não ter se utilizado de toda barganha... Mas, assim era a vida.

*Um dia ele me desculpa... ou não. Meio que foda-se.*

Sem mais a acrescentar neste ponto, Sentinela-das-Sombras apenas assente em confirmação às ordens de Magestade Soturna e permanece em silêncio aguardando o continuar da pauta.
Victor Montenegro
Victor Montenegro

Mensagens : 906
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 34
Localização : Rio

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 14 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Arssoul em 18.07.19 0:57

Mantendo o comportamento reservado o Andarilho escutava o comentário de Usher e deixando de observar a discussão por um segundo para trocar um olhar suspeito com o irmão de tribo.

'- A carona está se tornando cada vez mais necessária.' – Comenta próximo de Espólio-Cyberpunk, mantendo o tom baixo.

*Mesmo na condição de novato nesse Caern as minhas impressões não parecem muito longe do que está acontecendo ou talvez não estejam se esforçando de disfarçar. *

O rumo que tomava os debates subsequentes incomodava HI-Tech-V8 quanto ao cumprimento ou não do chiminage. Sendo Sabedoria-do-Velho-Lobo o instrutor de seu grupo e com o tipo de posicionamento que expressou quanto a Weaver poderia constituir uma desvantagem nas futuras atividades.

*Não poderia esperar opinião diferente de um Garra Vermelha, melhor me preparar para um tratamento hostil. *

Mantendo a postura séria Hi-Tech-V8 aguarda quais os próximos pontos que seriam debatidos.
Arssoul
Arssoul

Mensagens : 91
Data de inscrição : 22/04/2019

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 14 Empty Majestade-Soturna (H) | Espólio-Cyberpunk (H) - Todos no Templo da Justiça

Mensagem por NarraDiva em 18.07.19 8:36

Espólio-Cyberpunk acena em positivo com a cabeça para Cristiano.


Majestade-Soturna começa a dá contornos finais à reunião:


'- Alguém tem mais algo a acrescentar ou podemos nos dividir nos grupos de treinamento e caminhar para o fim desse encontro?'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 36
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 14 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Victor Montenegro em 19.07.19 23:46

Victor era um Senhor das Sombras e, como tal, era acostumado a ralar e buscar por seus próprios meios o conhecimento e habilidades necessários.

Sua tribo não acreditava em mentores, em ensinamentos fáceis ou mesmo a dividir gratuitamente um conhecimento adquirido. Tudo tinha um preço e isso era algo ensinado desde muito cedo aos filhos do Trovão.

Entretanto, os Senhores das Sombras também ensinavam a nunca deixar passar uma oportunidade de aprender e, se alguém lhe oferece uma pauta e uma oportunidade, você não a nega.

Firme neste preceito, Sentinela-das-Sombras se mantém silente por alguns instantes analisando como se comportariam os jovens Philodox daquela seita quando a Caçadora da Verdade lhes oportunizava voz diante de tantos Garous tão graduados.

Era uma reunião de Adrens, Athros e até mesmo dois anciãos de renome e competência mundialmente reconhecidas com uma minoria de fosterns e cliaths que, ainda assim, podiam compartilhar experiencias. Todos os presentes e em pauta aberta, mas os mais jovens se faziam silentes.

Victor observava com alguma decepção tudo aquilo, especialmente Gabriel, de quem, definitivamente, esperava mais. Ninguém questionava o que seria o rigor das punições que Miranda falava, ninguém expunha nada ou mesmo demonstrava interesse em maiores pautas...

* Com esse nível de juízes, não é atoa que as matilhas estejam na lama.*

Diante do silêncio que reinava, Víctor, mais uma vez, pede a palavra.

'- Majestade Soturna, eu tenho 3 temas que gostaria de por em pauta.' - Inicia o meia lua que, ao receber o aval da anciã continua.

'- Primeiro a questão da FESN. O prefeito convocou essa organização focada no controle do sobrenatural para a cidade. Spybot iniciou relações com uma humana de nome Evelyn que passou a integrar o Conselho interno de operações da organização na cidade. Segundo relatado, dentro do Conselho pelo menos 2 são corruptos e outros dois possuem ligações com vampiros. Evelyn era a nossa porta de entrada e informação dentro da organização, mas com a morte de Spybot temo que isso seja deixado de lado caso não ajamos. Gostaria de sugerir que os Andarilhos, juntamente a mim e aos filhos de Gaia encabecem uma frente de contato com a capitã para formarmos uma rede de informações e de interferência interna com o fito de mitigar as ações da facçao.' - Finalizava para dar espaço para discussão antes de seguir para os Próximos tópicos.


Última edição por Victor Montenegro em 20.07.19 9:48, editado 1 vez(es)
Victor Montenegro
Victor Montenegro

Mensagens : 906
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 34
Localização : Rio

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 14 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Gabriel Villas Boas em 20.07.19 5:05

Não muito depois da rixa entre a Fianna e Victor, o Senhor das Sombras se põe a falar sobre o problemas dos vampiros – o que chama a atenção de Gabriel, que ouve interessado. Reflete o Filho de Gaia que havia muitas coisas que ainda não sabia. Afora a infestação de vampiros e a matança do outro dia, nome como Hector Pisanob era completamente desconhecido para o Filho de Gaia. Ainda assim, ele absorve as informações fechado e apreensivo, enquanto o Mestre de Desafios conclui entregando os papeis achados por Hadrian.

Porém, sua expressão se fecha mesmo quando revelado sobre o pacto do Uktena com os espíritos da Weaver em troca de um terreno da Wyld – já ameaçado no Rio de Janeiro. Ainda que fosse no antigo território da matilha.

* Você não sacrifica terreno da Wyld. Que diabos eles estavam pensando? E eu não esperaria por uma Weaver amistosa para alterar pactos... *

Muito embora o Filho de Gaia veja sensatez nas palavras do Ímpeto do Peru Selvagem, ele não pode deixar de concordar com os Andarilhos. Pactos foram firmados e guerras foram declaradas. Cabe agora cumprir os pactos e terminar as guerras. Gabriel olha discretamente para Victor sabendo das consequências do chiminage para o Uktena.

Então, Majestade-Soturna indaga se alguém havia mais algo a acrescentar. Um silêncio juvenil toma o lugar. Havia muito que Gabriel ainda não sabia em suas pouco mais de 24h no Caern. Assim como a Anciã, ele também priorizaria quem estava mais tempo. Eis que Victor novamente irrompe o silêncio falando sobre um assunto que Gabriel conhecia parcamente. Já havia ouvido falar da FESN. Não conhecia, entretanto, a fundo a história do irmão caído com a humana Evelyn, porém, a ideia de uma ação conjunta dos andarilhos e dos filhos de gaia já era algo que Gabriel havia em mente:

“- Essa é uma ótima ideia e uma ótima oportunidade. Infelizmente, a morte de Esther deixou um espaço vazio no meio político e social da sociedade carioca. Preenchê-lo é necessário. Uma nova figura pública pode ser o instrumento necessário para contactar Evelyn. Claro, é preciso cautela. Se o Prefeito está vinculado ao Pisanob, não é difícil imaginar que ele já influencie esse Conselho de alguma forma. Entretanto, imprime sim a necessidade de ao menos continuar os trabalhos e as investigações de Spybot. Havíamos, ele, Skullhead e eu nos interessados a nos integrar mais a comunidade dos humanos... Era uma ideia menos ambiciosa, mas isso foi antes de todos os ataques...”

Gabriel fala sério, podendo notar um pesar quando fala nos irmãos caídos, mas mantendo o tom da fala.
Gabriel Villas Boas
Gabriel Villas Boas

Mensagens : 264
Data de inscrição : 25/05/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 14 Empty Majestade-Soturna (H) - Todos no Templo da Justiça

Mensagem por NarraDiva em 20.07.19 14:02

A Senhor das Sombras demonstra atenção com as palavras do Senhor das Sombras e após o Filho de Gaia, diz enfática:

'- Quem morreu não pode ser culpado pelas fraquezas dos que insistem em se manter vivos. O fato de vocês não terem preenchido o espaço vazio só demonstra as fraquezas de sua tribo, Verdade-Ancestral. Seja um juiz de verdade e resolva isso já que os seus antigos parecem ocupados com promiscuidades e desvios.'

Seca, olha para Victor e fala:

'- Estabelecer relações com essa Evellyn é prioridade, Sentinela-das-Sombras. Use quem for necessário para isso, mas traga resultados.'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 36
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 14 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Arssoul em 21.07.19 1:52

Forma: Hominídeo

Mantendo-se atento as indagações que seguiram-se o Andarilho percebe não ter o que acrescentar e mesmo que tivesse não tem interesse de dar soluções para aqueles que parecem ter as suas próprias respostas. Ainda lhe incomodava a ideia de ter que participar de uma nova "gincana", quando nem mesmo um nome a sua matilha possuía.

Ouvindo a resposta atravessada que Verdade-Ancestral recebe e ainda com direito a um tapa nos Filhos de Gaia, faz Hi-Tech-V8 levantar a sua sobrancelha direita expressando sua surpresa com as acusações feitas, fazendo-o voltar a observar Sagitarius, bem como Justiça-Cega de forma mais analítica.

*Será que eles concordam com tudo que ela fala ou é apenas uma impressão?* - Pensava incomodado.
Arssoul
Arssoul

Mensagens : 91
Data de inscrição : 22/04/2019

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 14 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Gabriel Villas Boas em 21.07.19 3:28

* Será que eu conto que Flor-de-Gaia morreu agora a pouco? Por Gaia, a gente mal enterrou o corpo... * 

Gabriel tenta manter a postura. A cutucada não poderia ser mais direta - e era, até de certa forma, esperada. Afinal, eram as palavras de uma Anciã Senhora das Sombras no posto de Caçadora da Verdade. Dessa forma, Gabriel responde com calma, mantendo o tom:

"- Perfeitamente... Os Filho de Gaia irão se reunir em breve para reunião tribal e certamente irão discutir sobre o legado de Flor de Gaia. Eu colocarei essa questão em pauta e darei a máxima prioridade. Ainda em breve teremos um nome a apresentar e assim, contribuir para empreitada com Evelyn."

E inclina a cabeça em cumprimento a Anciã, colocando-se a ouvir os demais. Victor ainda havia outro ponto a falar.


Última edição por Gabriel Villas Boas em 21.07.19 20:11, editado 1 vez(es)
Gabriel Villas Boas
Gabriel Villas Boas

Mensagens : 264
Data de inscrição : 25/05/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 14 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Victor Montenegro em 21.07.19 20:07

Logo após Sentinela-das-Sombras, Gabriel se manifesta com boas intenções e é agraciado com um belíssimo coice da nova Caçadora da Verdade.

*Delicada e agradável como o olho de uma tormenta* - pensava o Philodox que mais tinha vontade de rir do que se compadecia pelo irmão de matilha.

Recebida a resposta, Gabriel se manifesta novamente com dignidade, o que agrada ao jovem filho do Trovão.

*Vamos logo pular isso e ir ao segundo ponto que é melhor.*

Victor então se manifesta se dirigindo à Miranda.

'- Providenciarei que seja feito.' - afirma referindo-se à questão de Evellyn e prossegue.

'- Bem, agora que isto ficou resolvido, a segunda questão que eu quero por em pauta é a premiação e punição por renome dentro desta seita. - Faz um pequena pausa para se certificar que tinha a atenção de todos e prossegue:

'- O Rio de Janeiro e esta seita se tornaram um poço infindável de renome e tenho observado que isso vem gerando distorções acelerando avanços de posto de forma desmedida para Garous com feitos menos do que significantes, pelo simples fato de estes se encontrarem de corpo presente na boca do inferno. Além desse problema, que é grave, tem-se ainda a questão do esvaziamento do peso das punições de renome e como exemplo simples deste último fato, cito a elevada honra temporária daqueles que participaram do último ritual de sepultamento dos heróis.

'- Tínhamos aqui Garous com mais de 130 pontos de honra. Com o perdão da comparação alegórica, um Garou com tamanha pontuação poderia ter quebrado uma a uma cada lei da litania recebendo punição máxima que, ainda assim, teria renome o suficiente para galgar o ritual da conquista e é esse o tipo de distorção que precisamos corrigir. As punições de renome devem ser temidas e não podem permanecer com eficácia quase nula.'

Tendo feito a exposição inicial do Problema, Sentinela-das-Sombras aguarda as primeiras manifestações.
Victor Montenegro
Victor Montenegro

Mensagens : 906
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 34
Localização : Rio

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 14 Empty Majestade-Soturna (H) - Todos no Templo da Justiça

Mensagem por NarraDiva em 22.07.19 8:12

Cristiano não consegue captar nada nos juízes dos Andarilhos do Asfalto durante a fala de Miranda. Sagittarius mantinha expressões enigmáticas enquanto Justiça-Cega estava apenas sério. Quando Gabriel toma a palavra e encerra o assunto, a Juíza nada diz, mas quando Victor fala, a atenção dela parece maior e suas expressões faciais não são de felicidade.


Miranda olhava Victor com um olhar analítico enquanto ele fazia sua explanação. Sem concluir o raciocínio, sua "pausa dramática" não passa batida pela Philodox. Aproveitando o momento, Miranda mantém o olhar fixo no Forsten e fala:


'- Nós já conversamos uma vez sobre perdões, Sentinela-das-Sombras. Não haverá uma terceira. A repetição de erros não é algo tolerável.'


A Philodox dá um passo à frente e prossegue:


'- Eu não gosto de erros, não suporto falhas, raramente dou segundas chances e jamais uma terceira. Não foda com tudo e não erre novamente ou será o Mestre do Desafio com a passagem mais rápida pelo cargo da história da Nação.'


Mantendo-se onde estava, continua:


'- Os comentários sobre o renome obtido por um ritual só feito em condições especiais, que honrou parcela robusta da seita que caiu por esse Caern é ultrajante, indigno e desrespeitoso. Um Juiz tem a obrigação de saber respeitar os ritos e tradições do povo que julga, tem obrigação de respeitar a história do solo em que pisa. Lembre-se disso antes de dar seus exemplos que o obrigam a pedir perdão.'


A Senhor das Sombras prossegue falando:


'- E se não estiver questionando o ritual e sua importância para o momento da Seita, seu questionamento é à decisão da Liderança da Seita em tempos de Guerra, creio que não preciso explicar de que forma isso viola a Litana.'


Um novo passo à frente, com toda sua aura predatória deixando todos apreensivos à sua volta, a Philodox comenta:


'- Então, aproveite a rara segunda chance, visto que uma terceira não irá acontecer, saia da encruzilhada em que se colocou e transforme todo esse patético embaraço, com direito à uma ridícula pausa dramática, em algo relevante e que faça valer meu tempo.'


Volta ao seu lugar e fica aguardando que Victor se manifeste.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 36
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 14 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Victor Montenegro em 22.07.19 9:29

Logo após sua fala, a Caçadora da Verdade é a primeira a se manifestar.

* Caralho, num posso mais usar perdão nem como figura de linguagem hahaha...* - Pensava um sério senhor das Sombras enquanto escutava o público sermão que a si era direcionado.

Fosse em seus primeiros dias na seita aquilo talvez o deixasse constrangido, quiçá humilhado, mas naquela altura do compeonato Victor já recebia de bom grado as roladas que a vida lhe proporcionava.

* Já dizia o ditado: Com cuspe e com jeito...*

Sem demonstrar qualquer constrangimento com o que escutava, Sentinela-das-Sombras pensava consigo - * Se ela acha que isso sou eu me colocando em uma encruzilhada, acho que ela ainda não me conhece muito bem. Pros meus padrões isso aqui ainda é quase uma Autoban.*

Sem dar um só passo para atrás, mantendo um inalterado tom de respeito, o jovem Philodox responde de forma firme:

'- A Senhora está absolutamente correta. Nós não podemos desrespeitar tamanha honraria que, de forma tão excepcional, foi destinada aos Irmãos que caíram pela defesa deste Caern. Não podemos fazê-lo seja pelo fato de que os caídos de forma gloriosa e honrada merecem o devido respeito e o ritual apropriado. Seja por ter sido decisão tomada pela liderança da seita em tempos de guerra. Essa não é a questão.'

'- A questão é que nessa cidade nós nos deparamos diariamente com excepcionalidades. Nos últimos 4 dias tivemos uma guerra interna, o maior ataque vampirico já registrado na história, um ataque de Wyrms Trovão - no plural - a descoberta de um traidor, um ataque maciço da Wyrm ao nosso solo e a descoberta e retomada de um Caern de poder sem precedentes. Todos casos e feitos garantidores de alto renome a aqueles que participaram de sua resolução. Renome este garantido por nossas leis e devido a aqueles de direito.'

'- E é aqui que entra em pauta a alegoria que utilizei. Tivemos Garous aqui, como Grito de Guerra e Pantaneiro, que chegaram a acumular-50 e -30 de renome em mais de uma categoria. Inobstante, Pantaneiro "superou" tal mazela em pouco mais de 2 dias e se tornou Fostern, e Ronaldo, não tivesse sido condenado à morte, passados mais 2 dias teria renome o suficiente para pleitear a mesma progressão de posto.'

'- Dois dias. Em dois dias, pelas nossas leis e pelos fatos que acometeram esta seita, um garou que transformou o véu em farrapo enquanto cometia uma chacina em território alheio estaria apto a subir de posto.' - Pausa passando o olhar firme por todos os presentes.

'- É certo que os bons feitos merecem o devido renome, como também é certo que não podemos modificar o sistema de aplicação destes sem o aval de um conclave, visto se tratar de aplicação global da norma, mas cabe a nós fazermos com que o fato de esta terra ser um marco para feitos e acontecimentos grandiosos não se torne um fator desestabilizante que alce a postos mais altos Garous despreparados.'

'- A punição de Renome precisa ter o devido peso para que isso não aconteça. Por este motivo eu proponho que sumulemos que aqueles garous que venham a ser apenados em um julgamento com a perda de 15 ou mais pontos em qualquer renome, independentemente da quantidade de renome temporário positivo que este possua na dita categoria, sejam condenados sumariamente à perda de um ponto permanente.' - Finaliza Victor olhando e esperando o posicionamento da Caçadora da Verdade.
Victor Montenegro
Victor Montenegro

Mensagens : 906
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 34
Localização : Rio

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 14 Empty Narração - Todos no Templo da Justiça

Mensagem por NarraDiva em 22.07.19 11:29

Sussurros-de-Bran imediatamente se manifesta após Victor, manifestando contrariedade à proposta do mesmo. Seu tom de voz era mais ponderado que na última fala e ela se dirigia diretamente à anciã, olhando para o Senhor das Sombras apenas em poucos momentos de sua fala:

'- Majestade-Soturna, me permita discordar não do mérito, mas da proposta de Sentinela-das-Sombras. Eu concordo que o rigor é necessário e, em situações normais, podeira até, talvez, quem sabe, refletir sobre o proposto pelo Senhor das Sombras, mas eu rogo por vossa sabedoria em vetar essa proposta por causar um desequilíbrio em nossa balança às portas de grandes batalhas.'

A Fianna faz uma pausa e explica sua posição:

'- Essa Seita tem sim vivido momentos de gloriosos feitos que enchem o renome de alguns Garous que neles se destacam. O nobre juiz pode estar encantado com os efeitos sob sua matilha, que deve ter se destacado além do que ele espera em termos de renome, mas em momento algum isso se aplica a toda a Seita. À exceção do produzido pelo ritual, os exemplos de Sentinela-das-Sombras se referem a poucas matilhas desse Caern e a medida, se adotada, poderia, para corrigir excepcionalidades, irá gerar um enfraquecimento da Seita com sucessivas perdas de posto, sendo assim, uma medida que colocaria não um, mas dois Caerns sob risco. Uma medida que vai contra nossa própria Litania.'

A Fianna volta-se para a Anciã e conclui:

'- Se há feitos extraordinários, também existem dilemas e escolhas que colocam em risco o renome de inúmeros Garous e, em plenos tempos de guerra, correr risco dos mesmos se enfraquecerem caindo de posto por uma mudança substancial na maneira como o renome vem sendo contado há gerações não me parece uma medida sábia. O que precisamos é de firmeza dos juízes na condução de suas matilhas, não de uma jurisprudência desse porte.'

Trovão-Inquisidor se manifesta em seguida:

'- Eu vejo a proposta de Sentinela-das-Sombras com bons olhos. E queria incluir ainda que qualquer Garou com renome negativo, se submetido a um julgamento, seja julgado também como fardo. Erros sucessivos não podem ser aceitos. A punição para um fardo deve ser a execução, não precismos aqui de Garous incapazes de se desenvolver ou de ter feitos dignos para manter seus postos ou até suas vidas.'

Justiça-Cega ouve as palavras do Senhor das Sombras e as returca:

'- Mas também não podemos enfraquecer a seita sem precedentes no momento em que a Seita descobre um segundo Caern e enfrenta ameaças do porte que enfrenta. Todos que são Adrens sabem que não bata ter renome para se atingir nosso posto, é preciso capacidade para superar um desafio de grandes proporções.'

Sagittarius emenda:

'- Eu concordo com Justiça-Cega e queria propor uma alteração na proposta de Sentinela-das-Sombras, penso que podemos ao invés de caçar o permanente de forma automática, podemos apenas proibir de participação em rituais ou ações que elevem o renome perdido apenas pela participação para todos que estão negativados em seu renome. Não há honra em ter alguém desonrado participando de um rito fúnebre tão grande quanto o que vivenciamos há pouco. Estabelecer limitações para quem corre com renome negativo me parece uma alternativa que nos coloque no caminho do consenso.'

Flor-de-Lótus se manifesta após a fala dos demais, e dirige-se à Victor:

'- Sentinela-das-Sombras se refere a dois Garous que passaram pelo meu crivo em sua fala e eu gostaria de me manifestar.'

O silêncio toma conta da reunião e ela diz:

'- Eu acredito que o nobre juiz dos Senhores das Sombras esteja impregnado por problemas pessoais com os dois Garous citados e com a tribo Fianna para embasar suas ideias. Sobre Grito-de-Guerra não tenho o que dizer, eu mesma o condenei a morte. Nem sei porque ele é citado diante disso, mas sobre Pantaneiro, você é injusto com meu trabalho, Sentinela-das-Sombras. Eu abandonei o seu punitivismo e optei pela estratégia de reeducação e devo dizer que, com as limitações mentais que possuía, Pantaneiro evoluiu no período após sua saída da Olhos da Tempestade. Evoluiu pelas responsabilidades que assumiu, evoluiu pela estratégia não-punitivista, baseada em ações e diálogos pedagógicos, que assumi. Apesar de ter muito o que evoluir ainda, sua passagem de posto não foi injusta e sua recuperação de renome remete aos seus feitos, como o feito de encontrar e vencer com uma matilha de desajustados uma criatura do poder de um mago, que abriu caminho para que toda história de traição desse caern fosse revelada.'

A Portadora da Luz Interior faz uma pausa e diz:

'- Não precisamos apenas punir, precisamos ensinar e ajudar os Garous a evoluir. O caminho de Sentinela-das-Sombras levará essa seita à auto-destruição.'

Voz-do-Gueto, recém-chegado, Impuro e Forsten, diz:

'- Diminuir a força dos Garou da Seita irá colocar o Caern em risco. Essa regra só servirá para manter ainda maior o abismo que separa os Garous dessa Seita e recairá sobre as tribos mais fracas e sub-representadas.'

Uiva-Pela-Paz completa:

'- Uiva-pela-Paz concordar com Roedor de Ossos e Portadora da Luz Interior. Punir quando ter que punir, ensinar quando ter que ensinar. Punir e ensinar, equilíbrio juízes ter que buscar.'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 36
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 14 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Gabriel Villas Boas em 22.07.19 16:26

Gabriel pede a palavra após as manifestações dos demais:
 
“- Nascidos sob a meia-lua, sim, o nosso caminho é buscar o equilíbrio da balança sempre. Todos nós aqui sabemos qual é a primeira a função do Juiz. Por primazia, nós somos os guardiões dos versos litânicos. Nós os ensinamos e os fazemos respeitar quando a sociedade garou se esquece deles.”
 
Continua:
 
“- Todos nós já falamos sobre punitivismo – sanha que mácula o nosso ofício. Mas o que dizer sobre punições brandas? Ambas são práticas que não ensinam e fogem, mais uma vez, do equilíbrio. Então, como reagir a um membro com diversos episódios, com reiteradas e diversas violações? Esse é um membro que não vem aprendendo com suas punições.”
 
Volta-se para Flor-de-Lótus e sua expressão era de respeito:
 
“- Nesse exemplo, eu não posso deixar de citar Pantaneiro. Essa é uma visão de um recém-chegado e de terceiro aos eventos, que humildemente exponho. Antes mesmo de conhecer todos os desfeitos do Ahroun, eu mesmo presenciei cenas lastimáveis – e tem apenas um dia que fui integrado ao Caern. Flor-de-Lótus, eu reconheço o seu trabalho o ensinando e pude ver sua atuação algumas vezes. Pantaneiro não era de todo incapaz e vi melhoria. Temo, porém, que embora louvável seu esforço, suas palavras não tenham conseguido perpassar anos de um comportamento marginal.”
 
Voltando ao geral:
 
“Nesse sentido, como agir a esse membro que ainda demanda séria evolução? O que Sentinela das Sombras propõe não é punitivismo, mas é corrigir uma discrepância e novamente buscar o equilíbrio. No entanto, alinho-me à proposta de Sagittarius. O garou que prefere agir ao arrepio da lei, deve sim sentir o peso dos seus atos e ser segregado das posições mérito e não ser recompensado pelos seus desfeitos. Agir diferente, agraciar esses membros em que pese seu comportamento, passa a errada ideia que as punições não tem valor e enfraquece a Litânia.”
Gabriel Villas Boas
Gabriel Villas Boas

Mensagens : 264
Data de inscrição : 25/05/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 14 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Arssoul em 22.07.19 18:48

Forma: Hominídeo

*Parece que os propósitos da Caçadora-da-Verdade pegão fogo até mesmo com aqueles que ela escolhe para cargos.*

Ouvindo o rumo que a discussão toma o Andarilho não consegue mais ficar quieto, não aguentava mais aquele clima opressivo e finalmente percebe que aquele Caern não era feito apenas por carrascos e loucos. Ainda mais por observar que os aspectos inquisitório e punitivo eram reforçados a cada momento.

Tão logo o Filho de Gaia encerra a sua manifestação o Andarilho do Asfalto mantendo uma postura educada da um passo a frente e com um tom voz equilibrado começa:

'-Peço a licença. Sou Hi-Tech-V8, conhecido por Cristiano Gama entre os homens, Philodox, Andarilho do Asfalto, Cliath, membro da nova matilha. Recém chegado.' - Pequena pausa.

'-Escutei a argumentação dos irmãos e irmãs presentes, detentores dos mais diversos postos e enquanto Cliath gostaria de tecer alguns comentários. Percebo que impedir a evolução de membros da Seita de forma mais dura que o necessário poderá ocasionar problemas estratégicos de curto, médio e longo prazo como bem apresentado pelos presentes.'

'-Assim como os colegas acredito que recompensas devem ser entregues aos merecedores com respeito aos que estavam aqui antes de nós e aqueles que permitem a nossa escalada na seita, mas deve se ter cuidado na criação de obstáculos extras quando já possuímos um sistema consolidado para isso, mesmo que devido a fatos que se mostram atípicos na história recentes dessas terras.'

Voltando o olhar para Flor-de-Lótus e continua:

'-Devido ao tempo que estou nesse local não sei tudo que se passou, e muito menos conheço esses nomes Grito-de-Guerra e Pantaneiro, mas a irmã de Augúrio em suas palavras parece que adotou as medidas que entendeu cabíveis e necessárias, buscando produzir um Garou viável à seita, mesmo não incorrendo em êxito. Mesmo eu acreditando que o conhecimento e aprendizado constituem uma via de mão dupla. E não tenho opinião além disso nosso dever muitas vezes é solitário e por muitas vezes duro.'

Retorna o olhar para todos enquanto gesticula com as mãos em movimentos circulares lentos. - '-Não somos apenas juízes no sentido de carrascos. Somos Philodox ou seja somos os guardiões da litania, conciliadores, mediadores, legisladores, somos aqueles que irmãos de matilha e seita procuram por concelhos e não só por punições, portanto, somos também professores, dentro de nossas próprias limitações, mas isso não é novidade para os presentes. São apenas as minhas ponderações do que estou vendo da base da escada.'

'-Desculpem tomar o tempo de vocês.' - Responde com melancolia.

*Cala a boca Cristiano. Eles não dão a mínima... Só querem ficar nesses joguinhos de poder.*

Com o fim da manifestação Cristiano se recolhe novamente ao seu local sabendo que fez algo que ia contra a sua política de ficar longe do “spotlight”, mas não ia se tornar uma máquina de multas só pelo fato do apocalipse.
Arssoul
Arssoul

Mensagens : 91
Data de inscrição : 22/04/2019

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 14 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 14 de 19 Anterior  1 ... 8 ... 13, 14, 15 ... 19  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum