Clareira Central

Página 1 de 40 1, 2, 3 ... 20 ... 40  Seguinte

Ir em baixo

Clareira Central Empty Clareira Central

Mensagem por Convidado em 13.08.17 0:33

Pantaneiro já quase ao final das palavras do Galliard da Asas da Esperança nota que Victor vira as costas para o discurso. Não entendeu a postura desonrosa do juíz.

"Eita, caraio... ta puto porque esse Senhor das Sombras?"

Estava claro que era algo que ele sabia e Pantaneiro não. Tinha que convir que uma atitude daquela exigia muita coragem, era uma afronta, mas conhecendo Victor pelo pouco que conhecia, parecia ter motivos para isso. Ao final do discurso pouco gente aplaude e Pantaneiro esboça o mínimo de reação possível para não se complicar.

Eis que então veio a represália. Alef comenta não estar entendendo e Estrela-da-Manhã entra já cagando na cabeça da matilha inteira por causa de Victor. A culpa maior recaia sobre os Senhores das Sombras, em especial à Luke e ao sua líder tribal.

Já pensava em perguntar pro Victor o porque daquela atitude quando o mesmo diz que tinha uma bomba pra revelar.

"Rapaiz, é algo grande se não esse quarta-feira não ia botar o cargo dele recém-conquistado à prova..."

Era algo grande. Coisas grandes estavam acontecendo em um segundo plano e Pantaneiro não estava sabendo. Iria buscar essas informações, pois informação era poder.

Eis que então o desafio é protocolado e iniciado. Achavam que Estrela-da-Manhã era fraca e Pantaneiro duvidava muito disso. Com certeza queria derruba-la por causa do poder. Gritou então Pantaneiro ao iniciar o desafio:

- Estrela-da-Manhã, bota pra regaça, fiaaaa!!!

Precisava que ela ganhasse aquele desafio pra  que sua tribo garantisse a dignidade da liderança. Foi quando começou. Estrela-da-Manhã começou perdendo e Pantaneiro já previu o pior.

"PUTA MERDA... não..."

Mas então começou a corrida de verdade, Estrela-da-Manhã conseguiu recuperar e ambos ainda com muita dor prosseguiam forte e no final, para a sua surpresa e graças a seus saltos, Estrela-da-Manhã venceu. Pantaneiro não aguentou. Pegou o chapéu com a mão direita e lançou ao ar gritando:

- AOOOOOOOOOOOOOO TCHE, TCHE, TCHE, TCHEEEEEEEEEE!! ISSO AÍ, CARAIOO!!! BOAAAA!...

O chapéu voltou para sua mão e depois colocou na cabeça novamente. Estava feliz pelo resultado. Seu sorriso era inevitável e sentia que os Fiannas havia ganhado mais uma chance de se provarem naquela Seita. Havia percebido isso nas palavras o Fenris ao final da disputa.

Escuta as palavras de Alef sobre a hipótese dos dois perderem, e fica um pouco indignado. Pacificador responde dizendo grandes verdades sobre a líder Fianna e Pantaneiro comenta voltando suas palavras para o Filho de Gaia:

- Parabéns pela sabedoria em suas palavras, irmão.

Sorri para ele e não deixa de notar o comentário do Presas de Pratas que parecia também saber algo ao mais. A festa começava e Pantaneiro estava pronto para regaçar. Se aproximou do centro e mandou um de seus poemas anunciando que estava pronto pra catrevagem, drogas e bebidas:

- ALÔ, MEU POVO!!
Sou adepto na arte de farrear,
Porém na zona aprendi a amar
E da zona não quero largar
Conheço toda zona que existe no estado,
Sou amigo das biscates e companheiro dos veado
Andei por muita zona e por muita zona tenho paixão
Conheço muito corno, gigolô e cafetão
Há mais de 25 anos que eu vivo nesta vida
Porta de boteco e casa de rapariga
Garrafa destampada e mulher de perna pra riba!!!!!
Aooooooooooooo tche tcheee tcheeeeeeeeee!!!!


Pantaneiro estava animado pra festança. Meteu um sapateado nervoso fazendo poeira subir do chão enquanto erguia o chapéu na altura do coração. Havia anunciado para todos seu grito de guerra e estava pronto pra botar pra quebrar.

Agora procuraria diálogos, bebidas e mulheres para o coito.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central Empty Legado do Trovão - Olhos da Tempestade / Victor

Mensagem por Luke Constantine em 13.08.17 4:02

* Luke assiste ao término das apresentações impassivel mas o que lhe surpreende não são as palavras e sim a clara afronta causada por Victor, seu irmão tribal. Podia sentir os olhos na clareira recaindo sobre a matilha conforme os Garou iam notando o ocorrido mas já era tarde para impedir os danos. Logo Estrela da Manhã estava discursando e aproveitando o momento para cagar na cabeça da Olhos da Tempestade por causa de Justiça-do-Predador. O Alfa olha Victor com olhos frios e então olha para o líder dos Senhores das Sombras, para quem assente com a cabeça indicando que providências seriam tomadas. O desafio pela liderança se inicia após o anúncio de algumas mudanças politicas, o que impede que algo seja feito imediatamente, e Luke observa o poder do totem daquele Caern se manifestar.  O fogo toma conta da clareira e o desafio começa. Fora uma disputa emocionante, tinha de convir, mas tanto Fenris quanto Fianna fediam igualmente aos olhos do jovem filho do trovão, que não tinha favoritos. Estrela da Manhã termina a disputa mantendo seu cargo e Luke aplaude em tom neutro, meramente cumprindo seu papel de líder de matilha. Aguarda o discurso da liderança, espera os aplausos findarem e então parte direto para Victor como um cão raivoso que quebra sua corrente. O philodox estava de frente nesse momento e é pela frente que Legado do Trovão se aproxima, já dizendo em tom raivoso: *

- Perdeu a porra da cabeça com sua passagem de posto?!

* Os olhos do Ahroun eram gelo quando se aproxima, seu tamanho impressionante era suficiente para que apenas sua encarada fosse vista como ameaça e a aura predatória que ele emanava apenas complementava o terror que sua figura era capaz de gerar. Os dois corpos estavam parados à não mais que um palmo de distância e Luke projetava seu tronco para cima do Philodox como se pretendesse passar por cima, todos no entorno podiam assistir a cena. Nesse momento, pega Justica do Predador pelo colarinho e o puxa para perto, dizendo ao seu ouvido em um tom audível apenas para Victor, fazendo parecer que estava ameacando-o da forma mais torpe: *

"- Espero que você saiba o que ta fazendo, a gente vai ter uma conversa ao longo do dia. Agora entra no meu jogo."


* Solta o colarinho do Philodox com um gesto bruto que acaba por empurra-lo para trás e finaliza, ainda num tom intimidador: *

- Agora aja como um Senhor das Sombras!

* Fica ali encarando-o impassível como o predador que era, sem prestar atenção no que acontecia ao redor. Victor havia dado seu show e Luke imaginava que seu irmão pretendia usa-lo embora não soubesse como e porque diabos ele havia escolhido aquele momento inoportuno, agora o Alfa fazia sua propria apresentacao para qualquer um que quisesse ver. Era assim que as coisas funcionavam, estava começando a se sentir em casa de novo. *
Luke Constantine
Luke Constantine

Mensagens : 556
Data de inscrição : 28/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Victor Montenegro em 13.08.17 14:20

Victor permanece impassível mesmo após a chamada de atenção da Líder do Caern e assiste ao desafio sem maiores interesses. Ao final, com a vitória da fianna, aplaude de forma protocolar.

Eis então que, de forma mais que tardia, Luke vem "tentar intimida-lo" com uma performance sofrível. *Imbecil, se fosse para você pensar sua lua seria outra* Victor não se dá nem ao trabalho de esconder o tédio.

Nao bastasse a Clara fraqueza de seu alfa, com o canto do seu olho, Victor observa enquanto Pantaneiro vai ao centro da clareira e começa o que só pode ser descrito como um poema de cortejo entre mulas surdas. *Por Gaia. O que diabos acontece com os ahroun dessa seita?*

Após ser posto no chão por Luke, Victor olha sério para os olhos do seu alfa e diz com um tom verdadeiramente vazio:

"-Aprenda o que eh ser um Senhor das Sombras antes de repreender minhas ações de forma tão fraca. Agora com licença que eu vou lidar com o outro imbecil da sua matilha." Olha para Luke dos pés a cabeça e continua: "-Agora aja como um Senhor das sombras e engula seco. Não nos envergonhe mais."

Dito isto vai caminhando ate Pantaneiro e chega falando baixo e de forma seca:

"-Voce acabou de transformar a vitória da sua tribo em vergonha. Você acha que eu dou as costas em uma ocasião solene porque os acontecimentos pedem por poema e dança? O quão forte você bateu a cabeça quando o carro virou, Fianna?" *Puta merda, viu* Vamos sair daqui. Os ahroun dessa matilha ja deram showzinho o suficiente por hoje."

Vira-se e vai saindo da clareira central se afastando dos olhos e ouvidos curiosos do local.
Victor Montenegro
Victor Montenegro

Mensagens : 906
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 33
Localização : Rio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central Empty Pantaneiro - Olhos da tempestade / Victor

Mensagem por Convidado em 13.08.17 17:01

Pantaneiro já ia em direção das mesas de bebidas pegar algo pra beber que não fosse proibido quando nota uma movimentação do Alfa pegando no colarinho de Victor e dando uma chamada de atenção fortíssima no Senhor das Sombras.

"Eita, porra..."

E pra sua surpresa Victor respondeu mais duro ainda colocando o Alfa pra baixo do cu do cachorro. Pantaneiro não sabia como reagir, mas estava visível que a situação havia saído fora de controle e como se não bastasse, Victor se aproxima e dá um esporro em voz baixa. Pantaneiro responde no mesmo tom de voz usado pelo juíz logo após sua pergunta se tinha batido forte com a cabeça:

- Forte o suficiente pra não entende que o cê virar as costas numa ocasião solene desrespeitando geral é menos vergonhoso e desonroso que eu fazer um versinho pra dar uma animada nessa festa que nem beber nóis pode mais e eu nem sei o porque disso. Agora se o cê sabe algo e tem motivos pra agi desse jeito, Victor, cê tem que me dizê pra eu ter uma postura diferente com essa Seita, porque se não é o sujo falando do mal lavado, porque cê tamém já deu o seu showzinho, xômano. Cê quer cobrar algo, beleza, cê tiver razão eu baixo a cabeça, mais pelo menos justifique seus atos antes de vir crucificar o meu.


Pantaneiro falava em um tom tranquilo e baixo o suficiente pra só Vicor escutar, assim como havia feito. Pantaneiro se recompõe e acompanhava Victor pra ver se o Senhor das Sombras ia parar de mistério. Se quisesse dar lição de moral, tinha que dar exemplo. O juíz não havia dado exemplo, chamou sua atenção e ainda tava escondendo o motivo de sua atitude querendo ter razão. Aí era difícil.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central Empty Kiba Valentine (Lupino) - Asas da Esperança / Pantaneiro

Mensagem por Kiba Valentine em 13.08.17 18:42

Kiba percebe que Thiago queria dizer algo, então vira-se para encarar o Galliard. O Garou havia decidido ficar na festa e para o Ahroun aquilo não era problema algum.

Pensava em responder, mas Degan lhe convida a participar da reunião de líderes de matilha. O Presa de Prata achava aquilo ruim, principalmente porque a matilha não passaria credibilidade alguma com aquela voz, mas decide não contestar o Wendigo e responde:

- Ok.... Vamos juntos.

Thiago e Tomás pareciam ter algo a conversar em particular e o Presa de Prata apenas acena para eles como se liberasse-os mais uma vez. Grace diz que iria com ele e Kiba apenas concorda com um aceno de cabeça.

O Ahroun nota que Tomás e Thiago voltavam rapidamente e aparentemente o Galliard tinha outra coisa a dizer. Kiba imaginava o assunto, então não faz nenhuma restrição a manifestação do Garou.

Sarah comenta sobre ser melhor não conversar com o Alpha da Olhos da Tempestade naquele momento e  o Presa de Prata pondera sobre o assunto. Definitivamente eles pareciam não estar se entendendo bem, alguma coisa estava estranha ali, mas Kiba sabia muito bem como era isso.

- Certo.... Vou deixar para outra hora.

Ele esperava que Thiago falasse, mas quase da um pulo quando escuta o berro de um dos Garous da outra matilha que havia começado um poema no meio da clareira. Não havia entendido muito bem a razão daquilo, mas o assunto de sua matilha era mais importante no momento.

Olhou então para todos e disse:

- Independente dos efeitos colaterais ou não uma coisa que o Ancião de minha Tribo, Coração Valente, disse é que precisamos ficar de olho em Thiago, pois o vampiro tem meios de forçar nossa vontade mesmo a distancia para fazer com que a gente vá até ele.... No caso o Thiago, pelo que eu entendi. Esse cara é problema, principalmente porque parece que ele pode também ler a lente. E se ele ler a mente de Thiago vai acabar sabendo da minha filha.

Deixou um instante de silencio para que todos entendessem a gravidade da situação e finaliza:

- Zvanna.... Você pode deixar um espírito na cola do Thiago? Se esse desgraçado tentar atrair o Thiago é bom que a gente tenha alguém com ele na hora, mas se ele sumir igual rolou da ultima vez precisamos ter um espírito rastreador na cola dele. É possível?
Kiba Valentine
Kiba Valentine

Mensagens : 529
Data de inscrição : 26/06/2017
Idade : 22

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central Empty Âmago-de-Gunnr | Olhos-do-Caos - Matilha Asas da Esperança

Mensagem por NarraDiva em 13.08.17 19:21

A Fenris concorda com a cabeça com as palavras de Degan e, alisando sua mão para estancar o sangue, comenta:

'- Degan está certo. Sem mais segredos.'

Sarah olha para todos ali. Sua expressão era firme, nervosa e convicta. Esperava uma reação da matilha quando Pantaneiro começa seu show no meio do Caern e Sarah balança a cabeça negativamente. Ela também nota a reação do Alfa da Olhos da Tempestade com Victor e se sente até um pouco aliviada em ver que não era só a Asas da Esperança que mergulhava numa espiral de vergonha.

Zvanna ouve as palavas de Kiba sobre deixar um espírito na cola de Thiago e apenas dzi:

'- Farei isso.'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4788
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central Empty Narração - Legado-do-Trovão | Justiça-do-Predador

Mensagem por NarraDiva em 13.08.17 19:23

A situação de Luke e Victor era observada com atenção à distância por Sombra-da-Justiça. O Philodox apenas observa o teatro que o Ahroun cria. Aquela cena não convencia Adam, Luke não era tão bom ator quanto pensava e o líder da tribo apenas balança a cabeça e comenta algo com Garras-do-Trovão. Os dois saem andando mas ainda tinham Luke e Victor em seu campo de visão.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4788
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central Empty Pacificador | Guardião-Ancestral - Matilha Olhos da Tempestade

Mensagem por NarraDiva em 13.08.17 19:26

Alef apenas observa a cena atento. Seu olhar era analítico diante da situação. Lukas fazia o mesmo, mas ao contrário de Alef que parecia analisar o que acontecia, o juiz parecia inconformado e exclama aos dois:


'- Pelo Elefante que não merece tanta vergonha, por favor, parem. Se entendam em privado no Ponto de Encontro. Se quiserem, eu posso atuar como mediador, mas pelo amor de Gaia, parem de agir assim...'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4788
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central Empty Flecha-Voraz - Pantaneiro | Todo o Caern

Mensagem por NarraDiva em 13.08.17 19:34

O recital de Pantaneiro gera quatro tipos de reações no Caern. Os Fiannas, incrédulos, não entendiam porque um dos seus tomou o centro para recitar algo que soava tão mal. Os Roedores de Ossos e alguns jovens Cliaths riam sem parar, nitidamente zoando Pantaneiro em seus cochichos. A maioria da seita olhava incrédula e demonstrava em seus rostos não ter gostado. E as Fúrias Negras, após ouvir o discurso que envolvia biscates, cafetões, raparigas e mulheres de pernas pra cima demonstravam fúria e desprezo com as palavras do Ahroun.

A conversa entre Estrela-da-Manhã e Coração-da-Verdade que era em tom de sorrisos no rosto, ganha caras fechadas e um olhar de cobrança da Juíza. As Fúrias, todas onde estavam, pareciam irritadas e uma delas, uma Impura, avança na direção de Pantaneiro que ia sendo retirado do centro por Justiça-do-Predador. A Ahroun, no entanto, não deixa por menos e esbraveja para todo Caern ouvir:

'- ISSO! TIRA ESSE CUZÃO ESCROTO DAQUI ANTES QUE EU ARRANQUE AS BOLAS DE MERDA DELE E FAÇA ELE AS ENGOLIR.'

Estava irritada. Pantaneiro também. Toda a reação da Seita faz com que o Fianna sinta sua fúria arder diante tanta incompreensão, desprezo e deboche.


OFF GAME: Pantaneiro ganha 1 ponto de Fúria.




Clareira Central 19424117_242958069540850_5420306702904156408_n
Aparência 4, Raça Pura 2, Fúria 7
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4788
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Sussurros Solitários em 13.08.17 19:54

O Lobo observava incrédulo toda as cenas que testemunhou desde que a matilha olhos da esperança terminou a sua apresentação. Após a saída da Fianna e do Peregrino Silenciosos do centro da clareira começa o desafio pela liderança da seita, mas não sei antes que a líder chame a atenção da Olhos da Tempestade pelo comportamento do seu juiz. *O que raios esse Senhor da Sombras está tramando? Ele parecia ser mais inteligente do que isso... Macaco burro.*

Após os eu discurso a líder da seita invoca a presença do totem para que resolva a disputa.

É majestosa a forma como o totem se manifesta e o theurge presta atenção em cada detalhe. Uma corrida de obstáculos é formada através do fogo o Ancião Fenris e a Anciâ Fianna dardejam por seus obstáculo se utilizando de variados poderes. A Corrida é acirrada e no último minuto vence a Fianna. *Pena, se houvesse mudança na liderança talvez os Uktena conseguissem a permissão para estudar a Coroa de Fogo.*

O Lobo uiva em educação a vitória da Fianna. Era o que as tradições mandavam. *Aceitarás uma derrota honrada.*

Mais uma vez o lobo é pegue de surpresa com o Alfa repreendendo o philodox. Aquele tipo de jogo de dominação eram comuns as matilhas de lobo e aquilo não o espanta ou chama a sua atenção, mesmo quando o philodox responde o alfa e ofende Pantaneiro, que não satisfeito com tudo aquilo que estava acontecendo decide gritar besteiras e impropérios para que todos ouçam causando as mais diferentes reações entre todos os Garou da Seita.

O Lobo não entende o que ele falou ou o que estava acontecendo, mas sabia que aquilo não era bom.  

Após a manifestação dos demais garous da seita, uma das garou presentes, que parece ser uma Fúria Negra, grita ameaças enquanto Pantaneiro é retirado do meio do clareira por Victor.

*FUDEU - O seja lá o que seja o equivalente lupino.*

O Lobo que estava enquanto tudo isso acontecia pensando e comer um pouco da carne fresca que estava disponível congela no seu lugar observando atentamente o desenrolar da cena, torcendo para que nada aconteça, mas preparado para defender a sua matilha se necessário.


Última edição por Sussurros Solitários em 13.08.17 20:26, editado 1 vez(es)
Sussurros Solitários
Sussurros Solitários

Mensagens : 847
Data de inscrição : 04/07/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Victor Montenegro em 13.08.17 19:59

Victor segue ao lado de Pantaneiro retirando-o da clareira quando uma das Fúrias manifesta sua justificada indignação. *Pelo trovão, será que eu nao vou ter um segundo de paz essa noite* Victor permanece com sua expressão impassível e fala baixo para que apenas Pantaneiro escute:

"-Nao dê um pio. Abaixe a cabeça e vamos seguindo."
Victor Montenegro
Victor Montenegro

Mensagens : 906
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 33
Localização : Rio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central Empty Grace - Todos

Mensagem por Convidado em 13.08.17 20:09

O grito de Pantaneiro também chama a atenção de Grace, e ela vê que seu irmão tribal resolvera extravasar sua veia artística de uma maneira inadequada e deselegante ao seu ver. Pelo visto não só o seu, ao observar as reações dos outros Garous. Não compreendia algumas das palavras que ele havia usado, muito menos sua estética, que parecia se assemelhar, na melhor das hipóteses, às canções trovadoras de escárnio. 
Mas talento, bem como a falta dele, era uma língua universal...
"Se Pantaneiro deseja cantar, devia pelo menos me pedir umas aulas..."

As informações que Kiba revela deixam Grace apreensiva. Um vampiro capaz de atrair pessoas e ler mentes! Precisavam que alguém ficasse junto com Tarek, para impedí-lo de ir a qualquer lugar fora do normal. 

A ideia do espírito é boa e Zvanna concorda prontamente. Isso poderia resolver a questão por um tempo.
- Se eu tiver algo que pertence a Tarek, pode ajudar no ritual da Pedra Caçadora, se for necessário... - sugere Grace, mas logo em seguida, vê que uma confusão havia sido armada entre Pantaneiro e Flecha Voraz. A Galliard logo percebe que o problema da cantoria não havia sido apenas falta de talento. Para uma Fúria Negra estar tão revoltada, a música devia ter algum teor ofensivo e machista. Talvez justamente nas palavras que a irlandesa não havia entendido.  

Grace acompanha atentamente o desenrolar da situação, pensando se deveria tentar intervir.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central Empty Kiba Valentine (Lupino) - Asas da Esperança

Mensagem por Kiba Valentine em 13.08.17 20:55

Kiba ouve Sarah concordar com o pedido de Degan e pensa se tinha algo mais que tivesse que revelar aos seus irmãos. O Presa de Prata pensa em responder quando um berro vindo do meio do Caern lhe chama novamente a atenção. Uma Fúria Negra irritada com os berros dados pelo Garou da matilha Olhos da Tempestade e parecia nitidamente pronta para uma briga.

Kiba fica olhando ainda alguns instantes até que as palavras de Grace lhe trazem a realidade novamente. O Presa de Prata olha para Tarek como quem esperasse que ele entregasse algo e então diz:

- Eu não sei se isso chega a ser um segredo.... Mas eu gostaria de compartilhar com vocês.

O Ahroun olha para Degan e diz:

- Amanhã, depois da reunião Tribal, eu e a líder de minha Tribo vamos até Falcão para conversar sobre minha honra.

Ele imaginava que a grande maioria ali soubesse o que aquilo significava, mas para ter certeza de que todos haviam entendido o recado ele completa:

- Não sei se vou voltar vivo.... Mas se eu não aparecer na reunião das 14 horas.... Não venham atrás de mim. Sigam com a missão do Uirapuru e não deixem o Thiago sozinho.

- E por favor.... - Olha nesse instante para Grace e depois para Degan e finaliza: - Cuidem da minha filha.
Kiba Valentine
Kiba Valentine

Mensagens : 529
Data de inscrição : 26/06/2017
Idade : 22

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central Empty Grace - Asas da Esperança

Mensagem por Convidado em 13.08.17 21:37

Grace arregala os olhos aterrorizada com a revelação de Kiba. Sabia o que aquilo significiava... o Totem estaria bastante desgotoso com o Presas de Prata depois de tanta honra perdida... 

A Fianna engole em seco. Não queria demonstrar muita emoção ali. Não na frente da Matilha inteira. Não onde todo o Caern poderia lhe ver, mas não tem como evitar que seu rosto vá se contraindo de aflição e temor. 

- Você não vai morrer! - diz ela, não em voz alta, mas com firmeza - você vai fazer o que for preciso. Um Ritual de Contrição, qualquer coisa. Você não pode morrer! Todos nós precisamos de você aqui.

Grace engole um soluço e esfrega os olhos, antes que as lágrimas saíssem deles. 
"Sua profecia te mostrou que você vai morrer defendendo nossa filha... você não pode morrer antes disso..."

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central Empty Deganawida (lupino) - Asas da Esperança

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em 13.08.17 22:49

Deganawida havia falado que quaisquer segredos deveriam ser compartilhados naquele momento e recebe a aprovação de Âmago-de-Gunnr. 

As coisas também começavam a ficar feias com a outra matilha, quando um dos indivíduos pega o imbecil que ficou de costas pelo colarinho. Estranhamente, ele não prossegue a ação. 

Por quê não o jogou no chão e o esmurrou?


Ele se lembra do que houve com Sussurro há um tempo atrás. Seria o certo a se fazer ali também.

O Wendigo voltava à sua matilha quando uma voz estranha e desafinada começa a soar vinda do meio do Caern. Ele olha e lá estava um Garou vestido como um Texas Ranger falando coisas que ele não faz ideia do que eram, mas deviam ser tão torpes quanto tudo aquilo que o homem branco vestido de cowboy representava para seu povo e para a Mãe. 
Uma das Fúrias parece se incomodar com os dizeres daquele sujeito e o desafia.


O cowboy vai perder as bolas...


O Wendigo quase sorri diante desse pensamento. Poucas coisas podiam ser tão boas como um Cowboy escalpelado, mas um cowboy castrado certamente estava entre elas.

Mas é só o pensamento de Sangue-dos-Quatro-Ventos ir para lugares bons que as coisas insistem em piorar: Asa-Solitária afirma que o Peregrino deverá ser vigiado por conta de sua maldição e que o tal lacaio da Wyrm pode ler pensamentos e atrair pessoas. 

Ainda por cima, o Presa de Prata revela que deverá se encontrar com o Falcão na manhã seguinte... O que é bem perigoso de se fazer, se você viola a Litania tantas vezes e se torna pai do Impuro perfeito. Cordas-Trêmulas é silenciosa, mas Degan nota sua preocupação. 

Tsc...


" - Se vai se encontrar com o Falcão, Asa-Solitária, você virá comigo e Âmago-de-Gunnr para se retratar ao Ancião dos Fenris ainda esta noite."


Degan fala com seu olhar mudando do Presa de Prata para a Fenris para ver suas reações. Era importante que Kiba buscasse se redimir diante dos olhos dos anciãos daquela Seita diante de tamanho risco que corria.

" - Fez bem em avisar sua Matilha, Asa-Solitária."


Ele sabia da fama dos Presas de Prata: Os "reis" não compartilhavam segredos, eles os roubavam para si. Mesmo uma notícia tão importante poderia passar de liso, em se tratando de um Presa de Prata. Pelo menos Kiba não se parecia com os outros de sua tribo nesse ponto. Ele olha todos ali e volta à pergunta:

" - Mais alguém?"


O olhar passa rapidamente por todos da matilha.
Deganawida
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 496
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central Empty Pantaneiro - Todos ali.

Mensagem por Convidado em 13.08.17 23:22

"Vou desistir dessa vida de locutor de rodeio... num dá não... aqui não dá..."

Pantaneiro não demorou pra perceber que o tiro havia saído pela culatra. Após seu versinho tradicional caipira, havia notado pelos olhares de todos que havia sido muito, mas muito mal visto. Os Fiannas, sua tribo, pareciam não acreditar no que viam. Seria o seu jeito diferente que causava isso ou realmente havia feito uma péssima performance? Os Roedores e alguns Cliaths tiravam onda, é claro. Como se fosse uma sala de aula de crianças onde um deles apronta algo e é zoado. A maioria da Seita demonstrava não ter gostado de sua atitude e a prova disso era a líder da Seita e a Juíza lhe fuzilar com um olhar furioso de cobrança.

Na intenção de se retirar ao ver que havia saído péssimo, já andava um pouco com Victor depois de ter dito as coisas, quando é interpelado pela Fúria Negra.

"Era só o que me faltava..."

Era uma Fúria Negra. Defensora das mulheres, feministas e seu versinho, extremamente machista. Como não dar errado? Não tinha como. Havia agido na emoção, no calor do seu tradicionalismo que habitava em seus costumes e onde aquilo havia levado.

"Vou ter que deixar de ser quem sou pra agradar esse povo... brincadeira!"

Aquilo deixava o Fianna puto. Puto por ser mal compreendido, novamente. Puto por receber olhares por uma coisa tão pequena. Aquilo era tão normal pra ele. Ouvia sempre, fazia sempre no Mato-Grosso com os humanos, mas como ainda não tinha caído a ficha, não estava mais entre os humanos. Sente sua fúria encher em seu peito e nesse momento para de acompanhar Victor ao ouvir as palavras da Flecha-Voraz.

Seu semblante que era de descontração, fica mais uma vez muito fechado. Passou muita coisa em sua cabeça, uma delas era mandar aquela Fúria Negra atrevida chupar um canavial de rola e imaginou o tanto de problema que ia dar. Deu o primeiro passo errado e todos os outros também sairiam torto se tentasse fazer qualquer coisa para se justificar ou se quer desculpar. Não faria. É isso que queriam pra terminar de arrancar o resto de sua dignidade: queria a oportunidade de dizer qualquer coisa e usarem isso contra.

Victor, que ignorou suas palavras sem respondê-las, agora novamente queria dar lição de moral e dizer o que fazer. Dizia pra não dar um pio, abaixar a cabeça e seguir em frente.

" Será que ele ta achando que é o Alfa dessa porra? Como se tivesse moral pra isso..."

Olhou pra Victor e deu um sorrisinho do tipo "Quem é você para me dar ordens?". O Senhor das Sombras depois do que fizera não tinha o direito de mandar e muito menos moral para isso. Havia feito pior e deveria agradecer pelo seu versinho ter surtido mais efeito e ter tirado o foco de sua vergonha que ainda estava sem explicação para o Fianna. Se pelo menos soubesse o motivo do que fizera, quem sabe poderia ser diferente, mas não era assim que a banda tocava. Devia satisfação para Luke e era  pra ele que reportaria.

Até sairia junto com Victor, mas antes, depois de olhar, rir para Victor com seu sorrisinho, volta sua atenção para Luke olhando para o Alpha e demonstrando que queria se retirar. Não faria isso sem seu consentimento. Se tinha um Garou pelo qual tinha que baixar a cabeça nesse momento, era pra ele, por isso sinalizou que queria se retirar e aguardava sua voz para saber se poderia fazer isso.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central Empty Tarek - Matilha Asas da Esperança

Mensagem por Convidado em 13.08.17 23:28

Vendo as reações das pessoas a volta Thiago olha meio incrédulo, todos pareciam meio surpresos, então se volta a Tomás, elevando uma sobrancelha meio surpreso ali.
 Mas não tem muito tempo para questionar a coisa, já que a reação de Sarah ali chama mais atenção, dando aquele soco na árvore.
 * Ainda bem que não foi minha cara...*
 Aquilo faz ele ficar com um pouco de medo. Mas logo Degan pede mais detalhes assim como Zvanna e ainda questiona se alguém ali teria mais segredos. Era hora de falar.
 Tentou levantar a voz mas falhou. Não era fácil comentar ali o que sentia e dar os detalhes da coisa, não depois daquele soco na árvore. Para sua sorte Kiba se manifesta ali explicando um pouco da situação do peregrino. Mas o olha esperando que falasse mais. Ao mesmo tempo que Grace questiona sobre também fazer o ritual da pedra caçadora.
 Finalmente o peregrino ia abrir a boca, quando ouve uma voz, não das mais bonitas declamar um poema no estilo narrador de festa de peão de cidade do interior. Thiago vira a cabeça ao centro vendo o peão bombado da outra matilha recitar o poema e começar a fazer um sapateado ali.
 *Mas que porra é essa?*
 Começa a rir achando aquilo engraçado, até recordar ter ouvido na apresentação que o nome daquele peão era Pantaneiro, fechando a cara na hora e encarando por um instante Jessica, que tinha o chamado mais cedo de Pantaneiro-Júnior.
 *Nem fudendo! Não sou peão bombado maluco! Mas mano o cara é uma comédia... Começo a entender o motivo de não falarem nada dele na apresentação... Aí cramba...*
 Respira voltando a se concentrar na conversa ali da matilha enquanto as Fúrias negras repreendem o peão ali pelo poema.
 "- Grace se precisar pode pegar algo meu... Ou cabelo, sei lá... Então, eu teria que beber o sangue do vampiro mais vezes para coisa se concluir, parece que o resultado final é virar um escravo, um servo dele... Mas como falou ele já tem alguma influência sobre mim e vai tentar forçar minha vontade pra encontrar com ele pra terminar o serviço, e tem que ser não próximos dias. Por issoa coisa de me vigiar. Outra coisa, o ancião falou de ficar por uns meses ou até o vampiro morrer, num estado de..."
 *Eu não quero falar isso... É vergonhoso de mais...*
Aumenta velocidade da fala para terminar logo não se importando muito se outros ouviriam.
 "- ... De paixão... E eu admito que não consigo sentir ódio do vampiro é estou morrendo de vontade de ter outro encontro com a travesti."
 Termina de falar e olha para lado sem encarar ninguém. E logo ouve Kiba comentar ali sobre questão interna de sua tribo e sua honra dando toda a ideia de que não vai voltar vivo.
 Tarek apenas o olha, inclinando um pouco a cabeça. Não sabia ali como ajudar o outro. Apenas ouve ali Grace interpelar e Degan sugerir o que fazer.
 O Wendingo também questiona se alguém teria mais algo a dizer é Thiago balança a cabeça em negativo é da uma olhada em Tomás, de alguma forma ele esperava que talvez o ragabash tivesse algo a dizer. Eu também queria entender como o avoado tinha notado coisa é só outros não.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central Empty Kiba Valentine (Lupino) - Asas da Esperança

Mensagem por Kiba Valentine em 13.08.17 23:44

Kiba imaginava a reação de Grace e aquilo lhe dói. Ele queria ter contado a ela de forma diferente, para poder dizer aquilo antes dos demais.

O Presa de Prata não responde ao comentário dela, apenas abaixa a cabeça em sinal de que "sentia muito" estar dando aquela noticia.

Em seguida Degan diz que ele iria encontrar o ancião Fenris para pedir desculpas. Isso faz Kiba erguer a cabeça e as orelhas em sinal nítido de incredulidade. O Presa de Prata não esperava por aquilo e odiava estar em uma forma com expressão tão fáceis de serem decifradas. O Ahroun logo retorna suas feições ao normal e diz:

- Você ta certo....

Ele sabia que era certo a ser feito, mas mesmo assim era algo duro de se fazer. Kiba nunca foi um Garou de ter grandes orgulhos, mas quando alguém mexia com seus amigos ele enfrentava quem fosse doa a quem doer.
Kiba Valentine
Kiba Valentine

Mensagens : 529
Data de inscrição : 26/06/2017
Idade : 22

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Convidado em 14.08.17 0:23

Grace encara Kiba, ainda tentando resistir às emoções que saltavam em seu rosto.

“Não é essa reação que eu quero, Kiba Valentine. Não esse conformismo. Lute! Como ahroun que você é…”  

Passa a mão pelo rosto, ouvindo Deganawida dizer que iria com Sarah levar Kiba se retratar com o ancião Fenris. A ideia era indigesta, mas Grace sabia que era necessária, e boa.
- Esse pode ser o primeiro passo para você recuperar a sua honra.

“Seja humilde, demonstre arrependimento, e, por Gaia, seja verdadeiro.”


Estava tão aflita com aquela história que leva um tempo para responder Tarek.
- Cabelo é ruim de guardar, mas pode ser.

Tarek dá mais detalhes sobre a situação dele e a Galliard tenta pensar racionalmente.
- Vampiros só agem durante a noite, não é mesmo? O sol os machuca. Se sim, durante o dia você está seguro. A noite, estarmos juntos. Precisamos confirmar com o especialista em vampiros se as outras lendas são verdade. Estaca no coração, crucifixo, alho, água benta…  

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central Empty Legado do Trovão - Olhos da Tempestade

Mensagem por Luke Constantine em 14.08.17 0:29

* Luke ainda fitava Victor e, ao olhar os olhos inexpressivos do mesmo, soubera que o desgraçado não estava dentro. Ouve tudo o que ele lhe diz e se mantem prostrado onde estava, a raiva evidente em seus olhos. *

"Você não poderia ter pedido por algo pior."

* Não diz uma palavra em resposta à afronta, se havia algo que precisava engolir em seco a culpa era totalmente sua. Não aconteceria de novo. Observa o maldito Philodox se afastar para cuidar da nova cagada que Pantaneiro havia arrumado e, ao ouvir as palavras ultrajadas do Pacificador, responde em um tom objetivo: *

- Eu me resolvo com ele depois. Agora vem comigo, tem uma coisa mais importante pra mediar.

* Uma Garou havia se mostrado extremamente ofendida com os poemas de Yorick e esbravejava algo sobre arrancar suas bolas. Avança para se interpor no caminho da Garou caso ela realmente pretendesse avançar, ficando no espaço entre ela e o Fianna. Não sabia se Pacificador iria acompanha-lo, mas ficaria ali de qualquer forma. Olha para Pantaneiro e, vendo que ele relutava em partir antes de uma orientação da real liderança da matilha, lhe dá as ordens que ele buscava com os olhos: *

- Vai e me espera no carro. * Era bom notar que ainda sabiam quem era a referencia. Sabendo que provavelmente teria a atenção de toda a matilha naquele ponto, complementa para todos eles: * - Olhos da Tempestade, vamo. Sem exceção.

* Apenas crava a atenção na mulher que imaginava ser uma Fúria Negra para garantir que ela não tentaria nada absurdo, sua postura já dizia que ele apenas faria algo se ela tentasse algo. Fica ali encarando-a e dando abertura para Lukas amenizar a situação se desejasse. Partiria com seus irmãos após se certificar de que a questão estava encerrada. * 
Luke Constantine
Luke Constantine

Mensagens : 556
Data de inscrição : 28/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central Empty Kiba Valentine (Lupino) - Asas da Esperança

Mensagem por Kiba Valentine em 14.08.17 0:45

Grace parecia concordar com Degan, o que não surpreende tanto assim Kiba. Ela provavelmente estava pensando no bem dele e qualquer coisa que pudesse amenizar a situação seria bem vinda.

- Vou falar com ele.... Assim que acabarmos aqui....

Em seguida, ele comenta sobre as lendas sobre vampiros. Kiba queria dizer que treinaria com Isaack depois da reunião de Tribo, mas não sabia se isso seria algo possível. Ele então pensa um pouco e comenta:

- Eu pedi que ele me treinasse e treinasse Tarek também. Precisamos saber o máximo possível sobre os vampiros, já que pelo visto a cidade ta infestada deles. A idéia é que eu e ele fossemos multiplicadores dessa informação pro resto da matilha.
Kiba Valentine
Kiba Valentine

Mensagens : 529
Data de inscrição : 26/06/2017
Idade : 22

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central Empty Pantaneiro - Olhos da tempestade / Victor

Mensagem por Convidado em 14.08.17 0:50

Pantaneiro diante da permissão do Alpha acenou positivamente. Notou que se colocou entre si e a Fúria Negra para defendê-lo se fosse preciso. Aprecisava a atitude de companheirismo, apesar que se chegasse a tal ponto, daria um jeito nela bem fácil.

O ordem era simples: ir pro carro e esperar. Luke no final decide retirar todos da festa. Mas que festa? Não houve festa. Não tinha bebida. Teve barraco, mas sem bebida não era festa. O melhor que poderiam fazer eram se retirar e cada um cuidar dos seus afazeres.

Se vira então e vai andando em direção a saída do Caern se afastando da Clareira. Ao passar por Victor sem saber se o juíz ia acompanha-lo ou não, disse para o Senhor das Sombras:

- Ainda to esperando uma resposta, Victor...

E continuou andando.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central Empty Tomás - Asas da Esperança

Mensagem por Convidado em 14.08.17 1:29

Tomás é quieto, isto todos já haviam notado, mas ele parece quase que mentalmente ausente enquanto todos ali conversavam, mantendo-se de braços cruzados. Ele havia ficado surpreso quando Tarek havia decidido tão repentinamente contar para a matilha tudo o que estava escondendo, pensou realmente que haveria maior resiliência em ir fazer aquilo.

No fim o Peregrino havia sido 'infectado" por uma maldição do vampiro, Sarah se feriu socando uma árvore, Kiba achava que ia morrer ao lidar com os totens, Pantaneiro havia começado a cantar uma música ruim e irritado uma Fúria Negra e Grace estava começando a chorar e Tomás já não tinha mais muita ideia do que estava acontecendo, ele ficou um pouco afastado e percebia que as vezes Tarek olhava para ele sem entender bem o motivo. 

Aquele momento entre os membros da matilha era até que bonito, bons passos para que ficassem juntos e só ocorreu porque Tomás foi investigar o comportamento estranho de Tarek, infelizmente o próprio rapaz não parecia envolvido, absolvia as informações e não sabia reagir aos nuances emocionais de seus colegas, também não reagia as indagações de Degan sobre se tinham algo a mais para contar, apenas coçou os olhos e bocejou com a mão na frente da boca, estava começando a ficar com sono pela noite longa. Diante do comentário de Kiba sobre obter conhecimento sobre os vampiros, Tomás acaba ficando interessado, mas não fala sobre isto. "-Vocês sabiam que os gatos passam 2/3 da vida dormindo? Em 9 anos eles ficam acordados apenas 3, sabiam? Eu gosto de gatos.-" Tomás então fica pensativo e olha na direção da comida. "-Acho que estou com sono, não, eu tenho certeza disso, mas eu estou gostando que contamos coisas importantes, eu estava muito incomodado com o fato de você ter sido estuprado e gostado, agora que sei que ele te amaldiçoou e me sinto aliviado porque temos como lutar contra algo que sabemos. Bem... "Quem conhece a si mesmo e conhece o inimigo, pode garantir a vitória, quem conhece o tempo e o terreno, a alcançará de modo absoluto." Devemos estudar a nós mesmo, a este Caern, aos seguidores da Wyrm e onde lutamos. Tarek, eu prometo atirar em você se chegar perto de alguém suspeito, assim você não trai a gente sem querer, Kiba, se você morrer, cuidaremos da Grace, caso não... bem, ninguém tem uma opção muito sensata de não cuida-la porque se não cuidarmos... acho que todo mundo morre então meio que não importa se você morrer ou não no que se refere cuidar da sua filha... mas seria bom que não morresse, sabe? Você é... bom.- Por fim Brilho-dos-Sonhos vai para perto da árvore que levou um soco de Sarah, curiosamente ele passa a encarar o buraco feito pela moça como se estivesse estudando-o

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Victor Montenegro em 14.08.17 1:56

*Por Gaia, onde diabos me enfiaram?. Esse imbecil prejudica a missão por cinco vezes e fica gritando merda no meio do caern. Eu salvo a pele dele duas vezes durante a missão, evito que uma cagada maior aconteça aqui e a mula desse Fianna ainda acha que tem direito de querer alguma justificativa minha. Não bastando o meu posto ser superior ao dele, a simples competência que eu demonstrei durante nossa missão deveria ser sificiente pra ele se recolher à propria insignificância e acatar o que eu falo sem pestanejar duas vezes... Puta que pariu, viu?! Eu so queria duas horas pra beber e fumar em paz sem ter que lidar com a incompetencia alheia.*

Victor respira fundo, sorri e responde Pantaneiro com tom de quem explica algo para uma criança:

"- Se Luke nao arrancar a minha cabeça antes, eu contarei quando a gente chegar no ap. Tudo bem pra você?"
Victor Montenegro
Victor Montenegro

Mensagens : 906
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 33
Localização : Rio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central Empty Tarek - Matilha Asas da Esperança

Mensagem por Convidado em 14.08.17 7:16

A coisa girava ali sobre Kiba, o que era bom para Thiago. Não gostava muito de ser o assunto quando envolvia o cercear de sua liberdade, é o reclamar dele.
 Mas retomando ele, Grace comenta que cabelo era ruim, e ele achava que era bom, que era algo bem pessoal, mas entende que guardar cabelo era algo meio complicado, e ela comenta também que durante o dia ele poderia ficar tranquilo quanto ao vampiro. E logo em seguida Kiba fala do treinamento que teriam com o ancião Presa de Prata.
 "-Pode ficar com a camisa e camiseta que a travesti rasgou... Não é algo que eu vá usar depois mesmo... Se fica mais fácil... E relaxa quanto o momento dos dias, Grace, pretendo dormir aqui de manhã, por enquanto, e as tardes vão ser bem ocupadas com o Isaack e a tutoria do Mohammed também... Vou ver o que consigo também um pouco mais de informação com os peregrinos sobre vampiros e sobre a umbra para missão do Uirapuru."
 Fala ali de forma meio monótona, não estava animado para ter todas as tarde ocupadas com treinos, parecendo a escola, sem muita liberdade ainda. Mas sabia que era necessário, tanto para vida dele, quanto a da matilha, do bebê a caminho e de todos. Só não era algo empolgante.
 Por fim olha ali para Tomás, e aquilo ao peregrino parece servir para ele ali reagir e falar algo. Esperava saber algo dele ali, ou como ele parece todo avoado e tinha desconfiado das coisas. Mas para sua surpresa ouve apenas sobre sono e gatos.
 Com olhar confuso ao Andarilho, inclina para lado a cabeça sem entender e murmura instintivamente um:
 "- Que?"
 Mas aquilo vira um tipo de introdução estranha para soltar coisas mais relevantes, que era importante saber com quem lidavam, é que, bom, de alguma forma quis dizer que era bom Kiba ficar vivo, e aquilo que mais chamou  atenção ao peregrino, que daria um tiro em Tarek se ele tivesse com alguém suspeito.
 "- O que?!"
 Saiu alto e clara a interjeição. A cara tinha surpresa e um pouco de raiva. Afinal meio que Tomás tinha falado ali que sem problemas faria um atentado a vida dele.
 * Quer me matar? É isso mesmo? Olha esse aí é estranho... Num momento está quieto, não fala nada, depois fala coisa estranha, parece avoado mas percebe as coisas. Agora essa... Isso é jogo? É maluco?*
 "- Por que não me botam logo uma coleira e me deixam aqui preso no caern com uma tigela de ração e uma de água, e só sair a passeio com supervisão, logo? Oh Espera! Nada de fazerem isso, má ideia... Não é legal... Não é legal."
 Se arrepende de ter falado aquilo no calor do momento e lembra da Zvanna falando que a melhor solução era prender ela numa torre, e se duvidar iam acabar achando aquela ideia da coleira uma boa.
 * Oh droga...*
 Fica sério encarando a theurge esperando alguma reação não muito boa vindo dela, e o filho de barata tentando ver se entendia algo ali da aparência e comportamento dele e pescar alguma verdade sobre ele, já que depois de jogar aquela de dar tiros, ele ignora tudo e vai olhar a árvore que Sarah deu um soco.
 Mais uma vez ouve o estômago roncar e disfarçadamente cruza os braços, pressionando contra o corpo disfarçando um pouco.
 *Estou com fome... Isso podia acabar logo... Mas espero que acabe sem acharem boa ideia a qualquer coisa resolva acabar comigo.*

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 40 1, 2, 3 ... 20 ... 40  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum