Cabana da Forjaria

Novo Tópico   Responder ao tópico

Página 3 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ir em baixo

Pantaneiro - Luke / Adryan

Mensagem por Yorick MacAlister em Qui Ago 10, 2017 12:10 am

A conversa dos três termina. Alef vai embora e quem se aproxima é o Alfa. Enquanto escuta suas palavras, sente o peso das mesmas, principalmente em talvez demonstrar o lado que estava. Pantaneiro levanta devagar do pé da árvore que estava sentado, bate a poeira e responde:

- Sim, senhor...

Acena positivamente para o Alfa e de todas as vezes que o Luke havia visto, desta ele poderia notar que Pantaneiro realmente estava sério. Não estava nervoso ou com algum semblante vingativo, estava sério por causa de tudo que estava acontecendo. Bebeu o último gole de sua catuaba, jogou a garrafa no chão ao pé da árvore como de costume, deixou que o Alpha seguisse o seu caminho sendo que depois também o procuraria.

Se aproximou então de onde o Bardo-Forjador estava. Nota o mesmo cheiro anterior de maconha enquanto o seu líder tribal carregava os barris de hidromel. Já se perguntava se teria a oportunidade de tomar um gole daquela bebida. Era necessidade para o Fianna. Cumprimentava novamente:

- Opa... Olha nóis traveis...

Se aproxima e estende sua mão para cumprimenta-lo ao passo que depois continua:

- É um prazer conhecer o cê, Adryan, apesar que pelo visto, uma péssima primeira impressão, neh?.
- Balançou a cabeça - Sou Yorick McAllister, "Pantaneiro", Ahroun Cliath da Irmandade de Herne da Olhos da Tempestade. - Falava em tom de que aquilo era óbvio. Só estava iniciando o diálogo e então completou - Mais isso o cê já sabe e acredito que o cê deve tá sabendo muito mais por conta do Alef.

Faz uma cara de 'É... fazer o que' e continua:

- Mais infelizmente presumo que só notícias ruins... Tô certo?

Dá um sorriso rápido e aguarda a resposta de seu líder tribal. Havia sido simpático em suas palavras, apesar de um semblante sério. Mostrava controle de si e também transparecia o peso daquela situação.

"Vamo vê até que ponto o Galliard me destruiu..."
avatar
Yorick MacAlister

Mensagens : 486
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Bardo-Forjador - Pantaneiro

Mensagem por NarraDiva em Qui Ago 10, 2017 12:30 am

O Fianna cumprimenta Pantaneiro e senta em uma cadeira fumando seu baseado. Ouve todo o discurso defensivo do Ahroun e comenta:

'- O que meu cunhado me disse, fica comigo. Eu quero é ouvir de você qual foi a imagem que você passou da Tribo Fianna para os membros da sua matilha...'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 2331
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Legado do Trovão - Pantaneiro

Mensagem por Luke Constantine em Qui Ago 10, 2017 7:29 am

* Luke nota o semblante sério de Pantaneiro, que parecia estar puto. Quem nao estaria? Ao menos o Alfa ficava grato por saber que o filho do cervo estava tratando aquele assunto com seriedade. Deixa-o seguir para tratar com Bardo Forjador e então segue caminhando de volta para a Clareira Central. * 
avatar
Luke Constantine

Mensagens : 357
Data de inscrição : 28/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabana da Forjaria

Mensagem por Yorick MacAlister em Qui Ago 10, 2017 8:19 am

Quando escutou a palavra 'cunhado', Pantaneiro queria que uma boipeva lhe picasse para sangrar até morrer.

" Era só o que faltava... o desgraçado é cunhado dele... puta que me pariu..."

Não houve nenhum convite para se sentar, então de onde estava começava a falar notando visívelmente seu líder tribal estava testando-o:

- Bom, Adryan... Vejamos.. talvez imagem de um Ahroun Fianna competente que levou muito azar em sua primeira noite de matilha e tem muito a mostrar ainda.


Continuou.

- Bom, nesse caso se eu estivesse no lugar do Alef eu pensaria até pior, porque eu tenho consciência que por causa de mim, acabei complicando sério a vida dele duas vezes na intenção de ajudar nas missões. Não o culpo, ele tem toda razão de pensar o pior de mim, se eu tivesse no lugar dele, acho que me sentiria da mesma forma, mas talvez não a matilha e vou te explicar o porque.

Sentou no chão mesmo onde estava e continuou.

- Minhas falhas foi que em um dos momento da missão nóis tinha que subir uma escada de um prédio de uma das viúvas das vítimas em silêncio e ao fazer isso, confesso que apesar de ser simples, não consegui. Escorreguei, fiz o maior barulho acordando todos do prédio e os moradores acordaram acham que era ladrões. Na fuga para nosso carro, Alef acabou levando um tiro que o deixou muito ferido.

Levantou o chapéu e coçou a cabeça.

- Queria mesmo era que eu tivesse levado esse tiro, mas enfim, conseguimos chegar até o Alpha e pedir socorro, e quando chegamos no Alpha, tínhamos um Esguio para matarmos na umbra, entramos em combate, tava tudo certo, eu tava fazendo minha parte como um Lua Cheia quando o maldito me jogou um dom que  elevou tanto minha fúria que pedir o controle sobre mim. Queria descontar no maldito da Wyrm, mas quando fui pra cima dele, o desgraçado desvio fazendo com que eu acertasse Alef em cheio colocando à beira da morte pela segunda vez.

Continuou.

- Pra terminar de ajudar, fomos caçar um carro que estava em movimento possuído pela Wyrm, nosso Alpha foi dar um cavalo de pau, que executou muito mal, saímos capotando e eu na intenção de ir nesse carro da Wyrm e apagar o motor, por conta dos capotes fiquei tonto e acabei fazendo isso no nosso carro.

Abriu as mãos e disse:

- Por isso que quando disse que não culpo o Presas de Prata por estar com raiva de mim, eu entendo o porque dele se sentir assim e vou tentar mostrar que não é o meu normal ser desse jeito. Só levei azar e aceito os minhas falhas e estou pronto para ser punido. Eu acho isso justo, mas também acho justo que ele diga que logo no início eu acabei entrando em combate com uma Sanguessuga, que acredito que ela estava nos seguindo, onde quase acabei com a maldito em dois golpes e nosso juíz me ajudou a finalizar. Na casa de uma das viúvas tive que lutar com elemental que saiu dos fogos verdes da Wyrm levando ele ao fim, destruí um fomor que atacou a matilha, que tamém era duro na queda, com apenas dois golpes o deixando acabado no chão e nessa luta na Umbra, por conta de eu ter sido o que estava acabando com o combate, matando o maldito da Wyrm, esse Esguio, ele me aplicou esse dom do Frenesi. Tudo isso sem rasgar o véu.

Finalizou.

- Sei que tive falhas, reconheço, quero corrigi elas logo que possível e aceito com dignidade as punições que forem cabíveis a mim, mas apesar das minhas falhas, tive muito mais acertos. Poderia até dizer mais coisa que contríbui com a matilha, mas não acho necessário e parece que Aled não pensa dessa maneira. Parece que não importa o quanto eu acertei, meus falhas sobressaem a tudo. Mas enfim, talvez com a história o cê possa me dizer exatamente a imagem que passei, porque pelo Alef devido a sua raiva, era pra eu estar morto já eu acho, mas pela matilha, talvez nem tanto.

Tinha que ser explicativo, por isso se deu o trabalho de contar os acontecimentos, mesmo que se alongou em seu discurso. Aguardava a resposta de Bardo-Forjador para ver como procederiam com a situação.
avatar
Yorick MacAlister

Mensagens : 486
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Bardo-Forjador - Pantaneiro

Mensagem por NarraDiva em Qui Ago 10, 2017 9:29 am

'- A princesa quer um convite para sentar ou vai ficar falando em pé sem necessidade? Por favor né... olha as formalidades, eu to pelado, fumando maconha, relaxadão na tua frente e você acha que eu vou pegar no seu pé porque não se sentou?' - Com essa frase, Bardo-Forjador começou a responder ao Fianna, deixando claro que cada expressão do Ahroun era um livro aberto para o Lua Nova.

O Ragabash então comenta já rindo da situação:

'- Então, deixa eu ver se eu entendi... o Alef foi baleado porque você não conseguiu subir uma escada? Depois você quase matou o cara em Frenesi e ainda desligou o carro errado na sequência da noite?'

O Fianna começa a rir como se não houvesse amanhã. Ria de gargalhar e ainda entre risos fala com o Ahroun:

'- Cara... desculpa... mas você tá muito fodido... que noite de merda...'

Tenta se controlar e ficar sério, e comenta:

'- Olha, o Alef é meu cunhado. É um garoto muito bom. Honrado, sábio, típico heroizinho dos Presas de Prata. Alguém que é ótimo ter como amigo e aliado. Mas com quem não se pode vacilar.'

Faz uma pausa e fala sério:

'- Os Filhos de Falcão tem probleminha na cabeça. O do Alef é de ser uma pessoa que só consegue esquecer, seguir em frente, quando se sentir vingado. Essa é a maldição dele, herdada da tribo. Então cê tá fodido porque até ele se sentir vingado ele vai ser um grande filho da puta com você. Depois passa. Mas até ele se vingar, não espere nada de bom vindo dele. E, se você for esperto, tenta manipular de uma forma que ele ache que se vingou e seja do jeito que você quer, logo. Seria o melhor pros dois.'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 2331
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabana da Forjaria

Mensagem por Yorick MacAlister em Qui Ago 10, 2017 2:50 pm

Pantaneiro ri diante do comentário do seu líder tribal enquanto procura uma cadeira se sentando e diz:

- Melhor assim, mais num vo ficar pelado não. Dois homi pelado no mesmo lugar não é comigo! Mais beber e fumar, depois dessa dor de cabeça toda que to passando, to precisando e aceito. Hahaha...

Continuou o assunto.

- Pois é, xômano, foi mais ou menos isso daí e eu to ligado que eu to fudido. Já deu pra perceber que seu cunhado tem esse aspecto vingativo e quer ver minha vida se tornar um inferno. To vendo que na Assembléia ele vai ter o momento que quer pra se vingar de mim e me humilhar. Eu não pedi por isso, mais não posso negar que foi minha culpa o que aconteceu com ele, infelizmente. Se eu pudesse entrar na frente de uma bala por ele, eu faria, defender ele de algo ou até mesmo arriscar minha vida como ele fez, mas ainda não tive essa oportunidade pra acelerar essa vingança que ele tanto procura.

Olha pro barril de hidromel e sua boca enche de água. Não dava pra disfarçar a vontade em beber um pouco daquela bebida ou quem sabe até fumar aquela maconha.

- Tem alguma outra coisa que eu possa fazer pro Alef ficar com menos ódio de mim, Adryan?
Bardo-Forjador havia se mostrado um líder tribal bacana, apesar de que tinha certeza que aquela situação é ruim tanto pro Presas de Prata, quanto para si.
avatar
Yorick MacAlister

Mensagens : 486
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Bardo-Forjador - Pantaneiro

Mensagem por NarraDiva em Qui Ago 10, 2017 3:50 pm

O Fianna começa a responder ao seu irmão de tribo:

'- Beber não vai rolar. Cliaths e Forstens estão proibidos de ingerir bebidas alcoolicas que não sejam as mais básicas nos territórios dessa Seita. Decisão tomada há pouco... mas um beck você pode puxar se quiser...'

Estende o baseado para Pantaneiro e fala:

'- Eu já vi que tú é desligado, né? Eu acabei de falar pra você o caminho para se livrar do problema do Alef e você quer tudo mastigadinho? Pantaneiro... jovem... a gente não dá receita pronta. Isso é anti-didático. A gente dá a noção moral a seguir e vocês tem que descobrir e escrever seus próprios caminhos.'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 2331
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

NARRAÇÃO - TODOS E TODAS NO CAERN

Mensagem por NarraDiva em Qui Ago 10, 2017 7:10 pm

Um primeiro uivo entoa por todo Caern:

'- AMASSA-CARNE-DOS-INIMIGOS LUPINO FORSTEN GALLIARD DOS GARRAS VERMELHAS ANUNCIA À SEITA E À NAÇÃO QUE GUARDIÃO-ANCESTRAL GALLIARD DOS PRESAS DE PRATA NASCIDOS SOB AS DUAS PATAS ALCANÇOU O POSTO DE FORSTEN NESSE CAERN.'

Em menos de um minuto um outro uivo chega ao ouvido de todos e todas. Era o uivo poderoso da líder da Seita:

'- IRMÃOS E IRMÃS EM GAIA! TODOS SE CONCENTREM NAS PROXIMIDADES DA FOGUEIRA PARA QUE POSSAM SER ABERTOS OS FESTEJOS EM RECEPÇÃO ÀS MATILHAS ASAS DA ESPERANÇA, ABENÇOADA PELO UIRAPURU, E OLHOS DA TEMPESTADE, OS FILHOS DO ELEFANTE E PARA QUE SEJA REALIZADO O DESAFIO PELA LIDERANÇA DA SEITA FEITO PELO ANCIÃO CRIA DE FENRIS TEMIDO-COMO-VULCÕES.'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 2331
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabana da Forjaria

Mensagem por Yorick MacAlister em Qui Ago 10, 2017 7:41 pm

Pantaneiro, pega o beck, acena agradecendo, dá uma puxada forte e ainda atônito não acreditando na postura da Seita em proibir a bebida.

- Que merda, hein. Não poder beber hidromel e um castigo e tanto, mas o que houve para a Seita tomar essa decisão?

Completou dizendo sobre o Alef.

- E quanto às suas dicas, fica tranquilo, não sou desligado não, sou explorador de opções. Só tava querendo ver se tinha algo a mais que eu pudesse fazer sobre o Alef pra amortecer essa situação o mais rápido possível, já que o cê é o cunhado dele, mas ta tranquilo. As informação que cê deu é mais que o suficiente pra eu resolve isso o quanto antes. Só tenho a te agradecer pelo apoio.

Dá mais uma puxada longa no baseado e começa a se sentir mais calmo quando escuta o uivo anunciando que o Presas de Prata era o mais novo fostern da seita. Riu para Adryan e completou:

- Falando nele, agora é fostern.

E depois mais outro uivo este pedindo que todos se aproximassem ao centro da clareira central para o desafio da liderança.

"Desafiaram a Estrela-da-Manhã... nossa..."

Pantaneiro devolve o beck e diz ao Bardo- Forjador se levantando:


- Eu já ia te perguntar como ia nossa relação com as outras tribos, mas não imaginava que estivesse tão ruim assim a ponto da Estrela-da-Manhã ser desafiada pela liderança da Seita. Porque estão querendo tirar ela, Adryan? Se é que pode me dizer....

Já estava de pé, não queria perder o desafio que era extremamente importante, mas também sentia que estava fora do que estava acontecendo. Queria respostas e contava com o Bardo para que as encontrasse.
avatar
Yorick MacAlister

Mensagens : 486
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Bardo-Forjador - Pantaneiro

Mensagem por NarraDiva em Qui Ago 10, 2017 7:48 pm

O Fianna já se levanta para guardar as coisas na forjaria pois não voltaria mais ali hoje. Ele diz:

'- Vai na frente que te encontrarei na festa. Amanhã vamos fazer uma reunião de tribo, meio-dia, aqui na forjaria. Não deixe de vir. Lá você vai entender o que está acontecendo. Mas sobre o motivo de terem desafiado Estrela-da-Manhã, é que a sede de poder dos presas de prata e dos senhores das sombras não tem limites, assim como a imbecilidade dos Crias de Fenris.'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 2331
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabana da Forjaria

Mensagem por Yorick MacAlister em Qui Ago 10, 2017 10:07 pm

Adryan era evasivo nas suas palavras. Tinha muita coisa que Pantaneiro precisava saber, mas parecia que aquele não era o momento. Agradeceu seu lider:

- Obrigado, Adryan. Estarei presente na reunião de amanhã e vô torcer por Estrela-da-Manhã se sair bem nesse desafio. Te vejo lá! Valeu, xômano!

Pantaneiro sem mais o que fazer, sem bebida e com pouca informação, volta pra clareira central. 
avatar
Yorick MacAlister

Mensagens : 486
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Jesssica (lupino)

Mensagem por Angelique T. Albrecht em Dom Set 17, 2017 5:40 pm

A Roedora de Ossos chega à Forjaria e já vai entrando e dizendo:

"-Boa noite...alguém em casa?"
avatar
Angelique T. Albrecht

Mensagens : 275
Data de inscrição : 25/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Bardo-Forjador - 99-Centavos

Mensagem por NarraDiva em Dom Set 17, 2017 6:13 pm

O Fianna estava deitado numa cama de palha com um parente e uma parente. Todos nus. Havia muita fumaça e o cheiro forte de maconha e de hidromel por todo o lado. O Ragabash vê a Lupina chegar. Os Parentes, envergonhados, se cobrem com um lençol. O Fianna, sem se importar, dá um trago em seu baseado e fala:

'- Diga lá, quem é você e o que tá procurando aqui?'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 2331
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Jesssica (lupino) - Bardo Forjador

Mensagem por Angelique T. Albrecht em Dom Set 17, 2017 7:49 pm

Depois de saber do hidromel batizado de Bardo Forjador, a Ragabash não se impressiona com a visão que tem dos dois parentes nus. Muito menos de Bardo Forjador nu. Se fosse na noite anterior, ela poderia até ter um chilique básico, mas agora não mais. Maconha parecia ser algo bem comum no Caern. Ela não gostava muito do cheiro, mas não poderia fazer nada a respeito.

"-Desculpe atrapalhar....sou Jessica dos Anjos, 99 Centavos, Ragabash, Cliath, Hominídea dos Roedores de Ossos do campo dos Frankweillers. Procuro Bardo Forjador para ver se ele pode me ajudar com uma ideia de arma que tenho em mente."

Olha na direção os dois parentes e comenta:

"-Não precisam se envergonhar. Fiquem à vontade."

E retorna seu olhar para o homem a sua frente.
avatar
Angelique T. Albrecht

Mensagens : 275
Data de inscrição : 25/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Bardo-Forjador - 99-Centavos

Mensagem por NarraDiva em Dom Set 17, 2017 8:58 pm

O Fianna olha para as duas pessoas embaixo de lençóis e comenta:

'- Acho que a única arma que merece minha atenção agora é a que eu carrego no meio das pernas e que faz a alegria da Nação, não é? Que tal você me procurar durante o dia pra gente conversar com calma sobre a tal arma?'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 2331
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Jesssica (lupino) - Bardo Forjador

Mensagem por Angelique T. Albrecht em Seg Set 18, 2017 1:13 am

Ela olha na mesma direção para onde Bardo Forjador olhava, ou seja, os parentes. Mas o olhar da Roedora fica um tempo a mais no parente masculino do Fianna. Depois de um tempinho, Jessica olha para Bardo Forjador e o responde:

"-Como quiser Bardo Forjador. Te procuro na parte da tarde então. Creio que pela manhã você pode...."

Ela olha de novo para a direção dos parentes e volta a olhar o Fianna.

"-...ainda estar ocupado com sua arma."

Meneia a cabeça para Bardo Forjador, depois para os parentes, se despedindo:

"-Com licença...e se divirtam. Até mais."

A Roedora aguarda alguma palavra do homem a sua frente ou mesmo de algum parente para seguir até a Clareira Central novamente. Seus planos com a arma tinham que esperar um pouco.
avatar
Angelique T. Albrecht

Mensagens : 275
Data de inscrição : 25/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Bardo-Forjador - 99-Centavos

Mensagem por NarraDiva em Seg Set 18, 2017 8:09 am

'- Até amanhã.' - diz Bardo-Forjador com um sorriso no rosto.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 2331
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabana da Forjaria

Mensagem por Victor Montenegro em Seg Nov 20, 2017 11:47 am

Victor adentra a Forjaria e, com um cigarro na mão e um meio sorriso no rosto, acena cumprimentando o Bardo. Ele ate diria "Boa noite", mas a noite definitivamente não era boa.

Quando Camillo entra na cabana o Philodox diz em tom singelo:

- Pronto. Como podemos ajudar?
avatar
Victor Montenegro

Mensagens : 567
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 32
Localização : Rio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Skull-head (Hominídeo) - Justiça-do-Predador

Mensagem por Skullhead em Seg Nov 20, 2017 12:01 pm

Skull-head chega logo depois de Victor, parando ao seu lado. Ele tragava seu próprio cigarro, dando uma boa sacada na forjaria. Era sua primeira vez ali. Ele cumprimenta o bardo com a cabeça, esperando uma resposta do mesmo diante do questionamento do Senhor das Sombras.
avatar
Skullhead

Mensagens : 414
Data de inscrição : 02/07/2017
Idade : 23
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Bardo-Forjador - Skullhead | Justiça-do-Predador

Mensagem por NarraDiva em Seg Nov 20, 2017 12:08 pm

Bardo-Forjador disputava com Duas-Caras, Bit-Coins e Mão-do-Rei o posto de melhor Ragabash da Seita. Tinha uma ligeira vantagem sobre os três na opinião sobre a maioria pois muitos sabiam que os grandes acertos da liderança da seita passavam pela mente astuta do Lua Nova. Era ele, também, que garantia a governabilidade da Seita fazendo alianças com a tribo. Vendo a dupla entrar e ouvindo a pergunta de Victor, abre um sorriso e, ainda nu, apenas diz enquanto tragava seu baseado que estava aceso:

'- Chupando minhas bolas, talvez. Tem uma pra cada.'

Ri e vai até uma mesa de madeira. Toda a forjaria era bem arrumada e decorada com esculturas muito bem feitas. Havia a representação dos 16 totens das 16 tribos originais numa espécie de altar que era belíssimo. O Cervo era maior que os outros totens, naturalmente. Bardo também era reconhecido pela íntima relação espiritual com o totem de sua tribo. Ele começa a se servir do hidromel e fala:

'- Sirvo três copos? Ou lhes faltará coragem? Aqui é como Vegas, o que acontece na forjaria, fica na forjaria...'

Era uma afirmação estranha de ser dita em um lugar que não tinha portas.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 2331
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabana da Forjaria

Mensagem por Victor Montenegro em Seg Nov 20, 2017 12:38 pm

Diante da primeira frase do Bardo, Victor se permite uma breve risada -* Quão triste é o fato dessa ter sido a oferta mais de boa que eu recebi essa noite?.*

O Fianna pega o famoso Hidromel e lhes oferece um trago desafiando-lhes a coragem e fazendo o típico comentário de "o que acontece em vegas...".

Ficar de cara tava foda e a idéia de tomar uma berita e bater uma lhe parecia muito tentadora, mas sua matilha ja tava atolada em merda até o nariz e Victor sabia que no estado de espirito em que ele tava, se ele tomasse aquele negócio, ia dar caô. Fora que ainda ia ta desrespeitando uma determinação da liderança e, bem, a situação ja tava fodida o bastante.

O Senhor das Sombras ri e responde de forma bem humorada:

- É, Bardo...acho que aqui só quem tem as bolas pra beber hoje é você, mas admito que ficar de cara ta foda.
avatar
Victor Montenegro

Mensagens : 567
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 32
Localização : Rio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Bardo-Forjador - Skullhead | Justiça-do-Predador

Mensagem por NarraDiva em Seg Nov 20, 2017 12:48 pm

O Fianna, ao final das palavras do Senhor das Sombras estende o baseado para ele, dizendo:

'- Relaxa... fumar um vocês ainda podem e não ficarei triste porque não quiseram ter o privilégio de lamber minhas lindas bolas, eu tô mais de olho na bundinha maravilhosa do alfa de vocês, mesmo...'


Ele pega o seu próprio copo Hidromel, deixando dois copos cheios na mesa e, nu, caminha até uma cadeira onde se senta e diz:

'- Acabou a era dos Senhores das Sombras na Olhos da Tempestade né? E culpa qualquer um que não seja vocês mesmos é uma desonra para Avô Trovão. Um líder desorientado e um Juiz enganoso não são uma receita de sucesso... Pantaneiro é desequilibrado demais para qualquer posto de confiança... a ausência do braço do Andarilho deixa claro que também não teve uma noite de sucesso. O Filho de Gaia é frouxo. O Lupino, pro Gaia, é um fucking lobo numa selva de pedra. Alef tem juramentos idiotas que jamais deixará de cumprir. Só lhes resta um caminho, não acham?' 
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 2331
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabana da Forjaria

Mensagem por Victor Montenegro em Seg Nov 20, 2017 2:14 pm

Victor pega o beck, dá um belo trago e passa o baseado pra Camillo. * Ahhhh, graças a.. * . - Quando o Bardo comenta sobre a bunda do Alfa e o Philodox se engasga, tosse forte e fica tentando recuperar o fôlego.

- COF, COF, COF... Puta merda. COF, COF. - O Senhor das Sombras pigarreia mais algumas vezes recuperando a própria voz, limpa a lagrima dos olhos e se bota a escutar o restante do discurso do Fianna.

*Ja bateu ou ele realmente sugeriu a gente por o Terror das Novinhas como Alfa?*

O Philodox escuta bem as palavras do Martel e, ao final delas, responde de forma branda, mas não mais jocosa:

- Duas noites é pouco tempo para dizer que qualquer era em si começou ou acabou. Eras perduram de forma significativa, ja regentes, nao necessariamente. E o que aconteceu hoje a noite demonstra uma grande necessidade de mudança.

Justiça do Predador acende mais um dos seus cigarros e, caminhando pela forja apreciando as Armas e esculturas do local, volta a falar no mesmo tom singelo:

- Você tem razão em muitas de suas palavras. De fato todos os integrantes da matilha, incluindo eu, temos graves defeitos e falhamos. Uns mais, outros menos, mas isso não significa que tenhamos apenas um caminho a seguir apenas que temos coisas a mais para corrigir antes de seguir um novo caminho.

Da mais um trago, se encosta na mesa e sorri educadamente para o Ragabash enquanto traga seu cigarro mais uma vez, agora começando a sentir seu corpo relaxar em virtude do baseado.


avatar
Victor Montenegro

Mensagens : 567
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 32
Localização : Rio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Skull-head (Hominídeo) - Justiça-do-Predador | Bardo-Forjador

Mensagem por Skullhead em Seg Nov 20, 2017 3:01 pm

'- O baseado, eu aceito, chefia.'

Esperaria sua vez na rodinha que se formava ali na forjaria. Uma roda fechada num aparente acordo. O comentário sobre a bunda do Alpha arranca um riso do Theurge. Felizmente o beck estava nas mãos do Senhor das Sombras; engasgar com fumaça às vezes lhe fazia bater a bad. Ele recebe o presente e dá um trago profundo. O primeiro daquelas 24 horas agonizantes; era uma salvação no meio de um monte de merda.

E depois do prêmio vinha o preço. Estava claro o que o Bardo estava querendo fazer ali. Skull-head não sabia o que esperar do outro Fianna, além da clara cara de leite ninho que ele tinha. 

*Que Gaia e o Elefante segurem essa matilha!*

Justica-do-Predador o responde e o meia lua é o mais direto que podia com o Ragabash. As peças estavam sendo movidas e Victor era um excelente jogador. Skull-head prefere esperar as movimentações e não se meter de início. Estavam em terreno arriscado. Ele dá mais um trago e passa o beck para o jogador da próxima rodada.
avatar
Skullhead

Mensagens : 414
Data de inscrição : 02/07/2017
Idade : 23
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Bardo-Forjador - Skullhead | Justiça-do-Predador

Mensagem por NarraDiva em Seg Nov 20, 2017 4:41 pm

'- Cês são frouxos pra caralho...'-  diz o Fianna rindo ao ver que os dois não tocaram no hidromel. Ele pega o baseado das mãos de Skullhead, dá um trago e fala:

'- Nem tava batizado, seus troxa... mas enfim... eu não vou me meter a tal ponto, já apontei o caminho. Ser inteligente e seguir é com vocês. Mas escutem meu conselho, não tentem salvar o bumbum redondinho gostoso do seu alfa. Ele deve ficar tristinho, mas se quiser encontrar o caminho da felicidade, vocês podem mandar ele vir aqui sentar no colinho do papai que eu sei muito bem como fazer ele mais feliz.'


Dá mais um trago e comenta:


'- Mas eu estou curioso com quais são as opções de vocês... aquele-que-vira-de-costas-e-é-o-mais-mau-falado-da-seita, aquele-que-não-saberia-ler-uma-placa-na-rua, aquele-que-por-gaia-cadê-seu-braço ou aquele-que-se-cair-em-frente-ao-capim-nunca-mais-levanta? Estou realmente curioso?
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 2331
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabana da Forjaria

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum