A Umbra Rasa (Penumbra)

Novo Tópico   Responder ao tópico

Página 1 de 7 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ir em baixo

A Umbra Rasa (Penumbra)

Mensagem por Arauto-da-Morte em Qui Ago 09, 2018 12:14 pm

OFF: O Umbrafone de Legado-do-Trovão começa a tocar..
avatar
Arauto-da-Morte

Mensagens : 339
Data de inscrição : 18/12/2017
Localização : Belem

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Legado do Trovão (Hominídeo)

Mensagem por Luke Constantine em Sex Ago 10, 2018 4:26 am

* Como esperado, a destruição da mulher de branco não havia feito cessar o combate por completo. Siegfried, ainda tomado pela besta, parte para cima de Helenna que consegue se esquivar e revidar, fazendo o Fenris cair no chão e se contorcer e gritar loucamente. Que espécie de dom era aquele o Senhor das Sombras não sabia, só sabia que era extremamente efetivo. E é nesse instante que um instinto inato faz seus olhos fixarem o céu para revelar o terror: o segundo Anthelios estava no céu. *

"Não.. não pode ser!"

* Legado-do-Trovão é tomado por um estupor da mente que o faz perder o raciocínio e a coerência, incapaz de aceitar a chaga do apocalipse que se erguia diante de seus olhos. E então, antes que pudesse esboçar qualquer reação ou processar a informação, uma forte tempestade espiritual se forma e a dor lancinante atinge seu corpo por inteiro, fazendo o grande Ahroun se contorcer numa convulsão ensandecida até que por fim a luz de seus olhos se apaga e as trevas o alcançam. Não sabia quanto tempo havia passado no vazio, na escuridão absoluta, mas subitamente seus olhos se arregalam e o Senhor das Sombras senta-se num sobressalto como se tivesse acordado do pior dos pesadelos. Arfando, busca intensamente um sinal de que tudo que havia visto antes não passava de um devaneio mas tudo o que encontra era o próprio caos, a segunda estrela rubra estava realmente no céu. *

" Estamos.. estamos todos fodidos.."

* Não havia como negar, os sinais eram obvios. Haviam falhado com a Impura Perfeita, haviam falhado com a Nação e a profecia se concretizara. Estranhamente, não era a dor da perda que lhe tomava o peito naquele instante.. era algo mais profundo. Sente um ódio tão pungente como nunca antes havia sentido, sente o gosto amargo da raiva em sua garganta e uma vontade incontrolável de pegar o responsável por toda aquela desgraça e faze-lo sofrer. Agonizar a ponto da morte se tornar um dádiva. Sua fúria agora retumbava, assim como sua mente: *

"Ela caiu.. a impura perfeita se foi e é provável que sua gestora esteja morta.. caralho, talvez todos eles estejam mortos.. Maldita hora em que eu os julguei fortes o bastante pra desempenharem sozinhos a mais simples das tarefas. Maldita hora em que eu permiti que andassem longe da porra da minha sombra!"

* Se levanta nesse momento, seus olhos injetados por uma convicção que aflorava diante do caos instaurado. *

"Mas talvez ainda haja alguma chance.. não é assim que acaba, não pra mim. Que o trovão permita que eles estejam vivos.. pra que eu possa guia-los através dos escombros e arrancar a porra de uma vitória de onde fracos jamais poderiam."

* E assim, repleto de ódio e resolução, volta-se finalmente para seus irmãos e observa se eles estavam fisicamente inteiros. Não vendo alterações relevantes, responde com firmeza: *

- Vamos busca-los agora, onde quer que estejam!

* Vira-se para a Fúria Negra e dá a ordem: *

- Helenna, nos atravesse de novo.

* Para os membros da Olhos da Tempestade: *

- Fenris, Fianna, faremos a travessia. Juntem-se a nós se quiserem.

* Segura no antebraço da sua irmã de augúrio, como havia feito antes, e então sente o umbraphone vibrando em seu bolso lateral. Usa sua mão livre para sacar o aparelho e não reconhece o número mas mesmo assim o atende torcendo para serem notícias dos que talvez não estivessem mortos. *

"Alô? Quem é?!"
avatar
Luke Constantine

Mensagens : 453
Data de inscrição : 28/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Umbra Rasa (Penumbra)

Mensagem por Arauto-da-Morte em Sex Ago 10, 2018 1:28 pm

Ligação -

"-Hadrian, Sombra-da-Coruja, favor avise ao lobo que eu o encontrarei no Caern - Após uma pausa decidindo como deveria falar aquilo - Parte de sua matilha esta nas ruas, a Fianna se jogou em frente de um Frenesi da Wyrm e perdeu a criança, parecia desejar o resultado, não confie nela, creio que a Wyrm já a corrompeu."



O Ragabash falava baixo para que o restante da matilha nas ruas da Zona Norte não escutasse.
avatar
Arauto-da-Morte

Mensagens : 339
Data de inscrição : 18/12/2017
Localização : Belem

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Umbra Rasa (Penumbra)

Mensagem por Arauto-da-Morte em Sex Ago 10, 2018 2:01 pm

Ligação -

A ligação subitamente fica muda e a linha cai.
avatar
Arauto-da-Morte

Mensagens : 339
Data de inscrição : 18/12/2017
Localização : Belem

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Legado do Trovão (Hominideo) - Guardiões da Canção Ancestral

Mensagem por Luke Constantine em Sex Ago 10, 2018 9:54 pm

* Luke ouve a resposta na linha que, para sua surpresa, era realmente estável na umbra. Hadrian era o responsável pela ligação e, sabe-se lá por que diabos, estava ligando para usa-lo como um menino de recados. Lembra-se de te-lo visto com sua matilha instantes atrás, o que fazia aquela ligação não ter o menor sentido. Com todo o inferno que se levantava, não tinha tempo e muito menos humor para desperdiçar. A resposta passa por sua mente: *

"Liga pra porra da secretária do lobo, caralho." 

* Mas então, após uma pausa de alguns segundos, o Peregrino lhe transmite a informação que realmente prende sua atenção. O Senhor das Sombras, que ainda estava aturdido por conta do temporal de desgraças que recairá sobre eles, fica ainda mais estarrecido quando ouve aquelas palavras e imediatamente indaga: *

"- Eles vivem?! Em que lugar maldito lugar eles ... * tu tu tu *"

* A chamada havia sido interrompida abruptamente e isso fazia o Ahroun pensar que algo de extremamente ruim ainda estava acontecendo, mas ao menos tudo o que ouviu dava a entender que ainda estavam vivos.. *

"Pulou na frente de um frenesi da Wyrm.. se isso sequer for verdade, o que caralhos a idiota tinha na cabeça?!"

* Lembrou-se imediatamente do torneio, onde Grace tinha a luta nas mãos mas colocou tudo a perder por uma decisão precipitada.. e as coisas começam a fazer algum sentido embora relutasse em acreditar que o segundo Anthelios brilhava no céu como consequência de uma decisão tão deplorável. Estava enraivecido, sua fúria gritava, sua vontade era de descontar todo o mal que fora causado e ver algum desgraçado sofrer.. mas antes sabia que sua matilha não poderiam ficar a própria sorte, tinha de encontra-los o quanto antes e descobrir a verdade, tinha que lidar com o que ainda restasse. Só ele poderia, disso tinha certeza. Olha para Helenna e Degan com olhos sombrios, num misto de ira e preocupação: *

- Acho que eles vivem, estão nas ruas em algum lugar. Vamos encontra-los, mas se o que eu ouvi for verdade as noticias não são boas..

* Guarda o aparelho de volta em seu bolso e, sem mais palavras, aguarda pela travessia. *
avatar
Luke Constantine

Mensagens : 453
Data de inscrição : 28/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Deganawida (crinos-glabro) - Guardiões

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em Sab Ago 11, 2018 5:37 am

O Philodox recebe as palavras de Legado-do-Trovão com um misto de esperança e dúvida.

Gaia... Com quem ele falou?

" - Muito bem, diga o que descobriu enquanto voltamos."

O Wendigo toma a forma Glabro e aguarda, tanto pela resposta como pela volta ao mundo físico. 

"Time" do Pink Floyd menciona como estar em um desespero quieto é o jeito inglês. Deganawida se contém como pode, e tenta não pensar no pior, mas o clima da Umbra, os espíritos descontrolados não ajudavam...

Tsc...
avatar
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 398
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fúria-Justa-de-Esteno (H) | Cólera-de-Balder (H) - Ossos-de-Carvalho | Legado-do-Trovão | Sangue-dos-Quatro-Ventos

Mensagem por NarraDiva em Sab Ago 11, 2018 10:25 am

Cólera-de-Balder estava sério. Não o sério de raiva normal de um guerreiro Fenris, mas um nível de sério que Ian nunca tinha visto nele antes. Seu tom era sóbrio e ele fala apenas:

'- Seria burrice, provavelmente ela está morta.'

O Fenris coloca a mão no ombro do Fianna e sem aviso prévio o tira do mundo espiritual ignorando o chamado de Luke. Helenna ouve as palavras de Luke e, por mais que fique aliviada parcialmente pela vida de Grace, sabia que havia falhado em sua missão. A Fúria Negra não ia ficar remoendo seus erros e apenas coloca as mãos no ombro de Luke e de Degan e atravessa com os dois.

Like a Star @ heaven Cena segue no Cemitério de Campo Grande.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3485
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Visões-de-Arcádia (H) - Aurora-Serena

Mensagem por NarraDiva em Sab Ago 11, 2018 10:31 am

A Garou recosta seu rosto contra a tatuagem do Cervo e, por instinto, as mãos do Theurge tocam com delicadeza os cabelos de Aurora lhe dando um carinho reconfortante. Sebastian era dos mais sensitivos dos Fiannas da seita e sua empatia era tão imensa que ele sentia perfeitamente toda a angústia de Gwenhwyfar. 

Deixa que ela se afaste e assume a postura de deixar a Galliard à vontade só falando após ela terminar de falar:

'- Antes de tudo se acalme.' - sua voz tinha uma serenidade incrível - 'Sou Sebastian Draco, ou Visões-de-Arcádia, Theurge Adren dos Fiannas... sou um amigo, e, definitivamente, não tenho poderes para entrar na mente de ninguém.'

O final de sua fala tem um tom mais casual que contrastava com aquele caos no qual se encontravam e, num gesto súbido, ele traça quatro linhas no chão prendendo ele e a Galliard dentro do polígono e impedindo que qualquer espírito entrasse ali.

'- Aqui dentro estamos seguros. Eu não lhe achei. Eu já estava aqui quando você surgiu do nada. Ao que parece, demos um passo rumo às noites finais... onde você estava antes de vir parar aqui?'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3485
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Umbra Rasa (Penumbra)

Mensagem por Gwen O'Dyna em Sab Ago 11, 2018 3:56 pm

A voz de Visões-da-Arcádia era rítmica e calmante, remetendo mais uma vez a mente de Aurora Serena ao rugido das cachoeiras e à profundidade dos mares frios da sua terra natal. Apreciar aquele timbre era como banhar-se após uma longa corrida e a Garou sentia-se despindo sua inquietação, deixando sua desesperança e renovando-se para seguir em frente. Aos poucos, bem aos pouquinhos, mas definitivamente. Sorriu quando Sebastian disse que era um amigo, secando melhor o rosto enquanto o Theurge traçava linhas de um quadrado no chão. O mundo ainda girava vertiginosamente e a Fianna mal conseguiu ficar de pé sozinha pelo tempo suficiente para que o homem terminasse seu desenho ritualístico, logo voltando a segurar-se nele com ambas as mãos - a esquerda no braço do Garou e a direita sobre o Cervo - em nítido gesto que denunciava o medo de cair.

- Estava na Clareira Central do caern, com minha matilha. Mas deslizei para a Umbra assim que a segunda estrela rubra surgiu no céu. - era difícil manter-se equilibrada e o foco visual falhava, mas Gwen percebeu que no abdômen do homem havia palavras escritas em meio às tatuagens... - Eu não tinha intenção de acusá-lo, Sebastian. Fui tomada por um pavor intenso, uma dor que era como sentir Gaia chorando pela minha alma... E houve essa invasão dos meus pensamentos, em tom de franca animosidade, e acabei me deixando levar... Sinto muito.

Aurora Serena estava sendo completamente sincera. Duvidou dele por um instante e sentiu o gosto amargo da paranoia. Não tinha que ser assim.

- As noites finais se aproximam e os Escolhidos de Gaia devem se unir mais que nunca. Toda a esperança da Mãe repousa sobre nossos ombros. - estava há quanto tempo ali? Sentia-se doente, como se cada minuto a mais naquele turbilhão de espíritos minasse suas últimas forças - Preciso sair da Umbra...

Conseguiu focar o suficiente para ler as tatuagens de Visões-da-Arcádia e riu baixinho, aquela risadinha de menina levada, enquanto deslizava as pontinhas dos dedos da mão direita desde o Cervo até a palavra mais à esquerda - "Unlovable" - comentando suavemente:

- Hmm essa eu não sei, mas acho que não... - e então deslizou horizontalmente os dedos pela pele do Garou, até tocar a tatuagem mais à direita, "Heartbreaker", completando - ... porém, essa é bem provável.

Os olhos verdes da ruiva ergueram-se para Sebastian, os cílios longos ainda úmidos, e um sorriso sapeca brincando nos lábios. Aurora Serena baixou a mão direita, apoiando-se no homem apenas com a mão esquerda que segurava-o pelo braço. A sensação de deslizar os dedos pelo corpo do Theurge subia por sua mão e causava um arrepio suave por dentro, que a garota acharia muito mais divertido se não estivesse a ponto de vomitar devido à vertigem incessante.

- Desde criança eu passo pela experiência de cruzar a Película inadvertidamente, caminhando entre o mundo físico e a Umbra sem nem ao menos me dar conta. Um dos Theurges da minha matilha disse que isso talvez seja curável, mas em minha terra natal os Garou encaravam com naturalidade que a Herdeira de Diarmuid Ua Duibhne, nascida sob um Tabu das Fadas, cruzasse as brumas da realidade de tempos em tempos. Porém, nunca antes passei por essa tontura, essa vertigem... tudo gira e se contorce! Tudo, menos o Cervo... - Gwehwyfar sorriu, corando graciosamente, apesar de estar visivelmente fraca e pálida - Sebastian, você pode me levar de volta ao mundo físico? Acho que não poderia cruzar a Película sozinha, no estado em que estou. E gostaria de poder conversar melhor com você. Entender o que houve na seita para que os Fianna tenham decaído diante dos olhos de nossos irmãos.

A garota manteve-se agarrada ao braço do homem, oscilando muito levemente, e fechou os olhos para controlar a ânsia.
avatar
Gwen O'Dyna

Mensagens : 48
Data de inscrição : 12/07/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Visões-de-Arcádia (H) - Aurora-Serena

Mensagem por NarraDiva em Seg Ago 13, 2018 5:35 am

O Fianna não perde tempo e diante das últimas palavras da Galliard se concentra abraçado a ela e rompe a película voltando ao mundo físico.

Like a Star @ heaven Cena segue em Montanhas do Caern.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3485
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Umbra Rasa (Penumbra)

Mensagem por Gwen O'Dyna em Seg Ago 13, 2018 6:38 pm

Ainda de olhos fechados, Aurora Serena sentiu Visões-da-Arcádia enlaçá-la em um abraço que mandou fagulhas por seu corpo. "Estamos atravessando a película, graças à Mãe". Ela relaxou e se deixou guiar, sentindo-se segura nos braços do Theurge agora que finalmente deixava aquele pesadelo vertiginoso para trás.

----------------------------------------

OFF: Continua em Montanhas do Caern
avatar
Gwen O'Dyna

Mensagens : 48
Data de inscrição : 12/07/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

FIM DE NOITE

Mensagem por NarraDiva em Qua Ago 15, 2018 9:51 pm

avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3485
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Umbra Rasa (Penumbra)

Mensagem por olhosdegaia em Ter Out 02, 2018 3:26 pm

Forma - Lupino

O lobo surge na Penumbra de frente para um dos lugares recém-profanados pelos vermes, o lobo observava o local, e os primeiros espíritos que avistava.
avatar
olhosdegaia

Mensagens : 256
Data de inscrição : 11/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Olhos-de-Gaia

Mensagem por NarraDiva em Ter Out 02, 2018 7:32 pm

Os primeiros espíritos avistados pelo lupino eram de espíritos da terra, todos bastante enfraquecidos por ali. Também haviam espíritos árvores, alguns elementais do ar e Lunos Gibosos que começavam a circular pela região.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3485
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração

Mensagem por Anda-Com-Espiritos em Qua Out 03, 2018 12:39 pm

Forma: Hominideo >> Garou

O sol ia se pondo e dava inicio à noite, Nate ainda se encontrava na penumbra tratando com espiritos quando o sol terminava seu dia de vigilia e ia para seu descanso. 
Ao terminar seu ultimo compromisso o garou sentia-se mais vivo que nunca, sentia-se mais forte e preenchido, ainda sentia o calor do toque de luna.
Volta para o mundo fisico e parte para seu destino.

Off: Partiu para a clareira central
Gasta 1 de furia para transformar.
avatar
Anda-Com-Espiritos

Mensagens : 111
Data de inscrição : 21/03/2018
Idade : 34
Localização : Fortaleza

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Umbra Rasa (Penumbra)

Mensagem por olhosdegaia em Qui Out 04, 2018 2:18 pm

Forma - Lupina

Vendo os espíritos da terra enfraquecidos ele sente uma pontada em seu estômago, mas se aproxima dos espíritos da terra.

Mesmo sentindo sua energia espiritual ficando fraca, Olhos-de-Gaia compartilha um pouco dela com os espíritos da terra (doo 1 de Gnose).

"- Nobres espíritos, querer agradecer pela ajuda na batalha contra os vermes."
avatar
olhosdegaia

Mensagens : 256
Data de inscrição : 11/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Espírito da Terra - Olhos-de-Gaia

Mensagem por NarraDiva em Qui Out 04, 2018 8:54 pm

Um dos espíritos da terra se designa a aceitar a oferenda em Gnose do lupino e pergunta a ele:

'- Você falhar, e negar. Porque negar?'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3485
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

ESPÍRITO TRANQUILO (Crinos) | LEGADO-DO-TROVÃO | NARRAÇÃO

Mensagem por Espírito Tranquilo em Qui Out 04, 2018 9:21 pm

Após consentimento de Igor, Allen adentra a umbra com Luke.
 
 "- Muito bem... C-como deseja que eu interceda, alfa?"

 Espera ali decisoes de ação de Luke.
avatar
Espírito Tranquilo

Mensagens : 163
Data de inscrição : 24/04/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Legado do Trovão (Crinos)

Mensagem por Luke Constantine em Sab Out 06, 2018 12:45 pm

* Após um travessia tranquila Luke observa o ambiente umbral e responde ao Theurge de maneira objetiva: *

- Começa pelo Luno, que é a prioridade. Depois, se ainda houver tempo, podemos chamar o Uirapuru para me ensinar a falar com espíritos. 
avatar
Luke Constantine

Mensagens : 453
Data de inscrição : 28/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

ESPÍRITO TRANQUILO (Crinos) | LEGADO-DO-TROVÃO | NARRAÇÃO

Mensagem por Espírito Tranquilo em Sab Out 06, 2018 10:14 pm

"-C-como desejar alfa..."

Allen respira fundo, se ajoelha e se concentra, queria ali fazer certo e ser eficiente para compensar os problemas que já trazia a Luke matilha.  E se lembra sobre não terem direito de falha. Usa do de sua vontade em fazer certo. Inicia uma oração na linguagem dos espíritos.

"- Gaia cria nossas vidas, mas é Luna que traça nossos destinos. É luz de Luna que nos guia na escuridão, que dá foco a nossa fúria e esperança a alma. É Luna que nos dá força para luta... Que nos liga ao mistério da noite... Eu clamo a convido um Luno, um filho da senhora da noite... Eu peço a presença e ajuda Luno, que nos ajude a lutar e nos ensine, para que sejamos também luz na escuridão."

 Espera ali com calma que tivesse funcionado. Que tivesse sido eficiente e prestativo a matilha.

----------
OFF: gasto de 1 de força de vontade para conjuração do Luno
avatar
Espírito Tranquilo

Mensagens : 163
Data de inscrição : 24/04/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Umbra Rasa (Penumbra)

Mensagem por olhosdegaia em Seg Out 08, 2018 2:17 pm

Forma - Lupina

O lobo escuta a pergunta do espírito e responde, lentamente, enquanto as palavras e movimentos vinham da língua espiritual.

"- Eu falhar por ser fraco, não acreditar que alguém tão fraco poder fazer tanto mal ao errar."

Mas ele sabia que na verdade era a fraqueza que causava todos os erros, ele respira fundo e continua.

"- Eu... Falhar."

Ele admite, em parte surpreso com sigo mesmo, então se prostrando e mostrando o pescoço ao espírito.

"- Perdão. Perdão mãe."

O Lua Crescente sabia internamente que a única coisa que podia ter invocado algo ali era seu ritual, e se invocou a coisa errada a culpa era sua, mas não entendia como, se podia ser tão forte ao ser fraco, o que faria se fosse realmente forte?
avatar
olhosdegaia

Mensagens : 256
Data de inscrição : 11/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Espírito da Terra - Olhos-de-Gaia

Mensagem por NarraDiva em Seg Out 08, 2018 9:21 pm

O espírito da Terra balança a cabeça negativamente e diz:

'- Falhar e mentir. Theurge saber que fazer ritual e saber que força se manifestar. Terra triste estar com profanação, mas também porque Theurge não assumir... mas ficar satisfeita se constrição, Theurge fazer.'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3485
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Luno - Espírito-Tranquilo | Legado-do-Trovão

Mensagem por NarraDiva em Seg Out 08, 2018 9:22 pm

Um Luno da Lua Gibosa aparece cantante diante da dupla de Garous. Ele olha para os dois após se materializar e com uma voz sempre ritmada, diz:


'- Garous chamar, Luno atender... o que Garous querer com Luno?'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3485
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

ESPÍRITO TRANQUILO (Crinos) | LEGADO-DO-TROVÃO | LUNO

Mensagem por Espírito Tranquilo em Seg Out 08, 2018 10:21 pm

Allen abre um pequeno sorriso ao Luno, por sua presença cantante. Era mesmo uma manifestação pura da lua gibosa.


 "- Sou Espírito-Tranquilo, cliath, theurge dos Filhos de Gaia, venho em nome de Legado-do-Trovão, ahroun dos Senhores das Sombras, alfa de minha matilha..." - Falando na linguagem dos espíritos, ele aponta para Luke enquanto o apresenta - " Legado-do-Trovão gostaria de pedir ao Luno que o ensinasse o dom Armadura de Luna, para ele, como guerreiro, é importante que possa se defender melhor nos dias escuros que virão. Espero que entenda o pedido e possa ensinar. E gostaríamos de saber também qual seria o chiminage por tal ensinamento. E desde já agradeço a presença de espírito de melodiosa voz." 
avatar
Espírito Tranquilo

Mensagens : 163
Data de inscrição : 24/04/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Bruno Caselli (Glabro) - Fortaleza de Gaia / Narração

Mensagem por Bruno Caselli em Ter Out 09, 2018 8:49 am

Instantes depois de desaparecerem do plano físico a matilha agora reaparecia no mundo espiritual. Bruno solta seus companheiros para que pudessem se mover e então olha para Pantaneiro e diz:
 
- E os seus dons Pantaneiro? O que pretende aprender?
 
Enquanto aguarda uma resposta, Bruno aproveita para observar a Umbra ao seu redor.
 
Off:
Zero, por favor, descreve a Umbra dali pra gente?
avatar
Bruno Caselli

Mensagens : 125
Data de inscrição : 02/07/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Umbra Rasa (Penumbra)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 7 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum