A Umbra Negra

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ir em baixo

A Umbra Negra Empty A Umbra Negra

Mensagem por NarraDiva em 25.06.17 9:37

Lobisomens são criaturas de espírito — mais das Umbras Rasa e Média, e até mesmo mais da Umbra Profunda do que da Umbra Negra. Os laços da Umbra Negra com as Umbrae “vivas” são mais do que tênues; esse é o reino da mortalidade.

Quando um lobisomem usa um ritual para chegar até a Umbra Negra, ele chega em uma versão do Mundo Inferior da Penumbra – chamada por alguns de Terra das Sombras. A partir dali, um viajante pode ir de lugar em lugar, assim como na Penumbra, ou viajar mais profundamente na Umbra Negra em si. Ao menos, era como costumava ser...

A maioria da Umbra Negra é comparada a um vasto mar negro, onde estão várias ilhas que guardam os reinos dos fantasmas de várias culturas. Uma vez que um viajante deixa as Terras das Sombras, ele deve ter algum modo de navegar por esse mar se ele quiser alcançar Estígia, o Duat, Swar, o Reino Sombrio de Jade ou qualquer um das centenas de diferentes reinos fantasmas. Inóspito como o é, esse não é um feito fácil de ser alcançado; fantasmas malevolentes estão dispostos a atacar lobisomens, principalmente porque as energias espirituais “vivas” da Umbra Rasa tendem a se afastar do escuro Mundo Inferior. A energia vital em abundância presente em um lobisomem é como um ímã na Umbra Negra, um ímã que atrai fantasmas famintos.
A Umbra Negra Dark+sea
Se isso já era complicado demais antes, os problemas atuais que esperam viajantes da Umbra Negra são ainda piores. Desde 1999, a Umbra Negra se provou ser ainda mais inóspita aos lobisomens. Uma poderosa tempestade, tão grande que atinge todo o reino, açoita a Umbra Negra sem sinal de descanso. Ventos fortes, granizo espectral e raios fantasmagóricos acertam viajantes desprotegidos praticamente até a morte. Apesar dos ventos da tempestade parecerem mais devastadores aos fantasmas da Umbra Negra, seres da Umbra Rasa, como metamorfos, recebem de cinco a dez dados de dano letal por turno exposto aos efeitos da tempestade. Algumas vezes uma calmaria passa sobre a área e em um espaço entre as nuvens pode-se ver o brilho vermelho de Antélios — então a tempestade retorna.

A maioria dos Theurges acredita que essa tempestade está relacionada com a Estrela Rubra, dizendo que a presença de Antélios foi o que deu início a esse Maelstrom. Uma teoria diz que quando o Olho da Wyrm começou a abrir, seu olhar caiu primeiro sobre a Umbra Negra, causando essas incríveis tempestades. Se for assim, alguns se questionam, o que acontecerá quando o olhar de Antélios cair sobre a Umbra Rasa?

A Terra joga uma sombra na Umbra Negra da mesma forma como faz na Umbra Rasa — mas a Penumbra Negra, como chamam alguns metamorfos, é um lugar muito mais sinistro. Os espíritos de Gaia e da Tríade não vêm até aqui — esta é um domínio exclusivo dos fantasmas dos mortos.
A Umbra Negra Buried_by_time_and_dust_by_impatation
Antes do grande Maelstrom, as Terras das Sombras eram um lugar assustadoramente quieto. Aqui as coisas pareciam muito como elas eram no mundo físico; prédios tinham seus reflexos, independente da idade, assim como algumas árvores. Entretanto um leve senso de morte cobria toda a paisagem; calçadas pareciam mais rachadas do que o normal, a vegetação parecia morta, e assim por diante. A paisagem era monocromática, indo de um pálido cinza até um preto profundo. O único sinal de cor chegou recentemente: uma pequena estrela vermelha — Antélios — brilha solenemente no céu.

Porém, assim como o resto da Umbra Negra, a Terra das Sombras está sendo atingida por grandes tempestades desde 1999. Um lobisomem que entra na Umbra Negra pode muito bem ter seus pés arrancados ou ser selvagemente ferido antes que tenha alguma chance de tomar alguma atitude. Alguns lugares, protegidos por aparições, suportam firme contra o furioso Maelstrom — mas estes tendem a ser os reflexos das cidades nas Terras das Sombras, onde existem materiais suficientes para fazer barricadas e homens para erguê-las. Entrar na Umbra Negra nas matas é algo arriscado; alguns lugares, como o olho de um furacão, permanecem calmos, mas uma quantidade muito maior são açoitados pelas tempestades furiosas.

Nos dias de hoje, apenas poucos lobisomens se atrevem a viajar até a Umbra Negra e a maioria desses juram nunca mais voltar após sobreviverem à primeira ida. Os lobisomens mais interessados nos mortos humanos — notoriamente os Peregrinos e o Sacerdócio de Marfim — têm outras coisas para se preocupar. Desde o inicio do grande Maelstrom, muitos fantasmas encontraram o caminho de volta entre a barreira do mundo físico e da Umbra Negra, retomando seus antigos corpos. Colocar esses “mortos vivos” para descansar novamente é uma tarefa difícil, mas é uma tarefa que os Peregrinos e o Sacerdócio de Marfim dificilmente ignorariam.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Negra Empty Re: A Umbra Negra

Mensagem por Arauto-da-Morte em 30.07.18 13:18

Forma atual - Crinos

Ao fazer a travessia, o Peregrino sente um arrepio gélido trespassar sua essência.

A calmaria que é a certeza de encarar seu fim parece cada vez se assentar mais na mente do normalmente revoltado Ragabash.

Ao abrir os olhos a umbra local parece ser uma metáfora negra de seu humor, o Peregrino abre os olhos, não para a causa de sua morte, não para a batalha final, mas, para os próprios domínios da morte, uma imensidão devastada, assolada por todo tipo de tempestades espirituais.

O Peregrino olha para os tempestuosos céus e pensa...

*Me negaram até a glória final?*

E, como um louco, começa a rir sozinho naquela vastidão de nada..
Arauto-da-Morte
Arauto-da-Morte

Mensagens : 547
Data de inscrição : 18/12/2017
Localização : Belem

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Negra Empty Narração - Sombra-da-Coruja

Mensagem por NarraDiva em 30.07.18 20:07

O local onde Hadrian estava era um terreno pedregoso. No céu, Antélios brilha e aquele brilho era extremamente incômodo para o Peregrino Silencioso. Tudo era muito escuro e ventava frio. Um frio cortante que doía na alma. Pelas condições climáticas, tempestades se avizinham.

Entre um raio e outro, Hadrian pode ver uma presença diante de si. Uma criança, com um machado. E um olhar assassino falando com o Peregrino Silencioso:

'- Você não vai me levar... eu vou cortar seu corpo em pedaços tão pequenos que nunca mais sua alma vai se juntar...'


A Umbra Negra Giphy
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Negra Empty Re: A Umbra Negra

Mensagem por Arauto-da-Morte em 30.07.18 20:59

Forma Atual - Crinos

A estrela rubra o traz de volta a realidade, ele não estava morto, não ainda, mortos não sentiam frio, não sentiam o solo sobre seus pés, ou, pelo menos ele assim acreditava.

*Merda...*


A certeza ainda é maior quando ele vê, entre um clarão e outro a aproximação de um pequeno pesadelo.

O Peregrino tinha 03 opções, lutar, correr ou tentar conversar, ele julgou que deveria, antes de qualquer outra, tentar àquela em que tinha uma mínima proficiência.

Levantando os braços, e, utilizando-se de todo seu poder de convencimento, ele fala:

"-Calma criança, eu não posso, mesmo se quisesse, levar ninguém daqui, estou preso neste lugar, e, ainda que nem todos que vagueiem estejam perdidos, eu, definitivamente, estou."

Um traço de humor volta ao ser do Peregrino, se ele fosse morrer, pelo menos encararia com um sorriso no rosto.

*Se é para ser alguém diferente, posso começar agora né?*
Arauto-da-Morte
Arauto-da-Morte

Mensagens : 547
Data de inscrição : 18/12/2017
Localização : Belem

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Negra Empty Narração - Sombra-da-Coruja

Mensagem por NarraDiva em 30.07.18 21:18

Era só nos relâmpagos que o Peregrino via a criança. E a cada brilho, ela estava em um local completamente diferente. A velocidade era incrível, algo bem mais rápido até mesmo que a Fúria:

'- E porque eu acreditar em você? Ninguém vai me levar! Eu mato antes! Eu gosto de matar... vocês achavam que roubar crianças era fácil... essa criança aqui não!'

A cada brilho ela estava mais perto.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Negra Empty Re: A Umbra Negra

Mensagem por Arauto-da-Morte em 30.07.18 21:47

Forma Atual - Crinos

O sopro de esperança que era ter percebido que estava vivo assoprou a brasa que aqueceu o humor do Peregrino, porém, a frieza da criatura que encarava somado ao ambiente onde se encontrava, trazia consigo um que de desespero, desespero esse que o Peregrino só poderia combater com algum nível de racionalidade.

*Merda, merda, merda, estou em algum canto MUITO FODIDO!!!*


"-Porque acreditar em mim? Porque eu também fui roubado, demoraram mais pra me levar, pois eu lutei, mas, também me roubaram e agora estou perdido aqui criança, vamos nos afastar da tempestade, lá você decide se acredita em mim ou me mata..." - O Ragabash lidava com algo completamente desconhecido e ele não ousava mentir descaradamente para aquilo que estava ali, mas, distorcer um pouco para melhor entendimento da plateia não era uma mentira, no máximo, uma verdade enfeitada.

*Obrigado mãe terra, seu ensinamento pode ter salvo minha vida* - O Pensamento lhe lembra de que também é da ninhada da Coruja.



"-Vamos conversar, minha mãe é poderosa e talvez possa ajudar à nós dois."


Arauto-da-Morte
Arauto-da-Morte

Mensagens : 547
Data de inscrição : 18/12/2017
Localização : Belem

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Negra Empty Narração - Sombra-da-Coruja

Mensagem por NarraDiva em 31.07.18 6:14

'- Eu já decidi...' - diz rindo a criança, cada vez mais perto de Hadrian. O ataque era uma questão de pouco tempo.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Negra Empty Re: A Umbra Negra

Mensagem por Arauto-da-Morte em 31.07.18 15:50

Forma Atual - Crinos

*Merda*

Os trovões trazem a menina cada vez mais para perto, e, cada vez mais, Hadrian tinha certeza que aquela entidade não desejava conversar.

*Bem... quando todas as hipóteses lógicas são esgotadas, nos resta apenas às insanas..*

Preparando-se para esquivar-se de qualquer ataque o Ragabash tenta fazer sua cara mais despreocupada possível e fala..

"-Mas ora, você não pode me matar..."

*Por tudo que é ruim no mundo, afaste esse filhote de cruz credo por mais alguns segundos*
Arauto-da-Morte
Arauto-da-Morte

Mensagens : 547
Data de inscrição : 18/12/2017
Localização : Belem

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Negra Empty Narração - Sombra-da-Coruja

Mensagem por NarraDiva em 31.07.18 18:49

Frente a frente. A menina com machado na mão estava bem diante Hadrian. O Peregrino sente o gosto do medo em sua boca como nunca sentiu antes. Um arrepio lhe percorre a espinha e involuntariamente ele treme. O medo que aquela criança lhe causava era imenso e como jamais sentido:

'- Pra onde vocês estão levando as almas das crianças, intruso? Diga e sinta menos dor...'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Negra Empty Re: A Umbra Negra

Mensagem por Arauto-da-Morte em 31.07.18 21:36

Forma atual - Crinos

O medo se entranha cada vez mais fundo no âmago do Peregrino, sua ideia inicial de mentir ao espírito é imediatamente abandonada pelo puro pavor que ele o causa, então, sem conseguir conter a verdade, ele basicamente a vomita.

“-EU NÃO SEI, não peguei nenhuma alma de nenhuma criança, é preciso sair daqui, só, sem levar nada nem ninguém.. ofereço minha ajuda no que quiseres em troca de que me ajude a sair desse lugar.”

Hadrian percebera poucos minutos antes que não temia a morte, mas, aquela criança estava ali para, mais uma vez, o provar que ele se enganara.
Arauto-da-Morte
Arauto-da-Morte

Mensagens : 547
Data de inscrição : 18/12/2017
Localização : Belem

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Negra Empty Narração - Sombra-da-Coruja

Mensagem por NarraDiva em 01.08.18 6:06

A criança começa a passar o machado pelo peito de Hadrian. Aquilo lhe rasgava corpo e alma numa dor suprema enquanto ela dizia com uma voz doce e feliz:

'- Você vai voltar... e vai achar e matar o morto que vem ao mundo dos mortos pegar as almas das crianças. Se não fizer, nós iremos te buscar.'

*Nós iremos te buscar. Nós iremos te buscar* - a expressão ecoava na mente do Peregrino enquanto uma luz branca brilha na frente dele o cegando e quando seu olho abre ele percebe que estava em outra situação.

Like a Star @ heaven Continua no tópico da Penumbra.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Negra Empty FIM DE NOITE

Mensagem por NarraDiva em 15.08.18 21:52

A Umbra Negra BlissfulUnacceptableAfghanhound-size_restricted
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Negra Empty Língua-Afiada | Sombra-da-Justiça - Arauto-da-Morte

Mensagem por NarraDiva em 03.02.19 13:57

O chão era pantanoso e pegajoso. A cara de Arauto-da-Morte estava mergulhada no meio do que parecia uma lama fétida e ele nem sabia como havia ido parar ali. O vento frio da morte cortava o ambiente e as energias estranhas do lugar chamavam atenção de Hadrian. Mas uma outra coisa chamava atenção dele, a emanação de Raça pura no ambiente.

'- Eu falei que lembrava do que estava no diário do Velho Eusébio. Funcionou.' - comenta a já conhecida voz de Língua-Afiada.

A voz de Sombra-da-Justiça ecoa em seguida:

'- Anda, Arauto-da-Morte. Levanta. Não sabemos por quanto tempo conseguiremos manter você aqui...'

Estavam ali, os dois, em alma sem carne diante do Peregrino Silencioso.
 A Umbra Negra 19510563_243402952829695_3893319086928369706_n.jpg?_nc_cat=103&_nc_ht=scontent.fsdu13-1
Aparência 5, Fúria 4, Raça Pura 2


A Umbra Negra 19260701_242430156260308_502286796954595928_n.jpg?_nc_cat=105&_nc_ht=scontent.fsdu13-1
Aparência 4, Raça Pura 4, Fúria 4

NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Negra Empty Re: A Umbra Negra

Mensagem por Arauto-da-Morte em 03.02.19 14:06

Forma atual - Glabro

Hadrian gostaria de dizer que o gosto de lama na boca era o que mais o incomodava, mas, ele estaria mentindo demais até para os próprios parâmetros.

Sem saber como, nem porque, ele novamente te se encontrava naquele local hediondo, e, para sua surpresa, dois senhores das sombras aparentemente o haviam convocado.

A rápida mente do Ragabash processava as informações em ritmo insano..

*velho Eusebio... língua afiada.... caralho.... VICTOR!*

Rapidamente se levantando, ele apenas fita os mortos e fala...

“-Como e porque?”
Arauto-da-Morte
Arauto-da-Morte

Mensagens : 547
Data de inscrição : 18/12/2017
Localização : Belem

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Negra Empty Sombra-da-Justiça | Língua-Afiada - Arauto-da-Morte

Mensagem por NarraDiva em 03.02.19 15:49

'- Não é hora pra perguntas, vem com a gente. Estamos no mesmo plano, e, vivo ou morto, ainda sou um Athro.' - fala em tom de autoridade já guiando o Peregrino por uma trilha pantanosa onde a agua batia na altura de sua canela. Era possível ver almas vagando perdidas por aquele terreno.

Tudo ali era morto. Hadrian sentia uma sensação estranha de pertencimento àquele ambiente, mas sua parte viva lhe gritava que cada minuto ali era perigoso. Língua-Afiada comenta:

'- Explicações demandariam tempo. O que importa é que te trouxemos para que honre a vocação mensageira de sua tribo e salve o Caern da destruição. Mantenha-se furtivo. Você não pertence a esse lugar. Se for detectado, pode passar a pertencer para sempre...'

Sombra-da-Justiça resmunga enquanto abria caminho:

'- Até mesmo morto eu preciso salvar o rabo daquele maldito Konietizko de merda.'

Conforme iam andando, o barulho de água corrente parecia ficar mais forte. Pareciam caminhar na direção dele.

A Umbra Negra Dark%20swamp
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Negra Empty Re: A Umbra Negra

Mensagem por Arauto-da-Morte em 03.02.19 18:19

Forma Atual - Glabro

Coexistir com sua matilha era um enorme remédio para o Ego, e, o Peregrino encara com perfeita naturalidade a repreensão do Ahtro morto, mas, o que não era assimilado com naturalidade era a estranha sensação de familiaridade com aquele local..

*Será que de fato....*

.. os comandos mais práticos são dados e o lua nova assente com a cabeça indicando concordância, as palavras eram graves e o Peregrino vivia a sombra daquilo com o que se deparara na floresta.

*Magrave? Caern?* - Uma ideia começava a se formar..

Concentrando-se rapidamente, o Peregrino se encobre por sombras, transformando-se em basicamente dois pontos brilhates que eram seus olhos, enquanto acompanhava os senhores das sombras de maneira tão furtiva quanto aquele terreno lhe permitia..

*Talvez assim eles se sintam mais confortáveis..* - Pensava o Peregrino envolto em sombras..

"-Digam-me, creem que algum vínculo mágico ou espiritual de controle a distância pode ter resistido a onda da Weaver?" - A voz de Royce era algo apenas um sussurro, nenhuma informação valeria se ele não pudesse sair dali..

OFF: Hadrian Ativou seu fetiche e Obteve 06 sucessos no teste de Furtividade.
Arauto-da-Morte
Arauto-da-Morte

Mensagens : 547
Data de inscrição : 18/12/2017
Localização : Belem

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Negra Empty Língua-Afiada | Sombra-da-Justiça - Arauto-da-Morte

Mensagem por NarraDiva em 03.02.19 19:44

'- Só um Theurge pode te responder isso com precisão, mas sempre existe a possibilidade.' - comenta Sombra-da-Justiça. 

O trio caminha até um rio. Nenhuma alma ou criatura daquele mundo havia notado a presença de Hadrian e o Philodox dos Senhores das Sombras comenta:

'- Esse é o Rio do Curso da História. Mentalize a seita e se afogue nele. Deixe que a morte te mostre a mensagem que queremos que leve à Sentinela-das-Sombras e Duas-Caras.'

O Rio era de águas negras e tinha inúmeras almas boiando em seu leito. Fedia a morte, tinha uma viscosidade agoniante. Não era um local convidativo a se entrar.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Negra Empty Re: A Umbra Negra

Mensagem por Arauto-da-Morte em 03.02.19 19:53

Forma atual - Glabro

*Merda..*

Enquanto andavam, Hadrian continua a sentir-se “confortável” naquele lugar por falta de melhor definição, Horrível.

*Sentinela-das-Sombras, porque você sempre está presente?*

O juiz da olhos da tempestade de fato parecia sempre cruzar o caminho do peregrino.

O Rio era estranho, até para os padrões daquele local, mas, seu aroma não chegava a incomodar o Ragabash, porém, a ideia de imergir-se nele era um tanto assustadora.

*Ja morri antes, preciso deixar de existir, nem que seja por algum tempo..*

Com a mente focada na seita, focada no Caern que devia ser, foçada na mulher... ele começa a caminhar em direção às águas até que estas o imergissem completamente.
Arauto-da-Morte
Arauto-da-Morte

Mensagens : 547
Data de inscrição : 18/12/2017
Localização : Belem

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Negra Empty Narração - Arauto-da-Morte

Mensagem por NarraDiva em 03.02.19 21:03

A morte por afogamento era das piores mortes... Hadrian sentia seu corpo tentar lhe levar para cima, mas as algas do fundo do rio o prendiam para baixo. A estranha água invade todos os buracos do corpo do Peregrino Silencioso, que sente sua vida se ceifando lentamente e quando o fim, finalmente chega, ele se vê novamente na Floresta da Tijuca. Naquele mesmo local que tinha tido a experiência com aquela estranha mulher.

E novamente ela estava lá. Ele a via colhendo algumas ervas enquanto via Cordas-Trêmulas, a Galliard dos Fiannas, com sua lança em punho se aproximando. Hadrian podia ouvir os pensamentos da Galliard:

*Eu vou capturar você e limpar meu nome e o de Kiba dentro da Nação.*

Cordas-Trêmulas assume a forma Crinos e com a lança em punho tenta um golpe certeiro na mulher. Mas é em vão.

Largo as ervas que para nada serviam, a mulher tece palavras num idioma que Hadrian nunca ouviu. Do meio das ervas revelava-se o corpo de um coelho e enquanto as entranhas do coelho eram esmagadas, a lança-fetiche de Grace transformava-se em pó.

Cordas-Trêmulas tenta atacar, mas, mais uma vez manuseando as entranhas do animal, a mulher paralisa a Fianna no ar e diz:

'- Ora, ora, chegou o componente que faltava para meu ritual de exterminar todos os pulguentos dessa cidade... a incubadora da pulguenta das profecias... o resto de energia deixada por ela em seu corpo será o fim de sua espécie... vamos, minha princesa, eu vou cuidar muito bem de você...' 

E com Grace paralisada no ar em Crinos sendo arrastada por algum movimento telecinético, a mulher começa a entra na trilha indo em direção a algum lugar... Hadrian podia se mover livremente, de algum modo, não era notado e não era tangível.

A Umbra Negra 41735522_478477732655548_8573316195300671488_n.jpg?_nc_cat=104&_nc_ht=scontent.fsdu13-1
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Negra Empty Re: A Umbra Negra

Mensagem por Arauto-da-Morte em 04.02.19 1:59

Forma atual - Glabro

Royce acreditava ter se afogado no próprio sangue na primeira de suas mortes, mas, como costumava parecer sempre descobrir, ele estava errado.

Afogar-se de fato era entender perfeitamente a relatividade do tempo, por quanto tempo de fato um segundo pode se estender? Qual a velocidade do pensamento? Deveria gritar? Tudo era pensado em meio a ansiedade e o desespero, mas, aferrando-se à própria vontade, ele relembra da seita, do Caern, do traidor, de seus irmãos, de suas promessas, DE SUA VINGANÇA!

*Vlatus, Kaepheus e a maldita...*

A calma daqueles que sabem que vão morrer se apossa do peregrino e lhe confere uma passagem tão tranquila como poderia ser esperado de um ser que se afoga em um viscoso rio, seguro por algas que pareciam saídas de um pesadelo..

Tão logo a escuridão vem, ela se vai, Hadrian novamente morria em troca de algo, e, ao abrir os olhos, a mesma mulher da floresta da Tijuca aparece à ele..

“Mãe..”

*Estou a escutar os pensamentos de Grace?*

A “batalha” que se sucede demonstra claramente o imenso poder que aquela mulher possuía..

*Sacrifícios parecem lhe dar algum poder.. CALMA PEQUENA LYRA..*

A filha de Córdas-tremulas, debatia-se dentro dele, gritando silenciosamente em fúria, mas, Hadrian havia suportado o inferno para estar ali e não perderia a calma ante os brados de uma criança, uma criança inocente..

As palavras seguintes no entanto, fazem um impossível calafrio trespassar o Peregrino..

*A mensagem.. O CAERN... A NAÇÃO..*

Hadrian olha para a lua, tentando garantir que aquilo estava acontecendo na mesma fase da lua onde estavam, e, absorvendo todos os detalhes marcantes sobre a localização, segue aquele cortejo fúnebre até onde a mulher conduzia a incapacitada fianna.



Arauto-da-Morte
Arauto-da-Morte

Mensagens : 547
Data de inscrição : 18/12/2017
Localização : Belem

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Negra Empty Língua-Afiada | Sombra-da-Justiça - Arauto-da-Morte

Mensagem por NarraDiva em 04.02.19 6:57

Hadrian segue a mulher que carregava uma Grace incapaz até de falar pelos poderes da criatura. Ela encontra, no meio do caminho, Equilíbrio-da-Vida, em quem dá um selinho rápido e comenta:

'- Vamos levá-la ao Lord Azaroth. Tenho tudo que preciso pro Ritual.'

O Portador da Luz Interior responde:

'- Ótimo, Lavrin, nosso senhor irá ficar satisfeito com o seu trabalho.'

Os dois seguem até um homem totalmente desconhecido para Hadrian e a quem eles se ajoelham. O homem se aproxima de Cordas-Trêmulas e com um gesto com a mão, passa a ele guiá-la no ar ao que parece uma uma roda onde Grace é presa de pernas e braços abertos. O homem estranho diz:

'- Eles finalmente morderam a isca e estão vindo. Chegou a hora de parar de dividir todo esse poder com aquela sociedade de merda que os Lobisomens montaram para roubar o poder desse lugar. Lavrin, comece o Rito da Extinção dessa raça maldita. Kapheus, se prepare para liderar nossas defesas. Eu irei levantar os mortos que combateram aqui ao longo dos últimos séculos para recepcionar nossos invasores.'

Nesse exato momento, Lavrin se vira para Equilíbrio-da-Vida e fala:

'- Preciso da arma portada por aquela que tem muito ódio no coração.'

A adaga de Toque-de-Beladona é entregue. Lavrin começa a falar algumas palavras estranha e rasga parte do ventre de Cordas-Trêmulas. E, a partir daí, Hadrian, sem saber porque, conseguia entender as palavras:

'- Que o sangue que banhou o feto da Garou das profecias definhe sua progenitora e com ela toda sua espécie... que as energias do feto que ainda habitam seu corpo sejam o veneno que matará todo seu povo...'

O sangue que saía de Cordas-Trêmulas ia tocando o chão e Hadiran sentia dor enquanto isso acontecia. Kapheus, de algum modo, parecia não afetado. Lavrin diz:

'- Assim que ela terminar de morrer pela perda de sangue, todos os Lobisomens da cidade, menos Kapheus, que está protegido, encontrarão a morte meu senhor.'

Azaroth então começa a usar o próprio sangue no solo e entoa palavras que o Peregrino não entendia, ele só enxerga todo o chão tremendo e braços de Garous em Crinos começando a se levantar do solo. Vendo aquilo e sendo incapaz de fazer nada, Grace mentalmente clamava por Kiba, que Hadrian de algum modo sabia que também estava por ali. A Fianna acreditava que o Presas de Prata iria salvá-la e dar um fim nos inimigos conforme o plano que eles haviam traçado. E Hadrian tinha plena consciência disso. De algum modo ele lia e sentia as emoções de Cordas-Trêmulas.

O Peregrino sai de seu transe no momento me que os primeiros braços se erguem, ele estava na beira do Rio com os dois Senhores das Sombras. Sombra-da-Justiça apenas diz:

'- Entendeu o que está em jogo? Entendeu a mensagem a levar para Sentinela-das-Sombras e Duas-Caras?'

A Umbra Negra 5872c521027312e83ecb21509171045d
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Negra Empty Re: A Umbra Negra

Mensagem por Arauto-da-Morte em 04.02.19 13:44

Forma Atual – Glabro

Enquanto seguia a mulher, Hadrian logo pode notar que Equilíbrio-da-vida e a mesma tinham algum tipo de relação..

*Azaroth..  Lavrin..*

Os personagens daquela experiência dantesca iam ganhando nomes, mas, a ideia de algo que fosse mestre de um Athro dos portadores e daquela mulher cuja as demonstrações de poder ele presenciara em primeira mão era assustadora, e, logo este se apresenta passando a conduzir a impotente Fianna..

O Ritual continua, e, a esperança vã de Grace apenas irrita o Ragabash que sentia a dor da mesma..

*KIBA? Aquele projeto de garou só serve para salvar o próprio couro depois foder uma guerreira de gaia..*

Enquanto os garous caídos eram trazidos de volta, o transe termina e um visivelmente puto Ragabash encarava os senhores das sombras..

“-Sim, conseguem me mandar de volta?”
Arauto-da-Morte
Arauto-da-Morte

Mensagens : 547
Data de inscrição : 18/12/2017
Localização : Belem

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Negra Empty Sombra-da-Justiça | Língua-Afiada - Arauto-da-Morte

Mensagem por NarraDiva em 04.02.19 21:05

Língua-Afiada é quem responde, de pronto:

'- A qualquer instante você será sugado para seu mundo, você só não pode ser detectado antes disso...'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Negra Empty Re: A Umbra Negra

Mensagem por Arauto-da-Morte em 05.02.19 10:33

Forma Atual - Glabro

Tão logo a senhora das sombras dá o aviso, Hadrian instantaneamente começa a checar seus arredores enquanto embaçava sua própria forma...

"-Digam-me, com quem está o livro de Eusébio, eu preciso saber.."

OFF:07 Sucessos no embaçamento da própria forma.
Arauto-da-Morte
Arauto-da-Morte

Mensagens : 547
Data de inscrição : 18/12/2017
Localização : Belem

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Negra Empty Narração - Arauto-da-Morte

Mensagem por NarraDiva em 05.02.19 11:19

Antes que a resposta fosse dada, Hadrian se sente puxado de volta ao mundo real.

Like a Star @ heaven O Personagem deve postar em Ruas da Zona Oeste após os grupos de ataque na cena das Grutas e Cavernas partirem. O personagem deve voltar sem ser notado pelos demais, mas voltará sem dons ou fetiches ativos.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Negra Empty Re: A Umbra Negra

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum