Clareira Central

Página 20 de 40 Anterior  1 ... 11 ... 19, 20, 21 ... 30 ... 40  Seguinte

Ir em baixo

Clareira Central - Página 20 Empty Guardião-Ancestral - Legado-do-Trovão

Mensagem por NarraDiva em 22.09.17 17:02

Logo após a nomeação dos cargos, Alef se manifesta:

'- Alfa, me sinto honrado pelo cargo oferecido, mas por uma série de questões pessoais, tribais, e até para que Pantaneiro tenha relatos justos e sem ressentimentos na assembleia, o que será fundamental para seu renome, peço que nomeie o meu irmão de augúrio recém-chegado para o cargo de Mestre de Cerimônias. Não posso aceitar o cargo nesse momento e espero que compreenda e respeite minha decisão.'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 20 Empty Legado do Trovão - Olhos da Tempestade

Mensagem por Luke Constantine em 22.09.17 17:20

* Luke não esperava pela recusa de Alef mas conhecia sua honra o suficiente para entender que o Presas de Prata não rejeitaria o cargo por mera picuinha. Não sabia, no entanto, se o gesto era sincero ou ser fazia parte de algum jogo maior. Fosse como fosse, o respeitava, e por esse motivo lhe responde: *
 
- Respeito sua decisão e minha confiança em você permanece inalterada.
 
* Vira-se para o Galliard de saia e, torcendo do fundo de seu coração negro para que ele não fosse tão insano quanto os outros Fianna recém-chegados, faz sua indicação: *
 
- Coração-da-Tempestade, te ofereço o cargo de Mestre de Cerimonias dessa matilha e faço votos para que exerça a função no melhor de seu augúrio.
Luke Constantine
Luke Constantine

Mensagens : 556
Data de inscrição : 28/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 20 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Derek Spencer em 22.09.17 17:31

Spybot - Matilha Olhos da Tempestade / Fúrias Negras

Spybot seguia com seus companheiros e logo é apresentado por Alef para suas irmãs de Seita, era uma situação bem irônica, teriam que combater ao lado de quem queria arrancar a cabeça de Pantaneiro e pra piorar a situação chegava mais um Fianna retardado.

O Ragabash respirava fundo ao ouvir a apresentação do jovem Fianna, uma piadinha bem infame e respondida de forma seca pela Fúria Negra, o que ele esperava afinal? Talvez quisesse treta, talvez apenas fosse mais um Pantaneiro, tinha quase certeza que era a segunda opção. Luke começava a falar e lhe oferece o cargo de Beta diante o restante da matilha, sem pertanejar o Ragabash concorda dizendo:

-"Pode contar comigo, farei o máximo que puder para honrar o compromisso ao cargo que confiou a mim."

Era breve em suas palavras e prefere não se meter no assunto moda, pensava no quão irrelevante aquilo seria, podia ser apenas implicância das fúrias negras pq o jovem garotinho já chegou se mostrando um piadista.
Derek Spencer
Derek Spencer

Mensagens : 313
Data de inscrição : 27/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 20 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Victor Montenegro em 22.09.17 18:19

Victor sorri para pantaneiro, vira-se pra Luke e fala:

- Sem problema.
Victor Montenegro
Victor Montenegro

Mensagens : 906
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 33
Localização : Rio

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 20 Empty Skull-Head (Hominídeo) - Matilha Olhos da Tempestade | Fúrias Negras

Mensagem por Diogo'Papo-Reto' Moncorvo em 22.09.17 19:23

O Alpha tenta segui com o protocolo, mas os comentários das Fúrias Negras é inevitável e, não fosse a nova intervenção do Filho de Gaia, talvez as coisas ficassem numa situação delicada. As apresentações começam a ser feitas e, quando tudo parecia que iria ficar normal, aparece mais uma questão: uma das Fúrias questiona a camisa sarcástico do Galliard. Skull-Head não havia percebido-a, estava ocupado demais construindo uma teoria sólida que explicasse porque os filhos do Gamo tinham tantos problemas em fazer as coisas direito. Era até engraçada, não fosse o teor do momento, afinal que lobisomem usaria uma camisa que lhe denunciasse para todo o resto da sociedade?

Elas pedem intervenção aos meia luas, ao passo que Victor interfere na situação e solicita que o Fianna trocasse de blusa, apesar de afirmar que ela não feria as leis de Gaia em si. As coisas são contornadas e Luke continua a pequena reunião, aproveitando que havia finalmente reunido toda a matilha para delimitar os cargos.

O Senhor das Sombras não hesita, sendo alguns dos cargos esperados, como o de Mestre de Rituais e de Cerimônias. Entretanto, o Theurge se surpreende que Victor não tenha recebido o cargo de Beta da matilha tampouco o de Juiz. Era o Garou mais preparado para os dois cargos, mas não havia sido escolhido. Era mais estranho ainda por ambos se tratarem como filhos do Avô Trovão.

*Estranho!*

Mais estranho que isso era o fato de Spybot ser escolhido como Beta da matilha. Ele era quase um lobo solitário dentro da matilha, com muita pouca experiência entre os membros da Olhos da Tempestade. Era o mais distante de todos e não haviam visto ele em ação, além de ter tido um erro crasso logo na primeira noite. Ficava feliz pelo irmão tribal, mas as coisas não estavam acontecendo como o Andarilho esperava. E ele não sabia o porquê.
Diogo'Papo-Reto' Moncorvo
Diogo'Papo-Reto' Moncorvo

Mensagens : 687
Data de inscrição : 02/07/2017
Idade : 24
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 20 Empty Pantaneiro - Luke / Alef / Will / Olhos da Tempestade

Mensagem por Convidado em 22.09.17 20:44

A Ahroun Fúria negra, a mesma que queria arrancar o saco de Pantaneiro, dá uma chamada em Will fazendo a mesma ameaça. Yorick sabia que ia chegar nesse ponto porque já conhecia um pouco da rancorosidade de Flecha-Voraz. Por sorte a outra Fúria coloca panos quentes pedindo foco. A apresentação do Alef veio para amortecer o momento e pela primeira vez é colocado em patamar de igualdade em sua apresentação. Pantaneiro mal conseguia acreditar que estava escutando aquilo.

"O que ta acontecendo? Não me deixou por último dessa vez..."

Em todo caso, estava satisfeito por aquilo. Parecia que de alguma forma Alef estava vendo que estava tentando progredir ou talvez estava dando uma segunda chance para se redimir da situação ruim que havia deixado. Aquilo seria valorizado ao máximo. As fúrias também se apresentam. Iria correr ao lado delas. 

A camiseta de Will é citada como problema, mas Victor em suas ponderações foi correto. Queria poder defender seu irmão tribal, mas infelizmente o Senhor das Sombras tinha a razão, por isso ficou quieto. Não havia nenhuma lei que impedia de usar aquela camiseta, mas quanto menos chamassem a atenção, melhor.

E então foi a vez do Alpha falar. Cargos eram destribuídos. Primeiro foi o lobo como mestre de rituais, depois Alef como mestre de cerimônias e Pacificador como Juíz da matilha. Até aí tudo certo. Era o correto e o mais justo. Mas daí Luke vem com um papo de ser reeducado, onde seu treinamento havia sido defasado onde Victor seria seu mentor e também seria responsável pela sua nova educação para a nação Garou.

" E quem vai ensinar ele a parar de fazer teatrinhos falsos ou Victor à ser mais honrado com a Seita ou até mesmo Spybot a importância do Véu?"

Pantaneiro não havia gostado da forma que Luke havia o exposto. Havia errado? Sim. Havia trazido problemas por erros bobos e grosseiros trazidos do mundo humano? Sim. Mas não houve nenhum erro que não havia sido disposto a ser corrigido ou se quer repetido no mesmo grau de gravidade. Na opinião do Fianna, Luke não estava agindo certo ou se quer pensava com clareza. Se precisava de reeducação para com seus erros, porque os que erraram também não precisariam? Não havia errado tanto significativamente para que fosse taxado daquela maneira.

Pra terminar com tudo, dá o cargo de beta para Spybot e só então entendeu o que Luke estava fazendo. Via um Alpha que estava distribuindo cargos simplesmente pela política de se manter no poder ou medo de perder a liderança. Tinha o lobo, Alef, Lucas, Victor e até mesmo o Caveira que havia se mostrado muito mais útil que Spybot e não, não foram escolhidos para serem betas e porque Spybot que havia cometido um erro tão grave quanto o seu para ocupar esse cargo?

"Tá jogando, neh Luke?... Tá jogando... To ligado.. Tá com medo..."

Pantaneiro já havia se ligado nas movimentações do Alpha e quais eram seu objetivo. Ao que aparentava se mostrava um fraco e se continuasse assim, não seria possível se manter ao seu lado como havia pedido. Alef para sua surpresa, nega o cargo e um dos seus argumentos era não prejudicar o Fianna com relatos injustos e ressentidos à troco do que aconteceu. Passa o cargo para Will.

"Não acredito..."

A atitude de Alef havia sido nobre. Era uma faca de dois gumes. Agora estava livre para terminar sua vingança sem se comprometer com nada. Ou talvez tinha outro motivo para estar agindo tão de boa fé do nada para com Pantaneiro. Em todo caso, preferia deixar dessa maneira. Will poderia ser mais bondoso em seu julgamento consigo. 

Diante das palavras e das concordâncias, Pantaneiro toma a palavra olhando para Luke:

- Luke, entendo que se preocupe com minhas falhas assim tanto quanto eu. Entendo também que minhas falhas foram iguais à alguns Cliaths aqui dentro da nossa matilha em sua primeira noite correndo juntos, onde teve algumas até pior que a minha em meu ponto de vista. - Olhou para Spybot por ter dilacerado o Véu e agora era Beta. - Concordo que não tive uma boa conduta na noite passada por ainda estar muito apegado aos moldes humanos, mas entendo tamém que apesar da minha má educação recair sobre a matilha, a responsabilidade de melhora é totalmente minha, por isso, um membro de minha Tribo chamado Gannicus, Vingança-de-Arawn, Adren Fianna de meu campo tribal, se dispôs à refazer meu treinamento e me preparar para ser um dos maiores guerreiros dessa Nação. Nosso treinamento diário será sobre nossas tradições, nosso campo, nossas tribos e nossas lutas por Gaia, táticas de combate se colocando assim como meu Mentor Oficial e prometeu não pegar leve com isso. Entendo sua preocupação com o bem estar da matilha quando nomeia Victor para tal função, mas vejo Gannicus muito mais qualificado para me instruir os caminhos dessa Nação até que minha reeducação seja finalizada. Sem falar que Victor já fez muito nessa primeira noite por mim e deixaria-o muito mais atarefado com essa posição, podendo ocupar um potencial necessário para nós, onde seria melhor deixa-lo mais focado para nossa missão. Não vejo necessidade de ter dois mentores para meu re-treinamento. Não sou importante de tanta atenção e sei bem qual caminho devo trilhar pela matilha por esses dois dias de punição onde não poderei me transformar. Espero que me entenda.

Aguardava uma resposta de Luke e enquanto isso, voltou sua atenção rapidamente para Alef e finalizou suas palavras.

- E obrigado por sua generosidade e sinceridade, Alef. É um grande Galliard e não foi intencional te colocar nessa situação. Tenho fé que daria conta do recado tranquilamente, assim como nosso novo Galliard recém-chegado dará.

Acenava positivamente para Alef e depois também para Will depositando grande confiança em seu irmão tribal.


Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 20 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Victor Montenegro em 22.09.17 21:30

Antes que Luke possa se manifestar, Victor intervém em tom cordial, porém firme:

- Yorick, cara, isso aqui não é uma competição de quem errou mais ou menos. A gente não ta aqui pra nivelar por baixo.

- O fato é que por conta de um dos seus erros eu firmei um pacto com a sua prima e esse pacto nao pode ser descumprido.

- É massa que você tenha arranjado um mentor dentro da sua tribo, mas isso não tira a responsabilidade da matilha. Nós ficamos responsáveis por te dar um treinamento melhor e isso vai ter que ser feito; mas relaxa. Certeza que com a ajuda do Fianna em dois tempos você já tá no prumo.

- Você deve está estranhando porque normalmente é o Alfa quem se responsabiliza pelos atos e avanços dos membros da matilha e pelos acordos firmados, já que as maiores glórias também vão pra ele, mas tenho certeza que Luke lhe colocou sob a minha responsabilidade apenas para cumprir os termos do trato. Afinal, nenhum alfa, especialmente um Senhor das Sombras, digno de seu posto faria isso por qualquer outro motivo.


Última edição por Victor Montenegro em 22.09.17 21:55, editado 1 vez(es)
Victor Montenegro
Victor Montenegro

Mensagens : 906
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 33
Localização : Rio

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 20 Empty Pantaneiro - Victor

Mensagem por Convidado em 22.09.17 21:54

Pantaneiro respondeu para Victor:

- Os erros que citei foi um comparativo e não um parâmetro de competição, Victor. Hoje durante o dia eu tive uma conversa com minha prima selando a paz e o desentendimento que houve entre nós. Ela está ciente de que estou fazendo o que posso para obter uma melhora como Garou independente de qualquer coisa. Não procurei um mentor por esporte, ele se despôs a fazer a partir da minha necessidade, assim como minha prima também se deixou a disposição para me ajudar no que for preciso. Como você pode ver, tem muita gente querendo me ajudar já e também agradeço vocês por isso. A responsabilidade é da matilha, mas acima de tudo é de meu interesse melhorar, visto que quem vai ser expulso ou morto caso eu não consiga, será eu, o maior prejudicado. É como você disse: eu aprenderei ou morrerei, mas de qualquer das formas será bom para Gaia ou para essa Seita, consequentemente me preocupo com a matilha e não pretendo morrer essa noite, Philodox. Se eu melhoro, a matilha ganha com isso, todos ganham e o trato que você fez não é nada menos que isso. Não pretendo ser um incomodo ou uma pedra em seu sapato visto que você tem necessidades maiores dentro da matilha. Você é um Garou de suma importância e não quero ser um fardo a ser carregado, por isso reitero a necessidade de não haver dois mentores, pois já tenho um oficial, mas se querem seguir o contexto com uma maior buracracia, tudo bem. Aí é com vocês. Só estou tentando ajudar e agilizar para todos.

Falava em um tom bem franco para com o Juíz.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 20 Empty Skull-Head (Hominídeo) - Matilha Olhos da Tempestade | Fúrias Negras

Mensagem por Diogo'Papo-Reto' Moncorvo em 22.09.17 22:18

Skull-Head escuta o discurso de Pantaneiro com uma cara de tédio, aquele cara falava pelos cotovelos e acabava por dizer nada. Victor tenta colocar panos quentes no mi-mi-mi do Ahroun, mas aparentemente ele era retardado demais para entender e começa a retrucar.

*Caralho! Esse jeca é burro demais, por Gaia!*

Eles tinham uma missão conjunta com duas pessoas desconhecidas e ficar fazendo terapia conjunta na frente delas não iria adiantar muita coisa. O tempo passava e tempo era algo que eles não podiam perder.

*Philodox, acabe com isso e vamos logo para o que importa!*
Diogo'Papo-Reto' Moncorvo
Diogo'Papo-Reto' Moncorvo

Mensagens : 687
Data de inscrição : 02/07/2017
Idade : 24
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 20 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Victor Montenegro em 22.09.17 22:34

- Yorick, a gente trata disso depois da missão la no ponto de encontro, beleza? Vamo dar um pausa que a gente tem coisa mais importante pra resolver. Luke, explica ai a situação e o Plano pro pessoal que a gente ainda tem que levar o William pra conversar com o Totem antes de partir. - Fala Victor de forma firme maneando a cabeça para Yorick como quem pede compreensão.
Victor Montenegro
Victor Montenegro

Mensagens : 906
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 33
Localização : Rio

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 20 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Convidado em 22.09.17 22:47

- Por mim, tudo bem.

Responde Pantaneiro concordando com Victor em deixar esse assunto para depois.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 20 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Convidado em 23.09.17 0:33

William, que nem se tocara que as Fúrias Negras poderiam não entender seu senso de humor, olha para a mulher que o "ameaçara"  quase que com surpresa, mas sem deixar que isso transparecesse. Ao invés disso, ele dá um sorriso de carisma 5 - um sorriso meio avexado, de desculpas - e diz com a voz perfeita:

- É melhor eu aprender a ser menos babaca então, não quero poupar Gaia de mais alguns filhos do Cervo.

Ele fala isso de forma leve, de quem não levara pro pessoal e que não esperava - ou talvez não se importava - que elas também se importassem com aquilo. Ele olha de um para outro membro da matilha, cumprimentando com um rápido aceno de cabeça enquanto eles eram introduzidos e tentando lembrar pelo menos o nome de cada membro do Village People ou da gangue do Marilyn Manson. Não se intimida com a cara de cu de ninguém e continuava amigável e descontraído, mesmo quando o assunto da camiseta - que ele comprara em uma loja de humanos - é colocada como uma possível ofensa às leis Garou. Ele até entreabre a boca, pensando em pelo menos perguntar que erva essa galera do Rio fumava para levar uma frase de camiseta à sério, mas segura sua opinião para si mesmo porque ele era o novato e tinha que se adaptar por mais absurdo que aquilo fosse. Ele olha discretamente - pero no mucho - para o cosplay de modelo anatômico de laboratório - quando falam que ele chamaria atenção demais na rua por causa de uma frase de camiseta, e tentar não julgar o irmão de tribo que deveria ser figurante da novela América e diz, simplesmente,

- Okay? Tá, tá bom. Sem problemas, eu tiro. Ta um calor da porra mesmo, são oito horas da noite e parece que a gente está tomando banho na PISCINA DE LAVA DE HÉLIOS. Só aviso qu...- ele tira a camiseta, ficando initelingível por uns segundos enquanto passa ela pela cabeça - ...cuidado para não se apaixonar. Eu ainda sou de menor e sou um rapaz de família.

O Fianna de cabelos RUIVOS sorri mais uma vez, brincando e mostrando todo o físico magrelo. Era tão branco que parecia poder brilhar na luz ultravioleta, contrastando ainda mais a tatuagem preta azulada de um Cervo estilizado em nós célticos tatuado no meio do peito. Enquanto os cargos da matilha, que ele descobrira ser bem recente, começam a ser distribuídos, ele amarra a camiseta na cabeça como uma bandana à la No Limite. Ele já de perdera do assunto há muito tempo e sua mente já estava divagando quando ouve que seria ele, o novato, um moleque inexperiente cheirando à leite, o Mestre de Cerimônias de uma matilha onde todo mundo parecia muito mais adulto que ele.

- Eita.

A primeira palavra do Mestre de Cerimônias nomeado, e bem expressiva, pois fica óbvia a surpresa dele.

- Poxa, er...obrigado pela confiança...hm...alpha. E... você também, irmão de Augúrio. Eu dou a minha palavra, a de um MacLeod das Terras Altas, que eu dedicarei a minha vida à que nossos nomes e o do nobre Elefante sejam lembrados e nossas canções cantadas pela posteridade.

Ele ficara meio aturdido com a ideia, mas ele sabia o que tinha que fazer mesmo que preferisse ficar mais de boa e curtir a paisagem. Ele nascera para aquilo, fora criado para aquilo e ver aqueles estranhos, seus novos irmãos, depender das habilidades dele para alguma coisa, por mais que fosse assustador, era também empolgante. A partir de então ele começa a realmente prestar atenção à conversa, ele já começa a analisar aquele povo todo e não é difícil detectar que já tinha um plot meio que de Malhação no meio entre o Juíz e o alpha, que ele deixaria para tentar entender depois.  Seu irmão de tribo parecia ter tido problemas com sua educação e o jovem Fianna prontamente diz, quando percebe a deixa:

- Rapaiz...não sei bem o que aconteceu e tal, mas se precisar de alguma coisa eu posso te ajudar. Eu fui criado no meio da nossa Tribo e eu sei uma ou outra história que vale a pena ser ouvida...seria um prazer ajudá-lo a conhecer o Cervo e falar sobre nosso Lar ancestral, sobre os heróis de nossa tribo, as fadas gostos...muito belas - ele olha rapidamente para as Fúrias, encolhendo rapidamente os ombros como se dissesse "meu erro" - sobre o Caçador e os Totens que abençoam as matilhas em nossa terra, sobre nossos irmãos lobos e sobre nossa história...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 20 Empty Pantaneiro - William McLoad

Mensagem por Convidado em 23.09.17 1:11

Pantaneiro escuta as palavras do recém-chegado irmão de tribo e abre um pequeno sorriso. Suas palavras eram sinceras e extrovertidas. Não podia deixar de notar que Will tinha voz muito bonita. Esquiva-se do comentário agressivo das Fúrias, mas quando interpelado sobre sua camiseta, o jovem de cabelos RUIVOS parecia meio perdido em suas ações. Na verdade, pareciam ter deixado-o confuso. Ok, haviam criticado a camiseta, o que era compreensível, mas ninguém pensou se tinha outra para ele vestir.

" Se ele ficar sem camiseta vai ser pior ainda... ainda mais com esse físico magrelo com essa tatuagem no peito... isso sim chama atenção!..."

Eis que depois se seus agradecimentos pelo novo cargo que havia caído em seu colo, Will lhe oferece uma ajuda que via na verdade como uma boa parceria. Aquilo era importante. Ter uma boa relação dentro da matilha era de extrema importância, principalmente agora que Luke estava fazendo movimentações políticas. Ainda bem que já tinha sido avisado para ficar esperto com os Senhores das Sombras. Em todo caso, sorri, acena positivamente e responde Will:

- Pow, xômano... Fico agradecido demais pela sua prestatividade e aceito de bom grado essa ajuda. Na verdade, gosto muito de boas prozas, principalmente se for da nossa tribo, nosso Lar ancestral, nossos heróis, nosso totens, nossa terra, e essas fadas belas aí... me deixa curioso. Amanhã durante o dia nóis se reuni pra tomar umas cachaça e cê já me conta alguns desses contos ai. Mas antes...

Pantaneiro olha pra um lado e pro outro pensando onde poderia arrumar uma camiseta para Will.

- Precisamo arrumar uma camiseta pro cê. Não vai dá pro cê sair na rua assim não. Vai chamar mais atenção do que se tivesse com essa camiseta escrito que é lobisomem. Peraí, vou tentar dar um jeito...

Pantaneiro tinha uns 40 ou 50 reais no bolso. Espera algum filhote que fosse do mesmo porte físico e tivesse uma camiseta mais discreta, o para, e oferece o dinheiro em troca da camiseta para dar para Will.


Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 20 Empty Guardião-Ancestral | Pacificador | Alma-da-Bruxa | Flecha-Voraz - Matilha Olhos da Tempestade

Mensagem por NarraDiva em 23.09.17 11:00

Alef parecia incrédulo com a discussão que se segue à nomeação dos cargos da matilha. Pantaneiro questionava um dos pontos que para ele era impossível de ser questionado. O Galliard, discretamente se aproxima das Fúrias Negras e fala com elas em tom baixo. Sussurros-Solitários, o mais próximo, pode ouvir que ele pede que elas se afastem pois há um problema interno a ser reparado para o bem da missão e as duas acenam em positivo e se afastam. Alma-da-Bruxa diz ao se afastar:

'- Conversem entre vocês e nos chamem quando terminarem. Estamos prontas para partir, aguardaremos próximas à fogueira.'

Diz isso e as duas seguem. Alef olha para todos e fala:

'- Que os juízes e o alfa me punam se eu agi errado mas eu pedi para elas saírem porque não dá para sair para uma missão, numa noite tensa como essa, depois do Pantaneiro ligar a metralhadora de bosta que ele tem na boca aqui. Se ele não entendeu ainda a gravidade dos erros dele, ele é um perigo constante para a matilha e para a missão e eu vou sugerir que deixemos ele no Caern catando lenha à noite toda para que não nos prejudique mais ainda.'

O Galliard olha para Victor e diz:

'- Victor, eu te respeito muito e agradeço que tenha agido para por as coisas no lugar. Pra mim, você é o Garou mais preparado dessa matilha, mas não dá para as coisas ficarem sem ser ditas no português claro para o Fianna entender e, é bom até que o irmão de tribo dele já fica sabendo qual é o nosso problema com a tribo.'

Alef olha para toda a matilha e comenta:

'- Eu realmente me surpreendi com Spybot como Beta, mas acredito que nosso líder pesou na escolha o fato dele ter sido o único de todos nós a agir com sabedoria e falar as verdades que tinham que ser ditas na lamentável cena do fim da noite. Se Pantaneiro não tivesse faltado à reunião de matilha, saberia que Derek foi julgado e na hora de sua punição os espíritos disseram que o véu havia sido reparado e que, por tanto, ele havia consertado seus erros. Então, essa sua olhada nada discreta e nada inteligente, não se justificam.'

O Presas de Prata olha para o Fianna e fala:

'- Mas já que você achou que teve quem errou menos do que você na noite passada, eu faço questão de lembrar a você e a todos os seus erros: você em menos de uma hora de ação da matilha, conseguiu obrigar-nos a matar humanos para impedir o véu de ser dilacerado, perdeu seus fetiches para um vampiro, se não fosse Victor teríamos fetiches perdidos e véu destruído em território de outra matilha. Não contente se mostrou incapaz de subir uma escada, fazendo um grande escarcéu na nossa missão furtiva e quase me matou pela primeira vez. Depois não foi capaz de sua própria Fúria e quase me matou de novo. Se eu tô vivo, se meu filho vai ter um pai e minha mulher não tá viúva, é graças ao Victor e ao Pacificador que me salvaram. Você não consertou nenhuma das merdas que fez. Ainda conseguiu quase acabar com a aliança da sua tribo com as Fúrias Negras berrando como um retardado na clareira central e fez a cena com a sua própria tribo que obrigou Victor a assumir um compromisso. Recolha-se ao seu lugar, aceite que ninguém nessa matilha chegou perto de errar tanto quanto você, que ninguém colocou a vida de outro irmão de matilha em risco, quiçá duas vezes, e que você não corrigiu nenhum dos erros que causou. Dê graças a Gaia por ter o Garou mais preparado dessa matilha como tutor, cale-se, aceite e siga em frente.'

Pacificador imediatamente se intromete falando:

'- Gente, chega. O Alfa dessa matilha distribuiu tarefas a serem cumpridas e não discutidas. Vamos respeitar a hierarquia estabelecida. Victor sabe disso, sabe que o Alfa lhe deu uma ordem, que essa matilha tem um alfa, que as ordens devem ser respeitadas, e que ele tem que reeducar Yorick para que os erros, que são sim, graves, sejam corrigidos. Isso não precisa ser debatido ou discutido e não cabe à Yorick questionar. Vamos seguir em frente. Acho que Yorick já entendeu que os erros dele foram os mais graves da noite e tenho certeza que ele vai se dedicar a se tornar um Garou melhor com a ajuda do nosso irmão Philodox Senhor das Sombras.'

O Juiz encerra dizendo:

'- E queria parabenizar o Alfa pelas escolhas feitas. Agradecer o posto de Juiz. Dizer que gostaria que Victor me ajudasse, acho que podemos dividir as funções. Eu fico com os julgamentos e ele com a decisão sobre as penas. Não vejo um Garou com tanta sabedoria para pesar as penas como Justiça-do-Predador e é uma forma de valorizar nosso Philodox e garantirmos dois olhares sempre nas situações. E queria reiterar que os espíritos comprovaram que nosso Beta reparou o véu e eliminou os riscos que advém do incidente da noite passada. Já foi julgado, punido e absolvido pelos espíritos. Devemos seguir em frente e parar de tentar rankear quem errou mais ou menos. Nossa meta deve ser que cada um melhore como Garou, corrigindo o que errou. Esse é o caminho.'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 20 Empty Narração - Pantaeiro

Mensagem por NarraDiva em 23.09.17 11:07

Diante da cena da matilha, nenhum filhote passa por ali para ser subornado por sua camisa.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 20 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Derek Spencer em 23.09.17 12:18

Spybot - Olhos da Tempestade/Pantaneiro

Derek estava tranquilo esperando as diretrizes finais com relação a missão começarem quando é surpreendido pelas palavras de Pantaneiro, achava que com todas as coisas que tinham rolado na outra noite e conversas o Fianna tivesse absorvido algum conhecimento e soubesse quando se manter quieto, calado, na dele para que não falasse merda como estava falando naquele momento. Se tivesse tido um pingo de responsabilidade para pelo menos aparecer na Reunião de Matilha ele saberia que os erros de Spybot tinham sido mínimos se comparados ao dele, como o Juiz da matilha muito bem expôs.

Não adiantava tentar procurar ajuda fora da matilha, dizer que estava tentando ser melhor se não sabia o seu lugar. A única atitude que Derek toma, por sua vez, é coçar a testa e assim que Alef termina, Derek diz:

-"É, além de Galliard, o Ahroun quer fazer papel de Juiz, julgando qual erro foi pior ou não. Parece que vamos ter bastante trabalho pela frente, senhores."
Derek Spencer
Derek Spencer

Mensagens : 313
Data de inscrição : 27/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 20 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Sussurros Solitários em 23.09.17 13:03

O Lobo observa a chega de mais jovem garou estranho, juntamento com a chegada matilha. E observa silenciosamente o desenrolar de toda aquela conversa sentado e imóvel apenas fazendo pequenos gestos afirmativos quando seu nome é mencionado. A Matilha pode perceber que o lobo está diferente, é algo quase palpável, o lobo está com um aspecto mais sombrio não faz nenhum tipo de expressão de festa com a chegada da matilha e até o seu pelo parece mais escuro como se envolto em sombras e apenas marcando ainda mais os seus grandes olhos amarelos.

Alguns pontos da conversa chamam mais a atenção do lobo:

- Sobre a apresentação do novo membro de matilha:
*Mais um membro para a matilha... Conveniente que Estrela-da-Manhã mande mais um Fianna para nós... Terror das Novinhas? Quem são essas novinhas e por que ele as aterroriza? Não entendo o que está escrito nesta roupa de macaco mesmo... Então não me importa....*

- Sobre a distribuição de cargos:
*Honrarei a confiança do Alfa como mestre de rituais desta matilha. Pacificador como Juiz? O mais domesticado de nós? Alef como mestre de cerimônias faz sentido, mas ele não pode aceitar e o desconhecido assume o cargo... Veremos então... SPYBOT COMO BETA?! O Garou que mesmo passou tempo conosco? Qualquer outro garou eu entenderia, mas por que ele? Não faz sentido... Não entendo o que se passa na cabeça do alfa!*

- Sobre o discurso do Pantaneiro:
*Como falam esses malditos macacos! Justo hoje que a lua está em meu augúrio e tudo o que eu quero fazer é dilacerar a garganta de algum inimigo eles insistem nesse maldito falatório.*

A fúria ardia em seu peito e a falta de paciência em clara em sua voz que estava quase rosnando:

"- Chega de falação. Vamos a Umbra apresentar Coração-da-Tempestade ao Elefante e honrar nosso Totem." o lobo agora se põe de pé em suas quatro patas enquanto fala.

"- Coração-da-Tempestade, bem-vindo. Nós somos abençoados pelo Elefante, um poderoso totem de Guerra da ninhada do Uktena. Um totem de guerra e magia, ele te tornará poderoso e abençoará a ti como membro da matilha. Em troca não pode nunca usar nada que seja feito do corpo dos Elefantes e devemos proteger de todas as formas os seus filhos terrenos. Este é o dogma do totem, lembrem-se todos e o honrem com seus feitos de batalha nesta noite."

O Lobo já encosta na lateral do alfa enquanto espera que os demais irmãos de matilha estejam unidos para que possam fazer a travessia e invocar o totem.
Sussurros Solitários
Sussurros Solitários

Mensagens : 847
Data de inscrição : 04/07/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 20 Empty Skull-Head (Hominídeo) - Matilha Olhos da Tempestade | Fúrias Negras

Mensagem por Diogo'Papo-Reto' Moncorvo em 23.09.17 13:21

Skull-Head via as coisas se resolverem, mas era evidente que aquela papagaiada do Ahroun não iria passar sem ao menos uma comida de cu segura. Alef pede que as Fúrias se afastem um pouco e começa o seu discurso, como só um ótimo Galliard saberia fazer. Ele já começa pedindo desculpas, algo que o Theurge achava desnecessário: Alef havia feito o que tinha que ser feito, o Fianna não era mais criança e precisava perceber isso de uma vez por todas, ou morreria. O Galliard continua falando sobre a nomeação do Beta e logo de início joga mais um dos erros do Pantaneiro na sua cara.

*Ui! Podia ter dormido sem essa, viu!*

A partir daí, o Presas de Prata numera os erros crassos do Ahroun e a cada um, ele dava mais um soco figurado no estômago do lua cheia. Ele lembra sobre a quase violação do Véu,...

*TXOMAN!*

... Sobre a falta de furtividade e a primeira tentativa de matar o Galliard,...

*Essa doeu até em mim, carai!*

... Sobre o descontrole em Fúria durante a batalha com a segunda tentativa,...

*Vixe, Alef tá acertando no calcanhar de Aquiles, véi!*

... E finalizando no fardo que ele teria sido para sua Tribo ao quase destruir uma das únicas alianças que os Fianna tinham.

*Caralho, galado! Alef arregaçou com o cu do Rick agora!*

O lua gibosa provavelmente tinha muito mais coisas para falar, mas Pacificador intervém e termina com o papo, não sem antes Spybot soltar uma frase simples mas duramente mortal. Se estivesse numa roda de amigos sua, Skull-Head teria vaiado o Fianna diante de sua derrota, mas estavam em matilha e preferiu ficar caladinho, na sua. Preferia pensar nos baseados que fumaria mais tarde. Para completar, o lobo finalmente fala e manda todo mundo calar a boca, que eles tinham muito o que fazer ainda. O Uktena toma as rédeas da situação e direciona os rumos da matilha para a  apresentação do novo membro ao Totem. Nesse momento, o Andarilho se une ao coro do lupino:

'- O Uktena tem razão. Temos um irmão para apresentar ao nosso Totem e uma traidora pra matar! Já perdemos tempo pra caralho aqui!'
Diogo'Papo-Reto' Moncorvo
Diogo'Papo-Reto' Moncorvo

Mensagens : 687
Data de inscrição : 02/07/2017
Idade : 24
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 20 Empty Pantaneiro - Alef / Luke / Olhos da Tempestade

Mensagem por Convidado em 24.09.17 1:20

"É um verdadeiro grande filho de uma puta..."

Esse era o pensamento de Yorick ao ver a atitude de Alef. Pantaneiro achava aquilo extremamente desnecessário visto que o assunto já tinha sido encerrado e principalmente porque a palavra havia sido direcionada ao Alpha. Ele não era o Alpha. O Fianna tinha consciência de seus erros. Tinha consciência de suas falhas e não estava questionando isso, mas Alef era ignorante o suficiente para não perceber ou se aproveitava daquele sentimento de vingança para expor o Ahroun ao ridículo.

"Não faz isso... Não joga sua vida fora por ele, Yorick... Ainda não vale a pena..."

Pantaneiro estava verdadeiramente pensando em abandonar a matilha ou deixar sua fúria falar mais alto e cometer uma atrocidade que tiraria sua vida. Seria muito mais fácil. Óbvio que matar Alef teria a morte punição, mas com certeza seria uma morte feliz. A ideia nunca parecia tão agradável depois de ver a cena que o Galliard havia criado. Perguntava a si mesmo se havia se abdicado do cargo de mestre de cerimônias simplesmente pra ter mais tempo de ficar atazanando sua vida, em todo caso, nada justificava todo aquele show atrasando mais ainda a missão da matilha afastando as fúrias. Pantaneiro, no final das contas, havia ficado muito irritado com aquelas palavras.

Pacificador mais uma vez faz jus ao seu nome. Encerra aquela discussão. No entanto, Spybot parecia ter ficado bravo com a verdade e com certeza não havia entendido falando bobagem. Era estúpido ao pensar que pelo fato de ter corrigido seu erro isentava do ter errado. A verdade realmente doía e entendia aquele ataque. Se lembraria disso. O lobo então põe objetividade na missão já que Luke não fazia isso. Na verdade, se Luke tivesse se posicionado em um primeiro momento dando um "sim" ou "não", ou quem sabe qualquer outra resposta, não teria dado margem para Alef fazer o que fez. 

Disse então:

- Alef, o assunto já havia sido encerrado e honestamente achei totalmente desnecessário esse seu show, uma vez que minhas palavras era para o Alpha, o veredito é dele e já estamos muito atrasado pra isso. Em momento algum me isentei das minhas falhas, contestei as ordens do Alpha ou disse que não aceitaria Victor como mentor, apenas fiz uma sugestão e disse que não fui o único a ter erros dentro dessa matilha. Fui julgado, punido, vou pagar um preço alto pelo meus erros e pra corrigi-los de imediato só seu eu voltar no tempo e desfazer tudo que foi feito. Se você quer chutar cachorro morto e se promover nas minhas custas porque tá todo nervosinho pelo que aconteceu na noite passada, onde já disse que não foi intencional e te pedi desculpas, vai em frente. Não me importo. Esse seu desejo de vingança ainda vai ser sua ruína.


Disse isso para o Galliard e então voltou para Luke finalizando e dando o assunto por encerrado mais uma vez.

- Desculpe o transtorno da minha parte, Luke, mas achei pertinente te fazer essa observação sobre Vingança-de-Arawn já que resolveu tocar no assunto somente agora. Não imaginei que fosse causar tudo isso. Em todo caso, estou pronto para prosseguir com a missão.

Devido ao show do Presas de Prata, nenhum filhote aparecia por perto para poder negociar uma camiseta para seu recém-chegado irmão de tribo. Ainda tentaria dar um jeito nisso se tivesse como.
______________________
OFF GAME:
Pantaneiro ganhou 01 de Fúria.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 20 Empty Guardião-Ancestral | Pacificador - Matilha Olhos da Tempestade

Mensagem por NarraDiva em 24.09.17 9:12

Pantaneiro tirava Alef do sério e era visível isso. Quando Pantaneiro tenta dar uma resposta, o Presas de Prata fica à vontade de romper o silêncio pedido pelo lupino, visto que Pantaneiro já tinha rompido o mesmo:

'- Quem encerra assuntos é o alfa, não você! Eu pouco me importo com suas desculpas, com o que você pensa, se é que pensa, ou com o que você se importa. Quero mais que pegue todo esse seu blá-blá-blá falso e enfie no olho do cu. Você não tem que falar nada. Tem que ficar quieto, aceitar e melhorar sua conduta. Suas palavras não valem de nada se não vierem acompanhadas de atitude.'

Pacificador se intromete, olha fixamente para Luke e diz com uma firmeza jamais vista antes:

'- Por favor, parem agora. Ou terei que agir como juiz dessa matilha.'

E, logo em seguida olha para Alef que contrariado não segue com sua fala. No entanto, o Presas de Prata encarava o Fianna e seu olhar era de puro ódio para o Ahroun.
Like a Star @ heaven Pantaneiro ganha +1 de Fúria
Like a Star @ heaven Pantaneiro deve fazer um teste de Fúria com dificuldade 7 (Lua do Theurge) ver se entra ou não em Frenesi
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 20 Empty Pantaneiro - Olhos da Tempestade

Mensagem por Convidado em 24.09.17 13:12

"Foda-se..."

Era o último pensamento de Pantaneiro que sente sua fúria explodir em seu peito. O Fianna havia chegado ao seu limite de raiva. Havia suportado muita coisa dita e aquela era a última gota que derramava o copo. Sentia seu corpo sendo dominado pela fúria e só se deixou levar por ela se transformando em um enorme Crinos avermelhado e partindo instantaneamente para cima de Alef e desferindo um poderoso golpe com as garras na altura do peito do Galliard acertando e cravando suas garras profundamente fazendo jorrar sangue para todos os lados e atirando para longe o Presas de Prata.

Sua fúria ainda queimava, sua sede por sangue ainda era necessária. Estava em frenesi. Antes que pudesse dar um segundo golpe em Alef e terminar de uma vez por todos com a vida daquele Presas de Prata ignorante, Pacificador se interpõe entre os dois e totalmente tomado pela fúria, parte para cima do Juiz, onde acerta três poderosos golpes e sendo no último também acertando o peito do Filho de Gaia que voa para trás caindo ao lado de Alef. Sangue também voava para os lados. Dos três golpes que Pantaneiro havia dado, o Juíz ainda havia conseguido defender dois, mas o terceiro havia sido fatal. Pacificador era quem Pantaneiro mais valorizada dentro daquela matilha e se não estivesse tomado pela Fúria, nunca faria uma coisa daquela, mas fez. Não tinha ideia do que tinha feito ou se quer como havia chegado naquele ponto. As coisas havia saído de controle de uma forma que não esperava. Se destino mais uma vez era traçado em desavenças e parecia estar ligado diretamente ao fracasso desde que havia pisado no Rio de Janeiro. Isso só deixava as coisas piores. Só tornava a vida do Fianna em uma maior desgraça difícil de reverter.

Se Alef reclamava que quase havia perdido por duas vezes sua vida, já poderia pedir música no fantástico, porque agora era a terceira e essa havia chego bem perto mesmo.

Ao final das contas, o Galliard estava estirado no chão desmaiado com um ferimento muito grave e sangrando muito. Pacificador também. Pantaneiro não sabia qual seria seu destino, mas aquilo só piorava e muito sua situação.

___________________________
OFF GAME:
Pantaneiro entrou em Frensi com 4 sucessos. affraid
Deu 11 de Dano Agravado em Alef. Smile
Deu 7 de Dano Agravado em Pacificador. Sad
Deixou um cicatriz profunda no peito de Alef e de Pacificador. Rolling Eyes

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 20 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Convidado em 24.09.17 13:26

Will abre um sorriso muito amigável para Pantaneiro quando ele agradece sua disposição para ajudar, mas não era qualquer esforço para o garoto recontar as histórias que tinha sido criado ouvindo. Ele amava a tribo acima de qualquer coisa que não sua família ou Gaia, e ajudar um irmão a se educar era um prazer que ele esperava não ter antes de chegar à Adren. A oportunidade parecia boa demais, como o natal um mês depois.

- É nóis, cuzão. Mas pode deixar que to suave exibindo meus músculos aqui...nem se preocupa.

Diz isso, passando um ar de riso com o olhar depois que o Fianna sugere que ele tenha outra camiseta. Por partes porque realmente tava achando aquele lugar um inferno de quente, mas também pq não queria os germes de ngm em cima dele, não se importava em não ter uma camiseta. Mas o clima amigável vai, rapidamente, para o caralho segundos depois. Primeiro foi o próprio Pantaneiro, querendo uma treta... Por ter sido criado em uma família Fianna com outros 3 Garou embaixo do mesmo teto todos os dias, William meio que até esperava por isso, mas depois vêm o piti do outro Galliard cujo nome Will tentava se lembrar. Porra, aquela era mesmo a melhor hora para ficar incitando a insatisfação dos membro da matilha contra eles mesmos? Antes de uma missão? Dentro de sua concepção, achava que o Fostern estava agindo contra o próprio augúrio com aquela atitude, e tenta até interferir, dizendo:

- Gente, calma aí...

Mas ele nem tinha como ser ouvido, pq o mal já estava instaurado e os dentes começam a ser arreganhados de ambos os lados. Outros até tentam intervir, mas era meio óbvio que não ia ficar assim... Já vira demais aquele tipo de situação, tantas e tantas vezes que William até fica esperto para o que já imaginava ser o próximo passo da briga que deveria incluir sangue e choro.

Mas não tanto!

- Eita porra.

É a única frase que Will tem tempo de falar enquanto usava sua fúria para assumir a forma de batalha diante do descontrole do irmão de tribo que atacara outros dois Garou. Se ele era alto enquanto humano, em Crinos ficava gigantesco ainda que com uma aparência cumprida por ser mais magro que o comum. Os pelos longos do corpo híbrido de homem e lobo eram um misto de castanho, cinzento, branco e alaranjado. A imagem perfeita dos heróis das canções de sua tribo, reforçada pela Raça-Pura radiante do Galliard. O Cervo tatuado em seu peito não desaparece, pelo contrário, se expande, aparentando um tom de azul ainda mais nítido por conta da Gnose contida neste fetiche encrustrado em sua pele. Will flexiona as pernas e pula na direção de Pantaneiro meio segundo depois de ele ter atacado os irmãos de matilha, usando o peso de seu corpo e a força da forma guerreira para levá-lo ao chão. O Galliard imobiliza-o antes que ele pudesse fazer alguma merda ainda maior sob o toque da Wyrm em seu coração e com a mão direita ele afunda a cabeça de Pantaneiro na grama, para que ele nem pudesse olhar para os lados e alimentar a fúria contra o Presas de Prata e o Filho de Gaia.

- TIRAR ELES INTEIRO DAQUI ANTES QUE TER QUE TIRAR POR PARTES! CURAR...O GALLIARD...
RÁPIDO!


Ele meio grita, meio rosna para a matilha na língua Garou, enquanto forçava Pantaneiro no chão para que ele pudesse recobrar o auto-controle. Já esperando ser atacado tanto por ele quanto pelos outros dois caso a Fúria tocasse o coração deles também.

__________________________
Will teve 6 sucessos no teste de força para segurar a franga do Pantaneiro. São necessários 6 ou mais sucessos no teste de força para se soltar da imobilização.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 20 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Victor Montenegro em 24.09.17 14:13

Tudo parecia encerrado, mas Pantaneiro aparentemente havia acertado um nervo de Alef.

*Pelo Trovão*

O Galliard fala e aponta todas as cagadas nas ações e no discurso de Yorick e reduz o Fianna a poeira de peido de borboleta. É visível o aumento da fúria no coração de ambos.

*Puta merda, Alef.*.

Pantaneiro, que nao sabe a hora de calar a boca e engolir o sapo, retruca e recebe mais uma humilhante resposta do Galliard.

*Por Gaia, alguém imtervenha!*

Victor não ia mais intervir. Havia feito a sua parte e cabia ao Alfa ou ao Juiz da Matilha intercederem agora para controlar os ânimos. Pacificador ainda ensaia uma intervenção, * Quem diabos pede por favor e ainda avisa que vai "ter que agir como juiz"?!* mas era muito pouco, muito tade...

Pantaneiro, mais uma vez, é tomado pela Fúria e parte com tudo para cima do Presas de Prata atravessando o peito deste com as suas garras.

Lukas ainda se coloca no meio para tentar proteger Alef, apenas para também ser dilacerado pelas garras do Ahroun.

É então que o Fianna recém chegado assume rapidamente sua forma de batalha e começa a imobilizar seu irmão de tribo.

*Merda. Ele não vai aguentar muito tempo.*.

Victor corre na direção de Alef e Pacificador, duas orbes brancas brotam de suas mãos e ele as esmaga no peito dos companheiros caídos enquanto fala em tom de comando:

SUSSURROS, LUKE, SEGUREM O PANTANEIRO.


Última edição por Victor Montenegro em 24.09.17 14:32, editado 1 vez(es)
Victor Montenegro
Victor Montenegro

Mensagens : 906
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 33
Localização : Rio

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 20 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Sussurros Solitários em 24.09.17 14:25

O desenrolar de tudo é tão rápido que o lobo mal tem tempo para falar alguma coisa, ofensas são trocadas por Guardião-Ancestral e Pantaneiro.

*Malditos sejam todos os macacos, seu sentimentos e suas línguas!* Pensa o lobo enquanto assiste horrorizado Pantaneiro dilacerar o Filho de Gaia e o Presas de Prata da matilha.

Rapidamente Justiça-do-Predador lhe pede para que junto com o Alfa segurem o Ahroun em Frenesi.

*PUTA QUE PARIU! PELO CHIFRES DO UKTENA, SE EU SOBREVIVER A ESSA MERDA VOU ARRANCAR A LÍNGUA DESSES MALDITOS MACACOS FALADORES*

O lobo usa a sua fúria para mudar para Crinos e tenta segurar o Ahroun da melhor forma que pode esperando que o Alfa vá junto e, em parte, também esperando que alguém nesse lugar amaldiçoado que insistem em chamar de Caern ajude a matilha nesse momento.

OFF GAME: Gasto 1 ponto de fúria para mudar para Crinos e vou tentar segurar o pantaneiro na base do encontrão, rezando para que o Grande Uktena não me deixe morrer nessa merda.
Sussurros Solitários
Sussurros Solitários

Mensagens : 847
Data de inscrição : 04/07/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 20 Empty Guardião-Ancestral | Pacificador - Matilha Olhos da Tempestade

Mensagem por NarraDiva em 24.09.17 16:37

Sussurros-Solitários dá um encontrão e cai por cima dos dois Fiannas, dificultando ainda mais a ação de Pantaneiro. Victor, rapidamente, usa os amuletos dados por Lukas para evitar que o pior acontecesse. Os dois lentamente vão despertando em suas formas raciais com um Pantaneiro raivoso sendo controlado por William e pelo Lupino. Alef ainda estava meio tonto, mas Lukas não tem tempo para pensar muito e já agradece à Victor:

'- Obrigado irmão Victor, cuide do nosso irmão Galliard que vou resolver isso.'

O Philodox tinha uma marca diagonal em seu peito do golpe de Yorick e comenta se aproximando do "montinho":

'- Eu não queria fazer isso, mas é o único jeito.'

O Filho de Gaia se concentra e com o uso de sua Gnose, começa a remover toda a Fúria de Pantaneiro. Ao fim do rápido processo, o Fianna, em Crinos, sem fúria alguma, já tem o controle mental de suas ações. Sentado no chão, ainda confuso, Alef comenta com Victor:

'- Eu não tenho como correr com essa matilha. É impossível pra mim.'

O Galliard tinha um tom de derrota pessoal em sua fala e parecia sincero nas palavras ditas ao juiz. Pacificador, tendo feito a cura, diz:

'- Nenhum pio mais sobre o que aconteceu aqui. Pantaneiro e Guardião-Ancestral, os dois, na minha frente, agora e calados. Sem mais provocações.'

Lentamente Alef se levanta e caminha até onde estava o Juiz. Lukas aguarda que Pantaneiro faça o mesmo.

Like a Star @ heaven Pacificador obteve 5 sucessos no dom Acalmar e removeu toda a Fúria de Pantaneiro
Like a Star @ heaven Pantaneiro saiu do Frenesi
Like a Star @ heaven O amuleto curou todo o dano sofrido por Pacificador e Guardião-Ancestral
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 20 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 20 de 40 Anterior  1 ... 11 ... 19, 20, 21 ... 30 ... 40  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum