Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista)

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ir em baixo

Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista) - Página 3 Empty Re: Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista)

Mensagem por Gabriel Villas Boas em 04.03.19 15:38

FORMA: CRINOS
FETICHE: BASTÃO DE ISKAKKU

Assim que muda para forma de combate, guiado pela liderança do Senhor das Sombras, Gabriel estava pronto para ascender à batalha. Algo, porém, o retesa. Havia um novo sentimento. Não como a sensação mau agouro que o vinha acompanhando. Era algo pior, como se o seu ímpeto de batalha fosse tragado para dentro da mais completa e prístina escuridão. 

* Uktena...*

Atraído pela manifestação emergente em Sussurros Solitários, o Filho de Gaia sente o coração impingido na aterradora desolação do Abismo, algo tão antigo e primevo que não beira a compreensão. Hipnotizado pelo breu, Gabriel não pensa, não move, não respira - era como se não houvesse oxigênio. Então, um fluxo de fúria e adrenalina aflinge o seu corpo. Cada célula sua gritava, prestes a sucumbir ao medo do desconhecido. 

Eis que, em meio ao limbo para onde sua mente havia sido tragada, lampejos rasgam as trevas. Corpo e mente reagem. Como quem estava sufocado, o Filho de Gaia puxa o ar para dentro dos pulmões e, superando o terror do Abismo, vocifera um gutural e grave:

"- NÃO!"

Gabriel não sabia o que havia acontecido, mas havia plena certeza que por muito pouco não sucumbiu ao instinto animal. Em meios a entender o que havia sucedido, ele observa a situação dos demais.
Gabriel Villas Boas
Gabriel Villas Boas

Mensagens : 264
Data de inscrição : 25/05/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista) - Página 3 Empty CRINOS - TODOS

Mensagem por Bjorn, o batuque de Thor em 04.03.19 15:51

O Skald treinava arduamente para não perder o controle e ceder aos impulsos da besta interior afinal era ele que deveria permanecer consciente para contar o que ocorrera ali. E mesmo assim todos os dias treinando não o prepararam para a aterradora cena que presenciava ali. Bjorn estava esperando Sieg e os outros retirar um pedaço do T-Rex para acerta-lo em cheio assim como O Senhor das Sombras ordenou. Ele grita para inspirar seus companheiros, quando os olhos do Alpha da matilha Olhos da Tempestade escurecem como a noite. Uma aura gélida quase tangível emana de Sussurros Solitários, o frio percorre a coluna do cria e congela seu sangue, seu coração acelera, todos seus pelos eriçam, seus sentidos vão a mil e mesmo assim se sentia desprotegido, acuado, um instinto de suas entranhas o congela por um segundo, suas pernas falseiam, esse era o instante antes de correr, como se sua vida dependesse disso. 

*EU NÃO VOU ABANDONAR O MEU POSTO! EU PRECISO CONTINUAR LUTANDO*
  
A sua Besta sabia que instintivamente que aquele poder não pertencia a tríade e nem era deste mundo, ela apenas queria sair dali preservar a sua existência era a sua prioridade. Ceder a besta era ter a certeza que sairia vivo dali. 

*HOJE NÃO!*

Bjorn com muito esforço consegue subjugar seus instintos e grita para sua Besta afugentando-a. 

-HAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA. HOJE VAMOS LUTAR OU MORRER, FORTALEZA DE GAIA NÃO RECUA! -Vocifera para todos
Bjorn, o batuque de Thor
Bjorn, o batuque de Thor

Mensagens : 155
Data de inscrição : 03/12/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista) - Página 3 Empty Forma Crinos - Fortaleza de Gaia/Olhos da Tempestade

Mensagem por Convidado em 04.03.19 18:56

Já sabia quando tudo começou quem estava dando as cartas por ali. O Senhor das Sombras da matilha Olhos da Tempestade tinha todas as informações que precisavam...e uma atitude desagradável também. Nada que não esperasse de um representante da tribo. Os Senhores das Sombras e os Presas de Prata sempre achavam que sabiam de tudo e talvez essa fosse a sua função entre os Garou. Mas pedir para que os Crias de Fenris não se sentissem empolgados com o combate por vir era como pedir para que um peixe parasse de nadar. Ele poderia ate disfarçar...mas sua natureza nunca o faria encarar aquela situação com parcimônia. Não porque os Crias não soubessem de seu dever com o Caern e com a própria Wyld e os outros Garou...mas você so pode ser realmente bom naquilo que ama. E os fenrir amam um bom combate.

O Andarilho do Asfalto de sua matilha havia aparecido também. Não tinha certeza se era muito franzino ou o Pantaneiro que era muito grande. Talvez um pouco dos dois. Fosse o que fosse ele estava lá. E por algum motivo toda vez que o via ele sentia o fedor da Weaver. "Deve ser uma coisa de todos os Andarilhos".

Os eventos que se seguiram, toda via, causaram um impacto muito maior. Primeiro a chegada de dois anciões Presas de Prata em uma moto barulhenta. Os Garous naquele lugar encarnavam quase todos heróis do passado, mas poucos faziam jus ao seu legado como os dois campeões da Wyld. Guardião-Ancestral e Falcão-Vingador-de-Caronte eram mais do que descendentes das lendas, eles eram duas lendas em si encarnadas. "Se tem Presas de Prata que fazem jus ao respeito que reivindicam, são esses dois".

Porém nem bem haviam chegado e o inesperado aconteceu: um dinossauro enorme arrebentou o portão da praça e veio de encontro ao grupo

- Puta merda!


Todos começam a se mexer, mas não da melhor maneira imaginável. Primeiro o Uktena da Olhos da Tempestade lhes pede para que não matem a criatura. "Ah, claro! Quer mais alguma coisa com o seu pedido?". Amon, o Peregrino Silencioso de sua matilha, começa a se mover para tentar atrair a criatura de volta para a mata, algo que não conseguiria executar sozinho. O Pantaneiro, ciente disso, começa a se mover junto e Uller se prepara para cobrir as laterais, mas Siegfried faz uma demonstração impressionante de força e arremessa a besta de volta para a mata. "Agora eu senti firmeza garoto". Porém esse seria apenas o primeiro problema da noite; assolado com a situação em que se encontravam, Ossos-de-Carvalho começa a emitir ordens...entre elas a de se transformar bem ali no meio da cidade.

- Cacete, não!


Mas era tarde. Ele entrou em sua forma de batalha pronto para derrubar o dinossauro...e foi quando aconteceu. Bem ali naquela praça do Rio de Janeiro apareceu ninguém menos do que..."Filho da mãe! É Margrave Konietzko!". A lenda dos Senhores das Sombras. Totalmente possuído pela Weaver. De repente os dois Presas de Prata não pareciam mais tão acima da situação. Talvez precisassem de mais heróis em seu campo. O Falcão-Vingador-de-Caronte se prepara para batalha e declara guerra, tentando proteger a vida de Ossos-de-Carvalho. A situação estava ficando feia...e o sangue de Uller começou a ferver de excitação. O peso estranho da película também se dissipou e aquele cheiro de urina estranho que ele vinha sentindo desde que chegou pareceu até mesmo apaziguar.

O Senhor das Sombras da Olhos da Tempestade assumiu o controle da situação, emitindo ordens, como era de se esperar. "É isso aí...fica aí gritando enquanto a gente derrama sangue". O Pantaneiro soma sua voz ao comando e Uller faz menção de se deslocar na direção da floresta.

E novamente alguma coisa acontece. Como se não tivessem problemas o suficiente, havia algo de errado com o Uktena da Olhos da Tempestade. Seus olhos tornaram-se duas poças negras e uma sensação primordial percorreu-lhe a espinha. Uma que não sentia a tempos: a sensação do perigo. Os outros Garou podiam sentir também. Por um breve momento Uller pareceu enxergar um fantasma amorfo a sua frente, uma miragem entre as luzes dos relâmpagos da Weaver. "Foge daqui cãozinho assustado", parecia dizer o fantasma; "Eu falar que Fenris ser cachorrinho covarde de Odin. Ladrar, rosnar, mas não morder". A voz do espírito zombeteiro que haviam encontrado na Umbra.

Uller deu um passo a frente.

- Crias de Fenris não fogem.

Deu outro passo adiante, atravessando a figura espectral


- Crias de Fenris não se rendem sem lutar!


E começou a correr na direção do dinossauro caído.


- Crias de Fenris são os donos do campo de batalha! E nem mesmo o próprio abismo vai aterrorizar o coração deste fenrir!


E disparou através do portão despedaçado da entrada da mata. Ao fundo o uivo de Bjorn aumentava sua fúria. Quando se aproximou do dinossauro lembrou de seu treinamento na Sibéria, com o Fenris que chamavam de Punho-que-Quebra-Montanhas. O inimigo estava no chão. Imobilizar. Hora de escolher um ponto de ataque. Um golpe bem colocado em sua perna e ele não conseguiria mais se mover, ainda mais com aqueles braços curtos. Um rugido feroz emanou de sua garganta quando ele se transformou e assumiu a forma de um grande Crinos. Ele saltou sobre a parte sensível do fêmur do dinossauro, sua força amplificada pelo dom da Wyld e com um só golpe arrancou-lhe uma das pernas.

O sangue jorrou imediatamente pelo seu corpo, escorrendo-lhe pelos ombros, pelos dentes, sobre as garras. E segurando a pata decepada do dinossauro, respondeu ao chamado de Bjorn.

- HARUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUULLLLLLLLLLLLLLLLL


_________________________________________________________________________________________________

Off game:
1 ponto de força de vontade gasto para resistir ao frenesi raposa.
2 pontos de fúria utilizados para ações adicionais

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista) - Página 3 Empty Lança-de-Hórus | Olhos da Tempestade | Fortaleza de Gaia

Mensagem por Convidado em 04.03.19 19:39

Forma atual: Crinos
Fetiche ativo: Presas do Tigre (+2 destreza)
Dom ativo: Velocidade do Pensamento
Efeito ativo (Bjorn): chamado da Wyld (+2 dados)

Amon mal havia assumido a forma de combate quando ouve o Senhor das Sombras da Olhos da Tempestade começar a despejar ordens. Ele sabia que não era de bom tom um Alfa se meter no comando da matilha de outro Garou, mas isso era algo que Pantaneiro deveria resolver depois com Victor, mas, aparentemente, não seria necessário, já que o Alfa da Fortaleza de Gaia acata as ordens do Senhor das Sombras imediatamente.

"Com todas aquelas cicatrizes, eu esperava que Pantaneiro honrasse mais o posto que tem..."

Balançando a cabeça para fazer os pensamentos se desvanecerem, o Peregrino começa a se postar para o ataque e ouve o uivo de Bjorn. Seu irmão de matilha convocava a força da Wyld para auxiliar seus irmãos. O espírito de Amon se enche com a força invocada pelo Galliard de sua matilha.

Poucos intantes depois, uma energia obscura toma conta do local. Uma energia primordial que não pertence a nenhuma das entidades da Tríade. Uma energia que carrega desespero.

"O Abismo!"

Sua resolução permanece firme. Ele havia prometido a si mesmo que nenhum Garou poderia dizer que ele havia fugido da batalha e ele honraria a Coruja. Nada o faria deixar a luta naquela noite, a continuidade da nação Garou dependia dos atos que realizariam ali, naquele Caern perdido.

Bjorn permanece firme e um dos membros da Olhos da Tempestade também. E então o Peregrino vê Uller se transformar e cobrir toda a distância até chegar ao dinossauro ainda caído. Um golpe do Fenris é o suficiente para arrancar uma das pernas da criatura e lançar sangue ao ar. Com a pata nas mãos, Terror-da-Tundra uiva em retorno ao chamado de Batuque-de-Thor.

A vontade de Amon se fortalece ainda mais e a emoção da batalha o toma por completo. As garras expostas clamam por sangue inimigo.


Última edição por Amon Seif em 05.03.19 19:31, editado 2 vez(es)

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista) - Página 3 Empty Flor-de-Lótus (C) | Cólera-de-Balder (C) | Guardião-Ancestral (C) | Falcão-Vingador-de-Caronte (C) - Matilha Fortaleza de Gaia | Matilha Olhos da Tempestade

Mensagem por NarraDiva em 05.03.19 11:17

A pata dilacerada por Uller é o estopim para que as ordens de Victor fossem cumpridas. Siegfried, por sorte, ainda estava em Glabro quando Sussurros-Solitários emanou seu poder abissal e, antes de partir, visivelmente no limite de seu autocontrole, rosna para o Lobo dos Uktenas.

O Ahroun avança, em Fúria, se transforma apenas próximo ao Dinossauro, avançando contra o que seria a barriga da criatura e rasgando com raiva por duas vezes a carne da criatura que urra em dor. Logo na sequência, Guardião-Ancestral e Flor-de-Lótus, o primeiro duas vezes, a Philodox apenas uma, passam suas garras na criatura que começava a se mostrar debilitada com os golpes atingidos pela manobra de arrancar pelos.

Na Praça, Margrave avançava na direção de Isaack que se preparava para se defender do ex-Senhor das Sombras quando Sussurros-Solitários emana seu poder. Nessa hora, Margrave parece conter seu ataque e concentra um raio para lançar no Uktena, mas Isaack se coloca na frente levando o dano que o faz voar alguns metros para trás. Margrave tenta avançar, mas Isaack se levanta rapidamente e o pega pelo braço, arremessando o Juiz na parede e berrando com os Garous:

'- SAIAM DAQUI AGORA! SUBAM E FAÇAM O QUE TEM QUE SER FEITO LÁ DENTRO!'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 36
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista) - Página 3 Empty Re: Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista)

Mensagem por Sussurros Solitários em 05.03.19 11:47

Forma atual: Crinos
Fetiche Ativo: Armadura de Flechas de Quartzo - 3 sucessos. 

Agora com os conhecimentos necessários para libertar este Caern e fortalecer a Wyld o Uktena assiste quando o Margrave lança um raio em sua direção que é interceptado pelo ancião Presa de Prata que o manda correr para dentro. 

Se utilizado de sua fúria, Sussurros-Solitários Avança e quando já está dentro da mata e longe dos olhos de todos usa sua fúria mais uma vez e muda para forma de batalha. 

O Uktena passa por Sentinela-das-Sombras e fala: 


"- Conheço agora um ritual que pode libertar esse Caern do controle dos magos. Só preciso encontrar os ingredientes certos e conseguiremos ajuda para retomar o caern."

O Uktena como a procurar por seus ingredientes enquanto espera a resposta do Senhor das Sombras.
Sussurros Solitários
Sussurros Solitários

Mensagens : 847
Data de inscrição : 04/07/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista) - Página 3 Empty Pantaneiro (glabro) - FDG / ODT

Mensagem por Convidado em 05.03.19 14:32

Tudo caminhava bem naqueles instantes de tempo. Nota Bjorn incentivar a matilha, até que dentro de si sente estrondoso poder do abismo que emanava de Sussurros-solitários.

"O QUE?!"

Ao olhar para o lobo nota seus olhos tão escuro quanto a própria noite. Se fosse só isso estaria tudo bem, mas um grande medo estalava dentro do seu coração.

"Fugir?! Não!!! Não!!!"

Um medo desigual que fazia que cogitasse a ideia de sair correndo dali, mas juntou toda sua força cerrando forte seu punho e se controlando ao máximo para que pudesse se manter firme e forte.

"Pra frente, nem que seja morto!!"

Nota então Uller chamar o combate e avançando em fúria já perto de si na mata arranca a perna do dinossauro em um belíssimo golpe. Padmatavi, siegfried também faz um belíssimo trabalho, mas é a voz de Isaack ordenando que todos entrassem lá dentro e resolvesse a porra toda que ecooa e faz com que Pantaneiro grite para toda matilha:

- FORTALEZA DE GAIAAA!!!! AVANCEM E NÃO TEMAM A MORTE! HOJE É O DIA QUE DESCONTAREMOX A RAIVA NAQUELE QUE FEZ NÓIX SOFRER!!!

E então puxa a frente pela mata subindo em direção de dentro onde estava os inimigos.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista) - Página 3 Empty Re: Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista)

Mensagem por Convidado em 05.03.19 18:00

Ao se transformar em Crinos para entrar na batalha com força total , Kalf simplesmente congela no lugar , sente uma sensação jamais sentida antes, algo que ele não consegue entender.

"Mas que merda é essa, o que está acontecendo comigo , eu estou com, medo ? Não, isso não pode estar certo , não comigo, não com um Ahroum, nunca com um Fenris !"


Olhando todo o caos a sua volta, os ataques ao T- rex, sangue jorrando, a pata do animal sendo arrancada, tudo aquilo pra que tanto ele treina, tudo que ele espera cada dia pra ter a oportunidade de fazer parte, e quando finalmente chega o dia.


" Correr ? Não, nunca ! "


Foi então que Kalf escuta as ordens de seu Alfa , pra entrarem no caern e atacarem finalmente o inimigo . Ele então usa o máximo de força de vontade , vence esse sentimento medíocre que passou em seu coração, e parte logo atrás do Alfa de encontro aos malditos inimigos.


" Vamos lá Pantaneiro, mostra que estamos errados e que você é tudo isso que as suas cicatrizes dizem! "


Espantando de vez qualquer sensação ruim , Kalf finalmente volta a sentir o ímpeto pela batalha .

" Não sei o que foi que está acontecendo , mas é óbvio que isso tem um dedo de magia, e alguém vai ter que pagar por isso , a vai ! "

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista) - Página 3 Empty Lança-de-Hórus | Olhos da Tempestade | Fortaleza de Gaia

Mensagem por Convidado em 05.03.19 19:27

Forma atual: Crinos
Fetiche ativo: Presas do Tigre (destreza +2)
Dom ativo: Velocidade do Pensamento
Efeito ativo: cahamado da Wyld (+2 dados)

O Ahroun se prepara para o ataque e, segundos antes de dar o impulso para correr em direção ao animal caído, ouve um estrondo mais atrás de onde está. Ao olhar para verificar o ocorrido, vê Isaack recebendo um poderoso relâmpago no peito, ataque esse desferido pela Lenda Morgrave. O Presas de Prata, em uma reviravolta, arremessa seu oponente e ordena que os demais Garou adentrem o Caern.

Sem demoras, Pantaneiro passa correndo pelo Peregrino enquanto brada ordens, ainda sem assumir sua forma de batalha. Logo atrás, Kalf segue colado em seus calcanhares.

"Assim eles vão entrar de bandeja na armadilha!"

Observando que o Uktena da Olhos da Tempestade corre para a floresta e começa a procurar algo, o Peregrino se apressa em chegar ao Alfa de sua matilha, utilizando a velocidade lendária de sua tribo.

Diminuindo a velocidade para emparelhar com o Fianna, ele fala.

"Pantaneiro, a gente vai se desorganizar de novo assim. O Uktena da Olhos da Tempestade ficou procurando alguma coisa. Eles têm planos diferentes da gente, Alfa."

Olhando para os dois Ahrouns, ele continua sua ideia.

"A gente vai correr direto pra cima de uma armadilha se continuar assim. Se a gente esperar o Batuque-de-Thor, eu posso ir na frente como batedor e avisar vocês onde o perigo tá com aquele dom dele."

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista) - Página 3 Empty Re: Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista)

Mensagem por Arauto-da-Morte em 06.03.19 11:34

Forma atual - Glabro -> Crinos
Fetiches ativados - Jambya

A Olhos da tempestade definitivamente estaria, ao final daquilo tudo, fodida, pois, Ian, inadvertidamente, rasgara o véu, e, por conseguinte, desrespeitara o recém-nascido pacto com a Weaver..

*Seria algo tribal?*

Antes que pudesse dar sequência a seus pensamentos, Hadrian é interrompido pelo arremesso de Siegfried e a aparição do Magrave em sua nova forma.

Os demais membros da Fortaleza de Gaia corriam para dentro da mata afim de dar cabo da criatura, enquanto Isaack se opõe diretamente ao comando de Konietzko..

Hadrian nada podia fazer novamente, e, limitava-se a varar o restante da distância até a mata, quando, sem saber o porque, algo que a muito não sentia vem à tona...

*O QUE?*

... um medo primordial toma conta de si, mas, tal medo parecia vir do mesmo local ou ser onde este se sentia estranhamente confortável..

*Daquele lugar?*

.. tão rápido quando viera, este vai embora e, agora abrigado pelas arvores, Hadrian assume sua esguia forma de batalha do Crinos negro e delgado, cujo o único brilho advinha da lâmina que segurava.

Porém, dada a cena que via, Hadrian não diminuíra seu passo em nenhum segundo, ele esperava que sua matilha entendesse, e, sem uma sombra de arrependimento, segue para onde acreditava que o ritual estava sendo perpetrado, lembrando-se dos detalhes do que vira no Rio da terra dos mortos..

OFF: Hadrian obeteve 02 sucessos no teste de Frenesi, evitando o mesmo. Hadrian assumiu a forma Crinos.
Arauto-da-Morte
Arauto-da-Morte

Mensagens : 547
Data de inscrição : 18/12/2017
Localização : Belem

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista) - Página 3 Empty Forma Crinos - Fortaleza de Gaia

Mensagem por Convidado em 06.03.19 21:20

Uller se move devagar para longe da criatura, ainda arrastando o pedaço da pata decepada como se fosse um saco de lixo. Seus pelos cobertos de sangue grudavam uns nos outros e por vezes pingavam por baixo da mandíbula. A criatura já estava praticamente abatida. "O plano de manter esse aí vivo já era", pensou enquanto os anciões dilaceravam o dinossauro. Oferecerás o primeiro quinhão da matança aos de posto mais elevado...isso também era parte da Litania. E ele deixou os anciões ao festim.

Um vapor grosso subia de suas narinas e entre os caninos alongados da forma de Crinos com a respiração forte. Ele encara seus companheiros de matilha, chegando talvez um pouco tarde para dividir a presa. O Peregrino Silencioso se move a uma velocidade impressionante junto ao Pantaneiro e Kalf acompanhava mais atrás, e também Bjorn. Ao fundo um estrondo alto e Isaack é arremessado através da praça. Ecoando as ordens do Falcão-Vingador-de-Caronte, Uller cospe para o lado e fala com sua matilha na língua dos Garou, sua voz praticamente um rosnado entre as presas.

- Acho que vocês demoraram um pouco para essa. Vamos Fortaleza de Gaia! Temos um Caern para salvar!


Mas pouco havia acabado de falar, o Peregrino Silencioso da Olhos da Tempestade passou disparado para dentro do Caern, deixando para trás os outros membros de sua matilha.


- Ei! Aonde você vai?!? - gritou para Hadrian, depois se virando para o Pantaneiro - O Peregrino vai se matar se aventurando assim sozinho, Pantaneiro. Não adianta pular direto numa armadilha. Eu não acho que essa coisa veio aqui só passear e curtir o ar da noite. Eles sabem que estamos chegando. Qual é o próximo movimento? E se você sugerir diplomacia, eu juro por Gaia...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista) - Página 3 Empty Re: Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista)

Mensagem por Ossos-de-Carvalho em 06.03.19 22:48

Forma atual:; Crinos

O caos estava instaurado após o ataque aos segurancse com as armas descarregadas e a chegada do dinossauro. Ian assume seu instubin inicial perante aquele inimigo e tenta traçar as ordens, assumindo sua forma de batalha.

 Porém, havia cometido um grave erro. Talvez não tivesse avaliado o ambiente como um todo, talvez a maldição que parecia seguir sua tribo o tivesse vendado do óbvio, o Fiana não sabia o que era, mas o véu estava rasgado, não apenas por um tiranossauro-rex, mas por um garou em crinos. Um ônibus bate diante da visão.

* Eu.. eu . Não vi um... ÔNIBUS? *

Como se não bastasse, Margrave chega pedindo pela vida do Fiana quando Isaack intervém por ela, assumindo tambem a forma Crinos. Ian reza para que nenhum outro veículo passasse na proximidade e visse Isaack também naquela forma, o que felizmente não acontece. A vontade de Ossos-de-Carvalho era de se entregar pela quebra do pacto. Sua vida seria pouco ainda, mas era o máximo que podia dar. Porém tinha uma missão se entregaria depois de cumpri-la.

Parecia que a chuva de merda não parava e um medo instintivo e primitivo tenta tomar conta, era um medo inexplicável, sua vontade era apenas correr e correr. Mas alguma.motivação o impelia a ir em frente. Ainda na forma de guerra, Ossos-de-Carvalho corre em direção ao donossauro seguindo prontamente as ordens de Victor.


Última edição por Ossos-de-Carvalho em 07.03.19 7:16, editado 1 vez(es)
Ossos-de-Carvalho
Ossos-de-Carvalho

Mensagens : 306
Data de inscrição : 08/03/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista) - Página 3 Empty Pantaneiro ( Glabro) - FDG / ODT / Inimigos

Mensagem por Convidado em 06.03.19 22:58

Pantaneiro puxava o avanço da Fortaleza de Gaia para dentro do Caern quando Amon cola do seu lado e lhe dirige a palavra. Escuta atentamente todas as ponderações do Peregrino e depois era de Uller vir inventar a roda e falar somente coisas desnecessárias e provocativas, o que não somava com absolutamente nada naquele momento.

"Qual o problema desse Fenris?! Ou ele é cego a ponto de não ver o que ta acontecendo ou é burro..."


Pantaneiro decide rapidamente responder enquanto Amon enquanto seguia até porque a resposta pra ela era mais digna. Olha para o Peregrino e é quando vê Hadrian passar lotado na frente. Diz então:

- Se nóix ficar maix preocupado com o que a Olhos da Tempestade tá fazendo ao invéx do que nóix vai fazer, vamo desorganizar memo, Lança-de-Hórus. Elex sabem o que tão fazendo e nóix tamém. Vamo focar em fazer nossa parte que vai dar tudo certo e é bem provável que elex vão precisar de nóix pra defender elex. Isso serve pro cê tamém, Uller. - Olha em direção do Fenris e volta para Amon novamente -  O ponto é que nóix já tá dentro de uma armadilha deles, Amon. Num dá tempo do Batuque-de-Thor fazer a mágica dele. Vai na frente de batedor com o Hadrian e avisa nóix do perigo, maix fique atento pra não ser pego e não vá além do seu limite!

Sinaliza para o Peregrino e volta-se rapidamente para o Fenris que por suas palavras parecia temer o combate. Estava preocupado demais. Nem parecia que minutos atrás estava afoito para qualquer combate sem consequência. Se fosse a metade do Garou que ostentava ser, não estaria preocupado com uma armadilha, afinal, garantiria seu desempenho em qualquer campo de batalha, mesmo que esse fosse desvantajoso. Finaliza:

- Uller, nóix já tá dentro de uma armadilha. Nóix tá adentrando o território delex. É óbvio que elex já sabe que nóix tá chegando, se não elex não tinham mandado um dinossauro comer nosso rabo. O próximo passo é entrar nesse Caern junto com a Olhos da Tempestade e descer a porrada em todox ox inimigox até que elex cessem esse ritual que causa nossa extinção, como eu já ordenei. De onde cê veio isso se chama diplomacia?! Porque se for, eu sugiro cê refazer seu treinamento de Cliath.


Pantaneiro perdia segundos preciosos em sua corrida tendo que explicar o óbvio para Uller. Não tinha certeza se o Fenris dizia aquilo mais para provocar ou para ajudar. O fato era que seria muito mais benéfico sugerir algo de útil igual Amon do que ficar vomitando um monte de baboseira óbvia.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista) - Página 3 Empty Re: Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista)

Mensagem por Diogo'Papo-Reto' Moncorvo em 06.03.19 23:24

Forma atual: Glabro > Crinos
Interações: Papo-Reto > Matilha Olhos da Tempestade | Caos no Caern

Após o massacre da corrente e da Jambya-machadinha, a matilha parecia livre para segui... ao menos até a chegada de três elementos desconhecidos. Pelo menos para Diogo. A fêmea do trio cumprimenta, demonstrando que conhecia a matilha. Outros três estranhos se aproximam do nada e, dessa vez, já era possível distingui-los como a tal da Fortaleza de Gaia. Eles não eram os únicos a ter a informação valiosa. O Roedor cumprimenta a todos com um menear de cabeça apenas, visto que Victor faz questão de apresentar a todos os membros da matilha.

Ele escuta o Philodox complementar as informações que Pantaneiro possuía sobre o que acontecia no antigo Caern. O papo ia fluindo, as informações passadas... até que o som de uma moto se aproximando é percebida. Dois homens de capacete descem da mesma, revelando suas faces branquelas e rosadas. A catinga de sua pureza era sentida antes mesmo deles descerem do veículo. Aqueles ali tinham mais que sangue azul... provavelmente já estavam no turquesa a algum tempo! Se pudesse, o Galliard apostaria todo o dinheiro que tinha - que não era muito! - que eram uma dupla de Presas de Prata!

Estava certo!

Isaack e Alef. Um, era o membro que tinha que ser restabelecido dentro da nova matilha do Roedor, o outro, um Ancião visivelmente importante. Siegfried logo se interpõe e pede desculpas ao Patente-Alta-Bigode-Grosso da parada. Ele falava de traição e vingança. Pelo que o lua gibosa sabia, esse tipo de história eram sempre as melhores. Entretanto, não seria ali que descobriria sob tal, visto que algo inusitado ocorre. Num primeiro momento, o Roedor de Ossos achava que o tremor de terra poderia ser apenas impressão sua ou a rede metroviária da cidade. Entretanto, o rugido assustador que prenuncia o aparecimento de uma criatura pré-histórica anunciava que a merda estava posta sob a mesa.

'- EITA, PORRA!'

Era um T-Rex! Daqueles que só se via em filme atualmente, tá ligado? Sim, tinha a mesma altura e parecia ser tão letal quanto o do Jurrasic Park. Parecia irreal... mas não tanto quanto o pedido do Alfa da matilha.

*Não matá-lo? Só se ele não me matar primeiro, ô uga-uga!*

O Alfa bradava que aquela era uma criatura de Gaia possuída... Diogo duvidava que aquela era a melhor opção. Ossos-de-Carvalho, então, retoma as ordens do Alfa afastado e ordena que todos vão à Crinos, comandando o ataque. Um Garou, entretanto, toma a dianteira, tentando chamar a atenção da criatura. Ele parecia querer levar o mesmo de volta para dentro do local, tentando evitar que o Véu fosse arregaçado naquela empreitada que parecia se iniciar ali. Muita coisa acontecia, mas nada mais grandioso do que o moleque de sua matilha brincando de arremesso com o T-Rex. PUTA QUE PARIU! Ele havia arremessado a porra do dinossauro para dentro da floresta... Que porra de biotônico aquele menino tomava? Diogo não sabia. Só sabia que algo a mais acontecia. As luzes piscam até explodirem, formando uma teia elétrica os separando da rua. Um ônibus bate no meio disso, mas nada mais bizarro do que a criatura que aparece diante de seus olhos.

'- Que-porra-é-essa?' - ele sussurra a si mesmo

O Ancião Presas de Prata esclarece. Era o próprio Margrave. A Lenda. Entregue nas mãos da Weaver para proteger a Seita. Agora, pedia a vida de Ian pela quebra do Pacto, o qual estava rompido para sempre. Estavam literalmente fodidos na farofa! A porra do Senhor das Sombras robótico pedia o rabo do Fianna armado até os dentes com raios e trovões. Numa situação normal, Diogo só entregaria os doces e ia pra casa chorando... entretanto, eles tinham um Ancião Presas de Prata entre si. Issack se nega a se submeter aos termos, iria lutar com a Lenda. Eles tinham um lagartinho para esfacelar.

É, as coisas estavam esquentando... ou melhor dizendo, esfriando. Aquela espada que Isaack portava exalava um vento frio que fazia os pêlos do corpo de Diogo se arrepiarem.

Victor toma as rédeas da situação e, seguindo as orientações do Ancião, monta o plano de ação. Diogo se preparava para agir. Estava na hora de mostrar valor. Mais um outro calafrio toma seu corpo. Um sentimento ruim que parecia querer ruir sua vontade de lutar apesar de todas as merdas impostas. Era algo ruim de sentir, principalmente para um sobrevivente da vida como ele. O que era aquilo? Não sabia, ao menos conscientemente.

Os olhos dos Galliard se volta instintivamente pra seu Alfa.

*Que merda é essa?*

Estava hipnotizado pela emanação abismática que exalava de cada um dos poros daquele maldito lobo! Que porra era aquela?!? Seus joelhos fraquejavam e ele sentia os músculos de seu rosto tremerem. Seu coração palpitava, sendo banhado pelo sentimento avassalador que aquilo causava. Ele sentia a vontade avassaladora de correr dali. Para onde? Ele não sabia. Entretanto, sua vontade pedia para ficar. Pedia para lutar.

*Que mané fugir o que...*

Vendo que seus irmãos, também acuados, resistiam, ele também segue junto a eles depois do grito vindo do Presas de Prata, precedido antes pelas ordens do Senhor das Sombras. Victor estava no comando da missão e suas ordens eram claras, entretanto a galera parecia agir cada uma por si e Gaia por todos.

O Roedor apenas dá de ombros. E segue.

Junto com parte do grupo, o Roedor parte pra cima da criatura em Fúria. Ele adentra o local, queimando a fúria de seu coração para tomar a forma de Crinos próximo aos pés da criatura. Ele ganha uns bons centímetros de altura, pêlos ralos e maltrapilhos, presas e garras mais afiadas ainda do que a de sua forma Glabro. O focinho canídeo era curto e o Crinos era meio magricela, com costelas proeminentes para os padrões apoteóticos de outras Tribos, excetuando pelo fato de possuir uma pequena barriguinha de chopp - resquícios de sua forma hominídeo e do consumo de cerveja barata.

Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista) - Página 3 UAPs

Apesar disso, o filho do Rato não se sente acanhado e parte para a luta. Ele desconhecia os pormenores da manobra de Arrancar Pelos, então apenas desfere um primeiro golpe de garras na pele endurecida da lagartixa gigante. O ataque é bem feito, mas o pouco dano é rebatido pela couraça do animal. Papo-Reto rosna, girando seu corpo e efetuando um outro golpe de garras sob a couraça. A segunda manobra é um pouco menos bem executada que a primeira, mas muito mais mortal, causando dano apesar da resistência da armadura natural da criatura. O Roedor mostra os dentes, rosnando para a criatura que agora estava envolvida por um grupo de lobos ensandecidos.

Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista) - Página 3 Tumblr_mg0st1zqsv1qdqlhzo3_500

OFFGAME:
Gasto de 3 pontos de Fúria.
1ª ação: Aproximar-se | 2ª ação: Crinar
3ª ação: Garras (Ataque 1): 6 sucessos no ataque, 4 de dano, 4 de absorção
4ª ação: Garras (Ataque 2): 5 sucessos, 7 de dano, 4 de absorção. Causou 3 de dano.


Última edição por Diogo'Papo-Reto' Moncorvo em 07.03.19 10:04, editado 1 vez(es) (Razão : colar Crinos na forma atual)
Diogo'Papo-Reto' Moncorvo
Diogo'Papo-Reto' Moncorvo

Mensagens : 687
Data de inscrição : 02/07/2017
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista) - Página 3 Empty Re: Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista)

Mensagem por Bjorn, o batuque de Thor em 06.03.19 23:50

FETICHE ATIVADO: MARCA DO FENRIS

O dinossauro parecia ter sido controlado com as ordens de Victor, mesmo muita gente ignorando, parecia que estava sob controle, a cena parecia mais uma cena de documentário da vida selvagem do canal Discovery. Um bisão caído cercado por hienas sedentas por sangue fresco.

*E agora ataco ou sigo com meu Alpha?*

A verdade é que para Bjorn alvo já estava abatido por isso decide optar por seguir o conselho do Ancião e de seu Alpha. Então segue com Pantaneiro e durante o percurso canaliza suas ultimas energias espirituais e ativa a Marca do Fenris. 

-Pantaneiro é melhor continuarmos com a Olhos da Tempestade para coordenarmos um ataque em conjunto. Não acho sábio dividir nossas forças agora! Principalmente sem um plano definido - fala para seu Alpha, Amon e Uller - Irmão estou com poucas energias para abrir a Bitfrost, acharia sensato você ir como batedor junto com seu irmão de tribo, mas antes se informe com ele se têm algo em mente ou alguma ordem em especifica, não vá seguindo alguém que não sabe das capacidades dele. Você pode estar se colocando em risco ou você a ele. - olha para Uller com um sorriso de canto aprovando o ataque que arrancara a perna do inimigo.


------------------------------------------------------------------------------------
OFF: Gasto de 1 de Gnose para ativar Marca do Fenris
Bjorn, o batuque de Thor
Bjorn, o batuque de Thor

Mensagens : 155
Data de inscrição : 03/12/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista) - Página 3 Empty Re: Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista)

Mensagem por Victor Montenegro em 07.03.19 10:43

FORMA ATUAL: CRINOS

Aparentemente, todos os membros da Fortaleza de Gaia, salvo por Padmatavi, sofriam de uma grave debilidade mental. Eram incapazes de seguir ordens simples. "Fiannas ataquem as pernas, o restante siga a manobra de Siegfried..." o que havia sido tão complexo neste comando estava para além da compreensão do Senhor das Sombras. Por sorte, sua matilha parecia entender o que precisava ser feito.

Victor se preparava para investir quando a força do Abismo começa a emanar do Uktena e parece deixar todos à beira de sucumbir à besta, mas, estranhamente, não parece incomodar muito ao Senhor das Sombras... o verdadeiro mal se reconhece.

Margrave também parece sentir a energia que emanava do lobo é tenta matá-lo com um raio, mas Isack intervém e manda todos saírem dali. Victor a esta altura já corria em direção ao T-rex, cruzando com o Uktena no meio do caminho e deste recebendo a informação sobre os rituais aprendidos. Sem diminuir o passo, o meia lua apenas responde:

' Diga o que precisa.'

Sem aguardar resposta, Sentinela-das-Sombras se lança contra o dinossauro, mas não sem antes perceber que a maldita Fortaleza de Gaia parecia achar aquele um momento muito propício para uma conversa...

* Fardos inúteis...*

Victor abocanha a parte do dorso ferida por Siegfried e eviscera a besta que explode em uma em uma poderosa onda de Gnose que parece reenergizar a todos que mantinham contato com a criatura.

Tendo a primeira ameaça sido destruída, e se sentido revigorado, Sentinela-das-Sombras olha para os seus irmãos de matilha cumprimentando-os com um aceno positivo de cabeça e depois caminha na direção de Padmatavi dizendo sério:

'- Se a sua matilha continuar a agir como tagarelas covardes ao invés de guerreiros de Gaia eu não preciso deles aqui. Não preciso de fardos para carregar. Essa missão já é difícil o suficiente sem eu ter que me preocupar com criaturas incapazes de seguir um simples comando de batalha.'

Vira-se então para o Uktena e fala:

'- Você falou algo sobre um ritual. Diga o que precisa que nós daremos um jeito de conseguir que você o realize.'


OFF: 
1- Todos os que atacaram a criatura recuperam toda a Gnose e Força de Vontade após a onda de energia gerada com a morte do T-Rex.




2- Victor gastou 2 de fúria. Atacou e matou o T-Rex.


Última edição por Victor Montenegro em 07.03.19 11:22, editado 2 vez(es)
Victor Montenegro
Victor Montenegro

Mensagens : 906
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 34
Localização : Rio

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista) - Página 3 Empty Re: Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista)

Mensagem por Diogo'Papo-Reto' Moncorvo em 07.03.19 11:19

Forma atual: Crinos
Interações: Papo-Reto > Matilha Olhos da Tempestade | Caos no Caern

Victor dá o HIT KILL no bichão e o mesmo explode. Não, não como a cabeça do policial disfarçado. Uma vibração de energia jorra como vento, levando consigo o pouco sangue que havia pingado sobre a pelagem rala do Roedor. Era Gnose. Ele sente aquilo preencher o peito. O Senhor das Sombras cumprimenta os irmãos que participaram do conflito, fazendo com que DIogo lhe retribua o menear de cabeça.

Logo depois, o Philodox lança uma recomendação para a Portadora. A matilha havia empacado mesmo depois de um de seus membros ter arrancado fuderosamente uma das patas do lagarto gigante. O Roedor dá de ombros. Não iria se meter nas picuinhas que já existiam antes de sua chegada.

Ele se aproxima do Alfa interino e do Alfa real. Eles falavam sobre um ritual. O Galliard apenas olha para o Uktena, esperando que ele explicasse o que precisava.
Diogo'Papo-Reto' Moncorvo
Diogo'Papo-Reto' Moncorvo

Mensagens : 687
Data de inscrição : 02/07/2017
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista) - Página 3 Empty Re: Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista)

Mensagem por Sussurros Solitários em 07.03.19 11:39

Forma atual: Crinos
Fetiche Ativo: Camisa de Pontas de Flecha - 3 sucessos.

Após a troca de palavras com o Senhor das Sombras o Uktena continua por perto procurando por indicativos dos ingredientes que precisava para concretizar seu ritual enquanto alguns membros da Fortaleza de Gaia e da Olhos da Tempestade finalizam a inocente criatura de gaia. 

As garous parecem especialmente falantes naquela noite mas o Uktena continua concentrado em sua tarefa. Sentinela-das-Sombras se aproxima e pergunta o que ele precisa e o Theurge responde:


"- Algumas ervas e água fresca. E tempo para terminar o ritual. Se conseguir isso eu liberto a Wyld e esse Caern do controle dos magos. Tenho certeza que os espíritos e criaturas daqui vão querer vingança com eles..."
Sussurros Solitários
Sussurros Solitários

Mensagens : 847
Data de inscrição : 04/07/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista) - Página 3 Empty Re: Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista)

Mensagem por Arauto-da-Morte em 07.03.19 13:17

Forma Atual - Crinos
Fetiche Ativado - Jambya

Era oficial, Siegfried não era o Fenrir mais obtuso que Hadrian conhecia...

*A próxima vez que eu precisar de um Fenrir para me ensinar a como ser um Ragabash eu o chamo..*

A criatura, tal qual Hadrian previra, é rapidamente derrubada e o Ragabash, que avançara um pouco mais adentro, conseguia ter uma melhor noção de qual caminho deveriam tomar..

Vendo sua matilha se agrupar, este decide voltar, ignorando ativamente aquele stand up comedy fenrir que acreditavam piamente estar em um videogame...

"-Quais as ordens Sentinela-das-Sombras?"
Arauto-da-Morte
Arauto-da-Morte

Mensagens : 547
Data de inscrição : 18/12/2017
Localização : Belem

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista) - Página 3 Empty Re: Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista)

Mensagem por Gabriel Villas Boas em 07.03.19 14:22

Gabriel segue reagrupado com sua matilha, após as ordens do Presa de Prata. O animal da Wyld é logo destroçado, não havia muito mais o que fazer. Eis que Gabriel escuta o Uktena...


* Ritual? Vingança da Wyld?*


No mesmo instante a lembrança das visões no cemitério ecoam na sua memória. Tudo estava diferente. O Wendigo não estava lá, nem a Garras Vermelhas. Tampouco Grace amamentava suas crias. Mas será que ainda vinha do Uktena o desejo de extirpar meia cidade? Cabreiro, Gabriel olha para a Victor, na esperança que ele indague mais sobre o ritual.
Gabriel Villas Boas
Gabriel Villas Boas

Mensagens : 264
Data de inscrição : 25/05/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista) - Página 3 Empty Re: Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista)

Mensagem por Victor Montenegro em 07.03.19 20:18

Diante das palavras do Uktena e vendo que sua matilha se aproximava Victor comenta respondendo primeiramente ao lobo:

'- O Avô Trovão se faz presente esta noite, água fresca não parece um problema. Quanto às Ervas para o ritual, espero que consiga encontrá-las na floresta, mas não deve ir sozinho. Nosso Inimigo conhece a nossa localização e tentará atacá-lo, principalmente se você iniciar o ritual e ele perceber o que acontecerá caso o conclua. Leve Siegfried e Morcovo com você. Se a Fortaleza de Gaia decidir cooperar e Flor de Lotus concordar, peço que ela também o acompanhe. Os demais seguirão comigo para interromper o ritual.' - Nas ultimas frase Victor também se dirigia à Portadora diretamente.

O meia lua então olha para Hadrian e o Responde:

'- Mesmo divididos seguiremos o nosso plano, independente de se teremos ou não auxílio. O inimigo pode até saber a nossa localização, mas conto com as suas habilidades para não se deixar ser encontrado. Agiremos em escaramuça. Encontre a trilha, veja os inimigos no caminho antes que eles o vejam e nos reporte para que ataquemos da forma mais efetiva e com o mínimo de perda, ou para que evitemos um combate desnecessário. Nós seguiremos atrás de você.'
Victor Montenegro
Victor Montenegro

Mensagens : 906
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 34
Localização : Rio

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista) - Página 3 Empty Re: Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista)

Mensagem por Diogo'Papo-Reto' Moncorvo em 08.03.19 9:48

Forma atual: Crinos
Interações: Papo-Reto > Matilha Olhos da Tempestade e Fortaleza de Gaia | Caos no Caern

Victor destaca um grupo diante da nova situação imposta. O Roedor é destacado para, junto com Siegfried e Flor-de-Lotus, fazer a proteção do lobo em sua procura.

'- Podexá, chefia'

O fillho do Rato acena ao Alfa verdadeiro e logo depois aos companheiros que haviam sido destacados para acompanhá-lo também. Esperava só os próximos dizeres para partir com o grupo. Não tinham tempo a perder.
Diogo'Papo-Reto' Moncorvo
Diogo'Papo-Reto' Moncorvo

Mensagens : 687
Data de inscrição : 02/07/2017
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista) - Página 3 Empty Re: Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista)

Mensagem por Arauto-da-Morte em 08.03.19 10:43

Forma Atual - Crinos
Fetiche Ativado - Jambya
Dons Ativos - Embaçamento da própria forma (05 sucessos)


O Ragabash escutava inquieto as ordens, tal e qual um grupo de jogadores escuta seu quarterback...

*Ritual?*

.. Ele não precisava da metade de sua inteligência para entender que o lobo tinha uma cartada para encerrar aquilo, não era surpresa que Lavrin o desejava.

*Preciso descobrir mais sobre ele..*

Sem proferir uma palavra, posto que era hora de ações, o Peregrino se concentra, turvando sua propria forma de tal maneira que se tornava difícil discerninr o mesmo até mesmo próximo a este.

"-Será feito.."

De maneira silenciosa, o mesmo se dirige até onde antes estava a estudar a trilha que os levaria até Grace..

*Estamos indo ver sua mãe pequena Lyra..*


OFF: Hadrian obteve 05 sucessos no teste de embaçar a própria forma.
Arauto-da-Morte
Arauto-da-Morte

Mensagens : 547
Data de inscrição : 18/12/2017
Localização : Belem

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista) - Página 3 Empty Flor-de-Lótus (C) | Cólera-de-Balder (C) | Guardião-Ancestral (C) | Falcão-Vingador-de-Caronte (C) - Matilha Fortaleza de Gaia | Matilha Olhos da Tempestade

Mensagem por NarraDiva em 09.03.19 10:36

Assim que o Peregrino Silencioso da Fortaleza de Gaia termina de falar, ele começa a tossir sangue sem parar. Amon cai de joelhos no chão, aos pés de Pantaneiro. Não parava de vomitar um segundo sequer até que, sem sangue algum, seu corpo cai morto no chão.

Próximo ao dinossauro, ou ao que restou dele, Uller passa pelo mesmo processo. Começa a tossir e vomitar sangue, cai de joelhos no chão e morre inexplicavelmente na frente dos demais.

Hadrian volta ao ponto de partida e se reagrupa com Sentinela-das-Sombras e Sussurros-Solitários. Papo-Reto também se mantinha próximo. Padmatavi ainda não havia respondido Victor e diante do que acontecia diante dos seus olhos, apenas diz:

'- Os erros serão corrigidos na hora apropriada, as vaidades precisam ser colocadas de lado e precisamos agir imediatamente, Sentinela-das-Sombras. Qual é o plano?' - Seu tom era firme e ela busca os membros vivos de sua matilha com o olhar. 

Hadrian era o único que podia ter certeza do que houve ali. O ritual havia começado e os Garous começavam a morrer.

Like a Star @ heaven Tirando todas as dúvidas: falas são livres entre rondas, ações (incluindo deslocamentos) limitados a 1 entre rondas. Reorganizei a cena, partam daqui para frente agora.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 36
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista) - Página 3 Empty Re: Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista)

Mensagem por Victor Montenegro em 09.03.19 20:33

Forma: Crinos
Armadura de Luna: 6 sucessos

Victor esperava a resposta de Padmatavi quando, de repente, dois dos membros da Fortaleza de Gaia começam a vomitar sangue profusamente, o que atrai a atenção do Philodox, mas antes que qualquer ação pudesse ser tomada os dois caem mortos.


*Que merda é essa... será que o ritual já está surtindo efeito?* 


A expressão do meia lua era grave e ele volta a encarar a portadora assentindo em concordância.


'-Você está certa...'


Antes de concluir a frase, entretanto, uma tênue e conhecida voz invade a mente do Senhor das Sombras, trazendo um sorriso quasi-sádico em seu rosto.


*Entendido.*


Ele retoma a altivez de seu porte e passa a dar os comando que deveriam ser seguidos a partir dali:


'-Flor de Lotus; você, Cólera de Balder e Papo Reto irão com Sussurros Solitários. Vocês devem encontrar os Ingredientes necessários e garantir que o Uktena consiga realizar o ritual para liberar a Wyld desse Caern do controle dos magos custe o que custar.


Vira-se para Hadrian dizendo:


'-Você já sabe o que fazer.'


Em seguida para os demais:


'-Os demais seguiremos após o nosso batedor. Ahrouns à frente. Gabriel e Alef comigo na segunda linha. Bjorn dará cobertura para bruno na terceira linha. Vamos. Não temos tempo a perder.'


Victor respira fundo  encarando a todos e então para a lua. Uma leve luz prateada comeca a recobrir seu corpo e ele olha para seus companheiros finalizando com convicção:


'- Chegou a hora de retomarmos esta terra, de recuperarmos a wyld e de fazermos o inimigo sangrar.'
Victor Montenegro
Victor Montenegro

Mensagens : 906
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 34
Localização : Rio

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista) - Página 3 Empty Re: Entrada Norte - Praça Afonso Viseu (Alto da Boa Vista)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum