[Ilha do Governador] Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim

Novo Tópico   Responder ao tópico

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ir em baixo

Re: [Ilha do Governador] Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim

Mensagem por Convidado em Qua Abr 25, 2018 11:41 am

//Forma atual: Glabro

Siggy revirou internamente os olhos com o aviso sobre o Véu, seu sangue poderia clamar por batalha, mas não era inconsequente a ponto de colocar coisas tão importantes em risco.

"Mas é um bom aviso, afinal, não nos conhecemos e não sabemos a experiência de cada um."

Enquanto se movimentava observava por alto e satisfeita a ação de seus companheiro, observavam o resto do perímetro, cuidavam das câmeras e repassavam informações, a questão agora ela que caminho seguir. O Modi queria aguardar os inimigos no salão, o Godi almejava sair discretamente pela penumbra, a Skald Fianna notara a movimentação externa, enquanto o outro Skald os incitava, mas pedia a cautela.

"O mais efetivo seria emboscá-los aqui, abandonar a situação não é uma opção. Mas até chegarem aqui, já terão matados todos lá fora."

Swift-Claws-Of_Sif não tinha um grande apreço pela vida humana, contudo a ideia de ficar COVARDEMENTE segura enquanto eles eram massacrados não lhe caia bem. Por outro lado, o horário era tardio e talvez o aeroporto não estivesse tão cheio de vítimas humanas assim.

-"O aeroporto está sendo atacado pelo Sabá, chegamos no meio da operação deles. A ordem é saquear e matar a todos." - Ela fez uma pausa e voltou seu olhar para Rob de forma incisiva, fazê-lo compartilhar sua ideia seria a melhor opção momentânea para incitar os outros. Suas palavras poderiam ser um pouco duras, mas seu tom não era carregado de nenhum valor acusatório. -"Ficarmos aqui para recepcioná-los tem seu valor, mas enquanto isso um massacre está acontecendo logo aqui ao nosso lado. Não somos raposas para colocarmos a cauda entre as pernas e recuarmos enquanto o Sabá se banha em sangue humano como num festim. Com que moral chegaremos à Seita Coroa de Fogo sabendo que poderíamos ter feito algo aqui e simplesmente viramos as costas? E com que moral chegaremos se estivermos banhados com o sangue de nossos inimigos? " - A portuguesa faz uma pausa um pouco mais longo, dando tempo de suas palavras surtirem algum tipo de efeito, e finalmente concluí: -"Seguirei a escolha da maioria, mas que fique claro minha vontade."

Durante todo o tempo desde que estava ao lado da porta, Siggy tentava ter uma noção melhor do que acontecia do outro lado somente pela audição, ter pelo menos alguma ideia de quantos humanos estavam em pânico. Preferia abrir de forma furtiva a porta para observar, mas não faria isso se optassem por seguir outro caminho.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

ESPÍRITO TRANQUILO (homenídeo) - NARRAÇÃO | SWIFT-CLAWS-OF-SIF | PATA-DOURADA | CANÇÃO-DOS-ANTIGOS-ESPÍRITOS | PAVOR-DE-JÖRMUNGANDR | UIVO-FLAMEJANTE

Mensagem por Espírito Tranquilo em Qua Abr 25, 2018 12:33 pm

O plano de utilizar a umbra é apreciado pelo Fianna de barba ruiva, mas logo ele pondera recordando sobre informações em relação da umbra da cidade e sobre vampiros.
  As informações passam a ser trocadas, conforme observavam coisas e discutiam seus interesses e um quadro melhor da situação que estavam se formava.
 
  *Ataques, milícias, militarização, vampiros, umbra não segura... A situação desde Caern é muito pior do que considerava em seu pedido de ajuda...*

  Passa refletir ali um instante e considera o pedido de falar com espíritos e vê nisso uma boa forma de conseguir informações e ajuda naquele momento. Buscar saídas menos violentas, que pudessem ser mais precisas e salvar mais inocentes. Afinal, aparentemente, tinham o fator surpresa nas mãos, já que tudo indicava que nao era uma armadilha contra eles, mas não tinham conhecimento de quantos eram ali os agressores e nem sobre número de inocentes ou sobre que caminhos percorrer ali. Não conheciam a cidade.
  Assim, esperava que os espíritos o auxiliasse ali mesmo sendo um recém-chegado.

  "- Tentarei conseguir informações mais precisas..."

  Estava num território tomado pela Weaver, e pensar em que espírito ali o poderia ajudar e ser fácil encontrado e que soubesse os caminhos da cidade.
  Se concentrando um instante ali, fechando os olhos e numa breve oração o albino busca ajuda e informações.


  "- Eu invoco o esperto Rato, que caminha pela selva de pedra e a domina, que sobrevive as armadilhas e cujos olhos vêem tudo pela noite..." - falava na língua dos espíritos.

  Esperava o surgir ali do rato.

------------
OFF: 
Conjuração - 3 Sucessos | Harmonização - 2 sucessos
avatar
Espírito Tranquilo

Mensagens : 143
Data de inscrição : 24/04/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Ilha do Governador] Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim

Mensagem por Convidado em Qua Abr 25, 2018 1:24 pm

*Rob acha sensato o que Pavor-de-Jörmungandr  estava pedindo, mas sabia em seu intimo que esse plano teria uma falha. O Uivo nunca é silencioso, e pela a analise rapidamente de seu grupo saberia que seria muito difícil sairem dali sem serem percebidos. Rob sabe que Vendetta é vingança para a mafia contra uma família, e talvez aquilo fosse uma retaliação de um grupo com o outro.*
(rob começa a rir começando a se empolgar)

-Nunca imaginei  que ouviria isso vindo de um Fenrris Aurhon, mas é sensato o que você fala e muito sábio também, vejo que teve um treinamento nórdico adequado. Mas eu não fui treinado pra me esconder e nem sei como fazer isso, e já ouvi um ditado de um parente meu que jogava RPG, que agora faz todo sentido: O grupo é tão furtivo quanto o seu membro menos furtivo. E ora eu sou todo Uivo e fogo, Mas se é isso que quer o Aurhon posso conseguir uma brecha pra você ir e chamar ajuda, posso atrair toda a atenção pra mim dando uma brecha pra você ir chamar ajuda. Mas o que proponho é o seguinte: Vamos matelar a cabeça deles tão forte que os outros sentirão o medo da Wyld, se um garou está receoso, e com razão pois não somos idiotas, de uns 20 Vampiros imagine o que eles terão quando souber que somos 20. Alguns de meus irmãos tribais sabe o dom luz das fadas ensinado por um espirito fada ou pantâno? -Preciso também saber se tem algum de vocês com o dom Voz distante? Preciso saber quem está comigo e rapido?


*Rob sabe que seria mais sensato sair furtivamente, como ele mais atrapalharia do que ajudaria decidiu que daria uma chance para quem quisesse correr ali, mas não iria correr, e sim estava disposta a frustrar os planos do Sabá, impedir uma chacina e se os grupos fossem atacado de forma correta estariam desorganizados e ai que ele entraria, usando o seu maior trunfo a surpresa e que o inimigo não os conhecia.*

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Ilha do Governador] Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim

Mensagem por Hagen Bernhardt em Qua Abr 25, 2018 1:58 pm

Hagen escuta as ponderações dos dois Skalds e vê que o Godi segue seu augúrio pedindo auxílio espiritual. Existia um tênue limiar entre ser eficaz e causar o caos, as condições eram adversas, território de alguma matilha, vampiros que provavelmente quebrariam o véu, números maiores, nenhum plano de contingência ou ataque e provável desconhecimento de decisão do conselho maior dos garous.

Hagen teme também por um simples motivo, sua inquietação em sua face era notória. Decidir em bater em retirada ou atacar poderia ser o motivo, mas não era essa a circunstância. Iria esperar o conselho dos demais para sim juntos tomar uma decisão, existia razão e sentimento nas palavras de Rob e Siggy, eficácia na solução do Equílibrio-Tranquilo, se a vontade em pegar mais informações fosse expressada pela maioria, seria o que seria feito. Faltavam dois Fiannas se manifestarem.

"Aprecio o sentimento de valentia Rob, mas cautela é necessária na hora de escolher nossas batalhas...Que Gaia nos conduza com sabedoria..."


Hagen esperava os outros darem seu "voto" saber o que decidiriam e colocar em ação.
avatar
Hagen Bernhardt

Mensagens : 274
Data de inscrição : 23/04/2018
Idade : 33
Localização : Noruega, Høvringen

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Swift-Claws-Of-Sif | Pata-Dourada | Canção-dos-Antigos-Espíritos | Pavor-de-Jörmungandr | Uivo-Flamejante | Espírito-Tranquilo

Mensagem por NarraDiva em Qua Abr 25, 2018 2:06 pm

Os tiros cessam, o primeiro dos três caminhões parte carregado. Por uma das janelas da área onde estavam era possível ver que somente na região da pista de pouso eram quase 30 vampiros armados com armamento pesado organizando aquelas caixas. Os ruídos que vinham da outra sala também indicavam muitas pessoas se mexendo. Os Garous ainda não haviam sido notados apenas pelo fato de que estavam numa área que não representava interesse para aquele enorme grupo que ali estava.

Espírito-Tranquilo convoca o Rato e um pequeno roedor espiritual se materializa falando com o Filho de Gaia na língua dos espíritos, compreensível apenas para quem possuísse o dom de Comunicação com Espíritos:

'- Quem chamar Rato e porque?'

O Rato era o totem dos Roedores de Ossos. Um totem que não era o mais honradamente combativo mas ainda sim era um totem de Guerra.


avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3319
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Ilha do Governador] Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim

Mensagem por Erin Johannes em Qua Abr 25, 2018 2:54 pm

Forma atual: glabro

Erin põe a mão sobre o ombro do irmão de tribo e afirma: "- Rob, estamos todos agitados e com os pêlos eriçados para a batalha, mas nesse momento, talvez precisemos de um plano melhor do que ser kamikazes contra a wyrm. Por Gaia, como quero cortar umas gargantas de vampiros, mas vamos nos organizar melhor. Deixe-me ver se consigo mais informações do que acontece lá fora..."

(teste de percepção usando a qualidade visão lupina)

E, dirigindo-se até mais próximo do vidro que dá para a pista de pouso, percebe que, durante o carregamento do segundo caminhão, uma caixa se abriu mostrando parcialmente a carga. Eram granadas!

-"Temos granadas nos caminhões!", virou-se e afirmou para o grupo com certa apreensão. "Se vocês quiserem ficar e lutar é suicídio, mas pelo menos morreremos todos com glória. Cantarão canções sobre nós, mas não podemos deixar um vampiro que seja em pé!" - disse, aproximando-se novamente.

- "Rob, eu tenho o dom de Voz Distante, posso usá-lo se o grupo achar conveniente," pontuou para o companheiro galliard.  

avatar
Erin Johannes

Mensagens : 20
Data de inscrição : 24/04/2018
Idade : 39
Localização : Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Ilha do Governador] Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim

Mensagem por Convidado em Qua Abr 25, 2018 3:14 pm

//Forma atual: Glabro

Pelo menos o Skald ruivo tinha o mesmo ímpeto, e o grupo se organizava e se dividia em tarefas rapidamente, mas se demorassem muito perderiam até o elemento da surpresa.

Siggy esperava que Espírito-Tranquilo conseguisse informações rápido e tomasse sua escolha, mas a descoberta de Erin a deixou interessada, embora suas palavras não fossem a que quisesse ouvir.

-"'A glória é como o círculo na água; nunca cessa de se dilatar até que, à força de se expandir, se perde no nada'." - Siggy deu uma risada auto-depreciativa. -"MAS não podemos deixá-los levar os caminhões, se não vamos ajudar os humanos, que pelo menos intercedamos em seus planos. Me disponho a ir com Uivo Flamejante e causar uma distração, e que distração melhor que atacar justamente a carga, que podemos, inclusive, usar. Eles não vão respeitar o Véu, mas todo o caos causado parecerá aos humanos mais um tipo de atentado que qualquer outra coisa. Se o exército ocupou a cidade, podem considerar que foi algum tipo de retaliação, dependendo da cultura dessa terra."

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

ESPÍRITO TRANQUILO (homenídeo) - RATO NARRAÇÃO | SWIFT-CLAWS-OF-SIF | PATA-DOURADA | CANÇÃO-DOS-ANTIGOS-ESPÍRITOS | PAVOR-DE-JÖRMUNGANDR | UIVO-FLAMEJANTE

Mensagem por Espírito Tranquilo em Qua Abr 25, 2018 4:02 pm

O chamado do espirito é feito, a sua frente um pequeno rato se materializa a sua frente. Enquanto isso os garous ali discutem e parecem agitados.


  *Pedem informação, querem partir pra cima, pedem calma, e depois ações suicidas... Sempre ansiosos e propensos a violência de forma não pensada...*

  Ao menos recebia ali alguns planos de ação e informações a mais sobre os vampiros.
  Volta-se ao rato focando na interação com o espírito-animal.

  "- Espírito-Tranquilo, cliath theurge dos Filhos de Gaia, ser quem chamar esperto espírito roedor. Precisar sua mente afiada, faro apurado e do saber de seus caminhos percorridos. Não conhecer essas terras, vampiros cercar tudo, gerar destruição, juntar armas para destruir mais... Eu precisar de informações dos ocorridos ao redor, quem ser e quanto? Nós poucos, eles parecer ser muitos... Precisar conhecer caminhos a percorrer, como ser do conhecimento do espírito rato que corre pelas selva de pedra como sua toca, toca que vampiros querer destruir..."

  Faz uma prece pausa enquanto falava com o ratinho.

  "- Oferecer ao rato gnose em sinal de respeito, boa vontade e cooperação... Respeito em pisar pela primeira vez em territorio do Brasil, respeito ao primeiro espirite que encontrar nessas terras..."

  Esperava que o rato pudesse cooperar com informações ali sobre as salas a volta, e talvez até ser o guia do grupo para andar na região de forma a terem vantagem ao enfrentar vampiros no caminho. Com expressão gentil espera resposta do rato.

----------
OFF:
Oferecer 1 ponto de gnose temporário ao Rato.
Caso seja necessário realizar teste de Carisma + Empatia com Animais, para conversa com o rato e checar sua atitude para as respostas que irá oferecer.
avatar
Espírito Tranquilo

Mensagens : 143
Data de inscrição : 24/04/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rato - Espírito-Tranquilo

Mensagem por NarraDiva em Qua Abr 25, 2018 4:35 pm

'- Rato querer que Filho de Unicórnio largar restos de comida por onde passar para que Filhos de Rato poder proliferar. Se Filho do Unicórnio aceitar, Rato dizer o que ter a falar.' - diz o Rato, na língua dos espíritos.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3319
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Ilha do Governador] Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim

Mensagem por Convidado em Qua Abr 25, 2018 5:48 pm

*Rob, vê o semblante em todos e o que impera é somente a incerteza e o medo em seus companheiros. Então ele pensa e isso tá errado, era pra eles terem medo dos Garous. Ele analisa bem a situação respira fundo. Sou um Heroi Fianna podem até me chamar de burro. Mas não pretendo morrer aqui, mas nenhum dos companheiros afirmaram que estavam com ele logo ele iria sim fazer com que todos ali tivessem uma chance de sair vivo de lá e se tivesse sorte alguns deles pudessem repartir a gloria que viria com ele*
-Talvez não entenderam direito o que quero fazer. Erin crie agora uma distração na entrada do aeroporto como se fosse muitos garous chegando. Eu em seguida irei colocar um alvo em mim para dar uma chance a vocês. A partir dai cabe a vocês decidir o que fazer com essa chance, mas por favor não a desperdice. Com ela vocês podem fugir e achar ajuda e ninguém desonraria nenhum que a escolhessem. Lá fora tá escuro nós nos mexendo seria difícil nos acertar principalmente se fizermos eles entrarem em fogo cruzado. Agora não cabe mais a mim dizer como vocês irão agir, mas se por um acaso algum de vocês tiverem um bêbado o suficiente como eu, e consigam enxergar alguma possibilidade peço que os façam sangrar, façam eles terem medo, façam eles verem a glória de Gaia, façam eles se lembrarem desse dia. E como prometi não irei morrer, não hoje. E theurge seja lá o que você está falando com o Espirito do rato se algum desses caminhões sairem daqui o faça segui-lo para depois saber pra onde estão indo. E para os que forem pedir ajuda por gaia o façam rápido. Mas não prometo que sobre algum parceiro para a dança que irei dançar, pois no final triunfarei.

(Rob sabia exatamente o que queria fazer, sabia que precisava um pouco de sorte mas o mais importante era que ele sabia que tinha uma chance e era nela que ele iria se agarrar, ele lutou nas defesas de Tara Prateada e estava ali pra contribuir)

-Os que virão comigo irão conhecer a dança de guerra Fianna!

---------------------------------------------------
(OFF: Rob irá esperar Erin Criar a distração do lado de fora, vai sair pela esteira da bagagem e procurar cobertura até chegar o mais próximo possivel do carregamento, sempre evitando ser visto não por habilidade da furtividade e sim bloqueios de visão. Assim que chegar perto ou o grupo de carga se dividir para ver algo ou a distração o fizer subir pra ajudar. Rob ira Gastar 1 de Fúria. E dividir sua parada de ação em 2 a Primeira ação é chamado da Wyld, a segunda e sempre usar um inimigo como escudo perante os outros que sobraram. A ação de furia é agarrar o oponente mais próximo Gastando 1 de FDV e colocando o corpo agarrado a sua frente usando-o como escudo.)

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Ilha do Governador] Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim

Mensagem por Convidado em Qua Abr 25, 2018 6:18 pm

*Rob vê que esse seu plano não dá certo, e em um momento de sobriedade e por Luna são poucos ele pondera e agradece que a situação não dava pra fazer algo kamikaze, ele ainda estaria ressentido com a morte de Pé de Briga e por Gaia estava com raiva, muita raiva, mas essa não era a hora de descontar*

-Desculpem amigos, mas o espirito rato pode fazer o trabalho por nós. E por cima nos revelar onde esses sugadores de sangue se escondem. Theurge peça para o espirito seguir a líder deles que estão no comando, até ela dormir. Depois a encontraremos amanhã cedo. Não temos motivos pra lutar, não agora pelo menos. Estava ansioso e por um segundo desrespeitei a hierarquia em uma batalha eminente o Auron que deve liderar então estou aqui as ordens. Mas espero que o  Espírito Tranquilo aceite o que pedi. As vezes temos que ceder hoje e lutar outro dia. Acho que não cabe lutar agora Erin em vez do que eu te pedi veja como está a sala onde os humanos se encontram

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Ilha do Governador] Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim

Mensagem por Hagen Bernhardt em Qua Abr 25, 2018 6:52 pm

"Como os celtas falam..."

Hagen espera ainda a resposta do espírito rato, não entendia o que o Godi filhos de gaia estava falando, mas esperava que desse um caminho, tenta se acalmar com o fianna falante querendo explodir tudo e tenta não se exasperar com a Fenrir querendo matar tudo, claro que estava ávido por uma missão, mas vampiros eram perigosos para enfrentar sem estratégia. Hagen não tinha medo, estava com cautela para não terminar em mortes ou catástrofe.

" Precisamos de pensamentos frios, podemos causar uma explosão aqui.."

O ahroun visualiza a situação, vampiros armados, granadas entre outros. O risco de agir e provocar uma catástrofe era imenso e ainda os anciões poderiam era comer o rabo deles.

' - Rob, entendo seu sentimento, mas vamos ver o que o theurge tem a falar e decidir, se for o melhor a atacar faremos. '

Hagen mantinha um padrão tático e por tomar tanto esporro de suas irmãs feiticeiras sabia que muitas vezes o misticismo seria mais eficaz ao invés da força bruta. Hagen estava preparado para o combate, mas seria precavido em batalhas que poderia ganhar, esperava o que o theurge tinha a dizer com o espírito Rato, ainda achava que seria melhor sairem dali e reportar o acontecido para os líderes do caern. Não ficara chateado com a exasperação do fianna, compartilhava do sentimento de matar jottunns e draugrs, mas o guerreiro tinha que saber escolher qual batalha entrar, para vencer.

Pavor olhava para fora, atento para ver se alguém viria e acompanhava o theurge.

" vamos Godi, dê uma boa notícia."


Última edição por Hagen Bernhardt em Qua Abr 25, 2018 7:20 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Hagen Bernhardt

Mensagens : 274
Data de inscrição : 23/04/2018
Idade : 33
Localização : Noruega, Høvringen

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Ilha do Governador] Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim

Mensagem por Erin Johannes em Qua Abr 25, 2018 7:18 pm

Forma atual: glabro

Erin já estava se concentrando para usar seu dom e provocar a distração, quando Rob mudou de ideia. *Esse cara bebeu demais, só pode...*

Do local onde estava, não havia nenhum ponto de visão para ter detalhes do que acontecia no salão onde estavam os humanos. E de repente, tudo estava nas mãos de um espírito rato. *Que Gaia se manifeste por meio desse pequeno ser o quanto antes, porque a situação está crítica...*

- "Posso criar a distração na entrada do aeroporto, como o Rob sugeriu, mas dessa vez não para lutarmos, mas para nos retirarmos estrategicamente. É um plano arriscado, porém mais arriscado é ficarmos aqui e sermos descobertos. Estamos infelizmente em menor número, mesmo gostando da ideia de sair sob uma pilha de vampiros mortos, não é sensato nesse momento. O que me dizem dessa ideia?"
avatar
Erin Johannes

Mensagens : 20
Data de inscrição : 24/04/2018
Idade : 39
Localização : Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Ilha do Governador] Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim

Mensagem por Hagen Bernhardt em Qua Abr 25, 2018 7:23 pm

Hagen escuta a Fianna Erin, concordando com a cabeça, era o que tinha em mente também, bater em retirada, esperava que tivesse notícia melhor do rato e que suas palavras ajudassem, não falaria mais, já tinha falado além da conta.
avatar
Hagen Bernhardt

Mensagens : 274
Data de inscrição : 23/04/2018
Idade : 33
Localização : Noruega, Høvringen

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

ESPÍRITO TRANQUILO (homenídeo) - RATO NARRAÇÃO | SWIFT-CLAWS-OF-SIF | PATA-DOURADA | CANÇÃO-DOS-ANTIGOS-ESPÍRITOS | PAVOR-DE-JÖRMUNGANDR | UIVO-FLAMEJANTE

Mensagem por Espírito Tranquilo em Qua Abr 25, 2018 7:29 pm

Por um momento, quando ouve seu nome, o albino que estava agaixado conversando com o rato, olha para cima para ver o Fianna barbudo que falava consigo. Eleva a sobrancelha e depois solta um suspiro breve. Por fim, volta a falar com o rato com a expressão doce de quem tinha costume de cuidar de animais.


  "- Filho do Unicórnio aceitar, ajudar manutenção de vidas nossas e dos seus..."

  Lembra de ter um pacote com alguns biscoitos recebidos no avião no bolso, o pega apertando o pacote antes de abrir, de forma a quebrar os biscoitos. Abre o pacote e coloca no chão próximo ao espírito do rato alguns pedacinhos de biscoito.

  "- Compartilhar agora o que ter a dizer... Filho do Cerco, perguntar se rato poder também seguir caminhões e falar onde vampiros esconder, poder nós assim, depois, com mais força ir e destruir vampiros que desejam destruir cidade, ir emboscar vampiros, com esperteza como rato gostar de agir..."

  Esperava a resposta do rato e que ele sendo totem de guerra se animasse a cooperar com aquele pedido por seguir sua natureza de ação.
avatar
Espírito Tranquilo

Mensagens : 143
Data de inscrição : 24/04/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Swift-Claws-Of-Sif | Pata-Dourada | Canção-dos-Antigos-Espíritos | Pavor-de-Jörmungandr | Uivo-Flamejante | Espírito-Tranquilo

Mensagem por NarraDiva em Qua Abr 25, 2018 7:57 pm

O Rato ouve o novo pedido e fala com Espírito-Tranquilo, na língua dos espíritos:

'- Rato poder seguir caminhões. Rato também dizer que haver...' - o Rato faz 15 movimentos no chão com sua pata - '... isso de mortos que andam para cada de vocês. Eles estar por todo lugar, mas Rato não poder ver mais, porque lugar ser perigoso pra Rato. Ratos morrer aqui. Rato querer chiminage de Filho do Unicórnio por um ciclo lunar completo...'

Os vampiros se moviam rapidamente e já terminavam de carregar o segundo caminhão, que parte. Havia um terceiro e último caminhão sendo carregado. Os sons do saguão externo eram cada vez menores. Sons de passos podem ser escutados se aproximando da porta, no entanto, o som para repentinamente junto a um chamado de espanto:

'- QUE PORRA É ESSA!'

Muitos, muitos, muitos tiros são escutados no saguão principal. E o berro daquela que parecia liderar se destaca no meio dos sons de intenso combate:

'- USEM PRATA! USEM A MUNIÇÃO DE PRATA!'

Da outra sala era possível, agora, sentir emanar duas enormes manifestações de Raça Pura (5) e pelo vão inferior entre a porta e o chão era possível ver algo prateado piscar freneticamente.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3319
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

ESPÍRITO TRANQUILO (homenídeo) - RATO NARRAÇÃO | SWIFT-CLAWS-OF-SIF | PATA-DOURADA | CANÇÃO-DOS-ANTIGOS-ESPÍRITOS | PAVOR-DE-JÖRMUNGANDR | UIVO-FLAMEJANTE

Mensagem por Espírito Tranquilo em Qua Abr 25, 2018 8:29 pm

Ouve com atenção o Rato, se preocupando com os a quantidade de movimentos de pata que o rato faz.

  "- Espírito-Tranquilo fazer o pedido, aceitar chiminage... Entender situação de perigo para o rato... Agradecer corrida atrás de caminhão e esperar rato para avisar localização... Muito nos ajudar na luta contra mortos que andam. Obrigado"

  Se despede do espírito que iria correr atrás do caminhão e então se volta aos companheiros.


  "- Rato não pode ver muito a nossa volta, mas conta que existem 15 vampiros para cada um de nós, por volta de 90 então... O espírito aceitou seguir os caminhões e depois nos informar a localização para ataque mais organizado e..."

  Não pode completar a fala interrompido por gritos e tiros vindo do salão ao lado.

  "- Garou? Precisamos o ajudar..."
avatar
Espírito Tranquilo

Mensagens : 143
Data de inscrição : 24/04/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Ilha do Governador] Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim

Mensagem por Convidado em Qua Abr 25, 2018 9:13 pm

Siggy não tinha nem o que pensar, ficando de cócoras e empurrando a porta lentamente para fazer o menor barulho possível, a Fenris atravessou para o outro lado da maneira mais furtiva possível. Que fosse seguida por quem quisesse, mas a situação tinha chegado ao ponto que não havia mais votação, outros garous estavam ali do lado e era imprescindível ajudá-los.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Ilha do Governador] Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim

Mensagem por Erin Johannes em Qua Abr 25, 2018 10:03 pm

Forma atual: Glabro

Ao ver a Fenrir entrando na sala, Erin logo se preocupa com a situação de perigo a que ela expõe a si mesma e ao grupo. Era preciso tomar alguma atitude, por outro lado, já que um Garou estava ferido do outro lado da porta.

Erin se concentra e tenta projetar sua voz para fora do ambiente, mas tudo o que consegue é soltar uma frase no mesmo tom que conversava com seus companheiros naquela sala. "Tem outro aqui...", as palavras se articulam.

(0 sucessos no teste de Voz Distante, o dom é ativado mas não funciona)

- "Minha distração falhou, pelo menos por hora. Precisamos proteger Swift-Claws-of-Sif e salvar o outro Garou do lado de fora da sala", afirmou.


Última edição por Erin Johannes em Qua Abr 25, 2018 10:31 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Erin Johannes

Mensagens : 20
Data de inscrição : 24/04/2018
Idade : 39
Localização : Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Ilha do Governador] Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim

Mensagem por Hagen Bernhardt em Qua Abr 25, 2018 10:11 pm

"CARALHO, NÃO!!!!"

Se jogar assim poderia ser arriscado demais, mas Hagen não deixaria a Fenrir sair sozinha, ao mesmo tempo que ela sai o garou escuta as palavras de Erin e age, sai logo atrás de Siggy, falando para o grupo.


' - Se protejam!'

Provável que era uma ação suicida, mas não poderia deixar a fenrir sozinha e seria bom pra eles ganharem tempo.
avatar
Hagen Bernhardt

Mensagens : 274
Data de inscrição : 23/04/2018
Idade : 33
Localização : Noruega, Høvringen

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Swift-Claws-Of-Sif | Pavor-de-Jörmungandr

Mensagem por NarraDiva em Qui Abr 26, 2018 12:21 am

Swift-Claws-Of-Sif  e Pavor-de-Jörmungandr saem rumo ao saguão onde a confusão acontecia. Os tiros eram muitos. Apesar de não ter sido nem perto de muito eficaz na furtividade, pela confusão que acontecia no saguão principal, a Fenris conseguia sair despercebida, mesmo processo ocorrendo com o nada discreto Ahroun Pavor-de-Jömungandr. A dupla se depara com uma cena, no mínimo inesperada.

Eram quase 20 vampiros vivos ali. Alguns corpos se decompunham no chão. Humanos estavam mortos por todos os lados. Dois Crinos lutavam contra essa horda. Ambos nitidamente Presas de Prata. Os pelos brancos da dupla eram contornados por brilhos de prata que ofuscavam a vista de quem lutava contra eles no corpo a corpo. O maior e mais forte tinha uma Gran-Klaive na sua mão e cortava os vampiros como se tivesse passando uma faca na manteiga. Ele se movia com agilidade e seus golpes eram precisos. O outro, sem fetiches aparentes, usava sua garras para combater os vampiros.

A dupla era alvo de tiros e golpes dos mais variados. Alguns vampiros possuíam o corpo todo de sombras, outros assumiam uma forma monstruosa que parecia um Crinos deformado. A batalha era campal e os dois Presas de Prata, de forma quase suicida, seguiam avançando e atraindo a atenção para si. Os Vampiros ainda não haviam notado a dupla. O Filho de Falcão maior fala com o mais fraco:

'- Guardião-Ancestral, vai pra pista e impede o que quer que eles estejam fazendo por lá.'

Ele diz isso e já se coloca entre o inimigo de Alef e o Galliard que responde:

'- Ok!'

Alef abre as portas do elevador do aeroporto e pula pro poço, seu objetivo era chegar logo ao térreo para acessar a pista e tentar impedir o terceiro caminhão de partir.

Like a Star @ heaven Swift-Claws-Of-Sif obteve 0 sucessos no teste de furtividade, porém com o uso da Força de Vontade ficou com o total de 1 sucesso.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 3319
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Моско́вский Кремль

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Ilha do Governador] Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim

Mensagem por Convidado em Qui Abr 26, 2018 1:12 am

Forma atual: Glabro.

"Por Gaia, eu fui enviada junto com lunáticos!?"

Primeiro o Fianna estava afoito para o combate, depois, se propôs a um plano falho, para logo depois recuar e decidir pela retirada. Seguido disso o Modi que aconselhara cautela por todo o tempo praticamente chutou a porta para segui-la. Siggy não tinha tido lá muito sucesso em se esgueirar para o outro lado, mas o ahroun sequer havia tentado.

"Isso não é importante, agora..."

A portuguesa parou ao lado da porta entreaberta e seu olhar percorreu rapidamente a cena, e enquanto ela tentava transformar apenas suas mãos em garras, se virou para trás para falar de forma apressada com aqueles que ainda estavam dentro do outro salão:

-"Um deles foi para a pista! Uivo Flamejante, Pata Dourada e Espírito Tranquilo, vocês podem tentar ajudá-lo? Não acho que vá conseguir sozinho. "


OFF: Tentativa de Transformação parcial, pls. Dificuldade 6 por causa da qualidade. Smile

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Ilha do Governador] Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim

Mensagem por Convidado em Qui Abr 26, 2018 8:36 am

*Rob já havia falado demais, talvez fosse o álcool ou as histórias de heróis antigos que ele havia escutado,  ou até mesmo o seu humor volátil, mas no final das contas haviam outros dois suicidas (talvez não tão suicidas) ali. Minutos atrás parecia uma boa hora atacar, mas quando ponderou e analisou melhor 90 vampiros não seria uma luta e sim um massacre poderia até glorioso mas de pouca sabedoria.*

-O melhor é ficarmos juntos, se o cara  mandou o Guardião-Ancestral ir lá é por que ele dá conta ele conhece da capacidade do amigo, mas não contava com nossa ajuda. O que vamos fazer é lutar em bando como se fossemos uma matilha se atacarmos enquanto o presas de prata chama a atenção provavelmente tenhamos uma chance de acabar o combate de uma forma mais rápida possível. E ai sim, podemos ir ajudar o Guardião-Ancestral. Lembre-se que se eles conseguirem sair com o caminhão o espirito rato vai segui-los até o esconderijo ou onde eles descarregaram, mas era mais sensato pedi-lo para seguir eles até o amanhecer onde revelaria o refugio deles e não onde iria ficar o caminhão. Nós devemos  nos focar nos que estão com armas de fogo para eliminar o máximo possível as balas de prata. Lembre-se eles estão com balas de prata. (com um tom sério agora) Finalmente vamos ter que agir.É hora de dançar a dança da guerra

-------------------------------------------------------
OFF-Game: Rob faz o teste para se transformar em Hispo e segue em Hispo com Pavor e Swift se colocando ao lado deles.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

ESPÍRITO TRANQUILO (homenídeo) - NARRAÇÃO | SWIFT-CLAWS-OF-SIF | PATA-DOURADA | CANÇÃO-DOS-ANTIGOS-ESPÍRITOS | PAVOR-DE-JÖRMUNGANDR | UIVO-FLAMEJANTE

Mensagem por Espírito Tranquilo em Qui Abr 26, 2018 11:40 am

Allen se sentia ali confuso, a conversa com o rato tinha sido frutífera, mas logo barulhos e gritos do outro lado, denotam urgência. Urgência que fez alguns garous se preocuparem e seguirem ao local deixando de lado prudência e qualquer planejamento.
  Então, ouvem que eram dois garous ali, e um seguiria para o lado de fora e outro ficaria no saguão. Nisso, Swift-claws-of-Sith, fala para o time se dividir em direção a cada garou. Resignado o albino agente com a cabeça tomando a instrucao. Mas logo, Uivo-Flamejante, contradiz a garou falando para todos seguirem ao saguão juntos.
  Aquilo so fazia o albino ficar mais confuso, não sabia o que fazer ali, que instrução seguir e olhava aos outros buscando resposta.


  *Por isso se precisa de alfa... Ou boa ligação entre membros... Nada do que temos aqui...*

  Ouviu em seguida Rob falar que devia pedir ao rato seguir até o amanhecer os vampiros. Só baixou a cabeça sem nada dizer, ficando com seus pensamentos e confusão. Se fosse tão simples, a umbra não estaria uma confusão como ele mesmo contou, se fosse tão simples já teriam outros garous achado o local que vampiros se escondem e os destruídos. Vampiros também tinham suas proteções e do mesmo jeito que o rato não podia andar pelo aeroporto o theurge imaginava que não poderia ele entrar no cerne de onde os vampiros estavam. Mas achava que ele podia ao menos indicar direções, ou onde os caminhões se encontrariam se não fosse no covil deles, diretivas inicias que ajudariam muito. Mas, aparentemente o homem da barba ruiva não sabia muito sobre os espíritos.
  Continuava a olhar para os outros esperando onde seguir. Decidiu ali ao menos mudar de forma para glabro e ser mais eficiente  fisicamente com isso e ainda assim manter um pouco de discrição.
  Concentrou-se na mudança mas foi em vao, o corpo não se alterava, continuava como homem. Se questionou se fora a confusão que sentia, que não o deixara mudar, ou era sua calma e pouco contato com a besta, ser calmo nem sempre era vantagem.
  
  "-Droga..." - murmurou para si mesmo.

  Parado ali olhando os outros.


  * Espero que os garous do outro lado estejam bem, preciso ir até eles os ajudar... Devem estar feridos... Gaia os proteja!*

--------------
OFF: teste para mudar de forma, falhou... Não mudou!
avatar
Espírito Tranquilo

Mensagens : 143
Data de inscrição : 24/04/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Ilha do Governador] Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim

Mensagem por Erin Johannes em Qui Abr 26, 2018 1:08 pm

Erin analisa a situação para tomar uma atitude. Poderia saltar em direção à pista de pouso e morrer para a glória de Gaia matando o que pudesse de vampiros, o que soava muito interessante para a galliard que já estava ávida por uma boa batalha àquela altura. Outra opção era dar um reforço no saguão principal, onde três já tinham se dirigido. O véu já tinha sido quebrado mesmo, pelo que percebera, então, podia ficar à vontade.

O theurge permanecia tranquilo como uma noite de luar, mesmo com o pau comendo. *Esse cara é bem centrado mesmo*, pensou consigo. Antes de tomar qualquer atitude, virou-se para ele e disse:

- "Espírito-Tranquilo, esconda-se por trás da esteira de bagagem ou em qualquer outro lugar que considerar conveniente, a brincadeira vai começar!"

Dizendo isso, sentiu o sangue ferver em suas veias, o corpo mudando, assumindo sua pelugem em direção à gloriosa forma de batalha Garou. Seus pêlos castanhos e patas loiras, era sempre uma conexão selvagem e um encontro com seu lado mais primitivo. Estava em Crinos. (4 sucessos na mudança de forma)

Pata-Dourada arrancou a porta do salão onde estavam e em um ímpeto furioso, arremessou na direção de onde os tiros vinham, acertando três criaturas enormes que lá se encontravam. As criaturas eram horrendas, com aproximadamente 2,5m de altura, pele num tom esverdeado doentio, braços viscosos como um macaco e garras negras. O rosto delas era indescritível como um pesadelo. Ao tombarem no saguão, foi possível ver uma coluna de espinhos saindo de suas vértebras. Um fedor de podridão exalava delas, mesmo a essa distância.

OFF:
2 pontos de fúria gastos para ter ações extras
Arremesso 4 sucessos. 7 sucessos de dano.
Criatura 1 - 4 de dano letal
Criatura 2 - 1 de dano letal
Criatura 3 - 5 de dano letal
avatar
Erin Johannes

Mensagens : 20
Data de inscrição : 24/04/2018
Idade : 39
Localização : Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Ilha do Governador] Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum