Templo da Justiça de Gaia

Página 9 de 19 Anterior  1 ... 6 ... 8, 9, 10 ... 14 ... 19  Seguinte

Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 9 Empty Pantaneiro ( hominideo) - Alto Conselho / Fortaleza de Gaia

Mensagem por Convidado em 10.12.18 23:23

Logo após seu relato, quem toma a palavra era David, que logo de inicio faz questão de deixar claro a visão da Seita em relação a falha do Theurge, mas também faz questão de mostrar os méritos e que sem aquilo aquele Caern estaria destruído. Sacrifícios haviam sido feitos por um bem maior, e a verdade vinha a tona, se não fosse pelo bloqueio sobrenatural causado pelo Vetor de Êxtase, tudo teria sido corrompido. Bruno ainda seria punido por sua inconsequência, o que era justo, mas o mérito havia sido ressaltado e aquilo era valioso. Logo depois quem toma a palavra era Temido-como-Vulcões e dirige a si a violação da litânia por ter invadido outro território sem a devida permissão e que o Umbraphone não era uma ferramenta para desculpas de responsabilidade. Aquilo era cabível e a mais pura verdade. Pantaneiro, de cabeça erguida, sinaliza positivamente concordando com o Juíz da Seita.

"Justo, eu errei e isso é verdade..."

E daí vem algo que não esperava. Esperava outro raio de Victor, talvez algum outro membro ser arrancado, talvez a Irmandade de Herne enfiando uma lança no seu rabo ou até as vezes Victor lá no cantinho rindo da sua desgraça, mas jamais, não naquele momento, esperava um elogio vindo a Fortaleza de Gaia. David começava parabenizando pela bravura e pela vitória sobre o inimigo poderoso salvando assim a juíza...

"Essa parte da minha vida..."

Depois pela honra de terem dito a verdade em julgamento sem medo.

"Essa pequena parte..."

E por fim, a ordem de remover sua voz do chacal porque havia se provado digno de ser Alpha e ter liderado aquela missão.

"Se chama felicidade..."

Estava profundamente emocionado. Felicidade talvez era a palavra que mais definiria os sentimentos do pobre Ahroun Fianna que só tinha tido desgraça desde que havia pisado no Rio de Janeiro. Felicidade ao ver Padmatavi recitar as palavras livrando-o daquela maldição do Chacal. Segurava sua mandíbula bem firme dentro de sua boca enquanto sentia seu único olho encher d'água a ponto de escorrer uma grande gota de lágrima. Engoliu aquele nó na garganta e finalmente com a voz normal, disse a todos meio envergonhado.

- Dixculpa, gente. Entrou um bixim no meu zói.

Limpou rapidamente a lágrima com a mão e sinalizou diante da dispensa. Disse para a matilha.

- Fortaleza de Gaia, vamox.

E saiu do templo subindo as escadas. Ao chegar no topo, depois de dar a privacidade necessária para a Sangue Forte de Luna, disse para a matilha:

- Vamo pra montanha mais próxima pra fazer nossos julgamentos, lá nóix vai ter a privacidade que nóix precisa. De acordo, Padmatavi?

A confirmação da Juíza era tudo que precisava para seguir adiante.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 9 Empty Flor-de-Lótus (H) | Mija-na-Wyrm (H) - Matilha Fortaleza de Gaia

Mensagem por NarraDiva em 11.12.18 6:43

'- De acordo.' - se limita a dizer a Juíza já caminhando para as montanhas. Luna segue logo atrás em silêncio.

Like a Star @ heaven Sem a voz do Chacal, a cor amarela da fala deve ser abandonada, Pantaneiro.

Like a Star @ heaven Cena segue nas Montanhas.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 9 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Convidado em 11.12.18 8:08

Sereno-trovão acompanha respeitosamente a matilha frente aos líderes do Caern, ele ouve cada uma das falas em silêncio, analisando e pensando sobre os fatos narrados e julgados.

O Portador da luz fica bastante feliz por ter sido um instrumento importante para aquela missão bem sucedida realizada pela Fortaleza de Gaia.

Após a fala dos líderes e o comando de Pantaneiro, Antonio apenas balança a cabeça respeitosamente e se retira acompanhando o restante da matilha para montanhas.

Off: segue nas montanhas

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 9 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Convidado em 11.12.18 10:43

Hagen não entendia nenhuma palavra que era dita a não ser o que Bruno falava, se mantinha em glabro, mas sua deficiência com o idioma o limitava demais.

"Maldito idioma..."

Hagen nota a lágrima escorrendo no rosto de Pantaneiro e fica sem entender.

"Pantaneiro se comporta as vezes como uma fêmea chorona..."

Hagen que permanecia de braços cruzados e calado, segue atrás de sua matilha.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 9 Empty Toque-de-Beladona (hominídeo)

Mensagem por Toque-de-Beladona em 11.12.18 12:41

Beladona chega a entrada do Templo, sem saber o que ocorria lá dentro, somente uiva:

"- Toque-de-Beldona, solicito autorização para adentrar o Templo, cumpri com o ordenado!"

E aguarda pacientemente uma resposta.
Toque-de-Beladona
Toque-de-Beladona

Mensagens : 98
Data de inscrição : 12/06/2018
Localização : O objetivo é vc nunca ter certeza...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 9 Empty Bruno Caselli (Crinos) - Fortaleza de Gaia / Alto Conselho

Mensagem por Bruno Caselli em 11.12.18 15:38

Bruno fica em silencio durante todo o depoimento de Pantaneiro e seu olhar não desviava em momento algum. O Andarilho do Asfalto ficava analisando as ironias da vida, pois em sua primeira noite naquela cidade tudo que conseguiu ver era um pobre coitado que havia recebido a matilha mais problemática da Seita para liderar.

Bruno chegou a cogitar desafia-lo pela liderança para por ordem nas coisas, mas hoje, depois das loucuras que passaram, o Theurge via as coisas de forma diferente. Pantaneiro era um Garou que acumulou derrotas, mas aparentemente tirou aprendizado de cada uma delas. E agora, graças a isso, sua Voz do Chacal estava sendo revogada.

"Talvez eu tenha julgado cedo demais..."

Pensa o Theurge que ainda processava tudo que havia acabado de acontecer. Só havia ficado sem entender o que o Líder da Seita quis dizer com terem perdido uma Lenda, mas certamente era melhor não questionar nada naquele momento.

O Andarilho agradece com um aceno de cabeça pelas palavras ditas e logo segue sua matilha em direção as montanhas para receber o devido julgamento.

Off: Segue no tópico das montanhas.
Bruno Caselli
Bruno Caselli

Mensagens : 306
Data de inscrição : 02/07/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 9 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Legado Prateado em 11.12.18 19:14

Legado Prateado (Crinos) - Sangue Forte de Luna

O Presas de Prata chega logo após todos os membros de sua matilha e se põe junto aos mesmos esperando o desenrolar da situação.
Legado Prateado
Legado Prateado

Mensagens : 118
Data de inscrição : 01/12/2018
Idade : 35

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 9 Empty Legado do Trovão (Crinos)

Mensagem por Luke Constantine em 11.12.18 20:28

* Após autorização Legado-do-Trovão adentra o templo da justiça para encontrar o alto conselho. Estava nitidamente ferido, muito ferido, mas se esforçava para manter uma postura firme mesmo que o sangue deixasse rastros pelo caminho. Não toma a palavra num primeiro momento, limitando-se a absorver todo o relato da Fortaleza de Gaia e se surpreende quando nota que toda aquela força da Weaver fora liberada por uma ação de um theurge cliath. Não que ele tenha sido diretamente responsável, ele obviamente não teria sequer uma parcela do poder necessário para orquestrar algo do tipo voluntariamente, mas claramente havia acendido a fagulha.*
 
“Tantos mortos.. é bizarro pensar que de alguma forma fomos salvos.”
 
* Pantaneiro parecia também ter liderado sua matilha para uma missão ousada e vitoriosa, como recompensa por sua postura ele volta a ter sua voz natural e parecia comovido com o feito. *
 
“Quando chegamos baixo demais, qualquer pequeno afago soa como grande generosidade. Espero que isso não o incentive a fazer novos poemas..”
 
* Então a Fortaleza de Gaia segue seu caminho e Luke fica ali com o alto conselho e a Sangue Forte de Luna. Toma finalmente a palavra para dizer, reunindo sua vontade para não deixar a dor interferir em suas palavras: *
 
- Alto Conselho, venho respeitosamente relatar o que vi, mesmo suspeitando que a essa altura boa parcela já seja conhecida por vocês.
 
* Não faria movimentos longos para evitar que seus músculos fisgassem e a dor fizesse seu corpo estremecer, portanto limita-se a um aceno de cabeça pequeno e respeitoso. Prossegue: *
 
- Recebi um pedido de socorro de Skull-Head no início de tudo e reuni minha matilha em seu auxilio, tinha motivos para crer que o chamado não seria direcionado a mim se fosse por motivo leviano. Estávamos na clareira central e quando chegamos ao local pudemos ver um combate entre membros da Sangue Forte de Luna, alguns deles a favor de Equilibrio-da-Vida, que suponho ser um traidor, e alguns deles resistindo. Furor-de-Rama, antes Sol da Esperança, estava lá e lutava ao lado de kapheus. O traidor parecia ter clones de si mesmo, e parecia estar no controle da situação até que reforços começaram a chegar. Talvez por ver que a batalha estava perdida, um forte chamado da Wyrm foi emitido e não tardou até que o chamado de LOBO se fizesse ouvir. O combate durou pouco mais que isso porque, como agora vim a saber, fomos abalroados por uma enorme força da Weaver e só não perdemos nossos poderes conferidos por Gaia porque fomos protegidos por um espirito da noite invocado por Anda-com-Espiritos. Sobre o traidor não pude reunir mais nenhuma informação pois ele havia fugido e outros o perseguiam, um desses perseguidores era Toque-de-Beladona, que designei para isso pouco antes da onda da Weaver.
 
* Faz uma pausa para se recompor do esforço do discurso alongado, mas logo retoma: *
 

- A Olhos-da-Tempestade, liderada nesse momento por Siegfried, foi a primeira a responder ao chamado e logo seguiu em direção ao local onde o ataque ocorria. Eu imediatamente reuni a Guardiões da Canção Ancestral para o mesmo propósito e incitei a Sangue-Forte-de-Luna bem como todos aqueles que ali estavam para se juntarem à nós. Todos aqueles Garous seguiram minha liderança e partimos para defender o Caern. O Ataque que vislumbramos era massivo, de proporções avassaladoras, os mortos em nossas fileiras eram incontáveis naquele momento, a maioria estava em suas formas raciais. Os filhos do elefante bloqueavam a trilha para dar tempo aos que recuavam, eles lutaram bravamente. Eu dei ordens para que todos aqueles que me acompanhavam avançassem para a batalha, e incitei os filhos do Nauru a derrubarem arvores sobre os inimigos para desorganiza-los. Nós, os filhos do Uirapuru, fomos interceptados no caminho por servos da Wyrm que contornaram o bloqueio e lutamos com todas as nossas forças. A Sangue Forte de Luna também lutou após derrubarem as arvores, pois os inimigos invadiram na direção dos troncos caídos. Espirito Tranquilo, meu irmão de matilha, caiu nessa batalha, caiu lutando e honrando seu dever com Gaia. Réquiem também tombou, ela seguia minha instruções e não hesitou em lutar mesmo mortalmente ferida. Eu honro esses Garous, bem como todos os outros que lutaram por esse Caern. Eu também fui derrubado em combate, e só a fúria me manteve vivo. Sangue dos Quatro ventos pode complementar o que houve após minha queda. 

* Respira novamente se recompondo e entao olha diretamente para Temido Como Vulcoes, a quem diz: *

- Caçador da Verrdade rhya, devo atestar em favor de Furor de Rama que após a onda da weaver ela não hesitou em me seguir para combate, lutou ao meu lado, e derrubou com suas próprias maos uma pluralidade de servos da corruptora.

* Olha para a Portadora Operadora da Luz Interior e lhe dirige um cumprimento cordial. Então volta a tratar com o alto conselho: *

- Esse é o meu relato e estou a disposição do Alto Conselho para questionamentos ou responsabilização por meus atos ou da matilha que lidero. Também soube que Black-Hat foi sequestrada e lhes informo que a Guardioes da Canção Ancestral não abandona uma irmã, de modo que me coloco a disposição da seita para trabalhar em seu resgate e solícito respeitosamente que a permissão seja deferida.

* Sem mais palavras, faz o que pode para ignorar a dor e permanece rígido onde estava aguardando pela resposta da liderança. *
Luke Constantine
Luke Constantine

Mensagens : 556
Data de inscrição : 28/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 9 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Elaijah Maickoson em 11.12.18 22:38

Equilíbrio-da-Força / Templo da Justiça
Hominídeo


O Ahroun ouve tudo o que o alto conselho fala e deixa que a Fortaleza de Gaia se pronuncie primeiro. Após os relatos serem falados, decisões forem tomadas e aquela matilha ter sido dispensada o Lua Cheia dá um passo para frente e se apresenta.

- Com licença. Sou Elaijah Maickoson, Equilíbrio-da-Força, Ahroun, Forsten dos Portadores da Luz Interior, Vigia da Sangue-Forte-de-Luna. Venho dar o meu relato.

Elaijah espera sua permissão e prossegue.

- Como foi relatado antes pela outra matilha, estava junto na investigação da profecia. Assim que soubesse de algo ou corresse perigo iria avisar ao outro. No início da noite senti a falta de Padmatavi e o rugido de seu totem em minha mente só afirmou o que eu estava sentindo de forma física. Tentei comunicar Sereno-Trovão para nós reunir, mas por algum motivo ele não ouviu os uivos.

Respirando fundo e com uma expressão muito séria continuou o relato.
- Quando estava reunindo minha matilha para decidir o que faríamos, encontramos o corpo de Hit-Mark e formos surpreendidos pelo traidor Kapheus. Falei para ele se render e pedi para que a Galliard de minha matilha lançar um uivo de aviso.

Nesse momento passa nos olhos de Elaijah um semblante de tristeza.
-Antes que pudéssemos fazer o pedido. O asqueroso do Equilíbrio-da-Vida usou de seus poderes contando uma história ao qual começou a ser verdade.

Agora havia ódio no olhar, mas sem perder a compostura continuou
-Os membros de minha matilha começou a agir igual a estória contada, como se estivessem sendo controlados. Nossa estimada e falecida Alfa Réquiem e nosso Cria de Fênris junto com duas cópias perfeitas de Kapheus começaram a me atacar e a Asas-de-Cailleach. Asas-de-Cailleach foi para a Umbra e eu tentei passar por todos para chegar a Clareira Central e tentar avisar. Mas no processo chegou Sol-da-Esperança disfarçada de Hit-Mark arrancando o braço de Skullhead e o lançando aoeu lado.

Equilíbrio-da-Força toma fôlego.
- Ao mesmo tempo em que lutava contra todos os seis inimigos eu tentava passar por eles, sem machucar meus irmão que estavam sendo controlados. Quando eu já não possuía fúria dentro de mim e minhas forças estavam sendo esgotadas eu vi o reforço chegando, mas nesse exato momento Jade conseguiu me atingir e me deixar inconsciente.

Parando por um momento para tentar lembrar daquela parte que era muito confusa ele prossegue.
- Quando finalmente acordei, tinha rolado barranco a baixo e eu já não estava mais noeu corpo verdadeiro, eu estava no corpo da Garous conhecida como Toque-de-Beladona. Outros Garous também estavam em corpos trocados, incluindo o traidor ao com o corpo tinha ficado para trás e ele tinha fugido no corpo de Black-Hat. Começamos a caçá-lo.

O Ahroun baixa a cabeça envergonhado.
-Escutamos o aviso de ataque,as preferimos continuar atrás do crápula ao qual ele estava com um corpo cheio de informações preciosas e aqui estou para ser julgado por esse crime.

- Mas infelizmente isso não tinha acabado. Quando chegamos no limite do Caern para continuar a caçada, nossos corpos estavam trocados novamente e quando íamos atacar o traidor ele usou de seus poderes para controlar nossos corpos e nos fez sair cantando e dançando para a entrada Norte do Caern e fugiu. E agora não sabemos onde está e n como está Black-Hat.

O ódio queimava novamente nos olhos do Lua Cheia.
-Mas estou aqui para ser julgado por meus erros e minhas falhas.

Equilíbrio-da-Força agacha se apoiando em um dos joelhos e curvando a cabeça.
Elaijah Maickoson
Elaijah Maickoson

Mensagens : 205
Data de inscrição : 21/03/2018
Idade : 31

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 9 Empty Garras-do-Trovão (H) | Júbilo-das-Górgons (H) | Fênix-de-Prata (H) | Fúria-da-Tempestade (C) | Temido-Como-Vulcões (C) | Furor-de-Rama (H) - Matilha Guardiões da Canção Ancestral | Matilha Sangue Forte de Luna

Mensagem por NarraDiva em 11.12.18 22:48

'- Entre, Toque-de-Beladona. Aproveite e una-se à sua nova matilha, a Sangue Forte de Luna.' - diz Garras-do-Trovão diante do anúncio da Fúria Negra.
Luke faz sua fala sendo ouvido com atenção pelo Alto Conselho que aguardava que novos relatos acontecessem. E o relato seguinte é do Portador da Luz Interior. Hagen toma a palavra logo no começo e diz:

'- Prestem atenção no que eu vou dizer agora pra vocês: quando se suspeita que há um traidor, uivos não são uma forma de comunicação segura.'

Seu tom era firme e ele parecia incomodado com o começo do relato do Ahroun. Ao fim da fala de Elaijah, David questiona:

'- Alguém tem mais algo relevante a acrescentar aos relatos?'

Fênix-de-Prata entra no Templo da Justiça nesse momento, se unindo ao alto conselho e sendo atualizado em paralelo pelo Protetor do Caern.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 9 Empty Amélia Carder (Hominídea) - Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Amélia Carder em 12.12.18 0:30

Amélia da um passo a frente:

- Eu Asas-de-Cailleach, cliath hominídea theurge dos Fiannas gostaria de complementar e corrigir algumas coisas que meu irmão de matilha falou.

Amélia se posiciona olhando para todos os Garous.


- Eu havia acabado de encontrar com a parte da minha matilha da clareira central, quando Elaijah começou a passar mal e decidimos leva-lo para os alojamentos. Eu desviei o caminha para pegar umas folhas de bananeira para fazer um chá na esperança de amenizar suas dores, mas encontrei o corpo do Rihit-Mark no meio das bananeiras, o corpo estava decepado e a cabeça estava em cima de uma das bananeiras. Infelizmente não cheguei a conhecer o Garou pessoalmente mas sabia que ele era da ceita e tirei sua cabeça de cima da bananeira como um sinal de respeito a seu espírito e comecei a pensar em uma forma de chamar alguém para o local sem uivar pois imaginei que o assassino estivesse por perto. Me preparei para uma possível batalha. 

- Eu ouvi alguém se aproximar, então pedi aos meus aliados espirituais, os Bem-Te-Vi, para fazer o máximo de barulho possível na esperança de confundir o possível assassino e atrair os Garous da clareira central, mas quem apareceu foi minha alpha. Réquiem pareceu confusa ao me ver crinada perto do corpor de Rihti-Mark e começou a me acusar de ter o matado. 

Amélia abaixa a cabeça com um olhar triste.

- Eu nunca trairia minha ceita. 

Ela volta a olhar para Garras-do-Trovão.

- Depois disso tudo aconteceu muito rápido, Elaijah e Flajelo-da-Wyrm chagaram logo em seguida equilíbrio da vida com seus clones que sussurravam ordens para que Réquiem e Flagelo-da-Wyrm nos atacassem, ele fez alguma coisa com nossas vozes... Não conseguíamos falar. Foi então que eu vi a possibilidade de conseguir ajuda com os espíritos que estivessem por perto na umbra. 

Uma lágrima escorre pelo olho da Fianna. 


- Quando cheguei na umbra havia um pássaro corrompido pronto para atacar qualquer um que entrasse na umbra, ele soltava raios pela boca. Os espíritos das plantas me ajudaram a não ser atacada por ele, e logo em seguida veio o nosso totem Nauru, que lutou com o espírito para nos proteger. Eu olhei para fora, na esperança de que reforços tivessem chegado ao local, mas vi que Elaijah estava desmaiado no chão e não consegui conter o impulso de curá-lo. Sai da umbra perto de seu corpo a tempo de ver equilíbrio da vida pengando-o e descendo a ladeira, eu fui atrás para salvar meu irmão. 

- Eu não cheguei a ser abençoada pelo totem da matilha, portanto não senti o mesmo que Elaijah e os outros - Ela fala com pesar - Eu não consegui ajudar nosso totem, e já me comprometi diante da minha matilha e me comprometo agora, por me responsabilizar em fazer as devidas oferendas ao nosso totem. 


-Outros Garous também foram atrás de Elaijah e do traidor, mas um choque de energias nos desmaiou e quando acordamos foi como Elaijah havia contado, nossos corpos estavam trocados, eu fui a ultima a acordar e estava no corpo de Elaijah... Seguimos rastreando Equilíbrio-da-vida que estava no corpo do Black-Hat até um rio, percebemos que ele poderia ter fugido pela umbra, o que era estranho porque a película estava muito densa, e não estávamos conseguindo usar nossos dons. Decidimos em grupo que o melhor a se fazer era ajudar Black-Hat, a rastrear seu corpo, então fomos até o centro da cidade para pegar um carro e buscar seu computador, foi ai que voltamos para nossos corpos. 

é visível a raiva em seu olhar quando ela continua. 

- Em questão de segundos, tentamos neutraliza-lo mas ele usou de seus poderes controladores, e nos fez ir a pé, de mãos dadas e felizes para a entrada norte do Caern. 

Amélia olha para Elaijah. 

- Ele deve ter se confundido ao citar os locais quando disse que isso aconteceu na entrada norte, provavelmente pela gravidade de seus ferimentos. 

Ela volta a olhar para Garras-do-Trovão.

- humanos nos viram, viram a batalha e viram quando andamos em direção ao Caern, o véu foi rasgado por causa daquele traidor filha da puta. 

Ela respira fundo pra tentar se recompor.

- Me ofereço para julgamento e dou minha palavra que minha vida pertence a essa ceita. Elaijah é um membro valoroso da minha matilha, e não acredito sob hipótese alguma de que ele seja também um traidor. 
Amélia Carder
Amélia Carder

Mensagens : 111
Data de inscrição : 24/07/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 9 Empty Garras-do-Trovão (H) | Júbilo-das-Górgons (H) | Fênix-de-Prata (H) | Fúria-da-Tempestade (C) | Temido-Como-Vulcões (C) | Furor-de-Rama (H) - Matilha Guardiões da Canção Ancestral | Matilha Sangue Forte de Luna

Mensagem por NarraDiva em 12.12.18 7:08

Após os relatos de Asas-de-Cailleach, Temido-como-Vulcões fala à Sangue Forte de Luna:

'- As informações de vocês ajudam a montar o quebra-cabeça. Não temos motivos para suspeitar do Portador da Luz Interior de vocês. Assim como fiz com Arauto-da-Morte, recomendo ao Juiz da matilha apenas que lhes retire o Renome devido aos atos sem maiores punições. Havia dignidade nas ações, mas nosso critério não pode mudar de acordo com nossas conveniências.'

Seu olhar passava pelos demais, esperava para ver se mais alguém tinha algum relato. David, olha para Nate e indaga:

'- Anda-com-Espíritos, antes de mais nada, você passará a integrar o projeto de formação de heróis dessa seita. Seu desempenho foi muito satisfatório e esteve em diversos relatos. Queria saber mais sobre esse poderoso espírito que bloqueou a Weaver, como que isso se deu? A seita tem alguma dívida com ele?'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 9 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Elaijah Maickoson em 12.12.18 9:05

Equilíbrio-da-Força / Templo da Justiça
Hominídeo


Após a decisão de Temido-Como-Vulcões e Garras-do-Trovão sobre a punição ser declarada, Elaijah se levanta e se coloca ao lado de Asas-de-Cailleach, faz um reverência ao alto conselho e dá um passo para trás.

Olha para a Garous que lhe era tão familiar, mas ao mesmo tempo desconhecida e faz um meneio de cabeça a cumprimentando silenciosamente por estar integrando a matilha. Pois aquele não era o momento de dar boas vindas e fazer as apresentações formais. Assim que Anda-Com-Espíritos terminasse seu relato e fosse liberado, aí sim a matilha iria se reorganizar.
Elaijah Maickoson
Elaijah Maickoson

Mensagens : 205
Data de inscrição : 21/03/2018
Idade : 31

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 9 Empty Deganawida (crinos) - Alto Conselho, demais

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em 12.12.18 12:15

O Wendigo se aproxima do Templo, sempre seguindo Luke e não entra sem a autorização devida. Silencioso, ele acompanha os diversos relatos que eram pouco a pouco analisados pelo Conselho, e toda a invasão vai fazendo sentido. 

Ainda calado, Degan considera satisfatório o relato de Legado-do-Trovão. Ele observa bem a reação do Conselho, tentando decifrar o que viria a seguir, sentindo-se pesaroso por sua irmã sequestrada.

Tsc... Black-Hat... 


Era engraçado pensar aquilo de um Andarilho do Asfalto, mas a Ragabash tinha lhe dado conselhos no dia anterior e se mostrado prestativa. Degan devaneia sobre suas diferenças com a tribo por um instante mas logo volta a acompanhar os relatos das matilhas. 

Eu nunca suspeitaria de um Portador da Luz Interior... Esse Caern está cada vez mais estranho. Quem diria, Kiba, seria melhor que você realmente tivesse matado esse traidor...
Deganawida
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 496
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 44

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 9 Empty Amélia Carder (Hominídea) - Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Amélia Carder em 12.12.18 12:46

Amélia acena com a cabeça em silêncio para Garras-do-Trovão. 

*Eu não sei como pode ser possível um homem ser tão lindo*

Volta para junto de sua matilha, dá um aceno de cabeça para Beladona e quando passa por Nate, coloca rapidamente a mão sob seu ombro como gesto de aprovação e encorajamento.
Amélia Carder
Amélia Carder

Mensagens : 111
Data de inscrição : 24/07/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 9 Empty Legado do Trovão (Crinos)

Mensagem por Luke Constantine em 12.12.18 14:20

* Luke havia feito seu relato e nota que a atenção do conselho era sua enquanto falava. No entanto nenhuma orientação direta lhe era endereçada, de modo que presumia que eles queriam ouvir mais relatos antes. Degan estava ao seu lado mas se mantinha silencioso, o Wendigo era realmente um homem de poucas palavras mas aquilo significava tambem que nao tinha adições. Se limita a poupar suas forças e escutar todos os depoimentos, montando cada peça daquela história em sua mente e conseguindo um resultado mais completo do que havia se passado. *
Luke Constantine
Luke Constantine

Mensagens : 556
Data de inscrição : 28/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 9 Empty Templo da Justiça / todos na cena

Mensagem por Anda-Com-Espiritos em 12.12.18 15:41

Forma Crinos

Nate estava calado esperando o momento certo para se pronunciar. Ouvia os relatos dos outros garous das outras matilhas para caso faltasse algo complementar no fim. Sabia que a melhor pessoa a relatar os fatos de sua matilha seria Elaijah. O relato de Bruno esclarece muitas duvidas que estavam em sua cabeça sobre o que poderia ter causado todo aquele problema com os dons e os espiritos.
Quando pantaneiro fala porem Nate ferve de raiva.

*Maldito excluindo as outras matilhas como se elas nao tivessem nem participado da defesa do caern e desrespeitando os mortos das mesmas como se elas nao tivessem sacrificado  seus integrantes para defender o caern e os 'lobos' vulneraveis pelas atitudis imprudentes e atrevidas que eles haviam tomado ao quebrar a litania.*

Mas mesmo assim ele nao deixa transparecer muito, sabia como esconder seus sentimentos.

Elaijah toma a palavra e Nate esperava que isso complementasse o resumo da história por completo.

Amelia toma a palavra logo após Elaijah e faz um detalhamento melhor do ocorrido.

Achando que poderia contribuir com algo e vendo que todos estavam calado toma o uso da palavra para si:

"- Com a permissão do alto conselho gostaria de complementar os fatos."

Aguarda a permissao e continua:
"- Me deparei com a situação de Equilibrio-da-vida lutando juntamente com parte de minha matilha contra ela mesma. Juntamente comigo alguns outros garous se encaminhavam para a mesma direção onde a luta ocorria e ao ver tal situação o traidor Kapheus usou-se de um fetiche, uma especie de joia, para invocar uma enorme dor de cabeça sobre todos os garous ali presentes e logo em seguida com a chegada de mais reforços do caern ele usou uma segunda joia, ou pode ter sido a mesma, para invocar o chamado da wyrm. O restante da história todos ja sabem pelos relatos anteriores."




"- O que me chama a atenção nesse ponto é que:

1- O chamado da wyrm foi atendido com uma velocidade quase que instantânea, pois assim que ele o fez e desceu no barranco ja fomos defender o caern na entrada Norte. A esta altura gostaria de dizer que acredito que o traidor tentava fugir com algo muito valioso, o que imagino ser uma das joias da coroa.

2- Estamos em guerra com um inimigo muito mais organizado com planos em ação contra o caern, como pôde ser constatado pelo ataque recente muito bem executado, e nao estamos nos organizando para tal guerra.

3- E para mim essa é a pior parte, estamos cheios de traidores no caern onde a cada dia descobrimos um mas nao a tempo de evitar uma desgraça que o mesmo ja tenha desencadeado."

Nate sentia-se altamente honrado em ser nomeado para o projeto de herois. Apenas os melhores eram indicados.

"-Agradeço desde ja a indicação e sinto-me altamente honrado em ser nomeado para tamanho projeto. Desde ja agradeço!"
Da uma pausa para dar enfaze à satisfaçao e honra que sentia. Entao continua.
"-A respeito do espirito da noite caso seja de desejo posso passar um relato mais detalhado. Mas desde ja confirmo que temos uma grande divida com esse espirito. Pois sem sua ação em protejer alguns garous dos efeitos da weaver estariamos todos indefesos contra ela e teriamos sido massacrados. Como a foice ceifa o trigo. Ele absorveu os danos que a weaver causou ao custo de sua propria força ficando assim fraco e machucado"


Última edição por Anda-Com-Espiritos em 13.12.18 16:14, editado 1 vez(es)
Anda-Com-Espiritos
Anda-Com-Espiritos

Mensagens : 222
Data de inscrição : 21/03/2018
Idade : 35
Localização : Fortaleza

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 9 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Legado Prateado em 13.12.18 12:46

Legado Prateado - Todos

O Ahroun ouve os relatos do que aconteceu naquela noite, seus irmãos haviam sido enganados e colocados uns contra os outros, isso era inadmissível. Provavelmente esse plano já estivesse sendo executado há algum tempo e por isso os reforços para as forças da Wyrm chegaram tão rápido.

Talvez se o Presas de Prata tivesse chegado um pouco mais cedo tivesse sido capaz de ajudar, o que lhe conforta é que aquele Caern não havia caído para as mãos da profanadora e via ali encontrava Garous de fibra com quem seria bem honroso lutar lado a lado.
Legado Prateado
Legado Prateado

Mensagens : 118
Data de inscrição : 01/12/2018
Idade : 35

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 9 Empty Deganawida (crinos) - Todos

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em 13.12.18 15:05

Degan continua acompanhando as falas em silêncio. Ele se mantém atento, mas a última fala lhe causa estranhamento.

As joias da Coroa? Mas, como? Por Gaia! Tsc... O ritual... Será que já se iniciou?... Os anciões Bunyip... 


A expressão do jovem Philodox é de pesar. No entanto, o Wendigo ergue uma sobrancelha com o restante das observações do Senhor das Sombras. Ele só observa a figura de seu tio, o Ancião responsável pelos planos de guerra, e do líder da Seita para ver suas reações.
Deganawida
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 496
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 44

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 9 Empty Garras-do-Trovão - Todos no Templo da Justiça

Mensagem por NarraDiva em 13.12.18 16:44

David escuta as palavras de Nate. O quebra-cabeças na mente do líder da seita já estava concluído. Outros conselheiros também comungavam da compreensão do Senhor das Sombras. Diante dos comentários de Nate, David, como sempre carismático, apenas diz:

'- Foi tudo muito complexo nesse começo de noite, Anda-com-Espíritos. Agora que você está no nosso projeto de Heróis, você terá acesso a um nível superior de informações que lhe ajudará a compreender as coisas. O que posso adiantar para você e para os demais, é que, pela junção dos relatos, acredito que além da Wyrm já preparar um ataque para esse Caern essa noite, a Jóia pode ter criado portais para que a profanadora chegasse logo na cidade. Não sabemos exatamente os poderes das jóias, mas tudo indica para isso. Equilíbrio-da-Vida e seus aliados queriam derrubar o Caern essa noite e graças à Olhos da Tempestade, Sangue Forte de Luna, Guardiões da Canção Ancestral e Fortaleza de Gaia, o plano não deu certo.'

O líder do Caern lança um olhar cúmplice para o restante do Alto Conselho, dizendo em seguida:

'- Apesar de que impedí-lo teve um custo mais alto do que essa Seita poderia pagar.'

Havia pesar em saus palavras. Não apenas pelo seu pai, mas pelo Caern que tomava um segundo golpe duríssimo. O líder do Caern, prossegue falando:

'- Sou obrigado no entanto a refutar suas últimas palavras. Quem não está se preparando para a guerra? Esse Alto Conselho não pode e nem aceitará ser desrespeitado de tal maneira, Anda-com-Espíritos. Assumimos ontem, em meio à uma guerra civil, estamos trabalhando para unir as tribos, estruturas as matilhas, avançar no controle da cidade, identificando inimigos e preparando ataques... desde quando isso é não se preparar? O que você quer? Que saiamos loucamente atacando qualquer coisa que se mova? Ou que façamos um milagre para resolver tudo em poucas horas?'

Apesar de duras, as palavras vinham sem alteração de voz, o Senhor das Sombras encerra dizendo:

'- Se a Seita não tiver confiança nesse Conselho, nós entregamos nossos cargos logo após enterrarmos os mortos, mas não vamos aceitar leviandades. Você sequer saber do que está falando...'

O líder da Seita, por fim, diz:

'- Quem não tiver mais nada a dizer, está dispensado para seguir ao Cemitério para a Cerimônia. Quem tiver mais algo a acrescentar, que fale agora.'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 9 Empty Templo da Justiça / todos na cena

Mensagem por Anda-Com-Espiritos em 14.12.18 0:12

Forma: Crinos

Havia escolhido mal as palavras e se expressado de forma errada e isso custara muito. O Senhor das Sombras havia pecado no seu posicionamento.


*Merda, pensei uma coisa e disse outra*

"-Peço desculpas ao alto conselho. Não quis de forma alguma ofender. Nao soube me expressar direito. Quando falava em "nos preparar" me referia as matilhas mais novas que estavam agindo de formas desordenadas e quebrando regras e protocolos que são feitos pelo alto conselho exatamente para evitar momentos como o que ocorreu. Acabei nao me explicando direito"

Esperava ter remediado sua enorme gafe!
Anda-Com-Espiritos
Anda-Com-Espiritos

Mensagens : 222
Data de inscrição : 21/03/2018
Idade : 35
Localização : Fortaleza

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 9 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Legado Prateado em 14.12.18 10:10

Legado Prateado - Sangue Forte de Luna / Todos

O Presas de Prata observa o esporro em silêncio, Anda com Espíritos havia acabado e ser convidado pra um tipo de grupo fechado de elite e ainda assim critica a Seita chamando a todos de despreparados, pelo pouco que o Ahroun viu se eles fossem tão despreparados assim as consequências poderiam ser bem piores mas era um Theurge, o que esperar dele quando o assunto era táticas de batalha?

Por fim todos estavam dispensados para seguir até o Cemitério e prestar suas homenagens finais àqueles que caíram em batalha defendendo o Caern. O jovem Ahroun já se preparava para ir, apenas esperava sua matilha pra seguir junto com eles até pq não sabia onde ficava o cemitério.
Legado Prateado
Legado Prateado

Mensagens : 118
Data de inscrição : 01/12/2018
Idade : 35

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 9 Empty Igor (C) > Degan

Mensagem por Alek em 14.12.18 16:56

Igor chegou no Templo, conforme a informação que recebera, e aguardou a devida autorização para adentrá-lo.

À medida que entrava, ouvia a voz de Garras-do-Trovão ao fundo, mas só conseguiu entender o final do discurso do líder do caern, que era uma repreensão à forma que Anda-Com-Espíritos se referira ao Alto Conselho, fosse lá o que fosse.

O Presas olhou ao redor e localizou rapidamente sua matilha. Sem alarde, se aproximou em silêncio e colocou-se ao lado de Degan.


- Está feito. - disse discretamente para o beta, referindo-se ao enterro de Espírito-Tranquilo.

O enorme corte no seu peito ainda doía, impedindo que a memória da batalha atroz que enfrentara saísse de sua mente.

"Agora que Allen e Olhos de Gaia se foram, preciso cuidar deles. Preciso aprender a curá-los." - pensou o lua crescente, passando o olho por sua matilha e voltando, finalmente, sua atenção para David.
Alek
Alek

Mensagens : 238
Data de inscrição : 04/04/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 9 Empty Garras-do-Trovão - Todos

Mensagem por NarraDiva em 14.12.18 21:01

O Senhor das Sombras ouve as palavras de Nate e aparentemente não queria transformar aquilo em uma batalha de ideias. O Alfa do Caern apenas diz:

'- Que seja, Nate... não tenha dúvidas que estamos atentos e preocupados com as matilhas mais jovens dessa Seita.'

O Alfa do Caern olha para todos e diz:

'- Se ninguém tem mais nada a acrescentar, estão todos dispensados. Sugiro que não se afastem muito, assim que terminarmos aqui iremos começar com a cerimônia dos Falecidos. Ninguém está autorizado a deixar o Caern até que a cerimônia se encerre.'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 9 Empty Legado do Trovão (Crinos)

Mensagem por Luke Constantine em 14.12.18 21:26

* Luke ouve atentamente as palavras do conselho que, tal qual ele próprio, já haviam reunido evidencias bastantes para compreensão do ataque adaquela noite. Fica positivamente surpreso com a honraria que era concedida à Anda-Com-Espiritos, que assumiria o lugar de Sussurros-Solitários no projeto de formação de heróis. Era bom ter um Senhor das Sombras ocupando aquele espaço, disso não tinha dúvidas, esperava apenas que o irmão de tribo não decepcionasse. *

"A adaga da falha dos filhos do trovão corta mais profundamente do que as reprimendas de qualquer outra tribo." 

* Mas nate não estava sendo bem sucedido em controlar a lingua e a forma que se portara deixava espaço para uma, justa, reprimenda do alto conselho, pelas palavras educadas de Garras-do-Trovão. O jovem theurge faria bem em entender que aquela etiqueta escondia uma fúria digna de nota. Não se envolve naquele problema, não lhe cabia se envolver, um integrante da matilha das sombras deveria saber se cuidar. Nota a aproximação discreta de Igor mas não interage pois, quando a palavra é novamente ofertada, se dirige ao alto conselho: *


- Senhores, apenas um acréscimo. A matilha Guardiões da Canção Ancestral gostaria respeitosamente de solicitar liberação para, se não houverem orientações contrárias por parte do alto conselho, iniciar o planejamento para o rastreamento e consequente resgate de Black-Hat após a cerimonia pelos falecidos.

* Ferido como estava, não se alonga demais e limita-se a aguardar por uma resposta mantendo uma postura respeitosa e digna, mesmo que isso implicasse uma concentração tremenda em virtude dos amplos ferimentos em seu corpo. *
Luke Constantine
Luke Constantine

Mensagens : 556
Data de inscrição : 28/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Templo da Justiça de Gaia - Página 9 Empty Re: Templo da Justiça de Gaia

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 9 de 19 Anterior  1 ... 6 ... 8, 9, 10 ... 14 ... 19  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum