A Umbra Rasa (Penumbra)

Página 7 de 40 Anterior  1 ... 6, 7, 8 ... 23 ... 40  Seguinte

Ir em baixo

A Umbra Rasa (Penumbra) - Página 7 Empty Uivador - Sussurros-Solitários

Mensagem por NarraDiva em 27.07.17 10:30

O espírito concorda e revela seu nome ao Lupino. Cabia a ele fazer o Rito que celebrasse o compromisso entre as partes.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Rasa (Penumbra) - Página 7 Empty Re: A Umbra Rasa (Penumbra)

Mensagem por Sussurros Solitários em 27.07.17 10:56

O Lobo se sente honrado com a confiança do espírito. Seria um aliado poderoso em sua nova empreitada.

"Irmãos, o espírito vai nos ajudar. Esperem." Fala o lobo para a sua matilha.

O lobo começa a desenhar glifos no chão com suas garras e entoar os cânticos sagrados lembrando o pacto que os primeiros Garou fizeram com os espíritos. Lembrando que devemos honrá-los e lembrá-los para que em troca eles nos ajudem e nos ensinem os dons.

Um luz clara emana dos glifos enquanto o garou entoa o seu cântico de forma rápida, como se estivesse em transe. O espírito se aproxima do círculo e uma névoa clara e brilhante envolve os dois selando o compromisso do Uivador ajudar a matilha a combater espíritos corrompidos e da Wyrm até que eles conseguissem deter a Mulher de Branco e Fúria Negra Theurge caída de nome, Eva.

OFF GAME: Gasto 1 ponto de Gnose e realizo o Ritual do Compromisso.
Sussurros Solitários
Sussurros Solitários

Mensagens : 847
Data de inscrição : 04/07/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Rasa (Penumbra) - Página 7 Empty Legado do Trovão (Glabro) - Olhos da Tempestade

Mensagem por Luke Constantine em 27.07.17 11:20

* Luke presumia que o Lupino estava meramente agradecendo ao espírito pela ajuda prestada mas se surpreende positivamente quando ouve as palavras do Uktena. Aparentemente o Uivador iria auxilia-los na caçada que estava em curso e aquilo parecia uma ótima notícia. O Alfa se aproxima um pouco mais da cena, interessado em aprender o que pudesse. Via as runas sendo desenhadas no chão e ouvia os cantigos mas não conseguia compreende-los totalmente. A coisa toda parecia estar ficando mais rápida e intensa, luz e névoa envolviam a cena como se estivessem criando as condições necessárias para o vínculo que estava sendo criado. Sem dizer uma só palavra se mantêm próximo, esperava que aquilo funcionasse. *
Luke Constantine
Luke Constantine

Mensagens : 556
Data de inscrição : 28/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Rasa (Penumbra) - Página 7 Empty Pantaneiro (glabro) - Olhos da tempestade

Mensagem por Convidado em 27.07.17 11:23

Pantaneiro escuta com atenção as palavras do Filho de Gaia e agracede muito à Gaia por ter um Garou como ele que conseguia enxergar a situação como um todo. A consideração do Fianna por ele que já era grande, só havia aumentado. Alef, no entanto, agiu como o Ahroun esperava. Seco e amargurado, esperando que seus erros fossem revertidos em atitudes. Esperava que realmente fosse assim, pelo menos ainda tinha uma chance de consertar suas falhas.

"Ergue a cabeça e sacode a poeira, xômano..."

Pensava consigo. Tudo aquilo era como cair de um touro de rodeio. Era ruim, difícil, dolorido, mas sabia que passaria e logo estaria por cima chegando a espora de novo.

Levantou a cabeça, notou Skull-Head dizendo que o beco estava limpo e o lobo pedindo mais um tempo. Estava aguardando a matilha atravessar de volta umbra.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Rasa (Penumbra) - Página 7 Empty Re: A Umbra Rasa (Penumbra)

Mensagem por Derek Spencer em 27.07.17 11:31

Spybot - Narração

Após adentrar a umbra, o Andarilho já se preparava para o tombo proveniente da inércia que agiria sobre ele, porém sua surpresa é imensa quando no momento em que ele atravessa para a umbra o carro atravessava junto com ele.

Assim que atravessa é automático, Spybot assume a forma lupina e solta um rosnado de reclamação, já que não conseguia xingar com palavras naquela forma. Não entendia pq aquele carro havia atravessado com ele e pelo visto sua saga iria continuar.
Derek Spencer
Derek Spencer

Mensagens : 313
Data de inscrição : 27/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Rasa (Penumbra) - Página 7 Empty Uivador - Sussurros-Solitários

Mensagem por NarraDiva em 27.07.17 12:33

O Ritual é concluído com êxito pelo Lupino (3 Sucessos). O compromisso havia sido selado e, sabendo o nome do espírito, seria bem mais fácil para que o Theurge pudesse invocá-lo em uma nova oportunidade.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Rasa (Penumbra) - Página 7 Empty Narração - Spybot

Mensagem por NarraDiva em 27.07.17 12:35

Derek, agora em Lupino por conta de sua maldição, estava na Penumbra. Na forma lupina estava livre dos cintos de segurança mas ainda na situação complicada em um carro desgovernado que agora seguia pela Penumbra. O Ragabash então nota algo assustador. De si, emanava uma energia verde que se espalhava e, enquanto andava no carro louco, via que tudo que a energia verde tocava no mundo espiritual assumia uma forma maior, bizarra e corrompida. Aquela marca que surgira em seu peito parecia irradiar a Wyrm e corromper tudo à volta de Spybot.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Rasa (Penumbra) - Página 7 Empty Sussurros solitários (Glabro) | Olhos da Tempestade | Narração

Mensagem por Sussurros Solitários em 27.07.17 12:50


Satisfeito em ver o seu ritual dando certo o Lobo o lobo agradece ao espírito e o deixa livre para ir até que tenham que combater malditos novamente.

" - Agora temos o Uivador como Aliado. Ele virá quando chamado." Fala o lobo ao Alfa.

O Lobo muda a sua forma para Glabro. A matilha faz um círculo em que todos se tocam e ele faz a travessia para o mundo físico.

OFF GAME: Continua em Rua da Zona Oeste
Sussurros Solitários
Sussurros Solitários

Mensagens : 847
Data de inscrição : 04/07/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Rasa (Penumbra) - Página 7 Empty Re: A Umbra Rasa (Penumbra)

Mensagem por Derek Spencer em 28.07.17 0:01

Spybot - Narrador

Agora na umbra, Derek vê que não conseguira se livrar daquele, literalmente, maldito carro. Ao entrar na penumbra e sua maldição ser ativada, Derek fica livre dos cintos do carro e aproveitando o rombo que havia feito no teto do carro já tenta saltar e ficar sobre o mesmo, visando fugir dos aparatos internos do automóvel desgovernado.

Ao mesmo tempo que se preocupava em sair daquele carro, percebe a energia verde que estava saindo de seu corpo. A tal da energia emanava de uma marca que havia surgido em seu peito e com certeza era aquela a razão da queimação que ele sentia. A marca irradiava uma poderosa energia da Wyrm que estava corrompendo tudo a volta do Ragabash, ir para o Caern naquelas condições era inviável e lhe causaria muitos problemas, entendia o plano da mulher de branco naquele momento, corromper a porra toda, era óbvio. Agora via que a razão do carro ter se corrompido era ele mesmo, precisava fazer algo pra solucionar aquele problema.

Off: Zero, se tiver algum teste, por favor rola aê.
Derek Spencer
Derek Spencer

Mensagens : 313
Data de inscrição : 27/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Rasa (Penumbra) - Página 7 Empty Narração - Spybot

Mensagem por NarraDiva em 28.07.17 6:45

O Andarilho do Asfalto com um salto consegue saltar para o teto do carro (sem teste necessário). No entanto, se manter no teto era algo muito difícil mas Derek consegue em um primeiro momento (1 sucesso). Assim, o carro seguia pela Penumbra e Derek seguia se deslocando e aumentando o raio da corrupção que emanava de si. Os espíritos que passavam perto do Andarilho se corrompiam instantaneamente conforme o carro desgovernado passava.

OFF GAME: A cada turno que tentar se manter em cima do teto do carro desgovernado, Spybot terá que testar sua Destreza + Esportes com dificuldade 9. 
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Rasa (Penumbra) - Página 7 Empty Re: A Umbra Rasa (Penumbra)

Mensagem por Derek Spencer em 29.07.17 16:31

Spybot - Narração

Conseguia se manter em cima do carro mas não era difícil notar que sua atitude apenas estava aumentando a mancha de corrupção que ele emanava de si. Sem pensar duas vezes, o pequeno lobo se joga do carro em direção ao chão e tenta se transformar em Glabro no meio do caminho.

Off: Por gentileza, solicito a rolagem de dados.
Derek Spencer
Derek Spencer

Mensagens : 313
Data de inscrição : 27/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Rasa (Penumbra) - Página 7 Empty Narração - Spybot

Mensagem por NarraDiva em 29.07.17 17:45

O lupino se joga do carro que segue indo embora sem rumo pela Umbra. No caminho, assume a forma Glabro e se choca com o chão, sentindo que desloca o ombro durante o processo.

OFF GAME: O Andarilho está com 3 níveis de dano contusivo pelo impacto em saltar do carro em movimento.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Rasa (Penumbra) - Página 7 Empty Re: A Umbra Rasa (Penumbra)

Mensagem por Derek Spencer em 29.07.17 17:52

Spybot - Narração

Derek salta e indo de encontro ao chão consegue assumir sua forma Glabro mas isso não o isenta de receber os danos vindos da queda, ao se levantar com o ombro deslocado apenas grita pro Carro:

-"Isso mesmo lata velha, foge igual uma mocinha!! Cuzão!! Uma kombi de 1979 é muito melhor do que vc jamais será um dia!!"

Resmungava de dor enquanto segurava seu ombro com a mão.
Derek Spencer
Derek Spencer

Mensagens : 313
Data de inscrição : 27/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Rasa (Penumbra) - Página 7 Empty Narração - Spybot

Mensagem por NarraDiva em 29.07.17 21:23

Ao notar o local exato onde caíra, Derek se depara com uma realidade muito estranha: estava tudo absolutamente deserto ali. Não havia sinal de nenhum espírito sequer no local. O carro segue disparado sem rumo até sair do horizonte do Andarilho do Asfalto.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Rasa (Penumbra) - Página 7 Empty Re: A Umbra Rasa (Penumbra)

Mensagem por Derek Spencer em 29.07.17 23:15

Spybot - Narração

Ao ver que as coisas estavam tranquilas, Derek olha para um lado, olha pro outro e pensar *Essa merda tá tranquila até demais, o que tá rolando??*. Sem pensar duas vezes, o Ragabash usa sua Gnose e rompe a película para voltar para o plano real.

Off: gasto 01 de Gnose
Derek Spencer
Derek Spencer

Mensagens : 313
Data de inscrição : 27/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Rasa (Penumbra) - Página 7 Empty Olhos-do-Caos - Sangue-dos-Quatro-Ventos | 99-Centavos | Brilho-dos-Sonhos | Sussurro-da-Noite

Mensagem por NarraDiva em 03.08.17 11:22

O grupo surge na Penumba. Zvanna aguarda que todos se habituem à transição para iniciar o ritual. Os espíritos da Noite se aproximam bastante dos Garous que estavam ali junto da Senhor das Sombras.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Rasa (Penumbra) - Página 7 Empty Sangue-dos-Quatro-Ventos (hominídeo-crinos) - Asas da Esperança

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em 03.08.17 12:11

O Wendigo logo chega à Penumbra levado pela Theurge dos Senhores das Sombras. Ele ouviu bem as palavras de Zvanna e sabe que teria que lidar com os dois Ragabash se fosse para invocarem o totem ali mesmo. Ele assente com a cabeça para as orientações dela e assim que todos chegam à Umbra ele começa a falar:

" - Todos vocês se lembram de quando fizemos o juramento para o Totem: Estávamos todos sob a forma crinos. Esta também será a nossa forma quando encontrarmos com ele, então preciso que todos mudem para ela."

O enorme crinos de pelagem grossa e cinzenta surge logo depois do Philodox terminar essas primeiras orientações, e ele continua:

" - Vocês ouviram nossa Theurge: O Uirapuru é um totem de respeito. Este é o momento em que todos vocês precisam entender que o papel de vocês como Garou não é fácil, mas atende as forças de um Espírito maior do que tudo o que podemos compreender: Gaia. A Grande Avó, como meu povo a chama,  criou tudo e todos e colocou uma fagulha de si no espírito de cada um. Esta é a hora que vocês deverão senti-la fluir em vocês. Este é o momento em que vocês ouvirão o lado dos espíritos de suas tribos e permitirão a eles mostrarem para vocês a verdadeira natureza do povo-lobo."

Ele observa bem a Ragabash dos Roedores-de-Ossos:

" - Nossas leis e punições existem, não para que nos deixemos afundar pelas falhas cometidas, mas para que consigamos aprender e melhorar no nosso dever sagrado: Nós estamos aqui com você para que compreenda seu papel no plano da Grande Avó e para ensiná-la a percorrer o caminho Dela. Sua falha existe, mas este é o momento em que você se erguerá e mostrará a força do seu espírito aceitando com dignidade o seu papel e aprendendo com ele. Levante-se!"

A Roedor precisava se erguer e parar de remoer sua falha, porque o que estava feito estava feito, e o que de melhor poderia ser extraído disso, o aprendizado, não viria se ela continuasse a viver no pesar.  

O Wendigo, então, se volta para o Galliard:

" - O augúrio do Dançarino-da-Lua existe para que nós, com frequência, nos recordemos de nossa natureza e nos inspire a seguir em frente. Sussurro, eu preciso que você uive para nós. Só assim a parte lobo de cada um receberá o vigor necessário para entrar em contato com o respeito e a honra de nossa natureza: Somos Garou. E precisamos ser lembrados disso agora..."

Deganawida espera pelo chamado do Galliard para que a voz de todos se unam em um só som ecoando pela Penumbra, antes de chamarem o Uirapuru...

OFF: Degan ativa Persuasão.
Deganawida
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 496
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 44

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Rasa (Penumbra) - Página 7 Empty Tarek (Crinos) - Degan - Jéssica - Tomás - Zvanna

Mensagem por Convidado em 03.08.17 12:56

O atravessar da película sempre gera um leve incômodo, mas em segundo o peregrino já se acostuma ao lugar. Havia ouvido Olhos do Caos e as palavras dela eram reais mas preocupantes. A cara da ragabash não era nada animadora ou confiante.
Logo ouve o philodox se pronunciar. E aquilo lhe abria esperanças.
Thiago se lembra das rodas em volta da fogueira no parque Recanto dos Papagaios, lá no Paraná, das histórias sobre as inspirações que um galliard podia mover num grupo de lobisomens, lembra de ouvir o uivo dos mais velhos ali também ao dar início a festividades e contação de histórias. O uivo de início para a caça e batalha. E como aquele uivo mexia com o seu interior, seu instinto e seu lobo. Precisava fazer isso agora pelos seus irmãos de matilha e pelo totem.
Acena com a cabeça para Deganawiga, inspirado pelo philodox e suas lembranças, então toma a forma crinos, negro de pelo curto, alto e magro, de patas mais longas, orelhas pontudas e levantadas que lembravam o chacal e a imagem do Deus Anubis.
Olha para Jéssica e Tomás, foca na lembrança dos uivos ouvidos, das histórias onde os uivos tinham sua importância e peso, da motivação que uivos traziam as matilhas. Foca nas palavras de Degan em atingir a fagulha lupina de Gaia no espírito de todos.
Ele não podia errar agora é precisava se fazer ouvir, precisava atingir o âmago do espírito de luta do povo e o âmago do espírito de matilha. Era por ele, pela matilha, pelo totem.
Eleva a cabeça e uiva. Mantendo todo o foco e se colocando inteiro ali seu desejo de elevar a moral da matilha no uivo. 
Isso era ser o Galliard, e cumprir o papel que Gaia o designara, sem longos discurso, na simplicidade de um som alto afinado e ritmado. O uivo.
Esperava que funcionasse, esperava que os outros se unissem ali também no uivo.

__________
OFF: rolar teste para o uivo motivacional XD
Gastar força de vontade para garantir bons resultados, Tarek está focado na atividade.

Estou meio poético hoje pelo jeito... Mas sem rima pantaneira... XD

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Rasa (Penumbra) - Página 7 Empty Jessica (Lupino - Crinos) - Deganawida - Tarek - Tomás - Zvanna

Mensagem por Eve Ballmer em 03.08.17 13:17

Zvanna tinha toda razão. A Roedor estava já desistindo de tudo e de todos da sua matilha diante dos acontecimentos recentes e aquilo não era espírito de um Roedor de Ossos que sempre persevera nas adversidades. Como ela poderia se considerar uma sobrevivente se estava se deixando levar pelos fracassos recentes que estavam passando? Jessica não era assim, não vivia assim e nunca desistiu, afinal ela era brasileira.

Enquanto atravessava a Umbra ela pensava nessas coisas e chegou até a sorrir. Alguém mais próximo dela poderia até ter percebido, mas era um sorriso rápido.

Ao atravessar, com a maior parte da sua matilha, para o Mundo Espiritual, Deganawida dá mais algumas sugestões sobre a forma que deveriam usar. Era a Crinos, a mesma que destruiu um carro, rasgou o véu e matou quatro inocentes. Mas Jessica não iria hesitar. O índio tenta animar Jessica, e ela o agradece por isso com um aceno de cabeça. Era bom ter o apoio de seus irmãos de matilha. Ela então muda para Crinos assim que o Wendigo orienta.

Deixou-se apreciar a Umbra ali. Com uma floresta bem densa. A energia gaiana no local era enorme e ela começa a inundar o corpo da Roedora, enchendo-a de energia e fazendo-a lembrar de que aquela energia, mesmo que somente uma pequena parte, estava dentro dela a todo momento e ela lutava para que ela nunca se dissipasse.

Tarek começa a uivar e fazer seu papel de augúrio. Jessica não acredita muito no potencial do Peregrino, não só por ser filho da Coruja, mas por estar infectado pelo sangue daquele vampiro. Mesmo que Zvanna não tivesse encontrado nada com seus poderes, Jessica não acreditava em nada que o Galliard falava e sabia que seu uivo não faria efeito algum. 99 Centavos era muito realista nesse quesito.
Eve Ballmer
Eve Ballmer

Mensagens : 515
Data de inscrição : 25/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Rasa (Penumbra) - Página 7 Empty Olhos-do-Caos (Crinos) - Sangue-dos-Quatro-Ventos | 99-Centavos | Brilho-dos-Sonhos | Sussurro-da-Noite

Mensagem por NarraDiva em 03.08.17 15:13

O uivo do Galliard enche os corações da matilha (3 sucessos). Ele inspira todos a se sentirem mais encorajados a deixar aquilo que os fazia se sentir mal, desmotivado, triste, para baixo, de lado e pudessem reagir. 

Zvanna assume a forma Crinos e olhando para Degan fala:

'- Conjurarei o Uirapuru ao seu sinal, Sangue-dos-Quatro-Ventos.'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Rasa (Penumbra) - Página 7 Empty Jessica (Crinos) - Deganawida - Tarek - Tomás - Zvanna

Mensagem por Eve Ballmer em 03.08.17 17:37

Depois do uivo de Tarek, Jessica imaginou que todos ali até os espíritos próximos entrariam em uma depressão tão grande que se matariam de tristeza. Mas o efeito é o contrário, pelo menos para a Roedora de Ossos.

Uma sensação de bem estar, que já começava a se fazer presente em Jessica, é aumentada de uma forma que ela não podia explicar. Agora em Crinos, ela sorri para o Galliard. Talvez um sinal de boa vontade para com ele ou somente a vontade de rasgar a garganta dele, o Peregrino não teria como saber.

Uma coisa ela não poderia negar: o uivo do Galliard surtira um efeito inesperado na Ragabash. Queria que também tivesse surtido efeito em todos os outros membros a matilha.

Olhou para Deganawida, Tomás, Tarek e depois para Zvanna. Todos estavam ali porque ela, Jessica, tinha cometido um erro. Era como Sarah dizia, quando um erra, todos erram. Jessica se sentia muito bem e estava pronta para que o Uirapuru fosse invocado, mas tinha receio do que ele poderia fazer quando aparecesse. Na sua cabeça, ela faria de tudo o que fosse possível para apaziguar a fúria do Totem. Qualquer coisa.

Esperava a invocação ser feita.
Eve Ballmer
Eve Ballmer

Mensagens : 515
Data de inscrição : 25/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Rasa (Penumbra) - Página 7 Empty Tomás (Crinos) e 80% da Asas da Esperança

Mensagem por Convidado em 03.08.17 18:57

Assim como todos Tomás também alterna para a sua forma Crinos, sua forma esguia com a face canina de Husky Siberiano e com um corpo esbelto similar a de uma raposa, ele olha ao redor prestando atenção em todos na sua forma "meio-a-meio" e em silêncio atravessa a Película para a Penumbra

Degan então acaba convencendo Tarek a "uivar" para aumentar a moral do grupo. Tomás sabia sobre esta habilidade dos Galliard, mas se segurou para não rir, inclusive por ter ficado ofendido, não estava chateado ou cabisbaixo, nada que havia ocorrido até agora ali o alterava emocionalmente, então decidiu não falar nada, pois se falasse, irritaria alguém e estava cansado do sentimentalismo alheio.  

Apesar da sensação estranha de atravessar a Película, Tomás se adaptou bem mais facilmente que a primeira vez e no decorrer dos eventos acabou que Thiago uivou cumprindo um papel "motivacional" para aquela parcela da matilha. Brilho-dos-Sonhos não estava abalado como Degan fez parecer e fez uma expressão bastante irônica com a sobrancelha levantada perante a situação, no entanto o Peregrino foi bastante funcional no "lance do uivo" e foi questão de tempo até que Tomás sentisse um estranho bem-estar, relaxamento e confiança, no entanto psicologicamente o rapaz achou isto muito estranho. *Esta merda de uivo é perigoso, é muito fácil ganhar uma confiança cega com isto.*, ainda estranhando a situação Tomás nada fala apenas observando o "mundo dos espíritos", era um mundo belo e estranho, Tomás estava gostando do local, mas não tinha motivos para estar realmente confiante ali, não era sua área de domínio.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Rasa (Penumbra) - Página 7 Empty Tarek (Crinos) - Degan - Jéssica - Tomás - Zvanna

Mensagem por Convidado em 03.08.17 20:43

O peregrino nem precisava do efeito do uivo sobre si. Só precisava ver como estava a cara da matilha a volta e ver que tinha acertado bem ali.
Dando até umas abanadas discretas de rabo, como cachorro feliz ao ganhar uma bolinha, ao ver Jéssica lhe sorrindo e até Tomás que tinha uma cara blasé parecia mais animado. Talvez com aquilo a ragabash parasse de implicar tanto com ele agora. Já que comprar ela com comida teria teria que esperar um mês para tal.
*Obrigado Gaia! É assim que a gente canta! Sucesso.*
Orgulhoso de si, Thiago um pouco mais controlado e sem abanar o rabo, tomando um ar mais respeitosos e altivo do que feliz, olha para o philodox e acena com a cabeça que estava pronto para ele dar o sinal a Zvanna para chamar o totem.
* Uirapuru eu contei tua história e agora é hora de pagar, agradecer e fazer novas histórias... Confia que vai dar certo.*

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Rasa (Penumbra) - Página 7 Empty Sangue-dos-Quatro-Ventos (Crinos) - Asas da Esperança

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em 03.08.17 21:36

O Uivo do Peregrino soa alto e longe, e é nítido que todos ali haviam recebido vigor novo após ouvi-lo...

Esse Galliard precisa focar mais seus esforços em seu ofício ao invés de perseguir rabos-de-saia ou buscar parceiros. Ainda mais depois dessa noite. Se ele fosse mais centrado eu não precisaria ser tão duro com ele e os demais membros dessa matilha lhe dariam mais crédito...

Ao final do uivo, Deganawida observa as reações de todos ali. Não havia como disfarçar, por menos que gostassem de Tarek os dois Ragabash veem que ele fez seu papel naquela hora:

" - Bom trabalho Sussurro."

Foi um agradecimento sincero, teriam um problema a menos por conta dele. Degan joga os ombros e a coluna para trás e procura se empertigar. Espíritos de respeito eram formalistas, por sorte, o Oneida era um Philodox. Por azar, sua matilha havia falhado muitas vezes aquela noite...

Ele lança olhares para todo ali:

" - É bom vê-los assim. Estamos todos mais ligados a nossa verdadeira natureza agora. Se preparem..."

O Wendigo respira fundo. Ele se volta para sua Angalkuq:

" - Pode chamá-lo."
Deganawida
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 496
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 44

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Rasa (Penumbra) - Página 7 Empty Uirapuru | Olhos-do-Caos - 99-Centavos | Brilho-dos-Sonhos | Sangue-dos-Quatro-Ventos | Sussurro-da-Noite

Mensagem por NarraDiva em 03.08.17 22:15

Ao sinal do Wendigo, Zvanna começa a desenhar runas no chão. Ela faz o desenho, corta a palma de sua mão e quando esta toca o chão, emite um uivo belo que faz com que ali, diante de todos, muito rapidamente surja o Zangado Uirapuru. Somente Zvanna e Degan entendiam o que o espírito dizia:

'- Uirapuru Envergonhado...'

Zvanna responde:

'- Estamos aqui para nos desculpar contigo, ó honrado Uirapuru.'

O espírito repete:

'- Uirapuru muito zangado... onde estar honra de Asas da Esperança? Onde estar respeito a dogma de Uirapuru?'

Zvanna olha para Degan que sabia a língua dos espíritos, dando a chance do juiz falar antes dela prosseguir.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Umbra Rasa (Penumbra) - Página 7 Empty Re: A Umbra Rasa (Penumbra)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 7 de 40 Anterior  1 ... 6, 7, 8 ... 23 ... 40  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum