Clareira Central

Página 7 de 40 Anterior  1 ... 6, 7, 8 ... 23 ... 40  Seguinte

Ir em baixo

Clareira Central - Página 7 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Convidado em 03.07.18 17:39

Pórunn acompanhar Hagen rumo a umbra.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 7 Empty Sagittarius | Bardo-Forjador - Pantaneiro | Visão-do-Futuro

Mensagem por NarraDiva em 04.07.18 9:38

Antes que Sagittarius pudesse responder ao Fianna, Bardo-Forjador passa perto dos dois, coloca uma de suas mãos no ombro esquerdo de Pantaneiro e comenta com o Ahroun:

'- Assim que puder, me procure na Forjaria. Tenho algo pra você.'

O Ragabash segue seu caminho sem esperar uma resposta do Ahroun dos Fiannas e, logo em seguida, Sagittarius responde a Pantaneiro:

'- Muito bem Pantaneiro, vamos colocar alguns pingos nos is. Primeiro que eu não tenho nenhum tipo de mágoa ou desapontamento com você, pessoalmente, mas Tyler não morreu simplesmente, foi assassinado por um membro da sua matilha. Um membro que já foi punido, mas é importante frisar que ele foi assassinado. Saber que Kiba saiu para resolver supostos assuntos pessoais antes de cumprir um juramento feito sob ritual comigo me soa como fuga. Ele não cumpriu o acordo que fez comigo e isso é muito ruim e desonrado. E como o acordo foi dele comigo e não da sua matilha comigo, não há porque você se envergonhar da incapacidade da sua matilha de cumprir a missão. Se ele os abandonou, também abandonou o juramento feito comigo e não seria justo jogar sob vocês responsabilidades que não foram vocês quem assumiram.'

O Philodox faz uma pausa e continua a falar:

'- Eu vou dar um jeito nessa situação. E vou sacrificar o fetiche que Kiba deixou como garantia de sua honra, até porque, como toda a Seita sabe, honra nunca foi o forte dele... mas enfim, vocês não tem dívida comigo e nem pedirei nada, apenas sigam em frente e tentem ser uma matilha melhor. Tudo bem?'

O Juiz olha para Bruno, que parecia querer falar com Pantaneiro e comenta com o Fianna:

'- Acho que o novato do Caern quer falar contigo...' - diz enquanto fazia um sinal para que Bruno se aproximasse.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 36
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 7 Empty Pantaneiro ( hominideo ) - Saggittarius / Bruno Caselli

Mensagem por Convidado em 04.07.18 21:41

"E o que será que é?"

Se pergunta após acenar positivamente para Adryan entendendo o recado. Tinha medo do que o Ragabash quisesse tratar, mas seja lá o que fosse, enfrentaria de cabeça erguida, já que estava fazendo o possível para se tornar melhor. E então Saggittarius começa a falar. Fala sobre a morte de Tyler, do descompromisso de Kiba e ao final estava livre da missão do Reino Cibernético, pois isso ficaria sob a responsabilidade dele.

"Por essa eu não esperava, mas tenho que admitir, Saggittarius é de uma honra incrível..."

Estava muito grato por aquilo. Jamais esperava aquela atitude e realmente Saggittarius havia subido em seu conceito e adquirido seu respeito, se é que isso valia algo. Nota que tinha um recém-chegado que queria falar após a deixa e então responde para Saggittarius de modo simples, humilde e muito grato.

- Obrigado, Saggittarius. Cê tem a minha palavra que faremos de tudo pra ser uma matilha melhor. Se precisar de mim, cê sabe que pode contar comigo, viu? O que eu puder contribuir, pode ter certeza que tem um braço amigo aqui, literalmente.


Riu um pouco da própria e encerra mais uma vez antes de ir dar atenção pro recém-chegado.

- Obrigado mais uma vez. Vou ver que que novato quer comigo. Inté.


Despede-se de Saggittarius e então se aproxima do sujeito recém-chegado que usava óculos e tinha uma aparência bem intelectual. Ao se aproximar, estende a mão cumprimentando e diz:

- Fala, xômano, cê tá querendo molha as palavra comigo? Posso servi-lo?


Aguarda o novato se manifestar e fica curioso com sua presença.


Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 7 Empty Bruno Caselli (Hominídeo) - Pantaneiro

Mensagem por Bruno Caselli em 05.07.18 11:00

A conversa parecia que não iria se estender por muito tempo, então Bruno achou melhor esperar que ela se encerrasse sem se aproximar ainda mais.
 
Quando Pantaneiro encerra seu diálogo e se encaminha para conversar, Bruno assume uma postura mais respeitosa e estende a mão para retribuir o cumprimento. O linguajar de seu novo Alfa era um tanto quanto diferente, mas fazia sentido já que o mesmo atendia pelo nome de “Pantaneiro”.
 
- Boa noite Sr Pantaneiro. Me chamo Bruno Caselli, atendo também pelo nome de Visão do Futuro, Theurge, Cliath, hominídeo dos Andarilhos do Asfalto. Vim a pedido do Sr Garras do Trovão que me indicou para sua matilha.
 
Bruno era sempre mantinha um tom de voz tranquilo e um sorriso sereno, mas era impossível não se surpreender com a aparência de Pantaneiro agora que ele estava mais perto dele.
 
“Pela Mãe.... Como esse pobre coitado foi violado dessa forma? Certamente deve ter tido batalhas bem difíceis...”
Bruno Caselli
Bruno Caselli

Mensagens : 306
Data de inscrição : 02/07/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 7 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Convidado em 05.07.18 12:48

Calmaria surge da umbra.
Sabia que sua fúria poderia atrapalhar, mas queria mesmo era gastar dando porrada.

"Hunf... ta certo...."

Olha ao redor, em busca dos companheiros. E começa a assumir a forma Hispo.
Assim, ele aguarda seus irmãos chegarem.

Quando todos estão presentes, numa versão "anabolizada" de dorberman, ele pergunta sério:

-Alguém ter pistola para me emprestar? Sei dar tiro, mas não consegui uma arma ainda.

Aguarda a resposta e continua, acenando com a cabeça em direção ao carro.

-Aguardo vocês no carro. 


 Ele move o olhar para Grace e para Toque de Beladona.


-Não ter perigo até o carro para Cordas-Trêmulas.




E sai em disparada em direção ao carro.  Quando se aproxima do mesmo, assume instantaneamente a forma Glabro, ficando bastante feio (aparencia 1 agora), enquanto aguardava os outros. 








-----------------
off. Gastar um de fúria para transformação
      Gastar um de fúria para correr até o carro.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 7 Empty Pantaneiro ( hominideo ) - Bruno Caselli

Mensagem por Convidado em 05.07.18 21:06

Pantaneiro ri da forma que Bruno falava. Ao final das contas era um recém-chegado à somar com a matilha. Mais um Theurge para ser um reforço. Aquilo era bom e levaria um tempo para conhecer Bruno, mas sua primeira impressão era boa. Parecia ser um intelectual que sabia o que fazer na hora certa. Talvez fossem os óculos que causassem essa impressão, mas saberia na hora certa. Então pra quebrar aquele gelo, brincou um pouco.

- Porra, xômano! Chama eu de senhor não... eu tô novo demais pra ser chamado de senhor! Haha... Eu sei que minhas cicatrizes são feias, mais não sou velho não! hahaha..


E então completou.

- Seja bem vindo à Fortaleza de Gaia, parceiro. Sou Yorick McAllister, Pantaneiro, Cliath Ahroun Fianna da Irmandade de Herne e Alpha da sua nova matilha. Nesse momento toda ajuda é bem vinda pra nóis e não foi atoa que Garras-do-Trovão te enviou pra cá. Acredito que o cê vai ser bem útil pra nóis. Preciso já te adiantar que nóis não vem de uma fase boa, mais todos estão empenhados em contribuir para que nossa matilha seja melhor a cada momento que passa e por isso preciso te perguntar...


Fez um suspense no ar e finalizou.

- Está disposto à contribuir com a Fortaleza de Gaia para que seja uma matilha melhor? Prezamos união, coletividade, humildade para reconhecer os erros e coragem para seguir em frente, parceiro... Está disposto à ser um filho do Urso e ser mais forte a cada dia? Está disposto a alavancar o nome de nossa matilha assim como todos os que estão nela?


A resposta de Bruno era essencial para Pantaneiro saber se Bruno seria um membro de valor ou não. Tudo levava a crer que sim, mas precisava escutar do Theurge que estaria disposto a encarar todos os problemas de cabeça erguida e com força o suficiente para supera-los como uma equipe.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 7 Empty Grace (Glabro) - Guardiões da Canção Ancestral

Mensagem por Convidado em 05.07.18 22:44

De volta à Clareira Central, Grace passa tranquilamente para a forma Glabro e procura no chão algumas pedras para o Ritual da Pedra Caçadora. Vê com aprovação Calmaria de Gaia gastando sua Fúria, conforme ela havia orientado, e responde a pergunta dele.
- Não tenho uma pistola. Eu costumava ter um arco, mas o perdi.

Sorri quando Miguel diz que não havia perigo para ela e avança com ele até a Entrada Norte, onde estava o carro de Laurel.

OFF: Continua em Entrada Norte

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 7 Empty Igor

Mensagem por Alek em 06.07.18 1:32

Igor atravessou de volta para o mundo físico, encontrando o resto da matilha na Clareira. Calmaria parecia, ironicamente, um tanto agitado e correu em hispo floresta adentro, provavelmente para cumprir o pedido de Cordas-Trêmulas de gastar um pouco de sua fúria antes de partirem.

O Presas observou que a lua minguante procurava uma pedra adequada para a Pedra Caçadora e cogitou oferecer ajuda, mas julgou melhor usar seu tempo verificando as surpresas que o carro de Laurel poderia ter.


- Vou esperar vocês no carro.

Imaginava que a Fianna podia se virar sozinha com o ritual, então simplesmente se colocou no rastro de Calmaria até a Entrada Norte, rodando a chave do carro de Laurel por entre os dedos.



------
OFF: Segue para Entrada Norte
Alek
Alek

Mensagens : 238
Data de inscrição : 04/04/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 7 Empty ESPÍRITO TRANQUILO (Crinos -> Glabro) | GUARDIÕES-DA-CANÇÃO-ANCESTRAL | NARRAÇÃO

Mensagem por Evan Ballmer em 06.07.18 2:30

Segue com o grupo a clareira, era visível que estava um tanto quanto envergonhado por causa do elogio de Cordas-Trêmulas e Filho-da-Alvorada.
 Conforme ordens da Fianna no comando ele troca de forma para Glabro, e suspira ali parecendo um pouco incomodado.
 Veste então o sobretudo preto que carregava, puxa do bolso um gorro e um de óculos escuros, as roupas que vestia ao chegar no Rio de Janeiro, eram as únicas roupas que tinha, já que nunca pode encontrar sua mala.

 *Por que essa terra tinha que ser tão quente? Faz todo sentido o totem do lugar ser uma serpente de chamas... Muito calor...*

 Estava morrendo de calor com aquelas peças de roupas, mas ele sabia que era a forma de ser mais discreto ali quanto a sua aparência, que mesmo quando em homenídeo, chamava atenção pela falta de cor.
 Ouve o questionamento de Calmaria sobre arma e antes que ele partisse em disparada lhe responde.

 "- S-só tenho um bastão... Desculpa..."

 Observa a galliard buscar uma pedra, enquanto Igor avisa que já seguiria ao carro.
 Decide por ficar e esperar para seguir com junto da Fianna para o local, considerou ser indelicado não a esperar. Mesmo sem falar nada, seguiu com ela a entrada norte. Mas algumas coisas passavam em sua mente.

 *É um calor infernal essa terra... Eu sei que sou o único albino, impuro que chama atenção aqui... Mas não era bom todos usarem roupas para disfarçarem um pouco a aparência? Discrição é bom...*

---------
Off: continua na Entrada Norte
Evan Ballmer
Evan Ballmer

Mensagens : 263
Data de inscrição : 24/04/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 7 Empty Bruno Caselli (Hominídeo) - Pantaneiro

Mensagem por Bruno Caselli em 06.07.18 6:53

Bruno deixa seu semblante mudar para um mais sério a medida que Pantaneiro vai explicando a realidade da situação. Sem dúvida alguma Bruno jamais esperou ser abençoado pelo Urso, um Totem que não exigia nada de seus filhos, pois segui-lo já era uma provação.

O Andarilho do Asfalto se considerava metódico demais para se sujeitar a falhas, mas provavelmente era disso que aquela matilha precisava. Quanto a coragem, aquilo certamente ele tinha de sobra.

- Certamente que sim Pantaneiro... Minhas intenções sempre serão somar para essa matilha e se ela está passando por uma fase ruim então tenho muito a contribuir... Então que tal, para conhecer vocês melhor e vocês a mim, tomarmos um café em minha casa? Não sei quantos somos, mas não tenho dúvidas que podemos dar um jeito nisso.

A proposta estava lançada e agora dependia do Alfa aceita-la ou não.

“Só espero que não tenhamos nenhum lupino.”
Bruno Caselli
Bruno Caselli

Mensagens : 306
Data de inscrição : 02/07/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 7 Empty Res: Toque-de-Beladona (Glabro) - Guardiões da Canção Ancestral

Mensagem por Toque-de-Beladona em 06.07.18 12:25

Assim que chega a clareira ela se aproxima dos membros de sua matilha, logo ouve a pergunta de Calmaria e responde:

- Eu sou mais de armas brancas - fala e levanta um pouco a blusa e mostra seu fetiche, uma curta adaga entalhada na presa de um elefante, além de mortal a arma era belíssima, cheia de detalhes e runas, foi a última coisa que sua mentora pôde lhe proporcionar - Foi mal não poder ajudar!


Ela segue com Grace rumo ao carro, afinal ainda estava conhecendo os lugares daquele Caern.

___________
Off: Segue na Entrada Norte
Toque-de-Beladona
Toque-de-Beladona

Mensagens : 98
Data de inscrição : 12/06/2018
Localização : O objetivo é vc nunca ter certeza...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 7 Empty Pantaneiro ( hominideo ) - Bruno Caselli

Mensagem por Convidado em 06.07.18 16:18

Pantaneiro escuta as palavras de Bruno e então responde para o Andarilho com um sorriso no rosto satisfeito.

- Rapaiz, no lugar desse café cê pode me dar uma pinga? Porque vô ser sincero com o cê, esse negócio de café e chá num me pega, mas eu topo de ir na sua casa pra matilha inteira se conhecer... Ou melhor, se tu preferir, nóis vamo marcar nossa reunião no ponto nosso de encontro que fica na Barra da Tijuca, que é onde todos ficam, se quiser e ficar melhor pro cê, se conhecemos melhor lá.


Completou.

- Em todo caso, eu ainda vou te apresentar hoje pra toda matilha. É importante que eles te conheçam e é importante que eu saiba quais são sua especialidades.

Deixou seu semblante um pouco mais rígido e então continuou.

- E preciso te passar algo importante que talvez o cê seja a pessoa certa para essa missão, Bruno. Sei que o cê chegou agora, mas temos algo importante pra fazer. Quando estiver livre, procure Antonio. É o outro Theurge de nossa matilha. Ele vai se encontrar com Sussurros-Solitários, Alpha de outra matilha que se chama Olhos da Tempestade. Nóis formamos a Aliança da Zona Oeste junta com outras 3 matilhas e ficou definido que o cêis Theurges iriam ficar responsáveis pela segurança da rede espiritual da Zona Oeste. Como cêis vão fazer isso eu não sei, mais como cê chegou agora e é Theurge e Andarilho, pode ser que tenha recursos para ajudar nóis. Pode ser? O combinado é encontrar Sussurros-Solitários às 16 horas mais ou menos na Lagoa da Entrada do Caern. Antonio te passará maior detalhes se precisar.


Finalizou.

- E depois eu preciso ver com o cê um outro lance à respeito do ponto de encontro, mas isso nóis vê depois... E tamém cuidaremos de te apresentar ao nosso Totem Urso para que possa ser abençoado...


Pantaneiro dá espaço para Bruno responder ou tirar alguma dúvida. Apesar de ser um recém-chegado, o Fianna não esconde que tem muito trabalho a ser feito. Já explana alguma das responsabilidades e dá espaço para o Theurge se posicionar.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 7 Empty Bruno Caselli (Hominídeo) - Pantaneiro

Mensagem por Bruno Caselli em 06.07.18 16:31

Bruno ouve Pantaneiro atentamente e se preocupa em gravar os nomes que eram ditos. Não sabia exatamente quais os planos do tal Sussurros Solitários, mas certamente aquela era uma ótima oportunidade de mostrar do que a Weaver e os Andarilhos do Asfalto eram capazes.

- Ótimo... Irei procura-los. Não sei exatamente o que está acontecendo, mas fique tranquilo. Existem diversos espíritos da Weaver que podem ajudar quando o assunto é segurança.

O Andarilho olha então prossegue:

- Sobre o café... Podemos substituir por algo mais ao gosto de vocês... Curiosamente minha casa também fica na Barra da Tijuca, mas se decidir deixar isso para outra situação eu entendo...
Bruno Caselli
Bruno Caselli

Mensagens : 306
Data de inscrição : 02/07/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 7 Empty Pantaneiro (hominideo) - Bruno

Mensagem por Convidado em 06.07.18 16:47

- Muito bem, Bruno! Esse é o espírito!

Diz Pantaneiro entusiasmado após a primeira resposta de Bruno. Completa após escutar a segunda.

- Sua casa ser na Barra da Tijuca é bom. Isso serve como apoio pra nóis. Relaxa que vamo tomar um pinga lá sim. Escuta, Bruno? Cê é rico? Porque nois tá precisando de um carro pra matilha, um que cabe todos, tipo um furgão ou uma Kombi.

Pergunta para o Theurge e aguarda a resposta.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 7 Empty Bruno Caselli (Hominídeo) - Pantaneiro

Mensagem por Bruno Caselli em 06.07.18 17:00

Bruno ouve a pergunta de Pantaneiro um tanto quanto curioso, mas depois de coçar o queixo algumas vezes ele responde:

- Não sou “rico”... Tenho dinheiro... Sou dono de uma rede de farmácias aqui no Rio de Janeiro, mas creio que conseguir um veículo pra matilha não seria um problema.

O Andarilho abre sua bolsa, retira um carvão e entrega para o Fianna dizendo em seguida:

- A Eurofarma é da minha família, os Caselli. Por sinal, espero que não se sinta ofendido quanto a isso, mas posso tentar dar um jeito essas suas queimaduras... Sei que é um Ahroun e deve ter orgulho das suas cicatrizes, mas também sei o quanto isso deve dificultar sua interação com o mundo humano.
Bruno Caselli
Bruno Caselli

Mensagens : 306
Data de inscrição : 02/07/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 7 Empty Pantaneiro (hominideo) - Bruno

Mensagem por Convidado em 06.07.18 17:44

Pantaneiro ri do desconforto de Bruno em relação à sua pergunta.

- Xômano, se o cê tem dinheiro, cê é rico. Se o cê é dono de uma rede de farmácias, é mais rico ainda. Não se sinta desconfortável com isso, até porque isso é uma vantagem. Quebra essa e descola um carro desse pra nóis, fazendo favor. Vai ser muito útil pra matilha.

E daí a outra parte animou Pantaneiro. Remover aquela cicatriz era uma grande vontade e diante da possibilidade, respondeu.

- E quanto a essas cicatrizes de queimaduras, isso foi um... acidente.

Lembrou-se do episódio que foi arquitetado por Victor.

- Não sinto orgulho delas. Cê consegue remover elas? Ou pelo menos essa de queimadura? Se o cê fizer essa gentileza, xômano, vai ter minha consideração e minha gratidão. Já fui lindo uma vez e desde que pisei nesse Caern acabaram com meu corpo e quase que comigo tamém por várias vezes...

Aguardava a confirmação de Bruno antes de criar qualquer expectativa. Se o Theurge falasse a verdade, seria muito bom.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 7 Empty Bruno Caselli (Hominídeo) - Pantaneiro / Narração

Mensagem por Bruno Caselli em 06.07.18 18:01

Bruno fica feliz de ver que sua oferta não ofendeu o Alfa e pensa que certamente deve ter sido um acidente bem grave já que Pantaneiro dizia que “um dia foi lindo”.

- Certo... Vou providenciar o veículo e em seguida vou trabalhar para tirar essas queimaduras.

O Andarilho retira do bolso um celular e começa a digitar uma mensagem para sua irmã.

SMS: Dani, boa noite. Preciso conseguir um carro. Algo grande, como uma van ou furgão para minha nova matilha. Pode me ajudar?

Assim que termina de digitar a mensagem o Andarilho guarda o telefone novamente em seu bolso e diz ao Ahroun:

- Meus parentes vão trabalhar nisso... Agora sobre a matilha, eles estão por aqui?

Bruno estava curioso para ver quem seriam seus novos irmãos. Seria bom se tivessem outro Andarilho, mas preferia não criar expectativas ainda.
Bruno Caselli
Bruno Caselli

Mensagens : 306
Data de inscrição : 02/07/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 7 Empty Pantaneiro (hominideo) - Bruno

Mensagem por Convidado em 06.07.18 23:29

- Obrigado, Bruno, mais primeiro os assuntos mais urgentes. Depois nóis vê com calma esse lance das queimaduras. Isso pode esperar. Bora focar nas obrigações emergenciais.

E então nota que Bruno mandava um SMS e deduz que ele já estava agindo algo. Ao guardar o telefone, tem a certeza, pois diz que os parentes cuidariam daquilo. Por fim, mostrava interesse em conhecer o restante da matilha. Dessa maneira, Pantaneiro disse para o Theurge.

- O restante da matilha está espalhado, mais Padmatavi, a Beta, e Antonio estão na Umbra resolvendo um detalhe de uma missão com o Urso. Vamos pra lá, quem sabe nóis não aproveita essa oportunidade e já te apresenta pro Urso pro cê receber sua benção, porque depois preciso conversar com Bardo-Forjador e daí cê fica livre pra conhecer o restante da matilha com calma. Pode ser?


Sorri para Bruno colocando a mão em seu ombro e finaliza.

- Vamo lá. Rasga a película pra nóis atravessar.


Dito isso se concentra e aguarda Bruno rasgar a película para procurar Padmatavi.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 7 Empty Bruno Caselli (Hominídeo) - Pantaneiro

Mensagem por Bruno Caselli em 07.07.18 8:09

O Andarilho concorda com um aceno de cabeça e logo em seguida se concentra em sua energia espiritual, desenhando um traço diante de si para abrir a passagem para o mundo espiritual. Feito isso, Bruno avança com Pantaneiro e os dois seguem rumo a Umbra.

Off: Segue no tópico Umbra.
Bruno Caselli
Bruno Caselli

Mensagens : 306
Data de inscrição : 02/07/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 7 Empty Réquiem - Filhote - Colecionador de Histórias

Mensagem por Eve Ballmer em 10.07.18 12:33

Forma Atual: Crinos

Réquiem chega à Clareira e passa os olhos pelos garous presentes. Infelizmente não conhecia todos os garous da Seita e precisava encontrar um específico. Segue na direção de um filhote, que tinham olhos em todos os lugares e serviam muito bem para ajudar na localização de garous pelo Caern, perguntando-o se o Colecionador de Histórias estava pelo Caern. O filhote a responde e aponta na direção do Roedor de Ossos. Réquiem agradece e caminha na direção do Galliard.

Caso o galliard estivesse com alguém, ela aguardaria uma brecha para falar. Caso ele estivesse sozinho, ela tentaria se fazer visível sutilmente e diria, em qualquer uma das situações:

-Com licença. Desculpe incomodar, mas podemos conversar um pouco Colecionador de Histórias?

As palavras da Galliard eram gentis e educadas.
Eve Ballmer
Eve Ballmer

Mensagens : 515
Data de inscrição : 25/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 7 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Elaijah Maickoson em 11.07.18 9:18

Clareira Central / Equilíbrio-da-Vida
Crinos


O Ahroun chega na clareira central e enquanto caminha por ela, procura com os olhos o líder de sua tribo. Passando perto de um filhote, o Ahroun pergunta onde estaria Equilíbrio-da-Vida e logo é indicado.

Chegando perto do Líder de sua tribo, o Ahroun junta as mãos um em punho e a outra espalmada (ao estilo oriental) e faz um reverência acima que é notado.
-Com licença Equilíbrio-da-Vida, venho atrás de dois favores seus.

Dá uma pausa, e em seguida prossegue.
-O primeiro seria se fosse possível, que o senhor fizesse o ritual de conquista, para assim que eu puder pedir a Ahroun de nossa tribo o desafio de passagem de posto.

Faz mais uma pausa. Aguardando a resposta.
-O segundo pedido é que eu gostaria de saber um pouco mais sobre cada membro de nossa tribo e a quanto tempo estão aqui.

*Essa parte é muito importante, mesmo não podendo confiar em nenhum membro no momento, preciso colher o maior número de informações, para poder filtrar e tentar descobrir quem é o traidor que irá tentar me matar.
Elaijah Maickoson
Elaijah Maickoson

Mensagens : 205
Data de inscrição : 21/03/2018
Idade : 31

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 7 Empty Colecionador-de-Histórias - Réquiem

Mensagem por NarraDiva em 11.07.18 22:27

O Roedor de Ossos caminhava pela Clareira Central quando é abordado pela Presas de Prata. Sente a enorme Raça Pura de Réquiem e, a essa altura, já a ligava à Crinos apresentada como sobrinha do Rei. Olha de cima a baixo para a filha de Falcão e, mastigando de boca aberta um pedaço de asa de coruja, diz:

'- Diga lá princesinha... o que quer com a plebe?'

Clareira Central - Página 7 20799942_266720687164588_599380246709752954_n
Aparência 3, Fúria 5
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 36
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 7 Empty Equilíbrio-da-Vida - Equilíbrio-da-Força

Mensagem por NarraDiva em 11.07.18 22:35

Equilíbrio-da-Vida tomava chá quando o Ahroun se aproxima. Ele para sua bebida e observa a aproximação e deixa que ele fala tudo que tinha para falar antes de abrir a boca para se manifestar. Depois de ouvir, o Galliard diz:

'- Será um prazer fazer o Ritual de Conquista, Equilíbrio-da-Força...'

O Galliard faz uma pausa:

'- Sobre sua pergunta, imagino que o objetivo dela esteja ligado à profecia que todos presenciamos, correto?'


Clareira Central - Página 7 19399966_242421146261209_8242057498714179696_n
Aparência 2, Fúria 4
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 36
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 7 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Elaijah Maickoson em 12.07.18 9:08

Equilíbrio-da-Vida
Crinos


Elaijah olha para o líder de sua tribo e meneia a cabeça c afirmação.
-Sim está relacionado a profecia. Quero me precaver e me prevenir de todas as formas. Por isso vou colher informações.

O Ahroun se posiciona melhor, e com um rosto que mostra serenidade mesmo sendo muito jovem pergunta:

-O ritual poderia ser feito assim que terminasse o seu chá Sr?

Equilíbrio-da-Força queria fazer a passagem de posto o mais rápido possível para ficar mais forte e conseguir se proteger do futuro ataque eminente.
Elaijah Maickoson
Elaijah Maickoson

Mensagens : 205
Data de inscrição : 21/03/2018
Idade : 31

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 7 Empty Réquiem - Colecionador de Histórias

Mensagem por Eve Ballmer em 12.07.18 9:21

Forma Atual: Crinos

-Sei que já me conhece da Assembleia, mas gostaria de me apresentar formalmente.

Apesar das palavras que poderiam ser recebidas de forma grosseira, Réquiem não se importa com o que o Roedor diz. Estende a mão para apertar a mão do Roedor e se apresenta:

-Réquiem, Impura, Cliath, Galliard dos Presas de Prata. É um prazer conhecê-lo, Colecionador de Histórias.

Ela aguarda a apresentação do Galliard, ou não, e continua:

-Eu tenho três pedidos para lhe fazer, o segundo e o terceiro dependem se você pode me ajudar com o primeiro pedido.

Não era difícil perceber que ele comia alguma coisa, provavelmente corujas devido à má relação com os Peregrinos Silenciosos, seguindo o que todos os Roedores faziam mais cedo. Como ela pensou na assembleia, essa rixa poderia estar em menor nível se não colocassem as duas tribos para se enfrentar algumas vezes durante as batalhas. Mas não era ela que escolhia a ordem das lutas e quem lutava com quem, se o fosse, as coisas poderiam estar melhores.

-Você poderia realizar o ritual de conquista para que eu possa estar apta a desafiar um irmão de augúrio para subir de posto?

Os outros dois pedidos dependiam da assertiva do Roedor de Ossos. E ela queria muito que o garou pudesse realizar o ritual. Na verdade ela queria bastante se aproximar do Roedor, e quem sabe de todos os Roedores da Seita.
Eve Ballmer
Eve Ballmer

Mensagens : 515
Data de inscrição : 25/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 7 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 7 de 40 Anterior  1 ... 6, 7, 8 ... 23 ... 40  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum