Clareira Central

Página 36 de 40 Anterior  1 ... 19 ... 35, 36, 37, 38, 39, 40  Seguinte

Ir em baixo

Clareira Central - Página 36 Empty Igor (C) > Legado-do-Trovão > Sangue-dos-Quatro-Ventos > GCA

Mensagem por Alek em 09.11.18 1:21

Assim que Beladona se juntou ao grupo, mudou também para sua forma de batalha, mas seu rosto ainda denunciava as marcas do embate com o Fenris da Olhos da Tempestade. Embora ela tenha pedido que Allen a curasse, Luke designou Igor para fazê-lo, que apenas respondeu.

- Eu não sou um curandeiro, Legado-do-Trovão. Essa tarefa é do lua crescente filho do Unicórnio. 

Virou-se, então para Degan, que vinha logo atrás, e perguntou.

- Onde está nosso lua crescente, Sangue-dos-Quatro-Ventos? - disse, referindo-se a Olhos de Gaia, um tanto contrariado pelo pedido do alfa. Luke deveria pedir cura a um theurge, não a um juiz.

Voltando novamente a atenção para o caminho adiante, encontrou Nate, o Senhor das Sombras que subjugara no torneio e, diante dele, um espírito da Noite parecia explicar uma verdade que Igor preferia não acreditar.

- Chamado... da Wyrm? - disse, forçando-se a completar o raciocínio. 

Virou-se para o alfa, passando olho por todos da matilha.

- Preparem-se porque, talvez, esse caern caia essa noite e esse seja o último combate das nossas vidas.

Filho-da-Alvorada fechou os olhos e buscou a essência de seu antepassado dentro de si. Se fosse para morrer, morreria defendendo o legado de seu sangue, lutando ao lado do maior rei da história dos Presas de Prata.




---------
OFF: Igor tenta entrar em contato com seus Ancestrais, para buscar o poder de guerra do Rei Arak "Mamute-Corajoso". (gasto 1 de Força de Vontade no teste, para aumentar a parada de Esquiva)
Alek
Alek

Mensagens : 238
Data de inscrição : 04/04/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 36 Empty Sangue-dos-Quatro-Ventos (crinos) - Guardiões da Canção Ancestral

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em 09.11.18 2:28

Deganawida seguia com o grupo, brandindo seus dois machados. Ele escuta o comando de Legado-do-Trovão e se concentra internamente, pedindo a Sokhta que o abençoasse.

Sokhta, eu chamo por sua luz... Abençoe esse filho do Wendigo uma vez mais...* 


Em seguida, ele nota a pergunta de Filho-da-Alvorada. A decepção com que o Wendigo balança a cabeça em seguida já dá uma noção do que diria:

" - Nos abandonou e ao Uirapuru, nos renegando antes de se meter na mata. Sagittarius parece ter ido atrás dele para capturá-lo. Vim assim que ouvi o chamado."


Comenta Degan, a cada do desgosto.

Tsc... E pensar que a Wyrm tomou até os lupinos...

Off: Peço teste para ativar Armadura de Luna.
Deganawida
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 496
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 44

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 36 Empty ESPÍRITO TRANQUILO (Crinos) | GUARDIÕES DA CANÇÃO ANCESTRAL | OLHOS DA TEMPESTADE | NATE | NARRAÇÃO

Mensagem por Evan Ballmer em 09.11.18 10:17

Assim que ativa o dom o albino dá um leve sorriso maroto e aliviado. Gostava daquilo de não ser notado e passar discreto. Dom que fora bastante útil a ser usado durante boa parte da vida, o primeiro que aprendeu. Afinal, é um pouco difícil se esconder quando se é albino num terreno não nevado.
 Porém, logo ouve o pedido de Antonela por cura, e antes de agir, ouve o alfa solicitar aquilo para Igor, que reclama da situação e questiona sobre Olhos-de-Gaia, o Wendigo se aproxima conta da situação do lupino de forma desgostosa, o que faz o albino irmão de tribo balançar a cabeça de forma desgostosa. Mas não tem muito tempo de reação, logo surge um uivo do Uktena sobre a vinda da wyrm em ataque aquele Caern.
 
 *O que?*

 Alarmado segue até a ragabash e coloca a mão sobre o ombro dela. E faz um breve prece curando todos os ferimentos.

 "- Água que cai da chuva e te molha, seja teu remédio, em nome da água e do pai unicórnio, eu a curo.... Seja inteira a força na batalha contra a Wyrm."

 Retira a mão e dá um passo para trás voltando a se posicionar ao lado do Presa de Prata. Naquele ato todos poderiam notá-lo. Mas caso mudassem o foco, logo seria de novo deixado de lado. 
 O theurge esperava com isso ser algum fator surpresa na batalha. Ou ao menos ser menos alvo para curar e não atrapalhar o combate. Mas o encontro com um garou junto a um espírito da noite surpreende Allen, a fala do espírito era em nada um bom agouro, e nota a mata a volta crescer, e para além dela rosnados e sons de batalha.
 Igor dá um aviso, que faz o Filho de Gaia fechar o semblante.

 *O Caern não pode cair...*
 
 Olha para cima a chuva e começa a pensar em algo a fazer sobre a situação. Enquanto espera um posicionamento do alfa que ele sabia que podia falar com espíritos então entenderia a fala da noite.

 *É isso que significa essa chuva Avô Trovão?*

--------------------
OFF: gasto 1de gnose para 'toque de mãe', obtendo 7sucessos, todo dano de Beladona e curado, Full life!
Evan Ballmer
Evan Ballmer

Mensagens : 263
Data de inscrição : 24/04/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 36 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Convidado em 09.11.18 11:20

Hispo


Flagelo-da-Wyrm avançava mais uma vez com suas presas em direção ao Filho de Gaia mas ele não só é evitado como acertado com o bastão em sua cara, mesmo sem causar dano aquilo o irrita um pouco, pelo menos não havia ferido outro Garou novamente.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 36 Empty Toque-de-Beladona (crinos) - Guardiões da Canção Ancestral

Mensagem por Toque-de-Beladona em 09.11.18 11:20

Beladona percebe a aproximação de Degan e talvez por isso simplesmente não se lembre de quem poderia curá-la. Logo Luke pede que Igor a cure, mas aquele macho imbecil parecia não servir nem pra isso, passando a tarefa para Olhos-de-Gaia (que nem estava ali!) e é informado por Degan que o cãozinho de madame havia virado um desertor.

*Que bela matilha: um macho theurge inútil que se acha rei, um cão de madame que deserta e abandona o Caern no pior momento de ataque e a mão do apocalipse não tem a dignidade de dar as caras! PQP! Estamos fudidos mesmo, melhor sem eles, pelo menos não atrapalharão como da última vez! Só espero que isso termine e estejamos vivos! Gaia punirá os covardes e desertores!* - pensa enquanto caminha.

Em um dado momento da trilha eles se deparam com um garou, aparentemente conhecido por seus irmão de matilha mas não por Antonela, em diálogo com um espírito que fala anuncia a possível queda do Caern. O que faz Beladona pensar alto com uma leve ironia:


"- É, estávamos pouco fodidos com 2 estrelas rubras mesmo..."

Nesse instante ela sente um toque em seu ombro, antes que pudesse reagir ela sente um alívio extremo de sua dor. Imediatamente leva a mão ao rosto e percebe que está completamente curada, sem nem se importar e onde veio aquilo ela só se concentra nos sons da batalha. Ainda não é possível visualizar a cena do combate mas ela decide se sumir da vista de todos, com certeza se sentia mais útil como elemento surpresa. Ela fala se dirigindo ao alpha:

"- Vou estar perto o tempo todo, se precisarem de mim falem, estarei ouvindo vocês."

Ela retorna alguns passos na trilha de onde vieram e não é mais vista. Ela mantém sua adaga em punho e aguarda a decisão sobre como atacar do alpha. Era melhor entrar logo, antes que fosse tarde demais!

_____________________________
OFF: 4 sucessos no teste de Embaçamento da Própria Forma.


Última edição por Toque-de-Beladona em 09.11.18 12:44, editado 1 vez(es)
Toque-de-Beladona
Toque-de-Beladona

Mensagens : 98
Data de inscrição : 12/06/2018
Localização : O objetivo é vc nunca ter certeza...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 36 Empty Verdade-Ancestral (C) - Flagelo-da-Wyrm (H) | Treta no matinho

Mensagem por Gabriel Villas Boas em 09.11.18 12:39

Em posição de batalha, Gabriel observa o seu adversário, seu irmão garou. O Filho de Gaia ainda não entendia bem o que estava acontecendo, mas imagina que o Cria de Fenris está sendo controlado pela narrativa do Portador - o mesmo que a pouco maculou o Caern convocando a Wyrm, o mesmo que determinou o ataque do Cria de Fenris sobre o Filho de Gaia com todas suas forças.

* Um vacilo meu e seremos dois condenados...*

Aproveitando a abertura causada pelo último bloqueio, Verdade-Ancestral movimenta o bastão num giro e avança sobre o Cria de Fenris. O ataque acerta o adversário com um estampido oco bem no focinho, atordoando o hispo branco, que dá uns passos atrás. Num ataque contínuo, o Filho de Gaia morde o dorso do grande lobo, jogando-o caído a uma curta distância.

Com o Cria de Fenris inerte, Gabriel cautelosamente se aproxima, consciente para não subestimar seu oponente - estando sob controle ou não. A última mordida do Flagelo-da-Wyrm foi perfeita em todos os sentidos, exceto um. Um ataque forte e digno de um Cria de Fenris Ahroun...

* Um ataque forte e digno para um Filho de Gaia mestre de Iskakku... *

Constatando que o Cria de Fenris ainda vive, apesar de derrotado, Gabriel solta baixo:

"- Abençoada seja Gaia!" - Diz voltando sua atenção para o restante da batalha, procurando identifcar a situação de Siegfried e do Peregrino.
Gabriel Villas Boas
Gabriel Villas Boas

Mensagens : 264
Data de inscrição : 25/05/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 36 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Derek Spencer em 09.11.18 13:00

Spybot (Crinos) - Narração

O Ragabash, com sua Golden gun em mãos ativada, segue pela mata buscando encontrar alguém de sua matilha para poder ajudar.
Derek Spencer
Derek Spencer

Mensagens : 313
Data de inscrição : 27/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 36 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Ossos-de-Carvalho em 09.11.18 14:37

CRINOS

Ossos-de-Carvalho, pronto para o combate, sentia a força e a proteção dos seus aliados do Povo Belo. Vê Sieg em uma situação difícil, mas Sem-Nome estava bem pior.

Ian parte em disparada em direção à Sem-Nome pronto para atacar um dos adversários com um impulso só.
Ossos-de-Carvalho
Ossos-de-Carvalho

Mensagens : 306
Data de inscrição : 08/03/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 36 Empty Skullhead (Crinos) - Lutinha filha da puta

Mensagem por Diogo'Papo-Reto' Moncorvo em 09.11.18 18:41

Skullhead ouvia sem ver o som dos combates, tentando incansavelmente soltar-se. Num novo esforço, tomado de Fúria, ele consegue movimentar-se um pouco, mas não tanto quanto da primeira vez. Ele rosna, irado com a situação. O Andarilho, então, tenta mais uma vez e, talvez pela raiva, tenha conseguido reunir todas as forças que não tinha. Ele escapole de baixo da árvore e sai rolando. Estava livre!

*Isso, caralho!*

Ele começa a se erguer. Precisava aproveitar para agir, mas antes precisava se situar da situação do campo de batalha.
Diogo'Papo-Reto' Moncorvo
Diogo'Papo-Reto' Moncorvo

Mensagens : 687
Data de inscrição : 02/07/2017
Idade : 24
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 36 Empty Chegando na treta do matinho / treta no matinho

Mensagem por Anda-Com-Espiritos em 09.11.18 22:32

Forma: Crinos

A mata se adensa mais ainda fechando qualquer visao que Nate tinha do combate logo a frente. Galhos finos e ramos rasteiros agora eram groços pedaços de madeira e mato alto se prendendo às perjasn do garou.

A resposta de Noct faz calafrios perpassarem o corpo do garou que agora sem qualquer sombra de duvida sabia que o lider tribal dos portadores havia caido pra Wyrm.

*Filho de uma puta desgraçado fudeu com o caern e gostoso agora!*

Ao perceber os outros garous chegando fala para que ouvissem.

"- O Lider dos portadores entoou um chamado da Wyrm. Ele esta logo a frente lutando com outros garous, ele invocou 5 copias dele. Temos que derrumbar esse FDP! De alguma forma meus companheiros de matilha estão sendo controlados, tomem cuidado!"

"- Noct se você conseguir cegar o portador da luz que entoou o chamado faça isso ou mate esse desgraçado. É um portador da lux com um colar e 6 copias iguais a ele. Cegue todos!!!" - Falou na lingua dos espiritos

Com suas garras Nate quebra e corta os galhos à sua frente abrindo caminho para onde o combate prosseguia.
Anda-Com-Espiritos
Anda-Com-Espiritos

Mensagens : 222
Data de inscrição : 21/03/2018
Idade : 35
Localização : Fortaleza

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 36 Empty voltando pra treta do matinho / Amélia (hominídea)

Mensagem por Amélia Carder em 10.11.18 14:29

Amélia chega ao mundo físico aparecendo perto do Elaijah
Amélia Carder
Amélia Carder

Mensagens : 111
Data de inscrição : 24/07/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 36 Empty Legado do Trovão (Crinos) - Guardiões da Canção Ancestral

Mensagem por Luke Constantine em 10.11.18 15:13

* Luke chega ao ponto de ouvir o espirito da noite respondendo Anda-Com-Espíritos e as notícias que ouve não poderiam ser piores. Aquilo corroborava o alerta dado por Sussurros-Solitários e o fazia crer que a noite estava muito longe de terminar.. mas isso parecia ser o habitual naquela cidade amaldiçoada. Igor faz um discurso quase fúnebre e o Senhor das Sombras pensa sobre as profecias e as estrelas rubras que os vigiavam do céu: *

"Se a profanadora vier alguns acabarão morrendo sim, mas hoje não é o dia da minha morte.. isso é só o começo do fim."

* Ia responder ao Theurge quando Degan informa que Olhos-de-Gaia os havia traído e deixado. Não o surpreendia que algo assim tivesse acontecido, alguém que se comporta mais como cão do que como lobo não podia seguir em meio aos Garous por muito mais tempo. Beladona praguejava e indicava que estaria por perto, ao passo que Espirito-Tranquilo parecia ser uma memória que ia e vinha em sua mente. Anda-Com-Espiritos lhes alerta sobre o que estava acontecendo, dando detalhes sobre os inimigos que encontrariam adiante mas tudo aquilo parecia estranho. *

"Se sua matilha está sendo controlada, porque você não estaria?! Enfim, ao menos temos um alvo em potencial.. é melhor do que entrar numa briga sem saber em qual dos lados tá o maior filho da puta."

* Mas não havia tempo para conjecturar mais. Os sons de batalha vinham de algum lugar próximo e sua matilha esperava uma decisão sua, de modo que fala para seus irmãos: *

- Trataremos do traidor de nossa matilha depois, o Caern precisa de nós. Fiquem juntos, lutem juntos,  e sigam o comando de seu alfa. Em frente!

* Faz sinal para que Helenna avance e segue com ela em direção aos sons de batalha sabendo que seus irmãos seguiriam. *
Luke Constantine
Luke Constantine

Mensagens : 556
Data de inscrição : 28/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 36 Empty Narração - Sangue-dos-Quatro-Ventos

Mensagem por NarraDiva em 10.11.18 20:39

Degan ativa a Armadura de Luna (3 sucessos).
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 36 Empty Narração - Todos no Caminho para os Alojamentos

Mensagem por NarraDiva em 10.11.18 20:50

Siegfried ainda lutava com Sol-da-Esperança. A Forsten de golpes de Kailindô que feriam de forma agravada tinha o controle do combate avançando contra Siegfried que é seguro pelas costas por uma das cópias de Equilíbrio-da-Vida. O Fenris persebendo que seria alvo fácil faz uma mabobra acrobárica "correndo na vertical" pelo corpo da Ahroun e dando uma volta completa que lhe permite acertar a cópia pelas costas e a arremessa em cima da Ahroun. Com os dois no chão, Siegfried olha na direção de Hadrian e sabia que o Ragabash de sua matilha corria perigo. O Fenris arremessa sua lança que cai no chão, bem no meio do grupo e rapidamente congela o chão do ambiente do combate, levando todos ao chão na hora em que o trio parecia partir com um ataque para cima.

O Lua Cheia havia ajudado seu irmão, mas não se ajudado... em Fúria, a cópia de Equilíbrio-da-Vida acerta um poderoso chute que arremessa o Fenris para o lado, onde é alvo de dois golpes com as mãos espalmadas da Portadora da Luz Interior, caindo com o joelho no chão ferido. O jovem Ahroun cospe no chão e sorri em Crinos. Seu olhar tinha tons de psicopatia e ele começava a se divertir com aquela batalha.

As duas cópias de Equilíbrio-da-Vida que subiam na árvore somem no meio das copas que balançavam com o saltar de Sombra-da-Noite e das duas cópias do Galliard. O Senhor das Sombras mantinha as duas cópias ocupadas, mas ao notar isso, uma delas apenas salta da árvore, pegando o corpo de Equilíbrio-da-Força e, com ele, descendo o barranco aceleradamente.

As três cópias de Equilíbrio-da-Vida que haviam caído com o golpe da lança começam a tentar se levantar. Uma não consegue, apenas duas se colocam de pé num primeiro momento. Sem-Nome olha para Hadrian e resmunda, ainda em Hispo:

'- Caralho... tudo em vão...'

O combate entre o grupo ia continuar, Réquiem ainda tinha Arauto-da-Morte como seu alvo.

Like a Star @ heaven A dificuldade para quem está no combate em cima da película de gelo, para todas ações sociais, é +2. O teste para levantar é Destreza + Esportes.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 36 Empty Réquiem - Arauto da Morte - Treta no matinho

Mensagem por Eve Ballmer em 10.11.18 22:13

Forma Atual: Hispo

Angelique percebia que o sangue que tinha pintado seus pelos iam ficando cada vez mais claros ao passo que a chuva insistia em lhe atingir, diluindo seu sangue e transformando a cor de seus pelos do vermelho para o rosa. O braço que não existia mais não latejava, queimava ou ardia. Nada era sentido e Réquiem acha aquilo estranho. Não tinha certeza se era por causa do dom de Equilíbrio da Vida ou por outra coisa qualquer.

Ainda impelida pela história de Equilíbrio da Vida a atacar os Ragabashs, a Impura resolve dar um bote em Sombra da Coruja. Mesmo sem sem braço, ela se lança em uma investida terrível, com a boca aberta e seus dentes afiados à mostra, visando arrancar a cabeça do Peregrino Silencioso. A Galliard quer fechar os olhos, mas até isso lhe era negado.

"Sombra da Coruja...me perdoe...me perdoe....."

Mas por uma fração de segundo, o Ragabash desvia e Réquiem cai na superfície de gelo criada pela lança de Siegfried. Sem muito equilíbrio depois da queda, a garou vai se arrastando e escorregando pela área.

"Obrigada por desviar Peregrino. Muito obrigada..."

________________________
OFF: Estou tratando Hadrian como Sombra da Coruja porque Réquiem ainda não sabe da mudança de nome do personagem em on.
Eve Ballmer
Eve Ballmer

Mensagens : 515
Data de inscrição : 25/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 36 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Arauto-da-Morte em 11.11.18 11:45

Forma Atual - Crinos

O Ragabash processava a cena ao seu redor como um equilibrista que tenta quebrar seu próprio recorde de malabares, três inimigos, o roedor ferido, uma possível vitima/traidora..

Siegfried atira sua lança, dando uma pequena vantagem ao lua nova e pagando o preço por isso..

*Insensatez..*


O Sorriso psicopata do lua cheia de sua matilha incentiva a vingança crescente que pulsava no peito de Hadrian, o Bote da presa de prata vem assassino, e, algo primitivo da mente de Hadrian, algo tão ancestral quanto o que despertara na noite em que Hadrian morreu o dominava e coreografava seus movimentos, tirando-o do caminho daquele golpe.

Royce não tem tempo sequer de pensar sobre, pois, ao escutar as palavras de Sem-nome, sua mente rapidamente imagina que aquele portador desacordado era importante, e, dada a ironia do senhor das sombras mais cedo, podia acreditar que aquele que corria era o real..

"-TUDO EM VÃO O CARALHO FILHO DA PUTA, SÓ ACABA QUANDO TERMINA.."

Royce não consegue completar sua frase, pois, um dos Equilíbrios-da-Vida o ataca com suas garras, elas resvalam em sua Jambya, enterrando-se em seu antebraço.

Virando-se ainda para Sem-Nome, que suportava outra mordida, ele rosna entredentes.

"-FICA VIVO FILHO DA PUTA, FICA VIVO ATE EU ESTIRPAR AQUELE PUTO.."

Royce começa a correr, pelo primeira vez naquela noite a insensatez se calou, ele sabia que deveria parar aquele maldito, ainda que isso custasse o preço que sabia que seria pago..

Quando dois passos são dados, presas rompem de seu flanco, rasgam-no, ciefando-lhe a vida, sua fúria não vem, ele sabia que morrera...

Sem saber o porque, e apenas em movimento pela pura inércia, sente suas feridas fechando-se completamente, enquanto, de canto de olho, vê sangue jorrar do torso do Roedor enquanto este vai ao chão..

Hadrian corria pela vingança de ambos..
Arauto-da-Morte
Arauto-da-Morte

Mensagens : 547
Data de inscrição : 18/12/2017
Localização : Belem

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 36 Empty Atualização do Turno de Combate: Black-Hat e Fúria-Justa-de-Esteno

Mensagem por NarraDiva em 11.11.18 12:08

Com toda ferocidade das Fúrias Negras, Helenna corre e toma impulso num salto acrobático já caindo por cima de um dos Portadores que atacava o Peregrino. Com dois golpes poderosos com sua Foice e seu Martelo, rasga a carne dele fazendo-o recuar gravemente ferido. Laurel, sem ser vista por ninguém, corta todo campo de batalha, seguindo o mesmo caminho que Arauto-da-Morte e uma das Cópias de Equilíbrio-da-Vida.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 36 Empty Treta No Matinho - Luta

Mensagem por Anda-Com-Espiritos em 12.11.18 0:51

Forma: Crinos

Passando da mata alta Nate se depara com varios garous que ele ja havia visto lutando em focos distintos. Sieg lutava contra Sol-da-Esperança e mais uma copia de equilibrio-da-vida. Acabara de levar um golpe certeiro e caira no chao. Mas seu olhar mostrava mais, vontade de lutar que dor ou preocupação.

Hadrian que antes lutava com Requiem havia desaparecido de sua vista e Requiem estava la com um braço amputado seguindo a história que o portador contava.

Helena estava em um embate tambem com outra copia e outro garou que Nate nao identificou.

Nate sabia pelos seus instintos que, quando se tratava de um grupo de animais, devia-se caçar os mais fracos entao observando que uma copia do portador estava caida no chao e indefesa resolve tentar ceifar sua vida.

"- Alguem tem algum porra de dom que cancele controle mental???" - Gritava a prantos pulmões.
Anda-Com-Espiritos
Anda-Com-Espiritos

Mensagens : 222
Data de inscrição : 21/03/2018
Idade : 35
Localização : Fortaleza

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 36 Empty Deganawida (crinos) - Guardiões da Canção Ancestral

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em 12.11.18 2:28

Seguindo o comando do alfa, Degan brande os machados e se mantém em formação, logo atrás, caminhando com a Matilha em direção ao campo de batalha que se formava à sua frente.

Tsc... A noite nem começou e já temos problemas e um maldito desertor! 


Desejando que o Wendigo carregasse ambas a fonte do problema e o desertor, Degan rosna para si mesmo à medida que seguem.
Deganawida
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 496
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 44

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 36 Empty Treta No Matinho - Luta

Mensagem por Anda-Com-Espiritos em 12.11.18 12:05

Forma: crinos

A ideia de Nate era atacar sem entrar dentro do gelo usando assim a vantagem de terreno contra o alvo. Porem a area do gelo era muito grande e ele nao possuia nenhuma arma para fazer algo de tao longe. Entao vendo que seria tolice entrar no gelo junto com os outros garous ele muda seus planos.

Utilizando-se de sua furia para mover-se mais rapido e vendo que sieg estava com outros dois garous ali proximo lutando e Nate aproveita a oportunidade para tirar vantagem da surpresa. Movendo-se com cuidado para chegar no seu alvo ele anda pelo mato crescido e pelas costas ele crava suas duas garras nas costas da copia de equilibrio da vida, que mal parece sentir o ataque, fora apenas um leve corte.

OFF: Nate deu dois ataques na copia, 4 de dano absorvido 3 = 1 de dano. 4 de dano absorvido 4 = 0 de dano
Anda-Com-Espiritos
Anda-Com-Espiritos

Mensagens : 222
Data de inscrição : 21/03/2018
Idade : 35
Localização : Fortaleza

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 36 Empty ESPÍRITO TRANQUILO (Crinos) | GUARDIÕES DA CANÇÃO ANCESTRAL | NATE | NARRAÇÃO

Mensagem por Evan Ballmer em 12.11.18 16:58

O albino escuta o relato do garou que estava junto do espírito da noite, sobre o ocorrido para além da mata fechada ali e quanto ao chamado da Wyrm.
 O alfa comanda que todos sigam juntos para batalha. Mas o theurge, ignorado, se questionava se podia realmente fazer algo ali, não sendo combativo. Além disso, havia a preocupação com a Wyrm que se aproximava e um grito desesperado para quem pudesse livrar garous de controle mental.
 Rapidamente Allen olha para cima, observa a chuva um instante, observa os garous de sua matilha seguirem mata adentro, desativa o dom que utilizava. 


 *Confie em mim alfa... Não me odeie por te desobedecer e não seguir junto, mas irei logo o mais rápido que puder... Confio em vocês também...*

 Deu início a conjuração de um espírito.

 "- Água que nos molha, nos dá vida e nos ensina a fluir e seguir os caminhos da mãe, eu peço sua presença aqui para nos ajudar nesse momento difícil. Nós dar força e mobilidade para seguir e limpar as máculas. Esse local que é da Mãe e também sua casa corre risco, por favor, clamo que venha em auxílio."

 Sentia que tinha conseguido. Sido bem sucedido, mas que o espírito levaria um tempo a se materializar ali. De novo se sentia repetir a situação do Solaris, mas dessa vez pertencia a uma matilha e confiaria neles. Esperaria e faria da forma correta dessa vez.

-------------------
OFF: conjuração, gasto 1 de força de vontade, dificuldade 7
Conjuração, rolagem 2 sucessos +1= 3, dois turnos para chegada de espírito.
Harmonização:  3 sucessos.
Evan Ballmer
Evan Ballmer

Mensagens : 263
Data de inscrição : 24/04/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 36 Empty Legado do Trovão (Crinos)

Mensagem por Luke Constantine em 12.11.18 21:53

* Luke atravessa o matagal com sua matilha e logo seus olhos se deparam com o caos. Havia sangue por toda a parte e os sons de batalha não poderiam tê-lo preparado para o que acabara por encontrar. Garous se digladiavam com outros garous e se não tivesse recebido o briefing do theurge de sua tribo talvez sequer soubesse o que diabos estava acontecendo. No entanto, sua percepção era alta o bastante para captar a forma como Equilibrio-da-Vida, em conjunto com suas cópias, fazia miséria naquele campo sangrento. Nota o exato momento em que Siegfried é “posto na roda” por uma das cópias do galliard e pela, incrivelmente bela, ahroun dos Portadores da Luz Interior. Nota o momento em que uma das cópias foge com o corpo de um Garou caído e também o momento em que um ataque mortal é desferido contra Sombra-da-Coruja. Imaginava que fosse vê-lo cair morto naquele momento, era o que deveria ter acontecido, mas Sem-Nome de alguma forma havia morrido em seu lugar e o Peregrino Silencioso continuava milagrosamente a correr. Os olhos do Senhor das Sombras se estreitam de modo predatório, a fúria gritando para ser liberada com a conclusão que não poderia ser diferente: *
 
“Primeiro Estrela-da-Manhã, agora Equilibrio-da-Vida.. a Wyrm encontra brechas nos mais altos escalões de nossas fileiras. Quantos mais não vão cair nesses últimos dias?! ”
 
* Traidor, era o que Equilibrio-da-Vida era, mas isso levantava questões adicionais. Sua tribo também era de traidores!? E aqueles que lutavam ao seu lado, também o eram? Legado-do-Trovão não sabia, e talvez fosse melhor não vê-los mortos antes que pudessem descobrir.. o que deixava suas escolhas mais difíceis dali em diante. Helenna parecia não sentir a necessidade de qualquer cautela e logo salta pelo campo de batalha para começar a retalhar uma das cópias do traidor. *
 
“Por intuição ou por ajuda do destino ela escolheu o alvo certo.. isso me ganha tempo. ”
 
* Haviam outras cópias próximas a Helenna e julgava que era bom deixa-la extravasar sua ira com elas. A Furia-Negra certamente atrairia atenção em sua ferocidade e desviaria o foco de alguns inimigos, fornecendo momentum para que pudesse liderar os demais para um contra-ataque efetivo. Sem gastar mais um instante sequer, dá suas ordens: *

- Theurges, se tiverem como fazer algo pra não atacarmos quem não foi corrompido, essa é a hora. Se não, me acompanhem, fiquem próximos, e derrubem a porra desses clones.  Calmaria, você e eu na frente, proteja seus irmãos de outros augúrios.

* Deixaria-os serem criativos. Lembra-se de Sangue-dos-Quatro-Ventos arremessando seus machados contra a mulher de branco e julga que era um bom momento para vê-los em ação novamente: * 

- Degan e Ragabashs, o traidor fugitivo é de vocês! Machados e balas voando, impeçam o maldito.

* E sem mais, o gigantesco crinos negro deixa a fúria queimar em seu peito e avança pelo campo de batalha em direção à versão de Equilibrio-da-Vida que estava mais próxima. Era a que lutava com Siegfried e que tinha acabado de ser atacado, sem muito sucesso, por Anda-Com-Espiritos. O Lua Cheia desconsidera a presença do irmão tribal e não hesita em saltar sobre o traidor, cravando suas presas numa mordida firme. A despeito de sua ferocidade, o inimigo parecia resistente e absorve o primeiro dano. Legado-do-Trovão, no entanto, ainda não estava terminado e  lança suas garras num ataque diagonal tão poderoso e visceral que, literalmente, rasga o inimigo ao meio. Sangue jorra (banhando Anda-Com-Espíritos), o corpo retalhado cai ao chão sem vida e aos poucos vai se desvanecendo, revelando tratar-se apenas de uma cópia. *

"Um a menos, Traidor.. sua vez tá chegando."

OFF: Legado-do-Trovão matou uma das cópias de Equilíbrio-da-Vida.
Luke Constantine
Luke Constantine

Mensagens : 556
Data de inscrição : 28/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 36 Empty Skullhead (Crinos) - Lutinha filha da puta

Mensagem por Diogo'Papo-Reto' Moncorvo em 12.11.18 22:09

Skullhead olha o panorama e vê o caos se instalando, haviam vários grupos se degladiando pelas suas vidas. Ele vê um espírito da Noite, vê o chão se congelando, vê também um bando de "macacos" se balançando pelas árvores. Ele se levanta no exato momento que a lança de Siegfried crava no chão, congelando a porra toda. Aquilo realmente era bonito de se ver, não fosse a situação precária que estavam. Tudo parecia que não podia piorar... ou talvez poderiam.

Camilo vê a sequência em câmera. Ele observa o momento que Hadrian é brutalmente assassinado e simula um grito de "NAAAAAAAAAAAAAOOOOO", que evidentemente soou como um velha rouca devido o golpe que recebera da Portadora. Felizmente, ninguém conseguiu ouvi-lo. Ele vê as tripas se esvaindo por micronésimos de segundos, o sangue empapando os pêlos de seu companheiro de matilha. Mas foram apenas aqueles micronésimos. De repente, Hadrian estava intacto e quem caia morto era Sem-Nome. Aquilo era, de fato, impressionante!

*Que macumba da porra foi essa?*

Aquilo era impressionante, mas o Andarilho não tinha tempo para fascinações. Ele precisava agir, apenas não sabia como poderia ser útil. Estava desarmado, era desprezível como combatente corpo-a-corpo e começar uma conjuração naquele momento poderia deixar-lhe com a guarda aberta. Não. Ele precisava ser inteligente para escapar ao menos com vida dali. Ele precisava de seu braço,  isso era evidente. Skullhead olha na direção que vira a Portadora o jogando e, em Fúria se lança para lá. Ele se embrenha na mata fechada, desbravando aquele local quase selvagem com todo o estilo Indiana Jones que não possuía, perdendo de sua vista a ação sanguinária que é tomada por seu antigo Alfa, Luke Constantine. Ele ouve o jorrar de sangue e o baque seco do corpo no chão, imaginando que o mesmo havia derrubado um dos inimigos. Apesar da ação ocorrendo, ele se concentra em sua busca, tateando o chão por entre a relva espessa e nada. Ele rosna grosseiramente, continuando a busca, mas nada. Ele sabia que estava próximo de encontrá-lo, sentia a força que emanava do cyber-fetiche. Ele apenas não o via e isso lhe frustava muuuito.
Diogo'Papo-Reto' Moncorvo
Diogo'Papo-Reto' Moncorvo

Mensagens : 687
Data de inscrição : 02/07/2017
Idade : 24
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 36 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Derek Spencer em 12.11.18 23:24

Spybot (Crinos) - Narração

O Ragabash corria até a mata onde aconteciam os combates, ao chegar no local vê vários clones de um certo Garou, Equilíbrio da Vida, e vê seus irmãos entrando na porrada com eles. Via Sieg tendo trabalho e com sua lança congelando o chão, Garous sendo assassinados, um caos completo. Se perguntava quando aquilo tinha começado e porquê.

Sem tempo pra ficar pensando nessas coisas, Spybot de posse de sua Golden Gun avista um dos Equilíbrios da vida sem oponente, não deixaria que ele fosse atacar um de seus irmãos na covardia e sem hesitar, faz uma pontaria bem chula e dispara contra o Garou. Seu primeiro disparo é bem ruim, o Ragabash nunca tinha se perdido daquela forma e apesar de acertar, acerta de raspão e nada faz com o Garou. Agindo após queimar sua fúria, novamente o Ragabash atira contra a cópia e sua munição rasga o ar em direção ao Garou porém também não o fere.

A cópia intacta havioa aguentado os tiros do Ragabash e após os mesmo permanece imóvel apenas olhando para Spybot que já se preparava para entrar em combate com o desgraçado.


Offgame:1° disparo: 


Spybot - 1 sucesso no dano
Equilíbrio da Vida - 6 sucessos na absorção


2° disparo:


Spybot - 4 sucessos no dano
Equilíbrio da Vida - 5 sucessos na absorção
Derek Spencer
Derek Spencer

Mensagens : 313
Data de inscrição : 27/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 36 Empty Igor (C) > Treta no Matinho

Mensagem por Alek em 13.11.18 2:19

Igor seguiu Legado-do-Trovão por entre a mata que se fechara bem diante deles, e não tardou até que chegassem à cena de batalha.

O Senhor das Sombras distribuiu mais ordens, mas parecia ter se esquecido de dizer onde o Presas deveria estar, afinal Sangue-dos-Quatro-Ventos não era o único philodox da matilha. Mais curioso ainda era vê-lo dar orientações aos theurges, parecendo ignorar o fato que o único que tinham na matilha tinha acabado de desertar.

"Ele parece estar um pouco perturbado. Bem, já que não me deu ordens, acho que ele quer que eu aja livremente, e assim eu farei." - pensou o filho do Falcão, encarando o alfa com seus olhos dourados.

Filho-da-Alvorada recuou um pouco e tomou uma postura defensiva. Embora não fosse um lua crescente, aprendera com Presa-Soturna um ou dois truques que poderiam lhe ser úteis naquela hora.

"Você vai se esconder atrás deles, Filho-da-Alvorada? Não vai atacar os bastardos?" - disse a voz de Arak, em tom desafiador, na cabeça de Igor.

"Seria estúpido me jogar no meio deles com garras e presas. Eu não sou um lua cheia, Arak. Agora me deixe fazer o que preciso." - respondeu, impaciente.

O meia lua traçou um semicírculo diante de si e, com suas garras, entalhou no chão os glifos do ritual de conjuração. Tomou um punhado de terra, em suas enormes mãos de crinos, e deixou que ela escoasse por entre seus dedos lentamente, enquanto entoava as palavras do ritual na lingua dos espíritos. Por fim, bradou em voz ribombante.

- Eu o conjuro, espírito da terra!



---------
Igor realizou o Ritual de Conjuração de um jaggling Elemental da Terra e aguardou que ele aparecesse (gastando 1 ponto de Força de Vontade tanto para o ritual, quanto para a harmonização).
Alek
Alek

Mensagens : 238
Data de inscrição : 04/04/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 36 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 36 de 40 Anterior  1 ... 19 ... 35, 36, 37, 38, 39, 40  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum