Clareira Central

Página 23 de 43 Anterior  1 ... 13 ... 22, 23, 24 ... 33 ... 43  Seguinte

Ir em baixo

Clareira Central - Página 23 Empty Guardião-Ancestral (H) - Matilha Olhos da Tempestade | Sussurros-de-Sekhmet

Mensagem por NarraDiva em 10.06.19 11:08

Alef não tinha nada a acrescentar, o Presas de Prata poderia só aguardar a manifestação do Roedor de Ossos. Tudo que tinha que ser dito já havia sido e ele sabia que Victor era PhD na arte de ser filho da puta, não precisava da ajuda dele para isso. Mas, porque não ajudar? O Galliard, com um belo sorriso e olhar penetrante, comenta:

'- Irmãos, calma. Ela acabou de falar que veio do Deserto, isso é uma informação extremamente importante. Podemos estar diante daquela que quebrou a maldição de uma das 13 Tribos que compõem a nação.'

Troca um olhar cúmplice com Hadrian, enquanto destila o veneno:

'- A não ser que se trate de uma imprecisão ou inverdade... o que, confesso, me atiça a curiosidade...'


Clareira Central - Página 23 19400137_242327389603918_8128151601565670343_n.jpg?_nc_cat=109&_nc_eui2=AeHJLK3iMIGKc3fUgXKdxiGw8gSYmVmyjvmai9MFjGR3aV2qL5fsbDlInZxAjIBihtYB6Jz-YIsrXWrogP8CR8L0dhLi-koEceo4wDjcEw7HGw&_nc_oc=AQml437RPXoResve_9IbcwI0-f5FnNf7iqAE0eGm7RODVlf1srjCf7Gl5guaW9b7UHc&_nc_ht=scontent.fsdu13-1
Aparência 4, Raça Pura 5, Fúria 5
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 36
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 23 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Arauto-da-Morte em 10.06.19 11:25

Forma Atual - Glabro

Enquanto aguardava a manifestação de Papo-Reto os outros membros da matilha falavam, e, enquanto Magdalena falava, Arauto-da-Morte lembra-se de outro membro da matilha..

*Se Siegfried estivesse aqui essa peregrina já teria cagado o pau, mentido e levado uma surra do Fenrir, seria quase da matilha..*

E, ainda perdido em pensamentos felizes, ele escuta Alef..

*Que gaia me proteja, eu estou indo com a cara dos Presas de Prata?*

A vontade de rir só foi contida por anos de experiência em controlar as próprias feições, mas, aqueles mais empáticos poderiam perceber a diversão nos olhos do Peregrino enquanto aguardava..

*Cuidado quando for correr Irmãnzinha..*
Arauto-da-Morte
Arauto-da-Morte

Mensagens : 547
Data de inscrição : 18/12/2017
Localização : Belem

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 23 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Alek em 10.06.19 13:08

O Wendigo decidiu priorizar o julgamento de Shader e partiu com o Andarilho, explicando que logo se falariam para dirimir quaisquer pendências que tenham sobrado do caso de Laurel.

"Resolver o ritual agora pouparia tempo e deixaria todos livres para suas obrigações individuais... que seja."


Igor então voltou-se para Liam.

-- Parece que, de novo, sobramos nós dois. - disse, com um sorriso leve e amigável no rosto.

-- E então, vamos fazer esse ritual ou não?
Alek
Alek

Mensagens : 238
Data de inscrição : 04/04/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 23 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Diogo'Papo-Reto' Moncorvo em 10.06.19 15:35

Forma atual: Hispo
Interações: Papo-Reto - Matilha Olhos da Tempestade | Sussurros-de-Sekmet


A assassina de ratos queria um auxilio de seu Alfa. Que fosse; dele, ela não receberia nada! A mesma se aproxima da matilha como se não tivesse tentado assassinar um de seus membros a horas atrás, como se não devesse uma explicação pelos seus atos. O Roedor, entretanto, não esperava que aquilo fosse pra frente… na verdade, ele sequer acreditava que alguém ali teria percebido que um Roedor de Ossos estava prestes a ser assassinado por fogo-amigo. Na mentalidade e na vivência do lua gibosa, a maioria das outras Tribos estaria pouco se fudendo se um filho do Rato perdesse a cabeça… ele havia sido orientado que num Caern multitribal as coisas seriam mais complicadas.

Entretanto, a crença de Diogo é rachada em pedaços quando o Uktena questiona a Peregrina quanto a sua atitude em campo de batalha.

*Essa eu realmente não esperava…*

O Roedor olha o seu Alfa de canto de olho, olhando mais uma vez para Dione. Ela o responde, mas a resposta era frágil, quase infantil. Ela justifica sua ação “instintiva” julgando a ação do Roedor, que estava sob controle. Era quase um “se ele o fez, porque eu também não poderia?”. Faria até sentido, num caso normal, se ele não estivesse sob o julgo do mago. Ele obviamente havia sido fraco, haviam colocado a prova sua força de vontade e ele havia falhado. E ter sua fraqueza lembrada ali, diante de todos os seus irmãos, irrita o Roedor profundamente; os olhos amarelados se estreitam, olhando fixamente para a lua gibosa.

*Ela realmente está pedindo desculpas?*

O pedido não convence. E as justificativas eram fracas, ao menos ele percebe isso diante da tréplica do Alfa, que reflete sob a periculosidade das atitudes de Dione, mas joga a peteca do perdão nas mãos do Roedor. Diogo ia respondê-la, quando Victor toma a palavra e inicia suas próprias reflexões sobre a atitude de Dione. E ele a massacra, jogando todas as imprecisões de suas justificativas diante de toda a matilha. O meia lua parecia puto da vida, o que não era injustificável, visto que a mesma havia afirmado que apenas estava seguindo ordens… bem, as ordens eram de Victor.

*Ainda bem que eu tô do lado desse filho da puta, ainda bem…*

E, como combustível, as palavras do Philodox parecem instigar o resto da matilha, que também dá suas considerações. Royce faz sua parte, aconselhando sua irmã tribal a ter mais sabedoria.

*A corujinha pegou ar também…*

Magdalena, que também havia sido ofendida pelas palavras da Peregrina (Nota mental: não se culpa o dogma de um totem ancestral quando um filho dele está em sua presença.) também lança suas críticas a Dione, que parecia cada vez mais encurralada. Era como se a matilha tivesse cercado uma presa e estivesse prestes a abocanhá-la… Ah! Sim, os momentos eram muito parecidos: tal qual na caçada, os lobos rosnavam para a presa que se via sem saídas no meio daquela emboscada… e, bem, a Peregrino Silencioso era a presa da vez.

*Acho que ela nunca mais sonha em pedir ajuda a alguém dessa matilha!*

O último a rosnar para a presa era do filho do Falcão, que apenas satiriza a fala inicial da filha da Coruja, questionando se ela havia mesmo quebrado a maldição imposta a toda sua Tribo… apenas um comentário ácido, daqueles que Diogo já havia percebido serem do feitio de seu irmão de augúrio.

Bem, parecia que deveria ser ele a dar o bote naquela presa, já tão humilhada pelos rosnados dos filhos do Elefante. Ele, que na sua forma Hispo, precisava olhar para baixo para encarar a forma lupina de Dione, apenas rosna na língua Garou as suas palavras:

‘- Acho que meus irmãos falaram tudo, Sussurros-de-Sekmet… eu não ter mais nada a acrescentar! Desculpas vazias de nada valer. Se você quiser realmente o meu perdão, então precisa ser verdadeira. Eu errei por ser fraco, mas você tentar me matar… me vença numa luta limpa na próxima assembleia e eu poder te perdoar... eu não tenho mais nada a falar…’

E olhando para o seu Alfa, já encostando seu braço ao braço do mesmo, finaliza:

‘- Acho que Sentinela-das-Sombras ter razão. Filha da Coruja ter instinto suficiente para achar pássaro sozinho…’
Diogo'Papo-Reto' Moncorvo
Diogo'Papo-Reto' Moncorvo

Mensagens : 687
Data de inscrição : 02/07/2017
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 23 Empty Liam - Igor

Mensagem por Liam (Desafia-o-Destino) em 10.06.19 16:17

Liam chega a clareira central, junto com todos. Ele volta à sua forma natural, hominídeo.
O alfa dispensa todos e sai, junto com Helenna. O Fianna da alguns passos, e é surpreendido com um toque de Igor, que pergunta se ele conhece o ritual de conquista.

Ah.. sim... Conheço!

disse o Galliard confiante, feliz que haviam o procurado para algo importante. Apesar não ter muita experiencia, ele havia aprendido o ritual no seu antigo caern, porém nunca o havia executado.

Então vão confiar ao novato, tal tarefa importante? haha.

Disse Liam, levantando a sobrancelha.
 
O Wendigo sai com Shader, e sobra só Liam e Igor.

Sim, sobramos nos de novo. Sabe... você até que parece ser bem legal e amigável quando quer ser.  E eu espero poder honrar a confiança que depositam em mim.

Ao falar sobre Igor conseguir ser legal e amigável, o Galliard toma cuidado para não deixar que o tom da frase saísse de forma "ofensiva".
Liam (Desafia-o-Destino)
Liam (Desafia-o-Destino)

Mensagens : 75
Data de inscrição : 10/01/2019

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 23 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Dione Zalika em 10.06.19 18:35

Seu instinto desta vez não falhou mesmo. Apresentar-se em sua forma pequena representava exatamente como se sentia. Sonhos grandiosos exigiam grandes sacrifícios, e lá estava mais outro. O primeiro desde que ela pisou nessas terras, poderia brincar que nem lembra mais, mas uma gibosa sempre deve se lembrar.

Primeiro erro: erguer prata contra o irmão. Anotado/
Ela ouve as palavras de Sussurros-Solitários e continua a ouvir.

Segundo erro: criar um julgamento sobre um totem que pouco conhece, não me cabe julgar. Lutas justas não são lutas estúpidas, e reconheço ter agido com tremenda estupidez. Ela ouve as palavras de Victor e vai se encolhendo. Sabe que neste mundo, há mais do que 'idade' a se levar em conta.

Terceiro erro: fazer um irmão de tribo acreditar num erro de comunicação. Ainda tenho muito a aprender sobre esta língua. Mas não menti. Não sei como esclarecer isso. Ela sacode um pouco a cabeça querendo corrigir o que Arauto-da-Morte falou, mas não era o momento.

Quarto erro: ter andado com esta filha do Fenris. Não vou esquecer de quando confiei em você como minha alfa e fui traída. Ela pensa quando ouve as palavras de Valkyria-Negra, baixando os olhos de modo a esconder a ponta de escárnio que queria jorrar sobre a filha do Fenris. Havia muito rancor em seu coração ainda, mas o momento de esclarecer as coisas talvez... talvez nunca chegasse.

O que apresentava a marca dos Fianna não se manifestou contra ela, e o Presa de Prata reafirmou apenas a certeza de que ela precisava corrigir sua fala.

Quando o filho do Rato finalmente fala, ela entende que terá de ser assim.

Alfa ou não, este vai ser o meu caminho.

Ainda encolhida, ela levanta o olhar para Papo-Reto e responde.

"-Aceito."

Depois ela olha para Arauto-da-Morte e Guardião-Ancestral e fala.

"-Não sou quem pensam. O Saara é o deserto que falei." *Ainda que quebrar a porra da maldição seja o que almejo, ou não caçaria cada maldito sanguessuga que posso.

Finalmente olha para Sussurros-Solitários e fala:

"-Perdão por tomar o tempo de vocês." Ela fala, abaixa a cabeça e quieta espera.
Dione Zalika
Dione Zalika

Mensagens : 104
Data de inscrição : 24/02/2019
Idade : 36
Localização : Fortaleza-CE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 23 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Sussurros Solitários em 10.06.19 21:38

Forma atual: Lupino 

O Lobo escuta a matilha prestando atenção em especial ao Roedor de Ossos. O lobo arqueia uma sobrancelha quando escuta a proposta do filho do rato e observa a reação da Filha da Coruja. 

Em silêncio Dione apenas aceita o desafio encolhida mostrando submissão mas não fala nada sobre seus erros e aquilo é suficiente para o lupino entender que ela é apenas uma macaca cliath e seu entendimento era limitado. 

Vendo a reação de Sussurros-de-Sekmeth o lobo fala: 

"- Lhe faltou e ainda lhe falta sabedoria Filha da Coruja. Você deveria procurar entender o que realmente fez de errado. Como alguém de posto mais alto lhe aconselho a ir procurar aprender com os espíritos da ninhada do seu totem, um totem de sabedoria. De mim a única ajuda lhe dou para teu desafio é esta: Você realmente acha que é a melhor alfa pela sua matilha ou está apenas competindo?"

Após uma breve pausa o lobo continua: 

"- Se você achar que é a melhor alfa, procure Filho-da-Alvorada, o lua crescente dos filhos do Uirapuru talvez lhe ajude..." 

E tocando em seus irmãos de matilha que ainda não estavam interligados o lobo apenas some seguindo para o mundo espiritual com sua matilha. 

OFF Game: Cena continua na Penumbra.
Sussurros Solitários
Sussurros Solitários

Mensagens : 847
Data de inscrição : 04/07/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 23 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Dione Zalika em 10.06.19 22:05

Dione observa a matilha partindo para a Umbra, e finalmente deixa o peso das palavras de todos pesarem sobre seus ombros.
*Se foi exatamente por não saber falar com os espíritos que... foda-se. "Submeter-te-ás aos Garou de Posto Mais Elevado"... Agora, posso procurar por Filho-da-Alvorada ou tentar encontrar o pássaro com o que Isaack me falou... Humm..."
Ela começa a procurar por água corrente ali perto.
Dione Zalika
Dione Zalika

Mensagens : 104
Data de inscrição : 24/02/2019
Idade : 36
Localização : Fortaleza-CE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 23 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Alek em 11.06.19 4:44

Igor deixou transparecer sua expressão de satisfação quando o lua minguante afirmou conhecer o ritual que precisava.

— Se me lembro bem, essa não é a primeira coisa importante que foi confiada ao novato, não é Liam? - disse com um sorriso divertido no rosto, enquanto observava o beta se afastar com Evan.

Logo em seguida, o Fianna teceu comentários sobre o trato do Presas, e isso não o surpreendeu, tendo em vista o episódio que acabara de presenciar. Não era difícil perceber que o filho do Cervo tinha ainda um excesso de cuidado ao lidar com o theurge.


— Você não precisa ficar cheio de dedos pra falar comigo, Liam. É sério. Pode guardar essa cerimônia toda pro Luke.

Filho-da-Alvorada fez uma pausa, olhou na direção da mesa e fez um gesto com a cabeça para que o Fianna o acompanhasse.

— E você tem razão.  
- disse, quando começou a caminhar para a mesa, com passos displicentes e nem um pouco apressados. - Eu consigo ser legal e amigável quando quero. Mas digamos que, talvez, eu não hesite em ser incisivo quando a situação exige, e isso causa os mais diversos sentimentos nas pessoas. Mas não é como se eu fosse perder uma noite de sono por isso.

O filho de Hélios, parou no meio do caminho e virou-se para seu irmão de matilha.

— Irmão, você se mostrou um garou de valor na batalha contra o mago e eu o respeito por isso. E assim como Adock deu a você um voto de confiança hoje, eu também estou inclinado a fazê-lo. - o tom da sua voz era amistoso.

— Vamos tomar um pouco de hidromel, em homenagem à sua entrada na matilha. Então cuidamos do ritual e, em seguida, vou buscar meu desafio de posto.


Chegando na mesa, Igor pegou duas canecas e encheu generosamente, tomando uma para si e oferecendo a outra ao Fianna, com um sorriso no rosto.
Alek
Alek

Mensagens : 238
Data de inscrição : 04/04/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 23 Empty Deganawida (crinos) - Shader

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em 11.06.19 5:17

Assim que se afasta um pouco do Presas de Prata e do Fianna, Shader decide fazer algumas perguntas sobre o que Luke havia comentado antes. Eram questionamentos justos, o Ragabash havia chegado ao Caern apenas muito recentemente e com toda a missão do novo Caern, a matilha não teve tempo para informá-lo. O Wendigo comenta:

" - O Pacto com a Weaver envolveu todas as Matilhas da Seita. Ele ocorreu por conta de uma invasão em larga escala da Wyrm que ocorreu neste Caern... Tudo provocado pelo traidor que combatemos essa noite. A Weaver interveio, mas cobrou seu preço: teríamos que lhe oferecer algo em troca, e não poderíamos invocar espíritos por um período... Não conseguimos manter essa promessa, e agora, seremos cobrados."


Degan não era muito bom para explicar assuntos espirituais, mas fazia seu melhor para que o Sem Lua não ficasse de todo perdido. O Wendigo logo avista os irmãos Uktena. Ele então esclarece o dogma do Uirapuru:

" - Nosso totem é da Ninhada de Grande Uktena. O Uirapuru é um espírito antigo que despertou apenas recentemente, e abençoa nossa Matilha desde então... Ele nos pede para nunca comermos pássaros, nem fazer mal a eles. Também pede que diariamente nós deixemos frutas e alimentos frescos em uma área, para que ele se fortaleça. Por fim, periodicamente, precisamos soltar pássaros que foram aprisionados pelos humanos."


O tom de Degan é informal e sua voz parecia tranquila, bem mais do que no julgamento... O Wendigo aponta com a cabeça para os dois Uktena e conclui:

" - Aqueles dois são os irmãos Uktena com quem precisamos falar. Mas se tiver alguma outra pergunta, posso respondê-la antes de irmos."


Degan aguarda o Ragabash confirmar sua posição para, então, rumarem até o outro juiz.
Deganawida
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 496
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 44

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 23 Empty Shader (Homenídeo) - Sangue-dos-Quatro-Ventos

Mensagem por Evan Ballmer em 11.06.19 6:04

Shader nota o tom mais calmo de voz do juiz, e tem a impressão que mesmo da forma dele, completamente sucinta, ele goste de explicar coisas. 
 Ouve sobre o Pacto, e fica a imaginar algumas coisas, com o que entendeu daquilo. E acaba sussurrando pra si mesmo, não esperando que Degan o ouça ou lhe de respostas. Coisas a pesquisar depois.


 "- Mas como um traidor consegue tanto poder para precisar da Weaver e do Magrave agirem para parar? No nível de a Weaver cobrar pacto... E que preço vem agora dessa quebra?"

 Logo ouve sobre o Uirapuru, de novo lhe vem a curiosidade de como Liam já sabia daquilo, eram tão grandes os conhecimentos de galliards num geral? Sua irmã saberia sobre? Iria questionar ela em algum momento. E na parte final do dogma um sorriso de criança arteira o toma a face.

 "- Uktenas e seus segredinhos... Bom, em respeito a vocês, mesmo sem benção, seguirei o dogma completo agora que o conheço... Adeus franguinho, KFC, pelo menos deu pra provar a tal coxinha no aeroporto vindo pra cá... Mas vai ser divertido lidar com a parte do soltar pássaros aprisionados. E como vai..."

 O sorriso se mantém ali um pouco, enquanto projetava coisas em mente, mas se desfaz com o questionamento de Degan sobre ele ter mais perguntas, ou irem até o outro índio que ele apontava, que era provavelmente o Ímpeto-do-Peru-Selvagem. 
 Com a expressão mais série torna para Degan.

 "- Hmmm... Deixemos perguntas pra outros momentos, o que tenho deve ser suficiente por agora. Vamos lá se não vão achar que eu estou te enrolando para não ser punido, ou dando em cima de você... E assim você também  fica livre para fazer suas coisas com os seus. Bôra lá!"

 Imaginava que o Wendigo quisesse conversar com seus irmãos de tribo sobre a perda que tivera. Depois que entendeu que aquele que se sacrificar era parente dele.
Evan Ballmer
Evan Ballmer

Mensagens : 263
Data de inscrição : 24/04/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 23 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Anda-Com-Espiritos em 11.06.19 11:05

Forma Humano
 
Quando apresentado a Bruno Nate complementa sua apresentação apertando a mao do novo membro da matilha. Com a o complemento de Espolio Cyberpunk a apresentação estava completa. Nate era carismático apesar de serio.
 
A declaração de tepos de guerra não assusta Nate, apesar de que ele mesmo gostaria de um pouco de paz para resolver seus problemas, mas era esperado visto as provações em que o caern vinha passando. Haviam distruido um inimigo, mas as joias continuavam sumidas e até onde sabiam nas mãos alheias. A exceção de algumas. Sieg havia sumido com o cajado nas profundesas e provavelmente iriam montar uma missão para resgata-lo.
*Fora as profecias que ainda haviam de se cumprir. *
Pensava o Senhor das sombras
 
Finalizado o anuncio do alto conselho e a matilha reunida os membros aguardavam um direcionamento. Espolio Cyberpunk lembra a matilha de suas obrigações e da ótima oportunidade de apresentar todos ao totem.  Havia tempo a matilha não ficava totalmente reunida. Aquela era uma ocasião rara.

Continua nas Grutas
Anda-Com-Espiritos
Anda-Com-Espiritos

Mensagens : 222
Data de inscrição : 21/03/2018
Idade : 36
Localização : Fortaleza

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 23 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Luke Constantine em 11.06.19 16:43

Legado-do-Trovão se afasta dos demais integrantes da matilha após deixá-los para produzirem e segue silenciosamente com Helenna. Via no semblante da Fúria Negra que ela estava irritadiça e não podia culpa-la, também estava. Quando questionado diz de modo resignado:
 
- Problemas são o que não faltam. Ainda assim, somos forçados a perder tempo e nos desgastamos com os de menor importância.
 
Mas não iria despejar suas indignações sobre ela, seria contraproducente. Prossegue em seu tom habitual:
 
- Mas não pretendo desperdiçar nosso tempo agora, então serei breve. A primeira coisa é que, mesmo com o chiminage imposto pelo Uirapuru, eu desejo que você permaneça como tutora de Shader e acompanhe esse desenvolvimento, se é que haverá algum. Ainda que não seja você a lhe passar as tarefas de honra, eu a institui como responsável pelo Cliath e mantenho sua liberdade de impor as medidas cabíveis. Me reporte sobre os resultados.
 
Aguarda um instante, para que ela compreendesse o que estava sendo solicitado, e então complementa com um aspecto mais brando, o que significava apenas que o Senhor das Sombras adotava uma postura menos predatória do que a habitual:
 
- O segundo ponto é que sua atuação essa noite foi notável. Eu não faço elogios levianos, você enfrentou um dos maiores Lua Cheia dessa Seita e vem acumulando feitos há algum tempo. A seita provavelmente também notou isso e entendo que você deva ser elevada à notoriedade em breve. Quando isso acontecer, sugiro que agarre a oportunidade. Nos conhecemos em situação adversa mas aprendi a confiar na sua força e é de meu interesse que você seja reconhecida como a grande guerreira que é.
 
Tendo dado as diretrizes e sugestões que desejava, apenas aguarda a reação da filha do pegasus antes de prosseguir.
Luke Constantine
Luke Constantine

Mensagens : 556
Data de inscrição : 28/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 23 Empty Narração - Sussurros-de-Sekhmet | Caçadora-Lunar | Batuque-de-Thor | Montanha-de-Skadi

Mensagem por NarraDiva em 11.06.19 17:46

Caçadora-Lunar fica invisível. Bjorn, naturalmente, não a enxergava por lá. O Fenris Galliard nota que seu irmão de tribo, Kalf, chega nas margens do Rio. Kalf também vê Bjorn. 

Depois de toda conversa com a Olhos da Tempestade, Dione via a trilha sinalizada do Rio. Ao seguir por ela, vê no final da mesma o Fenris Kalf. Este também a enxerga surgindo no horizonte.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 36
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 23 Empty Fúria-Justa-de-Esteno (H) - Legado-do-Trovão

Mensagem por NarraDiva em 11.06.19 17:54

Helenna ouve tudo que Luke falava. Deixa escapar um sorriso quando ele comenta da luta que tivera com Ira-de-Thor. Ela sabe que todos achavam que ela cairia no primeiro golpe, mas ela demonstrou ser dura na queda. A Lua Cheia, comenta, então com Luke:

'- Eu irei desafiar aquele Fenris para me tornar Adren e irei vencê-lo. Eu já sei como ele luta. Eu já conheço a força dele. Me tornarei Adren e assumirei a liderança de minha tribo, como é da vontade de Júbilo-das-Górgonas.'

A Fúria Negra falava como se aquilo fossem favas contadas. E talvez fossem, dada a autoconfiança da Ahroun. Sobre Shader, no entanto, a Ahroun comenta:

'- Eu o farei porque você é o Alfa e respeito a Litania, mas não vim para esse Caern para ser babá de fardo. Degan não teve coragem para falar o que todos sabemos. Mas que assim seja, também não vou perder meu tempo com as autopiedades dos machos. Vocês adoram dar uma segunda, terceira, quarta chance a vocês mesmos...'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 36
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 23 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Bjorn, o batuque de Thor em 11.06.19 23:30

Bjorn muda para Glaboro e tira a camisa ficando desnudo da cintura pra cima.  Então se indaga que para pegar um pássaro com as mãos nuas é bem mais difícil. Então sem pensar muito usa sua camisa como uma forma de rede, caso algum Uirapuru saísse voando o Cria ia se tentar pega-lo com sua blusa. 
*Merda o Kalf pode estragar tudo. Se ele tentar roubar o pássaro da Romina  a força eu vou ter que intervir* 
Bjorn apenas faz um meio sorriso para seu companheiro de matilha e de tribo. 
*Essa é uma boa noite para trocar socos*
Bjorn, o batuque de Thor
Bjorn, o batuque de Thor

Mensagens : 155
Data de inscrição : 03/12/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 23 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Luke Constantine em 12.06.19 0:41

Luke capta o sorriso que escapa de Helenna e percebe que aquela era uma das raras vezes que o havia visto. Aquilo, sabia o Senhor das Sombras, era o orgulho de um Lua Cheia se manifestando e demonstrava um júbilo em sua irmã de augúrio que pessoalmente desconhecia. 

"Há muito mais que ela esconde por baixo da fúria e da dor."

Estava satisfeito por sua escolha de palavras e mais ainda pelo que lhe fora revelado. Ter Helenna como líder tribal definitivamente adoçava um pote que já tinha gosto de mel e complementava os planos de futuro que giravam na mente do filho do trovão, mas prorroga sua resposta para deixa-la terminar. Aquela reação com relação à Shader ja era esperada pois sabia que Degan havia escolhido um caminho de consequências mais brandas que sugestao de fardo para seu povo, e as palavras já estavam prontas em sua boca para serem ditas tão logo Helenna encerra as suas: 

- Foi justamente por isso que eu te escolhi. Nós dois sabemos que você não será babá, por bem ou por mal.

Aquilo seria bastante para deixar clara sua posição e direciona-la ao pensamento adequado. Então retoma o assunto mais agradável:

- Eu não gostaria de estar na pele desse Fenris agora, mas definitivamente gostaria de estar lá para vê-lo chegar nessa mesma conclusão. 

Esboça também um de seus raros sorrisos após o comentário e conclui com um ar agradável:

- As filhas do Pegasus estarão muito bem servidas nos dias finais. Acompanharei seu sucesso de perto.

E encerra estendendo a mão num cumprimento firme que denotava apoio e respeito pelos desejos da irmã de augúrio.
Luke Constantine
Luke Constantine

Mensagens : 556
Data de inscrição : 28/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 23 Empty Liam - Igor

Mensagem por Liam (Desafia-o-Destino) em 12.06.19 4:46

O fianna observa a caneca de hidromel, lembrando-se de sua herança familiar, quase se entristece, porém lembra que agora não era momento para tristeza. Ele abre um sorriso para Igor. Já que este acabara de lhe dizer que não precisava agir como se "pisasse em ovos" ao lidar com ele, Liam relaxou um pouco.

Então... pela minha entrada na matilha.

O Galliard sorriu levantando as sobrancelhas e bateu na caneca de Igor com a própria caneca, como um brinde e então virou de uma vez, todo o hidromel.

Wow... isso é muito bom cara.

Liam pegou uma grande garrafa e duas canecas.

Me acompanha? Filho-da-Alvorada.

O Galliard esperou que Igor o seguisse e foi até um local na floresta, um pouco distante de todos, ainda se escutava o barulho da clareira um pouco abafado pela distancia e superado pelo som de grilos e árvores balançando ao vento. Liam pôs as canecas no chão e as encheu, sendo iluminado pela luz pálida da lua e alguns vagalumes.

O Fianna fechou os olhos, mudou de postura tomou o primeiro gole da caneca de hidromel e esperou que Igor fizesse o mesmo, então pegou sua flauta, sentiu a energia fluir por ela, levou até os lábios e iniciou a tocar uma melodia, sentindo a música, Liam mentalizava o conhecimento que lhe foi passado em seu antigo caern e tentava uma conexão com os espíritos para cantar os feitos de Igor, ele então parou e olhando para o Presas-de-Prata disse:

Filho-da-Alvorada, seus ancestrais se alegram com seus feitos. Sua coragem, bravura e perseverança trouxeram fim às crias da profanadora. Por este empenho, em defesa da Grande Gaia, seus feitos que lhe rendem 37 pontos de Glória temporária, transformaremos agora em um ponto permanente neste renome.

O Fianna pega a caneca, faz um sinal para que Igor também pegue a dele e toma um gole, então fecha os olhos novamente e continua a tocar, sentindo o vento e a música, então para e olha para Igor novamente.

No pouco tempo que corri com você, senti sua dor, Filho-da-Alvorada, seus ancestrais também a sentem, assim como o respeito por aliados e amigos que caíram defendendo as terras adquiridas.  E como se empenha em zelar por nossas tradições da mesma forma que se empenha em se manter íntegro, oque lhe rende 107 pontos de honra temporária, neste momento reconhecemos como um ponto permanente.

O Galliard pega a caneca de hidromel e espera Igor, toma outro gole e enche novamente as duas canecas, então leva novamente a flauta aos lábios e continua tocando, com os olhos fechados como se meditasse, fazendo breves e suaves movimentos corporais, voltando-se novamente ao Presas-de-Prata, diz:

Os espíritos reconhecem sua conduta e oque tem feito como Theurge, isso lhe rende 10 pontos de sabedoria temporária, que neste momento reconhecemos como um ponto permanente.

Liam toca o ombro de Igor e olhando em seus olhos diz:

Filho-da-Alvorada, os espíritos reconhecem que você já possui oque é preciso para avançar em posto. E que todos saibam disso.

O Galliard sorri para o Presas-de-Prata, levanta a caneca como um brinde e toma toda de uma vez.


Off>>
Liam (Desafia-o-Destino)
Liam (Desafia-o-Destino)

Mensagens : 75
Data de inscrição : 10/01/2019

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 23 Empty Fúria-Justa-de-Esteno (H) - Legado-do-Trovão

Mensagem por NarraDiva em 12.06.19 8:07

A Fúria Negra parecia começar a ter uma boa relação com Luke. Ao cumprimento dele, ela responde com um aperto de mão firme e palavras que talvez Luke não esperasse ouvir:

'- Eu passei por muita coisa desde que cheguei nesse Caern. Vi muitos erros. Vi Filhos de Falcão cuspir na própria ancestralidade. Vi Fiannas trazerem o Apocalipse. Vi uma fêmea negar a própria cria e começar o apocalipse. E vejo um Filho do Trovão que parece determinado em acertar mas com uma matilha problemática nas mãos. Eu torço par que encontre o melhor caminho, Legado-do-Trovão. E, se me permite o Conselho, a aura predatória forçada e a intimidação constante como recurso de respeito não me parecem o melhor caminho para liderar uma matilha tão emocionalmente frágil quanto a nossa. O Presas de Prata sabe explorar isso e isso pode gerar problemas.'

Suas palavras não pareciam ter a intenção de atacar e eram carregadas de sinceridade.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 36
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 23 Empty Kalf ( hominídeo )

Mensagem por Kalf em 12.06.19 13:03

Ao se aproximar do riacho, Kalf  avista Bjorn, com sua costumeira cara de idiota, e pra piorar, ainda lhe graceja com um sorriso.

 “ As vezes eu me pergunto se ter a Fúria anã como alfa, realmente é o pior que pode me acontecer.”  

Foi então que ele olha para trás e avista Dione, vindo e sua direção, com um semblante carregado, e cara de poucos amigos.

 “ Acho que alguém não esta gostando da caçada ao Uirapuru, mas isso não é da minha conta, até porque eu não cheguei nem perto de um ainda.”  

Ele volta sua atenção a missão, que a essa altura, já era pra estar finalizada a muito tempo. Olhando a sua volta ele consegue encontrar alguns, mas vai precisar subir em uma arvore para chegar perto o suficiente.

“ Acho que aquela arvore ali vai aguentar meu peso, vou subir nela mesmo.”  

Kalf  confere a toalha com a qual ele pretende usar de rede para capturar o Uirapuru, prende ela na cintura e se aproxima da arvore.
Kalf
Kalf

Mensagens : 111
Data de inscrição : 09/03/2019
Idade : 22

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 23 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Alek em 12.06.19 16:15

Liam pediu para que o Presas o acompanhasse, logo após o primeiro brinde.

— Estou atrás de você. - respondeu, de forma sucinta, aceitando o convite.

Afastando-se um pouco do cerne das atividades na Clareira, o Fianna começou a empreender o ritual. Pegou sua flauta e começou a entoar uma canção bastante melódica. Então, os espíritos começaram a sussurrar no seu ouvido.

Igor ia fazendo conforme o galliard indicava, à medida que ia cantando seus feitos e conferindo-lhe o devido renome por eles. O Presas estava acostumado com bebida forte, e o gosto do agradável hidromel era por demais gentil para que ele se sentisse intimidado em tomar gole após gole, seguindo o exemplo do seu lua minguante.

Terminado o ritual, o theurge dispensou um sorriso grato ao Fianna.


— Obrigado, Liam.

Seus olhos azul turquesa fixaram-se em seu irmão de matilha por um par de segundos.

— Acho que você se saiu muito bem. Espero que da próxima vez possamos fazer tudo isso juntos, como uma matilha. - disse o Presas, tomando o resto do hidromel que tinha na caneca.

— Você tem algo pra fazer agora? Você devia tentar trocar uma ideia com os membros da sua tribo por enquanto, é uma boa forma de começar a se enturmar.

Filho-da-Alvorada deu uma rápida olhada para trás, checando o movimento na Clareira.

— Eu vou buscar meu desafio de posto, agora. Mais uma vez, obrigado, Liam. Tenho certeza que os filhos do Uirapuru ainda terão grandes feitos para serem cantados por você. Não perca a reunião do seu augúrio, nos vemos em breve.

O lua crescente deu uma piscada amigável para o irmão de matilha, virou-se, assumindo a forma lupina e correu em fúria em direção ao centro da Clareira.

“Preciso encontrar a Bruxa. Pedirei a ela meu desafio de fostern."



——
OFF: Gastou 1 ponto de Fúria para mudar para lupino e 1 ponto de Fúria para correr até o centro da Clareira.
Alek
Alek

Mensagens : 238
Data de inscrição : 04/04/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 23 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Dione Zalika em 12.06.19 18:37

Dione vê Kalf na trilha que leva ao rio, e vai não muito feliz observando o que o futuro irmão de matilha anda fazendo.
*Isso... é uma toalha?* ela se pergunta e continua seguindo devagar e observando.
Dione nota então mais a frente o outro Fenris observando algo, e também tirando a camisa.
*Ok, isso tá estranho... ou...* ela observa os arredores. *Água. Árvores frutíferas. Mas é noite... aaaaaaaaaaaaaaaaaaahhhhhhh.*
Dione se mantem observando como os irmãos vão encontrar os pássaros.
Fica observando eles.
*Se falar agora, espanto os pássaros... Melhor aguardar e pedir por ajuda depois. Não sei se quero falar com nenhum theurge mais hoje...*
Dione Zalika
Dione Zalika

Mensagens : 104
Data de inscrição : 24/02/2019
Idade : 36
Localização : Fortaleza-CE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 23 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por romina_ em 12.06.19 19:02

Chegada na árvore, mesmo invisível ainda precisava ser furtiva, até porque sua invisibilidade tinha limites. Para chegar o ninho teria que ser um teste de muita destreza, mas nada que ela não pudesse, já estava acostumada com isso. Começava a subir e pela graças dos deuses ela conseguir subir furtivamente e invisível sem ser notada, mas a subida ainda não tinha terminado e o tempo era curto.


OFF Topic: Furtividade 4 Sucessos
Dex + Sobrev 3 sucessos, ainda faltam 2 .
romina_
romina_

Mensagens : 73
Data de inscrição : 27/02/2019

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 23 Empty Deganawida (crinos) - Shader, Ímpeto-do-Peru-Selvagem e Fúria do Peru Selvagem

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em 13.06.19 3:18

Depois dos comentários sobre estar dando em cima do Wendigo, Degan lança um olhar de reprovação ao garoto, mas nada diz. 

Garoto, é bom que você comece a levar as coisas mais a sério logo...


O Wendigo então segue na direção dos dois Uktena e, ao se aproximar, os saúda em tom amistoso:


" - Saudações, irmãos. Peço desculpas caso eu esteja interrompendo, mas gostaria de conversar com Ímpeto-do-Peru-Selvagem por um instante."


Degan gostava dos irmãos Uktena. Havia conversado pouco com eles, mas eram da mesma Matilha dos Wendigo que ali ainda restavam. Esperava poder fazer um bom trabalho no desafio com o Philodox logo mais tarde...
Deganawida
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 496
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 44

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 23 Empty Alma-da-Bruxa (H) - Filho-da-Alvorada

Mensagem por NarraDiva em 13.06.19 11:40

Alma-da-Bruxa estava mexendo com algumas ervas em um dos cantos da Clareira Central. Sempre estranha para muitos, poucos além das Fúrias Negras e de Sussurros-Solitários mantinham-se próximos a ela. No momento me que Igor começa a procurá-la com o olhar, ela mesma ergue o olhar e o cruza com o olhar do Presas de Prata, como se já soubesse que ele faria isso. Um frio percorre a espinha do Filho de Falcão nesse momento, mas a Theurge não mantém o olhar fixo no jovem Presas de Prata. Volta aos seus afazeres como se nada tivesse acontecido logo em seguida.


Clareira Central - Página 23 20799874_266751123828211_3863581577487836634_n.jpg?_nc_cat=106&_nc_oc=AQnp1l5QoGpFuBmZQ8KzopXWWMRd2RSmel6-5oOS6Ai04NXFpvfwxpZiCT2f2l8xuWk&_nc_ht=scontent.fsdu13-1
Aparência 1, Fúria 2
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 36
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 23 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 23 de 43 Anterior  1 ... 13 ... 22, 23, 24 ... 33 ... 43  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum