[Vargem Grande] Sítio Rio Verde

Novo Tópico   Responder ao tópico

Página 2 de 10 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte

Ir em baixo

Sangue-dos-Quatro-Ventos (hominídeo) - Asas da Esperança

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em Dom Set 17, 2017 12:50 am

O Filho de Gaia assume a forma hominídea, depois de farejar a Fianna, e se apresenta para todos. 

Ele falava um português um pouco arrastado, mas que era parecido com o de Deganawida. O Wendigo o cumprimenta assim que assume a forma de duas patas. 

Um Filho de Gaia da Lua Crescente... Curioso. Muitos dos meus acham os Filhos fracos e débeis. Eu não concordo com isso. Meu lar na Reserva 41 só existe porque a tribo deles nos ajudou com protestos pela nossa terra. Talvez os filhos sejam desequilibrados, amem muito e não saibam como odiar, mas uma ação como a deles se paga com gratidão, e é assim que devo agir. 

Logo em seguida, a Fianna e a Fenris trocam algumas palavras com o novato. Cordas-Trêmulas sugere contar logo a ele o que havia acontecido nas noites anteriores e Âmago-de-Gunnr diz que será uma fonte de aprendizado valiosa para a Roedor de Ossos que deverá ficar um bom tempo na forma lupina. 

O Wendigo parece concordar com ambas as observações. Assim que Sarah termina, Deganawida se pronuncia:

" - Ter um irmão lupino correndo nessa matilha nos tornará mais equilibrados. Todos aqui até o momento são nascidos em duas patas. A sabedoria de um nascido dos lobos nos fez falta... Agora, não mais."

Realmente, ficaria bem mais fácil para a Roedor aprender com ele, bem como Degan provavelmente encontraria alguém mais propenso a dividir as opiniões embasadas na sabedoria ancestral de seu povo, mais em contato com a Wyld e menos com a Weaver.

" - Eu aprovo a ideia dos Lua Gibosa contarem a situação da Matilha a Olhos-de-Gaia. Por mim, vocês podem se complementar nessa tarefa, já que Sussurro se lembra das coisas com tanta facilidade. Gostaria também de ouvir de onde você vem e o que sabe sobre nós."

Ele observa os outros integrantes da Matilha ali. Seria uma boa oportunidade para conhecerem o que os Filhos de Gaia pensavam deles, e para medir até onde foi a história da Impura Perfeita...

O perfil de Degan ainda é sério e solene. Ele também procura ficar de olho no Peregrino.
avatar
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 314
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 42

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Tarek - Matilha Asas da Esperança

Mensagem por Convidado em Dom Set 17, 2017 3:39 am

O lupino toma forma humana e se apresenta como Olhos-de-Gaia.
 *Nada mau, mas a Zvanna e o Tomás são mais meu tipo... Mas daria para perder um tempo ali...*
 "- Bem vindo ai!, fica a vontade..."
 Dá ali a ele um sorrisinho mais sincero. Ainda que corresse pro sua cabeça que era meio injusto deixarem o Ahroun dormir em paz mas ele não. Não que fosse errado, mas poderiam deixar qualquer um dormir.
 Então ouve Grace propor reproduzir o que fora falado e dar espaço a ele fazer por ter melhor memória.
*Memory card da matilha...*
Logo Sarah reforça aquilo e depois Deganawiga. Pelo menos ele adiciona que o lobo devia falar dele e isso interessa bastante tarek. Novas historias. 
 *Já entendi! Já vou falar... Calma!*
 "- Bom, Olhos-de-Gaia, fique a vontade, se sente... que a história é grande... Aias todo mundo fiquem a vontade."
 Espera um instante pessoas se acomodarem, toma folego e começa.
 "- Na noite anterior foi formada a matilha Asas da Esperança, dada como a matilha que tinha como característica ser muito humana. Fato que sua presença agora pode contribuir muito, Olhos de Gaia. Conseguimos ter como totem o antigo Uirapuru, que a 200 anos não abençoava uma matilha. Caso não esteja familiarizado com tal espírito posso lhe contar sobre ele. Mas é um totem de respeito muito digno e poderoso apesar de seu tamanho diminuto. Naquela noite tivemos uma missão relacionado a investigar assassinato de travestis da região, que parecia ser tudo ligado a vampiros, que dominam a região do Rio de Janeiro e inclusive a umbra da região é estranha por causa da influencia deles. Bom, aparentemente os vampiros nos esperavam e um deles em enfeitiçou no que é conhecido como laço de sangue, conseguimos ali informações sobre um vampiro poderoso e pretendemos o atacar nessa noite após nos reunirmos com outras matilha as 22h. E nessa reunião também pretendo dar outras informação sobre vampiros, que melhor não falar agora para não ficar repetitivo. Bom, no decorrer da noite, foi gerada a impura perfeita, fazendo a confirmação de algumas profecias sobre a importância do Rio de Janeiro  para o fim dos tempos real. Além disso, houve uma quebra no dogma do uirapuru que envolve não se alimentar de aves, alimentar os pássaros em torno do caern com frutas toda manhã e  libertar aves todos o mês. E então para nos redimir recebemos uma missão do uirapuru. Ao concluir a missão, então o totem nos cantou sobre o futuro. Em resumo, rápido, segundo o totem, somos a geração que terá que lidar com o apocalipse. E falava sobre sua chegada, Olhos- de-Gaia, que teria a função de harmonizar a Wyld e trazer a tona revelações sobre a Mãe. Lobo que descobrirá segredos e terá a missão de acordar três grandes totens perdidos. Isso faz algum sentido a você?"
 Questiona ao lupino e logo emenda.
 "- Caso seja necessário posso detalhar o que foi dito a cada um também caso desejem... Mas em resumo é isso..."
 Dá um sorrisinho e fica a espera do que iriam comentar e se estavam felizes.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Gregório Campos (Penélope Pancake) - Brilho-dos-Sonhos

Mensagem por NarraDiva em Dom Set 17, 2017 10:18 am

Gregório responde:


'- Mas é claro! Naquele valor combinado, pagamento no primeiro dia útil da semana após a apresentação. Confirmado?'
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 2331
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Âmago-de-Gunnr | Olhos-do-Caos | Fúria-Justa-de-Esteno - Matilha Asas da Esperança

Mensagem por NarraDiva em Dom Set 17, 2017 10:22 am

Zvanna ouve o relato do Peregrino e apenas comenta:


'- Você é capaz de fazer melhor...'


Sarah e Helenna mantinham-se em silêncio aguardando a reação do lupino.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 2331
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Grace - Todos

Mensagem por Grace Tavares Conney em Dom Set 17, 2017 3:22 pm

Grace olha para Tarek com incredulidade quando ele desata a falar, sendo que havia sido dela a ideia de fazer um relato sobre os acontecimentos da Matilha, e em nenhum momento pedira a ajuda dele, embora, por cortesia de Augúrio, pretendesse dar brechas para ele falar. Cortesia essa que Tarek parecia não ter nenhuma. Muito menos bom senso, até da Impura Perfeita ele havia falado. Como se não bastasse até graça lhe faltava, já que despejava tudo como se tivesse pressa em terminar, sem o menor controle da narrativa. Pra falar daquele jeito nem precisava ser Galliard, qualquer Garou de outro Augúrio poderia fazer, até melhor.

Já está fuzilando o Peregrino com os olhos quando o que ele diz é criticado com Zvanna.
“Além de me atropelar, ainda faz um discurso de merda" 

- Nunca ouviu falar de cortesia entre Galliards, Sussurros da Noite? Se eu dei a ideia de falar, era porque eu tinha algo em mente…

A Galliard fala, seu punho fechado e seu rosto franzido, contendo sua vontade de socar a cara dele por tamanha falta de respeito. Sua Fúria, que já acordara muito alta naquela noite, começa a emanar de maneira que todos conseguiam sentir, e se expressa em um grunhido gutural para o irmão de Augúrio, apesar de estar na forma hominídea, distorcendo o belo rosto da Fianna por um instante. (Fúria 7)   

Apenas não parte para a violência porque consegue se concentrar no fato de que queria fazer o seu discurso, e quando consegue se acalmar, vira-se para Olhos de Gaia.

- Nossa Matilha começou ontem, todos aqui chegaram recentemente ao Rio de Janeiro. A líder do Caern determinou que formassemos o grupo, sob a liderança de Asa Solitária, mas o nome e o Totem foram escolhidos por nós, conjuntamente. O Uirapuru foi uma boa sugestão de Sussurros Noite, que foi acolhida pela maioria. 


- A primeira missão que enfrentamos foi descobrir o responsável por uma série de assassinatos de travestis em Campo Grande. Um provável vampiro, já que os corpos foram encontrados sem sangue. A missão infelizmente saiu mal. Sussurros da Noite foi raptado por um vampiro, que conseguiu sumir com ele em plena vista e 99 Centavos não conseguiu controlar sua mudança de forrma e passou para Crinos, o que rasgou o Véu. Foi por esse motivo que Âmago de Gunnr a puniu para se manter na forma lupina. 


- Contudo, apesar desse infeliz incidente, recuperamos Sussuros da Noite, que conseguiu com o vampiro uma série informações, que vão ser úteis no ataque que estamos planejando, mas ele pode falar melhor sobre isso mais tarde. 


- Purificamos nosso Galliard, e começamos alguns preparativos para enfrentar vampiros novamente, como criar amuletos solares. Durante esse meio tempo, Asa Solitária e eu  acabamos tomando desavisadamente um hidromel da fertilidade, que faz com que os impulsos sexuais dos Garous sejam estimulados. Foi uma diferença de cerca quinze minutos entre ele e eu tomarmos a bebida, sem conhecer seus efeitos, de forma que começamos a sentir o impulsos praticamente ao mesmo tempo. Fomos fracos demais para resistirmos e violamos a Litania. 

Grace tenta se manter fria enquanto faz esse relato, mas as mãos da Galliard tremem, o que ela tenta esconder fechando com mais força o punho. Trava os dentes, respira fundo, e faz um visível esforço para controlar suas emoções.


- Fomos devidamente julgados e punidos, Asa Solitária ainda carrega marcas visíveis de sua punição. Depois disso, seguimos para consultar as Fúrias Negras, que me confirmaram que eu estava grávida. Enquanto isso, foi descoberto que o dogma do nosso Totem havia sido quebrado por 99 Centavos.


Aproveita o momento para reforçar o esclarecimento o lupino.
- O Uirapuru nos exige que deixemos frutas no Caern aos pássaros todas as manhãs, que uma vez por mês, libertemos pássaros de suas gaiolas, e que não nos alimentemos de carne de aves. Foi esse último dogma que 99 Centavos quebrou, e por isso, foi punida por Sangue dos Quatro Ventos a só se alimentar do que ela mesma caçasse. Membros da Matilha foram se retratar com o Totem, que exigiu, para nos perdoar, que matássemos um Drattosi que vivia em um buraco na Umbra, próximo a esse Caern.
  
Já está um pouco mais calma, pelo menos o bastante para um comentário levemente espirituoso.  
- Você já deve estar pensando. “Quantas desgraças em tão pouco tempo”, e teria toda a razão, mas pelo menos já temos uma vitória para cantar. Derrotamos o Drattosi. Seguindo a tática planejada por nosso alpha, destruímos o Maldito sem que nenhum de nós se ferisse seriamente. Foi uma missão muito bem sucedida, para aplacar um pouco a dor de todas as nossas falhas. Estamos nos reerguendo, é sobre isso que se trata ter esperança, não é mesmo? E nosso Totem também tem esperança em nós, como demonstrou em sua bela canção sobre nosso futuro. Para Algoz de Einhejar, ele prevê que será um dos sete martelos comandando os Fenris na Batalha do Apocalispe, e impedindo a corrupção em sua Tribo. Vamos ser a geração que enfrentará esse combate, e grandes desafios estarão em nosso caminho. Esperamos ter vocês dois conosco para enfrentá-los, como o Uirapuru acredita que será.
avatar
Grace Tavares Conney

Mensagens : 413
Data de inscrição : 26/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Âmago-de-Gunnr | Olhos-do-Caos | Fúria-Justa-de-Esteno - Matilha Asas da Esperança

Mensagem por NarraDiva em Dom Set 17, 2017 5:01 pm

Helenna aproveita a deixa para ouvir a versão de Grace de todos os acontecimentos da matilha. Zvanna e Sarah também prestavam atenção.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 2331
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Vargem Grande] Sítio Rio Verde

Mensagem por Convidado em Dom Set 17, 2017 7:27 pm

"- Ok, Gregório, obrigado pelo serviço. Os equipamentos já tem no clube, Zuleide vai me dar uma carona. Mas lembre-se de star preparada para imprevistos, como eu sempre te digo, tenha um substituto para o principal e um substituto para o substituto. Não se esqueça de chamar a Riley, ela tem um talento natural como DJ caso algo aconteça comigo. -"  

Tomás já havia explicado para Gregório se preparar para os problemas quando um ano atrás o show principal de uma das noites teve que ser trocado porque duas DRAGs se desentenderam no camarim, a partir de então se tornou comum para Brilho-dos-Sonhos deixar claro para os seus colegas mais próximos que é sempre necessário ter Planos A, Planos B e as vezes um Plano C com uma capacidade de adaptação razoável, é difícil e as vezes o próprio Ragabash falha nisso, mas é importante.

LeBlanc não era a unica DRAG a se apresentar na noite, então neste quesito a sua ausência, caso necessária, seria compensada facilmente com a presença de outras, com a diferença que Tomás não seria remunerado e sua confiabilidade no mercado, antes perfeita no que se referia a sua pontualidade de presença seria, no minimo, "ferida". 

"Se tudo tiver certo eu preciso desligar agora, ok?"

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Gregório Campos (Penélope Pancake) - Brilho-dos-Sonhos

Mensagem por NarraDiva em Dom Set 17, 2017 8:55 pm

Gregório apenas refuta a ideia de que algo podia dar errado:


'- Vai dar nada errado e você vem brilhar pra gente, linda. Um xêro!'


Se despede e desliga.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 2331
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Kiba Valentine (Hominideo) - Asas da Esperança

Mensagem por Kiba Valentine em Dom Set 17, 2017 10:14 pm

Depois de algumas horas de descanso finalmente os olhos do Presa de Prata começam a se abrir. Por mais que seu corpo ainda doesse o Ahroun sabia que já tinha passado da hora de levantar.

Kiba olha pela janela e nota que a noite já havia chegado e a fúria que crescia em seu peito deixava claro que a lua já estava no céu.

Ele lentamente se senta na cama e olha a sua volta. Por mais que não tivesse tido o rotineiro sonho de morte onde salvava sua filha o Ahroun se sentia mais cansado do que nunca. Kiba levanta lentamente e vai até o rádio, colocando na rádio para ouvir um pouco de musica enquanto seguia para o banho.

Não demora muito para que uma das musicas que começava a tocar fizesse o Presa de Prata refletir. Na verdade, ele já havia ouvido-a quando chegou no Rio, mas agora ela parecia muito mais bonita do que antes.

- Chega de tantas mentiras.... Chega de brincar com meu amor....

O Presa de Prata cantarolava enquanto entrava no banho. Kiba sabia pensava na missão, ao menos tentava, enquanto deixava a água gelada terminar de acordá-lo.

Assim que termina de tomar banho, o Presa de Prata para diante do espelho e se encara por um tempo. Estava cansado, mas não podia deixar aquilo transparecer para sua matilha. Ele então faz a barba, escova os dentes e leva o rosto mais de uma vez para tentar melhorar sua aparência. Em seguida segue para o armário e pega uma bermuda jeans, camisa de basquete preta do time de Chicago e sandálias.

Finalmente devidamente vestido e arrumado o Ahroun pega seu colar dos Anjos Guardiões que estava sobre a estante e segue para encontrar sua matilha. Pela hora, a grande maioria ainda não devia ter chegado, mas encontraria que estivesse por ali para conversarem.

Assim que começa a ouvir vozes, Kiba segue para o cômodo onde eles estavam e assim que chega nota que Henker e um outro Garou estavam reunidos com os demais membros. O Ahroun abre um sorriso tímido para os dois e diz:

- Boa noite pessoal.... Não esperava ver quase todos reunidos aqui tão cedo.... Henker.... Seja bem vindo....

A voz de Kiba era extremamente irritante. Se ele ou o novato já tivessem conhecimento do Ritual ou tivessem ouvido alguém com a Voz do Chacal, certamente saberiam que o Presa de Prata era portador da mesma.

Ele olha em seguida  para o outro Garou que estava ali e diz:

- Saudações.... Kiba Valentine. Ahroun, Cliath, Hominídeo dos Presas de Prata e pai de dois impuros.... Alpha da Asas da Esperança.

Os dois Garous tambem podem notar que Kiba emanava uma enorme Raça Pura (5) e possuía uma estranha deformidade. Uma cauda longa e retorcida desvia do cóquis do Presa de Prata mesmo na forma humana.



avatar
Kiba Valentine

Mensagens : 454
Data de inscrição : 26/06/2017
Idade : 20

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Olhos-de-Gaia - Asas da Esperança

Mensagem por olhosdegaia em Dom Set 17, 2017 11:04 pm

O Lupino escuta atentamente seus companheiros de matilha, lhe é informado e pedido um favor, que ajudasse uma Roedora a viver com seu lado lobo, seria uma honra e uma grande oportunidade estar lado a lado nela nessa missão, poderia aprender muito, ainda mais com Roedores que entendiam o lado humano mais banal, humano mesmo, não a tecnologia.

"- Será uma honra ajudar Jéssica."

Era claro para todos que Olhos-de-Gaia tentava sempre ser simpático, sorria mesmo diante das adversidades, e quantas adversidades? A Matilha parecia estar cheia delas, incluindo a briga silenciosa de muitas palavras entre os dois Galliards, inclusive Olhos-de-Gaia se preocupa com a Fúria de Grace, que ao ser interrompida, quase irrompe e causa problemas, mas ela se controla, aquilo era muito bom, ela ia precisar de muito autocontrole pra gerar e criar um Impuro.

Assim que ela termina, Kiba chega e se apresenta, então aquele era o Alpha, o mesmo que quebrara a Litania e fecundara Grace, e mesmo assim, ele parecia perfeitamente apto a liderar, apesar da voz de chacal com que fora punido, Olhos-de-Gaia tinha sido punido com isso quando ainda era um filhote, por ser curioso e falar demais, sabia como era chato, e mesmo assim Kiba ainda parecia altivo... Presas de Prata.

Finalmente, decide se pronunciar, estava realmente curioso sobre o que o Uirapuru tinha dito especificamente sobre ele.

"- Primeiro... Olhos-de-Gaia, lua crescente, lupino e um Filho de Gaia. Saudações Alpha, me apresento a você e a Matilha."

Mantinha seu olhar em Kiba enquanto falava, depois continua.

"- Cordas-Trêmulas falou sobre desgraças, mas vejo presentes de Gaia... Uma criança, uma matilha, um Maldito a menos em Tellurian. Gostaria de ouvir o canto do Uirapuru sobre todos, sobre mim, nunca achei ser importante... Fico feliz que Gaia me abençoa com tanta Honra. Sempre fico de olhos abertos para as mensagens da Mãe, e prometo que juntos a defenderemos."

O Lupino falava sério, ele realmente via as bençãos da Mãe em tudo aquilo, ele via Gaia em tudo, ele realmente a enxergava e se nutria de sua energia, hoje, amanhã, sempre.
avatar
olhosdegaia

Mensagens : 174
Data de inscrição : 11/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Vargem Grande] Sítio Rio Verde

Mensagem por Grace Tavares Conney em Dom Set 17, 2017 11:41 pm

Finalmente, Kiba acorda de seu sono. Grace o acompanha brevemente com o olhar, mas logo o vira novamente para o Lupino, esperando pela reação dele depois do que havia ouvido.

E ela não podia ser mais inesperada. O Garou fazia valer o que se dizia sobre os Filhos de Gaia. Seu otimismo sereno era um bálsamo para a Matilha, diante de tantas adversidades.
- Você é muito gentil, Olhos de Gaia. Já estou contente em tê-lo conosco na Matilha. Há ainda uma última informação, muito importante, que você vai precisar saber… mas antes, será um prazer mostrar-lhe a música do Uirapuru.

Vira-se então para Tarek, esperando que ele usasse sua memória eidética, da qual tanto se gabava, de uma maneira melhor.
- Você se lembra da música por inteiro? Pode escrever para mim? Ou quer canta-la? - espera um instante pela resposta - vou pegar meu violoncelo.


Última edição por Grace Tavares Conney em Seg Set 18, 2017 1:40 am, editado 1 vez(es)
avatar
Grace Tavares Conney

Mensagens : 413
Data de inscrição : 26/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Kiba Valentine (Hominideo) - Asas da Esperança

Mensagem por Kiba Valentine em Seg Set 18, 2017 12:08 am

Kiba esperava certa hostilidade do Garou, mas não nota isso nem em seu olhar nem em suas palavras. Assim que descobre que o mesmo era um Filho de Gaia o Ahroun fica aliviado, principalmente por saber que ele havia vindo para somar a matilha.

O Presa de Prata estava feliz por ver que a matilha aumentava ainda mais, principalmente porque isso era algo difícil de se ver. Kiba escuta que ele gostaria de saber mais sobre a canção do Uirapuru e logo deduz que ele era o tal lobo que o espírito havia falado.

Sem querer interromper Grace e Thiago ele apenas diz ao lupino enquanto ainda tinha tempo.

- Seja bem vindo Olhos de Gaia. É um prazer tê-lo conosco.

Enquanto os Galliards ainda não contavam sua história o Ahroun vai até a estante da sala, abre a primeira gaveta, e pega os walkie talkies e os binóculos que Tomás havia conseguido para a missão.

- Eles já te falaram da missão de hoje?

O Ahroun segue até a mesinha central e os coloca sobre ela enquanto esperava uma resposta do lobo. Kiba então olha o relógio da sala e via que o mesmo marcava 19 horas, ainda tinham bastante tempo até as outras matilhas chegarem, então comenta com os presentes:

- A Lobos Incansáveis também irá participar da missão hoje.... Vou repassar a estratégia da missão com vocês e se ninguém tiver duvidas vamos ter tempo pra buscar dons, meditar ou o que precisarem.... Só não vão para longe.... Afinal, 3 horas não é tanto temo assim....

O Presa de Prata então senta no sofa e tenta relaxar um pouco. Esperaria que Grace e Thiago repassassem a canção do Totem para então conversar com os demais.


Última edição por Kiba Valentine em Seg Set 18, 2017 12:48 am, editado 1 vez(es)
avatar
Kiba Valentine

Mensagens : 454
Data de inscrição : 26/06/2017
Idade : 20

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Henker - Kiba - Matilha

Mensagem por Convidado em Seg Set 18, 2017 12:29 am

O garou estava aparentemente absorto em seus pensamentos, e embora notasse a confusão que poderia causar o estranhamento entre os galliards, ele manteve sua cabeça baixa ouvindo e percebendo, dentro da visão da matilha, o que lhe fora contado antes, todavia seus musculos involuntariamente se retesaram para se fosse necessário interromper o acesso de raiva que nitidamente tomara conta de Grace.

E então ela toma a palavra, e passa a expor o mesmo fato, agora sob a ótica dela. E o ahroun continua quieto até que seu nome é falado e ele levanta a cabeça e olha sério para a galliard com sério interesse. O único fato que não lhe fora contado, e olha no mesmo instante para Sarah com um olhar que denota um 'por que não me falou sobre isso?'. Mas logo em seguida balança a cabeça negativamente, de forma quase imperceptível, denotando que aquilo, entre ele e Sarah, não era necessariamente um problema.

E então Kiba aparece, a figura que ele se lembrava, agora maculada com um rabo grotesco e o que era pior, uma voz ridiculamente estridente e esganiçada.

- Mas que merda...!?

E rapidamente se cala, não conseguira disfarçar a surpresa, sabia da punição, mas o contraste visual, com a voz se confrontando com o posto e a raça pura que ele emanava foi grotesco demais e ele não conseguiu conter o comentário.

Com uma expressão de genuíno espanto ele olha para o alpha de sua matilha com um olhar de estranheza.

- E aí Kiba...!

E escuta enquanto ele se apresenta e depois olha para o que foi apresentado sobre a missão que viria, mas fica quieto esperando que tudo termine e finalmente ele mesmo possa falar.

*Tanta preparação, tanta encheção de saco, tantas críticas pra cada coisa que eu fiz para apresentarem isso... uma que é incapaz de mudar de forma, outro que se perde do grupo, alpha e beta que não sabe controlar seus instintos e sem falar dos demais...*

O garou estava de cabeça baixa apenas ouvindo, para que suas feições não lhe traíssem como a voz o fizera.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Deganawida (hominídeo) - Asas da Esperança

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em Seg Set 18, 2017 1:43 am

O Wendigo apenas espera que Tarek conclua seu relato antes de respirar fundo... Definitivamente ele não tinha achado grande coisa. Âmago-de-Gunnr comenta sobre ele poder fazer melhor e Degan parece concordar com ela.

Tsc. Parecia estar fazendo uma lista de compras. Violação da Litania? Falei. Profecia realizada? Falei... Que diabos...

Em seguida, a Galliard dos Fiannas toma a palavra ligeiramente irritada e com certa razão, diria Degan. Não era nada disso que ele tinha em mente ao ter autorizado os dois a contarem a história. Mesmo assim ela reconta a narrativa e de forma mais calma, dando ênfase em alguns pontos da história. 

O juiz nota que ela parecia hesitar em alguns momentos, mas já era esperado. No momento ele apenas se preocupava de segurar outro conflito por ali... 

Quando ela termina, o Filho de Gaia se manifesta e Asa-Solitária chega na sala. Deganawida o cumprimenta com a cabeça e escuta o Filho de Gaia dizer ser uma honra poder ajudar a Roedor. Logo em seguida, ele nota que o lobo não parece ter ficado abalado ou mesmo impressionado com nada que ouvira.

Mas que merda esses Filhos de Gaia andaram fumando? Ele está em uma sala com um dos prenúncios do Apocalipse e fala em bênçãos! E é um nascido lobo, pelo Grande Wendigo!

Deganawida espera o Presa de Prata terminar de falar sobre o plano. Ele escuta a exclamação do outro Fenris, mas ignora, já que ele não fazia nada, e era bom deixar claro um ponto de cada vez. O Philodox então comenta:

" - Olhos-de-Gaia, pode ser bondoso de você dizer que vê apenas uma Matilha e uma criança, mas é preciso que entenda os riscos que vamos passar, desta noite em diante. As Profecias que ouvimos até do Uirapuru nos dizem que enfrentaremos o Apocalipse. A Wyrm possui seus próprios Lua Crescente que, talvez, já marchem atrás da Impura Perfeita. Muitos Garou mais fortes e mais honrados que nós morrerão. Todo o esforço de seus antepassados para impedir o Apocalipse está em nossas mãos. Por tudo isso, nossa responsabilidade é imensa, e agora, parte dela será sua. Não perca isso de vista..."

Os humanos têm um ditado muito velho, porém muito verdadeiro: O pior cego é aquele que não quer ver. E, infelizmente, pintar um acontecimento como esse de recomeço não o tornará menos terrível para todos que perderão suas vidas... Tsc. Que esse Garou não vá muito para perto do Sol e perca sua visão...

Degan não possui um tom ameaçador, mas sério e, até mesmo, responsável, apesar de se irritar um pouco. 

É por essas e outras que tenho que ouvir que minha Matilha pensa que está na Disney...

Ele então informa Asa-Solitária sobre o novato:

" - Vamos apresentar Olhos-de-Gaia para o Uirapuru e terminar de lhe contar sua profecia. Depois, com o retorno de Algoz-de-Einherjahr e a chegada do novo Lua Crescente, talvez seja o momento para definir se eles formarão uma dupla ou você vai rearranjar as outras, Asa-Solitária."

Deganawida termina sua fala de braços cruzados, como de costume. Ele mantém sempre um olho em Tarek de momento em momento à medida que vai falando.
avatar
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 314
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 42

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Henker - Deganawida - Kiba - Matilha

Mensagem por Convidado em Seg Set 18, 2017 2:04 am

- Duplas? A matilha está trabalhando sobre divisão em duplas?!

O garou que até então se manteve o mais calado que conseguiu, não pode deixar passar aquela informação.

- Infelizmente eu venho trazendo a minha parcela de más notícias, e estou apenas esperando para que o momento se apresente. Entendo que apresentar nosso novo irmão ao totem é de suma importância e por isso estou calado e aguardando, mas adianto que não são boas notícias e, talvez seria interessante aguarda-las para ver a questão de organização entre os membros da matilha.

Seu semblante era sério e ele fala de forma firme, sem os gracejos da noite anterior, mas de forma direta, com pausas pontuais para que pudesse ser devidamente compreendido.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tarek - Matilha Asas da Esperança

Mensagem por Convidado em Seg Set 18, 2017 4:35 am

Termina de falar e logo ouve Zvanna, o olha para ela levantando a sobrancelha.
"Ué... Reclama que sou muito emotivo no discurso... Que sou o peregrino menos silencioso de todos... Aí quando eu resumo e falo pouco, está ruim... Querem se decidir?"
 Em seguida vem o comentário de Grace já toda raivosa. Que faz com ele apenas fique em silêncio sem mostrar nenhuma reação. Com olhar blasé para o nada.
 " Se queria tanto falar porque jogou a bola pra mim? Podia já ter falado logo de cara... Gentileza, aham, sei... Que essas mulheres têm? TPM? Mal ficaram juntas e já sincronizaram todas o ciclo? Tudo reclamando comigo... Por isso, sair com homem é mais fácil...Ah espera, Grace não tem mais TPM... Aliás, vou ficar aqui de boa, se não depois ela tem um troço por causa da gravidez e depois a culpa vai cair mim..."
 Durante o discurso da Galliard acaba se pegando mais perdido nos pensamentos do que prestando atenção nela, mantendo a cara blasé, não por maldade ou que a forma como ela fazia estivesse ruim, mas já sabia aqueles fatos e tinha mente algumas preocupações pessoais que eram a soma do que o Uirapuru lhe havia cantado com a conversa que tivera com Mohammed.
 Muda a expressão, abrindo ali um sorriso mais sincero, e até um pouco interesseiro ou ouvir a apresentação do lupino.
 "Filho de Gaia... Providencial aos meus planos... Eu diria..."
 E finalmente surge ali Kiba, e certo alívio o bate ali. Mudança de foco. Se segura ali para não rir da reação  é de Henker ao ver o alfa. Afinal, era algo triste, na hora do ocorrido foi bastante tenso, e por isso ele se pôs a ajudar Kiba. Mas agora com mais calma olhando. Porais que soubesse das complicações, até que ver aquele rabinho era algo engraçado sim. 
 Segue então a reação do lupino a tudo, faz Tarek sorrir e balançar a cabeça de leve em negativa, insinuando um 'não precisa disso'. Conhecia fama de Filhos de Gaia em serem modestos, gentis e otimistas. E o Lupino ali era bem exemplo disso. Até tinha pensado em comentar algo, especialmente sobre ele ser sim importante, mas frente a fala de Grace e Kiba, achou que falar algo ali era desnecessário.
 E logo Olhos-de-Gaia pede para, sim, ouvir a canção do Uirapuru completa. E sem ter tempo de reagir já tem Grace lhe questionando sobre ele lembrar da letra e se queria cantar. Ainda com a expressão blasé torna para ela.
 "- Lembro... Já anoto para você... Você é melhor com música..."
 *Pode ficar com o holofote todo para si como quer... Estou precisando não... Estou de boa... Sou só o memory card... Sei ser gentil... Pfff...*
 Já vira as costas, sem dar tempo de outros reagirem ali indo para o quarto onde ia pegar seu se caderno e caneta para anotar, já ouvindo a Fianna falar que ia pegar o violoncelo. E no caminho para o quarto fala alto para ser ouvido ali pela pessoas da sala.
 "- Com licença, já venho, preciso do meu caderno."
 Avisa ali para ninguém resolver brigar com ele depois por ter saído e dado as costas sem pedir, ou qualquer coisa do tipo de hierarquização e moralismo, sem sentido para ele.
 Segue para o quarto pega o caderno e uma caneta e volta ao grupo, andando devagar já anotando coisas numa folha  em branco. Ficando ali absorvido em repassar as palavras do pássaro para o papel e não dá muita atenção a conversa que se configura ali, sobre Degan aconselhar o Lupino e Henker questionar as duplas. Pega com mais atenção apenas a parte final onde Henker anuncia que teriam mais problemas ali que ele teria que contar, assim como o Wendigo o encarando, que leva Tarek instintivamente pensar em:
 * Que eu fiz agora de errado para estar me encarando?*
 Fica uns segundos olhando de volta esperando se algo seria dito a ele ou se viria uma machadinha voando para sua cabeça. Depois olha para Grace que retornava com seu instrumento entregando a ela o papel que anotar o pedido, com um sorriso gentil.
 "- Aqui..." 

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Kiba Valentine (Hominídeo) - Asas da Esperança

Mensagem por Kiba Valentine em Seg Set 18, 2017 8:25 am

Kiba nota que Henker havia ficado incrédulo com o estado do Presa de Prata. Não era de se esperar uma postura muito diferente. Em um instante você conhece um Garou e quando passam algumas horas parece estar vendo alguém completamente diferente.

Não conseguia imaginar o que passava na cabeça do Fenris, mas esperava o pior, principalmente porque se aquela história toda era difícil para as outras Tribos engolirem, imagina para um filho de Fenris.

Degan chama atenção do lupino quanto aos acontecimentos e então Kiba tem uma noção do quanto da história foi contada ao Filho de Gaia. Aparentemente ele tinha recebido uma explicação detalhada da noite da Asas da Esperança, mas não havia se abalado tanto.

“Igualzinho ao Thiago....”

Não queria dar foco naquele assunto, pois imaginava que Sarah e Zvanna pudessem acabar se irritando novamente e aquilo tudo acabar se tornando um filme repetido. Degan logo fala sobre apresentar o Uirapuru aos dois e sobre a divisão das duplas, algo que realmente o Ahroun pretendia fazer enquanto explicasse o ataque aos dois.

Kiba iria concordar com Degan quando Henker se manifesta. O Presa de Prata o encara enquanto ouvia as explicações do Fenris enquanto Tarek e Grace ainda se organizavam. Ao final das palavras de Henker, Kiba troca olhares com Degan e então questiona:

- Pode falar cara.... Fique a vontade.
avatar
Kiba Valentine

Mensagens : 454
Data de inscrição : 26/06/2017
Idade : 20

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Âmago-de-Gunnr | Olhos-do-Caos | Fúria-Justa-de-Esteno - Matilha Asas da Esperança

Mensagem por NarraDiva em Seg Set 18, 2017 8:42 am

Com a chegada de Kiba, Helenna, Zvanna e Sarah cumprimentam o Presas de Prata. A Ahroun era a mais carismática enquanto a Senhor das Sombras e a Cria de Fenris cumprimenta o Presas de Prata apenas de forma protocolar.  O otimismo do Filho de Gaia arranca troca de olhares entre a Philodox e a Senhor das Sombras, mas nada é dito.

Sarah já sabia sobre o que Henker ia falar mas mesmo assim mantém a atenção no seu irmão de tribo. Atenção que era também mantida pela Fúria Negra e pela Senhor das Sombras.
avatar
NarraDiva
Admin

Mensagens : 2331
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Henker - Kiba/Degan/Matilha

Mensagem por Convidado em Seg Set 18, 2017 10:35 am

Sem rodeios então, ante a fala de Kiba ele começa a falar.
 
- Noite passada, quando nossa theurge foi atingida de forma grave, eu a levei até o Caern como me foi ordenado. Chegando lá, me foi informado, e tudo de uma vez, que eu tinha um filho.
 
O garou faz uma pausa, em que é possível perceber um misto de profunda tristeza e fúria.
 
- Fui informado que não apenas tinha um filho, como também tenho um caçador procurando me acertar de todas as formas possíveis, e que ele preparara um ataque direcionado à ele.
 
Mais uma pausa, o garou estava se esforçando para falar com calma e objetividade.
 
- Foi a primeira vez que eu soube que eu tinha parentes... - a fala sai como se tivesse fugido de sua boca o pensamento, junto com um olhar distante, mas ele recupera a narrativa - Eles estavam vindo fugidos de São Paulo para cá mas foram mortos...
 
Os olhos do garou ficam vermelhos, *toda uma vida sozinho ansiando por alguma conexão que mostrasse de onde eu vim, dizimada sem que eu tivesse a chance de ver seus rostos, sentir seus cheiro... simplesmente arrancada mais uma vez de perto de mim*, aquilo estava se mostrando um grande desafio para o ahroun, mas ele consegue, com um esforço hercúleo, não permitir que lágrimas surjam.
 
- E eis o NOSSO problema agora. - diz ele batendo uma mão na outra fazendo uma palma ecoar bem alto, para espantar a melancolia e lhe trazer a objetividade da narrativa mais uma vez.
 
- Em São Paulo, tive a honra de contar com a ajuda da matilha abençoado pelo totem Terremodo, Caçadora de Malditos, liderada pelo Filho de Gaia Orgulho-Renascido, e com a ajuda de sua philodox, descobri que o desgraçado que fez isso é um caçador que foi contratado pela Pentex, que, ainda na Europa venci nos tribunais, e ela não soube levar isso bem e o contratou. De acordo com theurge da matilha, que é minha irmã de tribo, ao conjurar os espíritos para saber que era, descobriu que esse caçador colocou nossa matilha em sua mira. 
 
Ele faz uma pausa para que todos pudessem analisar e assimilar a informação.
 
- Seu nome é August Von Dieser, ele é respeitado como um bom adversário, reconhecido como inimigo poderoso entre os Fenris, e temido por muitos de outras tribos. - a fala era pontual, pois no pensamento de Henker um inimigo poderoso poderia ser respeitado, mas não temido, isso era coisa de outras tribos - Ele é tido como especialista em caçar garous, e está vindo para nós.
 
Ele olha para o alpha e então para o beta, para Grace, e para os demais.
 
- Ele é bem equipado, ele conhece alguns dos nossos métodos, deve ter feito estudos sobre nossas fraquezas e sabe explorá-las, por isso, reduzir-nos e nos separarmos em grupos, enquanto carregamos em nosso meio, a gestação do prelúdio do Apocalipse... eu considero algo, no mínimo - ele olha para Degan - descuidado.
 
*Pra não dizer estúpido e irresponsável.*

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Kiba Valentine (Hominídeo) - Asas da Esperança

Mensagem por Kiba Valentine em Seg Set 18, 2017 11:24 am

Kiba escuta toda a história de Henker e inclina o corpo para frente para dar total atenção ao filho de Fenris. Imaginar perder um filho seria uma dor que o Presa de Prata não desejaria ao seu pior inimigo.

Só o fato de não ter visto Manto Branco crescer e se tornar um Garou já lhe partia o coração, mas ao menos ele sabia que seu filho estava sendo bem cuidado por sua irmã.

Quando Henker prossegue na narrativa o Ahroun olha para cada um dos membros de sua matilha, tentando ver se algum deles fazia ideia de quem era o tal caçador, mas logo volta sua atenção ao Fenris.

Ao termino das palavras do irmão de augúrio, Kiba coloca a mão nos joelhos e diz:

- Você não entendeu.... Nós nos dividimos em duplas durante o combate. Vou explicar....

Kiba olha para Degan, esperando que ele entendesse que deveria esperar e então prossegue:

- Durante os combates, nossa matilha agirá em duplas. A ideia é aumentar nossa mobilidade, buscando interceptar os inimigos da forma mais rápida possível. Não quer dizer que a formação não vá sofrer mudanças conforme o combate avence, mas inicialmente é assim que agimos. Um cuidando do outro.

Ele olha para todos os ali presentes e então prossegue:

- As duplas são: Degan e Thiago, Sarah e Zvanna, Helenna e Grace, Henker e Olhos de Gaia, Kiba, Jéssica e Tomás. O primeiro sempre agindo na frente e tomando a atenção do inimigo para si enquanto o outro tenta aproveitar as vantagens para atacar o adversário.

- Agimos assim pra aproveitar que temos uma matilha bem grande, mas novamente falando, se acharmos que o combate precisa de outra estratégia eu vou coordenando o ataque conforme a necessidade.

- Quanto ao caçador.... Zvanna.... Pode tentar a pedra caçadora?

O Ahroun encarava a Senhora das Sombras e esperava uma manifestação da mesma. Queria ter certeza se ela conseguiria acha-lo antes de falar sobre qualquer estratégia.
avatar
Kiba Valentine

Mensagens : 454
Data de inscrição : 26/06/2017
Idade : 20

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Grace - Todos

Mensagem por Grace Tavares Conney em Seg Set 18, 2017 11:39 am

Grace leva menos tempo que Tarek para ir a seu quarto e trazer seu instrumento musical. Um violoncelo comprido, mais estreito que os tradicionais, e mais fácil de transportar também.

Chegara a tempo de ouvir Deganawida sugerir que Olhos de Gaia seja levado ao Uirapuru, e Henker avisar que tinha más notícias.  
“Pra variar… como se já não bastassem…” pensa a Galliard desanimada. Era melhor ouvirem de uma vez o que o Fenris tinha a dizer, e com os problemas que iam ter, pensar como seguiriam adiante.  

Seu irmão de Augúrio volta com a letra da música, e ela pega o papel com devoção.
- Oh… muito obrigada Tarek!


Provavelmente não seria mais necessário que ela cantasse a canção. A prioridade deveria ser levar Olhos de Gaia ao Uirapuru, e na Umbra, podiam pedir ao próprio espírito que a cantasse novamente. Contudo, a inscrição não seria desperdiçada. Grace arranja uma caneta, e por cima dos versos da música começa a desenhar notas musicais, esboçando uma partitura. Podia não se lembrar da letra em detalhes, mas a melodia estava bem viva na memória musical da instrumentista.

No topo da folha, ela escreve um título:
“Canção profética do Uirapuru - Registrada pelos Galliards Sussurros-da-Noite, Peregrinos Silenciosos; e Cordas-Trêmulas, Fianna”


Faz questão de agradecer novamente, solenemente.
- Muito obrigada, Sussurros-da-Noite. Se um dia essa canção for para os Registros Prateados, o que eu modestamente acredito que merecia ir, garantirei que sua contribuição seja lembrada.


O Uirapuru previa que ela reuniria as preciosas canções e histórias da Nação. Já estava começando o seu trabalho.  


Henker começa então a contar suas más notícias, e ela arregala um pouco os olhos quando ele diz que tinha um filho.
“E ele não sabia disso… foi um lance do tipo… só por uma noite?”
Homens podiam ter filhos que não conhecessem, mulheres não.


Um filho poderia ser uma boa notícia, ainda mais em tempo como aqueles, em que Gaia precisava de guerreiros, mas um caçador era realmente preocupante. Como uma futura mãe, Grace compartilhava da ânsia de salvar a cria de Henker, e como alguém que também experimentara a dor da morte de Parentes, se solidarizava com o Ahroun.
- Sinto muito por sua perda - diz com voz baixa e pesar.

Absorve as informações sobre o inimigo que iam ter à partir de agora, mas percebe que Henker não havia entendido claramente que a divisão da Matilha em duplas era uma organização tática em conjunto, não uma separação do grupo, mas prefere deixar que Kiba explique isso para ele.  

Apenas se manifesta quando Kiba sugere utilizar a Pedra Caçadora.
- Eu conheço esse Ritual. Posso realizá-lo quando for a hora. Ajudaria a torná-lo mais eficaz ter algo que pertence à pessoa que está sendo procurada.  
avatar
Grace Tavares Conney

Mensagens : 413
Data de inscrição : 26/06/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Henker - Kiba - Matilha

Mensagem por Convidado em Seg Set 18, 2017 12:00 pm

O garou se limita a balançar a cabeça em agradecimento às palavras solidárias, não iria alongar aquilo... sua fúria queimava demais para permitir que ele se desconcentrasse.
 
A fala de Kiba, ainda que incomodando seus ouvidos, trazia um certo alívio. Não compreendera pq em momento algum foi dito que era uma divisão de batalha, mas ao menos esse problema estava mais sanado, mas ele vê um risco potencial alí.
 
- Já ví essa formação, ela é boa para avanços rápidos,  eficiente especialmente para ataques a distância onde podemos cobrir grandes distância de forma rápida e letal, mas como foi dito, nossa matilha é grande, e temos ainda que ter cuidado redobrado com Grace, que, certamente é o alvo principal da corruptora, assim sugiro que o trio, seja priorizado para Grace.
 
Ele faz uma conta rápida na cabeça e conclui.
 
- Temos 5 equipes de combate, sendo 4 duplas e 1 trio. Se for mantido, na minha opinião o trio, como eu disse, deve ter a Grace inserida. Porém, é possível fazer também 3 grupos, 2 trio e 1 quarteto, dessa forma podemos utilizar melhor os augúrios e cobrirmos mais lados de cada irmão.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Vargem Grande] Sítio Rio Verde

Mensagem por Convidado em Seg Set 18, 2017 12:10 pm

Gregório por fim se despede e a ligação é encerrada, mas não parece que o rico festeiro iria se preparar para lidar com eventuais problemas, Tomás encara o celular e comenta. "- Tolo. -"

O Andarilho volta para dentro da casa, quieto e observador. 

A primeira coisa que ele percebe é o rapaz ruivo na sala, sua pele é bastante clara e um tanto quanto sardento, tem traços delicados e uma boca enorme, não foi difícil entender que ele era o Lupino. O Ragabash o observa com cuidado por um tempo, gostou da aparência do jovem, mas somente isto, nada demais.

Depois era nítido que Kiba havia acordado, e já estava organizando um tipo de "reunião" ali e eles pareciam conversar sobre estratégias de combate, Brilho-dos-Sonhos não tinha motivos para se manifestar quanto a isto então, logo ele se encosta na parede afastado do grupo para observar o rumo da conversa.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Vargem Grande] Sítio Rio Verde

Mensagem por Kiba Valentine em Seg Set 18, 2017 12:29 pm

Kiba ouve a manifestação de Grace sobre a Pedra Caçadora e acena positivamente com a cabeça. Em seguida, Henker toma a palavra e o Presa de Prata apenas explica:

- To ciente que temos que ter cuidado com ela.... Por isso deixamos a Ahroun mais forte de nós com ela. Além disso, Grace ataca a distância e ta sendo treinada pela Helenna.

- Se todos nós trabalharmos de forma efetiva nada vai chegar pra encostar um dedo nela, mas durante a missão na Umbra nós percebemos uma fragilidade....

Ele olha para todos ali, esperando que eles avaliassem o ocorrido e então retoma a palavra:

- Eu já planejava coordenar ataques da Jéssica, Tomás e Grace pra derrubar Theurges e outros inimigos problemáticos que pudéssemos ter, mas o maldito que nós enfrentamos atacou Grace, Jéssica, Tomás e Thiago com algum tipo de ilusão.... Prendendo eles em um pesadelo.

- Eu sei que não da pra prever tudo que vai acontecer em um combate, mas como diria o Batman: “Com preparo, nós podemos derrotar qualquer inimigo”.

- Precisamos pensar em formas de nos proteger de ataques mentais como aquele.... Ainda mais porque vamos enfrentar vampiros e sinto que alguns de vocês tão transpirando fúria.... Vocês precisam gastar isso durante o combate ou essa fúria pode acabar se voltando contra nós.
avatar
Kiba Valentine

Mensagens : 454
Data de inscrição : 26/06/2017
Idade : 20

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Vargem Grande] Sítio Rio Verde

Mensagem por olhosdegaia em Seg Set 18, 2017 1:35 pm

Logo depois de si a Galliard se pronuncia, ele realmente gostaria muito de ouvi-la cantar a música do Uirapuru, e aparentemente os Galliards se dedicariam a isso, ambos retornam, Sussurros com a letra, Cordas com seu instrumento, aquilo aquece a alma de Olhos de Gaia, uma das coisas humanas que mais o impressionavam era a música, juntava instinto e razão, era uma criação de Gaia, uma benção também.

Então o Alpha fala sobre uma missão e outra Matilha que se juntaria a eles. O Wendigo diz palavras de cautela a Olhos de Gaia, ele apenas responde com um olhar, concordava plenamente com o que ele dizia, mas isso não fazia o que ele dizia ser menos verdade.

"- Muito sábio Sangue dos Quatro Ventos... Gaia nos abençoa... ficamos fortes... lutamos bem... Poderes e responsabilidades."

Degan podia notar no olhar de Olhos que ele concordava, ele não estava sendo leviano, estava pronto para adversidades também.

Então o Cria de Fenris diz ter mais más notícias, aparentemente um caçador vinha atrás deles agora, o Cria voltara para o seio de sua matilha com um novo inimigo, e para um Fenrir não ter o enfrentado imediatamente, ele deveria ser muito poderoso.

Logo após a matilha cai numa discussão tática e militar, Olhos de Gaia não era bom naquilo, deixaria os Ahrouns decidirem, mas achava interessante ter sido pareado com o Ahroun que parecia mais ameaçador, se lutasse tão bem quanto seu corpo forte aparentava, Olhos de Gaia se sentiria em boa companhia, derrotariam qualquer adversário.

Decide então se pronunciar, logo depois que Kiba falara de proteções mentais.

"- A Fúria é boa quando mantemos o foco... Asa Solitária... seu nome não combina com suas ideias... Posso pensar em alguma proteção espiritual."
avatar
olhosdegaia

Mensagens : 174
Data de inscrição : 11/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Vargem Grande] Sítio Rio Verde

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 10 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum