As Montanhas do Caern

Página 8 de 27 Anterior  1 ... 5 ... 7, 8, 9 ... 17 ... 27  Seguinte

Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 8 Empty Grace - Asas da Esperança, Sussurros de Bran

Mensagem por Convidado em 10.03.18 2:44

Diante do questionamento de Yara, Grace lhe lança um olhar igualmente estupefato. 
- Acredite, ele é… - responde em voz baixa. 

A Philodox a inclui em seu pedido de desculpas pelos palavras machistas de Ronaldo, mas embora isso seja cortês da parte dela, a Galliard se sentia mais sendo responsável por seu irmão de tribo do que merecedora daquela retratação. Somaria sua voz à da juiza para se desculpar com Helenna, se não fosse desrespeitoso falar naquele momento.

Assim, ela apenas observa solene, até admirada, a atuação dos dois juízes. Eles eram firmes, mas didáticos, sábios. Não era à toa que ocupavam a posição de xamãs na Tríade social. Isso era a arte deles, como a dela era cantar e tocar, e fato de que tanto Yara, quanto Deaganwida a considerarem um exemplo de seu Augúrio deixava orgulhosa, pois também considerava os dois exemplos de Philodox, que davam uma verdadeira aula, que Ronaldo precisava. 

Contudo, as lições deles pareciam passar batido ao julgado, que, ao errar o nome de Sangue dos Quarto Ventos, coloca uma cereja naquele bolo de besteiras que ele havia feito. Apesar disso, tenta procurar algo de bom para dizer sobre ele. Algo que, de alguma maneira estimulasse os juízes a lhe darem uma chance, algo que pudesse tocar seu coração para suportar as penas e incentiva-lo ao caminho certo.

Escuta as manifestações dos irmãos de Matilha, concordando com algumas coisas, discordando de outras. Impressiona-se particularmente com a desenvoltura que Pantaneiro havia desenvolvido. Leva muito a sério o pedido de Helenna, acenando-lhe com cumplicidade. Grace era sensível à essas questões, não tanto quanto uma Fúria Negra, mas também era uma mulher, e sabia muito bem o que era o machismo.  


- Conheci Grito de Guerra hoje, como todos vocês. Minha primeira impressão dele, e que só se confirmou após relatos sobre ele e suas atitudes de hoje e que, de fato lhe falta instrução, e compreensão sobre a vida Garou, e precisamos trabalhar para corrigir isso.

O tom da Fianna se torna então mais duro. 
- Contudo, ignorância não é desculpa para desrespeito. Grito de Guerra desrespeitou as mulheres, desrespeitou a seu alpha, desrespeitou aos juízes. O fato de sua comunidade posssuir um linguajar ofensivo, com o qual ele está acostumado, não faz com que essas palavras não sejam erradas! Seja aqui ou seja lá. Na sociedade humana ou na Garou. Machismo não se justifica, não se tolera, se extermina! Seja das palavras, seja das ações. 

Sua voz então se abranda, lançando um olhar a seus irmão de Tribo. 
- Assim como Pantaneiro, apesar de condenar os erros de Grito de Guerra, eu tenho a esperança que ele aproveitará essa oportunidade para aprender. Que sua vontade de superar seus erros não será apenas um discurso vazio, mas se traduzirá em atitudes. Sinto que ele tem um bom coração, demonstrando remorso sincero pelas mortes que provocou, e quero acreditar que sua ânsia em ir pra guerra seja fruto de uma impaciência bem intencionada, que com a experiência ele entenda o quanto a Fúria é uma arma que pode se voltar contra si mesmo e contra tudo o que buscamos proteger. Como aconteceu hoje - lança um olhar severo a Ronaldo.

 Aos poucos, porém, seus olhos se tornam esperançosos e com incentivo.
- Sua ideia pessoal sobre como manifestar seu Augúrio, com um tambor que nos impulsiona para combate, também é válida e útil, mas precisa se lapidada. E assim como meu irmão Ahroun, estou disposta a instruí-lo, sobretudo nas particularidades do nosso Augúrio. Ajudá-lo a desenvolver sua arte, sem perder sua individualidade. Torná-lo um Grito de Guerra que inspire nosso corações...


Por fim, conclui.
- Confio na sabedoria dos dois juízes, e espero poder ter contribuído para a formação de um veredicto que mais beneficie Gaia. 

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 8 Empty Fúria-Justa-de-Esteno | Sussurros-de-Bran - Matilha Asas da Esperança

Mensagem por NarraDiva em 10.03.18 9:44

Helena concorda com cada palavra dita por Grace e procura Degan com o olhar, ansiosa para que o Juiz encerrasse aquele julgamento antes que algum macho Fianna abrisse a boca novamente. Sussurros-de-Bran, comenta após a fala de Grace:

'- Estou aqui apenas como observadora, irmã, a sabedoria que irá reger o veredicto é a do Juiz Wendigo.'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 8 Empty Legado-do-Trovão (hominídeo) - Asas da Esperança / Kiba

Mensagem por Luke Constantine em 10.03.18 13:06

* Luke segue pelas trilhas tortuosas das montanhas na forma lupina, farejando o caminho em busca da Asas da Esperança. Pouco tempo depois seus ouvidos apurados de lobo o possibilitam ouvir palavras exaltadas em algum lugar acima. Embora não pudesse entender o que estava sendo dito a essa distancia, sabia que havia encontrado aqueles que procurava. Vai seguindo o caminho em direção as vozes e finalmente chega ao local onde a matilha se reunia numa espécie de circulo. Um Garou estava em posição mais central e os rostos dos demais o encaravam de forma nada amistosa.. não era difícil entender o que estava acontecendo. *

"Pelo trovão.. dentre todas as coisas que eles poderiam estar fazendo, tinha que ser um maldito julgamento?!"

* Já havia tido sua quota de Juízes e seus ritos por aquela noite mas não havia alternativa senão esperar a coisa toda terminar.. Assume a forma hominídea para que pudesse ser visto por todos e corre os olhos pelos presentes até encontrar Kiba, a quem faz um cumprimento silencioso de cabeça indicando que desejaria falar. Pantaneiro e Dereck também estavam ali e isso era boa noticia.. tinha boas relações com ambos e imaginava que eles pudessem lhe conferir alguma palavra de recomendação, caso fosse necessário. Sem desejar atrapalhar o julgamento, se afasta um pouco do grupo para lhes dar privacidade mas não o bastante para deixar de perceber e ouvir o que estivesse acontecendo. Imaginando que pudesse demorar, senta-se em silencio em uma pedra e observa o horizonte enquanto aguarda. *
Luke Constantine
Luke Constantine

Mensagens : 556
Data de inscrição : 28/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 8 Empty Grace - Asas da Esperança, Legado do Trovão, Sussurros de Bran

Mensagem por Convidado em 10.03.18 13:58

Grace faz um aceno de compreensão para Yara e olha para Deganawida, esperando sua sentença. Porém, antes que ele a proferira, percebe a aproximação de alguém que atrai o olhar de dúvida da Galliard, ainda mais quando ele se revela na forma hominídea, que era a que Grace mais conhecia.
"O que o Alpha da Olhos da Tempestade está fazendo aqui?" 

Imaginou que fosse algo em relação a alguma aliança entre suas Matilhas. Torceu para que não fossem problemas. Devia ser algo de algum nível de urgência, já que ele resolverá esperar o fim do julgamento, apesar de ter tido a cortesia de se afastar. Assim, já curiosa, espera que o juiz encerre logo o julgamento para resolverem essa é outras questões.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 8 Empty Re: As Montanhas do Caern

Mensagem por Convidado em 10.03.18 14:36

Ronaldo vê a chegada de outro garou, mas ignora, já estava meio de saco cheio dali, impaciente ele escuta um a um em um julgamento que ninguém o conhecia e lógico que iriam falar sobre seus atos devido a apenas um dia.

"Agora sou machista, não me dirigi a nenhuma dessas doidas, apenas sugeri ao alpha ter culhão de decisão e parar de perder tempo que já tá foda malandro. Esses malucos estão no Rio de Janeiro e querem que eu fale como? Quando formos para alguma ação nas ruas, eu não quero ficar nem perto, se falarem com qualquer um, do jeito que carioca é educado, a Fúria negra vai comer todo mundo em frenesi mais que eu..."

Estavam falando e Ronaldo divagando em pensamentos, adotara a postura de ficar calado, na favela era assim tb, na hora de ter a apreensão na rua, melhor se calar até que...

"Calma aí? tá, tá, eu fiz merda em matar humanos e tal, mas o que essa maluca tá falando? que não sei as tradições da tribo? Pelo que eu bem me lembre, nós Fiannas somos completamente contra impuros, pelo que me lembre é um lembrete bem forte que nós fiannas, não devemos gerar impuros, e essa doida aí tá querendo julgar minhas ações? Ah Maluco!"... Então na hora dela furnicar por aí e gerar um impurinho tá de boa, sabe bem das tradições de Fiannas? hipócrita do cacete...Não sabia que Fiannas agora batiam palmas para Fiannas que geram impuros.

Ronaldo Continua calado, olha para Degan esperando o resultado daquilo.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 8 Empty Re: As Montanhas do Caern

Mensagem por Convidado em 10.03.18 21:15

Forma - Lupino

Assim que Legado-do-Trovão se aproxima, todos podem ver que o Lupino olha na direção do Garou imediatamente, orelhas em pé, em alerta, ele dá um breve latido então, avisando a todos da presença do recém-chegado.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 8 Empty Sangue-dos-Quatro-Ventos (crinos) - Asas da Esperança, Sussurros-de-Bran

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em 10.03.18 21:46

Deganawida havia escutado a todos ali. Estava também bem claro para ele que Helenna não tinha nada de bom para falar do ofensor, e que ela se segurava para não pular no pescoço dele. 

Tsc. Sinceramente, eu gostaria que fosse tão simples quanto te deixar fazer isso...

Pantaneiro havia tentado mostrar alguma simpatia e que o julgado era "burro", fazia isso, talvez, por ter tido mais contato com ele antes, mas um evento tão desastroso para o Véu e que poderia levar a uma quantidade tão grande de problemas para eles naquele território não devia ser justificado apenas por "ele é burro"... 

Asa-Solitária não fala muito, e apenas mostra que condena aquelas ações, talvez, se mostrando um pouco mais neutro. 

Olhos-de-Gaia se mantém silente diante daquilo, Helenna comenta algumas coisas com Grace em tom mais baixo, mas é possível ver o descontentamento da Fúria Negra com aquele sujeito. Degan se sente até solidário a ela, de certa forma. Spybot não é tão sutil quanto Kiba ou Pantaneiro, e, até aquele momento, provavelmente, seria a sentença a qual o Wendigo estaria mais tendente a passar naquele julgamento...

Mas, claro, ele sabe que as coisas não estavam fáceis naqueles tempos.  Condenar um Garou cliath, sem noção à morte era uma medida absolutamente extrema e que não seria vista com tranquilidade nem em suas terras... Se bem que os Wendigo tinham um jeito mais sutil de lidar com penas capitais. O frio e o próprio Grande Wendigo se encarregavam disso, quando o ofensor não se mostrava realmente digno de lutar por Gaia...

Tsc. Tenho um mau pressentimento sobre isso... 

" - Tendo ouvido todos os meus irmãos de Matilha e irmãos do ofensor sobre sua conduta, tendo procedido à oitiva também do próprio julgado e demais considerações feitas por minha irmã de Augúrio, eu passo então a decidir. Eu entendo as observações feitas por Pantaneiro, mas a situação é grave e delicada. Spybot expôs isso bem."


Ele mira o Andarilho do Asfalto e dele, olha para o julgado e continua:

" - Você é humano. Sabe que no mundo humano, matar uma pessoa é o suficiente para destruir sua vida, te jogar na prisão, ou mesmo acabar alvo da vingança de alguém. Você matou mais de uma dúzia, enquanto a Corruptora se refestelava com as mortes na sua alma, e você consumia os corpos. Sua conduta desrespeitosa e de desdém para com aqueles que aqui estão talvez sejam marcas indeléveis que a Wyrm deixou em você, durante sua passagem."

Degan continua sua narrativa, cerrando os olhos à medida que fala, olhando para Ronaldo:

" - Em outros lugares, você morreria. Seria enviado para o gelo para que os espíritos consumissem sua carne, ou caçado por todos aqueles próximos a você. Mas esse Caern sofreu MUITAS perdas na última noite, Grito-de-Guerra. O equilíbrio do totem deste Caern está ameaçado pelo derrame de sangue e pela morte de inúmeros Garou honrados em um ritual extremo. Isso agrada à Wyrm, que você tanto quer combater sem parar para pensar em como. Mandar à morte outro Garou vai certamente, ser o que a Corruptora precisa para se fortalecer ainda mais. E, por meu compromisso e juramento como Meia-Lua, eu não vou deixar isso acontecer. E é pelo Boitatá e por meu respeito e compromisso com os Filhos da Wyld que eu não o sentenciarei à pena capital..."


Todas as nossas ações vão ecoar na eternidade. Morte-no-Fim me disse isso. Espero que o que eu fizer aqui seja acertado, meu velho...

" - Agradeça aos espíritos desse Caern e lhes preste reverência, cumprindo-lhes um chiminage, isto é uma recomendação. Você aqui teve a oportunidade de escutar seus irmãos. De descobrir o que tem feito até então e de repensar suas ações e fazer valer aquilo que eles esperam de você. Não desperdice essa oportunidade, porque não serei clemente com você da próxima vez."

Deganawida continua com a mesma carranca à medida que fala. Não estava feliz e tinha sinceras dúvidas se valeria mesmo a pena deixar o Garou viver, mas, diante do impacto de um ritual de morte na última noite, e também do compromisso que fora ofertado pelos Fiannas ali, talvez pudesse dar bons frutos. 
Mas, claro, a vida não seria muito mais fácil dali em diante...

" - Para além da punição a ser proferida por Sussurros-de-Bran, eu o sentencio à perda de 20 pontos temporários de Sabedoria, Honra e Glória. Além da perda de renome, você irá comigo até o Templo da Justiça e passará a usar a Coroa de Ferro até ter sido reconhecido novamente como honrado pelo Gamo, o totem de sua tribo. Ao usar a Coroa de Ferro, você não poderá cometer ações que causem a desunião de sua Matilha, honrando o caminho de respeito do Lua Gibosa, e não poderá também agir com impaciência ou se deixar seduzir pela Fúria, tendo em vista ter cedido à Wyrm ao fazê-lo. Suas ações neste julgamento também demonstram desrespeito aos juízes, à própria Litania e às suas irmãs de Matilha, e, por isso, és filho do Chacal e receberá sua Voz até que se redima perante suas irmãs, e também a mim. Sagittarius, apesar de não ter comparecido a este julgamento, pediu para que eu o sentenciasse também a jamais poder praticar esportes com humanos novamente, e eu acato seu pedido. Por fim, caso falhe com a coroa por 4 vezes ou mais até o fim dessa noite... Buscarei os auspícios do Mestre de Rituais dessa Seita, e o levaremos a um Ritual Satírico. Suas punições são graves, mas suas violações também o foram. Como juiz deste ritual, faço a recomendação de que escute e aprenda os auspícios da Lua Gibosa com sua irmã de tribo e busque o respeito e honra que os de seu augúrio demonstram para a Nação... Recomendo também que se purifique. A Wyrm não deve fincar suas garras mais fundo em sua alma..."

Degan para por um momento. Ele respira fundo e olha para sua irmã de Augúrio. 

" - Sussurros-de-Bran... A palavra é sua para proferir outra punição se desejar, ou complementar algum ponto até então não coberto pelo julgamento. Peço que, ao encerrar sua fala, realize o ritual de Voz do Chacal no julgado, antes de eu o conduzir até o Templo da Justiça de Gaia."

Finalmente, o Wendigo silencia, aguardando as palavras da irmã para encerrarem os trabalhos. Degan, tenso até então, se permite respirar fundo mais uma vez.
Deganawida
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 496
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 44

Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 8 Empty Re: As Montanhas do Caern

Mensagem por Convidado em 10.03.18 22:58

Ronaldo sabia que não viria nada de bom, ninguém ali entendeu uma expressão trivial usada comumente no Rio de Janeiro e por saber como garous eram, fica calado.

Olha para Sussurros-de-Bran esperando o veredito final.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 8 Empty Fúria-Justa-de-Esteno | Sussurros-de-Bran - Matilha Asas da Esperança

Mensagem por NarraDiva em 11.03.18 11:31

Helenna e Yara ouviam o julgamento de Degan que começa dando razão ao Ragabash dos Andarilhos e refutando a argumentação da Uktena. Aquilo deixava Helenna mais tranquila e isso podia ser notado no semblante da Fúria Negra. Quando a punição é conferida, Helenna não demonstra nenhum tipo de complacência ou piedade do que se remetia ao Garou. A Fúria Negra achava justo que ele pagasse pelo que fez e como se portou. Sussurros-de-Bran, por sua vez, toma a palavra e diz:
'- Agradeço pela oportunidade, Sangue-dos-Quatro-Ventos, suas punições formam no peso adequado ao somatório de erros feitos por meu irmão de tribo. Mas, tendo sido incubida de um veredicto, o fare imediatamente.'
A Philodox chega à frente de Ronaldo. À essa altura, o Galliard já tinha sua garganta arranhando pela Voz do Chacal determinada por Deganawida. O olhar da Juíza refletia sua decepção:
'- Eu sou muito boa em ler emoções Ronaldo, você não precisa abrir sua boca para que eu veja no fundo dos seus olhos o que passa em sua alma. E, por isso, peço que tente ser sábio se for capaz: todos aqui condenaram seus atos e sua postura, será que somente você está certo e todos estão errados? Não é mais lógico que você tenha cometido os erros que todos reclamam e precise mudar? É no sentido da mudança que eu lhe profiro essa sentença. Sangue-dos-Quatro-Ventos lhe exige que se redima com o Cervo, pois eu lhe dou um prazo de um mês para que se redima com o Cervo conquistando um ponto de honra e um ponto de sabedoria permanentes, se não conseguir isso, você deverá sofrer a Renúncia Tribal e buscar uma nova tribo para se inserir em suas fileiras.'
A Juíza retoma ao seu lugar, dando a palavra novamente à Degan para que ele encerrasse o julgamento.


Última edição por NarraDiva em 11.03.18 12:35, editado 1 vez(es)
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 8 Empty Re: As Montanhas do Caern

Mensagem por Derek Spencer em 11.03.18 12:14

Spybot (Crinos) - Asas da Esperança

Spybot apenas observa os Garous da matilha enquanto esperavam as sentenças serem anunciadas por Degan. Aos poucos o Ragabash vai se tranquilizando, sua fúria estava de volta aos níveis aceitáveis e ele não precisaria mais ficar usando e desusando ela para que pudesse se controlar com maior facilidade.

Degan finalmente toma a palavra, o Beta enumera e explica seus motivos para não pedir a sentença capital do Fianna, Spybot apenas observa e confia nas palavras do Juiz de sua matilha, os Philodox tinham a sabedoria vinda de Gaia para aqueles tipos de situações e apesar de ser papel dos Ragabashs contestar os Juízes, Spybot não tinha porquê fazê-lo naquele momento.

As punições foram pesadas, para um Garou do estilo de Ronaldo seria bem difícil conviver com aquelas condições, mesmo que por pouco tempo. Sussurro complementa a punição do Garou lhe dando mais um prazo, o para se redimir com o Cervo, totem tribal dos Fiannas, a morte seria apenas um alívio para o jovem Fianna diante das punições que lhe foram dadas.

Mantendo sua forma Crinos, Spybot aguarda o encerramento do julgamento com um semblante um pouco mais tranquilo,se é que aquilo era perceptível na forma Crinos.
Derek Spencer
Derek Spencer

Mensagens : 313
Data de inscrição : 27/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 8 Empty Sangue-dos-Quatro-Ventos (crinos) - Asas da Esperança, Sussurros de Bran

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em 11.03.18 14:29

Deganawida ja havia falado o suficiente. A punição final de Sussurros-de-Bran havia então fechado aquele julgamento e o Philodox parte para as últimas considerações, com um semblante mais calmo:


" - As penas foram dadas. Agradeço a Sussurros-de-Bran por ter participado desses trabalhos, e agradeço também a presença e participação de meus irmãos. Que Gaia e Luna permitam que desses ritos a justiça seja feita. Informo a todos que o julgamento está encerrado."


O Wendigo então mira Asa-Solitária, e diz em um tom muito mais tranquilo:

" - Eu preciso levá-lo para que receba a coroa. Em seguida, tenho algumas informações para prestar a Matilha, a respeito de algumas descobertas que fiz durante o dia, sobre o zoológico. Podemos combinar de falar?"


Ele fala com Asa-Solitária, mas é possível ver que extender a todos os demais irmãos ali o seu recado, ao mirar brevemente cada um deles.
Deganawida
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 496
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 44

Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 8 Empty Grace - Asas da Esperança, Sussurros de Bran, Legado do Trovão

Mensagem por Convidado em 11.03.18 16:41

Grace confiava no julgamento de Deganawida e o juiz não lhe falha. Fica aliviada que ele não condene Ronaldo à pena capital, e que estabeleça penas graves o bastante para os erros que ele havia cometido. A Voz do Chacal era uma pena particularmente cruel aos Galliards, que ficavam em boa parte impossibilitados de exercerem seus Augúrios, mas poderia ajudar Ronaldo a pensar melhor antes de fazer uso da palavra. 
Sussurros de Bran o ameaça com a Renúncia Tribal caso ele não recupere seu Renome, e Grace não consegue deixar de pensar que sua postura se assemelhava mais a de um Roedor de Ossos que a de um Fianna... mas se o jovem Garou tivesse algum potencial se melhorar, superaria todas aquelas punições. 
"Ou elas irão matá-lo..."

Afastou esse pensamento, preferindo acreditar no melhor, e com alívio que escuta Deganawida encerrar o julgamento. Aproxima-se de Sussurros de Bran, com um olhar cúmplice para ela.
- Muito obrigada por ter atendido ao nosso chamado. Espero poder encontrá-la novamente em breve, em uma ocasião mais amena... 
Acreditou que a Philodox a entenderia.

Retorna então para os outros de sua Matilha, comentando.
- Acho que Legado do Trovão quer conversar com Asa Solitária... - dirige um breve olhar ao Senhor das Sombras - não sei se em particular ou não. Podemos esperar aqui. 

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 8 Empty Pantaneiro ( hominideo) - Asas da Esperança / Luke

Mensagem por Convidado em 11.03.18 21:25

Derek não pega leve. É bem realista com a situação de Ronaldo e Pantaneiro não tirava sua razão. Uma parte de ser um bom Ragabash era ser verdadeiro e o Andarilho cumpria seu papel naquele momento. Grace também faz sua menção sobre o Galliard e não poupa palavras quando o assunto era machismo. Era bom mesmo abordar aquele tema até para que acalmasse os ânimos de Helenna que aos poucos alivia seu semblante. Por final, Grace, compartilha um pouco do que havia dito: a punição serviria para Ronaldo aprender e com seu aprendizado, precisaria de ajuda.

Refletia isso quando nota a figura de Luke se aproximar da roda. Não fazia ideia do que Luke queria ou a Olhos da Tempestade. Como de etiqueta, vê o mesmo aguardar o desenrolar do julgamento visto que Degan começava o veredito. 

Sem dizer nada, com um semblante sério, Pantaneiro escuta o Juíz discursar toda a punição.

"Punição dura... mas honestamente eu esperava mais... Ronaldo ainda teve sorte..."

É então é que Yara termina lhe entregando de fato a Voz do Chacal. O Galliard da favela demoraria um pouco a se acostumar e principalmente a se recuperar daquele grande tombo, mas era o preço que se pagava pela estupidez que tinha cometido. Em todo caso, era uma oportunidade de dar a voltar por cima e continuar vivo. Por final, o julgamento é encerrado.

Assuntos secundários já iam sendo desenhados entre levar Ronaldo para por a coroa e ver o que Luke queria. É nesse instante que Pantaneiro faz um aceno para o Senhor das Sombras o cumprimentando. Não guardava rancor do ex-alpha. Pelo menos ele era um Senhor das Sombras de bem mais caráter que Victor, aquele filho da puta.

"Só não posso deixar ele me matar..."

Grace dá a deixa para Kiba ver o que Luke queria e Pantaneiro se mantém quieto. Provavelmente executaria alguma missão até o torneio.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 8 Empty Kiba Valentine (Lupino) - Asas da Esperança / Luke

Mensagem por Kiba Valentine em 11.03.18 22:20

Um a um seus irmãos de matilha iam se manifestando. Uns mais severos, outros mais esperançosos como ele. O aparecimento de Luke só é notado quando Olhos de Gaia late em sinal de alerta.

Kiba olha na direção do Alpha da Olhos da Tempestade e tenta imaginar o que ele estaria fazendo ali. Ele o cumprimenta com um aceno de cabeça e logo volta a dar atenção ao julgamento.

Degan volta a tomar a palavra e dita as palavras que baseavam sua sentença. Kiba sabia que algo pesado, muito pesado, estava por vir. Ao final das palavras do Wendigo o Presa de Prata olha para o acusado para ver suas reações.

A punição de Degan basicamente havia condenado Ronaldo a voltar a ser filhote, impossibilitando-o de correr com uma matilha. Em seguida era Yara que finalizava a sentença de que ele tinha um mês para recuperar a graça do Cervo novamente ou estaria condenado a ser expulso da Tribo.

Depois de todas as sentenças, Degan vem até Kiba para reforçar que precisavam conversar. O Ahroun concorda com o Wendigo com um aceno de cabeça e em seguida olha para Luke.

Logo após as palavras de Grace, Kiba comenta com seus irmãos:

- Vou ver o que aconteceu... Pode ir Degan. Nós vamos estar aqui.

Dito isso, Kiba acena para o Wendigo, liberando-o para seguir seu caminho, e então caminha na direção de Luke. Assim que está próximo o suficiente para ser ouvido o lobo branco salta sobre uma das pedra e diz:

- Aconteceu alguma coisa Luke?

O questionamento tinha um ar de preocupação. Visto que a manhã deles e de Victor não havia sido nada fácil. Provavelmente o Senhor das Sombras estivesse querendo combinar algo sobre a abertura da Assembléia, mas preferia ter certeza da natureza da visita.
Kiba Valentine
Kiba Valentine

Mensagens : 529
Data de inscrição : 26/06/2017
Idade : 22

Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 8 Empty Fúria-Justa-de-Esteno | Sussurros-de-Bran - Matilha Asas da Esperança

Mensagem por NarraDiva em 12.03.18 0:14

O julgamento finalmente termina. As punições eram pesada, assim como o clima gerado ali. Julgamentos sempre pesavam o clima. Sussurros-de-Bran, antes que pudesse fazer qualquer coisa, é abordada por Grace e comenta em resposta, demonstrando preocupação:

'- Eu também irmã, foi uma situação lamentável para nossa tribo. Essa punição deve fazer com que Ronaldo retorne ao posto de filhote, mas como ele já foi treinado, mesmo sem ser oficialmente da matilha, vocês o terão sob tutela e deverão inserí-lo na vida da matilha para que ele recupere seu renome dentro do possível enquanto filhote... seria importante que você e Pantaneiro tomassem a linha de frente na reeducação dele, eu realmente espero que minha punição não se concretize.'

Faz uma pausa e se despede de Grace dizendo:

'- Eu vou falar com Degan e Ronaldo e voltar para minha matilha. Espero que a noite lhe reserve momentos melhores nas horas que estão por vir. Até a assembleia, Grace.'

A Juíza olha para os membros ali espalhados, se dirige a Degan e comenta com o Juiz:

'- Um julgamento tão duro quanto o necessário. Parabéns pela lucidez, Wendigo. Em nome dos Fiannas, lhe agradeço.'

A Philodox olha para Ronaldo e apenas diz:

'- Ouça e aprenda, que o Juízo brote em seu coração e em sua mente. Salve seu futuro, depende apenas de ti.'

A Juíza então se despede de todos com um aceno educado e segue trilha abaixo. Helenna, por sua vez, ignorava todas as despedidas e bate-papos, apenas observava de longe Kiba e Luke. Seu olhar era de desconfiança para com o Senhor das Sombras.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 8 Empty Re: As Montanhas do Caern

Mensagem por Convidado em 12.03.18 1:27

"Aquela terra batida, as traves eram chinelos gastos e escuros bem sujos, bola de meia rolando e quatro crianças correndo... uma em especial tinha aquele desejo enorme contido no peito, calçar aquelas chuteiras douradas com símbolo da Nike... sua mãe ao longe berrando seu nome, daquela velha casa verde humilde, lá de cima do morro, cravejada com projéteis de uma guerra da periferia carioca... sonho daquele menino perdurando até os dias de hoje...

Ronaldo estava se vendo em câmera lenta, desde criança. Treinamentos, bolas, chuteiras e a promessa de tirar sua mãe da miséria. Amigos que tinha feito através disso e a grata surpresa de descobrir que era um garou. Garoto de origem humilde com um sonho e vivendo uma vida dupla, novas descobertas em um recém galliard até que:

"Proibido de praticar esportes..."

Aquilo doeu, antes de ser um garou, Ronaldo era um menino de 16 anos, apegado a sua vida e aos seus sonhos de criança, tudo o que sabia fazer era o futebol, seja pela sua vida sofrida ou mesmo pelas aspirações que a comunidade lhe davam, era mais honrado que se tornar traficante.

"Machista, pau na mesa, machista, tem que ser punido."

Ronaldo sentia o peso de ter sido criado carioca, uma expressão comum e fora julgado, algo corriqueiro dentro do estado de onde vivia, teria que ser punido pelo respeito às suas irmãs de matilha. Sua primeira matilha, Ronaldo achava que teria uma família, um lugar onde não poderia nem ser mesmo ele e falar como ele crescera, aonde já queriam o rebaixar e provavelmente torná-lo um roedor de ossos.

"Eu sei o seu espírito"

"A fodona agora sabe meu espirito mas não soube interpretar uma porra de uma expressão popular? Esses garous são engraçados. "

Ronaldo estava triste por ter seu sonho de criança despedaçado, seus olhos estavam marejados de trsiteza e não possuia força e nem vontade de falar, se falasse iria cair em lágrimas. Ao seu ver, sofria por ter sido genuíno e por ter exclamado uma expressão peculiar local.

Ronaldo se coloca ao canto com a cabeça baixa, esperando que fosse chamado. Atônito e com olhos marejados, seu espírito estava em melancolia por perder parte de sua personalidade, aquele menino que corria descalço não iria mais jogar. O carioca não podia falar sem ser acusado de fatos que não eram o que suas palavras queriam dizer. Ronaldo pensava apenas em seu mundo particular.

"Espero ter a chance de provar algo de valor, só me resta agora ser grito-de-guerra".

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 8 Empty Sangue-dos-Quatro-Ventos (crinos-hominídeo) - Asas da Esperança, Sussurros-de-Bran

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em 12.03.18 2:42

Depois do julgamento, o corpo de Degan se estala, à medida que mexia o pescoço, e seu tamanho, despertado pela irritação dos momentos que antecederam o julgamento, se reduz enquanto assume a forma hominídea. Ele escuta Asa-Solitária, o cumprimenta levemente com a cabeça, e observa que o alfa da Olhos da Tempestade, a matilha de seu irmão Uktena estava ali. Ele também meneia a cabeça para ele e se volta para a juíza dos Fiannas. 

" - Eu que devo lhe agradecer... Se eu lhe causei problemas, peço desculpas novamente, e mantenho minha proposta do favor."

Ele se despede de Sussurros-de-Bran com uma reverência, semelhante ao cumprimento de seu povo no norte. E então se volta para o rapaz que havia acabado de julgar. Ronaldo estava começando a sentir o peso que suas ações teriam dali em diante. Degan é direto:

" - Vamos, Grito-de-Guerra. Vou acompanhá-lo ao Templo da Justiça de Gaia..."

Tsc. Tempos difíceis virão... Não sei o que esperar da visita de um Senhor das Sombras da outra matilha. Só espero poder conversar com Sussurro a respeito disso mais tarde... E esse rapaz, vamos ver se a coroa vai colocá-lo no lugar. Ainda que volte a ser filhote, não vou me escusar de ensiná-lo, e, pelo que já vi, ao menos um professor integral ele vai ter...

Degan olha para Yorick enquanto anda em direção ao Templo, aproveitando para se certificar de que Ronaldo o seguia. 

Só não sei se isso vai ser bom ou ruim... Mas, sinceramente, depois de hoje, quero muito acreditar que será bom. 

Off: Continua no Templo da Justiça de Gaia.
Deganawida
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 496
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 44

Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 8 Empty Re: As Montanhas do Caern

Mensagem por Convidado em 12.03.18 9:54

Ronaldo acompanha Degan sem emitir uma só palavra.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 8 Empty Legado do Trovão (Hominideo) - Kiba / Asas da Esperança

Mensagem por Luke Constantine em 12.03.18 18:17

* Luke estava em seu canto e aguardava pacientemente o julgamento, aproveitando o momento para perceber melhor como se portavam os integrantes daquela matilha. Aquilo lhe permitia pensar em outras coisas para diminuir o ímpeto de sua fúria. Percebe que o Garou julgado deveria ter feito uma merda tremenda e a sentença vem pesada. As punições dadas seriam um obstáculo formidável em curto e médio prazo, ainda mais para um Galliard, mas o Senhor das Sombras acreditava que era possível dar a volta por cima. Tinha de acreditar, afinal estava atolado em situação semelhante.. só não saberia dizer se o Fianna, ao contrário de si próprio, tinha o que era necessário para dar a volta por cima. Os olhos mareados indicavam abatimento.. Esse nao era o caminho e o Ahroun toma aquilo como uma lição pessoal: *

"Transformar a dor em força, esse é o único caminho."

* Com o julgamento encerrado os Garous começam a dispersar e Luke recebe acenos de Kiba, Degan e Pantaneiro. Responde a cada um com um cumprimento respeitoso e nota que Helenna o encarava à distancia mas nao alimenta a tensao que parecia existir naquele olhar. Fixa seus olhos em em Kiba quando este lhe aborda e, apesar de ser um assunto pesado para o Senhor das Sombras, responde sem delongas: *

- Aconteceu. Acabo de ser deposto do cargo de Alfa da matilha Olhos da Tempestade através de um julgamento lançado por Sentinela-das-Sombras, que talvez você ainda reconheça como Justiça-do-Predador. O julgamento ocorreu de acordo com as leis da nação e eu não o contesto mas os motivos que o levaram a isso são obscuros para mim, principalmente levando em consideração que isso aconteceu menos de 24 horas depois de um desafio coletivo pela liderança que eu venci de forma honrada.
 
* Luke respira fundo, nitidamente controlando a fúria que queimava em seu peito ao lembrar da forma como fora apunhalado, e segue tentando parecer frio apesar da raiva: *
 
- Independente da motivação ou do que eu penso disso, eu não confio naquele Garou e não tenho a intenção de correr como irmão na mesma matilha que ele, motivo pelo qual deixei a Olhos da Tempestade e venho até você perguntar se a Asas da Esperança me aceita em suas fileiras.
 
* Corre os olhos pelos outros Garous que estavam um pouco adiante imaginando se algum deles seria realmente contrário à sua presença na matilha. Encerra dizendo: *
 
- Eu aguardarei se você tiver que falar com os seus sobre isso. Também responderei questões adicionais caso você as tenha.. só peço que não me faça reviver esse assunto repetidas vezes. Por fim, informo que resolvi minhas divergências com Garras-do-Falcão-Noturno para não lhe trazer quaisquer problemas diplomáticos quanto à coalizão recém formada.
 
* E assim encerra suas palavras, mantendo os olhos fixos em Asa-Solitária enquanto aguarda por um posicionamento do mesmo. *
Luke Constantine
Luke Constantine

Mensagens : 556
Data de inscrição : 28/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 8 Empty Fúria-Justa-de-Esteno - Matilha Asas da Esperança

Mensagem por NarraDiva em 12.03.18 22:01

Helenna seguia observando a conversa de Luke e Kiba à distância. Seu semblante era firme e ela não desviava o olhar um segundo sequer.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 8 Empty Re: As Montanhas do Caern

Mensagem por Victor Montenegro em 12.03.18 23:23

O uivo de Victor é escutado:


'-SALDADO SEJA SUSSURROS-SOLITÁRIOS, LUPINO, CLIATH, THEURGE DOS UKTENA E NOVO ALFA DA OLHOS DA TEMPESTADE.'
Victor Montenegro
Victor Montenegro

Mensagens : 906
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 33
Localização : Rio

Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 8 Empty Pantaneiro (hominideo) -Asas da Esperança /

Mensagem por Convidado em 12.03.18 23:44

Pantaneiro nota Kiba ir conversar com Luke, mas preferia desprezar a presença do Senhor das Sombras por um momento. Lembrou-se das memórias do dia anterior e a forma que Luke se comportou sendo um Senhor das Sombras fazia Pantaneiro criar um certo asco.

É então que decide focar na despedida de Yara e somente observa suas últimas palavras com Grace. Acena para sua prima quando diz que era importantes na reeducação de Ronaldo e então se despede.

Ronaldo, por sua vez, se mantinha aéreo e de cabeça baixa. Degan já agiliza para providenciar uma coroa e Pantaneiro sem muito o que fazer por hora, senta-se em um tronco e espera pela hora passar. Na verdade queria mto que o torneio começasse logo.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 8 Empty Grace - Yara, Helenna, Todos

Mensagem por Convidado em 13.03.18 1:16

Grace reflete a preocupação de Yara e acena afirmativamente para a irmã de Tribo.
- Eu também espero que não, farei o possível para que ele siga os caminhos corretos, e tenho certeza que Pantaneiro também fará. Espero que a noite reserve momentos melhores pra você também, Yara. Até a assembleia. 

Enquanto esperavam o retorno de Deganawida e o fim da conversa entre Kiba e Luke, Grace se aproxima de Helenna, tentando lhe dar algum apoio.
- Como você está? Imagino o quanto essa noite deve estar sendo desafiadora... - olha para o Senhor das Sombras. Sabia bastante bem o mal que a Tribo dele havia feito às Fúrias Negras, e ter que acompanhar demonstrações de machismo era de tirar quaquer uma delas do sério. 

Observando a conversa dos dois Garous, tentando advinhar o assunto, a Galliard arregala os olhos com o uivo que ecoa nas montanhas. 
"A Olhos da Tempestade está com um novo alpha?!" - a Fianna lança um olhar incrédulo para os dois Ahroun, especulando melhor o motivo de Luke estar ali...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 8 Empty Sangue-dos-Quatro-Ventos (hominídeo) - Asas da Esperança, Pantaneiro

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em 13.03.18 1:32

Deganawida retorna do Templo da Justiça. Seu semblante estava neutro: Por um lado, dar uma punição excessivamente dura e ter um julgamento marcado por impropérios quanto ao seu papel de Meia Lua não era algo muito agradável, por outro, seu irmão Uktena havia sido alçado ao posto de alfa, por outro lado ainda mais oposto, havia Luke que Degan imagina, possa ter procurado a matilha para se unir a eles, o que faz com que ele não saiba direito o que pensar. 

Quieto, ele se aproxima de seus irmãos, especialmente Pantaneiro. Sabia como Helenna estava com Ronaldo e não queria interromper a conversa dela com Cordas-Trêmulas naquele momento. 

" - Eu vejo que você parece estar disposto a ajudar com seu irmão... Nós precisamos ter uma conversa sobre a Litania, não sei se vamos poder falar amanhã, mas seria uma boa oportunidade para conhecer melhor como os Fianna veem nossa Lei e também passar o que eu puder para você e para Grito-de-Guerra."

Degan havia sido criado em um campo de Garou que buscavam dialogar com os outros, afinal, mesmo quando esses outros eram estrangeiros da Wyrm. Ele só espera ter mais sucesso dessa vez. Na anterior, o Andarilho do Asfalto não se mostrou muito aberto e os eventos da missão de invasão ao edifício dos vampiros não tinham corrido como planejado...
Deganawida
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 496
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 44

Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 8 Empty Narração - Todos

Mensagem por NarraDiva em 13.03.18 7:47

Todos escutam o uivo dos Crias de Fenris anunciando que, carregando muitas glórias, os Crias de Fenris retornam ao Caern! Não demora muito e os membros da Asas da Esperança podem ver que, próximo à Luke e à Kiba, um Urso sai do meio da mata. Não haviam animais de grande porte no Caern até onde se sabia. O animal rosna para a matilha e toma outro rumo ao ver a presença dos Garous.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 8 Empty Re: As Montanhas do Caern

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 8 de 27 Anterior  1 ... 5 ... 7, 8, 9 ... 17 ... 27  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum