As Montanhas do Caern

Página 18 de 27 Anterior  1 ... 10 ... 17, 18, 19 ... 22 ... 27  Seguinte

Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 18 Empty Pantaneiro (glabro) - Fortaleza de Gaia

Mensagem por Convidado em 12.12.18 8:04

- Cê tem toda razão, Padmatavi. Obrigado. Peço dixculpa pra todox ox cêix. Prestarei maix atenção a próxima vex.

Pantaneiro falava em Garou e sinaliza rapidamente para Padmatavi em sinal de agradecimento e poderia até parecer que não, mas aquele diálogo valia muito mais que um julgamento. Havia sido um diálogo que Pantaneiro tinha visto seu erro e o peso do risco de ter errado. Agradece mentalmente por ser absolvido, mas já sabia que não tinha mais chances de errar numa próxima vez. Restava agora aguardar o veredito do Professor.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 18 Empty Bruno Caselli (Crinos) - Fortaleza de Gaia

Mensagem por Bruno Caselli em 12.12.18 8:41

O Andarilho ouve a pergunta de Padmantavi e pondera sobre ela. A Quimera parecia ser poderosa e tinha os poderes do Tigre Branco somados ao dela, mas será mesmo que um Icarna era necessário?

Depois de algum tempo refletindo sobre a pergunta, o Andarilho do Asfalto ajeita novamente os óculos diante dos olhos e diz:

- Não. O fato de ter um espirito corrompido da Quimera diante de mim não significava que um Jaggling poderoso não poderia rivalizar com a mesma, porém os Vetores de Êxtase não são muito fortes em combate, tanto que normalmente são acompanhados por Aranhas Padrão ou até Aranhas Guerreiras. Creio que no momento, como precisava pensar rápido, foi essa a variável que me fez escolher o Incarna.

- Novamente reitero que isso não justifica a ação. Estou apenas explicando os pensamentos que se formaram em minha mente no momento e minha avaliação como Theurge Andarilho do Asfalto.
Bruno Caselli
Bruno Caselli

Mensagens : 306
Data de inscrição : 02/07/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 18 Empty Flor-de-Lótus (H) | Mija-na-Wyrm (H) - Matilha Fortaleza de Gaia

Mensagem por NarraDiva em 12.12.18 8:58

A Portadora da Luz Interior mantinha sua calma. Não era uma juíza do estilo de Temido-como-Vulcões e suas prioridades eram outras. Com serenidade prossegue o diálogo no idioma Garou:

'- Então, o que você pode dizer que aprendeu depois de tudo que vivenciou após a conjuração?'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 18 Empty Fortaleza de Gaia (Glabro)

Mensagem por Convidado em 12.12.18 9:47

Antonio  segue as orientações de Padmatavi e muda sua forma para Glabro. Ele observa o julgamento de Pantaneiro e fica satisfeito com a sabedoria de Flor-de-lótus em não puni-lo: muitas vezes as consequências já são a própria punição.

Pensando isso, Sereno-trovão olha para Visão-do-futuro e ouve suas explicações a cerca do evento na umbra junto à Quimera, o Tigre e o Urso. Novamente, o theurge pensa que as consequências já são a própria punição. Ainda mais para um perfeccionista, que deve estar se martirizando em seu interior.

O Portador da luz torna-se só ouvidos a espera do ensinamento que a missão tenha dado a Bruno. Enquanto o Andarilho não responde, Antonio olha com admiração para Flor-de-lótus em reação ao julgamento que parecia muito mais uma aula da antiguidade grega do que um tribunal.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 18 Empty Re: As Montanhas do Caern

Mensagem por Convidado em 12.12.18 13:06

Hagen olha para Luna e mais uma vez a roedora mostrava o veneno em suas palavras, era irritante e o ahroun a olha sério mas decide ignorá-la, não queria interromper sua juíza.

"Roedores...o que esperar de roedores..."

Hagen permanece em silêncio.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 18 Empty Bruno Caselli (Crinos) - Fortaleza de Gaia

Mensagem por Bruno Caselli em 12.12.18 13:21

O pergunta de Padmantavi novamente poe Bruno em um estado de reflexão. O que tinha aprendido com o que vivenciou? O Andarilho retoma o passo a passo dois acontecimentos e após disso responde:

- Que eu, como Theurge da matilha, tenho que ser aquele que irá nos tirar de momentos difíceis. Não nos colocar em um maior ainda.

- Devo avaliar melhor o desafio a minha frente antes de tomar uma atitude que traga mais consequências do que resultados. E que não devo subestimar os poderes dos espíritos, principalmente aqueles que não posso dialogar ou controlar.
Bruno Caselli
Bruno Caselli

Mensagens : 306
Data de inscrição : 02/07/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 18 Empty Flor-de-Lótus (H) | Mija-na-Wyrm (H) - Matilha Fortaleza de Gaia

Mensagem por NarraDiva em 13.12.18 8:43

Flor-de-Lótus escutava com atenção cada palavra de Bruno. Seu semblante era sereno e nada parecia capaz de afetar a paz da combalida Philodox. Sempre com um sorriso carismático no rosto, a Juíza diz ao Andarilho do Asfalto:

'- Todos nós cometemos erros, imprudências, excessos, ao longo da nossa vida Garou. Esses momentos, mais do que punidos, precisam servir de aprendizados e sinto em suas palavras que a lição foi aprendida. Eu gostaria de absolvê-lo como fiz com Yorick, mas a Seita reclamou a perda de uma Lenda e acho que, ao menos, uma constrição social é necessária para que a ti seja dada a oportunidade de reconstruir relações. Sendo assim, pelos seus excessos e suas consequências, eu determino que deves descobrir quem foi a Lenda perdida e fazer uma oferenda ao totem da tribo à qual a lenda pertence. Deve, também, prestar 1 favor à liderança da referida tribo neste Caern.'

Olha para Bruno e comenta:

'- Eu estarei ao seu lado para ajudar no que precisar, Visão-do-Futuro.'

Logo em seguida, volta sua atenção para todos e diz:

'- Mas, aproveitando que estão todos aqui, eu conversei com o Luno da Meia Lua pouco antes de entrar na Casa de Chá. Busquei saber quais eram as punições que ainda recaiam sobre vocês e queria alertar a todos que existem punições que não estão sendo cumpridas. Peço que não se esqueçam das suas obrigações para que novas punições não sejam necessárias. Essa matilha está num caminho de crescimento, vamos concluir todas as punições pendentes e seguir adiante para uma nova história.'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 18 Empty Re: As Montanhas do Caern

Mensagem por Convidado em 13.12.18 10:59

Escutando as palavras de Flor-de-Lótus, O Modi ficara contente pela matilha não ter sido punida severamente e notava que as feições de Padmatavi estavam calmas, tinha conhecido o lado mais severo da juíza, vê-la de maneira mais tranquila era novidade no momento, parecia que a paz dentro da matilha estava reinando, era importante isso, estavam em uma guerra sem tamanho e o fenrir tinha cada vez mais anseios por cortar o pescoço da corruptora.

Hagen estava sentado de braços cruzados, em silêncio esperava o que o líder iria falar.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 18 Empty Pantaneiro (glabro) - Fortaleza de Gaia

Mensagem por Convidado em 13.12.18 14:36

Pantaneiro nota todo o diálogo que seguia entre Padmatavi e Bruno e aprovava muito o comportamento da juíza. A forma com que ela estava agindo era extremamente louvável. A punição no final das contas era branda e isso era a prova de que Padmatavi busvava o crescimento da matilha com inteligência. Por fim um aviso é dado sobre punições não cumpridas e Pantaneiro logo lembra da sua devido aos humanos mortos sentenciada por Victor. Sinaliza em sinal de concordância para a Portadora e então diz:

- Assim será feito, minha juíza. Eu memo vou verificar as minhax puniçõex pendentex e tratar e regularizar elax o maix rápido possível. Gostaria de reforçar o mexmo pra todos, quem tiver, vamo agilizar, beleza?

E completa aproveitando a que todos estavam ali e tinham um tempinho livre.

- Precisamo voltar pro cemitério pra nóix honrar os que morreram defendendo esse Caern, maix antes, Luna, que que o cê conseguiu com a sua investigação? Alguma informação valiosa que pode ajudar nóix na nossa missão?
Espera uma resposta da Roedora. Dizia tudo em Garou para que Hagen pudesse entender também.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 18 Empty Mija-na-Wyrm (H) | Flor-de-Lótus (H) - Matilha Fortaleza de Gaia

Mensagem por NarraDiva em 13.12.18 16:48

Luna responde:


'- Então... o bagulho lá vai ser bem loco...'


A Ragabash se levanta e se espreguiça enquanto fala:

'- Eu não entrei no casarão em si, só vasculhei a propriedade... muita carcaça de animal morto e um cemitério clandestino. Quando olhei a umbra, um espíritos estranhos que nunca vi... seja lá o que vive no casarão, não é humano e fede bastante a wyrm...'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 18 Empty Bruno Caselli (Crinos) - Fortaleza de Gaia

Mensagem por Bruno Caselli em 13.12.18 16:49

Bruno concorda com um aceno de cabeça diante das palavras de Padmantavi. O Andarilho se sentia estranhamente aliviado com a punição que havia recebido. Descobrir a lenda não seria um trabalho complexo demais, mas talvez pagar a divida a essa Tribo pudesse se tornar um problema.

- Será feito.

Diz o Theurge que já começava a se levantar para partirem, afinal, tinham que honrar aqueles que deram suas vidas para salvar aquele Caern. Novamente a lembrança das palavras de Padmantavi lhe vem a mente e Bruno aproveita que Pantaneiro segura a matilha por um instante e pergunta:

- E aproveitando, Flor de Lótus, você disse algo no seu relato sobre estarmos em um falso Caern. É isso mesmo?
Bruno Caselli
Bruno Caselli

Mensagens : 306
Data de inscrição : 02/07/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 18 Empty Re: As Montanhas do Caern

Mensagem por Convidado em 13.12.18 18:36

"Falso caern..."

Seria estranho saber que ali poderia ser um falso caern e cada hora naquele lugar diferente era uma surpresa nova.

- Não podemos nos esquecer sobre o urso na ilha da Weaver e o corpo do filho da weaver...

Hagen para e estranhamente pensa o quanto a wraver estava entranhada nesse local...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 18 Empty Mija-na-Wyrm (H) | Flor-de-Lótus (H) - Matilha Fortaleza de Gaia

Mensagem por NarraDiva em 13.12.18 18:54

Com calma, Padmatavi diz:

'- Ninguém está esquecendo de nada, Hagen, mas você precisa entender que quem quer debater tudo ao mesmo tempo acaba não debatendo nada com qualidade.' - comenta a Juíza que responde ao Andarilho:

'- Sim, eles falavam em Falso Caern. Se referiam a esse local como um ladrão de quintessência, seja lá o que seja isso...'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 18 Empty Re: As Montanhas do Caern

Mensagem por Convidado em 13.12.18 21:17

- Concordo... apenas relembrei para que o alfa comece a pensar nas prioridades e no nosso próximo passo.

Hagen não modificava suas feições, estava calmo e paciente e esperava qual seriam as próximas ordens.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 18 Empty Bruno Caselli (Crinos) - Fortaleza de Gaia

Mensagem por Bruno Caselli em 14.12.18 8:15

As informações eram passadas pela Ragabash e Philodox da matilha e Bruno as analisava, mas não comentava. Não tinha grande pressa em resolver a questão do vampiro, pois aos seus olhos o caso do Urso era algo mais importante, mas cabia a Pantaneiro decidir tal coisa.

O Theurge decide então refletir sobre o que poderia ser a Quintessência e porque esse Caern seria um ladrão disso. A situação era complexa e poderia necessitar debater com outros Garous mais experientes, mas a principio sua mente fica cogitando formas de descobrir o que seria Quintessencia e de onde ela estava sendo roubada.
Bruno Caselli
Bruno Caselli

Mensagens : 306
Data de inscrição : 02/07/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 18 Empty Re: As Montanhas do Caern

Mensagem por Convidado em 14.12.18 10:51

Antonio Xavier fica satisfeito com o julgamento de Bruno feito por Padmatavi, era uma alegria ver a matilha progredindo e cada vez ganhando uma verdadeira unidade.

Havia missões a serem cumpridas não só pela matilha, mas também de forma individual. Era preciso nesse momento prestar homenagem àqueles que deram a vida pelo Caern, apenas após este primeiro movimento que poderíamos decidir qual caminho seguir para continuar cumprido as missões.

O Portador da luz estava realmente concentrado em ouvir e guardar as informações, não tinha desejo naquele momento de se pronunciar. Sendo assim, permanece em silêncio a espera de Pantaneiro dizer a direção a seguir.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 18 Empty FORMA-GLABORO - Fortaleza de Gaia

Mensagem por Bjorn, o batuque de Thor em 14.12.18 12:27

Bjorn percorre facilmente a trilha até as montanhas, sem diminuir o seu ritmo ja que chuva abrandava a caminhada. Então após correr um pouco ele observa um grupo de grandes homens e mulheres reunidos como se tratassem de algo importante. Batuque de Thor se aproxima observa um a um e se dirige para aquele que tinha um conglomerado de cicatrizes. 

-Espero que você seja o Pantaneiro - Faz uma pausa 

Então esboça um sorriso de que realmente estava no canto certo já que aquele garou parecia ter entrado na garganta da Wyrm e saído vivo pra contar a história. 

-É que seu corpo fala muito de si. Se não o for tens meu respeito da mesma forma, qualquer um que tenha tantas cicatrizes assim mostra que está em dia no principal, combater a wyrm. Espero como você ter inimigos a minha altura pra me testar do que sou capaz. - Apenas fala e espera a confirmação pra saber quem era o tal Pantaneiro.     
Bjorn, o batuque de Thor
Bjorn, o batuque de Thor

Mensagens : 155
Data de inscrição : 03/12/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 18 Empty Pantaneiro (glabro) - Fortaleza de Gaia

Mensagem por Convidado em 14.12.18 13:50

A atenção de Pantaneiro é imediatamente tomada pelas primeiras palavras de Luna e logo com sua constatação final deixa claro que a casa era da Wyrm e o ser que habitava ela merecia a morte. A descrição da Roedora faz com que o Fianna fique mais sério.

E daí, um assunto se torna três. Bruno fala sobre o falso caern, o que era bem lembrado, porque aqui deveria significar alguma coisa ou algum perigo. E depois Hagen lembra do corpo de Tyler e também do Urso. Pantaneiro respira fundo enquanto nota Luna e sua língua precisa dar uma sapatada de leve no Fenris para focarem no que era mais importante. Hagen comenta que estava tudo bem e agradece o Fenris por estar calmo.

É então que Padmatavi responde sobre o Falso Caern ser referência de local como Ladrão de Quintessência. A própria juíza se mostrava confusa ou talvez não saber o que era aquilo. Pantaneiro em sua mente já começa a ligar os pontos para desvendar aquele mistério.
 
"Ladrão é roubar... essência é energia espiritual... quinto vem de cinco, cinco vezes mais... caraio, viado! Nossa energia espiritual tá sendo roubada cinco vezes mais rápido! Ou é isso ou nóis é que tamo roubando de alguém..."

Pantaneiro se perguntava o que seria da Fortaleza de Gaia se não fosse sua inteligência alinhada ao seu raciocínio lógico. Quando foi responder chega um outro garou interpelando se era o próprio Pantaneiro. Falava muito bem e pelo seu estilo era Fenris. Fazia elogios e era bem direto. Falava de cicatrizes e das entranhas da Wyrm e o quanto aquilo era glorioso  Responde de imediato:

- É eu memo, xômano! Aqui a Wyrm passa apertado cum nóix! Nóix trata ela é no bico da butina e na ponta do chicote!!!


Estende sua mão cumprimentando o desconhecido e completa.

- Prazer, xômano. Sou Yorick McAllister, vulgo Pantaneiro, Ahroun Fostern Fianna da Irmandade de Herne e Alpha da Fortaleza de Gaia. Posso ajudar o cê, meu parceiro?

Aguarda a resposta do recém-chegado pra ver o que ele queria e só depois dar andamento nos assuntos internos da matilha. Pantaneiro fala em Garou.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 18 Empty FORMA-GLABORO - Fortaleza de Gaia

Mensagem por Bjorn, o batuque de Thor em 14.12.18 14:22

Bjorn fica confuso com a fala de Pantaneiro.


*Xômano? Que buceta é essa? Ele tá me enxotando como se faz com cachorro xô irmão? Não deve ser isso, afinal Português é muito complicado mesmo, ainda mais com gírias.*


A dificuldade com os S de pantaneiro só complicavam ainda mais o entendimento do Cria, mas o orgulhoso Bjorn não demonstrou que não entendera realmente a primeira fala de seu Alpha.  


*Porra ele só complica mais, o que a expressão: tratar a Wyrm no bico bonito e na ponta do chicote significa? Muito estranho*  

-Prazer só com os parentes, negócio de viadagem não é comigo - abre um sorriso e faz um aperto de mão longo segurando o antebraço do Alpha, toda a ação era pra quebrar o gelo e desviar a atenção da fala que não havia entendido muito bem. 


Bjorn larga o aperto de mão e cerra o punho e bate em seu peito mostrando respeito e faz sua devida apresentação fazendo uma pequena reverencia a todos ali presente. 

-Sou Bjorn Sven, o Batuque de Thor, Cliath dos Crias, nascido sob os auspícios da lua gibosa sob as duas patas! Um guerreiro valoroso que requisita á Fortaleza de Gaia o desejo de combater a Wyrm onde quer que esteja como um de seus, e se eu não o poder mais o fazer que eu tenha uma boa morte tentando. E que toda a Gloria, Honra e sabedoria conquistada faça jus ao nosso totem. 


Logo após fazer sua apresentação e um pedido formal de ingressar na matilha, ele fica martelando em sua cabeça 
*Com quem eu devo lutar pra ser aceito? Não importa vou mostrar do que um Skald é feito.* 
Bjorn, o batuque de Thor
Bjorn, o batuque de Thor

Mensagens : 155
Data de inscrição : 03/12/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 18 Empty Pantaneiro (glabro) - Fortaleza de Gaia

Mensagem por Convidado em 14.12.18 15:08

Pantaneiro abre um largo sorriso gargalhando com a primeira resposta do Fenris que se chamava Bjorn Seven e era a porra de um Galliard. Pra melhorar, era um reforço para a matilha e com certeza Hagen ficaria feliz de ter um irmão Fenris na Fortaleza de Gaia.

"Esse Galliard vai preencher o vazio que os outros dois anteriores deixaram... isso é bom..."

A fala do Fenris era firulenta, mas que Galliard não era bom de fala? Rapidamente Pantaneiro responde:

- Então a Seita enviou o reforço certo pra nossa matilha, moço. Seja bem vindo à Fortaleza de Gaia, Batuque de Thor. Nosso Totem é o Urso, e infelizmente devo dizer que o cê num chegou nox melhorex momentox dessa Seita porque nóix acabou de sofrer um ataque, maix resistimox e estamox pronta pra outra, porém cê veio em uma hora muito importante. Nossa matilha tava precisando mesmo de um Galliard. Se o cê for bom de porrada igual o Hagen, seu irmão ali de tribo, nóix tá tranquilo.

Pantaneiro dava um apoio moral para Hagen devido a bravura do Ahroun na missão passada. Logo imenda olhando pra toda matilha.

- Pessoal, se apresentem pro mais novo reforço da nossa matilha. Bjorn, o Hagen ainda num fala o português fluente intão se puder falar em Garou nóix fica agradecido.

Aguarda seus irmãos se apresentarem.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 18 Empty Bruno Caselli (Crinos) - Fortaleza de Gaia

Mensagem por Bruno Caselli em 14.12.18 16:28

Bruno esperava uma manifestação de Pantaneiro, mas a chegada de um estranho acaba com o assunto que tentava nascer ali.

O Fenris que tinha uma tatuagem nada sutil em seu rosto e se apresentava como Batuque de Thor, agora faria parte da Fortaleza de Gaia.

A piada na tentativa de parecer engraçado não é comentada, afinal seria esperar demais que um Fenris tivesse consciência social ou coisa parecida.

O Theurge é o primeiro a se apresentar. Estava na forma de batalha, um crinos grande, com pelos acinzentados, que usava óculos, camisa e calça social.

- Seja bem vindo senhor Sven, me chamo Bruno Caselli, conhecido também como Visão do Futuro, Theurge, hominídeo, Cliath dos Andarilhos do Asfalto e vigia dessa matilha.
Bruno Caselli
Bruno Caselli

Mensagens : 306
Data de inscrição : 02/07/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 18 Empty Forma Glabro - FDG

Mensagem por Convidado em 14.12.18 18:50

A reunião prosseguia e chega um forasteiro, com uma runa tatuada em seu rosto.

"Se não for um Fenrir, é alguém imitando um..."

Hagen permanece calado e ouve a conversa entre ele e Pantaneiro, conseguia entender pois ambos estavam em sua forma glabro e assim observa que o recém chegado era um Skald.

"Que não seja uma vergonha como os três fenris que passaram por aqui..."

Hagen se levanta, e estica a mão para cumprimentar o irmão de matilha.

- Sou Hagen Bernhardt Thordsvedtt , Pavor-de-Jörmungandr, Modi Fenrir nascido em duas patas, seja bem-vindo irmão, é bom ter um irmão de tribo para correr e beber todas as glórias.



Hagen mantinha a mesma feição séria, mas era possível ver que estava particularmente calmo, após gastar toda sua fúria em combate.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 18 Empty Mija-na-Wyrm (H) | Flor-de-Lótus (H) - Matilha Fortaleza de Gaia

Mensagem por NarraDiva em 14.12.18 20:49

Os Garous conversavam até que um desconhecido se aproxima vangloriando as cicatrizes de Pantaneiro. Luna recorre à sua vontade para não ter uma crise de riso diante do primeiro contato do alfa com o recém-chegado e, após pensar que as coisas vem a tona com o tempo por si, se dá conta que poderia até ser divertido ver as reações daquele que se colocava como novo Fenris da matilha. 

A Lua Nova apenas se aproxima da Juíza, ajudando ela a se levantar para se apresentar ao novato e trocando com a mesma um olhar cúmplice. Fenris sempre eram problemas. E quando ele faz o comentário sobre as mulheres a Ragabash apenas revira o olho e resolve se divertir. Aproveita as apresentações coletivas e diz, ríspida com o novato:

'- Eu diria bem-vindo, mas eu tenho problema com aqueles que muito se gabam mas não sabem sequer fazer uma mulher gozar na cama. Sou Arranca-Bolas-de-Macho-Escroto, Ahroun das Fúrias Negras...'

Padmatavi imediatamente chama atenção da Lua Nova:

'- Luna, protocolos.'

A Ragabash revira os olhos e rindo diz:

'- Na verdade eu sou Luna Prattes, Mija-na-Wyrm. Ragabash Cliath dos Roedores de Ossos, mas meu alter-ego é uma Fúria Negra castradora de babacas...'

A Juíza eleva o tom:

'- Chega, Luna.'

Padmatavi se apresenta:

'- Eu sou Padmatavi Mithras, Flor-de-Lótus. Forsten Philodox dos Portadores da Luz Interior. Seja bem-vindo Batuque-de-Thor.'

Tudo é falado em Garou.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 18 Empty Re: As Montanhas do Caern

Mensagem por Convidado em 14.12.18 21:38

Antonio Xavier vê a aproximação de um novo Garou que se apresenta como um novo galliard Cria de fenris. Ele esperava que desta vez não houvesse problemas.

O Portador é o último a se apresentar e dá um sorriso de canto de boca com a fala de Luna: ela é muito engraçada.

"- Prazer, Batuque de Thor. Seja bem vindo à Fortaleza de Gaia. Sou Antonio Xavier, Sereno-trovão, theurge cliath impuro dos Portadores da luz."

Tudo é dito em Garou.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 18 Empty FORMA GLABORO - FORTALEZA DE GAIA

Mensagem por Bjorn, o batuque de Thor em 15.12.18 12:09

O primeiro a se apresentar foi um Garou almofadinha, em toda sua vida nunca havia visto algo igual.

*Que porra é essa ele tá de terno e óculos na forma de batalha? Ele não quer levar livros para que a Wyrm morresse de tédio? *

Então olha para Bruno de forma carismática mesmo sem querer já que aquele garou tinha uma aura que o inspirava não sabia o que era algo metódico e mesmo sem o conhecer direito sabia que poderia contar com aquele Garou atípico. E faz um cumprimento com a cabeça.

Então finalmente ele encontra Hagen, o filho de uma Jarls. E quando descobre que o mesmo era um Modi fica feliz. Então faz o aperto de mão longo como fez com o Pantaneiro, mas no meio do aperto se dá conta que seu nome era incomum. Faz uma cara como não se tivesse entendido direito o nome e complementa em sua língua Natal.


- Pavor de Jörmungandr, hummmmmmm
- faz uma cara pensativo e emenda

- O Pavor da Jörmungandr acho que fica melhor assim. E te chamarei assim a não ser que realmente tenha medo da corruptora, como Modi não é bom deixar que os outros tirem sarro de seu nome ou que o mesmo seja um motivo de duvidas de sua capacidade. Mas realmente fico feliz em ter um Modi como irmão de matilha principalmente um filho de uma Jarl.

Logo em seguida foi a vez de Mija na Wyrm fazer sua apresentação.

*Quem é esse que se gabam? Ummmm então ela é uma fêmea que perde tempo tentando se igualar aos homens? Que realmente ela seja isso. Pensamento igual as valkirias, mas é inútil, tentar mostrar que nunca serão.*

Logo após levar um pequeno carão do Flor de Lotus ela revela a verdade.


-HAHAHAHAHAHAHAAHAHAH - Bjorn ri alto de verdade

-Você é boa, garota quase acreditei em você. Se quiser pode me chamar que dou uma surra nesses babacas, e deixo você capa-los.

Bjorn gostou de Mija na Wyrm e se divertiu com ela tentando pegar uma peça nele. Logo em seguida a juíza se apresenta. E têm um posto elevado e só por si isso já seria motivo de respeito, e por mais que Bjorn não aceitasse de bom grado a superioridade feminina ele reconhecia os méritos de postos e superiores e ela era uma, e como um bom soldado seguia os protocolos.

-Que eu seja um motivo de bons julgamentos, minha Philodox - fala respeitosamente

Então por ultimo Antonio se apresenta.


*Esses homens daqui não sabem o que é prazer mesmo, eu nunca acharia um prazer conhecer homem algum. Se ao menos fosse uma luta contra poderia ser que eu sentisse algum prazer*

-Pode deixar que farei a Fortaleza de Gaia mais Forte.
- fala á Sereno Trovão

Então Bjorn respira fundo e comenta

-Não há nenhuma luta para ser aprovado? Se não quando serei apresentado ao grande Urso? - Batuque de Thor aguardava seus irmãos se pronunciarem.
Bjorn, o batuque de Thor
Bjorn, o batuque de Thor

Mensagens : 155
Data de inscrição : 03/12/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

As Montanhas do Caern - Página 18 Empty Re: As Montanhas do Caern

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 18 de 27 Anterior  1 ... 10 ... 17, 18, 19 ... 22 ... 27  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum