Clareira Central

Página 32 de 40 Anterior  1 ... 17 ... 31, 32, 33 ... 36 ... 40  Seguinte

Ir em baixo

Clareira Central - Página 32 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Ossos-de-Carvalho em 10.06.18 10:58

Forma Atual: Crinos -> Hominídeo


Ian escuta o totem abençoar o Filho-de-Gaia, mas diz a Rob que deveria ir em outra matilha..

* Que pena... Mas o elefante sabe o que faz...*

O Fianna estava começando a mudar a forma que entendia os espíritos.. uma coisa era o que aprendeu durante seu treinamento de filhote, outra era correr no meio do Caern montando em um espírito para atacar um verme gigante da Wyrm.  Estava evoluindo nesse quesito e sabia disso..

Volta sua forma para hominídeo, vira para Uivo-Flamejante e diz:

" - Não pense que isso vai fazer você escapar de ficar no chinelo quando a gente beber viu... Agora vai lá e ensina pra eles como que se vive."

Fala para o Filho-de-Gaia:

"- Sou Ian, Ossos-de-Carvalho, hominídeo Ahroun Cliath Fianna. Desculpa a sujeira aí."

Ri do comentário de Sombra-da-Coruja:

" - HAHAHAHA verdade, que sujeira.. agora assim.. não lembro de muita coisa que aconteceu na batalha.. Alguém pode me explicar que merda foi essa? "
Ossos-de-Carvalho
Ossos-de-Carvalho

Mensagens : 306
Data de inscrição : 08/03/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 32 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Convidado em 10.06.18 11:40

LUPINO | SANGUE FORTE DE LUNA

Finalmente o combate havia acabado. Ele voltava para a forma lupina. Os garou haviam saído vitoriosos e a força que Nauru dava a seus filhos com sua presença agora deixava saudades. Porém, muito ainda havia a ser feito... e os augúrios ali deveriam fazer suas funções.

A alfa sugere que eles se reúnam nas grutas, para terem maior prioridade.

- Alfa falar sábio... problema de matilha... ser... problema de matilha... Seita não... interessar.

Então, Sangue sobre a Neve comenta que o Elefante havia recusado o Fianna Rob.

- Recusa de espírito... não coisa boa... Espírito sábio... Se espírito não quer... razão boa ter.

Ele pergunta para Sangue-sobre-a-Neve.

- Elefante recusar...? Elefante dar lixo... podre... para Nauru? Nauru ser caçador... Abutre gostar carniça... Nauru não. Valor a ser... colocar prova. Família ser matilha forte... mais forte... não dever... lixo do Elefante.

Fala para sua matilha na forma de lupino olhando na direção do Fianna que vinha.

- Nauru ensinar... matilha cuidar e ensinar. O que Elefante cuspir... Nauru transformar em Garou... respeito. Provar não ser... fácil. Fracos não... Sangue de Luna. Sangue de Luna... aceitar... fortes! Apenas fortes!

Encarava Rob Martell enquanto ele chegava e deu um breve rosnado. Lupinos eram extremamente ciumentos com sua matilha. Se posicionou ao lado da Alfa e deu um rosnado muito pouco audível.

- Alfa sábia... agir com cabeça... esquecer coração... Aceitar Garou se forte... se valor ser... der... TER. - confundia as palavras.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 32 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Derek Spencer em 10.06.18 12:12

Spybot (Crinos) - Todos


Spybot acompanhava o final da assembléia e tentava acompanhar tudo que se seguia, as batalhas finais dos Ahrouns eram incríveis e o Ragabash nunca gostaria de lutar contra um daqueles caras. O que mais impressiona o Ragabash, na verdade, era a Fortaleza de Gaia ter conseguido um lugra no pódium geral e a matilha campeã era a mais jovem do Caern, aquilo era no mínimo impressionante. Depois de anunciados, Spybot uiva em saudação à todos os campeões.

Em seguida era a hora do renome e Spybot havia conseguido converter a pontos permanentes todos os seus temporários em Glória, Honra e Sabedoria e oficialmente estava na Olhos da Tempestade novamente. A homenagem a Velho Eusébio mostrava que impressionante Garou aquele Lenda foi, óbvio o cara era um lenda e quando as cobras do Festim aparece para o Garou ele o devora com ferocidade e sente sua gnose renovada e se sente inteiro por completo. Realiza todos os protocolos da assembléia e acompanha até o final aquela longa e bela assembléia.

Ao final da assembléia, o Garou retorna a forma hominídea e já pega seu celular para checar suas mensagens, pensa se envia ou não uma msg pra Evellyn naquele momento, já era tarde mas estava preocupado com ela, ouvira muita coisa aquela noite e não queria que algo de ruim acontecesse com a jovem, uma msg simples. Enquanto caminhava até alguma mesa que tinha comida e hidromel, Derek digita uma msg:

*Boa noite, sei que é tarde mas só queria saber se está bem... Beijos*

Então pega um copo com hidromel e começava a pensar em procurar seus novos irmãos de matilha. Encostado numa árvore buscava com o olhar alguém da matilha quando um rugido chama sua atenção, um forte frio na espinha toma conta do Ragabash, mais um ataque ao Caern, se perguntava o que acontecia ali naquele lugar, precisavam destruir a wyrm com tudo que tinham. Se preparava para ir até onde sua matilha estava mas o líder do Caern manda que ficassem, em desobedecer, é o que Spybot faz.

O Garou estava longe e quando vê o combate rolando já tenta se engajar diretamente com sua pistola em mãos, porém com a mesma velocidade que começou, ele acabou e Spybot apenas corre para se juntar a sua matilha que estava reunida após o combate. Chega e já diz:

-"Brother, que porra foi essa?!"

Então, olhando para o Alfa, se apresenta:

-"Boa noite, sou Spybot, Ragabash, Cliath dos Andarilhos do Asfalto e fui designado de volta a Olhos da Tempestade."
Derek Spencer
Derek Spencer

Mensagens : 313
Data de inscrição : 27/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 32 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Convidado em 10.06.18 16:37

Hagen vê o totem se despedir e partir e assim é abençoado.

"Oficialmente da Fortaleza de Gaia."

Escuta sobre a missão de queimar corpos e assim se mantém na forma de batalha, por ser a mais forte para ajudar nesta tarefa.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 32 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Sussurros Solitários em 10.06.18 17:04

Forma atual: Lupino

Voltando para sua forma racial o lupino vê sua matilha reunida e finalmente se encontra com Spybot que retornava a Olhos da Tempestade. O lobo o encara nos olhos e fala:

"- Bem vindo de volta Spybot. Não somos mais a mesma matilha que você deixou, todos agora sentimos os pesos da profecias e sua ajuda será mais do que bem vinda."

Agora que a matilha estava toda ali o lobo se dirige a todos: 


"- Acredito que se o líder da seita nos liberar esse é o momento para fazermos uma reunião rápida de matilha para colocar nos novos irmãos a par de tudo que aconteceu conosco e o que vamos fazer em seguida. Primeiro preciso apenas falar com alguns garous e podemos ir em seguida. Skullhead qual o nome humano da favela e do bairro que está aquela favela?"
Sussurros Solitários
Sussurros Solitários

Mensagens : 847
Data de inscrição : 04/07/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 32 Empty Grace(Crinos) - Guardiões da Canção Ancestral

Mensagem por Convidado em 10.06.18 19:22

Sua boa impressão com Fúria da Tempestade se desfaz quando ele a chama de incubadora. Se contém para não lhe lançar um olhar atravessado já que ele havia lhe ajudado, e ele se afasta antes que ela tivesse ânimo de lhe agradecer. 

A batalha rapidamente termina. O Caern é salvo e os inimigos são derrotados pela ação conjunta dos Garous do Caern. Era uma vitória, talvez o início de uma virada bem sucedida nas profecias alarmantes sobre as seis Matilhas. Grace continua em sua forma Crinos e apenas vai buscar a lança que arremessara no verme. Aproveita para reunir os corpos dos vermes que sua Matilha havia matado. Seriam uma excelente oferenda para a contrição com o Boitatá.

Helenna recebe agradecimentos e elogios de Olhos de Gaia e Luke, Grace também soma às suas palavras.
- Você me deixou muito preocupada, mas mais uma vez mostrou como é uma grande guerreira - e vendo o quanto ela estava ferida, ela pede - irmãos theurges, alguém pode curá-la?

Fica séria e apreensiva quando Olhos de Gaia explica que o monstro da Wyrm surgira durante sua tentativa de invocar o Uirapuru. Se perguntava como tal coisa podia ter acontecido e se solidariza com o irmão, que deveria estar suportanto o peso de uma grande culpa que talvez não fosse totalmente sua. 

Ajoelha-se e reverencia o Uirapuru quando ele se aproxima, e observa a apresentação e a aceitação de Espírito Tranquilo, mas franze os olhos intrigada com o aviso que o Totem faz diretamente a ela. Black Hat lhe faz uma pergunta, e Grace balança a cabeça tão confusa quanto ela.
- Eu não sei. Acho que pode ter a ver com a minha filha...

A Ragabash também indaga porque os Ahroun haviam se afastado. Ouve a justa explicação de Helenna e lembra-se que Luke lhe dissera ter uma ação estratégica em mente, mas deixa que ele mesmo se manifeste.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 32 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Convidado em 10.06.18 19:53

Ira-Desoladora-do-Grande-Fenris agora era um membro oficialmente apresentado, e abençoado, pelo totem da Matilha Fortaleza de Gaia. Não tinha ideia das merdas em que aquele grupo havia pisado até sua chegada, mas, isso não importaria dali pra frente. Com seus próprios olhos, havia testemunhado seus irmão filhos de Fenris lutar bravamente. Cada um deles haviam ferido a Wyrm e pagando o preço com o próprio sangue. O Lobo-Pai deveria estar orgulhoso com o trabalho da sua prole.

Era bem verdade que os Garous anciões foram heroicos se atirando para dentro da fera e infligindo danos enormes. Eles protagonizaram cenas que seriam cantadas por muito tempo nas assembleias. Apesar disso, os feitos da sua matilha também seriam lembrados, mesmo que por ele mesmo na sua propria cabeça. Ele seria um imbecil se esperasse algo similar dos seus irmãos de tribo. Todos ali, inclusive ele mesmo, ainda eram Garous recém iniciados ocupando o menor posto naquela seita. O potencial de cada um era enorme. Não seria justo fazer juízo de valores e entender como demérito de habilidade a falta de sorte.

Pórunn, que antes mirava seus olhos nos dois escoriados companheiros, agora observa a Portadora e pensa sobre a tarefa de incinerar os corpos. Ele não conhecia ninguém na sua nova seita. Não tinha como ajudar naquela tarefa. Mas uma vez ela estando elucidada, ajudaria com afinco na pilhagem de corpos. E foi justamente pensando na tarefa que estava por vir que ele continuo na forma de Crinos.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 32 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Convidado em 10.06.18 20:19

Forma – Crinos > Hominídeo
 
Olhos de Gaia concorda com a resposta de Fúria-Justa-de-Esteno, eram de fato uma matilha, e trabalharam bem.
 
O Filho de Gaia concorda com Black Hat com a cabeça, indicando que tinha sido na conjuração do totem que aquela criatura surgira. O Theurge então nota o Uirapuru, novamente pequeno, diferente da batalha, pousado próximo, assumindo sua forma hominídea se aproxima do totem.
 
O Lupino faz uma reverência rápida com a cabeça e fala.
 
“- Olhos de Gaia feliz por Uirapuru estar bem... Chamar por totem e apenas a Wyrm surgir.”
 
O Garou abaixa a cabeça, não sabia se fora uma falha sua, uma armadilha, tinha feito tudo conforme ensinaram no ritual, talvez o totem tivesse uma resposta, mas cada vez que procurava uma resposta, só tinha mais dúvidas.
 
O Filho de Gaia se volta para seu irmão de tribo, indicando ele ao totem, e então escutando a apresentação e juramento do Garou com atenção, e logo em seguida o Uirapuru parte, sem lhe dirigir novamente a palavra, porém dando um alerta a Cordas-Trêmulas, como se precisasse de mais sinais para sentir os pelos da sua nuca se arrepiando.
 
A Ragabash começa a discutir as táticas da matilha, e Olhos de Gaia apenas comenta em tom determinado.
 
“- Fúria-Justa-de-Esteno salvar Olhos de Gaia da boca de verme da Wyrm, Ahroun não abandonar matilha, Ahroun salvar matilha.”
 
Cordas-Trêmulas comenta que a fala do Uirapuru poderia ser sobre sua filha, o Filho de Gaia não tinha dúvidas daquilo, e olha, sem disfarçar para o ventre da Garou.

Com a preocupação com os ferimentos da Fúria Negra, que a Fianna joga no ar, o Theurge sai de seu semi-transe e se aproxima de Helenna, a tocando com as mãos no ombro, canalizando a energia de Gaia em direção à Garou, só torcia para dessa vez nada estranho acontecer, ele se lembra do engasgo ao uivar e do verme invocado, estava ele enlouquecendo? Muito convívio com hominídeos, muitos pensamentos.

OFF: Gasto 1 de Gnose para Toque da Mãe.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 32 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Victor Montenegro em 10.06.18 21:11

Victor ri genuinamente da piada de Hadrian. Talvez ela tivesse sido boa, talvez fosse apenas o alívio cômico necessário logo após a desgraça que acabava de acontecer. O Philodox da 2 tapinhas nas costas do Ragabash e diz ainda sorrindo:
'-Essa foi Boa.'

Percebe a aproximação e a fala de Spybot e comenta:

'-Bixo, não sei. Mas realmente quero saber como aquela criatura conseguiu entrar assim nesse Caern. - Responde e cumprimenta o garou pelo retorno à matilha.

O Alfa se manifesta e Victor assente dizendo:

'-Sim, também tenho que falar com algumas pessoas, mas acredito que Garras do Trovão deva fazer algum tipo de pronunciamento por agora. Depois disso a gente resolve nossa agenda.'
Victor Montenegro
Victor Montenegro

Mensagens : 906
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 33
Localização : Rio

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 32 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Convidado em 10.06.18 21:26

Quando Reflexo da Lua pensou em atacar o verme novamente, sua Alfa saiu na frente fazendo patê do mesmo, ela olhou para Réquiem que lhe deu uma ordem, proteger aquela que carregava em seu centro o impuro perfeito, Emilie apenas concordou com a cabeça e correu para perto de Gracie, não a ponto de chamar atenção, mas atenta ao que acontecia ao redor. Caso algo a atacasse, a Ragabash pularia em cima, por sorte não foi preciso, pode ver a garou com quem nunca havia trocado uma palavra atravessar um dos vermes com tamanha maestria que fez Emilie pensar que ela estava longe de precisar de proteção, mas era uma ordem de sua Alfa e se tinha algo que a Ragabash sem juízo sabia fazer, era acatar ordens.

O cenário de terror foi tomando forma, revelando a vitória para os seus semelhantes, ao ver o resultado de um esforço em conjunto, Emilie se sentiu profundamente orgulhosa e emocionada, era naquilo que ela acreditava.

Diante da certeza de que Gracie estava segura e de que a breve guerra havia acabado, a Fúria Negra voltou para junto de sua matilha, mudando para a forma Hominídea. Não disse nada mas sorriu levemente diante das palavras de Nauru, depois novamente diante das palavras de Réquiem.

Àquela altura, seu julgamento não a preocupava mais, estava disposta a passar por ele sem reclamações, afinal, foi ela mesmo que buscou por isso ao deixar seu medo falar mais alto que sua coragem e senso de honra. Se era pro ferro entrar, ela estaria bem relaxada para isso.

As surpresas pareciam não ter fim, um novo membro estava sendo arremessado para Sangue-forte-de-luna, Emilie não pode deixar de reparar que Olho-de tormenta não estava nada feliz com aquilo.

*O que esse cara aprontou? Por Gaia! Será que também vou ser jogada pra outra matilha? As outras parecem tão estranhas, eu gosto da minha. Gosto até da sangue-sobre-a-neve….desde que ela esteja longe de mim. Eu não quero ser rebaixada para outra matilha

Coçou a nuca como se estivesse cheia de piolhos, era uma mania estranha que tinha, coçar a nuca ao se sentir preocupada.


Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 32 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Convidado em 10.06.18 22:33

FORMA-HOMINÍDEO

Rob fica um pouco perplexo com a revelação do Poderoso Elefante.

*Os espíritos sábios sabem o que fazem. Mas com certeza não foi a toa essa minha breve passagem pela Olhos da tempestade*

-Me sinto honrado em ter lutado e participado da Olhos da Tempestade. E como nada é por acaso acredito que todos vocês podem contar com esse ruivo beberrão que fala demais eu sei, mas que vai te contar muitas histórias e essa aqui não será diferente. E Victor preciso falar um assunto sério com você, ainda estou atravessado com essa minha apresentação. Mas acho que se tiver um tempo livre pela manhã foi meus pulos pra colocar alguns assuntos em dia.

Hadrian parecia ter mudado da água pro whisky.

Mano belos movimentos com o Verme. Quero ver se bebe com essa agilidade toda. E não precisa se desculpar pois teremos motivos sempre pra beber e aceito o seu desafio. De beber em dobro- Rob rir de forma amigavél, não importava o pouco tempo que passava com as pessoas na maioria das vezes ele gostava delas é o mesmo acontecia, a não ser que jegue uma desculpa pra beber, brigar e fuder aí Rob mudaria a opinião.

-Obrigado Sussuros e foi uma honra te-lo como Alfa e se precisar estarei sempre de Pé e pronto como todo Fianna preparado. Uivo não sabia como se despedir então fala uma piada pra descontrair o tom sério que o povo sempre tinha, mas aquela era a mais pura verdade ele estaria pronto pra ajudar qualquer uma ali da mesma forma que estaria pronto pra trepar "sempre de Pé e pronto" essa era sua filosofia.

Ia se não me engano bebo o dobro que bebeste então acho que preciso ver realmente até onde essa árvore balança, se tentar me acompanhar pode ser de Carvalho de aço ou até de adamatium ela vai cair. HAHAHAHAHA ri alto com Iam. -Se precisar pode contar comigo.

-Cometa de Balder cuida deles aí, se não o Ossos e o Bruce Lee ao vai tomar o canto dos golpes mais fodões do Caern fala em um entre sorriso

Rio já havia falado demais ali. Todos sabiam que podiam contar com ele. E como chegou ali, ele sai dali falando pelos cotovelos.

Agora ele vai se aproximando de sua nova matilha e logo que chega um lobo preto rosna pra ele.

*Bela recepção, por que Gaia você fez os lobos sem senso de humor? Até pra trepar eles o fazem no automático como se fosse menos importante que caçar. Mas deixa pra lá.*

- Sei que está não está sendo literalmente uma boa noite, mas a partir daqui espero uma boa noite a todos vocês. fala da forma mais carismática que consegue.

Sou Rob Martell, o Uivo Flamejante nascido na lua gibosa sob as duas patas Cliath dos Fiannas e estou aqui por saber pelo Elefante que meu destino está ligado ao próprio heroico e lendário Nauru. Será uma honra derramar e morrer pelo totem e por vocês se me aceitarem.

Rob acha bacana a proteção que o lobo faz a sua Alpha.

*Eles são assim mas como todo lobo consiga sua confiança que não importa o que façamos eles vão sempre abanar o rabo pra nós. Mas até lá e muita dentada e latidos. A que se foda to acostumado, já fui chamado de cão por salvar a vida de um cria o que mais vou ver essa noite? *

Rob fica ali esperando a reação da sua nova Alpha ou de alguns de seus novos companheiros. Afinal o Elefante sabe o que faz. Espíritos assim não brincam e são tão sábios que seria impensável questiona-los.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 32 Empty Pantaneiro ( hominideo ) - Fortaleza de Gaia

Mensagem por Convidado em 10.06.18 23:25

O Urso responde alguma coisa e Pantaneiro não consegue decifrar, mas vê que o Totem aos poucos ia diminuindo seu tamanho. Obviamente ele estava enfraquecendo e diante disso, se desmaterializa. Olha para Antonio e para Kiba esperando eles traduzirem o que o Urso havia dito.

Tão logo o Urso se vai, Padmatavi chega e lhe passa uma boa notícia. Precisariam invocar o próprio Totem da Seita e lhe oferecer a queimada no processo, assim daria certo. A juíza não seria possível fazer a conjuração. Antonio não tinha essa ligação e Pantaneiro se via no momento de pedir ajuda à sua tribo por conta deste favor. Diz então:

- Obrigado, Padmatavi. Isso vai ser um bom adianto pra nóis. Vô ver com a Theurge da minha tribo, talvez ela pode ajudar nóis com isso.


O Urso já tinha sido encaminhado e a missão dos corpos dado certo. Era o momento de se redimir com a matilha diante de seu erro mais recente. Ter deixado a matilha para ver o que era o problema dos Anciões foi um erro grave que estava disposto a não cometer mais. Assim, disse para todos:

- Pessoal, queria aproveitar esse momento para pedir desculpas pro cêis tudo. Eu errei em ter abandonado minha matilha quando segui os Anciões junto com Siegfried, Helenna. Infelizmente não fui o único a cometer essa estupidez. 
O Alpha da Guardião da Canção Ancestral tamém cometeu esse erro. Foi uma decisão errada que eu prometo não cometer mais. A nossa força está em nossa união e uma matilha sem uma liderança, está fadada ao fracasso. Eu estou disposto a dar minha vida por qualquer um do cêis e foi pensando dessa maneira que fui descobrir o que estava acontecendo e estava preparado para o pior pelo bem desse Caern, mas não tinha dimensão do tamanho do problema. Minha intenção era ir ver, voltar e avisar. Quando descobri, tentei avisar, reagrupar e fazer minha obrigação de Alpha, mas já era tarde. Eu humildemente peço desculpas e reitero que isso não vai mais acontecer.

Diz Pantaneiro de modo sério, mas também pesaroso. Passava o olho em Padmatavi primeiro porque sabia o quanto a Juíza poderia ser dura, mas estava sendo sincero e honesto em suas palavras. Depois passa sua visão pelo restante da matilha. Esperava principalmente uma reação da Juíza e sabia que boa coisa não viria, mas aguentaria. Tinha ombridade suficiente para admitir que tinha errado e reconhecia seu erro. Aquilo talvez fosse visto como uma forma positiva.


Última edição por Yorick MacAlister em 10.06.18 23:34, editado 1 vez(es)

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 32 Empty Skullhead (Hispo) - Matilha Olhos da Tempestade

Mensagem por Diogo'Papo-Reto' Moncorvo em 10.06.18 23:31

Diante de tudo que é falado, Spybot retorna a matilha e o Theurge o cumprimenta com um menear de cabeça. Diante da pergunta do Alfa, o grande logo apenas diz:

‘- Não saber nome de favela... GPS não informar essas informações... Mas ainda temos localização dos fetiches.’
Diogo'Papo-Reto' Moncorvo
Diogo'Papo-Reto' Moncorvo

Mensagens : 687
Data de inscrição : 02/07/2017
Idade : 24
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 32 Empty Garras-do-Trovão | Fúria-da-Tempestade - Todos na Clareira Central

Mensagem por NarraDiva em 11.06.18 0:20

O Mestre de Rituais se aproxima do líder do Caern e com ele fala alguma coisa. O Senhor das Sombras concorda com a cabeça e chama para junto de si o Protetor do Caern. Em tom sério diz:

'- Acabamos de ser atacados, irmãos. E quem nos atacou pagou com a vida pela audácia de pisar nesse Caern. Todos devem estar ávidos por respostas. Eu estou ávido por respostas. Mas ninguém esperava o que aconteceu e o Protetor do Caern junto com o Caçador da Verdade da Seita vão iniciar uma investigação minuciosa para descobrir como que a Wyrm venceu nossas barreiras. Iremos reforçar todas as defesas e novos guardiões serão nomeados pelo Protetor para dobrar a proteção em todos os acessos ao Caern.'

O Senhor das Sombras faz uma pausa e diz:

'- A Fortaleza de Gaia, como parte das dívidas a pagar com o Boitatá, irá cuidar da limpeza de toda a clareira central. Olhos-de-Gaia e Espírito-Tranquilo devem seguir imediatamente para o Templo da Justiça. Como testemunhas oculares do ataque, serão fundamentais para que entendamos o que aconteceu.'

O Protetor do Caern olha para Deganawida e fala:

'- Sangue-dos-Quatro-Ventos, acompanhe os dois.'

David volta a tomar para si a palavra:

'- Fênix-de-Prata, Flor-de-Gaia e Presença-Sombria, verifiquem o estado da Coroa de Fogo e se é seguro chegar perto dela. O restante, retome seus afazeres.'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 32 Empty Cólera-de-Balder - Matilha Olhos da Tempestade

Mensagem por NarraDiva em 11.06.18 0:25

Cólera-de-Balder ouve tudo que era dito e nada diz. Presta atenção na fala do líder da Seita para, somente então, falar:

'- Foi a coisa mais bizarra que eu vi. Corri pra lá assim que meu pai me chamou para ir com ele. E o que eu vi quando chegamos era esse monstro saindo do chão e, se não fosse a Fúria Negra com o laço de peã boiadeira, ia ter engolido o Filho de Gaia. O bicho foi voltar ao chão e eu saltei nele com a lança pra não deixar ele fugir e aí, eu e a Fúria Negra fomos arrastados por baixo da terra até sairmos aqui e vocês viram o resto...'

O Fenris tinha diversas escoriações pelo corpo e mancava da perna esquerda que apresentava um pedaço de osso rasgando a pele, mas mesmo ferido parecia de bom humor. Ele estende a mão para Spybot e diz, seco:

'- Bem-vindo, Filho da Barata. Siegfried Jarlsdottit, Cólera-de-Balder. Homiídeo Ahroun Cliath. Filho de Ira-de-Thor e neto de Golgol Fangs-First.'

Fala olhando firma para o fundo dos olhos de Spybot enquanto quase esmaga a mão do Andarilho do Asfalto.


Última edição por NarraDiva em 11.06.18 0:28, editado 1 vez(es)
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 32 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Arauto-da-Morte em 11.06.18 0:26

Forma atual - Crinos 

*Porra, de fato precisamos saber como aquele demônio entrou aqui, mas não será perguntando que descobrirei, pelo menos não diretamente*

O Ragabash tinha pés atrás demais com Victor para dividir isso com o Senhor das sombras, ainda que, durante esta noite, a distância tenha diminuído consideravelmente, seja lá o que esse puto fazia, fazia em prol do Caern.

As palavras do Líder do Caern eram claras, e, acreditava que estariam liberados para se reunir.. 

Apenas escutando o relato de Siegfried percebe o quão ferido o Ahroun estava, e, repetindo o que fez por todos de sua matilha, mesmo sabendo que seu elogio seria ignorado aos olhos do Fenrir, ele ainda assim o faz..

“-Tenho certeza que o verme procurou a terra para fugir de você e sua família Sieg.. você honrou à eles e a sua matilha, obrigado!”

Sem esperar resposta e, escutando as palavras de Camillo, este se intromete.

“-Alfa, creio que eu e Camilo possamos descobrir rapidamente o nome da comunidade, só precisamos terminar uma conversa que já foi interrompida demais com Spyware, com sua permissão vamos lá e voltamos.”


Última edição por Sombra-da-Coruja em 11.06.18 0:47, editado 1 vez(es)
Arauto-da-Morte
Arauto-da-Morte

Mensagens : 547
Data de inscrição : 18/12/2017
Localização : Belem

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 32 Empty Espólio-Cyberpunk | Sangue-Sobre-a-Neve (L) - Matilha Sangue Forte de Luna

Mensagem por NarraDiva em 11.06.18 0:34

Sangue-Sobre-a-Neve ouve os comentários do Juiz e apenas comenta:

'- Elefante não expulsar, Elefante dizer que destino de Fianna estar com Filhos de Naurú. Sangue-Sobre-a-Neve não gostar de Fiannas. Fiannas quase destruir Seita e Caern.'

O Andarilho do Asfalto apenas olha na direção da Impura e do Lupino e respira fundo. 

'- Não acho que testes sejam necessários, ninguém aqui foi testado para se unir à matilha e todos estão tendo o mesmo direito de provar seu valor. Além disso, se o espírito falou que ele está ligado a nós, duvido que algum ancião não nos obrigue aceitá-lo caso ignoremos a sabedoria profética dos espíritos.'

Teria trabalho e sentia isso. Quando Rob se apresenta, Usher pensa em cumprimentá-lo, mas espera pela palavra de Réquiem, mantendo apenas feições amistosas para o Fianna. A Garra Vermelha, em Lupino, observava curiosa.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 32 Empty Mija-na-Wyrm (Glabro) | Flor-de-Lótus (Glabro) - Matilha Fortaleza de Gaia

Mensagem por NarraDiva em 11.06.18 0:39

A Portadora da Luz Interior mantinha seu olhar doce e calmo enquanto Pantaneiro. Não esboça uma reação sequer e quando ele termina, com a sua suavidade característica, olha para o Ahroun dos Fiannas e fala, com olhar fixo nos seus olhos:

'- Pantaneiro, não nos interessa o erro dos outros. Não somos liderados pelo alfa da Guardiões da Canção Ancestral. Você realmente vai querer se espelhar pelos erros de quem foi relatado ser incapaz de se fazer presente em simples reuniões? Mire-se nos certos, não nos errados. Quem vai na frente para avaliar o perímetro e voltar para informar a matilha são os Luas Novas, não tente justificar sua corrida por glória exaltando uma postura que age contra a essência do seu augúrio. Você é alfa pra liderar, não para correr atrás de glória pessoal. Se você abandonar a matilha mais uma vez por razões egoístas como fez hoje, eu terei que tomar uma atitude e você não irá gostar dela. Estamos entendidos?'

Mija-na-Wyrm apenas observa, mas também tinha um semblante sério.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 32 Empty Black-Hat | Fúria-Justa-de-Esteno - Guardiões da Canção Ancestral

Mensagem por NarraDiva em 11.06.18 0:44

'- Não, Olhos-de-Gaia. Eu não sabia que você corria risco quando atendi ao chamado de Mãe-da-Fúria. Não posso ser julgada mesmo tendo agido para lhe salvar, o motivo que me fez correr não foi saber que você estava em perigo. Eu nem sabia que você estava lá...' - comenta Helenna quando o Filho de Gaia tenta lhe defender e, aproveita para olhar na direção de Luke, estava curiosa para saber quem o havia chamado para ir, deixando sua matilha para trás.

O Filho de Gaia cura os ferimentos da Ahroun que agradece com um sorriso. Era um dos poucos sorrisos que Helenna dera desde que entrada na matilha e que tão rápido quanto surgiu, foi embora.

Laurel ainda esperava pela resposta de Luke. Não havia ficado satisfeita com a postura que vira na matilha.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 32 Empty Esmaga-a-Wyrm - Calmaria-de-Gaia

Mensagem por NarraDiva em 11.06.18 0:53

Esmaga-a-Wyrm guia Calmaria-de-Gaia pelas trilhas até a Clareira Central onde enxerga um número enorme de Garous e pedaços de vermes gigantes da Wyrm mortos por todos os lados. O Fenris aponta para um homem que coordenava os trabalhos no meio de tudo aquilo.

'- Aquele ser Alfa. Garras-do-Trovão. Ahroun Senhor das Sombras. Athro. Ir lá. Se apresentar.'

Clareira Central - Página 32 25994526_326909151145741_6633843954973613692_n
Aparência 5, Raça Pura 5, Fúria 8
Magnetismo Animal, Físico Impressionante
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 32 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Gabriel Villas Boas em 11.06.18 2:35

Gabriel recebe a benção do Elefante, que se desmaterializa na frente de todos. Extremamente satisfeito de ser reconhecido pelo totem, Gabriel solta:

- Obrigado, grande Elefante.

Em seguida, Gabriel se levanta e muda sua forma para hominídeo para ser oficialmente apresentado aos seus irmãos de matilha, ao tempo que também cumprimentará o Fianna que conhecera no templo e que não correrá com a matilha, como informado pelo Elefante.

Sombra-da-Coruja, o dono da klaive que saiu cortando o ar até rasgar o verme que confrontava Sussurros Solitários, foi o primeiro a vir falar com ele. Gabriel inclina a cabeça em cumprimento ao Peregrino e fala:

- Sou Gabriel Ito Villas Boas, Verdade-Ancestral, nascido homem em noite de meia-lua. Cliath dos Filhos de Gaia. É uma honra correr com lutador tão hábil e valoroso que se pôs a frente para receber o ataque pelo seu irmão de matilha.


Aproveitando a fala do Peregrino, Gabriel se vira para Victor:

- Devo também reconhecer, Sentinela das Sombras. Foi um ato glorioso! Já nos apresentamos, mas quero repetir que eu, Verdade-Ancestral, nascido homem em noite de meia-lua. Cliath dos Filhos de Gaia, terei imenso prestígio em correr ao seu lado.

Logo em seguida vem Skullhead:

- Sou Gabriel Ito Villas Boas, Verdade-Ancestral, nascido homem em noite de meia-lua. Cliath dos Filhos de Gaia e será também prazer correr com garou de notável determinação, pelo que pude notar na defesa do Templo.

Quando termina de se apresentar ao Andarilho, Gabriel sente um tapão nas costas que o faz andar para frente e logo em seguida tem sua mão tomada pelo cumprimento de Siegfried. Apesar da diferença de forças, Gabriel tenta corresponder o aperto de mão e diz:

- Basta a força de um aperto de mão para denotar o valor de um grande guerreiro! Sou Gabriel Ito Villas-Boas, Verdade-Ancestral, nascido homem em noite de meia-lua. Cliath dos Filhos de Gaia. Caminharei satisfeito ao lado do honrado garou que lutou nas entranhas do colossal verme da Wyrm e saiu vitorioso!


Após, vêm o Fianna, Ossos de Carvalho, que comenta sobre a sujeira, fazendo Gabriel sorrir:

- Sou Gabriel Ito Villas Boas, Verdade-Ancestral, nascido homem em noite de meia-lua. Cliath dos Filhos de Gaia. Será o meu prazer correr com o Fianna que montou o grande elefante na luta contra o verme Wyrm. E mantendo o mesmo tom tranquilo e espirituoso, se aproxima e continua: É agora que entram as cabras e as putas? Gabriel solta um contido sorriso em menção à brincadeira que o Fianna fez antes no Templo.

Gabriel depois se vira ao outro Fianna, Uivo Flamejante, que havia se apresentado a ele também no Templo:

- Uivo-Flamejante, o seu destino pode não ser junto da Olhos da Tempestade, nesse momento, mas você mostrou conhecimento, valor e coragem na batalha contra Wyrm. Sou grato por ter batalhado ao seu lado. Saiba que aqui em mim você tem um irmão garou disposto à ajuda-lo a qualquer momento.

Gabriel sorri desconcertado da piada de Uivo-Flamejante chamando-o de Bruce Lee, mas fica em silêncio com os seus pensamentos, por achar não ser o momento para correções:

* Mas Bruce Lee era chinês... *

Um homem muito bonito se aproxima, a quem Gabriel não conhecia. Ele se apresenta como Spybot e nota que ele já é familiarizado com os membros da matilha. Gabriel então se aproxima, estende a mão e fala:

- Acredito que não nos conhecemos. Sou Gabriel Ito Villas Boas, Verdade-Ancestral, nascido homem em noite de meia-lua. Cliath dos Filhos de Gaia. Sou recém chegado no Rio de Janeiro e fui acolhido pela matilha e pelo grande elefante. Correremos juntos pela defesa de Gaia!

Por fim, reunido com a matilha, Gabriel se dirige ao Alpha, Sussurros Solitários:

- Sussurros Solitários, já nos apresentamos, mas quero deixar registrado a minha felicidade de poder seguir a liderança de tão proativo Alpha, cujo uivo é seguido inclusive por outras matilhas, que sabe manter unidos os seus membros e não abandona os seus no momento da batalha. Eu e meu bastão Kazumi estamos ao seu comando.

Após encerradas as apresentações, Gabriel se silencia enquanto ouve os outros membros da sua Matilha falando sobre o ataque e sobre uma favela, a qual ele tenta se inteirar assimilando a conversa.
Gabriel Villas Boas
Gabriel Villas Boas

Mensagens : 264
Data de inscrição : 25/05/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 32 Empty Sangue-dos-Quatro-Ventos (crinos/hominídeo) - Guardiões, Fúria-das-Tempestades

Mensagem por Deganawida "Degan" Oneida em 11.06.18 4:12

Finalmente o pandemônio acaba. Respirando mais calmo, Degan mira o ancião de sua tribo enquanto ele se aproxima do líder da Seita. 

Visões... Elas podem ser evitadas afinal...

Esse pensamento carrega algum alívio, e Degan o manifesta enquanto retorna à forma racial. O jovem Philodox olha em volta enquanto Legado-do-Trovão faz alguns comentários sobre como todos foram organizados, exercendo seu papel em elevar o moral.

A Sem-Lua então o retruca e a pergunta é realmente justa. Deganawida nota que ela lhe lança um olhar e assente com a cabeça. Enquanto isso, o Uirapuru lança outro pequeno enigma para Cordas-Trêmulas. 

Por Gaia... Nem bem acabou o ataque e já somos informados com antecedência que algo de ruim está a caminho... Tsc...

Fúria-Justa-de-Esteno diz que havia sido convocada por Mãe-da-Fúria, no que o Philodox completa:

" - Se eu me lembro bem, foram as Fúrias Negras quem enviaram Fúria-Justa-de-Esteno para nossa matilha quando ainda éramos Asas-da-Esperança. Então é mesmo preciso levar em conta a convocação de Mãe-da-Fúria."

Afinal, quem a enviou para a Matilha poderia pedir seu auxílio. Em seguida, Degan respira fundo. Ele olha para Legado-do-Trovão e, em seguida, para Black-Hat:

" - Eu tinha acabado de chegar da Umbra. Não sabia que você não havia deixado claro o motivo de ter saído... Isso é grave. E eu ainda preciso lembrá-lo de que ainda vou conversar com o juiz da Olhos da Tempestade." 

O Wendigo parece um pouco desapontado com toda a situação. Ele também espera para ouvir a resposta do Senhor das Sombras, Mas antes que termine, sua atenção é chamada pelo comunicado do líder da Seita, e por seu tio. Diante do chamado ele faz um sinal positivo para seu Ancião e se vira para sua matilha e para os Filhos de Gaia em especial:

" - É melhor irmos. Depois continuamos a conversa."

Essa Seita já tem problemas demais, o quanto antes resolverem esse, melhor... 

O Wendigo aguarda os Filhos de Gaia para poderem seguir ao Templo da Justiça.

OFF: Continua no Templo da Justiça.
Deganawida
Deganawida "Degan" Oneida

Mensagens : 496
Data de inscrição : 01/07/2017
Idade : 44

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 32 Empty ESPÍRITO TRANQUILO (crinos - Homenídeo) - GUARDIÕES DA CANÇÃO ANCESTRAL | NARRAÇÃO - SEITA

Mensagem por Evan Ballmer em 11.06.18 5:21

O albino, gostaria de curar a Fúria Negra, mas a questão com o totem o distrai. E acaba apenas sorrindo um pouco ao ver o irmão tribal cuidar dos ferimentos dela.
 Allen fica feliz com com a aceitação do totem. Agora era mesmo parte da matilha. Porém, o uirapuru antes de partir deixa mais um tipo de profecias a Cordas-Trêmulas e aquilo parece preocupar todos, especialmente pois todos não pareciam saber exatamente do que se tratava exatamente mas seria logo, e Cordas-Trêmulas fala que talvez aquilo se relacionasse com sua gravidez. E novamente o albino lança um olhar ao ventre da Fianna e faz uma rápida e silenciosa prece.

 * Por favor criança, seja calma e boa para com sua mãe e para com toda a nação... É filha da mãe Gaia como todos aqui, e sua calma será necessária para manter a mãe que te carrega e a mãe de todos nós... Por favor, criança seja calma... Por favor Gaia ilumine seu povo para podermos ajudar essa mãe e o desenvolver dessa criança... Que venham novos e bons tempos sem amargura e ódio...*

 Outra questão é levantada pela ragabash, uma questão que o albino nem tinha conhecimento, sobre motivos do alfa ter ido até eles.
 Mas tal assunto é deixado de lado por um momento pois o líder do Caern se manifesta acalmando todos, dando algumas diretivas e prometendo investigação para compreensão do fato. Nisso tanto Allen quanto Olhos-de-Gaia são convocados para fazer seus testemunhos, e o juiz da matilha devia os acompanhar.
 O wendingo logo encerra por um momento a discussão sobre o comportamento do alfa e pede para que os theurges o sigam.
 Espírito-Tranquilo, vendo a maioria da matilha em forma homenídea, toma também a forma do homem pálido e segue o juiz junto do irmão tribal já que não tinha ideia nenhuma onde era o local que deviam ir.
 Caminha discreto, mas tentando ver por onde passava e conhecendo o Caern.

---------
OFF: Continua no Templo da Justiça
Evan Ballmer
Evan Ballmer

Mensagens : 263
Data de inscrição : 24/04/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 32 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Convidado em 11.06.18 6:46

Antonio ouve as palavras do Urso para os novatos e repete as palavraa para todos.

"O Urso disse que abencoa os novos filhos e que os novos filhos devem orgulhar a matilha"

Padmatavi retorna e dá a notícia sobre a autorização para que a matilha possa limpar o Caern, com isso, Antonio muda para a forma Crinos no intuito de ter maia força para ajudar na limpeza, já que, infelizmente, não pode fazer o seu papel como theurge.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 32 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Victor Montenegro em 11.06.18 7:55

Victor se despede de Rob dizendo de forma amigável:

'-Claro, cara. Me procura durante o dia que a gente conversa sim. Devo passar o dia quase todo pelo Caern. Agora vai lá. Boa sorte na nova matilha.'

Diante das palavras de Gabriel, o Philodox sorri em agradecimento e comenta brevemente:

'- Sempre fazemos o que tem que ser feito. Vai ser uma honra correr com você também.'

Garras do Trovão então faz seu pronunciamento e depois Cólera de Balder relata o que tinha visto.

'- Muito estranho.' - Comenta já com semblante mais sério e olha para Sussurros perguntando:

'- E agora, Alfa, quais são as ordens?'
Victor Montenegro
Victor Montenegro

Mensagens : 906
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 33
Localização : Rio

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 32 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 32 de 40 Anterior  1 ... 17 ... 31, 32, 33 ... 36 ... 40  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum