Clareira Central

Página 18 de 40 Anterior  1 ... 10 ... 17, 18, 19 ... 29 ... 40  Seguinte

Ir em baixo

Clareira Central - Página 18 Empty Cólera-de-Balder (H) - Matilha Olhos da Tempestade

Mensagem por NarraDiva em 14.08.18 21:29

O Fenris ouve todo blá blá blá do Filho de Gaia e diz para ele:


'- Eu não acho uma boa hora...'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 18 Empty Narração - Sussurros-Solitários

Mensagem por NarraDiva em 14.08.18 21:34

Fênix-de-Prata, Bit-Coins, Fúria-da-Tempestade e Júbilo-das-Górgonas se unem ao Alfa e ao juiz. O lupino nota que a conversa era tensa.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 18 Empty Skullhead (Hominideo) - Matilha Olhos da Tempestade

Mensagem por Diogo'Papo-Reto' Moncorvo em 14.08.18 22:31

Assim que chegam, Skullhead vê o Alfa partir em disparada na direção do grande Alfa Senhor das Sombras. O restante da matilha se reunia "harmoniosamente" até o Filho de Gaia abrir a boca e começar a falar uma coisas. Skullhead olha para ele, quando o mesmo se dirige a ele e só consegue pensar.

*Iiiiiih, cuzão... agora quer ditar e me lembrar das merdas que eu tenho que limpar, é?*

O Theurge só consegue responder, com uma pitada de ironia:

'- Ih, maluco... ainda bem que tu sabe que o momento não é "auspicioso", né?... mas podexá, vai dá tudo certo, se preocupe não.'

O Skullhead faz seu típico "joinha", sentando-se ao lado do local onde Victor havia sido deixado pelo Filho de Gaia. Ele realmente não precisava de alguém lembrando de merdas triviais minutos depois da segunda estrela rubra aparecer no céu... era quase como se seu primo lhe lembrasse que era sua vez de tirar o lixo bem no meio do enterro da sua própria mãe!

*É cada uma...*

Ele olha para Victor. O cara tava bem detonado. A situação tava feia. Ele olha o Uktena próximo aos líderes, esperando algum parecer. Não havia mais muita coisa a se fazer.
Diogo'Papo-Reto' Moncorvo
Diogo'Papo-Reto' Moncorvo

Mensagens : 687
Data de inscrição : 02/07/2017
Idade : 24
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 18 Empty Pantaneiro ( Glabro) - Fortaleza de Gaia / Todos

Mensagem por Convidado em 14.08.18 23:58

Pórunn se manteve quieto e parecia ter aprendido a lição. O mais inteligente que poderia fazer depois de tudo que aconteceu, era justamente isso: se calar. E do jeito que as coisas estavam caminhando, era perigoso ainda sair menos prejudicado do que deveria por conta da tamanha audácia. Quando Pantaneiro nota que quem iria responder era Hagen, imediatamente muda sua forma para Glabro para que pudesse entender o que o Fenris iria falar em garou. A primeira palavra não deixa Pantaneiro surpreso, mas choca. Dizer que aquilo dito por Gwen era verdade, não deixava o Fianna nada satisfeito. O sentimento não era de raiva, mas sim de desapontamento, de decepção, mas ainda assim se mantinha ali, firme e quieto, observando atentamente cada palavra do Fenris. Havia certa razão nas palavras de Hagen, onde demonstrava que Gwen havia agido de má fé. Assim como ressaltava os erros de um a um ali. Por fim parecia que Hagen estava lúcido e atento as ponderações que se fazia necessárias à um Alpha ou talvez gostasse de brincar como Alpha.

"Se ele soubesse o tanto que é complicado ser Alpha, não desejaria tanto estar no meu lugar, pobre inocente..."

O Fenris que havia ido até bem em suas palavras, ao final delas, deixa claro mais uma vez sua ânsia pela liderança daquela matilha que parecia estar fadada ao fracasso, mas ainda assim Pantaneiro não desistiria. Olhou bem nos olhos de Hagen e antes que pudesse responder, era a vez de Gwen que deu um passo a sua frente. Era complicado acreditar em tudo que Gwen falava depois de ficar claro o jogo que estava tentando fazer. Gwen teve duas boas chances de não demonstrar ser o que era: uma era ter ficado calada em um problema que não era da sua conta. A outra era de ter sido honesta e não ter tentado ludibriar usando artimanhas da língua para se dar bem com todos os lados. Pantaneiro não via isso como uma ajuda, via isso como uma maneira de se aproveitar da situação e sair bem como todos passando por cima do maior ponto principal: o companheirismo de tribo. Era um Fianna. Gwen era uma Fianna. Depois de tudo que os Fenris fizeram com os Fiannas naqueles três dias, ver a Galliard tramar aquele jogo em prol de seu desfavorecimento era decepcionante.

"Decepção pode ser a palavra que mais define..."

Não era bem ódio. Era de decepção. Estava chateado, mas não sentia pena, não sentia raiva, não sentia ódio. Era indiferente à tudo isso. Mas em toda a sua fala ainda acreditava. Acreditava que suas desculpas eram sinceras. Acreditava no choro, porque via o tamanho da cagada que havia feito e isso mostrava arrependimento. Acreditava que havia sido sincera quando disse que sua liderança era questionável. Era mesmo. A voz do chacal deixava isso claro, mas será que todos ali eram cegos à ponto de não ver o esforço que fazia para que tudo desse certo? Será que todos ali eram tão cegos ao ponto de não perceber que eram eles mesmos que causam o atrito e rompimento da matilha. Por fim, Pantaneiro escuta tudo que é dito por Gwen, com exceção de uma parte em inglês que ela fala, e simplesmente, sem nenhuma demonstração de qualquer tipo de afeto, fica com um olhar fixo em seus olhos. O silêncio poderia ser matador. Queria uma resposta para seu destino em uma nova matilha, se assim fosse de seu desejo.

E é então que Luna mais uma vez se pronuncia. A Roedora estava puta, e alinhada ao seu jeito desbocado, um resumo da situação e depois uma decisão se também ficaria ou não na matilha. Caberia agora à Pantaneiro se as duas ficariam ou não. Falava do drama que Gwen havia feito e antes tarde do que nunca, Padmatavi, que sempre era tão serena e calma, perde sua preciosa paciência pela segunda vez.

"Agora vai dar merda..."

Quando a Juíza falava, Pantaneiro sabia que o caldo engrossava. Se Padmatavi estivesse calma, já era perigoso. Nervosa era quase a terceira estrela rubra brotando no céu. Escuta atentamente as palavras da juíza e lhe cabia fazer mais uma decisão, no entanto, uma dura em Hagen com anseio de poder não passa despercebido e Pantaneiro teria que resolver isso com o Fenris também.

Fica alguns segundos quieto passando o olho por toda a matilha e diz em Garou para que todos pudessem entender começando por Gwen.

- Decepção...


Pantaneiro olha de novo para Galliard de forma mais contundente.

- Talvez é isso que eu sinto agora nesse momento, Gwen. Cê é uma Fianna, assim como eu e eu esperava do cê que pelo menos estivesse do meu lado mesmo sem concordar comigo ou com meus meios de liderar essa matilha. Nesses três dias nóis Fiannas comemos o pão que a Wyrm amassou e mais do que nunca precisamo estar juntos e é assim que o cê retribui? Eu não ligo do cê acalmar os ânimos de qualquer Ahroun de nossa matilha que seja, mais o que me deixa decepcionado é que para isso o cê precisou me rebaixar por baixo dos panos. Isso é uma atitude baixa, vil e ardilosa, e a troco de que? De se sair bem na fita com todos? Eu não sou o tipo de Garou que devolve uma rosa para quem me dá um soco e não deixo nenhum dos meus apanhar quando não merecem, como foi o caso aqui, por isso interferi e fui duro. Eu não tenho fingimento e o que eu tenho pra te dizer, eu digo na cara feito cabra macho. Foi o que eu fiz com o Pórunn. Foi o que a Luna fez com o cê. Se o cê queria ajudar, porque escondeu de mim o que falou pra que eu num pudesse escutar? Se o cê tinha a melhor das intenções porque falar mal de mim pelas minhas costas? Minha liderança é questionável só porque cê não concorda com a forma com que lidei esse problema? E o restante do que fiz até agora por essa matilha, não vale de nada?


O tom de Pantaneiro era calmo, calmo de tipo de alguém que se decepciona profundamente com a atitude de uma pessoa querida.

- Se o cê tivesse dito na minha cara que minha liderança era questionável e o que eu precisava fazer para não ser, teria doído muito menos. Cê não é uma traidora, Gwen. Discordar de mim não te faz uma traidora, mais toma cuidado porque uma manipulação em prol do próprio egoísmo tamém tem um gosto amargo tanto quanto uma traição. Eu não ligo do cê ter opiniões, mais estas vindo pelas minhas costas não é legal. Não é legal fazer isso com um Fianna sendo uma Fianna.


Pantaneiro cerra os lábios por um instante dando por encerrado aquele assunto dramático. De verdade, não esperava mais respostas de Gwen. Sua decepção com a atitude da Galliard havia ferido um pouco de seu brio e devido a isso já estava esgotado com aquele assunto. Voltou então sua atenção para Padmatavi e disse em tom de voz do chacal firme:

- Ninguém vai sair dessa matilha. Nem Gwen, nem luna. E ninguém vai ser julgado tamém, Padmatavi. Acredito que tudo que aconteceu aqui serve de grande lição pra todos pra não acontecer mais. Respeito com o irmão de matilha é necessário, em todos os sentidos! Pensar antes de falar e antes de agir é uma dádiva. Medir o peso das palavras e procurar viver em harmonia é essencial. Se querem que um dia essa matilha seja reconhecida por seus méritos, nóis tamo no caminho errado!


Olha para todos da matilha passando seu olho por cada um.

- Ninguém vai conseguir trabalhar em equipe se não aprender a ouvir. Ninguém vai aprender a ouvir se não aprender a se colocar no lugar dos outros. Quem quiser sobreviver e ser feliz pelo resto de dia que nos falta, precisa treinar, trabalhar duro e viver em matilha! Todos aqui é peça importante na matilha, cada um aqui representa uma pequena parcela do resultado final, quando um falha, todos devem se unir para sua reconstrução. É assim que devemo ser! É assim que os irmãos agem!


Passa mais uma vez os olhos em cada um ali. Era o momento de uma matilha crescer e amadurecer. Pantaneiro crescia junto com eles e os problemas serviam de lição e de motivação para que pudesse continuar seguindo seus passos.

- O sucesso de uma matilha é o resultado do trabalho de uma grande matilha. Se querem ser uma grande matilha, que façamos por onde.


Por fim olha para Hagen e apenas diz para o Fenris.

- E quanto a sua sede de poder pela liderança, Hagen, te faço uma pergunta, já foi Alpha alguma vez na sua vida? Porque honestamente irmão, se um dia quiser ser Alpha comece fazendo mais e desejando menos. Faça a diferença e o bem para Gaia, para essa matilha, para sua tribo e para esta Seita que um dia irão reconhecer o seu valor e a liderança virá naturalmente. Se acha que é com palavras que se faz um bom Alpha, cê tá muito enganado, xômano.


Volta então sua atenção para todos da matilha. 

- As 15 horas todo mundo na cabana do alojamento da Padmatavi para nossa reunião de tribo. Cumpram suas obrigações e descansem. A noite será longa. Quem puder contribuir e quem ficou de dar respostas das missões, façam até lá. Cada um faz sua parte. Amanhã vai ser dia de mostrarmos resultados para essa Seita e temos três missões para resolver de emergência. Precisamo de informações pra que nóis consigamos executa-las, seja na dos operários desaparecidos, na do urso que tá preso em alguma prisão da weaver e no sumiço do corpo de Tyler. Se querem ser uma matilha de verdade, que trabalhemos mais e criemos menos desavença entre nóis. O apocalipse vem a passos largos enquanto nóis fica perdendo tempo com essas besteiras! Sejamos mais que isso, Fortaleza de Gaia!


Disse Pantaneiro finalizando apontando para a segunda Anthelios. O Fianna estava esgotado. Havia falado demais. Estava decepcionado, nervoso e cansado. Já havia dito tudo que deveria dizer e diante disso, apenas se retira até a mesa mais próxima pegando algumas frutas para comer e tomar um pouco mais de hidromel.

__________________________________
OFF GAME:
Pantaneiro teve 05 sucessos no teste de Força de Vontade.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 18 Empty Grace (Uivo)

Mensagem por Convidado em 15.08.18 0:32

O uivo de Grace ecoa pela Clareira Central.
- OS MEMBROS DA GUARDIÕES DA CANÇÃO ANCESTRAL CORDAS TRÊMULAS, FILHO DA ALVORADA, ESPÍRITO TRANQUILO, CALMARIA DE GAIA E TOQUE DE BELADONA RETORNAM AO CAERN. 

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 18 Empty Glabro | FDG

Mensagem por Convidado em 15.08.18 1:02

O Fenrir cruza os braços e vê Gwen começa a falar com Pantaneiro, sua habitual lábia, o que Hagen não emite nenhuma reação. Após disso Luna comentava com a juíza sobre o que o Modi dissera e que o mesmo tinha ignorado os augúrios...o Fenrir olha para a Luna e fala com a Roedora:


' - Sim, concordo que não ressaltei sobre o Lua Nova e sua importância, assim como você tem importância aqui.'


Hagen olha para Padmatavi e iria responder ao questionamento sobre a liderança, mas Pantaneiro iria começar a falar e o Fenrir se cala, esperando as ponderações do alfa. Hagen escuta atentamente, vendo que finalmente Pantaneiro iria colocar o pau na mesa, mostrando quem que mandava.

" Bem, ressaltando a importância dos membros e colocando um fim nessa história.."


Finalmente Pantaneiro se vira para Hagen, ressaltando na sede pelo poder,  o que Padmatavi também ressaltara, assim Hagen sorri de canto de boca e diz de forma seca para Pantaneiro e para a Juíza.


' - Assim como você, nunca fui alfa. E também não quero que uma liderança caia no meu colo de forma gratuita... Para isso, preciso ou aprender português ou voltar para o buraco de onde vim, para que possa me comunicar e entenderem uma simples ordem...'



Hagen coça o queixo, olha para estrela rubra no céu e complementa.


' - Galliard é o augúrio que mergulha nas palavras, e a sua galliard contestou sua imagem como líder.
 - Hagen olha para a Juíza - ' - Não irei desafiar tão cedo a liderança e nem a desejo. Fiz antes inflamado pela Galliard infame, a qual inflamava para nos destruirmos. Antes de pensar em ser qualquer coisa preciso aprender essa língua primeiro. '

Hagen caminha e para de frente para Pantaneiro, fitando nos olhos, rapidamente ele muda de forma para glabro, Ficando em um tamanho mais parelho, e assim começa a falar para o alfa com um tom bem firme.

' - Não te desafiei... Eu apenas te incitei a ser o que esperamos, forte para nos conduzir aos dias finais. Não tivemos nada efetivo para eu ou qualquer outro contestar sua liderança. Não interprete errado minhas palavras e intenções, desejo sim ser líder um dia, mas sou decidido e direto o suficiente para te dizer olhando nos teus olhos, que não vou e nem pretendo no momento te desafiar. '


Hagen para por um momento, e continua olhando para Pantaneiro nos olhos, volta a falar concluindo.


' - Se um dia te desafiar, será diretamente e sem ardis, no momento não serei alfa. O Alfa é você, até que você morra ou achem alguém melhor, amanhã veremos do que Pantaneiro é feito... '



Hagen se volta para o seu lugar, assim que ele fica calado, escuta o uivo anunciando a matilha da mãe da impura perfeita...O fenrir desvia o olhar par a chegada da matilha...


"A responsável pelos dias do juízo final..."

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 18 Empty Bruno Caselli (Crinos/Hominídeo) - Fortaleza de Gaia / Narração

Mensagem por Bruno Caselli em 15.08.18 1:05

A situação não parecia que iria melhorar. Sentia que a Fortaleza de Gaia descia uma ladeira sem fim e agora, depois de mais discursos com farpas, desconfianças e lamentações a matilha se despedia para seguir cada um seu caminho.

Bruno sabia muito bem onde aquilo iria dar, mas infelizmente ele não podia fazer nada na posição que estava. O Andarilho fica em silencio durante todo o momento até que MacAlister lhes libera.

Visão do Futuro lança um novo olhar para seus irmãos e, sem ter nada a dizer naquele momento, começa a se retirar e retornar a forma humana. Precisava, mais do que nunca, voltar com informações importantes para matilha e dar-lhes um proposito para serem uma. Caso contrário continuariam agindo como um bando que desconfiava e acusava um ao outro a todo momento.

O Andarilho retira de seu bolso o celular e o observa. Não tinha certeza se o mesmo ainda funcionava depois de toda aquela loucura, mas no momento preferia se distrair com aquele pequeno pedaço de Weaver do que continuar com os lamentos de seus irmãos.
Bruno Caselli
Bruno Caselli

Mensagens : 306
Data de inscrição : 02/07/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 18 Empty Mija-na-Wyrm (G) | Flor-de-Lótus (G) - Matilha Fortaleza de Gaia

Mensagem por NarraDiva em 15.08.18 6:00

*Eu achava que loucura era uma característica dos Presas de Prata e que sede de poder era um vício dos Senhores das Sombras, como esse Fenris pode, com tanta naturalidade, ser tão bipolar e portar essas duas máculas...* - pensava intrigada Padmatavi. Havia visto Hagen chegar há mais ou menos 4 horas no Caern. Nessas 4 horas, viu ele se engraçar para cima da liderança de Pantaneiro 2 vezes. E o papinho dele de "não querer a liderança de forma gratuita", definitivamente, não convence a Philodox. Se é que convenceu a alguém.

O olhar de Padmatavi para Hagen não muda. O Ahroun conseguia ganhar a suspeição da Juíza, o que não era bom para ninguém.

'- Você chegou há aproximadamente 4 horas nesse Caern e pela língua de duas Galliards se engraçou para tentar arrancar da liderança de um Garou que acabou de conhecer. Apenas pare, Hagen. Suas palavras não condizem com suas atitudes. Galliard é muito mais do que mergulhar em palavras e definitivamente não é augúrio para julgar nada ou ninguém. E muito menos é augúrio para ficar manipulando Ahroun...'

Seu olhar novamente recai sobre Gwen. Definitivamente a fala de Hagen ajudava a piorar a imagem da Fianna (que já não era boa). Gwen podia imaginar que nenhuma reputação resistiria se as coisas seguissem como estavam. Mija-na-Wyrm, nesse momento, como boa Ragabash, saía do protagonismo e só não estava comendo pipocas para assistir tudo aquilo porque não existiam pipoqueiros no Caern.

A Juíza, por fim, diz:

'- Essa matilha precisa superar o que acabou de acontecer. Hagen precisa parar de a qualquer espirro levantar suspeição sobre as capacidades de liderança do Alfa. Gwen precisa entender que sua língua, como Galliard, precisa unir e inspirar, jamais dividir. Vamos seguir em frente. Se nenhum julgamento será feito, nenhuma punição será imposta e agradeçam ao seu Alfa por isso. Até a paciência de uma Portadora da Luz Interior tem limites e, certas posturas, estão conseguindo acabar com a minha.'

Seu olhar percorre, mais uma vez, Hagen e Gwen, mas dessa vez também recai sob Luna que apenas acena em positivo. A Lua Nova não se abalaria com um mau julgamento de uma Juíza. Afinal, que Lua Nova era bem visto pelos filhos da Meia Lua, não é mesmo?

Todas as frases são ditas em Garou para que Hagen também entenda.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 18 Empty Espólio-Cyberpunk (H) | Fúria-de-Rá (H) - Matilha Sangue Forte de Luna

Mensagem por NarraDiva em 15.08.18 6:07

Fúria-de-Rá e Espólio-Cyberpunk chegam com a matilha na clareira central.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 18 Empty Narração - Todos na Clareira Central

Mensagem por NarraDiva em 15.08.18 6:14

Todos escutam o uivo de Helenna:

'- FÚRIA-JUSTA-DE-ESTENO, BLACK-HAT, LEGADO-DO-TROVÃO E SANGUE-DOS-QUATRO-VENTOS ENTRANDO NO CAERN E SEGUINDO PARA CLAREIRA CENTRAL!'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 18 Empty Black-Hat (H) | Fúria-Justa-de-Esteno (H) - Legado-do-Trovão | Sangue-dos-Quatro-Ventos

Mensagem por NarraDiva em 15.08.18 6:15

Helenna e Laurel chegam, pouco após o uivo, à Clareira Central. As duas caminhavam um pouco à frente de Luke e Degan que não tardariam para chegar. A Fúria Negra tinha expressões de muita irritação. A Andarilho estava séria.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 18 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Gabriel Villas Boas em 15.08.18 7:30

Ante a negativa do Beta, Gabriel percebe o seu erro ao somente naquela hora notar que Garras do Trovão se preparava para um pronunciamento. Ele balança a cabeça positivamente e diz:

- Entendo...

É quando irrompe o uivo de Cordas-Trêmulas e a observa adentrando a Clareira, seguida pelos demais membros da Guardiões da Canção Ancestral:

- É, não é mesmo uma boa hora.
Gabriel Villas Boas
Gabriel Villas Boas

Mensagens : 264
Data de inscrição : 25/05/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 18 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Convidado em 15.08.18 7:53

Após a saída de Pantaneiro, Aurora Serena, mudando para glabro, vira-se imediatamente para Hagen:

- Como você ousa? Como se atreve a deturpar os acontecimentos dessa maneira, cão do norte! Eu tinha menos de dez minutos nessa matilha quando debelei o motim que você tramava para destituir Pantaneiro. Minta na cara da sua Juíza mais uma vez, sarnento, e você verá que os Galliards são mais do que artífices de palavras!

A voz macia de Gwen ondulava pelo ar com claros contornos de ira e os olhos muito verdes flamejavam uma luz selvagem que remetia instantaneamente às lendas sobre os Fianna carregarem o sangue das Fadas.

- Eu lutei para construir meu bom nome e não serei julgada com base nas mentiras alheias. Jamais agi em nome de egoísmo e só me arrependo de ter feito o melhor que podia, nada menos. Como você pode ser tão baixo a ponto de me oferecer em sacrifício para salvaguardar sua sede de poder?! Você ouviu e entendeu tudo que eu disse! Assim como a Roedora de Ossos. E ambos me viram apenas tentar acalmar um irmão, mas usaram isso para fazer o righ e a Juíza voltarem-se contra mim. Escória ingrata!

A ruiva virou-se para Padmatavi e respirou fundo algumas vezes antes de completar:

- Gaia deu-me o dom de poder dividir minhas memórias telepaticamente, mas a Mãe é minha testemunha de que não poderia tempera-las. Eu poderia dividir essas imagens com a senhora, Juíza, e provar minhas intenções justas. Provar que o Fenris tentou me aliciar contra Pantaneiro e eu o dissuadi. E, antes que me questione porque não apresentei essa opção ao righ... há alguns minutos atrás, antes do nascimento da Segunda Estrela Rubra, meus pensamentos foram invadidos. Aqui mesmo, na clareira central do caern. Eu fui intimamente violada, e depois injustamente acusada de algo que não fiz. E ouvi absurdos do meu líder por causa da maledicência de supostos irmãos. E fui chamada de vil, por tentar ajudar!

A ruiva estava ficando cada vez mais corada.

- Pantaneiro tem direito à decepção e eu aceito a reprimenda dele, em que pese não guardar relação com a verdade. Ele está magoado, temos um Apocalipse nas mãos e ele foi envenenado contra mim. Mas, Padmatavi, simplesmente não é justo que seja eu a pagar pela loucura e megalomania dos outros.

Aurora Serena respirou fundo e finalizou:

- Depois da invasão, tenho medo... Mas se a senhora julgar que seria devido, eu posso mostrar o que houve. Não para usar esse Fenris pulguento como sacrifício diante de Pantaneiro, o que ele fez comigo!, mas para ter minhas ações julgadas com justiça.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 18 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Victor Montenegro em 15.08.18 9:00

* Ela vive?! * 

A cabeça do Philodox se vira rapidamente em direção à entrada norte. Ele tenta se levantar para olhar com mais atenção, mas seus braços e pernas fraquejam e ele cai novamente sentado ao chão.

* Eu não acredito que ela vive. *


'- HAHAH..' - Da uma breve gaitada e, no melhor estilo John Constantine após levar uma surra, sentado ao chão, retira um cigarro da carteira, acende e traga profundamente. 

Soltando a fumaça lentamente e com um meio sorriso no rosto que descrepava totalmente de seu olhar assassino, comenta em voz baixa quase que para si mesmo.

'- A mãe do apocalipse está viva... que irônico.'

*Mas não vai permanecer viva por muito tempo*
Victor Montenegro
Victor Montenegro

Mensagens : 906
Data de inscrição : 28/06/2017
Idade : 33
Localização : Rio

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 18 Empty Réquiem - Espólio Cyberpunk - Sangue Forte de Luna

Mensagem por Eve Ballmer em 15.08.18 9:48

Forma Atual: Crinos

Réquiem chega à Clareira Central e antes que deixassem os alojamentos ouvia um uivo sobre a chegada de alguns garous no Caern. Se lembrava bem que alguns daqueles garous lutaram na assembleia e faziam parte da matilha de Cordas Trêmulas. Queria poder seguir na direção deles e fazer mil perguntas, quando a voz de Dominique aparece mais uma vez e assusta de novo a Presa de Prata que olha para todos os lados.

"Desesperado você hein? Eu deveria ter ganhado o controle. Essa estrela rubra tá mexendo com você mesmo."

Sentia que seria complicado se acostumar com aquela voz a todo momento enchendo sua cabeça e tentando lhe influenciar.

Se vira para Espólio Cyberpunk e o questiona:

-Você está bem? Resolvi levá-lo aos Alojamentos visando sua proteção.

"Sentimentalismo barato de um garou que se diz Alfa. Me dá até ânsia de vômito."

Dominique era insuportável.
Eve Ballmer
Eve Ballmer

Mensagens : 515
Data de inscrição : 25/06/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 18 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Convidado em 15.08.18 10:10

Antonio Xavier ouve as palavras saltarem dos lábios de seus companheiros de matilha, elas não passavam por um filtro antes de serem expelidas, isso preocupava o theurge que desejava um grupo coeso e harmônico em busca de um objetivo em comum.

Infelizmente, os seres humanos, e principalmente os garous, tinham um baixo nível de empatia e a "fúria" que corria nas veias garous nublava com certa constância o pensamento.

Sereno-trovão observava cautelosamente as ações acontecendo, as falas que se seguiam e percebia que após as palavras de Yorick, aquele evento tinha sido concluído, não deveria haver o "enterro dos ossos".

Mas Hagen não entendia a situação da mesma forma que o Portador e Gwen, abalada emocionalmente, responde. Antonio não era um garou propício a se intrometer em assuntos alheios, contudo havia uma real necessidade de conclusão do caso.

"-Desculpe interromper, Flor-de-lótus, mas acho que devemos nos afastar um pouco do calor presente de nossos sentimentos."

Antonio olha para Gwen e fala diretamente para ela:

"- Em alguns momentos, Gwen, as palavras não resolvem, pois "O homem comum fala, o sábio escuta, o tolo discute". No momento atual, as dúvidas se dissolverão através de nossas ações, tenha paciência que os nós serão desfeitos. Estamos cansados e preocupados com o futuro e a profecia, vamos até aquela mesa e esperemos a fala do líder do Caern."

Antonio Xavier reflete um pouco sobre a maneira mais adequada de se colocar e finaliza:

"- Confúcio diz "Aja antes de falar e, portanto, fale de acordo com os seus atos". Sendo assim construa quem você é por suas ações que todos reconhecerão a verdade de suas palavras."

O Portador se cala por um instante e fala para Padmatavi e Gwen:

"- Vocês me dariam o prazer de me acompanharem até a mesa?"



Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 18 Empty Glabro | FDG

Mensagem por Convidado em 15.08.18 10:28

Hagen meneia com a cabeça para a juíza e a responde:

' - Sim, por isso falei que fui inflamado pela Galliard, Siggy, a infame acabou me inflamando e fui levado por suas palavras. Nada que Gwen dissera me inspirou, apenas levantou algo que é normal todos aqui estarem em dúvidas... Mas encerremos esse assunto, já que não acredita em mim. '

Se aproxima Gwen falando bastante e de forma furiosa, Hagen olha para a Galliard e olha para a juíza e diz calmamente.

"Porque esse ataque? se ela mesmo falou sobre liderança questionável e eu acabei de dizer que não iria desafiar a nada, desafiei antes por causa de Siggy..."


' - Não é novidade que quero ser um dia alfa, para ninguém, não escondo isso. Mas antes preciso aprender essa maldita língua...

Hagen deixa Gwen se exasperar e responde ela calmamente e sério.

' - Acalme-se Mulher, não menti! Suas palavras foram liderança questionável, seu irmão de tribo. Sobre a Galliard infame que me incitou a desafiar a liderança, falava da finada Siggy, antes de você chegar. Enfim, esse assunto já foi liquidado pelo alfa que se retirou e pela juíza.

Hagen olha para Padmatavi e pretendia não continuar o assunto.


Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 18 Empty Mija-na-Wyrm (G) | Flor-de-Lótus (G) - Matilha Fortaleza de Gaia

Mensagem por NarraDiva em 15.08.18 10:51

A Portadora da Luz Interior fica completamente chocada com a postura de seu irmão de tribo que tentava lhe tolir a cumprir seu papel de augúrio para "evitar problemas". Ela era uma meia-lua, tinha um pacto com Luna e sabia que não devia não cumprir. Acreditando ser mais por precaução do que por má fé, diz a Antônio com leveza:


'- Sereno-Trovão, eu sou uma juíza. Não cumprir meu papel de augúrio é o pior dos crimes que eu posso cometer. Por favor, não tente me impedir de fazer o meu trabalho. Eu sei bem o que estou fazendo.'


Seu tom com Antônio era Sereno, com Hagen e Gwen não:

'- Eu já falei aos dois que basta! Eu tenho dons e experiência suficientes para saber o que é verdade ou mentira, para ler o que está por detrás das ações de vocês e para ver até onde as palavras proferidas por suas bocas condizem com suas atitudes. Não haverá julgamento, mas levarei tudo aqui em conta no renome de vocês. Agora eu quero silêncio. O Líder da Seita já já irá se manifestar e se essa matilha ainda quer ter algum futuro deve aprender a permanecer junta nesse momento difícil, demonstrando, mesmo que parcamente, a unidade que essa Seita precisa nesse momento.'


Tudo fora dito na língua Garou e, nesse momento, sem saber exatamente o porque, Hagen e Gwen se viam incapazes de emitir qualquer som por suas bocas. Luna apenas assistia (será?) a cena caótica da matilha.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 18 Empty Cólera-de-Balder (H) - Matilha Olhos da Tempestade

Mensagem por NarraDiva em 15.08.18 11:08

Siegfried retira o cigarro da mão de Victor e diz:

'- Isso vai acabar com você. Você não é chaminé para ficar soltando fumaça.'

Apaga o cigarro, o amassa e destrói.
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 18 Empty Espólio-Cyberpunk (H) | Fúria-de-Rá (H) - Matilha Sangue Forte de Luna

Mensagem por NarraDiva em 15.08.18 11:09

O Andarilho apenas diz para Réquiem:


'- Acho que não há como nenhum de nós estar bem nesse momento...'
NarraDiva
NarraDiva
Admin

Mensagens : 4789
Data de inscrição : 25/06/2017
Idade : 35
Localização : Моско́вский Кремль

https://7joiasdacoroadegaia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 18 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Convidado em 15.08.18 12:09

Hagen olha para a juíza e fica sem saber o porque não emitia sons. Assim, tendo terminado ali, meneia com a cabeça e se dirige a mesa, ali pega um hidromel e se volta para uma árvore isolada. Se senta e toma uma boa golada, espera o terminar da noite...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 18 Empty Amélia Carder (Hominídea) - Réquiem

Mensagem por Amélia Carder em 15.08.18 13:35

Amélia chega a Clareira central Junto a Réquiem e percebe que a Impura balançou a cabeça algumas vezes no caminho até a clareira.

- Eu sei que é idiota perguntar, mas você parece incomodada, está com dor de cabeça ? quer que eu pegue alguma bebida ?

Amélia percebe a agitação a sua volta e até o atual momento não tinha parado pra reparar se havia bebida ali por perto ou não.

*Eu faria qualquer coisa por uma bebida agora*
Amélia Carder
Amélia Carder

Mensagens : 111
Data de inscrição : 24/07/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 18 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Ossos-de-Carvalho em 15.08.18 14:34

Ian vê que Sieg parecia estranhamente preocupado com a saúde de Victor.

* Se essa noite tivesse um nome, seria a noite mais louca de todos *
Ossos-de-Carvalho
Ossos-de-Carvalho

Mensagens : 306
Data de inscrição : 08/03/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 18 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Convidado em 15.08.18 14:49

Antonio Xavier, sempre disposto a ouvir e aprender, escuta a leve repreensão de Flor-de-lótus e fala:

"-Desculpe, Flor-de-lótus. Não tive a intenção de coibir o seu papel de juíza. Foi um descuido de minha parte, isso não se repetirá."

O Theurge permanece junto dos membros de sua matilha a espera do pronunciamento.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 18 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Arauto-da-Morte em 15.08.18 14:59

Forma atual - Hominideo

O Peregrino toca o ombro do líder em uma rara atitude de solidariedade.

“-Estarei lá Mohammed, precisamos proteger a coruja dos ataques desta seita...” 

Se afasta do garou, sabendo que ele tinha de se preparar para o que viria a seguir e, quase de imediato vê parte de sua matilha ali perto..

*Dois ahrouns é um juiz, quão mais fodido eu posso ficar? Hahahahah*

Hadrian se aproxima, pegando novamente uma maçã no caminho, sentando-se ao lado de Victor.

“-E então Sieg, antes que eu fale algo, a missão foi bem sucedida? Todos vivos?” 

Como um pequeno lapso, ele percebe que se importava de fato cada vez mais com aquele grupo de degenerados.
Arauto-da-Morte
Arauto-da-Morte

Mensagens : 547
Data de inscrição : 18/12/2017
Localização : Belem

Voltar ao Topo Ir em baixo

Clareira Central - Página 18 Empty Re: Clareira Central

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 18 de 40 Anterior  1 ... 10 ... 17, 18, 19 ... 29 ... 40  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum